terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Silas Malafaia e "A Tentação"


Ontem, à noite, o pastor Silas Malafaia esteve de frente com a apresentadora Marília (Gabi) Gabriela, no SBT. De Frente com Gabi é um programa de entrevista, mas o que se viu foi um debate aberto, franco, em que supostas vítimas de preconceito foram convidadas, indiretamente, a refletirem sobre os seus preconceitos.


Gabi, uma mulher inteligente, não se limitou a fazer perguntas sinceras e provocativas. Ela realmente "bateu boca" com o entrevistado, talvez pensando que o colocaria contra a parede, convencendo a todos de que ele é homofóbico e fundamentalista religioso. Mas, como todos sabem, Silas Malafaia é um exímio debatedor e soube responder bem às provocações que recebeu.

Não concordo com tudo o que Malafaia falou, especialmente quanto à sua defesa tácita da falaciosa Teologia da Prosperidade. Entretanto, ele foi muito bem ao mostrar, de modo indireto, que existe um preconceito por parte da grande mídia de que todo cristão protestante é ignorante, fundamentalista, não sabe desfrutar do prazer sexual, não tem amor, ao contrário de outros, etc.

Lembrei-me do preconceituoso filme A Tentação, dirigido por Matthew Chapman. Trata-se de um drama de 2011 em que ateus e homossexuais são apresentados como pessoas acima da média, enquanto os cristãos e outros religiosos são tidos como mal-amados, ignorantes e fundamentalistas.


Defendo o Evangelho e sou contrário à falaciosa Teologia da Prosperidade. Nesse caso, reitero que não concordo com tudo o que expôs Silas Malafaia. Todavia, gostei do debate. Penso que ele foi muito esclarecedor no que concerne ao pensamento dos cristãos protestantes quanto à família, aos valores morais e éticos, ao Estado laico, e não laicista, etc.

Ciro Sanches Zibordi

26 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Nosso e amigo pr. Ciro Zibordi,

A paz amado!

Certamente como debatedor, saiu-se bem, e conseguiu reverter por instantes, diante de emocionados telespectadores, a posição desejada entre os crentes e evangélicos que assistiram ao debate.

Quem pode responder a estas perguntas:

E Mike Murdock? Já foi esquecido pelo pregador da falciosa Prosperidade?

É correto utilizar-se do meio telefônico para mensagens por telefone e pagar-se por isso?

E as palavras de baixo calão ou chulas(antes conhecidas como palavrões) emitidas à entrevista na Revista IstoÉ?

É possível uma associação sem interesses com a TV Globo?

É, de fato, coerente o envolvimento político com políticos que promovem os eventos gays no Rio de janeiro, sem criticá-lo e esquecê-los, diante da proposta da Riotur em transformar uma ABOMINAÇÃO HOMOSSEXUAL, como ponto de arrecadação para a cidade do Rio de Janeiro e não utilizar da sua postura, ou seja, a mesma utilizada no programa por por interesses políticos?

Por quê, não aproveitou o momento no SHOW da CINELÂNDIA para diante do povo e do prefeito, solicitar a retirada do vídeo promocional e destruidor de famílias produzido pela RIOTUR?

Já recebi várias opiniões e creia que muitos já apagaram de suas mentes o que não é procedente de um servo de Deus consciente da sua plena responsabilidade diante de Deus e dos homens.

Aguardemos a virada com a presença de Mike Murdock, e outros motivos que acenderão a chama dos incautos.

Quantos ofertaram por emoção, um mês de aluguel na certeza que receberão uma casa própria?

A outra oferta requerida foi de no mínimo 1.000 REAIS e a multiplicação somente virá para quem possui os 1.000 Reais. Pura Balela.

Detesto saber que a pobre viúva, com as suas duas moedas não poderia participar desta festa de arrecadação, e estaria muito de fora e sem a possibilidade de ser considerada como foi por Jesus Cristo.

Onde há fumaça há fogo!

O Senhor seja contigo, nobre atalaia,

O menor de todos os menores, sentido-se cada vez mais minúsculo diante da falta de real compromisso com o Deus da Palavra.

