sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Por que a guarda do sábado não é um mandamento para os cristãos?


Alguns internautas me fizeram as seguintes perguntas sobre a guarda do sábado: “Se guardar o sábado hoje é legalismo, por que o próprio Cristo o guardou, ao andar na terra? A instituição da guarda do sábado é anterior à lei mosaica; ocorreu em Genesis 2, quando ainda não existia Israel. Isso não significa que esse mandamento é para todos povos? Como defender que esse mandamento não é para a Igreja, se em Êxodo 20 e Isaías 56 menciona-se o estrangeiro?

É importante observar que o Senhor Jesus respeitava os costumes dos judeus, a ponto de ter sido circuncidado por seus pais ao oitavo dia! Por que os guardadores do sábado não fazem o mesmo? Guardar a lei não é apenas observar os dez mandamentos. Estes são apenas um resumo da lei mosaica. Veja o que o apóstolo Tiago disse: 
“qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos” (2.10). 

A posição do Mestre sobre o sábado é clara. Leia Mateus 12.1-14. Ele nunca ensinou os seus discípulos a guardarem o sétimo dia. Por que Ele não fez isso, já que tal mandamento é tão relevante? Ao ser questionado pelos religiosos, Ele não fez a mínima questão de salientar que o tal mandamento é atemporal e aplicável à sua Igreja. Ele preferiu responder como outra pergunta: “É lícito no sábado fazer bem ou fazer mal? Salvar a vida ou matar? E eles [os fariseus] calaram-se” (Mc 3.4).


Note que a lei e os profetas duraram até João Batista (Lc 16.16). Este profeta viveu no período neotestamentário, mas seu ministério obedeceu aos parâmetros prevalecentes no Antigo Testamento. Com a manifestação do Verbo de Deus, além do ministério profético veterotestamentário, a lei mosaica deixou de vigorar. Ele inaugurou um novo tempo! A graça e a verdade vieram por Jesus Cristo (Jo 1.17; Rm 10.4). Meditemos em Gálatas e tenhamos cuidado com o “outro evangelho” (1.6-12).


Quem disse que a instituição da guarda do sábado se deu em Gênesis 2? Ali, Deus apenas santificou o sétimo dia, após ter concluído a obra da Criação. A instituição da guarda do sábado se deu oficialmente depois da saída do povo de Israel do Egito (Êx 16; 20). Uma coisa está atrelada à outra (Dt 5.12-15). Veja se os patriarcas guardavam o sábado! Abraão, Isaque, Jacó e José o guardaram? Aliás, será que os adventistas já observaram que Deus trabalhou no sétimo dia? “E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra [...]” (Gn 2.2).


A guarda do sábado é um mandamento exclusivo para o povo de Israel (Êx 31.13). Isso está escrito na Bíblia. Leia Êxodo 20.1,2, com atenção: “Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão”. Quem foi tirado do Egito, da casa da servidão, a Igreja ou o povo de Israel?


Quanto ao estrangeiro, mencionado em Êxodo 20 e em outras passagens correlatas, é óbvio que ele teria de guardar o sábado também! Todo estrangeiro deve cumprir a lei que vigora no país onde ele reside. Se eu for morar em algum país, como Estados Unidos ou Alemanha, por exemplo, será que viverei lá como se estivesse no Brasil? Claro que não! Terei de respeitar a lei vigente ali.


Aliás, já que estamos discutindo se Êxodo 20 e passagens afins são para Israel ou para a Igreja de Cristo, gostaria de saber se os animais dos irmãos que seguem fielmente o Decálogo também guardam o sábado! Afinal, o mandamento em apreço era extensivo aos animais: “o sétimo dia é sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu [...] nem teu animal” (Êx 20.10).


O texto de Isaías 56 contém uma promessa para Israel a respeito da guarda do sábado. Essa passagem alude ao povo israelita, à semelhança de Êxodo 20. Nesse caso, o que eu asseverei sobre os estrangeiros, acima, também se aplica a todas as passagens correlatas. O que os cristãos observadores do sábado precisam mostrar, na verdade, é o mandamento da guarda do sábado para a Igreja de Cristo, no Novo Testamento! Fica aqui o desafio.


Em Cristo,


Ciro Sanches Zibordi

123 comentários:

Marcos disse...

A paz do Senhor pastor Ciro. Mais claras as sua explicações impossível, e como sempre à luz das Sagradas Escrituras. Que Deus continue a abençoa-lo meu irmão.
Marcos.

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

Quanto ao fato da guarda do sábado ser um mandamento exclusivo para o povo de Israel, não há texto mais claro, a meu ver, do que Êxodo 31.13:

"Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas geraçöes; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica."

Repare aqui que as palavras do Senhor foram dirigidas a Israel ("fala aos filhos de Israel") e que a guarda do sábado era um sinal entre Deus e esse povo apenas.

Em Cristo,

Gilmar

Jesriel Matias disse...

Concordo com o seu comentário. Paz

Sanlopes disse...

A LUZ DA ESCRITURAS VEJO QUE JESUS NÃO GUARDAVA O SÁBADO. POIS ELE ERA O SENHOR DO SÁBADO.QUER DIZER O SÁBADO NÃO TINHA PODER OU DOMINIO SOBRE O SENHOR JESUS.MAS JESUS TINHA O DOMINIO SOBRE O SÁBADO.PODERIA ESCOLHER GUARDA-LO OU NÃO E VEJO QUE ESCOLHEU NAO GUARDA-LO.

E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.
Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.
João 5:17-18

PASTOR CIRO ABRAÇOS FRATERNAIS EM CRISTO JESUS

Portal_REMIDOS DE YESHUA disse...

Seita ??? A fé judaica que vem com Eles os Escolhidos-os judeus-e foi firmado através da Torah=Lei-ensinamentos=Mandamentos- no monte Sinai a Aliança da Graça do Eterno com seu Povo como Nação Sacerdotal,não se pode dizer seita e sim aqueles que usam a Bíblia=Torah,excluindo os verdadeiros os judeus da Igreja(Comunidade dos remidos nos méritos de Y´shua)pois com isso se dizem ser os sacerdotes da nova aliança...D´us não faz Aliança com uma Nação-os Judeus- e desfaz dando a outro,o que D´us Eterno fêz foi consolidar essa Aliança da Graça quando enviou Y´shua-"Jesus",o Messias aos Judeus dando a eles o cumprimento das promessas de Isaias de um Salvador a Nação de Israel e que sairia através desse Povo-Judeu- um Intercessor e Salvador para aqueles que aceitassem unir-se a Fé de Israel.-Nos dias de hoje temos visto os homens defenderem suas bandeiras teológicas e não estão; RESTAURANDO a Igreja com Israel na Fé Judaica do Messias Y´shua ! ...Porque? Continuam seguindo a Reforma Protestante do Verus Israel,ou seja excluem os judeus da Igreja do Senhor e de tudo que vem da cultura,modo de vida,festas,comemorações,guardas dos dias santos como o Shabbat e outras,o ensino das escrituras da Torah(os cinco primeiros livros da Bíblia) que os apóstolos ensinaram aos Judeus,fazendo-os entender a Vinda do Messias deles e o amor a Y.H.W.H. ao Retorno a Fé Judaica sendo ENXERTADOS na Oliveira=Israel- tanto Judeus como Gentios... SOMOS ISRAELITAS AGORA; E FILHOS DE ISRAEL,e isso não quer dizer que você se transformou em um Judeu,vai continuar com a mesma nacionalidade,mas com uma Nova Identidade Espiritual dentro da Aliança da Graça do Povo Eleito e Escolhido a Nação Sacerdotal de D´us !POR ISSO NÃO IMPORTA O PAÍS QUE VIVA ,SE TU TÁ EM CRISTO;NOVA CRIATURA É(Não é mais guardador do Domingo como o dia de Descanso do Senhor e da sua Família-Igreja-)A Fé Judaica não é uma Seita e nem Religião,mas sim:Unidade de Fé no D´us de Abrão,no D´us de Jacó Izaque e D´us de Jacó que é Y.H.W.H.=EU SOU o que SOU:Aquele que Reina ;Aquele que Existe...isso é a Fé Judaica... VAMOS FALAR MAIS DO NOS UNE -ISRAEL- DO QUE AQUILO QUE NOS SEPARA !.Shalom Aleichem-Paz deseja Convosco !

Adeilton disse...

Pr.Ciro,

"Os teólogos das assembleias de Deus são mais inteligentes do que os puritanos,que elaboraram a confissão de Fé de Westminter".

Porque o que lemos na confissão,é totalmente contrario,do que é ensinado pelos assembleianos.

Será que a sua posição Pr.Ciro,é a mesma da AD?ou essa é apenas sua opinião?

Como o sábado(domingo) é santificado pelos protestantes.


A confissão de Westminster diz o seguinte:cap.xxi secão viii.-"Esse sábado é´pois,SANTIFICADO quando os homens,tendo devidamente preparado seus corações,e de antemão ordenado seus afazeres comuns,não só observam ,todos os dias,um santo repouso de suas própias obras,palavras e pensamentos acerca de seus empreendimentos e recreações seculares,mas também ocupam todo o tempo nos exercícios públicos e particulares de seu culto,bem como nos deveres de necessidade e misericórdia

Então vamos rasgar a confissão de Fé,que foi elaborada em 1647 pelos puritanos,e ficar com a opinião dos teólogos assembleianos,

Será que a AD também não tem credo,e que seus membros e pastores estão sujeitos?

Não colocamos nenhum credo acima da Palavra de Deus,mas elas servem como parametro,como um auxiliar.

Em Cristo,no temor de Deus.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Adeilton,

A Bíblia é a Palavra de Deus. Aceite isso se quiser. Afinal, Deus nos dotou do livre-arbítrio.

CSZ

Luciano disse...

Afinal, quem disse isso? Onde está isso no texto?
""Os teólogos das assembleias de Deus são mais inteligentes do que os puritanos,que elaboraram a confissão de Fé de Westminter".

Em Cristo
Luciano

Ciro Sanches Zibordi disse...

Portal Remidos,

Tentei compreender seu confuso comentário, mas está difícil. Tente novamente, por favor.

CSZ

Adeilton disse...

Pr.Ciro,

Mais tema interessante para ser discutido aqui,rsrsrs...o senhor disse"Deus nos dotou de livre-arbítrio" será?

Depois da queda,Será que temos livre-arbítrio mesmo?

Em Cristo.

Thalita disse...

Eu gostaria de saber porque a Igreja não deve guardar o sábado? Será que Jesus fica triste com a atitude de cristãos guardadores do sábado que escolhem oferecer nessas horas suas vidas a favor do próximo e em adoração a Deus? Por que é justamente isso que eu ,minha família e irmãos adventistas fazemos.Muita coisa que foi falada nesse texto demonstra total desprezo para com a realidade que vivem não so adventistas do sétimo dia mas também tantos outro guardadores do sábado.Que fazem isso não como obrigação chata de se cumprir mas com prazer reconhecendo que DEUS nosso Criador foi e é muito Bom para o homem.Não guardamos o sábado pra ser salvo ou julgamos guardadores do domingo perdidos ou aqueles que não guardam dia nenhum relaxados,guardamos o sábado porue entendemos que tudo o que Deus ordena é nos dez mandamentos é para o bem de toda a humanidade e não so para o bem de Israel.Guardamos os mandamentos por que em JESUS somos livres para viver a vontade de Deus e não a nossa que é justamente : matar, mentir, adulterar, ou transgredir qualquer outro mandamento que manifeste o carater santo de Deus.Para finalizar guardo o sabado por que amo a DEUS! Jo 14.15:Aquele que me ama guarda os MEUS MANDAMENTOS.

Thalita disse...

Nada é mais forte do que o poder do Espírito Santo para nos convencer do pecado ,da justiça e do juízo.Saibamos que pecado é a transgressão da LEI.Agora eu concluo; SE NÃO EXISTE LEI TAMBÉM NÃO EXISTE PECADO E SE NÃO EXISTE PECADO NÃO EXISTE PECADORES E SE NÃO EXISTE PECADORES POR QUE MESMO JESUS MORREU NA CRUZ? Dos dez mandamentos o sábado é o mais fácil de se cumprir.Quem rejeita o mais fácil se esforça para guardar os mais díficeis? Naturalmente somos incapazes de amar e obedecer os dez mandamentos. Só Jesus nos transforma e capacita. Pastor Ciro quero deixar bem claro que eu te respeito muito e admiro sua postura diante de tantos erros dentro de sua própria Igreja da qual fiz parte por muito tempo.Te amo como meu irmão de fé e saiba o senhor me ajudou muito no estudo das escrituras.Podemos discordar em alguns assuntos mas espero que vençamos a batalha pela fé e cheguemos juntos ao encontro de Jesus.

Thalita disse...

Pastor o quarto mandamento é o único que diz:Lembra-te.Deus sabia que o homem para o qual o sábado foi feito iria se esquecer dele. O homem é ingrato, sempre se rebela contra o CRIADOR. Afinal será que somente judeu é ser humano?Pois Jesus disse que o sábado foi feito para o homem.Jesus deveria ter dito o sábado foi feito para o judeu não acha? Deus criou judeus e todos os seres humanos.Ele deve ser reverenciado e adorado por todos os homens.Obediência é fazer o que Deus manda e não o que agente acha que deve ser feito.Assim foi com Abel e Caim um ofereceu o que Deus pediu outro o que achou que era bom. Desculpe pastor Ciro mas não dá para acreditar que um homem tão dedicado ao estudo das Escrituras seja capaz de negar uma verdade tão clara quanto a obediência aos dez mandamentos da Lei de Deus!

