quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Fuja da sabadolatria de Ellen G. White


Tenho o mesmo pensamento do erudito Hank Hanegraaff a respeito do adventismo do sétimo dia: “o adventismo do sétimo dia é multifacetado” (O Livro das Respostas Bíblicas, CPAD, p.379). Não generalizo; reconheço que há adventistas ortodoxos, que aceitam os princípios da fé cristã histórica, e liberais, que contradizem a encarnação do Verbo, a ressurreição corpórea e a infalibilidade das Escrituras.

Mas o pior segmento do adventismo é o 
sabadólatra, que, além de se especializar em doutrinas extravagantes, como o sono da alma, confere status de profetisa a Ellen G. White (1827-1915) e propaga as suas teses sabadolátricas, inclusive em programas de televisão.

Nas obras da eminente adventista mencionada há muitas invencionices acerca da guarda do sábado. Ela chega a considerar a observância do sábado necessária para confirmar a salvação dos que creem em Jesus Cristo! A sabadolatria, sem dúvida, é a maior heresia do adventismo do sétimo dia, a qual vem sendo muito propagada mediante certo programa de televisão.


Ellen G. White afirmou, em sua obra mais famosa, que a desobediência ao quarto mandamento do Decálogo é a causa de existirem tantos pecadores no mundo: “Tivesse sido o sábado universalmente guardado, os pensamentos e afeições dos homens teriam sido dirigidos ao Criador como objeto de reverência e culto, jamais tendo havido idólatra, ateu, ou incrédulo” (O Grande Conflito, Casa Publicadora Brasileira, p.436). Então, por que a Bíblia não diz, em 2 Coríntios 5.17: “Quem guarda o sábado nova criatura é”? O que liberta o ser humano do poder do pecado e lhe outorga uma nova vida é o estar em Cristo (2 Co 5.17), e não a guarda do sábado.


Em outra obra, Patriarcas e Profetas, a senhora White asseverou: “o sábado é um sinal do poder de Cristo para nos fazer santos. E é dado a todos quantos Cristo santifica. Como sinal de Seu poder santificador, o sábado é dado a todos quantos, por meio de Cristo, se tornam parte do Israel de Deus” (citado no Tratado de Teologia Adventista do Sétimo Dia, Casa Publicadora Brasileira, p.591). Nesse caso, os cristãos que não guardam o sábado não podem ser verdadeiramente santos? Não são mais o sangue de Jesus, a Palavra de Deus e o Espírito Santo que nos santificam?


Outra invencionice sabadolátrica da senhora White diz respeito ao ministério terreno do Senhor Jesus: “Cristo, durante Seu ministério terrestre, deu ênfase aos imperiosos reclamos do sábado; em todo o Seu ensino Ele mostrou reverência pela instituição que Ele mesmo dera” (idem, p.590). A bem da verdade, o Senhor Jesus nunca ensinou a guarda do sábado! No Sermão da Montanha (Mt 5-7) nada foi dito a respeito da guarda do sábado. E olha que o Senhor aludiu ao Decálogo várias vezes! Ele só falou do sábado quando foi confrontado pelos fariseus (Mt 12.1-14).


Jesus disse que os verdadeiros adoradores adoram o Pai em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). Mas a senhora White acrescentou: “os adoradores de Deus se distinguirão especialmente pelo respeito ao quarto mandamento — dado o fato de ser este o sinal de Seu poder criador, e testemunha de Seu direito à reverência e homenagem do homem” (O Grande Conflito, p.445).


Aliás, Ellen G. White, em sua tentativa de sacralizar ou endeusar o sábado, acrescentou várias palavras à revelação divina contida em Gênesis: “O sábado foi confiado a Adão, pai e representante de toda a família humana. [...] A instituição do sábado, que se originou no Éden, é tão antiga como o próprio mundo. Foi observado por todos os patriarcas, desde a criação” (Tratado de Teologia Adventista do Sétimo Dia, p.589). Ela também disse: “o sábado foi guardado por Adão em sua inocência no santo Éden; por Adão, depois de caído mas arrependido, quando expulso de sua feliz morada. Foi guardado por todos os patriarcas, desde Abel até o justo Noé, até Abraão, Jacó” (O Grande Conflito, p.453).


Onde está escrito, em Gênesis, que Adão, Enoque, Noé, Abraão, Isaque e Jacó guardaram o sábado? Quando Deus ordenou que Adão e seus descendentes deveriam guardar o sábado? Em Gênesis 2.1-3 está escrito que o Senhor, após ter concluído a obra da Criação, abençoou e santificou o sétimo dia. Mas isso não significa que Ele instituiu, ali, um mandamento eterno para toda a humanidade. Isso é uma grande invencionice da “profetisa” Ellen G. White, dos pregadores e telepregadores da sabadolatria.


A senhora White afirmou que, ao ser proclamada a lei, no Sinai, “as primeiras palavras do quarto mandamento foram: ‘Lembra-te do dia do sábado, para o santificar’ (Êx 20:8), mostrando que o sábado não foi instituído ali; aponta-se-nos a sua origem na criação” (Tratado de Teologia Adventista do Sétimo Dia, p.589). Ora, a instituição da guarda do sábado para os israelitas ocorreu após a saída do Egito — e, por isso, é mencionada em Êxodo 16 —, antes, portanto, do Sinai. Daí o Senhor ter dito: “Lembra-te”. Mais uma vez a senhora White, valendo-se da eisegese, falsifica a Palavra de Deus (cf. 2 Co 2.17).


Segundo a Bíblia, a instituição da guarda do sábado ocorreu após a saída do povo de Israel do Egito: “E ele [Moisés] disse-lhes [aos israelitas]: Isto é o que o SENHOR tem dito: Amanhã é repouso, o santo sábado do SENHOR” (Êx 16.23). Aqui, vemos a primeira menção, no Pentateuco, à guarda do sábado. O mandamento da guarda do sábado está, claramente, ligado à libertação do Egito (Dt 5.15).


Segue-se que a guarda do sábado foi dada exclusivamente a Israel e os estrangeiros que habitassem em sua terra (Êx 20.1,2,8; 31.13; Is 56). O fato de o Criador ter santificado e abençoado o sábado após a Criação não denota que Ele tenha ordenado que o sétimo dia, a partir daquele momento, deveria ser guardado por Adão e sua descendência. A única ordenança de Deus para o homem, em Gênesis 2, foi esta: “De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (vv.16,17).


