quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Mensagem: "Acautelai-vos dos falsos profetas", em áudio (6a. parte)

5 comentários:

Anônimo disse...

Paz do Senhor, pastor. O senhor disse que o pastor de Cuibá estava o ameaçando. Não faça isso, meu irmão. O pastor, a quem o senhor se refere, é ovelha do pastor idôneo de quem o senhor deva ter ouvido falar. O senhor o conhece? Conhece sua esposa e filhos? Convive com ele? E como é que o senhor pode afirmar que alguém o esteja ameaçando? Pelo amor de Jesus Cristo! Eu moro aqui onde ele falou aquelas palavras. Já vi os sinais e maravilhas operados por Jesus, através dele. Realmente, ele disse: "Eu queria encontrar...no aeroporto para dizê-lo que se arrependa para não ir para o inferno". Ele não ameaçou te matar, mas, como João Batista dizia, "arrependei-vos,...quem vos ensinou escapar da condenação!"...João Batista, Paulo, Pedro, e outros ainda hoje, não têm medo de falar a verdade, e o pastor de Cuibá falou a verdade. O senhor não estava lá quando ele teve a visão do anjo e das galinhas, como também não estava com Balaão, nem estava com Jonas, nem com Herodes (comido por bichos), nem com faraó; mas Deus, que é onipresente, estava. Ele é O N I P R E S E N T E. Ele está contigo e está comigo. E nós estaremos com Ele participando do julgamento. Mas, nossas obras podem nos impedir disso, e levar-nos a sermos julgados, ao invés de participarmos do julgamento dos ímpios. O senhor pegou pesado dizendo que ele o ameaçou. O meu pastor esteve presente no dia daquela pregação, e o senhor, se não conhece o meu pastor presidente, saiba que ele é um homem prudente, faz parte da diretoria da CPAD,da CGADB, etc, e é um homem prudente, e, o senhor o coloca como participante de um suposta 'crítica', quando disse que os demais davam glórias e aleluias enquanto aquele pastor lhe 'ameaçava'. Se eu estou irado (a bíblia me dá respaldo pra isso: ireis, mas não pequeis) tenho o direito de dizer certas palavras, afinal, sou homem, mas, não de ferro. O senhor nunca se irou? Nunca disse algo? Parabéns, se não. Porém alguém ser taxado de mentiroso, menino, e outras coisas, sem ser verdade, não tem o direito de ficar irado? Pelo amor de Deus! Eu não estou na pele dele e estou irado, quem dirá ele! Tchau, meu irmão!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Injusto, incoerente e imprudente Anônimo,

Qual é o seu nome? O seu comportamento é de um fã de carteirinha de um ídolo, e não de um seguidor do Senhor Jesus. Você acha que chamar alguém de CANALHA (eu disse: CA-NA-LHA) é atitude de homem de Deus? Acorde!

Eu fui ameaçado, sim, e caluniado. Mas já tenho quem me defenda. Por isso, não processei ainda o tal agressor. Os vídeos são mais do que claros, porém fãs como você costumam não ver os defeitos de seus ídolos.

Conheço muito bem os pastores-presidentes presentes a um dos eventos em que o milagreiro em apreço verberou contra mim, como em Porto Velho-RO. Estimo todos eles e sei que nada têm que ver com as sandices do tal "pregador". E, por serem eles éticos, não fizeram nenhum comentário público. Mas duvido de que concordem com as agressões verbais pronunciadas naquela "pregação".

Siga a Bíblia, meu amado. Não se esconda atrás do anonimato. Siga a Jesus! Ele, sim, deve ser imitado, e não enganadores que pensam estar acima do bem e do mal. Estes, se não se arrependerem, ouvirão, naquele grande Dia, um sonoro "NUNCA VOS CONHECI" (Mt 7.21-23).

A paz do Senhor!

CSZ

Anônimo disse...

Não moro em Cuibá,não conheço o Pr. Paulo Roberto, não conheço o Pr. Ciro, não sou fã de carteirinha, e não sou também defensor da mentira. O que está ocorrendo ao meu ver é que o Pr. Ciro está escrevendo contra certas heresias, "coisas" dos ultimos dias, que a Bíblia já havia predito que aconteceriam.Faz-te muito bem Pr Ciro denunciar estes erros grosseiros contra a Palavra de Deus, Paulo, Pedro, João, Judas, etc fizeram isto também. Fora do assunto supra citado estou percebendo que a Internet transformou-se no "campo", "no mundo" que Jesus falou para pregarmos o Evangelho. O "ide" hoje não é mais pessoal, e sim virtual. Estamos seguindo o curso do mundo que aderiu cegamente ao "virtualismo", não sei se existe esta palavra, se não existe, é neologismo. Com isto não quero dizer que não devemos pregar pela Inernet, ela é um excelente recurso missionário, mas parece que muitos pregadores, pastores escritores,evangelistas ( no sentido original da palavra) e muitos cristãos estão evangelizando o mundo e cumprindo o ide somente pela tela, esquecem que nem todos acessam e assim não falamos mais corpo a corpo, de casa em casa, o que é muito mais proveitoso. Que Deus nos oriente, amém. Vou assinar anônimo, pois não quero intrigas com ninguém.

silvano disse...

PAZ DO SENHOR PR. CIRO . SERÁ Q DEUS NAO ESTÁ ENCONTRANDO CRENTES PARA ENCHER DO ESPIRITO SANTO? POIS QUANDO A JUMENTA FALOU É PORQUE BALAÂO NAO ESTAVA NA DIREÇAO DO E.S. E NOS DIAS DE HOJE NAO TEEM MAIS CRENTES PARA DEUS USAR Q PRECISA USAR O GALINHEIRO INTEIRO?

Ev.Ervando Sérgio disse...

Essa do galinheiro foi demais, vamos parar com isso! Como diria um jornalista bastante conhecido "ISSO É UMA VERGONHA" O povo de Deus quer ouvir a palavra genuína e não pasto misturado. Vamos ler mais a bíblia ela tem conteúdos suficientes para salvar a humanidade.