quarta-feira, 3 de agosto de 2011

É possível negar a Trindade sem rejeitar a Palavra de Deus e o Deus da Palavra?


Continua crescendo o número de cristãos (cristãos?) que se dizem contrários à doutrina da Trindade. Seria possível alguém negar essa doutrina sem rejeitar a Palavra de Deus e o Deus da Palavra? Alguém pode ser cristão e, ao mesmo tempo, oponente da Trindade?

A doutrina da Trindade é uma das mais atacadas por movimentos pseudocristãos, dentre eles os unicistas. E, no Brasil, eles têm sido bastante convincentes na propagação de suas heresias antitrinitárias, principalmente por receberem o apoio de pastores, pregadores, cantores e líderes de louvor frouxos, sem compromisso com a sã doutrina, que valorizam as belas melodias de um famoso conjunto que diz ter a “voz da verdade”, ignorando a voz do Bom Pastor (Jo 10.27), a qual não poderá ser ignorada naquele grande Dia (Mt 7.21-23).

Viajo muito pelo Brasil e vejo que várias pessoas desavisadas, não somente apreciam os “louvores” aparentemente cristocêntricos do aludido conjunto, como também não valorizam muito a Trindade. Agem como se ela não fosse uma doutrina fundamental e inegociável.

Ora, Deus é uno e, ao mesmo tempo, triúno (Gn 1.1,26; 3.22; 11.7; Dt 6.4; 1 Jo 5.7). O Pai, o Filho e o Espírito são três divinas e distintas Pessoas. Ou seja, a Trindade implica tripessoalidade, e não triteísmo. E essa verdade contida nas Escrituras, a despeito de transcender a razão humana, deve ser aceita alegremente, pela fé, por toda pessoa que se diz cristã (1 Tm 4.6).

As três divinas Pessoas da Trindade são coeternas e iguais entre si. Mas, em suas operações concernentes à criação e à redenção, Deus, o Pai, planejou a criação de tudo (Ef 3.9); Deus, o Filho, executou o plano, criando (Jo 1.3; Cl 1.16; Hb 1.2; 11.3); e Deus, o Espírito Santo, vivificou, ordenou, pôs tudo, todo o universo, em ação: desde a partícula infinitesimal e invisível até ao super-macroscópico objeto existente (Jó 33.4; Jo 6.63; Gl 6.8; Sl 33.6; Tt 3.5). Ou seja, o Pai domina, o Filho realiza, e o Espírito Santo vivifica, preserva e sustenta.

Na redenção da humanidade, o Pai planejou a salvação, no céu (Jo 3.16; Gl 4.4,5); o Filho consumou-a, na terra (Jo 17.4,5; 19.30); e o Espírito Santo realiza e aplica essa tão grande salvação à pessoa humana (Jo 16.8-11; Tt 3.5). Contudo, num exame cuidadoso da Bíblia, vemos que, em qualquer desses atos divinos, as três Pessoas da Trindade estão presentes (cf. 2 Co 5.19; Jo 14.23; 16.23, etc.).

Uma tentativa de definição do trino Deus é: Deus Pai é a plenitude da divindade invisível (Jo 1.18); Deus Filho é a plenitude da divindade manifesta (Jo 1.1-17); Deus Espírito Santo é a plenitude da divindade operando na criatura (1 Co 2.12-16).

Para os sentidos físicos do homem, por condescendência de Deus, vemos as três Pessoas da Trindade no batismo de Jesus. O Pai eterno falou do céu, o Espírito Santo desceu em forma visível de pomba, e o Filho estava sendo batizado no rio Jordão, para cumprir toda a justiça (Mt 3.16,17). Daí a fórmula batismal deixada por Jesus mencionar a tripessoalidade divina (Mt 28.19 [aqui, o termo “nome” não é mencionado três vezes porque tem função distributiva]).

É claro que a Trindade é um mistério para nós. Se a unidade composta do homem — espírito, alma e corpo (1 Ts 5.23) — continua como um fato inexplicável para a ciência e para os homens mais sábios e santos, quanto mais a triunidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Mas o fato de não a compreendermos jamais deveria ser um motivo para a rejeitarmos! Afinal, as coisas espirituais se discernem espiritualmente (1 Co 2.15). E nós, que temos a mente de Cristo (v.16), devemos discernir bem tudo.

Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

37 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Pr. Ciro!

Muito oportuno o seu post. Aprendi um pouco mais.

Quanto ao crescimento desta heresia, estamos sim, assistindo forte tendência.

Outro dia participei de um debate com dois renomados teólogos acadêmicos e um pastor e, do nada, pulo da cadeira ao perceber que os dois teólogos acadêmicos - de um seminário confessional tornado "faculdade" - eram unicistas!

Graça e Paz


Danilo

O BLOG DA VERDADE disse...

Isso ai pastor Ciro!vamos defender com garra esta doutrina,estamos juntos,se necessario ate morreremos por ela!Estou a espera do estudo que pedi no facebook combatendo o islam e os seus argumentos mais fortes.Interessante que o alcorao interpreta muito mal a nossa crenca da trindade,nos acusando de coisas que nao falamos.....entao esses que se dizem "cristaos' e negam a trindade estao mais proximos do islam,podemos chamar de "crislam"?

O BLOG DA VERDADE disse...

oh pastor,esqueci-me de mencionar algo:ha por ai certos pastores como o Dr.William Lane Craig que dizem que nao ha nada ilogico na trindade,ou melhor:dizem que nao e um misterio e dao uma explicacao.O que o pastor acha da explicacao do Dr.Craig?"there are three centers of self-consciousness in one God" o que acha da explicacao dele?
E interessane que a palavra traduzida para um(1) em Dt.6:4 "the Lord our God is one God is one Lord" e a mesma usada em Genesis quando diz " serao ambos uma(1) so carne.....

Gerson

Alexandre disse...

Caro Pr. Ciro,
leio quase que diariamente seu blog e me edifico muito com seus textos.
Bem, negar a trindade é negar a Palavra de Deus e negar a Palavra é negar o próprio Deus. Quem não recebe ao Filho não recebe ao Pai, quem não recebe o Espírito Santo, não recebe ao Filho.
Um grande abraço.
Alexandre
http://www.alewpereira.blogspot.com

Ciência e religião ao alcance de todos disse...

Eu tenho um pensamento mais ou menos assim: não necessariamente Deus é formado de exatamente três pessoas, mas Ele se manifestou a nós [até agora] de três maneiras diferentes. É claro que o 3 não é um número aleatório, tem um valor simbólico, mas se Ele quisesse teria o poder de criar mais múltiplas manifestações dEle mesmo. Acho que não há nenhum motivo bíblico para ir contra essa posição.

O que você acha, Pastor Ciro?

Abraços, Paz de Cristo.

Tia Luana disse...

Pr. Ciro, não vou parabenizá-lo, por dar sua contribuição a obra de Deus (DEUS O CHAMOU PARA ISSO), mas vou dizer que agradeço a ELE por tê-lo feito... O senhor tem abrilhantado nosso entendimento das SAgradas Escrituras compartilhando o que Deus te dá.... O Eterno o conserve assim ... Luana Gonçales - Jundiaí -SP

MARIO CESAR DE ABREU disse...

A Paz do Senhor a Todos!

Amado Pastor Ciro,
Muito oportuna esta matéria e como não poderia deixar de ser,muito bem explanada e construida em cima da Palavra.
somos gratos ao Pastor por usar seus conhecimentos para desbancar heresias e defender o Santo Evangelho.

Em Cristo,
Mário

Laudinho Botelho disse...

Pastor Ciro

este aumento na crença unicista tem mãozinha de comunidades de orkuteiros,isto é, do orkut,ontem mesmo quando estava visitando o meu orkut caiu nas minhas atualizações um convite para para participar de uma comunidade anti -trindade,a febre da teologia antimaçonica está em alta lá no orkut,ela é delirante, amnéstica,confusa,algumas pessoas estão voltando ao Judaismo falando até hebraico kkkk ,não falam mais o nome de Jesus em nosso idioma ,mas yoshua. o rapaz fala contra a maçonaria e ao mesmo tempo prega algumas doutrina derivada da maçonaria.por exemplo este rapaz Crê que Extras -terrestres criado pela ficcção cinematográfica são seres alado angelicais é um absurdo,pois o sincretismo religioso adotando varias crenças com a crença Bíblica lá é alta,deixando muitas mentes confusas. que Jesus nos guarde das heresias dos finais do tempo. não participei da comunidade ,mas visitei para ver o que era e me deparei com absurdos grotescos lá, o lugar lá me lembra a carta de colossenses aonde havia mistura de doutrinas gnósticas com judaísmo,os quais o amado Irmão e Apóstolo Paulo combateu esta doutrina que estava invadindo na Igreja de colossos.