Finalmente, a “profetisa” Ellen G. White disse, com base em Apocalipse 11.19, que os dez mandamentos estão guardados dentro da arca, no Céu, e que a guarda do sábado jamais foi abolida. E acrescenta: “Não puderam achar nas Escrituras prova alguma de que o quarto mandamento tivesse sido abolido, ou de que o sábado fora mudado” (O Grande Conflito, p.433). Ora, o Decálogo faz parte da lei mosaica. E esta foi, sim, abolida, após a manifestação em carne do Senhor Jesus e sua obra expiatória (Jo 1.14-17; Lc 16.16; Rm 10.4; Cl 2.14-16).


Que Deus nos guarde da sabadolatria e de todas as formas de idolatria (Gl 5.20; 1 Co 5.11; 10.7,14; 1 Jo 5.21). E que observemos o primeiro e grande mandamento apresentado pelo Senhor Jesus: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” (Mt 22.37).


Ciro Sanches Zibordi

73 comentários:

Eliezer Carvalho disse...

Tenho aprendido muito com seus estudos,agradeço a Deus pela sua vida.Pois sinto que o senhor não se enquadra em Mateus 13:25 "mas, dormindo os homens..."

Lucivaldo de Paula disse...

Apaz do Senhor meu querido Pastor!

Gosto muito dos seus artigos, e tenho feito o mesmo que os irmãos de beréia; ”... examinando as Escrituras se estas coisas eram assim” (At 17.11). Os seus artigos são sempre com os alicerces da bíblia. O Adventismo, pela sua história vergonhosa e pelos seus ensinos heréticos se enquadra como uma seita. Apesar de muitos adventistas serem pessoas honestas, educadas, bons cidadãos, sustentarem hospitais, boas escolas, e terem bons hábitos de alimentação (alguns costumes judaico na alimentação etc.), isso nada tem a ver com os seus ensinos em matéria de fé, que são claramente contra a Palavra de Deus. Os evangélicos não se enganem: batalhemos ”.. pela fé dada aos santos.” (Judas v 3 ). Apaz do Senhor, meu querido Pastor !

Irmão José Luiz disse...

A paz do Senhor! Pr. Ciro.
Ótima argumentação mostrando com clareza à luz das Sagradas Escrituras a conduta herética dos propagadores da guarda do sábado.
Como o Sr. disse muito bem em outro artigo anterior, denota-se que Deus também trabalhou no sétimo dia, e naquele mesmo dia descansou."E, havendo Deus ACABADO NO DIA SÉTIMO(Ele não acabou no 6º dia) a sua obra, que tinha feito, DESCANSOU NO SÉTIMO DIA(descansou naquele mesmo dia) de toda a sua obra, que tinha feito. (Gn 2:2) - Já no versículo seguinte: (Gn 2:3) "E abençou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele (DESCANSOU DE TODA A SUA OBRA), que Deus criara e fizera.
CONCLUSÃO: Deus cansa? - Acho que não! - Simplismente se formos analisar e meditar o versículo 3, fica evidente que ao terminar a sua obra, Ele ficou maravilhado, contemplando, admirando de tudo que tinha feito de bom. Creio que o texto: "descansou de toda a sua obra" mostra uma pausa para o seu contemplamento de tudo que criara e fizera, haja vista o resultado de tamanha perfeição exatamente com estava em Seu pensamento. Faz sentido pastor analisar desta forma?
- Irmão José Luiz
Assmbleia de Deus - Cariacica-ES

Anônimo disse...

Querido Ciro, preciso que responda com honestidade uma pergunta da forma de Jesus(Mat.4:4) e não do jeito do diabo (Gen. 3:1-Mat.4:5,6).Vamos a pergunta: Se a Palavra de Deus (Isaias 58:13,14) declara o 7ºDia (Sábado)como Dia do Senhor e o mesmo Deus declara que Ele não muda(Mal.3:6-Tiago 1:17-Heb.6:18-13:8), onde está escrito na Palavra de Deus que Ele mudou o Dia do Senhor do Sábado do 7º dia para o domingo ou quando Ele fez esta mudança?
Quero lembrar que:
-“A Lei de Deus é uma Lei divina, santa, celestial, perfeita… Não há um Mandamento a mais; não há nem um a menos; mas ela é tão incomparável que sua perfeição é uma prova de sua divindade. Nenhum legislador humano poderia ter trazido à existência uma lei semelhante à que encontramos no Decálogo”. Sermão 18 Vol. II, pg. 280.
Autor: João Calvino em seu Comentary on a Hermony of Gospel Vol. I pg. 277 sobre Mat.5:17 e Lucas 16:17:
E, em seus Institutes, ii. 7 seção 15 Calvino escreveu: “A Lei não sofreu nenhuma diminuição de sua autoridade, mas deve receber de nossa parte sempre o mesmo respeito e obediência”.

-“A Lei moral, contida nos Dez Mandamentos e encarecida pelos profetas, Cristo não aboliu. Ela é uma Lei que jamais poderá ser destruída, que permanece firme como fiel testemunha do Céu”.
“ Entre os mais acérrimos inimigos do evangelho de Cristo, estão os que… ensinam os homens a destruir…não apenas um dos menores ou maiores Mandamentos, mas todos eles, de uma só vez.. Estes honra a Cristo exatamente como o fez Judas, quando disse: ‘Eu Te saúdo, Mestre, e O beijou’…Não é outra coisa senão traí-lo com um beijo, falar de Seu sangue e arrancar-lhe a coroa; considerar levianamente qualquer parte de Sua lei, sob o pretexto de fazer avançar o evangelho”
Wesley, Sermão 25
Isaías 14:27: “Pois o Senhor dos exércitos o determinou, e quem o invalidará?
Osmar Ferreira-
nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Osmar Ferreira",

O início do seu comentário é completamente desnecessário e deselegante. Aprenda a se dirigir às pessoas, se quiser receber delas atenção e uma resposta. Nada lhe direi além do que já foi escrito.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão José Luiz,

Boa a sua explanação. Os que dizem que a lei de Deus é imutável, não atentando para os destinatários originais, deveriam observar a lei dos sacrifícios... Os judaizantes são muito contraditórios. Que o Senhor Jesus o abençoe, caro irmão!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Eliezer Carvalho,

Grato pelas palavras. Que Deus o abençoe grandemente!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Lucivaldo de Paula,

Agradeço-lhe por seu comentário, que muito me anima.