HERIVELTON MARCULINO disse...

Eu assisti me prezado pastor Ciro, e também assisti quando Gabi entrevistou o Deputado Jean Willys. Analisando as duas entrevistas percebo que ela foi muito tendenciosa, acusando direta e indiretamente o pr Silas, quando antes abraçou o excelentíssimo deputado.
E no fim da entrevista ela disse: "Que o meu deus lhe perdoe".

Ana disse...

Boa tarde, Pastor. Qual foi a frase que ele falou na entrevista que o senhor não gostou?

Ana disse...

Boa tarde, Pastor.
O que ele disse a respeito da prosperidade que o Senhor não gostou?

Anônimo disse...

Amém...
Abraços.
Fabio Pinheiro.

Anônimo disse...

A paz do Senhor Pr. Ziro! O Pr. assembleiano Silas Malafaia, infelizmente foi influenciado pelos ensinamento do homem mais experto do mundo chamado Mordok. Tirando a teologia da prosperidade se sai bem no debate o Pr. Malafaia parabéns! Não há qualquer problema em o crente adquirir seu imóvel próprio, em levar uma vida saudável e desfrutar de certas comodidades matériais, mas não deve reduzir a essência da fé cristã e da pregação do evangelho às bençãos materiais. Refutar sim, a teologia da prosperidade e não prosperidade em Cristo Jesus , que é há maior benção eterno do pecador salvo. Amem!

gideone pimentel disse...

Caro Ciro
essa postura do referido pastor não traz um estado de animosidade entre evangélicos e protestante? Como afirma Philip Yancey não por menos apresentar-lhes a graça?

GIDEONE PIMENTEL

gideone pimentel disse...

Caro Ciro
Quando o referido pastor citou
Fl 3.13,14 ele não foi infeliz numa comparação com a prosperidade segundo ele entende? Comparar o homossexual com o bandido tb não foi uma comparação infeliz?
Essa postura de animosidade com os homossexuais num traz uma disputa entre evangelicos e homossexuais?

GIDEONE PIMENTEL

http://gideonepimentel.blogspot.com.br/2013/01/para-que-serve-as-musicas-do-desabafo.html

Luiz Henrique disse...

Concordo plenamente; se tratou de um debate, coisa que não vi até hoje a apresentadora propor a anteriores convidados, inclusive ao deputado federal senhor Jean Wyllys, quando lá esteve. Sem dúvida o pastor Silas defendeu bem alguns valores e posições da igreja diante dos assuntos tratados. Sobre a teologia da prosperidade, já conhecemos a forma que é exercida pelo pastor: tendenciosa e anti-bíblica. Penso ser uma dura missão representar a fé de milhões de pessoas ante alguém que exerce certo poder de formar opinião, e está, claramente, a favor da causa gay, bem como suas agendas, chegando a, nitidamente, externar que considera o pastor e a fé evangélica por ele expressada, como radical e repressiva.

Susana disse...

A paz do Senhor, pastor Ciro. Também gostei muito do debate, apesar de tudo, o Silas soube se posicionar muito bem.

Anônimo disse...

É pastor está cada vez mais difícil viver neste mundo, hoje praticamente somos obrigados a gostar do homossexualismo, é pressão de todo lado da mídia, da sociedade. Se a gente diz que não concorda com essa prática já somos tachados de "homofóbicos", lembro que uma vez na escola um professor meu disse que viu duas meninas se beijando na rua ai o pessoal da sala disse "mais professor é super normal hoje em dia" ai ele falou que ele nunca ia achar "normal" porque a partir do momento que você acha normal essa situação, você está aceitando essa realidade.
Gosto muito desse blog, esclarece algumas duvidas que tenho hehe!
Que Deus te abençoe Pastor, abraços!

ass: Sabrina

Nandinho Oliveira disse...