Reginaldo disse...

http://www.genizahvirtual.com/2011/12/bispo-manuel-ferreira-entrega-o-pulpito.html

A paz do Senhor Pr. Ciro, gostaria que o senhor comentasse esse vídeo, será verdade? Final dos tempos?

Vai comentar?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Angelo Repetto,

Grato por compartilhar o estudo sobre o sábado. Vou examiná-lo.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Estou comovido! Agradeço-lhe, sinceramente, pelas palavras de apreço. É importante sabermos discordar com equilíbrio e amor cristão.

Mas, os judeus não são homens? Você queria que Jesus dissesse o quê? Que o sábado foi feito por causa dos animais? Ora, leia Deuteronômio 31.13 e veja a quem Deus ordenou a guarda do sábado. Seja sábia. Priorize a Palavra de Deus, e não as vãs filosofias.

CSZ

Thalita disse...

Não eu queria que Ele dissesse que o sábado foi feito para judeus para que eu acreditasse ser realmente assim. Como o senhor queria que Ele repetisse no Novo Testamento para guardar o sábado para somente assim o fazer.Quanto a priorizar a Palavra de Deus é o que tenho feito desde minha decisão em aceitar a Jesus como meu Senhor e Salvador.Agora um pastor dizer que os dez mandamentos são vãs filosofias!Ser sábia é o resultado de como diz a Bíblia:O temor do Senhor é o príncipio da sabedoria ,e o conhecimento do Santo é prudência(Pv 9:10)O sábio de coração aceita os mandamentos ,mas o insensato de lábios vem a arruinar-se.(Pv10:8)Porque ficou tão bravo?

Thalita disse...

Independente de qualquer coisa continuo gostando e admirando o senhor.Mas sinceramente ainda quero ver o senhor ensinando todos os seus leitores a obedecerem não nove mas os dez mandamentos.O senhor ainda vai fazer isso !Deus te abençõe sempre querido irmão.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Thalita,

Estou calmo. Mas a irmã torceu as minhas palavras! As vãs filosofias não são os dez mandamentos, e sim o que os legalistas dizem sobre eles.

O Decálogo faz parte da lei mosaica. E toda a lei mosaica é EXCLUSIVA para Israel (e os estrangeiros que habitavam entre os israelitas). A Igreja de Cristo está livre das ordenanças da lei. A lei durou até João Batista (Lc 16.16). Mas isso não significa que não precisamos obedecer a mandamento nenhum. O que não precisamos é obedecer à lei mosaica!

O Novo Testamento está repleto de mandamentos para a Igreja (Mt 5-7; Gl 5; Cl 3; Rm 12; etc.). Mas desafio você a me mostrar onde, nas páginas neotestamentárias, está escrito que devemos guardar o sábado.

Um abraço. Que Deus abençoe a sua vida.

CSZ

Auli Júnior disse...

Pr.Ciro,
Graça e Paz.
Como Batista que sou, creio na GRAÇA infindável e não estou portanto embaixo da lei, certo?
Porém, sabemos que Cristo não veio rasgar a lei, mas cumpri-la, certo?
Como explicar que estando a lei do sábado entre os dez mandamentos, e nos preocupamos em não transgredir nenhum deles, mas quando se fala de sábado, vejo um grupo muito exaltado, mesmo em meus arraiáis Batistas.
Aliás, muitos em nossas igrejas se irritam quando se fala em guardar o sábado, mas quando falam em dizimos nos ameaçam com os gafanhotos de Malaquias, como administrar lei e GRAÇA?
Fraterno abraço,
Auli Júnior

Joabe disse...

Pastor, a paz do SENHOR!

O senhor considera a IASD uma seita? Em caso afirmativo, um ex-adventista que pretenda se filiar a uma igreja evangélica tradicional deve se batizar novamente? Já ouvi um teólogo brasileiro afirmar que na IASD há mais elementos da verdade que na IURD. O que o senhor acha sobre isso ?

Thalita disse...

Pastor para mim basta cre no que o Mestre disse:Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas ;não vim para revogar ,vim para cumprir.Porque em verdade vos digo:até que o céu e a terra passem,nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.Aquele pois que violar um destes mandamentos ,posto que dos menores ,e assim ensinar aos homens ,será considerado mínimo no reino dos céus ;aquele porém ,que os observar e ensinar ,esse será considerado grande no reino dos céus.Por que vos digo que,se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus ,jamais entrareis no reino dos céus(Mt 5.17ao 20).Não precisa falar :guarde o sábado basta dizer até que tudo se cumpra.E se assim não for, o que dizer então dos dízimos que entregamos mesmo não sendo dito no Novo Testamento? Da mesma forma que entendemos essa obrigação perante Deus entendemos tantas outras.Não podemos desprezar a Lei moral de Deus a colocando na mesma estatura de leis cerimoniais e civis pois está escrito: O que desvia os ouvidos de ouvir a lei ,até a sua oração será abominável(Pv28.9).Deixo bem claro que nunca a lei pode salvar alguém gálatas é suficiente para quem assim pensa.Somente pela Graça é que somos salvos ,mas os salvos manifestam boas obras e a obediência aos mandamentos está entre elas.Deus continue nos abençoando no estudo da sua Palavra que é viva e eficaz.Até a próxima!

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

A minha igreja adota a prática de apresentar crianças recém-nascidas ao Senhor nos cultos conforme o exemplo de Jesus Cristo (Lc 2.22-24).

A minha pergunta é: isso é bíblico? Parece-me, posso estar enganado, que isso se encaixa na questão da guarda do sábado: um mandamento da lei mosaica que a igreja pratica nos dias de hoje.

Em Cristo,

Gilmar

Tiago Rosas disse...

Ilustres irmãos,

"Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo " Colossenses 2:16-17.

O problema não é guardar o sábado ou domingo. O problema é IMPOR a guarda de qualquer dia da semana, como "condição", "complemento" ou "consequência" da salvação! Se alguma igreja ou pessoa em individual tem o costume de guardar um dia da semana, para dedicação exclusiva ao serviço do Senhor, pregação evangelística, visita aos irmãos da fé e outras atividades eclesiásticas, não há problema algum (aliás, é até louvável), desde que não se IMPONHA isso, OBRIGANDO, CONSTRANGENDO, DETERMINANDO a outros. Aliás, seria bom que, diante da possibilidade, todos nós dedicássemos um dia para atividades cristãs.

Não precisamos guardar o sábado como LEI simplesmente porque a Graça revela que nada há que possamos fazer para agradar a Deus por nós mesmos. Nenhum esforço, nenhum sacrifício, nenhum ato de obediência pode cumprir a justiça de Deus. Somente pelo sangue de Cristo, que inaugurou a NOVA ALIANÇA (fazendo caducar a velha aliança e suas obrigações) é que podemos ser reconciliados com Deus, e agradá-lo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gilmar,

Tão-somente apresentar crianças recém-nascidas ao Senhor nos cultos conforme o exemplo de Jesus Cristo (Lc 2.22-24) não é uma imposição ligada à lei mosaica. Não confunda esse costume, que é bom, com a circuncisão ao oitavo dia.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Quanto ao dízimo, já escrevi vários artigos sobre o assunto, neste blog. Digite "dízimo cirozibordi" no Google e você saberá qual é a minha posição, à luz das Escrituras.

O Senhor Jesus realmente veio para cumprir toda a lei mosaica. Mas lembre-se de que Ele mesmo asseverou que essa lei DUROU ATÉ JOÃO BATISTA (Lc 16.16). Você não precisa mais guardar a lei, hoje! Aliás, segundo a Bíblia, "qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos" (Tg 2.10).

Espero, sinceramente, que você esteja guardando toda a lei mosaica. Caso contrário, estará reprovada. Não me tenha mal, mas você guarda toda a lei? Observa as festas judaicas? Obedece às leis dos sacrifícios? Ou você é apenas guardadora dos dez mandamentos, especialmente do sábado? Sabia que estes são apenas um resumo de toda a lei mosaica?

Um abraço.

CSZ

Prof Damasceno disse...

Prezado companheiro e demais participantes desse post através dos comentários, a Paz do Senhor a todos.

Bem, meu amigo Ciro, após uma longa ausência, motivada, claro (assumi várias responsabilidades profissionais que tive que focar meu tempo em projetos específicos). Mas vou tentar administrar meu escasso tempo para participar, sempre que possível, deste blog e de outros que admiro, não por seu amigo de seu proprietário, mas por ver que a verdade, por mais simples (ou complicada) que seja, conforme o caso, ele sempre busca apresentá-la à luz da Palavra de Deus.
No caso do sábado, o assunto já foi bem debatido, acredito. Mas a título de participação, gostaria de chamar a atenção dos leitores para o que está escrito em Jo 9.16, que alude ao fato que seguiu-se logo após Jesus curar o cego de nascença, num "sabado". Os líderes religiosos da época, deixando de lago o milagre espantoso e notório que foi uma pessoa necessitada, cega desde o nascimento, enxergar pela primeira vez, voltaram suas "baterias" para confrontar o autor do milagre, tentando descaracterizar sua autoridade: "...esse homem não é de Deus, porque não guarda o sábado...".
Fujamos daqueles que dizem ser judeus sem o serem.
Nos laços do Calvário

Prof Damasceno
www.profdamasceno.blogspot.com

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Joabe,

Alguns apologistas e heresiólogos consideram algumas igrejas ditas evangélicas como seitas pseudocristãs, como é o caso da Igreja Advetista do Sétimo Dia. Não costumo fazer juízo de valor sobre denominações, exceto em casos extremos. Meu objetivo principal é combater as heresias à luz da Palavra de Deus.

Respeito os adventistas do sétimo dia que visitam este blog e até o recomendam. Há um site adventista, por exemplo, que indica o meu livro "Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria". Discordo veementemente da doutrina do sono (ou morte) da alma, defendida pelo adventismo e também pelas Testemunhas de Jeová. Também divirjo do adventismo, e muito, no âmbito escatológico. Mas confesso que a questão do sábado é mais preocupante, pois Ellen G. White, em "O Grande Conflito", atrelou a guarda do sábado à salvação, o que tem sido negado por muitos adventistas.

Considero um grande erro a Igreja guardar o sábado, hoje, visto que não precisamos obedecer à lei mosaica. Ela durou até João Batista (Lc 16.16). O fim da lei é Cristo (Rm 10.4). Ele nos trouxe a GRAÇA e a VERDADE (Jo 1.17). Mas o pior é afirmar que os cristãos que não guardam o sábado não estão salvos. Depois vou escrever um artigo sobre Ellen G. White e o sábado, se Deus quiser.

Quanto ao rebatismo, em alguns casos ele se aplica, pois há pessoas que "tomam um banho". Nem sabem o que estão fazendo. Alguém dirá: "A Bíblia diz que é um só batismo". Mas o termo "batismo" em Efésios 4 não alude ao batismo em águas, que é uma confissão pública de que o novo crente morreu para o pecado e agora vive para o Senhor Jesus (Rm 6). Ele não deve ser aplicado em qualquer caso. Mas há circunstâncias em que ele se aplica.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Tiago Rosas,

Muito sábias as suas palavras. Valiosa a sua contribuição.

A paz do Senhor!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Auli Júnior,

A paz do Senhor!

Cristo não veio rasgar a lei mosaica, mas cumpri-la. Entretanto, essa lei durou até João Batista. Ela não vigora nesses tempos neotestamentários. Leia com atenção Lucas 16.16, João 1.17, Romanos 10.4 e Gálatas 3.

Quanto ao dízimo, digite no Google: "dízimo cirozibordi".

CSZ

Daniel disse...

Pr. Ciro a paz do Senhor!

Um dos grandes problemas dos Adventistas no que concerne a lei é querer fazer o que a Bíblia não faz, que é desvincular a lei moral das demais quando a NATUREZA de todas elas SÃO UMA SÓ.A lei (hb. torah) compreende todo o Pentateuco,portanto NÃO DEVEMOS DE FORMA ALGUMA PRIVILEGIAR O DECÁLOGO E MENOSPREZAR AS DEMAIS.Especificamente sobre o sábado,Ex 31.13,16,17 diz:” Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o SENHOR, que vos santifica. GUARDARÃO, POIS, O SÁBADO OS FILHOS DE ISRAEL, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua.”
”Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre...”;
Ainda, Ex 31 14,15 diz: “Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente morrerá; porque qualquer que nele fizer alguma obra, aquela alma será eliminada do meio do seu povo.
Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do descanso, santo ao SENHOR; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente morrerá”.
Conforme descrito no texto acima,está debaixo de maldição aquele que descumprir a guarda do sábado;será que os Adventistas já atentaram para isto?
Ainda em Ex 34. 21 logo após Deus ordenar que o sábado fosse observado,Deus ORDENOU QUE SE “GUARDASSEM TAMBÉM A FESTA DAS SEMANAS,QUE É A DAS PRIMICIAS E A FESTA DA COLHEITA NO FIM DE ANO”.Pergunto:TEM OS ADVENTISTAS FEITO ISSO???
Ainda em Ex 35.3, “nem FOGO PODIA SER ACESO NO DIA DE SÁBADO”.Porventura algum Adventista anda CUZINHANDO ALGUMA COISA NO SÁBADO??? Afinal, LEI é LEI e quem não cumprí-las ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO CONFORME DIZ GL 3.10: “Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las”.
Gálatas 3:10.
Outrossim,onde está escrito que Jesus mandou os Apóstolos dizerem a igreja:guarda o sábado que isto é um sinal entre mim e vós,conforme Deus ordenara a Moises que dissesse ao povo em Ex 31.13,16 e 17?
Em todo o AT vemos Deus exortando o povo a guardar o sábado,mas por que não vemos Jesus e nem os apóstolos fazer o mesmo com a igreja? Parece um tanto estranho! Os irmãos Adventistas não acham???
Por fim disse Jesus:”UM NOVO MANDAMENTO VOUS DOU” Jo 13.34 e é a este mandamento que devemos seguir,primeiramente, na NOVA ALIANÇA, e em seguida, todos os demais deste novo pacto
Que Deus nos guarde do lagalismo.
Em Cristo.

