sábado, 9 de março de 2013

Evangelicofóbicos estão furiosos

Creio que não foi por acaso que a Comissão de Direitos Humanos e Minorias ficou a cargo dos evangélicos. Deus pode ter permitido isso a fim de impedir que o movimento evangelicofóbico dê continuidade a seus maus intentos.

Formado por ativistas LGBTUVWXYZ, juristas, parlamentares e governantes laicistas, além de boa parte da grande mídia (que acusa, injustamente, todos os evangélicos que pregam contra o pecado da homossexualidade, à luz da Bíblia, de homofóbicos), tal movimento deseja cumprir à risca a agenda liberal. Esta, que é mundial, conta com o apoio de ilustres governantes, como Barack Obama, e abarca a liberação do aborto e a destruição da família segundo o modelo esposado na Bíblia Sagrada. 


Penso que não é momento de atacar ou ridicularizar os parlamentares cristãos, mesmo que alguns deles tenham deixado a desejar como pastores ou pregadores, no passado. É tempo de orar por eles, pois os tais evangelicofóbicos estão ainda mais furiosos, depois da derrota que sofreram na Câmara Federal.


E o alvo deles é o evangelicalismo como um todo. Eles até veem com bons olhos os ídolos gospel que aceitam com naturalidade o ecumenismo, mas querem calar os verdadeiros pregadores do Evangelho. E alguns desses inimigos da Palavra de Deus e dos bons costumes prometem até pegar em armas, se for necessário. Um desses evangelicofóbicos disse que vai lutar para destruir toda a influência do cristianismo sobre a sociedade brasileira.

Não temos nada a temer. Mas sejamos vigilantes. Meditemos em 1 Timóteo 2.1-3 e façamos a nossa parte como servos do Senhor Jesus Cristo e também como cidadãos. Lembremo-nos de que o apóstolo Paulo, ao ser preso por causa do Evangelho, confiou em Deus, porém exigiu seus direitos como cidadão romano.


Ciro Sanches Zibordi

27 comentários:

sanderson disse...

paz do senhor Pr Ciro!

que Deus continue te abençoando, gosto muito do seu blog, sempre acompanho quando posso, não sei se é o local ideal para pedir isso, mas gostaria de saber o sobre o seu posicionamento sobre a Telexfree, e se um cristão salvo faz certo em entrar neste negócio. eu particularmente não concordo. mas até o momento não tenho base bíblica suficiente para sustentar minha opinião por aqueles que tentam me convencer a entrar neste negócio!

se puder tirar minha dúvida ficarei grato.

elielgaby disse...

Pr. Ciro, o movimento LGBT que diz ser favorável a diversidade, não tolera o cristianismo. Aqui em Curitiba, recentemente agrediram jovens católicos. Utilizaram faixas pedindo que os motoristas atropelassem esse jovens. O vídeo abaixo mostra como se comporta esse movimento: http://www.youtube.com/watch?v=zuxpaE759h8&feature=youtu.be

Att. Eliel Gaby

Matheus Carrel disse...

Oi pastor Ciro, tudo bem ?
Olha eu aqui também rsrsrsrsrsr
Realmente a situação está critica. As pessoas, os sites ´´uol´´ e ´´terra´´ e estão pegando videos do pastor Marco Feliciano e pondo na internet onde ele fala umas coisas estanhas.
Você chegou a ver isso ?
O que pensa da posição do marco Feliciano?
.
Bom final de semana.
Fique com Deus !!!
T+++

Nerly Nunes disse...

Pastor, já que postou sobre isso, eu pergunto: O que acha dos casos envolvendo o Marco Feliciano, e o Malafaia? Meu irmão leu esse texto e disse que o senhor faz uma certa defesa aos dois... mas eu creio que não. O que me diz?

T.Mendes disse...