Um grande abraço!

CSZ

Anônimo disse...

Ciro, sua atitude de não publicar todas as minhas respostas é covarde. Principalmente apos voce ter declarado que :"A sabadolatria, sem dúvida, é a maior heresia do adventismo do sétimo dia, a qual vem sendo muito propagada mediante certo programa de televisão. Há de ser observado que uma das armas do covarde é a violencia. E,não permitir que um membro de uma igreja defenda os ensinamentos biblicos ensinada por ela apos uma provocação, não é so uma violencia como tambem diabolica. Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Osmar Ferreira",

Sua linguagem imprópria depõe contra você e sua igreja. Não há espaço para pessoas truculentas neste blog. Procure outro lugar de acordo com o seu nível.

CSZ

Cícero Leandro Júnior disse...

Engraçado que o tal "Osmar Ferreira" usa argumentos que depõem contra as suas próprias convicções... se a Lei Moral não foi abolida por Cristo, é evidente que a Formal foi por Ele abolida na cruz. E o sofisma que ele utiliza é de uma canastrice ímpar. Deus tenha misericórdia.

Mas até aí, vai entender, não é...?

Angelo Repetto disse...

Caro Pr. Ciro,

A Profecia de Apocalipse 12 afirma que a verdadeira Igreja de Deus, embora perseguida, sobreviveria e teria um remanescente em nossos dias. Esse é um remanescente que o demônio odeia e continua perseguindo. É um remanescente que se caracteriza por duas particularidades expressas em Apocalipse: "Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar contra os restantes de sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus." (Apocalipse 12:17). Essas características se repetem em Apocalipse 14:12, ao citar a perseverança dos santos. Veja o que diz: "Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus."

Deus declara sem meias tintas, que Ele tem uma Igreja e que esta tem duas características distintas: tem a fé em Jesus e, ao mesmo tempo, acredita na validade dos Seus mandamentos, tal como a Bíblia os registra. Essas foram as características da Igreja de Deus desde o Éden.

O dever de toda pessoa sincera é, através do estudo consciencioso da Palavra de Deus, achar essa Igreja e preparar-se, sem medo do futuro.

Que Deus te abençoe...

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Angelo Repetto,

A profecia de Apocalipse 12 alude a Israel. Há evidências no próprio contexto imediato de que a mulher é Israel. Leia o estudo que escrevi sobre o assunto: http://cirozibordi.blogspot.com/2011/12/quem-e-mulher-vestida-do-sol-em.html.

É fácil falar em perseguição contra os adventistas. Difícil é negar as heresias de Ellen G. White. Penso que seria mais coerente de sua parte, prezado irmão (veja: estou lhe chamando de irmão!), tentar responder às heresias e incongruências da senhora White, pois está claro que essa principal figura do adventismo acrescentou palavras à revelação das Escrituras.

O irmão disse que Deus "tem uma Igreja e que esta tem duas características distintas: tem a fé em Jesus e, ao mesmo tempo, acredita na validade dos Seus mandamentos, tal como a Bíblia os registra". O irmão guarda TODOS os mandamentos constantes na Bíblia, desde Gênesis até Apocalipse? Ou só guarda o sábado em parte (visto que NINGUÉM, hoje, o guarda como está prescrito no Pentateuco)?

O dever de todo cristão sincero é, através do estudo consciencioso da Palavra de Deus, identificar os mandamentos que, verdadeiramente, são para a Igreja do Senhor. E está claríssimo nas páginas do Novo Testamento que o Senhor Jesus NUNCA instituiu a guarda do sábado para a sua Igreja. Aliás, onde, no Sermão da Montanha, em que se mencionam a lei mosaica e o Decálogo, o Senhor alude ao quarto mandamento?

CSZ

Palavra e Vida disse...

A vida Cristã não deve ser uma coisa mecânica. Em toda a Bíblia o que importa é a essência. Por trás das simbologias, dos ritos do Antigo Testamento tem uma essência. Deus quer a essência, a adoração de nosso coração sincero e consciente. Então, a simbologia e rito só tem sentido para Deus se partir de um coração consciente do que seja um culto, um sacrifício, etc.


Veja o que a Bíblia diz em Jeremias 7:21-23
Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Ajuntai os vossos holocaustos aos vossos sacrifícios, e comei carne.

Porque nunca falei a vossos pais, no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios.

Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem.


Então, todos nós deveríamos dá foque e atenção no significado, na importância daquilo que estamos fazendo na adoração a Deus. E não no próprio ato.

Essa religião aí citada quer colocar o sábado acima das pessoas, acima de Deus. Ou seja, quer dá mais importância para o sábado que para os seres humanos.

Para a maioria não importa o que seja o sábado e o que ele significa, importa é o sábado e pronto. Sábado por sábado é sempre sábado e não tem importância alguma.

Para Deus importa é como você conduz sua vida e o que você faz nos dias da semana e não os dias em si. Deus não está preso em dias de semana e nem você também. Deus aceita sua adoração, sua reverência, seu descanso a qualquer dia. Deus aceita seu sábado mesmo que ele seja na segunda Feira. Basta ele está envolto de significados e adoração e reverência a Ele.

Abraços irmãos. Abraços Pr. Ciro. Deus lhe abençoe sempre. Alexandro Arruda de Formoso do Araguaia - TO

Alvaro Melo disse...

Tenho sido muito abençoado com seus estudos pastor ciro, principalmente com esses últimos referentes a guarda do sábado, esses estudo venho na hora certa pra mim, Deus sabe rsrs!!
Fique na paz de Cristo!!

Anônimo disse...

Olha sou evangélico não guardo o sabado mas são muito fraco seus argumentos, contra o sabado, até pq nós evangélicos tb compreendemos que nem tudo está escrito , mas muitas coisas são óbvias e se subentendem pela interpretação das escrituras a próxima vez capricha mais pq vc pode deixar muitos em dúvida, espero que publique meu comentário e não seja como outros blogs que só postam elogios não estou lhe contrariando só queria argumentos mais fortes. Obrigado becker

Leandro Martins disse...

Concordo.

Thalita disse...

