segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Títere e Marionete conversam sobre hits evangélicos

Títere e Marionete acabaram de chegar do grande congresso da cidade de Reteté da Glória e já começaram os preparativos para participarem de outro megaevento gospel. Agora, eles estão pensando em viajar para a cidade dos levitas — Levitópolis —, onde ocorrerá um encontro de adoradores extravagantes e levitas apaixonados, conhecido como ALEGRE.

Atenção: a leitura em voz alta dos nomes dos personagens poderá ajudar o leitor a compreender melhor esta narrativa fictícia.

— O que significa ALEGRE, Marionete? —
pergunta Títere à sua esposa.
— Ora, Tite, ALEGRE é um encontro com muito louvor profético, adoração extravagante, alegria, danças, o qual ocorre todos os anos em Levitópolis. Mas eu não sei o significado da sigla, exatamente.
— Bom, deixa eu procurar no Google... — Títere digita no aludido site de buscas: “A-LE-GRE”. — Ih, Nete, veio muita coisa!
— É claro, né, Tite! Você tem de fornecer maiores detalhes para achar o evento. E não se preocupe com a acentuação.
— Tá bom. Vou ampliar a pesquisa. — Títere digita: “A-LE-GRE em Le-vi-to-po-lis”. — Pronto. Já estou no site do evento. Ac
ho que encontrei o significado...
— Qual é? — pergunta Marionete.
— Vou ler para você: “Não percam o evento gospel do ano, que contará com a presença de grandes nomes do mundo evangélico. Monte a sua caravana e venha para o ALEGRE: Adoradores e Levitas Extravagantes que Gostam de Repetir Erros”.


— Eu já tinha acessado o site desse encontro e vi que a programação está maravilhosa. Mas não estou lembrada de quem serão os levitas que se apresentarão. Aproveite que está no site e veja isso aí, Tite.
— Olha, aqui diz que no primeiro dia haverá um megashow com a presença das bandas Animação Profética, Os Excêntricos, Azusa Street Dance, Trazendo a Caixa de Promessas, Algoz da Verdade...
— Que legal! Eu gosto muito desses grupos, especialmente do Algoz da Verdade. Todas as suas canções tocam o meu coração.
— Diz aqui também que haverá a participação de Trio Unfalista, Os Sonhadores, Levi e Tadeu, Ângelo e Querubim...
— Nossa, Títere, tem grupos e duplas aí que eu ainda não conheço. Mas, e os cantores?
— Ih, Nete, tem um montão.
— Quais, quais?
— Lindolfo Gopuro, Coré Ógrafo, Amando Paixão, Ana Gita, Sam Banopé, Vitória Eminha, Dan Sá...
— Deixa eu ver o site com você, querido, pois eu soube que haverá vários grupos de pagode, forró e rock cantando aquela linda canção do Zaqueu — entusiasma-se Marionete.
— Ai, Nete, pelo amor de Deus! Não aguento mais ouvir essa canção. Em todo lugar que a gente vai tão cantando ela... Isso já é idolatria.
— Qual é o problema, Títere? O que é bom tem de ser cantado por todos mesmo.
— É, mas eu ouvi falar que essa canção do Zaqueu tem alguns desvios teológicos graves.
— Ai, ai, ai, ai, ai, Títere! Depois que você começou a frequentar a Escola Dominical e se matriculou no curso de teologia, começou a procurar erros nas coisas que Deus já abençoou. Cuidado, pois não devemos julgar.
— Olha, Nete, não é bem assim, não. Esse negócio de que não podemos julgar é uma desculpa muito esfarrapada. O professor Bibliófilo, que é um amante da Bíblia e dos bons livros, me ensinou que há vários tipos de julgamento no Novo Testamento. Não podemos julgar de modo calunioso, é claro, porém devemos ter discernimento e julgar tudo segundo a reta justiça.
— Ai, Títere, lá vem você com esse papo de teólogo. Eu gosto de sentir o mover de Deus. Vai me dizer que você não se alegra quando canta “Como Zaqueu, eu quero subir o mais alto que eu puder”!
— Não há dúvidas de que a melodia dessa canção é bonita. Mas a letra é meio estranha. Como Zaqueu pode ter subido para chamar a atenção de Jesus, se ele era um pecador perdido? Sei não...

Para saber mais sobre as aventuras de Títere e Marionete e conhecer a obra Erros que os Adoradores Devem Evitar, editada pela CPAD,
clique aqui >>

Ciro Sanches Zibordi

3 comentários:

Gercino Alves disse...

Pr Ciro, não entendi "Como Zaqueu pode ter subido para chamar a atenção de Jesus, se ele era um pecador perdido? Sei não." Então o cego Bartimeu não era um "pecador perdido?" e A mulher do fluxo de sangue não era uma "pecadora perdida?" Até onde entendo eles e outros chamaram a atenção de Jesus. Daria para explicar por que Zaqueu não poderia chamar a atenção de Jesus? Não estou questionando a música e sim o seu comentário. Agradeço a paciência!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão "Gercino Alves",

No livro "Erros que os Adoradores Devem Evitar" eu respondo à sua pergunta. O diálogo de Títere e Marionete visa apenas a chamar a atenção para o assunto. Mas neste blog há também algumas análises da composição em apreço, nas quais há respostas que poderão ajudá-lo a entender a disntição entre os episódios bíblicos mencionados.

Peço-lhe que, pacientemente, procure o assunto através do campo "Pesquisar neste blog". Basta digitar "Zaqueu", e aparecerão inúmeros artigos sobre o assunto.

Em Cristo,

CSZ

disse...

Algoz da Verdade muito engraçado. rs rs Foi o melhor. Paz!