O BLOG DA VERDADE disse...

Pastor Ciro,como um observador,gostaria primeiro de dizer que a palavra "duraram" em Lucas,nao esta nos originais,e os adventistas sabem disso.
-Gostaria tambem de dizer que se a lei mosaica foi abrogada,acho que isso devia ter sido profetizado no antigo testamento,acho melhor entao,o pastor Ciro usar tambem passagens do antigo testamento que profetizavam a abrogacao da lei Mosaica,pois sempre devemos julgar as escrituras novas usando as anteriores,da mesma maneira que usamos o tanakh e o novo testamento para julgar o alcorao.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado "O Blog da Verdade",

Por que eu direi uma coisa que o irmão já acabou de dizer?

Modéstia à parte, penso que os argumentos acima estão claros, à luz do Novo Testamento, visto que me dirijo aos cristãos. Mas, com a ajuda dos internautas, como o irmão, penso que muitas pessoas, não apenas os adventistas, estão obtendo um melhor esclarecimento sobre a guarda do sábado.

Quanto ao que o irmão disse sobre "duraram", em Lucas 16.16, não há nenhum problema em seu emprego, em língua portuguesa. Literalmente, está escrito: "A lei e os profetas até João". Mas a construção frasal original e completa, bem como o contexto imediato, não deixam dúvidas de que o Senhor Jesus estava aludindo a um novo tempo, posterior ao que vigeu no período veterotestamentário: "desde então o reino de Deus é anunciado". Segue-se que na versão Corrigida de Almeida (ARC) empregou-se o verbo apenas para completar o sentido original.

Em Cristo,

CSZ

O BLOG DA VERDADE disse...

Sim,com certeza que Paulo foi muito bem claro,so nao ve quem nao tem olhos.

Marcelo Lima disse...

Caro Pr. Ciro,

Como o senhor respondeu uma pergunta sobre o batismo, tenho um fato que gostaria de relatar e uma pergunta ao senhor:
Minha sobrinha de 10 (dez anos) pediu ao Pr. da igreja para ser batizada nas águas, o problema é que eu fui contra, pois não acredito que uma criança dessa idade tenha consciência do novo nascimento e do que representa o batismo.
Conversei com minha família para que aguardassem mais um tempo, mas me ignoraram completamente e a menina, batendo o pé e chorando, foi batizada.
Lá vai a pergunta: O senhor acha que estou errado em me opor ao batismo de uma criança em tão tenra idade?


Em Cristo,

Marcelo Lima

joceirmoura disse...

Quero ver os Adventistas mostrarem "sábado como Doutrina" pra Igreja no Novo Testamento, e melhor ainda nas Epístolas de Paulo, Tiago, Pedro, e João (e Judaas tb). Se me apresentarem pelo menos três versículos, então, eu vou orar.

JônnatasGuimarães disse...

Amado pastor, bem esclarecido a luz da palavra de Deus, me fez compreender melhor a guarda do sábado e realmente não o é para a igreja de hoje, na escola dominical ou escola Bíblica agora trataremos desse assunto, precisamos ler mais a Bíblia e ensinar o povo de Deus a caminhar e não ser enganado. Fraternalmente Jônnatas Gomes Guimarães.

Joabe disse...

Pastor, os Judeus salvos guardarão o sábado no milênio ?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Joabe,

Os judeus salvos, hoje, precisam guardar o sábado? Não, a menos que queiram manter as tradições do judaísmo. O que vigorará no Milênio, o Reino de Cristo ou o judaísmo? O Reino de Cristo. E o sábado é um mandamento ligado exclusivamente a Israel, como asseverei acima.

Mas, o que dizer sobre Isaías 56, que menciona a guarda do sábado, dando a entender que haverá observância desse mandamento no Milênio? Na verdade, esse capítulo apresenta promessas específicas para os judeus já cumpridas, em sua maioria.

Embora haja, no livro de Isaías, profecias acerca da época do Milênio (quando haverá a reunião de todos os povos para adorar a Deus), a maioria das promessas de Isaías 56 alude especificamente a Israel e já se cumpriu num tempo em que ainda vigorava a lei mosaica.

Stanley Horton, ao discorrer sobre Isaías 56, asseverou: "Os exilados ou 'dispersos de Israel' que estão espalhados são aqueles que se desviaram do SENHOR. Ele os ajuntará para si mesmo. Estes provavelmente incluiriam os do reino do norte de Israel, o qual chegou ao fim quando Salmaneser destruiu Samaria em 722 a.C. As dez tribos não estavam perdidas, como alguns falsos mestres sustentam. Muitas das dez tribos vieram e se uniram ao povo de Judá. Outros se juntaram nas sinagogas que surgiram depois do exílio babilônico posterior. Pelos tempos do Novo Testamento os judeus de todas as doze tribos se reuniram nas sinagogas, tanto na Palestina como em todos os lugares onde fossem encontrados judeus no mundo conhecido (Lc 2.36 mostra que Ana era da tribo do norte, de Aser; Paulo falou de 'as nossas doze tribos' como presentes nos seus dias, At 26.7" (Isaías, o profeta messiânico, p.473, CPAD).

É importante observar que algumas profecias veterotestamentárias foram cumpridas parcialmente e, no Milênio, terão o seu cumprimento pleno. Observe que Isaías 56 menciona que o Templo será a Casa de Oração para todos os povos. E note, ainda, no versículo 8, a promessa: "Ainda ajuntarei outros". Confira João 10.16. Em outras palavras, já houve um cumprimento parcial das profecias contidas no aludido capítulo, para os judeus, como afirmou Horton. Entretanto, chegará o tempo, no Milênio, em que todos estarão juntos para adorar o único Senhor.

Bem, diante do exposto, a guarda do sábado é um mandamento que não se aplica mais aos tempos neotestamentários nem à época do Milênio. Está ligado estritamente à lei mosaica, que perdurou até João Batista (Lc 16.16).

Em Cristo,

CSZ

Thalita disse...

Engraçado que eu aprendi a guardar os mandamentos dentro da Assembléia de DEUS! Parece que o passar dos anos corrompeu a idéia de que Israel nada mais era do que o povo de DEUS(não são mais, a não ser os que aceitam Jesus).O povo de Deus hoje somos nos a Igreja(composta por povos de todas as nações).Por que essa teima em dizer que os dez mandamentos estão misturados com toda a Lei de Israel que se diz respeito como nação?Somente os dez mandamentos foram escritos pelo dedo de Deus(Ex31.18).Mas como disse no começo foi dentro da Assembléia de Deus que aprendi a não estar debaixo da Lei mas de acordo com ela.A única diferença é que ao invés do sábado era o domingo o dia santificado.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Em 100 anos, as Assembleias de Deus como denominação se dividiram e se subdividiram. As Assembleias de Deus que se prezam nunca defenderam a guarda do sábado. Pelo contrário, sempre se opuseram às heresias de Ellen G. White, esposadas em "O Grande Conflito". A irmã conhece a obra "Seitas e Heresias", de Raimundo de Oliveira, editada pela CPAD? Conhece "Heresias e Modismos", de Esequias Soares, da mesma editora? Vale a pena lê-las.

Não sou eu quem digo. Os dez mandamentos são, INDUBITAVELMENTE, um resumo da LEI MOSAICA, que foi dada por Deus a Israel, e não à Igreja. O Senhor Jesus, em Mateus 5 a 7, ao citar a lei mosaica, não fez distinção entre os dez mandamentos e a lei como um todo. Ele citou a lei. Observe com atenção, por gentileza, e veja que Ele não cita apenas o decálogo, e sim várias partes da lei dada a Moisés.

Outrossim, a Assembleia de Deus que se preza não prega a guarda do domingo, como se fosse um substitutivo do sábado. Isso também é legalismo! Ela apenas preserva uma tradição cristã de cultuar a Deus aos domingos, o que é muito diferente do que vigora entre os guardadores do sábado, que praticamente sacralizam o sétimo dia e o consideram uma condição para a salvação.

Em Cristo,

CSZ

ANDRÉ CARLOS disse...

PASTOR CIRO QUANDO O GRANDE CONFLITO FALA DA GUARDA DO SÁBADO E O RELACIONA A SALVAÇÃO ELE APENAS SE REFERE A EVENTOS ESCATOLOGICOS NO FUTURO, VALE RESSALTAR QUE NOLIVRO EXISTE DIVERSOS CAPITULOS ELOGIOSOS A CRISTÃOS DA PRÉ-REFORMA,REFORMA E CRISTÃOS MODERNOS QUE NÃO GUARDAM O SÉTIMO DIA, PORÉM VOU AGUARDAR O SEU ARTIGO PARA COMENTAR, DEUS ABENÇÕE.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro André Carlos,

O mal mesclado com o bem é pior que o mal declarado. Esse é o problema da obra da senhora Ellen G. White. Ela até contém verdades. Mas apresenta heresias perigosas. Por exemplo, a senhora White coloca a guarda do sábado acima da graça de Deus, ao afirmar: "Tivesse sido o sábado universalmente guardado, os pensamentos e afeições dos homens teriam sido dirigidos ao Criador como objeto de reverência e culto, jamais tendo havido idólatra, ateu, ou incrédulo" ("O Grande Conflito, p.436, Casa Publicadora Brasileira).

Em que parte dos Evangelhos o Senhor Jesus ensinou que a guarda do sábado liberta as pessoas da idolatria, do ateísmo e da incredulidade? A senhora White infelizmente idolatra a guarda do sábado. Boa parte desse livro, que é volumoso, dedica-se à guarda do sábado. É uma verdadeira sabadolatria.

Jesus disse que o Pai procura os verdadeiros adoradores e nada fala da guarda sábado. Apenas disse que os tais adoram a Deus em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). Mas a senhora White afirmou: "os adoradores de Deus se distinguirão especialmente pelo respeito ao quarto mandamento - dado o fato de ser este o sinal de Seu poder criador, e testemunha de Seu direito à reverência e homebagem do homem" (Ibidem, p.445).

Medite em Gálatas 1.6-12 e 2 Coríntios 11.4.

CSZ

Nathaly disse...

Não faz sentido...Inúmeras passagens na Bíblia mostram Jesus e seus discípulos guardando o Shabat (o sábado de descanso). Ele jamais deixou de guardar o Shabat e incomodava os fariseus da época quando combatia o legalismo da guarda do Sábado, pois Jesus ressaltava que o princípio da Lei era mais importante do que o legalismo cego que alguns fariseus praticavam. Yeshua ensinou que o princípio da Lei é a vida e sua preservação. Ele exortou os fariseus que no sábado eles poderiam socorrer um animal que caísse numa vala, não porque o animal valia um preço no mercado, mas sim, porque possuía uma vida dada por Deus. Lucas 4:16 é um bom exemplo de Yeshua indo à sinagoga no dia de sábado para estudar a Parashá (porção da Torá ) e a Haftará (a porção dos profetas) “...Chegando a Nazaré, onde fora criado; entrou numa sinagoga no dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler (a Torá); e foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías (Haftará); e abrindo-o, achou o lugar onde estava escrito: O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restaurar vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor...( Isaías 61:1). Tem razão, Jesus não veio acabar com a Lei, ele veio cumprir. E não só cumprir mas como também acrescentar. Mateus 5 "Não penseis que vim para revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir.Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.
Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo.
Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno.
Pensemos no nome "cristão". Você é cristão porque segue á Cristo certo? Cristo era judeu oras, esse nome cristão, fomos nos quem instituímos. Fazemos parte sim das promessas aos judeus do velho testamento! É dito em Salmos 147:19 "Mostra a sua palavra a Jacó, as suas leis e os seus preceitos, a Israel. Não fez assim a nenhuma outra nação; todas ignoraram os seus preceitos." E aí se explica o porque da dirigência de Deus aos judeus. A principal ideia ainda estava fora de cena: Jesus Cristo. Por isso ainda estávamos desgarrados, não tínhamos porque crer. Mas quando Jesus chegou, e cumpriu a Lei, nos deu um motivo para acreditar nelas também. Mas vejamos o Novo Testamento: Romanos 9, fala sobre: 30 Que quer dizer isso então? Quer dizer que os que não eram judeus não procuravam uma maneira de se tornarem justos diante de Deus, mas se tornaram justos pela fé. Por outro lado, as pessoas de Israel seguiam a lei para se tornarem justas diante de Deus, mas não conseguiram. Por que não? Porque elas tentaram se tornar justas pelas obras que fizeram e não pela fé em Deus. Elas tropeçaram na pedra que faz as pessoas tropeçarem, como dizem as Escrituras: “Eis que ponho em Sião uma pedra que fará com que as pessoas tropecem, uma rocha que as fará cair. Mas quem tiver fé nessa rocha nunca será envergonhado”.

Nathaly disse...