O Adventismo, pela sua história vergonhosa e pelos seus ensinos heréticos se enquadra como uma seita. Apesar de muitos adventistas serem pessoas honestas, educadas, bons cidadãos, sustentarem hospitais, boas escolas, e terem bons hábitos de alimentação. QUE COISA! Não é mais pelos frutos que se conhece a árvore? Como podemos ter tantas qualidades e ainda assim sermos tão perigosos? - O irmão Lucivaldo de Paula deveria rever seus conceitos. Somos frutos do ensino que recemos da Palavra de Deus.Não se deixe levar pelos comentários maldosos de pessoas que não conhecem na verdade o que pregamos e nos julga como se esse fosse o dever deles.Não costumo gasto meu tempo entrando nesse tipo de debates entre falar mau de Ellen White ou defender Ellen White.Só Deus é juíz e somente Ele poderá julgar cada um segundo as suas obras.Se Ellen White receberá de Deus galardão ou juízo por suas obras por acaso é preocupação para os irmãos? Acho que deveriam se preocupar com suas próprias vidas se andam vivendo segundo a reta justiça ou somente falam dela.Eu particularmente leio e aprecio muito os livros de Ellen White , não julgo quem não gosta e não concorda e nem quer ler.Mas sei que muitos que querem combater seus escritos nem se quer leem seus livros.Mas tudo bem, existe coisa mais importante para se fazer.Concientizar as pessoas que elas dependem do Salvador JESUS é mais importante que combater ou defender a IASD.

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Irmão Osmar:

"Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra." Romanos 7:6

Que Lei?

Paulo Responde:

"[...]Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás." Romanos 7:7

Veja o texto no contexto: Esse é 10° mandamento, certo? De que Lei fomos libertos?

A Lei mata! Mostra que somos pecadores e necessitamos de um Salvador.

Cristo Salva! Nós torna Novas Criaturas através do seu Santo Espírito! Nós capacitando para cumprir os mandamentos da Nova Aliança:

"O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória, como não será de maior glória o ministério do Espírito? 2 Coríntios 3:6-8

Veja que Paulo chama os 10 mandamentos (gravados em pedra pelo dedo de Deus) de ministério da morte e de transitório. Está muito claro.

Outra coisa que é preciso entender: "Deus" não muda, porém a sua "maneira de se relacionar" com o ser humano sim. E isso até mesmo Adventistas concordam...

Na nova aliança não é dito para guardar o Sábado, nem o Domingo. Mas através das Escrituras vemos que o Domingo foi o dia em que a igreja nasceu, o Espírito Santo desceu, as primeiras conversões ocorreram, os primeiros batismos aconteceram, o Dia que fazia coletas, o dia que partiam o pão, o dia que Jesus Cristo ressuscitou, em patmos João teve a sua Visão, e o Salmista profetizou o dia de adoração:

“A pedra que os edificadores [sabatistas] rejeitaram tornou-se a cabeça da esquina.
Da parte do SENHOR se fez isto; maravilhoso é aos nossos olhos.
Este é o dia que fez o SENHOR; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.” Salmos 118:22-24

Graça e Paz

Hélio S. Júnior
Desafio Cristão
http://desafioscristao.blogspot.com/

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Jean Patrik,

Não convém divulgar o trabalho de quem se opõe à Palavra de Deus. Mas conheço bem "o tal programa". O irmão citou um texto que é muito claro quanto à abolição da lei mosaica: 2 Co 3.7,8.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Deixei claro no artigo que não generalizo. Mas honestidade, educação, etc. são características que quaisquer cidadãos batistas, assembleianos, católicos, presbiterianos, adventistas, espíritas, budistas, ateus, agnósticos, etc. devem ter. Não é por fazer o bem que alguém poderá se considerar melhor do que os outros. Cornélio era um homem bom, mas ainda não era salvo (At 10).

É exatamente pelos frutos que se conhece a árvore (Mt 7.15-23). Mas estes envolvem a conduta adotada em relação à Palavra de Deus. Como a senhora Ellen G. White tratava as Escrituras?

A irmã (veja: estou tratando-a como irmã) afirmou: "sei que muitos que querem combater seus escritos [de Ellen G. White] nem se quer leem seus livros". Isso não se aplica a este escritor. Meus comentários não são maldosos, tampouco sem conhecimento de causa. Conheço a obra da senhora White muito bem, modéstia à parte, pois, por graça de Deus, ministrei heresiologia no seminário e tenho várias obras adventistas em minha biblioteca. Duas delas, inclusive, foram citadas no artigo acima (tenho muitas outras, antigas e novas).

É um direito que lhe assiste defender Ellen G. White, se desejar. Mas reitero que as heresias dela são muito conhecidas, como a sabadolatria, a pior delas, penso. Meu livro (dela) "O Grande Conflito", a principal obra da "profetisa" White, está todo marcado, do começo ao fim. Seu grande erro foi atribuir ao texto sagrado uma série de pensamentos seus, o que a transformou, sem dúvida, em uma falsificadora da Palavra de Deus (2 Co 2.17; 4.2; Ap 22.18,19).

Só Deus é juiz? Sim, Ele é o Justo Juiz (2 Tm 4.7,8). Mas a Igreja do Senhor pode julgar segundo a reta justiça (Jo 7.24; 1 Ts 5.21). Eu não aprecio os livros de Ellen G. White e não os recomendo a ninguém. Em minha biblioteca, eles estão na seção de heresiologia, ao lado do Livro de Mórmon, de Pérola de Grande Valor, de Doutrina e Convênios (obras dos mórnons), da Tradução do Novo Mundo das Escrituras (das Testemunhas de Jeová), de outros tratados das seitas pseudocristãs e de vários livros de heresiologia e apologética.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Sr. "Becker",

O irmão disse: "muito fraco seus argumentos, contra o sabado". Pelo que percebi, fraco é o seu português. Fraco e sofrível.

Quem chama uma argumentação de fraca deveria, ao menos, saber expressar-se com clareza. Na próxima vez capriche mais e diga por que a argumentação é fraca. Apresente as suas fortes opiniões. Estamos todos ansiosos para conhecê-las, pois o seu presente comentário não nos comunicou nada.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Hélio,

Ótima a sua contribuição. Que o Senhor Jesus o abençoe.

CSZ

Desafio Cristão [Hélio S.Júnior] disse...

Paz Irmão Ciro!
Também sou assembleiano. Seus livros tem contribuído muito para edificação do Corpo de Cristo. Gosto muito dos temas abordados. Seu Blog tem sido para mim, um ponto de referencia.