A Paz Pastor Ciro, coerente postagem.
A política brasileira, principalmente no tempo de pré-eleição, trabalha estrategicamente com três fontes oportunas:
1º) Ecumenismo, com slogan "Deus é o mesmo"
2º) Liberdade sexual faixada de "fim do preconceito"
3º) Liberação do uso de drogas (fim da prisão em flagrante - liberdade ao usuário)
Curioso é o fato de o aborto ser explicitamente uma briga comum não só de católicos e evangélicos mas de também parte da sociedade de religiões diversas. Isso também é uma jogada, afinal, boas novas sendo pregadas não significa que defende-se a Bíblia genuinamente.
Esquecemos de que a sociedade como um todo está se preparando para o fim com apostasia geral e início de uma era incrédula. Oremos para que Deus derrame misericórdia no país devido a implantação de leis que perpetuem a liberdade ímpia, mas nos lembremos que caminhemos mais cedo ou mais tarde para aprovações no congresso das mais espantosas propostas.
Creio que ainda temos cristãos genuínos lá no congresso que muito passa apuros por defender indiretamente a fé e a família. Sei também que a luta pela a não legalização do aborto pode ser uma faca de dois gumes dependendo da intenção do crente que estiver à frente:Crescer em cima de povo eleitoral(escada) ou de fato pela moralidade cristã.Duro é ver que Líderes cristãos evangélicos ainda envolvidos com sociedades secretas e escandalos financeiros falam em nome da "vida" lá no congresso.
Veremos os seus frrutos. Orar não só por eles,mas pelo verdadeiro dicernimento e principalmente pela vinda de Cristo.E digo ainda, quem garante enquanto a igreja não é removida de que não enfrentaremos o que milhares de cristãos já enfrentam pelo mundo aí fora? Ou somos cristãos ocidentais capitalistas especiais acomodados em um país cuja constituição tem seus dias de moralismo contadosw
Paz

Tocai a Trombeta em Sião! disse...

Caro Pr. Deus haje a favor dos seus, agora quanto ao Pr. Marcos Feliciano que se prepare, pois vira uma dura perseguição contra ele. Paz

Anônimo disse...

Cremos também que Deus esteja permitindo e disposto a usar alguém para defesa do povo que o chama de Senhor, mas a nossa preocupação é com a conduta de quem foi indicado, ficamos na dúvida se não tinha alguém mais qualificado e que não fizesse e dissesse tantas bobagens. Porém sabemos que a bancada que chamam de evangélica não é uma Brastemp.
Estamos em oração para que o eleito permita ser usado por deus e não pelo deus da vaidade, do poder, arrogância e ganância.

Luís

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

Muito bom e esclarecedor esse seu artigo.

Agora, aproveitando o ensejo, gostaria que o senhor me ajudasse numa dúvida que eu tenho.

Sei que nós evangélicos devemos defender os valores esposados nas Sagradas Escrituras, como, por exemplo, o matrimônio envolvendo um homem e uma mulher, apenas. Agora, e no caso de parlamentares cristãos? Como eles devem proceder tendo em vista que o Estado é laico?

Será que deputados e senadores evangélicos podem mesmo ir de encontro à agenda liberal por convicções religiosas? Já me disseram coisas como: "se os homossexuais querem se casar, deixem eles se casarem. O Estado é laico, e você não pode confrontar o casamento homossexual com opiniões de natureza religiosa".

Caso possa me esclarecer nessa dúvida, ficarei muito grato.

Atenciosamente,

Gilmar

Gideone PImentel disse...

Caro Irmão Ciro Zibordi
Será que nossa luta não está com o foco errado?
Algumas atitudes, na verdade, estaria afastando os homossexuais?
E porque tambem não combatermos a corrupção que se instaurou no meio das IREs (Instituição Religiosa Evangélica)? Com seu "pastores" que se digladiam em convenções e outros que pela ânsia do poder não abrem mão de seus cargos. Homens amantes de si mesmos.
Onde ensinam errado sobre dízimo, prosperidade, pecado e etc.
Caro irmão, tenho uma admiração por vossa senhoria, mas temo que o senhor não se envolva pelo lado do "politicamente correto" e não seja um "João Batista,um Huss, um Lutero, Jônatas Edwards e etc" para essa época.

Abração

GIDEONE PIMENTEL

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gideone Pimentel,

Não preciso de admiradores. Quem quiser me admirar, que admire. Mas, para mim, o que vale mais é o que Deus pensa de mim.