Eh muito facil para o Sr, dizer que nao concorda com o Pastor Silas em alguns pontos... Porem, DUVIDO que em um debate contra ele, voce teria alguma chance.
Ele nao so ganharia o debate, como voce sairia HUMILHADO.
Te respeito, gosto do seu blog e livros, porem a distancia, em conhecimento, de Voce e o Pastor Silas, eh de mais ao menos, 5 voltas ao mundo!
Nao queira discutir com o Silas nao, senao voce saira envergonhado!
Te garanto!
Abraco Pastor!
T+

Thiago Boudny disse...

Também penso assim. Não é porque discordamos de diversos assuntos defendidos por ele que devemos sermos radicalistas ou extremista, ao ponto de condenar até a verdade por ele defendida.
A verdade é que a mídia quer impor um preconceito aos homossexualismo, como sendo originado pelos evangélicos. Oras, procurem os dados de violência aos mesmos, verifiquem se foram evangélicos que agrediram.

jose claudio disse...

Em minha opnião os que mais se benefeciam com essa tal doutrina da prosperidade são os proprios pastores que às ensinam,enquanto a sua explicação em relação o que é prosperidade,ele foi meio sarcástico ao dizer que prosperidade está relacionado ao benstar, a paz interior disse ele,o que me soa estranho é que quando ele esta pregando sobre a prosperidade, ele não diz que essa paz interior é cristo que dá, e sim! o dinhero, pois ele mesmo já lançou a biblia que fala de finânça e prosperidade financeira, ai eu pergunto: iaê seu silas, prosperidade se trata de uma paz interior,"que só o salvo tem" (na visão bíblica)como o senhor falou na entrevista, ou: prosperidade financeira mesmo com o senhor costuma pregar? prosperidade finânceira?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Nandinho Oliveira,

É um direito que me assiste concordar com o pastor Silas Malafaia ou discordar dele. E é um direito que lhe assiste, meu irmão, concordar comigo ou não.

Por outro lado, gostaria de lhe dizer uma verdade, com toda a franqueza. O comentário que o irmão inseriu aqui demonstra que não me conhece e não me respeita.

Bem, não vou perder muito tempo em lhe responder ponto por ponto, pois tenho certeza de que o irmão recebeu alguma inspiração maléfica, não da parte de Deus, para escrever o que escreveu. Pode ter sido um pensamento que resultou de um coração tomado por soberba ou até mesmo influenciado pelo Inimigo de nossas almas.

Vou orar pelo irmão, para que o Senhor o ilumine.

CSZ

jose claudio disse...

Agora em relação ao comentário feito pelo "nandinho oliveira", que disse que o pastor ciro sanches, perderia em um debate com o pastor silas malacheia, pois meu amigo nandinho você não sabe o que fala, o silas pode ser muito bom em sua falácia, mais conhecimento de Deus igual ao pastor ciro sanches, eu duvido meu amigo!.

jose claudio disse...

Em relação ao comentário feito pelo nandinho oliveira: Oh seu nandinho a diferença entre silas e o ciro sanches é que o silas pode até ter o dominio da persuação pois o que lhe falta é o conhecimento de Deus, pois o pastor ciro, pode não ter o poder da falácia, mais tem o dom do conhecimento, e ele não prega para agradar ao homem, pois o ciro sanches é um servo de Deus, enquanto o ciro aponta o reino do céu, o silas aponta o reino da terra.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Nandinho,

O seu comentário é a demonstração do seu estado diante de Deus. Falta de respeito. Falta de educação. Falta de conhecimento. Falta de discernimento é a marva do seu estado atual. Triste a sua postura que permite a qualquer um sentir vergonha de você.

As igrejas estão nesta fraqueza espiritual, e envolvidas por heresias, por existirem crentes do seu estilo.

O Senhor seja contigo em discernimemto

O menor.

Ana disse...

José Claudio,
você precisa frequentar a vitória em cristo para poder falar sobre isso(prosperidade é o bem estar).
A igreja vive de quê???
o governo ajuda??
para termos uma igreja que não caia aos pedaços, precisamos de dinheiro. não é anjo do céu que vai descer e fazer isso.


Ana disse...

Pastor Ciro, por favor, responda a minha pergunta.

T.Mendes disse...