paz em Cristo

IvanBarboza disse...

Pr. Ciro Negar a Trindade é negar umas das evidencias mais claras na Bíblia... Mas estamos aqui Fazendo um coral "altissonosnante",nós cremos na TRINDADE".
Paz do Senhor.
Link:http://ivanbarboza-teologando.blogspot.com/2011/08/de-deus-e-da-santissima-trindade.html

Alex da Silva disse...

Pastor Ciro, a Paz do Senhor, eu fico impressionado como muitos defendem este grupo com "garras e dentes", mesmo conhecendo as heresias referente ao unicismo. Alguns hinos são cantado por jovens em festividades, nos cultos, congressos; eu estava estudando esses dias em um post aqui entitulado como " O que é pior: o falso bem ou o mal declarado? "
Que Deus venha abrir os olhos desta geração..
Deus abençõe pastor Ciro.. Ora jah ia me esquecendo, quando o livro ficar pronto o senhor pode reservar um exemplar com sua dedicatória??
Fica na Paz do Senhor...

Matheus Carrel disse...

Olá pastor Ciro tdb?
Aquele jargão popular ´´ Deus se fez carne´´ não está errado?
Pois quando alguem diz isso a pessoa pode entender que toda a trindade se encarnou, já que a união perfeita do Pai, do Filho e do Esp santo forma o único e verdadeiro Deus.
Não seria correto dizer que Jesus, o Verbo se encarnou, ou que a segunda pessoa da trindade se encarnou? Eu sei que não há hierarquia na trindade mas usamos por pratica o termo ´´segunda, terceira, pessoa da trindade..

.
Obrigado !!!

Daniel Gomes da Silva disse...

A paz do Senhor, Pr. Ciro.

Muito importante esse seu artigo. Eu gostaria de pedir a sua ajuda com uma pergunta que já me fizeram, mas que eu não soube responder:

Em Mc 13.32 diz "Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai."

Segundo esse versículo a data e a hora da vinda de Cristo é conhecida apenas pelo Pai. Nem o Filho, nem o Espírito Santo sabem. Isso iria contra o atributo da onisciência de Deus, assim alguns dizem que só o Pai é Deus.

Como posso refutar essa afirmação?

Muito obrigado!

Elaine Cândida disse...

Muito esclarecedor, Pr. Ciro!

Tenho sempre visitado seu blog e crescido mais com tudo o que leio por aqui. Mas por falta de tempo, não tenho comentado o que gostaria nem quando gostaria.

Contudo, hoje tô de folga...

E até deu para escrever aqui e, mais uma vez, refazer meus sinceros votos de Paz, graça e capacitação da parte de Deus sobre sua vida, família e ministério.

Ricas bênçãos do Senhor sejam sobre todos.

Paz do Eterno.

Elaine Cândida

Luciano Santos disse...

Muito oportuno esse texto porque meu pastor é "assembleiano" e nega a trindade e o amor infinito de Deus. Ele se autodenomina DEISTA.

José Raimundo da Rocha Barros disse...

Eu já cri na "doutrina" da trindade e hoje não creio mais, não existe nada mais sem pé e sem cabeça do que isto.Porque defender isto? tambem sou contra as ideias unicistas. Vamos fica com o que tána bíblia, abandonar este ensino catolico.Veja só o que A.B. Langston disse(em defesa da tríndade):"Apesar deste modo triúno de Deus existir e de revelar-se, o velho testamento acentua fortemente a unidade de Deus.<>,é aexpressão constantemente repetida no V.T.
(...)
O V.T firmou o povo isrraelita na doutrina da unidade de Deus...houve por bem gravar esta verdade no coração dos judeus de maneira tal. que até hoje custa-lhes crer que Jesus é Deus."
(Esboço de teologia sistematica, A.B. Langston, pg 113, juerp),
examinem melhor qnto surgiu esta doutrina, onde e por vontade de quem.

