segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Reforma é coisa séria, e Halloween não é brincadeira


Muita gente não sabe, mas o Dia das Bruxas, o Samhain ou Halloween, Ano Novo céltico (31 de outubro), tem uma conexão com o Dia de Todos os Santos da Igreja Católica Romana. Este era originalmente celebrado em maio, e não no primeiro dia de novembro.

No ano 608, o imperador romano Focas apaziguou o populacho dos territórios pagãos recentemente conquistados, permitindo-lhe combinar o antigo ritual de Samhain com o Dia de Todos os Santos. E, assim, o panteão de Roma, templo edificado para a adoração de uma multiplicidade de deuses, foi transformado em igreja.


Foram os imigrantes europeus, especialmente os irlandeses, que introduziram o Halloween nos Estados Unidos. Hoje, o Dia das Bruxas
 é muito importante para os lojistas, inclusive no Brasil. Salém, em Massachusetts (Estados Unidos), é a sede da bruxaria norte-americana. Ali celebra-se, na época do Halloween, o Festival da Assombração, para expandir a temporada turística de verão. Tudo parece uma grande brincadeira, mas — conscientemente ou não — os participantes dessa festa estão se envolvendo com o ocultismo e o satanismo.

Por outro lado, algumas denominações evangélicas, além de realizarem festas similares às juninas (o que já é um absurdo), estão promovendo também, no fim de outubro, uma espécie de Halloween, decorando o ambiente com abóboras, etc. Elas alteram o nome da brincadeira satânica para Jesusween ou Elohin! Aos pastores destas igrejas quero apresentar um motivo melhor para festejar.


Em vez de comemorarem o Dia das Bruxas, os pastores que se prezam deveriam se lembrar da Reforma Protestante. Na manhã de 31 de outubro de 1517, véspera do Dia de Todos os Santos, Martinho Lutero — sacerdote romanista, professor de teologia e filho de um minerador bem-sucedido — começou a questionar de modo mais contundente a Igreja Católica e a atacar a autoridade do papa.

Lutero, então, afixou na porta da Catedral de Wittenberg (pronuncia-se vitemberk) um pergaminho que continha 95 declarações. Estas, conhecidas como teses, eram quase todas relacionadas com a venda de indulgências (pacotes caros pagos pelo perdão, inclusive das pessoas que já haviam partido para a eternidade).


Em junho de 1520, Lutero foi excomungado por uma bula — decreto do papa que continha o seu selo oficial. Em dezembro do mesmo ano, com ousadia, ele queimou esse documento em reunião pública, à porta de Wittenberg, diante de uma assembleia de professores, estudantes e o povo. No ano seguinte, foi intimado a comparecer ante as autoridades romanistas, em Worms. E declarou: “Irei, ainda que me cerquem tantos demônios quantas são as telhas dos telhados”.


No dia 17 de abril de 1521, Lutero apresentou-se à Dieta do Concílio Supremo, presidida pelo imperador Carlos V. Para escapar da morte, teria de se retratar. Mas ele não faria isso, a menos que fosse desaprovado pelas próprias Escrituras. E asseverou perante todos: “Aqui estou. Não posso fazer outra coisa. Que Deus me ajude. Amém”.

Considerado herege, ao regressar à sua cidade Lutero foi cercado e levado por soldados ao castelo de Wartzburg, na Turíngia, onde ficaria “guardado”. Ali, ele traduziu o Novo Testamento para o alemão, obra que, por si só, o teria imortalizado. Ao regressar a Wittenberg, reassumiu a direção do movimento a favor da Igreja Reformada, e a partir daí os princípios da Reforma Protestante se espalharam por toda a Europa, com ajuda de homens de valor, como Ulrico Zuínglio, João Calvino, Jacques Lefevre, João Tyndale, Tomás Cranmer, João Knox, etc.


Assim como muitos teólogos estão fazendo hoje, os católicos romanos haviam substituído a autoridade da Bíblia pela autoridade da igreja. Eles ensinavam que a igreja era infalível e que a autoridade da Bíblia procedia da tradição. Os reformadores afirmavam que as Escrituras eram a sua regra de fé, de prática e de viver, e que não se devia aceitar nenhuma doutrina que não fosse ensinada por elas. A Reforma devolveu ao povo a Bíblia que se havia perdido, passando a considerá-la a fonte primária de autoridade.


Nesses tempos difíceis, em que muitos estão brincando com o pecado e até com festas satânicas, quantos cristãos sérios estão dispostos a protestar contra as heresias verificadas entre nós (2 Pe 2.1; At 20.28), à semelhança de Lutero?