Que o Deus e Pai de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo lhe ajude a "responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)


Hélio S. Junior
Desafio Cristão

Paulo disse...

Prezado Pr. Ciro, alguns comentários aqui postados só reforçam "a minha" tese de que não adianta discutir com certas pessoas, cujas mentes parecem estar cauterizadas. Com raríssimas exceções, e estas não se fazem presentes aqui, é como se tentássemos convencer, da heresia, uma testemunha de Jeová, Mórmom etc. etc.

Grande abraço, em Cristo.

Thalita disse...

Não me referi ao senhor, apesar de não concordar com sua opinião.Me referi ao irmão Lucivaldo de Paula que disse que essas qualidades não tem nada a ver com os nossos ensinos em matéria de fé.Mas a verdade é que tem sim! Li seu artigo e sei que não generaliza e concordo com o pastor na questão de que manifestar essas qualidades não nos torna melhor que os outros.O senhor perguntou como Ellen White tratava as escrituras: Ela instou seu estudo acima de
todos os outros livros e lembrou-nos repetidamente de que as Escrituras são a toda-suficiente e
única regra de fé, prática e disciplina (RH, 15 de dezembro de 1885). Elas são “a norma pela qual
todo ensino e experiência devem ser aferidos” (GC, p. 9).A Bíblia, ela afirmou, “é a voz de Deus a falar-nos, exatamente como se pudéssemos ouvi-Lo
com os nossos ouvidos “ (Nos Lugares Celestiais, p. 134). Seu estudo deve ser considerado como
uma “audiência com o Altíssimo” (ibidem). Suas verdades “são proferidas pelo Altíssimo” (Minha
Consagração Hoje, p. 24). As Escrituras “devem ser aceitas como autorizada e infalível revelação
de sua vontade” (GC, p. 8);No capítulo “Os Ardis de Satanás” do
livro O Grande Conflito, ela adverte contra a prática de apoderar-se de “passagens da
Escrituras separadas do contexto, citando talvez a metade de um simples versículo, como
prova de seu ponto de vista, quando a parte restante mostraria ser bem contrário o sentido”
(GC, p. 526).Ellen White lembrou aos delegados, em 1888, que
“muitos, muitos se perderão porque não estudaram a Bíblia sobre seus joelhos, com
fervorosas orações a Deus” (Carta 20, 1888).Em maio de 1909, 328 delegados, representando 83.000 adventistas do sétimo dia, do mundo
inteiro, reuniram-se em Takoma Park, Maryland, para a Assembléia da Associação Geral. Ellen
White, agora com 81 anos, reuniu-se com eles em uma tenda instalada no terreno do Washington
Missionary College. No domingo à tarde do dia 6 de junho, ela apresentou a última de suas onze
mensagens. Nessa Assembléia, “com os lábios trêmulos e a voz cortada pela profunda emoção”
(1909 GCB 378), ela falou pela última vez em pessoa à igreja mundial. Ao concluir sua pregação, a
Sra. White deixou o púlpito e voltou para o seu assento. Na metade do caminho, deteve-se e
então voltou. Pegando a Bíblia que estava sobre o púlpito, abriu-a e segurou-a no alto, com suas
mãos trêmulas, onde todos a podiam ver. “Irmãos e irmãs”, ela disse, “recomendo-vos este
Livro”. - Ficou grande o comentário, ainda bem que o senhor não acha ruim.Não gosto mesmo de debater a respeito da escritora Ellen White é direito de qualquer um discordar ou concordar com seus escritos.Para mim é uma benção ter aprendido com seus ensinos que devemos levantar cedo antes de qualquer atividade estudar a Bíblia.Mas respeito a todos quantos não aceitam seus ensinos.Se aceitarem a Bíblia é o que importa.E isso nos torna irmãos!

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

O Sr., a julgar pelo presente artigo, acredita que a sabadolatria é a principal heresia defendida pelo adventismo, mas o que dizer do conceito que os adventistas têm sobre o bode emissário?

Segundo eles, esse bode, que era levado para o deserto no Dia da Expiação, é um tipo de Satanás. Ou seja, segundo eles, Satanás tem parte no Plano da Salvação, assim como o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Isso não seria a maior heresia propalada pelo adventismo?

Como eu sei que o Sr. conhece essa heresia deles, gostaria que, se possível, falasse sobre o porquê de considerar a sabadolatria a principal heresia adventista.

Em Cristo,

Gilmar

O BLOG DA VERDADE disse...

Pr.Ciro Zibordi,ha pouco estive em confusoes com catolicos,porcausa da questao da Maria,pois os mesmos negam ser idolatria a "veneracao" a Maria.
Agora aqui neste artigo estou vendo "sabadolatria".
Eu gostaria de saber,o que eh para o pastor Ciro idolatria?Os adventistas tem a DEUS como o supremo,entao eu gostaria de saber que criterios exatamente o pastor usa para declarar algo idolatria.

Marcos disse...

Pastor Ciro, a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, quero mais uma vez dar graças a Deus pela sua vida e agradecer-lhe pelos maravilhosos ensinamentos sempre apoiados na palavra de Deus. Aproveito o ensejo para também parabeniza-lo pela longanimidade,paciência, mas também pela firmeza sempre com sabedoria, nas respostas a alguns crentes (crentes?)que postam comentários em seu blog.Em alguns casos sempre os mesmos, e sem argumentos biblicos, oremos mais por esses. Desejo ao senhor pastor Ciro e familia, um maravilhoso final de ano e um 2012 melhor ainda e sempre com Cristo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Thalita,

Boa tarde!

Devo admitir que você é rápida em "Control C + Control V". Quanto a Ellen G. White, devo lhe dizer que o mal misturado com o bem é pior do que o mal declarado. É como o leite contaminado (1 Pe 2.1,2).

Medite no que eu disse no artigo. Ou a irmã concorda que o mundo não teria ateus, idólatras, etc., se todos guardassem o sábado, além de outras heresias da senhora White? Não tenho nada a ver com quem dedica o sábado para o Senhor. Eu mesmo, antes de casar, aos sábados, evangelizava na FEBEM e na favela, pela manhã, dava seis aulas seguidas no seminário e, depois, ainda pregava à noite. O problema está na SABADOLATRIA.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "O Blog da Verdade",

O irmão sabe o que é idolatria?