Um grande abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gilmar Valverde,

Como cidadãos temos o direito de protestar contra tudo que seja contrário ao que pensamos. Isso é liberdade de expressão, garantida na Constituição. A aludida comissão vinha sendo dominada por ativistas LGBT, e o KIT GAY, por exemplo, foi idealizado por eles. É nesse sentido que eu digo que Deus pode ter permitido a eleição de um evangélico, a fim de impedir que nossas crianças sejam prejudicadas por essa homossexualização da sociedade brasileira.

O Estado é laico, mas não laicista. E os tais ativistas querem laicizar o Estado. Se dependesse deles, o cristianismo seria banido do Brasil. Mas os cristãos são cidadãos e têm todo o direito de protestar e votar conta o aborto e a imoralidade.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Nerly Nunes,

O que eu defendo, acima de tudo, é o Evangelho (Fp 1.16). Mas também defendo minhas convicções, as quais não são influenciadas pelo que pensam a meu respeito. Não falo contra pessoas. Não escrevo para atacar ou agradar pessoas. Escrevo para compartilhar o que penso. Apenas isso.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Pastor Eliel Gaby, meu amigo,

Realmente, o ativismo LGBTUVWXYZ é muito incoerente. Eles nos acusam de homofobia, mas são evangelicofóbicos, catolicofóbicos e, pasme, obesofóbicos. O "nobre" deputado Jean Wyllys agrediu um pastor no Twitter e zombou de sua obesidade...

Pena que alguns do nosso meio não compreendem que a nossa luta não é contra os homossexuais, pois nós amamos os pecadores e queremos que eles se convertam a Cristo. Nossa luta é contra a ideologia do aludido ativismo, que é fundamentalista.

Um grande abraço, amado.

CSZ

Saulo Alves disse...

Caro Pr.Ciro, sinto, que como crente, devemos orar mais pelos nossos parlamentares. Eu sou contra pastores deixarem a sua missão tão honrada de anjos da igreja para serem políticos.Essa missão de ser pastor de igreja é algo tão nobre ! Deus não me chamou para exercê-la, mas para aqueles que a têm eu digo que abrassem com todo carinho e jamais abandonem o cargo, por nada desse mundo. Contudo, aqueles que deixaram o seu ministério para ser
políticos precisam de nossas orações e , nesse momento, é muito triste quando fazemos desses homens e de outros que lá estão, alvo de nossas críticas . O crente deve orar pelos políticos que aí estão. Que possamos orar muito pelo pastor Feliciano, pois é alvo dos que estão a serviço do diabo, despresando , contestando e blasfemando contra tudo o que vem de Deus.

Fabio da Silva Pimentel disse...

Para mim lugar de Pastor é cuidando de ovelhas, acredito que um cristão possa ser politico para defender a causa do pobre e excluído, o que não acontece com a "bancada evangélica", onde querem olhar o cisco no olho do outro e não enxerga a trave que esta nos nossos olhos. Acredito que não por ele ser evangélico, mas por ser um homem totalmente despreparado para o cargo, e por não ter um histórico de ajuda as pessoas excluídas ele não é a pessoa certa para o cargo. Não sou a favor a ditadura gay, mas também sou contra a uma eleição que foi feita a portas fechadas sendo baseado em interesses políticos e por credos, sendo contestados inclusive por muitos evangélicos.

Anônimo disse...

lá no oriente os cristãos islamicofóbicos estão furiosos porque estão sendo mortos por extremistas , porque eles querem destruir a comudade islamica blasfemando contra seu profeta. Pô cristãos quando eles pegarem vocês ficam quietos , eles só estão obedecendo o livro sagrado deles.

Tiago S. Botelho disse...

O Estado é laico e não deve haver influência religiosa no poder legislativo. Seus ideais e valores cristãos devem se restringir à sua igreja, à sua casa e à sua vida. Não tentem impor seus valores. A bíblia não é o único guia espiritual ou moral presente em nosso país. Vocês estariam igualmente indignados se um membro do candomblé tentasse impor seus valores e colocasse sua religião acima do poder Estatal.
O Estado deve ser laico e secular. Seu modelo familiar não é o único e muito menos o certo... existem milhares de religiões no mundo e milhares de pessoas que não acreditam em deus.