Perganta-se:se a Trindade era tão contrária à crença religiosa judaica em Deus, porque é que Jesus e os seus
apóstolos não gastaram tempo suficiente, ensinando e explicando a Trindade, de forma a convencer os
judeus da sua verdade, assim como fizeram com outros ensinos cristãos?

Se Jesus é Deus, quem é o Deus de Deus? Jesus fala do "meu Deus" até mesmo já no céu.
Porque é que Jesus afirma que tem um Deus, se de facto ele é o Deus?
(João 20:17; Apocalipse 3:12; 1:6; 1 Pedro 1:3; 2 Cor. 1:3; Efésios 1:17; Salmos 89:26;-
Marcos 15:34; Col. 1:3; Hebreus 1:9; Salmos 45:7)
Porque a Bíblia nunca se refere ao Pai referindo-se ao Filho como "meu Deus", nem o Pai e o Filho
referindo-se ao espírito santo como "meu Deus"?

Oséias Balzaretti disse...

Pastor Ciro,

Somente os "cristãos" discutem a "doutrina" da trindade. Porém, somente os verdadeiros discípulos de Jesus é que não estão nem aí para nenhuma elucubração teológico-filosófica, que somente intelectualiza e envaidece o simples Evangelho, porém não produz nada em ninguém.

Vocês, teólogos e defensores da ortodoxia, pensam que estão seguros e protegidos sob o teto da ortodoxia... Não reconhecem que suas argumentações não passam de um arranjo teológico aparentemente bem estruturado e irrebatível. Todavia, a própria vida que levam; as mazelas que os afligem; as dores; as dúvidas, tudo isso, em vocês mesmos, contradizem o que escrevem com belas letras, raciocínios e frases bem construídas.

Senhores teólogos, guardiões da ortodoxia, reconheçam que "Deus está para além de Deus", e que tudo aquilo que o homem precisa saber acerca de Deus, está na pessoa humana de Jesus, pois sua vida é a sua doutrina; e tudo o que veio antes dEle, culmina nEle, e tudo o que veio depois dEle, converge para Ele (inclusive os textos neo-testamentários, credos e decisões conciliares estão sob o julgamento da pessoa humana de Jesus, ou seja, elas permanecem ou não, tudo depende se estão conformadas unicamente nEle ou não).


Oseias Balzaretti Ferreira

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Oséias,

Não me tenha mal. Mas o irmão não está enganado. O irmão está RE-DON-DA-MEN-TE enganado!

Veja o que Jesus (J-E-S-U-S) disse ao pastor da igreja de Pérgamo: "poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a DOUTRINA DE BALAÃO [...] Assim, tens também os que seguem a DOUTRINA DOS NICOLAÍTAS" (Ap 2.14,15).

Quem tem o maior interesse em que a SÃ DOUTRINA seja preservada, guardada, protegida, é o próprio Senhor Jesus. Portanto, meu caro, repense o seu cristianismo. Mais Bíblia. Menos filosofia.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro José Raimundo,

Sua argumentação é tão confusa e tão contrária a Bíblia (na parte que dá para entender), denotando que o senhor desconhece o ABC do cristianismo, que prefiro não lhe responder, por enquanto. Mas agradeço-lhe pela participação.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido Danilo,

É verdade... A doutrina da Trindade é fundamental. Quem a nega, nega a teologia. Mas nega sobretudo a Bíblia, a Palavra de Deus.

Um abraço.

CSZ

Tiago Rosas disse...

Ilustre Pr. Ciro,

Suas palavras como sempre respaldadas nas mais diversas referências bíblicas citadas. Isso demonstra a preocupação de quem deseja ensinar "a Bíblia pela Bíblia", levando todo pensamento cativo às Escrituras Sagradas!

Que a Trindade, por meio da sua inerrante Palavra, nos conduza a um sábio proceder.