Continuando, Gálatas 3:17 é suficientemente claro que a promessa espiritual feita a Abraão não foi desconsiderada quando da outorga da Lei Mosaica, quatrocentos e trinta anos depois. A unidade espiritual não foi quebrada na entrega da Lei no Sinai. A aliança é primordialmente espiritual, e não de sangue, eu estou dentro da mesma promessa do Antigo Testamento, O texto de Romanos 4:16 é claro a respeito disso. Antes o versículo 13 nos diz que definitivamente Deus está falando aqui da promessa a Abraão, no entanto, o verso 16 é igualmente claro em declarar que nós os "gentios", salvos nesta era atual, somos o cumprimento dessa promessa. "Porquanto procede da fé o ser herdeiro, para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a descendência, não somente à que é da lei, mas também à que é da fé que teve Abraão, o qual é pai de todos nós". Conseqüentemente, a promessa não podia ser primeiramente nacional, mas espiritual.Gálatas 3:7,8,13,14 e 25 diz-nos exatamente isso. Nós, "gentios", fomos enxertados e somos o cumprimento da promessa feita a Abraão; conseqüentemente, (embora há naturalmente uma parte nacional da aliança abraâmica) a promessa é não primeiramente nacional mas espiritual. Estas passagens mostram também que há uma unidade espiritual em todas os dispensações. Efésios 2:11-21 Portanto, lembrai-vos de que, outrora, vós, gentios na carne, chamados incircuncisão por aqueles que se intitulam circuncisos, na carne, por mãos humanas, naquele tempo, estáveis sem hol-Mehushkháy, separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem o ETERNO no mundo." Somos filhos da promessa feita a Abrãao, e aliançados por ela, Aleluias! Então, somos judeus que foram enxertados pela crença em Jesus Cristo, e estaremos sim incluídos nas promessas á Israel, se fomos de acordo com que realmente significa guardar os mandamentos de Deus. Abraão foi salvo da mesma maneira que nós somos salvos; e a promessa feita a Abraão é imutável e primeiramente espiritual; além disso, nós que somos salvos nesta dispensação estamos incluídos nessa promessa. Eu sou Batista, tenho na mente a unidade da aliança, mas aceito o fato de que sem duvidas é complicado guardar o Sábado numa nação com costumes absurdamente escrachados romanos. Mas às seis horas da sexta (que é quando começa o sábado judeu), é importante fazer um culto de devoção, agradecendo ao Senhor por esse dia que Ele consagrou. Enfim, é isso. Fique na Paz!!!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Nathaly,

Não consigo nem ler seu texto. Muito confuso. Uma mixórdia sem sentido. Tente expressar-se devagar, passo a passo. Assim, talvez, todos a entendam, e eu possa interagir com você.

CSZ

O BLOG DA VERDADE disse...

Pr.Ciro,ha muito tempo Paulo lutava contra "os da circuncisao",hoje contra quem ele lutaria?
Ha uns que impedem os barbudos de ir a ceu.

Thalita disse...

Mas acho que esses homens são assembléianos respeitáveis e não membros desinformados que abrem portas como butecos por aí e penduram o nome da Assembléia de Deus.


o Sábado do Quarto Mandamento, Qual a Sua Origem?

Num livro preparado pela Casa Publicadora das Assembléias de Deus (CPAD), para tirar algumas dúvidas sobre certos assuntos, intitulado "A Bíblia Responde", nós lemos esta declaração: "O observador mais acurado vai perceber que o sábado não é um mandamento originado na lei mosaica (Gên. 2:3), ainda que mais tarde a ela incorporado." - A Bíblia Responde, pág. 123. Por isso eu disse que aprendi a amar e respeitar os dez mandamentos dentro da Assembléia, mas foi dentro da Assembléia histórica e respeitosa que quase não vemos mais.

Thalita disse...

Foi com pastores que aprendi sobre interpretar Lei Moral diferente de leis crimoniais . O Pr. Antonio Gilberto, também da Assembléia de Deus, confirma:

"A parte moral da lei é eterna e universal". - Manual da Escola Dominical, pág. 86.
Será que o Antonio Gilberto não faz parte da Assembléia de Deus que se preze? Realmente ele não está somente falando do sábado mas dos dez mandamentos como Lei moral eterna e universal e não mosaica e restrita a Israel.A única coisa que discordo é que ao invés do sábado a Igreja adotou o domingo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querida irmã Thalita,

Você não está equivocada... Você está REDONDAMENTE enganada! O quarto mandamento foi BASEADO (BA-SE-A-DO) em Gênesis 2.1-3, mas a sua INSTITUIÇÃO (INS-TI-TU-I-ÇÃO) ocorreu no livro de Êxodo, exclusivamente para ISRAEL (20.1,2; 31.13).

Mas já que você gosta de citar obras da CPAD, fora do contexto, de acordo com o que pensa, ignorando as outras obras que eu citei, que contrariam o sabatismo, cito mais uma obra excelente, da CPAD e de um autor que tem autoridade sobre o assunto em apreço. A obra é "O Livro de Respostas Bíblicas". O autor é o erudito Hank Hanegraaff. E a editora é a CPAD.

Na página 118, do citado livro, Hanegraaff afirma: "há [adventistas] tradicionalistas que se especializam em doutrinas adventistas extravagantes, incluindo o sono da alma, SABATISMO e o 'status' de profeta [sic] de Ellen G. White". Observe, portanto, que esse respeitado expoente considera o sabatismo uma DOUTRINA EXTRAVAGANTE.

Um abraço.

CSZ

Thalita disse...

Sempre frequentei escola dominical e agradeço a DEUS pois aprendi muito com professores assembléianos que se prezem.Aliás dei aula para adolescentes e uma das revistas tratou sobre o assunto dos dez mandamentos como regras que nos aproxima de Deus.So que como sempre trocando o sábado pelo domingo.Nisso eu discordei e obedeço observando o sábado.

Thalita disse...

As exigências "morais" são aquelas que em si mesmas são justas e nunca podem ser revogadas. Ao contrário, as leis "cerimoniais" são aquelas sobre observâncias, sobre o cumprimento de certos ritos, por exemplo: os mandamentos acerca dos holocaustos e o incenso. ... As leis "cerimoniais" podem ser ab-rogadas na mudança de dispensação, mas não as leis "morais". É certo que existe tal distinção." - Marcos: O Evangelho do Senhor, págs. 38 e 39.Não vou mas escrever aqui não, só quis deixar bem claro que não fui dessas igrejolas bagunçadas que envergonham a história das Assembléias de Deus.Admiro pessoas que levam o Evangelho a sério e sem preconceitos ou medo de ensinarem que: Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar ,para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça ,para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra(2Tm 3.16)

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Você não precisa mais escrever aqui. Mas aprenda, de uma vez por todas, que a guarda do sábado não é um mandamento para a Igreja. Você fala de exigências morais... Bem, o que são exigências morais, irrevogáveis, para você? Os 10 mandamentos? Somente eles?

Você precisa ler com mais atenção o Sermão da Montanha. O Senhor Jesus, ali, disse que não se deveria violar NENHUM mandamento, e não apenas o decálogo (Mt 5.19). Ele citou o decálogo, mas também citou "Olho por olho e dente por dente", o que Ele modificou (Mt 5.38,39). Ele citou, ainda, "Amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo", que não faz parte decálogo, também. Jesus também o modificou (vv.43-45).

Observe que, no conhecido Sermão da Montanha, o Mestre também apresentou mandamentos que sequer estão na lei mosaica, abolida com a chegada de Jesus, de acordo com Lucas 16.16. Leia Mateus 6 e 7 e veja os mandamentos que não estão na lei mosaica e deve ser observados pela Igreja, hoje. Por exemplo, "Não ajunteis tesouros na terra" (Mt 6.19). Este é válido para hoje. A guarda do sábado, NÃO!

Portanto, o seu palavrório em torno de leis "morais" e "cerimoniais", para afirmar que a guarda do sábado é irrevogável, além de não corresponder à verdade dos fatos, constitui legalismo. E insistir com isso é sabadolatria, pois em nenhuma parte do Novo Testamento a Igreja do Senhor é estimulada a guardar o sábado. Pelo contrário, o sacrifício de Cristo é suficiente (Cl 2.14-16).

Em Cristo,

CSZ

Thalita disse...

Acho que já estou sendo chata por isso disse que não vou mais escrever aqui sobre a questão do sábado.Mas vou continuar escrevendo nas outras postagens , amo seu blog.So para deixar claro que não sou legalista deixo de forma poética o que penso sobre Lei e Graça http://www.youtube.com/watch?v=nPrPyP6xiOkhttp://www.youtube.com/watch?v=nPrPyP6xiOk

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Thalita,

Grato pelo carinho. Percebo que você é uma pessoa que sabe dialogar em alto nível, mesmo não concordando com tudo o que escrevo.

Um grande abraço.

CSZ

Thalita disse...

Pastor de nada adiantaria nossas argumentações, dúvidas e certezas se antes delas não reinasse o Dom supremo que é o amor.Tenha certeza que o que une os leitores e amantes da Bíblia é muito maior e poderoso do que o que pode os separar! JESUS É O NOSSO SENHOR.

Sanlopes disse...

PRIMEIRA RAZÃO

O SÁBADO FAZ PARTE DE UM CONCERTO OU PACTO ENTRE DEUS E O POVO ISRAELITA E NINGUÉM MAIS.

Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se. (Êxodo 31:12-17)


Deus menciona a morte para todo aquele que profanar o Sábado e isto faz parte da ordem de Deus para o pleno cumprimento da lei do Sábado. Será que os Adventistas estão dispostos a "exterminar do meio do povo" quem profana o Sábado para o pleno cumprimento da Lei? Ver Gálatas 3:10)




SEGUNDA RAZÃO
ANTES DO CONCERTO DO SINAI DEUS NÃO ORDENOU A NINGUÉM QUE GUARDASSE O SÁBADO.



A ÚNICA Lei dada por Deus ao homem a princípio foi a que está inserida em Gênesis 2:16-17:

E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Quando o Senhor chamou Abraão e lhe anunciou o Evangelho da salvação, o qual viria a ser revelado de maneira mais ampla e clara com a vinda de Jesus, nada lhe comunicou quanto à necessidade de se guardar o Sábado, ou mesmo a "Lei de Moisés", como algo necessário para se obter a salvação, conforme registardo em Gálatas 3:8.

Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti.



TERCEIRA RAZÃO

O SÁBADO ERA UM PACTO ENTRE DEUS E OS ISRAELITAS. ERA BILATERAL. SÓ TERIA VALIDADE COM A ACEITAÇÃO E O CUMPRIMENTO DE AMBAS AS PARTES.

Chega-te tu, e ouve tudo o que disser o SENHOR nosso Deus; e tu nos dirás tudo o que te disser o SENHOR nosso Deus, e o ouviremos, e o cumpriremos. (Deut. 5:27)

Antes por amor deles me lembrarei da aliança com os seus antepassados, que tirei da terra do Egito perante os olhos dos gentios, para lhes ser por Deus. Eu sou o SENHOR. Estes são os estatutos, e os juízos, e as leis que deu o SENHOR entre si e os filhos de Israel, no monte Sinai, pela mão de Moisés. (Lev. 26:45, 46)



QUARTA RAZÃO

O SÁBADO CONSTA DO DECÁLOGO E ESTA NÃO É A PARTE MAIS IMPORTANTE DA LEI DE DEUS.

E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. (Mateus 22:35-40)

Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes. Porque o Filho do homem até do sábado é Senhor. (Mateus 12:7-8)

Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. (Deuteronômio 6:5)

Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR teu Deus pede de ti, senão que temas o SENHOR teu Deus, que andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao SENHOR teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma (Deuteronômio 10:12)

QUINTA RAZÃO

A PALAVRA "LEI" EM NENHUMA DAS 400 VEZES QUE OCORRE NA BÍBLIA SE REFERE SOMENTE AO DECÁLOGO, ONDE ENCONTRAMOS A GUARDA DO SÁBADO.

Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz (Efésios 2:15)

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. (Colossenses 2:14)

Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também. (Atos 15:10 – 11)

Porque o precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (Hebreus 7:18)

Anônimo disse...

Pastor Ciro, uma pergunta:

a Bíblia fala em Isaías 40.28 que "o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga?"

Então, qual o sentido de descansou em Gênesis 2.2?

Israel

Diego Almeida disse...

A Lei do sábado está no velho testamento assim como a de Dizimar. E mesmo assim as Assembleias de Deus cobram o dízimo , por que Pastor Ciro?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Israel,

É evidente que o sentido original de Gênesis 2.1-3 não é de que o Senhor trabalhou tanto que acabou ficando cansado! Ele concluiu a obra no dia sétimo e o santificou. Isso não quer dizer, ainda, que o Senhor armou uma rede e deitou-se nela... O termo "shãbat" literalmente denota "cessar". Alude ao acabamento da obra da Criaça, que se deu no sétimo dia.

Tudo que a Bíblia descreve acerca de Deus e o assemelha ao ser humano é linguagem antropomórfica, pois Deus não se cansa, não se arrepende, etc. O cansaço e o arrependimento de Deus são descrições em linguagem humana para nos ajudar a compreender a revelação de Deus.

Devo escrever um artigo sobre isso, em breve.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Diego,

São duas coisas completamente diferentes! Mas é claro que qualquer contribuição para a obra do Senhor, nesse período da graça, mesmo o dízimo, é espontâneo, e não compulsório.

Peço-lhe que digite no Google: "dízimo cirozibordi" (deste jeito), pois escrevi vários artigos neste blog sobre o assunto.

Um abraço.

CSZ

Afrânio Desengrini disse...

Parabéns Thalita. Defendes muito bem suas convicções. Obrigado pr Ciro pelo espaço para discussão. Tenho alguns livros e sou leitor assíduo seu na internet. Como abriu o espaço por favor não o feche, sei que tens essa prerrogativa, mas que sempre possa haver essa troca de ideias acerca da palavra de Deus. A irmã Thalita fez a sua parte e o pastor também, por favor não se ofenda com a discordancia, não se irrite com esses "palavrórios" e não dispense a participação de seus leitores que discordam mas o respeitam. Graça e paz, tenham um bom sábado.