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gilmar,

Considero a sabadolatria mais perigosa em razão de ela alienar as pessoas e levá-las a pensar que a salvação depende de suas obras. O erro na interpretação dos aludidos tipos é grave, mas não gravíssima.

Um abraço.

CSZ

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

Obrigado pela resposta. Ah, utilizei muitos artigos de sua autoria no preparo da lição da Escola Dominical do último domingo (risos).

Que Deus o abençoe muito e saiba que tenho no Sr. um grande referencial de vida cristã.

Um abraço.

Gilmar

Thalita disse...

Quanto ao copiar e colar não tem nada a ver, tem? Não vou fazer uso dessa tecnologia quando for digitar minhas próprias palavras. Sabadolatria é pecado porque qualquer idolatria é pecado.Mas os adventistas não idolatram o sábado, se alguns fazem assim é porque não estudam devidamente sobre o assunto .Assim também como muitos pentecostais idolatram o dom de línguas.Eu mesma já sofri muito preconceito porque não pulava na Igreja, já fui chamada de crente sorvetariana.Tem quem idolatre pregadores, denominação e até mesmo cargos.Tudo é uma questão de aprender e fazer o certo.Mas gostei tanto de ler sua afirmação de que não tem nada contra quem dedica o sábado para o Senhor.Pastor Ciro Deus continue te abençoando!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Thalita,

Eu não recorro a "Control C + Control V" como a irmã fez, pois isso, com todo o respeito, é apropriação indébita. Afinal, a irmã adicionou ao seu comentário parte da obra de outrem como se tudo fosse uma coisa só: "O senhor perguntou como Ellen White tratava as escrituras: Ela instou seu estudo acima de
todos os outros livros e lembrou-nos repetidamente de que as Escrituras são a toda-suficiente e
única regra de fé, prática e disciplina (RH, 15 de dezembro de 1885)". Conheço o texto citado e sei que ele não é de sua autoria.

Tenho por princípio julgar todas as coisas segundo a reta justiça. Sou da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, mas, na semana passada, denunciei a associação de certo segmento assembleiano com o "reverendo" Moon. Também sou um crítico dos "moveres" que depõem contra o pentecostalismo bíblico. Sinceramente, nunca vi nenhum pentecostal idolatrar o dom de línguas. O que existe é mau uso desse dom. Idolatria, não. Sejamos justos.

Quando empreguei o termo "sabadolatria", fi-lo de modo consciente. Não há exagero. Ellen G. White de fato atrela a salvação à guarda do sábado. Isso é muito forte. Guardar o sábado é uma coisa. Agora, ser sectário por causa disso, a ponto de afirmar que o domingo é o sinal da Besta, e que os verdadeiros adoradores guardam o sábado, é sim uma conduta idolátrica.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Murilo Gerdes,

Insisto: a sua interpretação dos meus textos sobre "aquele assunto" está equivocada. O irmão disse que eu neguei, ao passo que outros teólogos, não. Na verdade, não houve negação de minha parte. Eu apenas afirmei que há diferença entre uma forma e outra forma. E isso nada tem a ver com aquela antiga e rechaçada concepção.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Murilo Gerdes,

Outrossim, abrir mão não significa necessariamente ter perdido, mas ter deixado de usar por livre e espontânea vontade.

CSZ

Thalita disse...

Nem quis que pensasse que era de minha autoria, apenas usei um recurso tecnologico.Na internet temos a disposição muitos outros textos da Ellen e que falam sobre ela.Fiz uso de um material disponivel a qualquer um que queira usar.Quanto ao dom de línguas o seu mau uso e falta de ensino pode sim virar idolatria.O que o senhor diria de um pastor dizer que quem não fala em línguas está com a vida errada? Mas tudo bem o assunto é o sábado e o que Ellen White escreveu sobre ele.Devemos então Pastor Ciro deixar bem claro que o que ela diz em o Grande Conflito diz respeito ao futuro.Não é para ninguém pensar que hoje os irmãos que não guardam o sábado ou guardam o domingo são considerados adoradores da besta.Também foi ela mesma que disse que a maioria dos filhos de DEUS estão em outras Igrejas evangélicas e até mesmo católica.Mas Pastor Ciro com todo o respeito, não estou considerando edificante esse debate e por isso não vou mais ficar enchendo seu blog com meus comentários.Esse é o seu espaço e o senhor deve usa-lo como achar conveniente.Fique com DEUS !

Joabe disse...

Pastor, em nome dos seus milhares de leitores, agradeço por escrever mais um artigo sobre esse assunto. Pelo numero de pessoas comentando e pelos outros debates nas redes sociais, vejo que esse é um assunto de suma importância para ser elucidado. Eu pretendo me aprofundar mais sobre esse tema. Um amigo me recomendou ler o teólogo adventista Samuele Bacchiocchi (primeiro não católico a defender tese e se formar na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma). O senhor já leu algo dele? Eu tenho uns textos dele (inclusive uma copia da tese de doutorado) mas confesso que não li muita coisa ainda. Parece que Don A. Carson ( que diz: “O trabalho bem pesquisado e bem escrito do Dr. Bacchiocchi combina erudição, devoção e um espírito conciliatório”) refuta a tese no livro “Do Shabbath para o Dia do Senhor”.
Também penso que há distinção dentro do adventismo. Não falo somente de outras denominações como a Adventista da Promessa, mas dentro da própria Igreja Adventista do Sétimo Dia. Alguns acusam de ser uma estratégia para enganar os mais incautos, porem eu penso que não seja esse o caso. Salvo engano, no livro de Manual de Apologética do Pastor Esequias Soares, embora ele mesmo refute o adventismo, afirma que há igrejas nos EUA onde os adventistas não são considerados seita.
Joabe

O Arminiano disse...

Poxa pastor Ciro, me respondeu mas não publicou o meu comentário.

Jean Patrik

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Jean Patrik,

No seu comentário anterior o irmão mencionou um link que eu não tenho interesse de divulgar no meu blog. Pensei que o irmão tinha percebido...

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Joabe,

Como deixei claro no primeiro parágrafo, não generalizo. Há adventista e adventista, assim como há batista e batista, assembleiano e assembleiano, e assim por diante. Quanto ao mencionado erudito, não o conheço.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Marcos,

Agradeço-lhe pelas palavras de incentivo. Blog é muito bom pata testar a paciência... Risos. Mas é sempre um prazer atender aos internautas que, mesmo discordando, postam-se com elegância.