Ciro Sanches Zibordi

28 comentários:

Ouça a Palavra do Senhor disse...

Paz pr. Ciro. Ótima postagem! Também tenho colocado algumas postagens combatendo essa prática do Halloween no meio cristão e alertado os não cristãos sobre o perigo destas práticas, mas infelizmente o que temos visto é igrejas que não só permitem como também incentivam o uso de fantasias aludindo ao dia das bruxas e também o tal do 'doces ou travessuras' é praticado, seja dentro de nosso país como nos EUA essas práticas nefandas tem seduzido muitos líderes que não vem nada de mal em permitir isso em nosso meio. Triste enredo para escrever nas páginas da história da igreja contemporânea! Alguns pensam que assim poderão evangelizar e atrair mais pessoas para seus templos. Porém creio que o melhor jeito de evangelizar é pregar o Evangelho como ele é: verdadeiro, anti-heresias, santo e digno de confiança. Os apóstolos pregaram a verdade sem se preocupar em dizer o que o povo queria, mas sim dizer o que Deus queria que o povo ouvisse, por isso muitos eram salvos; hoje o que vemos são pessoas dentro das igrejas seduzidas pelas coisas que a igreja deveria combater. Fora Halloween. Vem Senhor Jesus.

Thiago Boudny disse...

A Paz do Senhor pastor Ciro!
Não da pra acreditar que até festas de Halloween virou motivo para "crentes" se divertirem...
Bem, vamos viver e não ver!
Não veremos o quanto tudo é possível ainda acontecer... Misericórdia!

Márcio disse...

A paz do Senhor, quando eu lecionava inglês para o ensino médio sempre tive o cuidado de não incluir o Halloween entre as festas pedagógicas que eram necessárias no currículo anual e substituí-las por outras mais proveitosas. Alguns colegas que faziam esta festividade na escola sempre tinham problemas com os alunos e uma vez a sala onde foi realizada a festa acabou pegando fogo. Se não é uma coisa saudável dentro de um estabelecimento de ensino quanto mais no seio da igreja.

Matheus Carrel disse...

Oi Pastor Ciro tudo bem?
Muito boa postagem !!! Creio que hoje a maioria das igrejas evangélicas estão precisando de uma nova reforma devido aos erros que elas estão.
Pastor Ciro, você vai responder minhas 5 perguntas sobre Jesus? é que já faz quase 1 mês que eu te mandei e você nem falou mais nada.
Eu vou te mandar por email de novo elas, dai se você puder me ajudar eu ficarei muito agradecido. Só confio em vc para receber respostas desses assunto.
Obrigado !!!
Fique com Deus !!!
T++

Anônimo disse...

Onde estão os Martinhos Luteros de hoje?

Euller.Monteiro disse...

Amado Pr Ciro.

Quanto tempo hein...

Olhe, nesta reflexão só posso dizer uma coisa, "temos diversos líderes de igrejas que preferem seus templos cheios de pessoas, agradando-as, satisfazendo o ego destas mesmas, e granjeando altos dízimos e ofertas!

É triste, más em diversas igrejas está mais valendo o ter (secular) do que o ser (espiritual).

Saudades das campanhas de oração, dos irmãos subindo ao monte orar pela cidade e pelas almas perdidas, hoje quando subo ao monte para orar, grande parte das petições são pedidos das pessoas para Deus... ..."Pai me dá, me dá mais... ...eu quero mai$$$$" (infelizmente)

Euller.Monteiro disse...

Amado Pr Ciro.

Quanto tempo hein...

Olhe, nesta reflexão só posso dizer uma coisa, "temos diversos líderes de igrejas que preferem seus templos cheios de pessoas, agradando-as, satisfazendo o ego destas mesmas, e granjeando altos dízimos e ofertas!

É triste, más em diversas igrejas está mais valendo o ter (secular) do que o ser (espiritual).

Saudades das campanhas de oração, dos irmãos subindo ao monte orar pela cidade e pelas almas perdidas, hoje quando subo ao monte para orar, grande parte das petições são pedidos das pessoas para Deus... ..."Pai me dá, me dá mais... ...eu quero mai$$$$" (infelizmente)

Wellington Mafra disse...

Obrigado Pastor.

Não foi atoa que acessei sei Blog hoje. Meus dois filhos (7 e 11) trouxeram na agendinha da escola um convite a festinha de Hallowen da escola. Pro pai assinar e autorizar participação do filho.

Duro vai ser explica-los! =)

Mas vou explica-los a luz da Bíblia e trocar a festa por uma ida a Pizzaria.

Shalom!

***Lucy*** disse...

Prezado Pr. Ciro.