Afrânio Desengrini disse...

A propósito nunca seremos salvos por nada que fizermos e sim pela graça. A graça nos lava e lei (como um espelho) mostra nossos pecados. Se guardarmos os seus mandamentos o fazemos porque somos salvos. E todo aquele que ama a Deus faz o que? Guarda os seus mandamentos, João 14:15. São 10 mandamentos e não sugestões, o sábado está incluso, avaliemos na direção do Espírito Santo todos esses comentários. Graça e paz irmãos.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido irmão Afrânio,

Gosto de falar com pessoas elegantes.

Quanto aos mandamentos de Deus, não são sugestões, mas precisamos identificar pelo contexto a quem eles se dirigem. Êxodo 20.1,2 deixa claro que os 10 mandamentos têm como destinatário Israel. Para a Igreja há novos mandamentos e outros, antigos, ampliados ou modificados. Medite em Mateus 5 a 7.

Em Cristo,

CSZ

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

Como fica a sua colocação de que Deus trabalhou no dia sétimo, durante a criação, conforme Gênesis 2.2, se em Êxodo 20.11 diz outra coisa: "Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.".

O texto diz que Deus criou tudo em seis dias e descansou no sétimo.

Em Cristo,

Gilmar

Vandim disse...

Pastor Ciro,
Apenas uma troca de idéias

Paulo prescreve o primeiro dia da semana para as igrejas como dia apropriado para coletas em favor dos necessitados (1Co 16:1-2 = fazei como ordenei). Apocalipse usa a expressão “dia do Senhor” (Ap 1:1). A prescrição paulina e o uso do termo (dia do Senhor) não fazem do domingo algo mais do que uma opção para os cristãos?

Desde já, um feliz natal para todos.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Gilmar,

A Bíblia é análoga. Um texto não anula outro texto, mas se completam. Note que, em Gênesis 2, menciona-se o ACABAMENTO da obra, que envolve criação, formação e acabamento. Este se deu no sétimo dia. O texto de Êxodo alude à formação, pois foi esta que ocorreu em seis dias, e não a criação propriamente dita.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Vandim,

Não vejo no NT embasamento para a instituição da guarda do domingo. É mesmo uma boa tradição. Nada mais que isso. O termo "dia do Senhor" alude ao dia da ressurreição do Senhor, ao domingo, mas em nenhum momento houve a institucionalização deste dia mediante mandamento.

Boas festas.

CSZ

Anônimo disse...

Mais um texto com argumentos que não convencem...

Ciro Sanches Zibordi disse...

Sr. Adventista zombeteiro e caluniador:

Pensava que você era um cristão confuso. Agora, depois de seus comentários, descobri que você é lobo em pele de ovelha. Procure outro espaço para difundir suas heresias. Aqui, não. Só concedo oportunidade a pessoas que sabem dialogar, mesmo que discordem. Um bom exemplo é a irmã Thalita.

CSZ

Anônimo disse...

E era o dia da PREPARAÇÃO, e amanhecia o sábado.
E as mulheres, que tinham vindo com ele da Galiléia, seguiram também e viram o sepulcro, e como foi posto o seu corpo.
E, voltando elas, prepararam especiarias e ungüentos; E NO SÁBADO REPOUSARAM, CONFORME O MANDAMENTO.[grifo meu]
Lucas 23:54-56
Cristo já havia morrido, e mesmo assim essas mulheres continuaram a guardar o sábado conforme o mandamento.
A bíblia ainda relata:"e guardaram o sábado conforme o mandamto".
Então os 10 mandamentos ainda estavam em vigor.As leis cerimoniais que acabaram, isso foi representado através do véu do santuário que rasgou de alto a baixo, simbolizando que todos aqueles sacrifícios e ordenanças cessaram, porque o verdadeiro e puro sacrifício havia ocorrido.

Débora Borges

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Débora Borges,

Aquelas três mulheres estavam, com toda certeza, presas à lei mosaica. Ademais, não são um bom referencial, pois não se lembraram do que Jesus lhes ensinou. Ele, por exemplo, disse que ressuscitaria (Jo 2.19; 10.17,18; Mt 16.21). Mas elas estavam querendo homenagear o seu corpo, pois não criam que pudesse ter ressuscitado, como prometera (Mt 28; Mc 16; Lc 24). Leia texto e contexto.

Assim como aquelas mulheres se esqueceram de que Jesus prometera ressuscitar, certamente se esqueceram de outras coisas que Ele ensinou. Por exemplo, o Mestre ensinou que A LEI E OS PROFETAS DURARAM ATÉ JOÃO (Lc 16.16); e que A LEI FOI DADA POR MOISÉS, MAS A GRAÇA E A VERDADE VIERAM POR JESUS CRISTO (Jo 1.17).

Mostre-me onde está o quarto mandamento no Sermão da Montanha, por favor. Procure em Mateus 5 a 7 e passagens correlatas. Isso seria muito importante, pois nesse sermão o Senhor Jesus citou vários mandamentos do Decálogo. Por que não citaria o principal de todos os mandamentos, de acordo com o sabatismo?

Um abraço.

CSZ

Anônimo disse...

Querido irmão em cristo Pr. Ciro.

Jesus pregou para aquelas pessoas o que elas estavam precisando ouvir, pois o sábado já era algo evidente na vida delas, todos guardavam o sábado. É claro que os Farizeus fanatizaram o sábado e colocando uma série de mini leis, e Jesus veio e deu um novo sentido ao sábado, pois os fariseus estavam fatigando o mesmo , sendo que tem que ser um dia deleitoso, onde deixamos nosso trabalho secular, e investimos no trabalho espiritual, que foi o que Jesus fez: curou pessoas, pregou, isso não é trabalho secular. Então seguimos o exemplo do mestre, pois o sábado é um dia de cura, de milagres.

Deus tem promessas para quem honra o Seus santo dia. observe:

Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras,

Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse.
Isáías 58:13-14



Deus não faz acepção de pessoas, não tem como acreditar que Deus iria privar outras pessoas dessa promessa.

Débora Borges

Leandro Matias Deon disse...

Ciro, e demais.

Vou explicar o que o Adeilton quis dizer.
Ele citou um parágrafo da Confissão de Westminster (1647) em que, APARENTEMENTE, há uma vigorosa e clara defesa da obediência ao sábado, nessas palavras: "Esse sábado é, pois santificado...", e, em seguida, fez uma comparação com a teologia das AD, que, como sabemos, surgiram apenas no século XX.
Assim, o Adeilton tentou dizer que, ao seguir o domingo e não o sábado, o credo das AD "rasga" a confissão de Westminster, que, como sabemos, é um dos principais documentos de fé calvinista e que influenciaram todas as igrejas evangélicas e reformadas do mundo.

O problema é que o Adeilton expôs somente a meia verdade.
Ele escondeu o parágrafo anterior (VII), que diz assim, textualmente: "o qual, desde o princípio do mundo até a ressurreição de Cristo, foi o último dia da semana; e, com a ressurreição de Cristo, foi mudado para o primeiro dia da semana, o qual, na Bíblia, é chamado o dia do Senhor, e será assim até o fim do mundo, como o Sábado sagrado cristão."
A íntegra da Confissão de Westminster pode ser conferida em inglês em http://www.reformed.org/documents/wcf_with_proofs/index.html

A doutrina do Sábado cristão (que cai no domingo) foi esboçada pelo próprio Calvino, que resgatou o mandamento de um dia de tempo reservado ao Senhor (o sabbat), mas em nenhum momento propôs que essa obediência fosse retrocedida ao sábado comum.
Sabemos historicamente que nem em sonho os puritanos de 1647 foram sabatistas. Eles guardavam também o domingo.

Logo, não há contradição alguma entre o credo puritano de 1647 e teologia das AD no que se refere à guarda do dia santificado, que é o domingo (e muito antes de Constantino...).

Leandro Matias Deon disse...

Então, Ciro, e demais...

O que vemos é que a retrocedência do dia de guarda do domingo para o sábado comum apareceu, na longa história de 2 mil anos de cristianismo, somente no século XIX, com os batistas do 7° dia (1801) e, depois, os adventistas do 7° dia (1857) - o que quer dizer que antes deles praticamente nenhum grupo cristão rejeitou a observância do domingo.

Em Apoc 1.10, há uma referência do autor ter sido arrebatado em espírito no "dia do Senhor".
Esse dia era o domingo, o que mostra que os primeiros cristãos já tinham um nome para designar o dia em que celebravam a ressureição de Jesus com a ceia na alvorada do dia, antes de irem trabalhar - como, aliás, acontece com os cristãos em Israel hoje. O fato do sábado ser citado em eventos de pregação dos apóstolos (At 13; At 15) é porque estes se dirigiam, conforme o mandamento, às comunidades judias, pregando nas próprias sinagogas.

Para os gentios que se convertiam, de modo algum o shabat era apresentando com um "sinal eterno" que estes deveriam incluir no pacote da salvação.
Pelo contrário, era suficiente à obediência à lei superior de Cristo, rejeitando a imposição da circuncisão (como é o tema exaustivo da carta de Paulo aos Gálatas). Se Paulo recusa a imposição da circuncisão, é presumível que também recuse outros ritos da lei mosaica, incluindo a guarda do sábado.
O livro de Atos é bem claro: "Porque pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição; e destas coisas fareis bem de vos guardar." (At 15.28-29).

Os novos convertidos devem, portanto, ter apenas dois encargos além da fé, que são:
1. não consumir a carne sacrificada (com exceção do caso em que não saibam disso, como vemos na carta aos Coríntios)
2. abster-se da prostituição (ou seja, do sexo não-marital).

Não se fala nada de guarda do sábado.
Os gentios convertidos tiveram o seu descanso conforme os costumes locais.

Leandro Matias Deon disse...

Agora,
quanto àqueles que guardam o sábado modernamente (e há muitos cristãos sinceros que fazem isso, considerando o dia como um sinal eterno, que não é contraditório com a alegria na ressurreição de Cristo), certamente essa escolha não entristece.
E também não alegra.

Eu até posso dizer que, se alguém pode guardar o sábado, fazer seu próprio horário de trabalho, considerar que o dia começa as 18h e não as 24h, etc, ótimo, viva tranquilamente esse direito que a sociedade moderna proporciona - até porque, os cristãos em grande número estão descansando nos dois, sábado e domingo.

O que não se pode é considerar que a observância ao sábado foi restaurada como um sinal profético dado em determinado momento da história passando a valer como reflexo de um evento extraordinário ocorrido no céu, e o qual não foi visto por ninguém.
Mas o erro não está na guarda do sábado, e sim em um profetismo que temos por falso.

É essa a crítica que temos em relação à IASD que, apesar de ser uma igreja basicamente conforme a fé protestante e um zelo missionário muito engrandecedor, mantéem esse desvio original, em considerar E. White como profetisa.
Mas em geral, consideramos a IASD como cristã, porque suas doutrinas não se afastam do credo trinitariano. Há comunhão nesse aspecto.

Portanto, nem tem como comparar com o que acontece com igrejas como a IURD, IIGD ou IMPD, que alinham-se com as AD na doutrina, mas apresentam problemas de muito maior gravidade em questões de praxis soterológica e ética.
Como a questão de batizar novamente ou não passa preliminarmente por questões dogmáticas (afinal, o batismo equivale, nas AD, à profissão de fé), o batismo adventista não é reconhecido, ao passo que daquelas primeiras é.

Pelo mesmo motivo, o batismo da CCB não é reconhecido.

Isso não compromete, no entanto, o crescente e mútuo respeito dos assembleianos pelos adventistas.

Ricardo disse...

Queridos irmãos, boa tarde.

Para melhor responder a esta questão do sábado, vejamos a linda passagem bíblica em João 8:3-11, onde Jesus revela o verdadeiro caráter da sua doutrina:
Os escribas e fariseus trouxeram à sua presença uma mulher surpreendida em adultério, fazendo-a ficar de pé no meio de todos e disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois, que dizes? Mas Jesus, inclinando-se escrevia na terra com o dedo. Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra. E tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão. Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até os últimos, ficando só Jesus e a mulher no meio onde estavam. Erguendo-se Jesus e não vendo ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: mulher, onde estão teus acusadores? Ninguém te condenou? Respondeu ela, ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus, nem Eu tampouco te condeno; vá e não peques mais".

Neste episódio, bastante conhecido de todos nós, encontramos um procedimento de Jesus que evidencia o verdadeiro Evangelho. Nesta passagem bíblica, percebemos o propósito de Deus para um fato, apedrejamento aos transgressores dos 10 mandamentos, que só Ele sabe a razão de ter ordenado. ( Obs. Creio que foi um propósito específico de Deus para um determinado momento histórico).
Nos termos da lei, Dez Mandamentos, aquela mulher, apanhada em adultério, não encontraria nenhuma porta de escape, devia mesmo ser apedrejada até à morte. Vê-se, assim, que perante a dura e inflexível lei, Dez Mandamentos, o interesse pelas regras e leis, por certo, estava acima do valor da vida humana.
Esta passagem bíblica oferece-nos uma outra hermenêutica: os escribas e fariseus usaram aquela mulher, expondo-a perante a multidão, simplesmente, para a consecução de seus maquiavélicos propósitos, os quais eram conseguir apanhar Jesus em qualquer contradição dos seus legítimos ensinamentos.

Continua

Ricardo disse...