Também lhe desejo um feliz 2012! Que Deus abençoe a sua vida, a sua família e o seu ministério!

Um abraço, amado.

CSZ

Marcelo Lima disse...

Caro Pr. Ciro,

Nenhum dos defensores da sabadolatria que comentaram neste espaço conseguiu contestar de forma coerente seu texto. Até aquele que insinuou como fraca sua argumentação demonstrou o desespero de se agarrar um ensino herético (como alguém pode desclassificar algum argumento sem contra-argumentar?).
A irmão Thalita, muito inteligente por sinal, quase me fez aceitar Ellen G. White como minha salvadora pessoal com seu comentário sobre os últimos dias dela (FICO COM O SENHOR JESUS MESMO). Como se uma história bonita sobre a "profetisa" aprovasse suas HERESIAS.

Peço aos irmãos (também os chamei de irmãos) adventistas que frequentam este blog argumentem pela BÍBLIA, para que conheçamos melhor suas distorções para nos preparar contra suas heresias de perdição.

Deixo abaixo dois textos bíblicos que considero IRREFUTÁVEIS quanto ao fim da lei mosaica:

"Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê."
Romanos 10:4

"Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,

Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo."
Colossenses 2:16-

Em Cristo,

Marcelo Lima

O BLOG DA VERDADE disse...

Pastor Ciro,para mim idolatria eh elevar ou venerar a alguem acima dos limites que DEUS estabeleceu.Gostar de alguem acima dos limites que Deus estabeleceu.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "O Blog da Verdade",

Acrescente à sua definição, ao lado de alguém: imagens de escultura, objetos, ritos, festas e QUALQUER COISA. Idolatria é o ato de idolatrar qualquer coisa, inclusive o sábado. Daí, SABADOLATRIA.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Pantoja",

Quando você de fato escrever comentário, sem copiar e colar de sites como http://www.estudosdabiblia.net/, publicarei seu comentário com prazer. O que você fez eu considero apropriação indébita, pois usou um texto, alterando-o levemente e usando-o como se fosse seu.

Na sua igreja você só aprende a guardar o sábado? Lembre-se de que no Decálogo também há o mandamento: "Não furtarás". E o plágio é uma das formas de furtar. Aliás, no seu perfil não há nem foto nem descrição. Quem é você? "De onde vens?" Medite em 2 Coríntios 3.7,8.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Thalita,

Concordo que na grande rede há muito material de domínio público, mas isso não nos dá o direito de usá-lo a bel-prazer, entremeando-o ao nosso texto. O correto seria usar o texto entre aspas e citar a fonte.

Se um pastor disser que uma pessoa que não fala em línguas está com a vida errada, discordarei dele. Mas, se ele disser que alguém, por não estar cheio do Espírito, não está de acordo com a Palavra de Deus, concordarei com ele, pois ser cheio do Espírito não é opção; é um mandamento: "enchei-vos do Espírito" (Ef 5.18). Todo o cristão deve estar disposto a ser cheio, controlado, dominado plenamente, pelo Espírito Santo. Por outro lado, penso que o equívoco do aludido pastor não chega a ser uma conduta idolátrica.

Finalmente, se você não considera edificante essa nossa conversa, demo-la por encerrada a partir de agora. Mas saiba que, a despeito de eu adotar linguagem direta e confrontadora, tenho o maior respeito pela sua pessoa. Sinta-se à vontade para comentar quando quiser. O espaço aqui é nosso; é de todos. Às vezes, não publico o comentário de alguns, em razão de suas truculência, falta de coerência ou de transparência, e não por que não concordam comigo.

Um abraço.

CSZ

Anônimo disse...

Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.
Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.
1 João 2:4-5
Irmãos meditem nessas palavras com carinho e o Espírito Santo iluminará vossas mentes.

Cordialmente

Débora Borges

mary disse...

pr. ciro, a paz do Senhor: gostei muito desse artigo, eu aprendo cada vez mais com o sr.e outra, que os adventista me perdoe. mas essa Ellen G. white,é uma falsa profeta.aliás não a considero como profeta, não é bíblico. profeta para mim é aqueles que está escrito na palavra de DEUS.

Palavra e Vida disse...

EU NÃO SEI COMO AS PESSOAS LEEM ESSAS PASSAGENS DA BÍBLIA E AINDA CONTINUAM NA VELHA LEI.


GÁLATAS 2

E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego entre os gentios, e particularmente aos que estavam em estima; para que de maneira alguma não corresse ou não tivesse corrido em vão.

Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando, e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão.

E os outros judeus também dissimulavam com ele, de maneira que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação.

Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?

Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.
Gálatas

Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.
Gálatas

Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde.

O BLOG DA VERDADE disse...

Sendo assim,qual eh a opiniao do pastor acerca das "rezas" a Maria e aos santos e a tal estatua do "pai eterno"?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Débora Borges,

Onde você estudou teologia? Você nunca aprendeu que na Bíblia há mandamentos gerais e específicos? Nunca aprendeu que há três povos na Bíblia? Judeus, gentios e Igreja (1 Co 10.32).

Deus deu um mandamento específico para Noé: o de construir uma arca. Hoje, você não precisa construir nenhuma arca! O Senhor deu mandamentos específicos para Israel. E o Decálogo faz parte dessa lei específica para Israel, chamada mosaica. Leia o contexto, e não apenas o texto. Em Êxodo 20.8 está a guarda do sábado, mas leia os versículos 1 e 2.

Não ensinaram você a interpretar a Bíblia corretamente? Matricule-se já em uma Escola Dominical ou em um curso teológico que a ensine a interpretar corretamente as Escrituras. Nem todos os mandamentos são para a Igreja. Nem todos os mandamentos são gerais (para todos). Nem todos os mandamentos são para judes. É preciso interpretar as Escrituras. E elas são análogas. A Bíblia interpretar a própria Bíblia.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "O Blog da Verdade",

A Bíblia é clara quanto às idolátricas imagens de escultura. Onde o irmão quer chegar?

CSZ

Anônimo disse...

Eu preciso que o senhor me responda então Pr. Ciro.
A que mandamentos 1 joão 2:4-5 está se referindo?

Débora Borges

Ciro Sanches Zibordi disse...

Débora Borges,

Se a irmã estiver sendo sincera em sua busca, conte comigo. Vou ajudá-la a compreender, segundo a graça de Deus, a sua Palavra.