Assistindo apenas uma gravação do culto de malafaia aos sábados, suficiente é ver que ele está igual a milhares espalhados em nossas Assembléias de Deus. (seus discursos neo-petencostais).
Interessante é falar de investimento; ninguém compra apartamento nos Estados Unidos àtoa. Enquanto isso, nas igrejas sem ar condicionado, milhares de fiéis OBEDECEM a confissão positiva e atendem o pedido de oferta generosa dos líderes famintos.
É, na minha opinião existem vários Mike Mamom, Silas, "Bene Hin",RR sódinheiro, terra nossa, e aí vai.Vou repetir, a Bíblia não tem meio termo, ou nossa cidade está nos céus ou está aqui, ou ganhamos esta vida ou a percamos;
O fato de ele "brigar" por causas já previstas para os últimos dias, não esconde seu real objetivo: O amor ao dinheiro.(sem julgar, escutem seus cultos)
Satanás costuma orientar sútidos através disso. Defende uma coisa da Bíblia e destrói várias e milhares. Implante de cabelo dele não diz nada?
Sim, diz sim...

Tadeu de Aráujo disse...

Pastor Ciro, graça e paz!
Não apenas nesse conceituado blog, mas também noutros coirmãos, sempre assumimos que discordamos do pastor Silas Malafaia, quer por sua defesa à teologia da prosperidade, ainda que não assumida publicamente, quer pela maneira de expressar-se, principalmente, quando responde àqueles que discordam dele.
No entanto, no debate de domingo à noite, que ele travou com a apresentadora Marília Gabriela, do de Frente com Gabi, do SBT, queremos, dessa vez, parabenizá-lo.
Não desconhecemos, entretanto, que ele teve momentos de dificuldades, quando tentou justificar a "injustificável teologia", bem como o enriquecimento de pouquíssimos pastores.
Nisso não nos convenceu.
No tocante aos valores éticos e morais relacionados à família, pautados nas Escrituras, o pastor Silas deu uma verdadeira aula à Gabi.
Se bem que, a nosso ver, a mesma trabalha na contramão.
Do nosso ponto de vista, a nobre apresentadora começou a perder-se, a partir do momento que deixou de entrevistar e foi para o confronto direto.
Esqueceu-se, todavia, do outro lado estava o pastor Silas, figura por demais polêmica, mas de capacidade indiscutível para o debate, fato que, mesmo os que não lhe admiram, devem reconhecer essa virtude no mesmo, seja acertando ou errando.
Não sabemos até que ponto a disputa realizada irá contribuir à imagem da igreja, já tão combatida pelos inimigos do Evangelho, que fazem partem da mídia.
Somente o tempo dirá.
De certo, a senhora Gabi, talvez depois de domingo, será um pouquinho mais humilde com os próximos entrevistados.
"A humildade é a mã de todas as virtudes".
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Quenia disse...

Pr Ciro, o senhor resumiu tudo o que pensei ao ver a entrevista! Continue na direção de Deus!

Ronaldo disse...

olá nandinho pelo geito vc adora o silas né.lembre-se q/ a biblia condena a idolatria.arrependa-se e adore somente a Deus.shallow larrema...

Thalles Martins Feitosa Cid disse...

Caro pastor,

Qual a diferença entre país laico e país laicista?

Atenciosamente,

Thalles Martins

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Thales,

Um Estado laico não baseia suas decisões na religião ou crenças de quaisquer religiões. Mas ele não trabalha ativamente para laicizar a população. Ele respeita a liberdade de expressão, respeita as crenças da população e não a persegue por suas opiniões. O Estado laicista é aquele que quer laicizar a população, como se a religião não tivesse valor nenhum. E nós sabemos que a religião é importante, sim. Prova disso é o quanto a renúncia do papa está sendo comentada pela imprensa.

Ser laico denota ser neutro, não tomar partido, por exemplo, em favor do catolicismo, prejudicando os evangélicos. Mas ser laicista é apoiar os laicistas, em detrimento dos religiosos. Enfim, o Estado laicista é injusto, por definição.

CSZ