Continuando

Na realidade se formos ser mais precisos, os fariseus estavam sendo hipócritas, pois até para o apedrejamento, dentro das normas legais haveria necessidade de trazer as testemunhas e o homem ou os homens que haviam adulterado com a mulher.
Propondo uma melhor didática, para entender o que quero falar, vamos hipoteticamente imaginar que os fariseus que apresentaram a mulher a Jesus tivessem dito o seguinte: - Mestre tanto nós, quanto esta mulher, cometemos adultério e transgredimos o sábado. Saiba que todos os procedimentos legais foram tomados seguindo a determinação da lei. O Senhor sabe que o próprio Jeová determinou o seguinte:

Êxodo 31:12-15. Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo: Tu. Pois fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis os meus sábados, porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações, para que saibais que eu sou o SENHOR que santifica.
Portanto, guardareis o sábado porque santo é para vós, aquele que o profanar CERTAMENTE MORRERÁ, porque aquele que nele fizer alguma obra, aquela alma será extirpada do meio do seu povo.

Êxodo 35:2 Seis dias se trabalhará, mas o sétimo dia vos será santo, o sábado do repouso do SENHOR, todo aquele que fizer obra nele morrerá.
Números 15:32-36. Estando pois os filhos de Israel no deserto, acharam um homem apanhando lenha num sábado. E os que o acharam apanhando lenha o trouxeram a Moisés e Aarão, e a toda a congregação. E o puseram em guarda porque ainda não estava declarado o que se lhe devia fazer.
Disse, pois, o SENHOR a Moisés: Certamente morrerá o tal homem; toda a congregação com pedras o apedrejará fora do arraial.
Então, toda a congregação o tirou para fora do arraial e com pedras o apedrejaram, e morreu, como o SENHOR ORDENARA A MOISÉS.
BEM IMAGINEMOS QUE AGORA OS FARISEUS, BASEADOS NAS PASSAGENS BÍBLICAS ACIMA CITADAS,
DISSESSEM PARA JESUS O SEGUINTE:- POIS BEM MESTRE O QUE O SENHOR TEM A DIZER, DEVEMOS SER APEDREJADOS – NÓS E A MULHER – COMO DETERMINOU JEOVÁ OU NÃO?
Irmãos que saída Jesus teria, se fosse seguir a lei e os ordenamentos do Antigo Testamento, os quais por determinação de Jeová – O PRÓPRIO DEUS - deviam ser apedrejados todos os que transgredissem o Decálogo? Nenhuma, haja vista que os fariseus não estavam seguindo quaisquer tradições humanas, mas as orientações do Pai Celestial.
Daí se vê: Que se formos advogar cegamente ao pé da letra que JESUS NÃO VEIO MUDAR A LEI, MAS SIM CUMPRIR A MESMA ATÉ JESUS AGIU ERRADO. POR QUÊ? PORQUE NA ÓTICA ADVENTISTA, CORRIJAM-ME SE ESTIVER ERRADO, PARA HAVER COERÊNCIA O APEDREJAMENTO DEVERIA CONTINUAR ATÉ OS DIAS ATUAIS.
Porém conhecendo Jesus como nós conhecemos, os irmãos e todos os que estão lendo os meus comentários o que acham que Jesus faria? Seguiria a lei à risca ou a transgrediria?

Obs 1: Afirmar que os fariseus eram rigorosos em relação aos Dez Mandamentos por questão de tradição é violentar a própria Bíblia. Vide os versos citados: Êxodo 31:12-15; Êxodo 35:2 e Números 15:32-36.
Obs 2: Outro aspecto importante de ser enfocado é que é evidente que o amor a Deus é ao próximo não são o resumo dos Dez Mandamentos. É Possível provar? Sim.
1º Se não perdoar o próximo, os Dez Mandamentos não me acusam;
2º Se não visitar um doente, os Dez Mandamentos não me acusam;
3º Se for racista, os Dez Mandamentos não me acusam;
4º Se cumprir as minhas obrigações e não gostar dos pobres, os Dez Mandamentos não me acusam.
5º Se não for uma pessoa caridosa os Dez Mandamentos não me acusam.

Portanto, é evidente que Deus MUDA e tem propósitos específicos para um determinado momento histórico.
Tanto assim que com Jesus todo o jugo foi suavizado e o verdadeiro exemplo foi dado de como devemos amar a Deus e ao próximo, sendo estas únicas leis que não deixam escapar o pecado.

Que Deus a abençoe todos nós.

Juliano Marques disse...

Hebreus 4...
Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás.
Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.
Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso, tal como disse: Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso;
Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia.
E outra vez neste lugar: Não entrarão no meu repouso.
Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência,
Determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações.
Porque, se Josué lhes houvesse dado repouso, não falaria depois disso de outro dia.
Portanto, resta ainda um repouso para o povo de Deus.
Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas.
Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência.
Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

Este texto fala a todos os cristãos que ainda é tempo de obedecer ao 4º mandamento de Deus...Irmãos não anulemos as palavras de nosso Deus para arranjarmos motivos por causa de um único mandamento.

Domingo foi estabelecido por um HOMEM procurem na história, este HOMEM foi Constantino de Roma, Agora o sábado é para adorar ao Criador, por isso é importante escolher este dia, o Sábado, do Qual JESUS É SENHOR!

"O Senhor é Meu Pastor" disse...

Olha, ao ler este blog, fiquei assustado com tanto texto isolado da bíblia que o Sr .Ciro colocou, espero que te arrependes e que a luz da verdade venha resplandecer sobre ti, pois vc afirmou que não é necessário guardar o sábado !
Vc precisar mais ler toda a bíblia, e sobre o fato do livro gêneses sobre a criação, Abraão, Isaque e Jacó não ter guardado o sábado, então vc esqueceu que verbo é Deus e ele estava na criação e o verbo se revelou e verbo é Jesus.

Helena disse...

Tenho uma curiosidade em relação a Êxodo 35:3 "Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia do sábado."
Alfabetizei uma srª adventista às sextas-feiras e ela preparava tudo até as 18:00 hr porque a partir daí não se podia fazer cousa alguma. Nossa aula era à tarde e ela tinha a preocupação de observar o horario para não entrar estudando após o pôr do sol.
Então minha curiosidade repousa no fato de que a lei pede também para "não acender fogo". É bem verdade que hoje tem-se meios de aquecimento. Mas, e quem não tem esses meios? Consumirá o alimento frio? Sim, porque ligar o fogo no gáz é uma tarefa proibida na lei. Isso me faz pensar até "descobrir"....
Mas, voltando àquela srª do início desta fala, a partir da aula, eu virava aluna das doutrinas sabáticas. Fiz uma grande descoberta. Eu possuía a virtude chamada "Paciência".
É necessario estudar as Escrituras. Qualquer estudo ou exposição que temos, venha de quem vier, como cristãos que desejam o conhecimento, temos que comparar tudo, com a presença, é claro, do maior esclarecedor que é o Espírito Santo.

Juliano Marques disse...

Irmã helena, temos que entender o que significa um princípio, ou seja, Jesus tinha ensinamentos em que utilizava o meio em que vivia para poder fazer-se entender, esses exemplos que ele tomava quase nenhum tem sentido hoje em dia, no entanto o princípio da mensagem é que interessa...vamos a isto, quando Deus diz para não acender fogo no sábado devemos perceber o que significava isto naquela época...Acender fogo no meio do deserto era algo muito complicado! Primeiro tinham que procurar lenha (era Deserto!) depois tinham que fazer a fogueira, para só depois fazer a comida, é só seguir o raciocinio se o sabado foi criado para adorar a Deus e descansar então fazer tudo isto iria gastar um bocado de tempo, nisto a pessoa nem descansaria e teria perdido um bom tempo em que poderia estar em comunhão com Deus e com os irmãos (lembrando também que Deus providenciava o maná! e na sexta-feira era em dobro, nem precisavam fazer comida!). Hoje vivemos em outros tempos, mas o que interessa para Deus é o princípio! Ao Sábado acender o fogão ou ligar o microondas para aquecer a comida não faz ninguém ficar cansado e nem retira tempo de adoração e comunhão, mas ao preparar a comida perdemos muito tempo num dia em que para muito é o único dia de descanso e de comunhão com Deus. Paulo tem sempre uma frase introdutória nas suas cartas que serve para nós "...Para que não sejais ignorantes..." é isso que Deus não quer...

Anônimo X disse...

As denominações, incluindo a IASD, são compostas por muitas pessoas de bem. Contudo, no caso dos irmãos da IASD, que é o que interessa mencionar aqui, apesar da sinceridade e da alegada boa intenção, estão longe, muito longe de guardarem o sábado.

Por que os adventistas não guardam o sábado? Porque usufruem de todos os serviços não ligados ao evangelismo neste dia. Há muitas situações em que poderiam deixar de usar alguns serviços no sábado: TELEFONE, ENERGIA ELÉTRICA ETC.

O interessante é que sabem antecipadamente que as pessoas estão cometendo pecado, transgredindo o sábado como afirmam, contudo usam em suas casas: no exato momento em que as pessoas fornecem-lhes os serviços, por exemplo, o telefone e os serviços elétricos: fogão elétrico, chuveiro elétrico, lâmpadas acesas.

É importante ressaltar que usam todos os serviços citados, no sábado, na maior parte das vezes, para serviços não evangelísticos.
Os adventistas pagam e usam no sábado, mais uma vez ratifico, em suas residências: geladeira, lâmpadas acesas, ventilador, ar condicionado, chuveiro elétrico, liquidificador, televisão, internet, freezer, micro-ondas, fogão elétrico, grill, DVD. Idem em relação ao uso do telefone, do celular e do gás de rua em suas residências.

Se um irmãozinho deles, da IASD, trabalhasse no sábado numa companhia elétrica, numa companhia telefônica ou numa empresa de ônibus; ele seria disciplinado, condenado, chicoteado moralmente. Todavia estes mesmos adventistas que o condenaram receberiam e recebem os serviços deste suposto irmãozinho da IASD que viesse a trabalhar nas cias de eletricidade, telefônica ou de ônibus. Quer contradição maior do que esta?

Sempre é bom ressaltar que os adventistas consideram que não guardar o sétimo dia é pecado; do mesmo jeito que roubar, furtar, adulterar, matar, ter outros deuses, jurar em vão etc.

Por outro lado, outros, assim como o suposto irmãozinho da IASD, estão profanando este dia, o sábado, pecando. Então por que os adventistas não recusam algo oriundo da profanação? Por que aceitam o serviço de outros no sábado? Assim condenam os que trabalham no sábado e beneficiam-se do pecado. Beneficiam-se do trabalho realizado no sábado por outros. Pregam assim um fardo aos outros que não praticam.

Na realidade os adventistas usam e pagam no sábado o serviço de terceiros porque este dia seria um fardo se o cumprissem como pregam. A verdade é esta irmãos.
Por isso pregam o que não praticam. Pregam um tipo de sábado light.

Seria tão bom em relação ao sábado que os adventistas lessem Colossenses 2:16 e Romanos 14:5.

Agora vamos falar um pouco da IASD.
A IASD é uma igreja da qual fazem muitas pessoas de bem. Todavia, muitas pessoas sinceras desconhecem alguns de seus princípios falsos, criados por seres humanos que são contrários até aos princípios bíblicos que a IASD alega seguir. Por quê?

1º Exige que o batizando declare a crença no dom profético de Ellen White. Se isso não for feito a pessoa não será batizada. PORTANTO DOUTRINA HUMANA DA IASD E CONTRÁRIA À BÍBLIA!

2º Proíbe usar brinco ou cordão. Se a pessoa usar brinco ou cordão é excluída do rol de membros da IASD. E isso quando o profeta Daniel e José do Egito usaram cordão e Rebeca usou brinco e foram, todos eles, abençoados por Deus. PORTANTO A PROIBIÇÃO DE USAR CORDÃO OU BRINCO É DOUTRINA HUMANA CRIADA PELA IASD E CONTRÁRIA À BÍBLIA.

3º Proíbe o casamento de seus membros com pessoas cristãs de outras denominações. É interessante que no passado, onde as normas eram muito mais rigorosas, José do Egito casou-se com uma mulher não judia e a rainha Ester casou-se com o rei Assuero que não era judeu. DESTE MODO, A PROIBIÇÃO DE CASAMENTO ENTRE CRISTÃOS DE DENOMINAÇÕES DIFERENTES É DOUTRINA HUMANA DA IASD CONTRÁRIA À BÍBLIA.

Continua

Anônimo X disse...

Continuação

4º Os plágios e cópias dos escritos de livros de outros autores que foram feitos por Ellen White e atribuídos ao Espírito Santo. A esse respeito ler o livro “Nuvem Branca” de Dirk Anderson e “Mentira Branca” de Valter Reá.

5º Supressão de livro e de parágrafos errados nos livros “escritos Ellen White” que continham erros proféticos de Ellen White e erros científicos.

6º Alteração dos “escritos de Ellen White” pela IASD ao longo dos anos. Tudo isso foi feito, novamente ratifico, para esconder e apagar erros de Ellen White.

7º Ellen White escreveu no passado que o cruzamento de homens com animais gerou raças diferentes. Seria o caso de um cruzamento de ser humano animal ter gerado seres diferentes! O que é desmentido pela ciência. Isso foi apagado dos escritos de Ellen White irmãos. A Esse respeito ler o artigo de Gordan Shigley “ Amálgama de Homem e besta”. O que Ellen White Quis dizer?

8º Ellen White profetizou a volta de Jesus em seus dias, em 1856. Afirmou que muitos no tempo em que viveu não morreriam sem ver isto acontecer, e isso bem depois de 1844. E aí o que dizer disto?