Matheus Carrel disse...

Pastor Ciro, o que vc me diz do jargão teologico ´´Deus se fez carne´´ que eu escrevi ai acima ? Você não acha errado !!!
.
Fique com Deus
T++

Rinaldo Santana disse...

Caro Pastor Ciro,

Parece que na Biblia desse povo, que desconhece a pessoa da trindade não tem IJo. 5.7,8; Jo 6.63; Ef. 3.9 Jo. 14.16!?.

Oséias Balzaretti disse...

Pastor Ciro,

Até hoje os estudiosos ainda não chegaram à uma conclusão a respeito do que realmente consiste as "doutrinas" de Balaão e dos Nicolaítas.

Você diz pra eu não filosofar, mas qeum "filosofou" as doutrinas do cristianismo não foi eu, e sim os pais da igreja - aqueles malucos, briguentos, e até que bem inteligentes, como Orígenes, por exemplo -; porém, foram eles que mergulaharam o cristianismo em conceitos puramente filosóficos.

Agostinho mesmo, um renomado teólogo (século 4), não deixou de expor o que aprendeu do neoplatonismo em suas obras.

Enfim, eu não sou unicista, trinitariano, ariano, ortodoxo... Não! Sou apenas um caminhante no Caminho que é Ele!

Simples assim!

(Ciro, gosto de você cara; já li praticamente todos os seus livros; leio seu blog; e você é um dos grandes pensadores de sua denominação. Me simpatizo contigo por ser você um cara humilde e de bom coração - pelo menos é essa a minha impressão)

Abraço mano!

Robson - SBC disse...

Entender a trindade, negá-la ou não, comrpeendê-la de forma diferente ou coisas do tipo.. está no campo das idéias, não invalida a fé nem a crença na palavra de Deus.

Pessoas que crêem diferente de nós nesta questão, compartilham da mesma fé e amor em Cristo Jesus e o servem com muita intensidade.

Sim, é possivel pensar na trindade de forma diferente e seguir a Jesus da mesma maneira

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Oséias,

Eu também prezo o irmão. Nós já não conversamos na Assembleia de Deus de Curitiba-PR?

Mas o fato de os teólogos não terem chegado à conclusão do que são as aludidas doutrinas mencionadas por Jesus em Apocalipse 2 não torna nula a minha argumentação. Qual? A de que o Senhor Jesus zela pela sã doutrina e quer que os seus ministros façam o mesmo.

Ser ortodoxo e, consequentemente, combater a heterodoxia fazem parte do labor evangélico. O próprio apóstolo Paulo, um imitador de Cristo (1 Co 11.1), defendia a pureza do Evangelho (1 Co 15.1,2; Gl 1.6-8; Fp 1.16, etc.).

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Matheus,

Não trate como jargão a frase "Deus se fez carne", pois ela tem apoio bíblico: "o Verbo se fez carne e habitou entre nós" (Jo 1.14).

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Robson,

Como todo o respeito, o irmão está equivocado. Pessoas que creem de modo diferente de nós quanto à Trindade estão enganadas, pois a salvação também se dá pela OBEDIÊNCIA ao Evangelho: "E, sendo ele [Jesus] consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe OBEDECEM" (Hb 5.12). Leia também 1 Coríntios 15.1,2.

É impossível desprezar a Trindade e, mesmo assim, ser cristão. A Trindade (com "t" maiúsculo) deve ser aceita por todo o que se diz cristão, mesmo que ele não a compreenda. As doutrinas fundamentais devem ser aceitas pela fé, e não pela mente. A fé precede a razão (1 Co 2.15). Por isso, se um pastor (ou alguém que use esse título) rejeita a Trindade, ele sequer pode ser considerado um pastor.

O cristão (principalmente o pastor) que se preza não rejeita o que o Senhor Jesus ensinou ao andar na terra. O Senhor não apenas demonstrou que tinha relação com o Pai -- ao mencionadr que Ele, com o Pai, formavam DUAS TESTEMUNHAS; isto é, DUAS PESSOAS (Jo 8.12-18) --, como também referiu-se ao Deus Espírito Santo como OUTRO CONSOLADOR; isto é, OUTRA PESSOA (Jo 14.16).