Seleno Glauber disse...

O que é legal é que só coloca os comentários dos idiotas que, como você, aprovam esse comportamento indigno de uma sociedade moderna e ainda acreditam no ser imaginário e as baboseiras e contradições escritas nessa "coisa" chamada Bíblia. Mas fique certo que com a melhoria da educação e acesso à informação, com o tempo as pessoas vão parar de seguir aberrações como você, assim como acontece na maioria dos países da Europa. Só pra sua informação, não sou homossexual... Sou médico, com pós-graduação, e leio bastante, ao contrário dos seus dizimistas!

Caio Gracco disse...

O Estado brasileiro é laico por lei.
NÃO INTERESSA o que a Bíblia ou o Alcorão ou qualquer outro livro sagrado prega.
Prá essa função, exista a Constituição.
Políticos com forte conexão com atividade religiosa não podem transformar parlamento em púlpito.

Álvaro disse...

Já fui evangélico, não sou mais... acho que todos temos o que desejamos, nesse caso, não apoio a evangelicofobia, porém, não concordo com a homofobia, isso é passado pra mim...

George Gonsalves disse...

Caro pastor Ciro, creio que o momento é de uma intensa luta espiritual. Não sou admirador de Feliciano, mas o movimento gay precisa ser combatido em nosso tempo. Há, lamentavelmente, cristãos pedindo a saída de Feliciano da comissão de DH. Ora, os que lá estavam não eram, com certeza, melhores do que ele. Abaixo a ditadura gay!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Publiquei alguns comentários evangelicofóbicos e cristofóbicos só para comprovar a bossalidade dos fundamentalistas inimigos do cristianismo. Eles não merecem nenhuma resposta da minha parte. E ainda reconhecerão, um dia, que Jesus Cristo é o verdadeiro Deus.

CSZ

fabiod disse...

Essa geração de hoje é a mais instruida de todas, e também é a mais indecente, egoista, e sem amor. Com filhos ofendendo e matando os proprios pais, pais matando a seus filhos, e quem tem mais de 30 anos sabe bem do que digo, pois quando eu era novo nunca ouvi e nem vi uma crianca desrespeitar um adulto como acontece hoje. Já não existe mais respeito pelo próximo, e as pessoas buscam passar umas por cima das outras. Isso prova que ter conhecimento ou um diploma não vale nada se não tiver amor e moralidade. De que vale um "grande conhecimento" dessa "sociedade moderna", mas tão moderna que se auto destrói; é isso que chama de "moderno"! Quem dera voltá-se-mos a era primitiva, e seriamos mais humanos.

Roberto Pereira disse...

Concordo que devemos nos unir contra a ditadura gay, que deseja acabar com nossa liberdade de expressão! Oremos pelos pastores, como o Silas Malafaia, Marcos Feliciano, pelo senador Magno Malta e por todos os que estão combatendo o bom combate da fé! Deus o abençoe!

Boanerges disse...

Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim.
Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.
Mateus 5:11-12, Deus abençoe pela matéria Pastor, A Vitória é nossa pelo Sangue de Jesus Cristo.

MINISTÉRIO SEMPRE ORANDO disse...

Vi a repercussão deste artigo em um outro site...vi os comentários (não costumo fazer isso pra não ficar irritada)vi pessoas defendendo essas causas absurdas e pervertidas e criticando ferozmente esses homens que defendem os padrões bíblicos. Falam de amor e comunhão e laçam fora a verdade e a santidade. Falam de graça e compaixão e lançam fora o arrependimento e a conversão.Resultado: igrejas e crentes vazios. Ocos e depressivos. Horas de muita música e longos sermões e quase nenhuma visitação do Espirito Santo, pessoas que entram doentes e saem doentes, profetas calados, crentes depressivos e atribulados, jovens desviados e desinteressados...Quando vamos abrir nossos olhos? Que as lamentações de Esdras e as orações de Daniel, as visões de João em Patmos, estejam em nossas mentes afim de que sejamos salvos.pelo menos salvos.

Daniel Kauphan disse...

Parabéns, pastor Ciro, o artigo é excelente!