9º A doutrina da IASD afirma erradamente que amar a Deus e a amar ao próximo é o resumo dos Dez Mandamentos. Onde na Bíblia isto está escrito? Em lugar algum. Há condutas e procedimentos humanos que não são contemplados ou normatizados pelos 10 Mandamentos.

Exemplos: perdoar ao próximo, perdoar ao inimigo, poligamia, não ser racista, gostar dos pobres, gostar das crianças, ir ao orfanato visitar as crianças, ir ao hospital visitar um doente, ir ao asilo visitar os idosos, ser caridoso, ser humilde etc. Certo ou errado? Classifiquem os exemplos que dei dentro dos Dez mandamentos.

Vou parar por aqui, senão a lista ficará enorme.

Não estão sendo feitas acusações, tudo que foi dito acima pode ser provado e deve ser pesquisado sem paixão denominacional por aqueles que não têm medo de buscar a verdade.

Lembrem-se que Deus pedirá contas às pessoas que mesmo sabendo dos fatos preferem se acomodar e permitindo com isso que a mentira se propague.


Que Deus abençoe a todos nós e não nos faça ver no próximo um inimigo, por este ter nos alertado.

Fábio Santos disse...

Anonimo X parece ser mais um ex-adventista frustrado ou alguém que tenta desesperadamente provar por a mais b que a IASD é uma seita. Coitado...

Anônimo X disse...

Irmão Fábio Santos, bom dia.

Em vez de ter manifestado "tanto amor" por mim chamando-me de coitado.

Por que não argumenta e refuta os questionamentos que levantei.

Não me veja por inimigo. Argumente.

O irmão não fez um único comentário argumentativo. Nada escreveu de proveitoso em relação ao conhecimento. Nada esclareceu.

Achei este fato muito estranho! Por que será?

Será que o fato do Sr. não saber responder; ou ainda não ter interesse em admitir o erro, não tenha motivado seu comentário - de forma anti-cristã -, em que se desviou do assunto e nada respondeu?

O Sr. foi muito astuto desviando-se do assunto; nada respondendo. Porém muitas e muitas pessoas, acredito eu, entram neste site e poderão tirar suas conclusões acerca de seu procedimento e das questões levantadas e não respondidas.

Apenas um conselho irmão: não seja fanático. Pesquise, compare, leia!


Um abraço e que Deus o abençoe.

Anônimo X disse...

Irmão Fábio Santos, boa tarde.

Esqueci de dizer que embora tenha muitos amigos na IASD, procedimentos como os seus é que levam muitos a considerarem a IASD uma seita.

Fiz várias perguntas irmão.
Se estou errado mostre os meus erros e esclareça cada ponto levantado por mim.

Ficarei aguardando suas respostas.

Que Deus abençoe a todos nós.

Fábio Santos disse...

Anonimo X, parabéns pela resposta... Vou julgar todas as coisas e vou reter o que é bom. Tenha um ótimo fim de semana e aproveite o sábado do Senhor.

Anônimo X disse...

Irmão Fabio Santos, boa tarde.

Também desejo ao irmão um ótimo sábado, domingo, 2ª feira, mês e ano.

Todavia, lamento que não tenha respondido, por não saber - o que é mais provável - ou por não ter tido interesse, às minhas indagações.

Por isso, deixo aos que gostam de argumentar e de refletir que tirem as suas conclusões.

Um abraço fraternal a todos.

Anônimo X

Eliana disse...

Queridos amigos e irmãos em Cristo: estou perplexa com tudo o que lí aqui sobre o sábado e a lei de Deus. Sou adventista há 28 anos, simplesmente conheci a doutrina e a Jesus na adolescência e a á abracei com muito amor e sinceridade. Durante muitos anos dei estudos Bíblicos e levei pessoas para a minha igreja, inclusive pentecostais, e hoje estou doente em casa a três meses sem ir a igreja,mas assistindo os cultos de sábado pela internet, porém devido a algumas coisas que ví na igreja começaram a surgir algumas dúvidas( aliás, já há algum tempo, porém recusava-me a pensar sobre elas)agora em casa venho orando muito para que Deus me mostre aonde está a verdade, nunca imaginei acontecer isso comigo, mas quanto mais eu oro mais eu vejo que a igreja a que eu pertenço e amo pode estar errada.Minhas dúvidas mais cruciais são em relação á Ellen White e a guarda do sábado, parece-me que o pastor Ciro explicou muito bem sobre o sábado, mas vou continuar orando e pesquisando e tenho certeza que o SR:Deus irá orientar-me e até abrir os olhos se for preciso e se acaso eu estiver no lugar errado, sei que não vai ser fácil, mas procurarei outro lugar para adorar a Deus, porém também digo, a muita gente sincera dentro da igreja adventista e muitos evangelizadores.Eliana.

Eliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eliana disse...

Pastor Ciro, por favor me explique mateus 5:17-19, principalmente os versos que dizem até que o céu e a terra passem, nem um i, ou um til jamais passará da lei sem que tudo se cumpra. Aquele pois que violar um destes mandamentos, posto que dos menores que seja , e assim ensinar aos homens será considerado mínimo no Reino dos céus.Fico no aguardo de uma explicação sua dentro da Bíblia, obrigada.

Eliana disse...

Nossa! Não há quem tire essa minha dúvida!

Anônimo X disse...

Irmã, bom dia.

Entre no site Ex-adventistas lá a Sra. encontrá a explicação que deseja.

Abraços.

Anônimo X

Eliana disse...

Boa noite a todos os irmãos e leitores! Deixei meu testemunho e fiz uma pergunta no blog para o pastor Ciro há algumas semanas, mas não obtive resposta, nem dele e nem de ninguém. Apenas uma pessoa pediu para que eu entrasse no site de ex- adventistas alegando que eu teria minhas perguntas respondidas lá. Entrei no site e também não ví nada a respeito, apenas ex-adventistas que não me convenceram, pois um deixou a igreja e hoje diz ser ateu e o outro saiu da igreja porque deixou de crêr no Espírito Santo como Deus, ou seja, deixou de crêr na trindade, sendo assim nenhum desses servem de exemplos pra mim. Pois bem,continuei orando e pedindo ao Espírito discernimento.Tenho pesquisado bastante, mas acho incoerênte quardar nove mandamentos, enquanto são dez, sendo que o próprio Deus escreveu lembra-te porque sabia que com o passar do tempo o povo iria esquecer do sábado. Também me dizeram que o povo evangélico guarda o domingo, que precisamos tirar um dia para o Senhor, se precisamos tirar um dia para o Senhor, então porque domingo? Também me disseram que poderia ser qualquer dia, desde que tirasse um dia para Deus, pior ainda, porque se for para tirar um dia, então que seja o dia que está na Bíblia que diz que o Senhor descansou, abençoou e santificou o sábado.Quanta importância! Descansou, abençoou e santificou o sábado e não o domingo. Se fosse para eu sair da minha igreja confesso que então, não guardaria dia nenhum. Interessante que a Bíblia diz sábado e as pessoas entemdem domingo, é o mesmo de Deus dizer azul e as pessoas entenderem amarelo. Confesso que fiquei surpresa com as passagens e comentários feitos pelo pastor Círo.Com espírito de muita oração, e pesquisa, lí todas as passagens que foram colocadas para esse assunto, mas Mateus 5:17-19 ninguém conseguiu me explicar, então concluí que Deus me chamou para continuar aonde eu estou. Mesmo os irmãos sendo muito falhos, a palavra é clara, é lucida e povo ou igreja com problemas, encontra-se em todo lugar, aonde houver gente haverá problema, com isso,finalizo com uma passagem a todos:de tudo o que se tem ouvido,(ou lido)a suma é: "teme a Deus e guarde os seus mandamentos, porque isso é o dever de todo homem." Eclesiastes 12:13. Eu sou salva pela graça, e por estar salva, pois aceitei a Jesus, e o amar, eu prefiro obedecê-Lo, pois Ele mesmo disse:"se Me amais guardareis os meus mandamentos."S.João 14:15. Obrigada pelo espaço e fiquem todos na paz do Senhor.

Anônimo X disse...

Querida irmã, bom dia.

Não confunda mandamentos com decálogo. Eles não são sinônimos. A esse respeito acesse http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com.br/

A passagem de Mateus 5:17-19 é algo fácil de se entender. Não há o que complicar.

A promessa da vinda de Jesus para nos libertar do pecado – seja para os seres humanos que haviam morrido, seja para os que iriam morrer - foi algo que se concretizou com a morte de Jesus na Cruz.

O próprio Jesus afirmou: Lucas 24: 44. "

"São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, e nos Profetas , e nos Salmos."

Portanto irmã tudo foi cumprido, haja vista Jesus ter vencido a morte, e ter declarado que tudo foi cumprido. Lucas 24:44. Só isso irmã! Não há o que complicar.

Isso não significa que estejamos livre da obediência. Não, não e não? Mas que agora é em Jesus que pomos o nosso descanso e o nosso amparo, sem determinadas exigências que tiveram seu tempo e não se aplicam mais ao nosso tempo. Que não fazem a pessoa ser melhor ou pior.

Se nada fosse mudado todos os que transgridem, por exemplo, o sábado teriam que ser apedrejados, incluindo os adventistas que não o guardam mesmo!

Tanto assim que há exigências que foram determinadas por Deus e que se formos adotá-las de forma rígida vendo as coisas ao pé da letra – EU NÃO VIM PARA MUDAR MAS CUMPRIR - teremos que cumprir TUDO. Vide os mandamentos seguintes que foram ordenados por Jeová!
- Que a lei do 4º mandamento do decálogo dizia para: parar as atividades no shabbat; (Êx 20:8-10) e (Dt. 5:12-15)
- Que era proibido cozinhar (Êx.16:23).
- Que era proibido lavrar, arar, e colher (Êx. 34:21).
- Que era proibido fazer fogo (Êx. 35:2-3).
- Que era proibido apanhar lenha (Num.15:32-36).
- Que era proibido carregar cargas (Jeremias 17:21-22).
- Que era proibido praticar o comércio (Neemias 13:15-17).

E estava escrito claramente que qualquer um, fazendo qualquer trabalho, qualquer tarefa, seria morto (Êx. 31:14-15) (Êx 35:2); Núm. 15:32-36,



Farei meus comentários e gostaria que a Sra. refletisse!


Os irmãos adventistas usam os serviços de eletricidade ( luz acesa, geladeira, chuveiro elétrico, freezer, grill, fogão elétrico, liquidificador, internet, ar condicionado, ventilador etc.); telefone, celular e gás de rua e pagam pelo uso dos mesmos em suas casas no sábado; na maior parte da vezes para fins não evangelísticos. Por que isso ocorre se trabalhar no sábado é uma profanação? É isto que não consigo entender!

Obs: Todos assinamos contrato com a Cia elétrica e telefônica e pagamos pelos serviços de pessoas que trabalham para nós. No caso da minha pergunta acima há pessoas trabalhando no sábado! E aí irmã , como fica esta questão?

Continua

Anônimo X disse...

Continua

farei meus comentários e gostaria que a Sra. refletisse


Os irmãos adventistas usam os serviços de eletricidade ( luz acesa, geladeira, chuveiro elétrico, freezer, grill, fogão elétrico, liquidificador, internet, ar condicionado, ventilador etc.); telefone, celular e gás de rua e pagam pelo uso dos mesmos em suas casas no sábado; na maior parte da vezes para fins não evangelísticos. Por que isso ocorre se trabalhar no sábado é uma profanação? É isto que não consigo entender!

Obs: Todos assinamos contrato com a Cia elétrica e telefônica e pagamos pelos serviços de pessoas que trabalham para nós. No caso da minha pergunta acima há pessoas trabalhando no sábado! E aí irmã , como fica esta questão?

Por outro lado, mesmo quando os queridos irmãos adventistas usam os serviços elétricos e os telefônicos para o serviço espiritual, - outras vezes não – será que as outras pessoas estão pecando? Como estão pecando, se os serviços de tais pessoas estão sendo usados no sábado pelos adventistas, por exemplo. É isto que não consigo entender!

É correto ainda, inclusive, disciplinar um membro da IASD que trabalhe no sábado, quando se o mesmo trabalhasse numa Cia elétrica, ou telefônica, os demais irmãos adventistas não recusariam, como não recusam, os serviços fornecidos por tal membro da IASD e pagam pelos referidos serviços, no sábado, em suas residências que nada, nada mesmo tem a ver com serviço espiritual?

É correto então punir um irmão da IASD por este trabalhar no sábado e usufruir do serviço realizado por ele e pagar, incoerentemente, por tal serviço realizado no sábado?

Obs: há muitas coisas feitas no sábado que não se aplicam ao trabalho evangelístico: ligar ventilador ou ar condicionado para dormir; usar grill, freezer, micro-ondas fogão elétrico, liquidificador, geladeira – aliás o que o uso de geladeira no sábado tem a ver com o serviço espiritual? – acender lâmpadas, tomar banho de CHUVEIRO ELÉTRICO quando for dormir no dia de sábado etc. que nada tem a ver com serviço espiritual! Aliás, esta desculpa não vale! Por quê? PORQUE MUITOS DOS SERVIÇOS RESIDENCIAIS USADOS NOS SÁBADOS E PAGOS PELOS IRMÃOS ADVENTISTAS, NADA TÊM A VER COM O SERVIÇO ESPIRITUAL. QUAL A RAZÃO DE TAMANHA INCOERÊNCIA?

