sexta-feira, 20 de junho de 2014

A Assembleia de Deus e o Deus da Assembleia


A Assembleia de Deus está completando 103 anos. E, graças ao Deus da Assembleia (cf. Hb 12.23; At 20.28), nessa igreja ainda há líderes compromissados com a Palavra de Deus e com o Deus da Palavra. Por outro lado — para tristeza do Espírito Santo —, a denominação tem sofrido na mão de obreiros que conhecem a Assembleia de Deus, mas não são conhecidos pelo Deus da Assembleia (Mt 7.21-23).

Em algumas Assembleias de Deus divorciadas do Deus da Assembleia, o tempo da exposição da Palavra do Senhor foi suprimido ou reduzido por causa de shows de coreografia ou peças teatrais. E as pregações sobre a obra expiatória do Senhor Jesus e as ministrações do Espírito Santo cederam espaço à falaciosa Teologia da Prosperidade e ao famigerado “reteté”.

A exposição das Escrituras sob a unção do Espírito não é mais suficiente, nas Assembleias de Deus que não têm compromisso com o Deus da Assembleia. E os pregadores (pregadores?) dessas igrejas precisam animar auditório e recorrer a práticas bizarras, como derramar jarras de azeite sobre a própria cabeça e jogar água sobre o público.

Em algumas Assembleias de Deus, o culto não é mais para o Deus da Assembleia e faz-se de tudo um pouco para agradar as pessoas e massagear seus egos (cf. 2 Tm 4.1-5). Capoeira, gospel funk, street dance, festa jesuína e outras formas de entreter o povo têm sido adotadas como estratégias de “evangelização”.

Muitos líderes que se dizem assembleianos já se neopentecostalizaram, a fim de agradarem a uma multidão de interesseiros. Mas o Deus da Assembleia tem as suas “reservas” na terra. Há pastores e expoentes das Escrituras que têm cuidado de si mesmo e da doutrina (1 Tm 4.16) e não se deixaram influenciar pelo místico neopentecostalismo. Quanto a mim, continuo, segundo a graça do Deus da Assembleia, andando pelo caminho estreito (Mt 7.13,14).

Ciro Sanches Zibordi

11 comentários:

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro amigo e pastor Ciro Sanches Zibordi,

Reverberei seu artigo lá no Point Rhema, justamente por compartilhar do mesmo modo de pensar, que o amado descreveu de maneira simples e competente.

Seu texto é claro, pertinente e necessário.

Saúde & Paz!

Paulo Elias Menezes disse...

Cada dia mais a "ekklesia" (chamados para fora), a igreja visível tem se voltado para dentro do mundo, numa promíscua relação com o deus deste século.

Paulo Elias Menezes disse...

Cada dia mais a "ekklesia" (chamados para fora), a igreja visível tem se voltado para dentro do mundo, numa promíscua relação com o deus deste século.

IRMÃO BENE FERREIRA disse...

Assim diz o Senhor ao seu ungido, a Ciro...Minha graça te basta!!! Amado Pastor, como é bom tê-lo como referência Assembleiana nesses tempos de apostasia generalizada, que Deus te abençoe sempre! Receeeeeeeeebbbaaaaaaaa!!!

IRMÃO BENE FERREIRA disse...

Assim diz o Senhor a seu ungido, a Ciro...Minha graça te basta!!! Amado Pastor, como é bom tê-lo como referência Assembleiana nesses tempos de apostasia generalizada.
Receeeeeeeeeba!!!

Tadeu de Araújo disse...

Pastor Ciro, graça e paz!

A nosso ver, deve ser acrescentado a tudo isso o que o senhor escrevera, e não menos grave, os escândalos envolvendo líderes, que deveriam servir de exemplos para o rebanho.
E o pior é que, muitos deles, quando mencionados em situações comprometedoras e depois comprovadas, ainda têm coragem de dizer que estão sendo perseguidos.
A situação do "pastor" da Igreja de Sardes ( Apocalipse 3.1)está se tornando quase regra, em nossos dias.
Alegra-nos, entretanto, pois sempre houve e haverá os remanescentes nos púlpitos de nossas Igrejas.

Em Cristo,

Tadeu de Araújo

Anônimo disse...

Muito bom pastor. Continue nesse caminho.
Marcelo
Natal/RN

Gilmar Batista disse...

Infelizmente muitos assembeleianos estão: esquecendo os marcos antigos, perdendo o visão das doutrinas bíblicas e estão tendo Jesus Cristo como um mero produto mercadológico. Alguém disse uma vez; "Antes as Assembleias de Deus era imitada, hoje é ela quem imita". Imita campanhas, pregações, shows etc. Lamentável...

Carlos Henrique da silva disse...

Bons tempos era aquele quando a Assembleia não deixava a POLITICA entrar por porta a dentro, infelismente o objetivo, principal de muitos líderes da AD ficou somente a POLÍTICA, e a campanha começa ja em Agosto Setembro, que Deus nos ajude

Carlos Henrique da silva disse...

Gostaria que o Pastor comentasse sobre a POLITICA dentro da AD. e nos púlpitos.

Faustinho disse...

Meu coraçao ficou apertado de tristeza! Tudo q foi dito, e comentado pelos amados irmaos em Cristo, é literalmente o q temos vivido em nossa cidade. Maranata! Hora vem Senhor JESUS!