A palavra Halloween tem origem na Igreja católica. Vem de uma corrupção contraída do dia 1 de novembro, "Todo o Dia de Santos"), é um dia católico de observância em honra de santos.

Não me escandaliza os católicos comemorarem esse dia, o que me deixa abismada são as denominações evangélicas promoverem este evento diabólico.
O que está acontecendo com as instituições eclesiásticas?
Pois não consigo chamar de igreja, denominações que estão envolvidas nesta imundície.

Pr. Ciro, ficaria extremamente honrada com sua visita, estou postando sobre os dons da sabedoria: Perguntas e Respostas.
Conto com a sua participação no meu blog, o irmão é muito querido!


Afetuosamente,

***Lucy***

Anônimo disse...

Jesus comia até com pecadores. Portanto Jesus iria sim a uma festa de Halloween.O importante é o que sai do coração.

Preletora Jurema disse...

Excelente texto. Poucas são as postagens em que eu discordo do irmão.Infelizmente pastor Ciro, existem membros nas igrejas que não sabem o que foi a Reforma Prostestante. A maioria nunca fez uma leitura completa da bíblia.
Parabéns pelo seu trabalho.
Jurema Martins
http://preletorajurema.blogspot.com/

1000NOTICIAS disse...

PASTOR CIRO JÁ VIU COMO OS CRENTES ESTÃO VICIADOS EM NOVELAS? PRINCIPALMENTE AS GLOBAIS, ESTÁ UMA FEBRE. CONHEÇO MUITOS EVANGÉLICOS PENTECOSTAIS QUE SÃO VICIADOS EM AVENIDA BRASIL, VERGONHA.... ESTOU COMBATENDO FIRMEMENTE NO BLOG DO 1000NOTICIAS. ESTOU PREPARANDO UMA MATÉRIA MUITO IMPORTANTE PRO BLOG, SOBRE ESSES ASSUNTOS. GOSTARIA QUE O SENHOR FALASSE DO ASSUNTO, ESTÁ PRENDENDO MUITOS CRENTES. PAZ DE CRISTO.

1000NOTICIAS disse...

IMPRESSIONANTE, QUER DIZER QUE JÁ TEM IGREJAS QUE ESTÃO COPIANDO ESSE TIPO DE FESTA MALIGNA? É FIM DOS TEMPOS MESMO.

Joel Barros disse...

Caro Pastor Ciro.
Sou grato a Deus pela voz de muitos atalaias como o Senhor, que com sabedoria de Deus expõe a verdade para esclarimento dos internautas sobre temas atuais. Halloween realmente é uma tradição perigosa e tanto que até alguns pastores nem se interessam em conhecer as origens desta celebração e assim o povo de Deus erra por falta de conhecimento. Há dias postei em nosso Blog um artigo também alertando sobre essa perigosa tradição. Deixarei aqui um link para os visitantes. Um forte abraço. http://www.blogdosemeador.com/2012/09/halloween-uma-tradicao-perigosa.html

Luiz Henrique disse...

Gostaria, com a permissão do pastor Ciro, deixar aqui um link de um vídeo onde um padre de certo canal católico a cabo, desdenha em seu "sermão" da fé protestante, e chama de "otário" o que professa tal fé (ou seja, nós):

http://www.youtube.com/watch?v=82LCZcLH4Ok&feature=player_embedded

O tal vídeo deu muito o que falar. Muitos comentários em todos os sites que o divulgaram, e no youtube foi pra mais de 14000 comentários. Mas essa luta contra a mariolatria e idolatria já não é mais a nossa principal frente de batalha. Foi o tempo onde os bons apologetas, se voltaram unicamente contra à idolatria a outros deuses. Paulo em Éfeso, passando por Lutero, até uns 20 anos atrás quando vinham muitas lições nas revistas de EBD tratando do assunto; muitos estudos sobre o tema nos cultos doutrinários; as mensagens então: sempre combatendo o catolicismo romano e a "aparecidolatria" nacional. Tais religiões e crenças heréticas, são fácilmente refutáveis á luz da Verdade. O problema nos dias atuais é interno. São os modismos e tendências mundanas dentro do seio eclesiástico. "Halloween gospel", "capoeira gospel", dentre outras "aberrações gospeis", constituem o moderno inimigo passível de recusa e afronta por parte daqueles que permanecem na doutrina dos apóstolos. Que o Senhor fortifique e use cada vez mais nosso amado pastor Ciro, um competentíssimo combatente do bom combate dos nossos dias.

Rafael Evandro disse...

Se os evangélicos pensassem como os católicos certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Pr. Paulo Pontes disse...