Portanto irmã, devemos ter cuidado para não cair na hipocrisia. Tendo em vista que se alguém usa algum aparelho elétrico ( LÂMPADAS ACESAS, GELADEIRA, CHUVEIROS E FOGÃO ELÉTRICOS , LAVA LOUÇAS, AQUECE COMIDA, USA LIQUIDIFICIDOR ETC; APARELHO TELEFÔNICO, gás de rua em sua residência, entre muitas coisas, está em maus lençóis. Por quê? POORQUE FAZ USO E PAGA PELOS SERVIÇOS EM SUA PRÓPRIA RESIDÊNCIA NO SÁBADO! PREGA O QUE NÃO PRATICA.
Leia Romanos 14:5 e Colossenses 2:16
Leia o artigo Colossenses 2:16 que esta no blog http://exadventistas.blogspot.com.br/2011/02/colossensses-216-analize-parte-i.html#.T4bh7lH2Yoo

E entre no blog http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com.br/ creio que o irmão Francisco poderá ajudá-la.

Continue pesquisando e pedindo ajuda do Pai Celestial

Um abraço fraternal

ANônimo X

Fábio Santos disse...

Anonimo X, deu uma ótima explicação pra quem deseja ser um fariseu moderno.

Fábio Santos disse...

Anonimo X, deu uma ótima explicação em forma de dica pra quem deseja ser um fariseu moderno.
Parabéns...

Anônimo X disse...

Irmão Fábio Santos, boa noite.

Mais uma vez lamento por seus comentários.

Por que em vez da ironia, o Sr. não argumenta de forma séria e refuta os questionamentos que levantei?


O irmão, novamente ratifico, não fez um único comentário argumentativo, nada esclareceu e nada escreveu de proveitoso em relação ao conhecimento.


Apenas um conselho irmão: não seja fanático. Pesquise, compare, leia!

Se estou errado, mostre meu erro.
Porém se não tem argumentos. Por que perde seu tempo com palavras vazias e fica brincando com a palavra de Deus?


Que Deus o abençoe e te livre da influência do mal.

Anônimo X.

Fábio Santos disse...

Amém, Anônimo X.

Anônimo X disse...

Irmã Eliana, boa tarde.

Encontrei um blog muito interessante do ex-pastor adventista Greg Taylor sobre a questão do sábado bíblico, o qual acredito possa ajudá-la.

http://adventismonamiradaverdade.blogspot.com.br/2012/04/estudo-pessoal-sobre-o-sabado-greg.html


Um abraço fraternal e que Deus abençoe a todos nós, em nome de Jesus.

Anônimo X.

Adriano Rosa Ferreira disse...

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gálatas 1 : 8). Foi isso que a Igreja Adventista do Sétimo Dia, os Mórmons, e outras seitas fizeram. Eles têm a mente cauterizada!

Adriano Rosa Ferreira disse...

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gálatas 1 : 8). Foi isso que a Igreja Adventista do Sétimo, os Mórmons, e outras seitas fizeram. Eles têm a mente cauterizada!

Juliano Marques disse...

fiz um comentário e este nao foi publicado enquanto que outros comentários posteriores o foram. Não vou mais entrar neste blog como costumo fazer, pois percebi que não há direito de opinião de todas as partes somente daquela que vos interessa. No meu comentário não ofendi ninguém, expus minha opinião, só que ela contém muita verdade para ser publicada...

Juliano Marques disse...

fiz um comentário e este nao foi publicado enquanto que outros comentários posteriores o foram. Não vou mais entrar neste blog como costumo fazer, pois percebi que não há direito de opinião de todas as partes somente daquela que vos interessa. No meu comentário não ofendi ninguém, expus minha opinião, só que ela contém muita verdade para ser publicada...

Anônimo disse...

Interessante é que quando se trata das promessas e bençãos futuras feitas por Deus ao povo de Israel, as igrejas consideram-se Israel espiritual. Mas quando se trata de ensinamentos divinos para o bem da humanidade, aí era só para o povo antigo...

Diego Carielo disse...

Muuito bom pastor, obrigado!

Wemerson Prazeres disse...

Acho que quando o irmão pergunta "quem disse que a guarda do sábado se deu em Gênesis? ali Deus apenas santificou o sétimo dia." o Irmão esqueceu que no próprio mandamento Êxodo 20:8 diz: Mas o sétimo dia é o SÁBADO. Claro como a luz do dia não acha? e no verso 11 da o motivo para a guarda do sábado diz o texto: "porque em seis dias, fez o senhor os céus e a terra, o mar e todo o que neles há, e ao sétimo dia, descansou; POR ISSO, O SENHOR ABENÇOOU O DIA DE SÁBADO E O SANTIFICOU" Êxodo 20:11. ai está meu irmão o verdadeiro motivo da santidade do sábado. pois ele revela Deus como criador. a não ser que o irmão seja evolucionista ai sim poderá não aceitar a Deus como criador e nem tão pouco o memorial de sua criação. Quanto ao irmão falar que Jesus não guardou o sábado. só posso dizer uma coisa. Que lição melhor Jesus poderia passar aos seus discípulos e aos demais, que o próprio exemplo: como relatado em Lucas 4:16 onde diz: Indo para Nazaré onde fora criado. entrou na sinagoga no sábado e levantou-se para ler. Quer lição maior que essa? impossível. pois o melhor ensinamento é pelo próprio exemplo. fique na paz. que Deus lhe abençoe a conhecer mais sobre sua palavra.

Vina Almeida disse...

Se Deus fez o mundo em seis dias, pq ele criou o Sábado? Qual a utilidade dele, se nada foi criado nesse dia? Simples, Deus o criou para sem um dia santo, separado, especial, por isso mesmo que devemos guarda-lo, e não rejeitá-lo, pois se o Sábado foi feito por causa do homem, cabe ao homem aproveitar esse dia, que não é dele, mas do SENHOR! Pois Jesus é o SENHOR do Sábado. Isso significa que esse dia é do SENHOR!!!Deus abençoe a todos

Sanderson disse...

OLÁ PESSOAL SÓ TENHO 4 MESES QUE ME BATIZEI NA IGREJA ADVENTISTA, E DESCOBRIE DUAS COISAS,NÃO SÓ OS ADVENTISTAS SERAM SALVOS,MAS TODOS QUE AMAREM Á JESUS,SE VOÇE AMAR Á JESUS NATURALMENTE VOÇE O OBEDEÇE,OUTRA COISA É QUE SATANÁS É MUITO INTELIGENTE E ASTUTO,TREINA PESSOAS PARA DESVIAR OUTRAS QUE ESTÃO COM DÚVIDAS,(Se me amai,guardai os meus mandamentos JOÃO 14:15) ESSE VERSICULO RESUME TODA E QUAQUER INCERTEZA QUE UM CRISTÃO SINCERO TENHA,MUITO CLARO PURO E CRISTALINO.......DEUS TENHA MISERICORDIA.

Samuel Falcão disse...

Caro Pr Ciro, Paz seja Convosco!!!
Admiro muito seu conhecimento teológico, e também o interesse de divulgar o reino de Deus.
Mas nossos irmãos Adventistas fazem uma confusão séria em Tiago cap 2. Á luz do contexto desse texto, Tiago fala de ACEPÇÃO DE PESSOAS, e não de guarda do sábado. E a interpretação é tão errônea, que dizem que se guardar 9 mandamentos e deixar 1, torna culpado de todos. Me desculpe os Adventistas, mas esse erro de interpretação é absurdo!! Me diga só uma coisa: Só existem 10 mandamentos para se guardar?
Deus abençoe meu nobre Pastor!!!

nadanospodemoscontraverdade disse...

Samuel Falcão, você está equivocado, Observe que Tiago 2 cita a Lei e alguns dos Dez Mandamentos. Ou seja, ele relaciona a acepção de pessoas com a transgressão da lei do 10º Mandamento de Êxodo 20:17, e faz referência a alguns dos Dez Mandamentos, ao julgamento pela Lei e que um tropeço em um, torna culpados de todos senão veja:

Tiago 2:8 ¶ Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis.
9 Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.
10 Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.
11 Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei.
12 Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.
Como se vê, o erro de interpretação é seu.
Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br_

nadanospodemoscontraverdade disse...

Prezado Pr.Ciro Sanches Zibordi, em Atos 9:31 está escrito que “as igrejas em toda a Judéia, e Galiléia e Samaria tinham paz, e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e consolação do Espírito Santo”. Portanto, no seu entendimento , essa igrejas que tinham paz e eram edificadas andando no temor do Senhor guardavam o sábado ?
Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

Jeferson disse...

Só pra se ter uma idéia de como o sábado não era obrigatório, quando uma criança judia completava 8 dias de vida ,precisava ser circuncidada (menino), porém, se esse oitavo dia caísse num sábado, não poderia ser adiado a circuncisão, Ou seja , a guarda do sábado não era maior do que a circuncisão !!!!!

RIVADAVIO LINO COELHO disse...

Lei é de Deus não de Moisés, ha mais de Moisés, ha mais de uma lei citada na Bíblia, eu concordaria em dizer que a lei cerimonial ou a lei da circuncisão perderia seu valor atualmente, no entanto, nem assim, porém, os MANDAMENTOS de Deus, são eternos, não me parece mesmo que as obras do Senhor parariam no meio do caminho, Satanas introduziu o pecado no mundo, o Senhor nos deu a lei moral para que possamos ser justificados do pecado, a morte de Cristo não anula os mandamentos, mas reforça, visto que a graça de Jesus nos salva do pecado, e pecado é a transgressão da Lei,

Em MT5 17-18 Cristo diz que não veio anular mas cumprir, e que estas coisas são verdades, até que exista céu, mar e terra de modo algum será tirado um jota ou um i do que estar escrito, ele diz que estas coisas são verdades ate que existam céu , mar e terra, pelo que me consta ainda existe céu , mar e terra, e ele falu que estas coisas são verdades, então eu nao vou chama-lo de mentiroso certo ?

Agora o fato de não haver uma ordem direta no novo testamento, não quer dizer que perca o valor, o Sr não pode se basear só nisso para lançar um desafio pastor, mas mesmo assim, veja em Apocalipse 14:12 "Aqui está a perseverança dos santos que obedecem aos mandamentos de Deus e permanecem fiéis a Jesus". bom Apocalipse cita ai os que guardam os MANDAMENTOS, os MANDAMENTOS só são um pastor.
Então isso me diz que eu devo sim guardar os mandamentos ou pelo menos tentar. Cristo falou aos 12 apostolos de que se encontravam no seio de Israel, vão e espalhem as boas novas, isso incluem as leis morais que nos justificam do pecado.

Esteja na paz d osenhor

Gerson bittencourt perfeto disse...

Guardar o sábado serviu aio até a chegada de Jesus, com Jesus o Espirito será derramado sobre toda care coisa q não acontecia no AT, no AT o sábado era o selo, hoje o selo e o Espirito Santo q esta em Efésios 4:30

Gerson bittencourt perfeto disse...

o sábado serviu de aio até a vinda de jesus,com a vinda de jesus o Espirito seria derramado sobre toda carne, coisa q não acontecia no AT,no AT o sábado era selo entre Deus e o homem, hoje o selo é o Espírito Santo isto esta em Efésios 1:13

Aline Vaz disse...

Todos q aceitam Jesus são considerados o Israel d Deus.

Quenia disse...

Li quase todos os comentarios, mas nao entendi quando o pastor disse que as mulherea se esqueceram o que Jesus tinha falado e por isso descansaram no sabado.

Marco Antônio disse...

Pr. Ciro,

Vejo que o irmão é zeloso no estudo da palavra de Deus, assim sendo tomei a liberdade de lhe enviar algumas passagens bíblicas para reflexão:

"E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome. Chegando, então, o tentador, disse-lhe: Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. (Mt.4:2)

"Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus." (Mt.5:3)

"Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança e por amor do meu nome sofreste, e não desfaleceste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres." (Ap.2:2-5)

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.(Mt.7:21)

"Pois este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do Senhor;" (Is.30:9)

"Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente, reconhecendo que a lei não é feita para o justo, mas para os transgressores e insubordinados, os irreverentes e pecadores, os ímpios e profanos, para os parricidas, matricidas e homicidas, para os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens, os mentirosos, os perjuros, e para tudo que for contrário à sã doutrina," (I Tm.1-10)

"Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade; mas qualquer que guarda a sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos nele; aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou." (I Jo.2:4-6)

"Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite." (Pv.12:22)

"Nada acrescentes às suas palavras, para que ele não te repreenda e tu sejas achado mentiroso." (Pv.30:6)

"Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte." (Ap.21:8)

"E não entrará nela coisa alguma impura, nem o que pratica abominação ou mentira; mas somente os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro." (Ap.21:27)

"E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo." (Ap.12:17)

Feliz Sábado!!!

Ler a Bíblia disse...

Pelo visto a posição de muitos líderes evangélicos nos dias de hoje em relação ao sábado, é a mesma de muitos sacerdotes no passado; falavam em nome de Deus, mas desprezavam a ordem Divina em relação a este mandamento - Vejam o relato de Ezequiel 22: 26.

Os seus sacerdotes violam a minha lei, e profanam as minhas coisas santas; não fazem diferença entre o santo e o profano, nem ensinam a discernir entre o impuro e o puro; e de meus sábados escondem os seus olhos, e assim sou profanado no meio deles.

Lembrem-se líderes evangélicos, que fazem questão de ignorar e torcer as claras verdades a respeito do sábado, contidas na palavra de Deus.

O conselho Divino através do sábio salomão é Provérbios 28:9

O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável.

Unknown disse...

Caro irmão em Cristo, ainda não tinha visto melhor comentário. Deus te abençoe!