Anúncio

domingo, 12 de agosto de 2018

Saudades do alfaiate


Célia Sanches Zibordi é a serva do Senhor que me instruiu no caminho em que devo andar e foi fiel companheira do alfaiate Renato Zibordi até a sua partida, na semana do centenário da Assembleia de Deus (2011).

Uma imagem que, desde a infância, jamais saiu da minha memória é a de meu pai, muito exausto, trabalhando em casa, à noite. Às vezes, ele adentrava à madrugada assentado em frente a uma máquina de costura, com uma peça de roupa à mão, sob uma luminária.

Muitos anos depois, me vejo diante de uma máquina “costurando”, a exemplo de meu pai. Aliás, debaixo da iluminação do Espírito Santo, adentrando, muitas vezes, à madrugada, muitos são os “fios” (fontes) que uso para confeccionar meus livros. Não por acaso, a Palavra de Deus diz: “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele” (Provérbios 22.6).

Ciro Sanches Zibordi

Um comentário:

Luciana disse...

A paz Pr. Ciro.
Gostaria de uma orientação. Sou pastora, juntamente com meu marido, e sempre nos utilizamos de papéis impressos para esboço de nossas pregações. Tenho visto muitos pregadores utilizando-se de tablet's e gostaria de uma indicação do melhor modelo para utilizar nas ministrações. Não sei como o sr. faz em suas próprias palestras e pregações, mas caso possa, por favor dê-me uma orientação. Desde já agradeço. Abraço,
Luciana - Brasília/DF