Paz, pastor Ciro. Precisamos continuar combatendo essa e outras práticas nas igrejas evangélicas. Publiquei em meu site um artigo sobre halloween, destacando sua origem, objetivo e como chegou até nós. Como é triste saber que certos líderes permitem nas igrejas que pastoreiam a realização de festas com as mesmas características e formas, apenas mudam o nome.

Anônimo disse...

Graça e paz, pastor Ciro.

Gostaria de saber se o nobre pastor conhece toda a história acerca de Lutero, e sobre o anti-semitismo do mesmo.Deixo claro, não estou julgando o conjunto da obra, mas um episódio que todos procuram omitir em seu legado.

Martinho Lutero foi anti-semita:[18][19][20]

– "Sobre os judeus e suas mentiras" de Martinho Lutero.[21][22][23][24]

"A Alemanha deve ficar livre de judeus, aos quais após serem expulsos, devem ser despojados de todo dinheiro e jóias, prata e ouro, e que fossem incendiadas suas sinagogas e escolas, suas casas derrubadas e destruídas (…), postos sob um telheiro ou estábulo como os ciganos (…), na miséria e no cativeiro assim que estes vermes venenosos se lamentassem de nós e se queixassem incessantemente a Deus".

Mais informações:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Martinho_Lutero


Irmão Marcos.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Anônimo disse...

Se os evangélicos pensassem como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

Rafael Evandro disse...

Se os evangélicos tivessem o costume, como algumas denominações cristãs que canonizam homens e os adoram com se fossem deuses, certamente teriam canonizado Martinho Lutero. Mas esse grande homem não deve ser adoro e sim lembrado pela sua coragem e ousadia de enfrentar as autoridades eclesiásticas de sua época (coisa que, naquele tempo, poderia custar a própria vida, como a historia nos ensina) em defesa daquilo que ele esta convicto de ser a verdade.

O BLOG DA VERDADE disse...

Pastor Ciro,não sei o que acha disto.
Este homem diz ser mentalista e possuir telekinesis.Ele faz estas coisas estranhas:

http://www.youtube.com/watch?v=anWm3w9QhEQ

Neste vídeo em que ele aparece no programa do Ratinho,o ratinho diz "coisa do capeta",mas respondendo,"mentalista" diz que o poder do diabo é menor em relação ao de Deus e diz que foi Deus que colocou esse "talento" no ser humano.

O que eu vi de estranho nele foi um colar com o símbolo do hexagrama,mas quanto a dizer que é apenas mentalista,isso não sei.
Gostaria que o pastor postasse algo acerca disto.

Eis o vídeo do programa do Ratinho:
http://www.youtube.com/watch?v=OS7g3JTdtvo

O BLOG DA VERDADE disse...

Pastor Ciro,não sei o que acha disto.Este homem diz ser mentalista e possuir telekinesis.
Ele faz estas coisas estranhas:
http://www.youtube.com/watch?v=EjNPZ-i5ETU

No programa do ratinho,o ratinho diz:"coisa do capeta",porém,respondendo o mentalista diz que o poder do diabo é menor que o poder de Deus e afirma que o que ele faz vem de Deus.
Algo de estranho vi nele,um colar com o simbolo do hexagrama.
Gostaria que o pastor postasse algo acerca disto.Lembro-me que quando eu estava no meu país,o meu professor ensinou-nos algo parecido,e também disse que isto vem de Deus.

Como podemos explicar estes fenomenos?Existe o "poder da mente"?

Aqui está o vídeo do programa do Ratinho:
http://www.youtube.com/watch?v=OS7g3JTdtvo

Eliabi Pires disse...

a paz bom eu nao li o testo eu so queria aqui deixar minha cólera pelo fato de estarmos tempos tao difíceis que uma empresa multimilionária como a Google originada diretamente dos E.U.A pais esse onde pode se dizer que foi primeiro da America a receber o evangelho do protestantismo o qual vê-se como todos nos temos visto pelo menos a maioria nossos irmãos que partilham da mesma fe morrendo aos milhares esquecem-se da chamada santa inquisição dia negro onde milhares de protestantes morreram pela sua fe acho que devem terem esquecido que esse bruxos matam nossos irmaos nao so protestantes mais cristao todo ano em paisas africanos hipocrisia e isso dizem e falam do evangelho porem nao todos gracas a Deus mais sim muitos amam muito mais ao dinheiro do que aquele que sua vida por eles e nao respeitam a hora dos irmãos que penosamente morreram martirizadas para que esses infelizes estivesse aqui hoje parece algo bobo isso mais como diz a biblia eu nao me envergonharei do evangelho pois ele e poder de Deus