Em Cristo,

CSZ

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

A paz do Senhor.

Tenho visto também, infelizmente, em meios que se dizem cristãos, a crença no triteísmo ou no biteísmo das Testemunhas de Jeová, onde Jesus é reduzido a uma mera criatura e o Espírito Santo a uma mera energia.

Na minha igreja (uma Assembléia de Deus), por exemplo, um jovem chegou a defender essas idéias (mesmo uma anulando a outra). E mesmo assim alguns jovens queriam um debate. Será que devemos debater aquilo que é inegociável e irrefutável como a doutrina BÍBLICA (repare no destaque que dei) da Santíssima Trindade?

Que Deus nos ilumine.

Em Cristo,

Gilmar

Ciência e religião ao alcance de todos disse...

Pastor Ciro,
o senhor não respondeu meu comentário... está lá entre os primeiros... desculpe a minha insistência, mas estive desde de manhã esperando a resposta.

Abraços, Paz de Cristo.

Matheus Carrel disse...

Isso sim, mas quando nós dizemos essa frase uma pessoa pode ser levada a pensar que toda a trindade se encarnou, já que Deus é a união perfeita do pai,do Filho e do Esp santo...as 3 pessoas foram o único e verdadeiro Deus.
É claro que nós que temos um conhecimento já sabemos que ao dizer a frase ´´Deus se fez carne´´ não se trata de toda a trindade, e sim apenas de Jesus(o Verbo).
Por isso que acho melhor a pessoa dizer que o Verbo se encarnou, mesmo sabendo que o Verbo é Deus, do que dizer Deus se encarnou...
Não sei se eu consegui explicar muito bem isso em palavras como estou pensando. Você conseguiu entender o que eu quis dizer?

elielgaby disse...

Pr. Ciro, desculpe usar este espaço, mas não tenho seu e-mail. Seria possível o senhor me fornecer o e-mail do Pr. Euder Faber da VINACC? Obrigado,
Eliel Gaby
elielgaby@gmail.com

elielgaby disse...

É possível o senhor me fornecer o e-mail do Pr. Euder Faber da VINACC?
Obrigado,
Eliel Gaby
elielgaby@gmail.com

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Eliel Gaby,

A paz do Senhor!

O e-mail do pastor Euder Faber é pastoreuder@yahoo.com.br.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro David (Ciência e religião...):

A paz do Senhor.

Acabei de publicar uma postagem em resposta à sua pergunta.

CSZ

José Raimundo da Rocha Barros disse...

mas basta respondermos a esta pergunta:

O que é um filho?

Se Jesus era o próprio Deus, porque ele é chamado de Filho de Deus, cerca de 85 vezes no Novo Testamento?
Está a Bíblia a fazer uma declaração inexacta em cada caso? Porque descrevê-lo como Filho de Deus, e confundir-nos, se ele era de facto o Deus Todo Poderoso? Porque não dizer simplesmente que Deus veio à terra, que
o Altíssimo nasceu de uma virgem, etc? Porque Jesus, vez após vez falou do seu Pai nos céus, se de fato
ele, Jesus, era o Pai na forma humana, enquanto na terra? Não seria isso inexactidão? (Lucas 1:30-32)

Ciro Sanches Zibordi disse...

José Raimundo,

Faça uma pergunta de cada vez e aguarde a resposta. Não tenho tempo para lhe responder agora. Suas perguntas anteriores ficarão retidas. Tenha paciência. Mas lhe garanto que elas são bastante elementares.

CSZ

O BLOG DA VERDADE disse...

Pastor Ciro,vou deixar aqui apenas um comentário neutro:
Um dos maiores argumentos para defender a trindade usando o antigo testamento,é o facto de Deus ter dito:"FAÇAMOS o homem...".
Mas para quem quer se achegar aos muçulmanos,parece que este argumento não lhes admira,pois no alcorão o Allah fala no plural VÁRIAS VEZES,e o Islamismo,mesmo assim,é uma das formas mais rígidas de monoteismo na terra,de tal maneira que todos os dias os muçulmanos repetem a "shahada".