Para saber a que mandamentos João se referia, a irmã tem de estudar as suas Epítolas, desde os primeiros versículos. Assim, a irmã saberá quem são os destinatários originais das tais. Mas, considerando que a irmã tem urgência da resposta, sugiro que leia, de imediato: 1 João 2.7,8; 3.23; 4.17,21; 2 Jo vv.4-6.

Os textos citados deixam claro que João aludia aos mandamentos ensinados pelo Senhor Jesus, e não aos dez mandamentos. Aliás, em João 15.14, o Senhor disse: "Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos MANDO".

Em Cristo,

CSZ

O BLOG DA VERDADE disse...

Quero adquirir mais conhecimentos atraves do pastor.Eu costumo fazer isso.Mas perguntei aquilo porcausa da "confusao" que tive com os catolicos aqui,por ter escrito contra as rezas feitas a Maria.Acho que o pastor viu aquele e-mail que mandei.

Anônimo disse...

Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes.
Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.
Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas.
Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.
Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.
1 João 2:7-11

Olha que interessante essa parte:Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes.

Mandamento antigo que desde o princípio tivestes. veja irmão Ciro: DESDE O PRINCÍPIO.

No decálogo diz: amarás o teu próximo como a ti mesmo.
João simplesmente citou esse mandamento.

Débora Borges

mary disse...

pastor Ciro,os artigos que sãos abordados pelo o sr. sãos maravilhosos, sempre eu aprendo um pouquinho a mais quando leio os seus artigos,seria uma honra para mim te-lo como meu professor de teologia:que,DEUS lhe de mais e mais sabedoria:

Ciro Sanches Zibordi disse...

Débora Borges,

Vou escrever um artigo para lhe responder. Aguarde. Ainda hoje o publicarei.

CSZ

Anônimo disse...

Meu nome é Gerusa Campos
Pastor Ciro eu gostaria de comentar algo ao senhor,teve um dia em que eu estava ouvindo no rádio adventista onde um ouvinte faz uma pergunta sobre qual era a marca da besta, e o pastor (adventista) respondeu que era os que não quardavam o sabado!
Então todos nós (asembleianos,batistas,presbiterianos,luteranos....) que vamos a igreja no domingo e, claro,não quardamos o sábado temos a marca da besta.rsrsrsrs

Pantoja disse...

tudo bem, se pra vc a transmissão de conhecimento no que condiz em transmitir o envangelho, principalmente a verdade, é contra as leis que vc sugere, então considero perca de tempo em discutir um assunto do qual vc não defende em responder, pois entáo peço desculpas em querer chamar a sua atençao no sentido de fazer vc não enrolar, colocando mensagens bliblicas fora do contexto, especificamente no que tange em "força-las a dizer o que não está dentro do contexto"!! Encarecidamente, peço que estude a Bíblia e não apenas leia e se vanglorie em dizer que tem teses, livros e mais livros, apenas reflita, pois eu te amo irmão (veja, tambem te chamo de irmão)e quero vê-lo comigo nas manções celestiais, vc ainda me ama!
Pantoja

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro ORLANDO R. NETTO,

Por que eu deveria responder às suas perguntas, se você não respondeu a nenhuma das que foram propostas até agora? Responda primeiro às perguntas propostas neste artigo e nos demais sobre a sabadolatria.

CSZ

Pantoja disse...

Caro Ciro, gostaria que vc Explicitasse de forma coesa e coerente o texto que se encontra em Hebreus 4 que ao meu conhecimento, fala de um dia Chamado Sábado, e por favor, seja sincero!!


Pantoja

MARCENARIA HOFFMANN disse...

Cristo faz questão de esclarecer que nem negligenciava nem destruía a Lei, e nem tinha o intento de destruir a Lei posteriormente ao cumpri-la toda:

“Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.



Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.

Qualquer, pois, que violar um desses mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele,

porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus” (Mt 5.17-19).

O que, então, foi abolido da Lei por meio de Cristo? Quando Jesus cumpriu a Lei, foram abolidas as leis cerimoniais, que apontavam para o sacrifício de Cristo, e as leis regimentares.

A lei moral, ou seja, o aspecto moral da Lei, permanece no Novo Testamento.

E a questão da “maldição da Lei”, de que fala Paulo?

Ela diz respeito às sanções punitivas a que estamos sujeitos por não podermos cumprir toda a Lei.

Ao cumprir as exigências da Lei para nós, Cristo removeu a maldição da Lei para longe de nós, e não a Lei, isto é, os mandamentos morais de Deus para as nossas vidas.

A graça de Deus não é chancela para a anarquia. Os mandamentos de Deus devem ser vividos, mas agora, como filhos de Deus, não mais como um peso.

Enfim, não somos salvos por obedecer aos mandamentos divinos, mas somos salvos para vivermos segundo os mandamentos divinos.

Não somos salvos para viver licenciosamente, mas para viver uma nova vida em Cristo. Portanto, fora com o antinomianismo.



http://cpadnews.com.br/blog/silasdaniel/?POST_1_7_A+PRAGA+DO+ANTINOMIANISMO.htm

davidson fellipe disse...

ola amados os creen na biblia como unica fonte de verdade!!!
tendo visto os comentários feitos aqui, gostaria de compartilhar o seguinte, pelo o que se saiba na biblia diz que JESUS rejeita o soberbo, mas concede graças ao umilde, após este versiculo claro agente pode ver que uma pessoa soberba é não apenas aquele que se acha o unico certo, mas que acham todos errados, a iasd se acha a unica certa, se na propria palavra de DEUS dis que so o tolo não gosta de ser corrigido não vejo o porque corrigir ou tentar convencer um adventista que ele esta errado pois se nem DEUS perde tempo pra converncer aquele que se acha certo, porque nós criaturas, feituras do criador vamos discutir isso? me desculpe mas acchei muito deselegante da parte de alguns ficar tirando, dando patadas um ao outro por coisas me desculpe, mas banais!!! não incluo o biblia nisto que fique bem claro! mas religiosidade, sabatismo, guarda o domingo ou sei la ate mesmo o conheçimento pleno da biblia como alguns devem conheçer ate o chico biblia, nada disso tem valor se não tiver amor!!! Paulo é bem claro ao dizer que o amor cobre multidões de pecados, não é a religião que salva nem nada a não ser se achar umilde perante DEUS pra alcançar a graça e ter amor, pois se discutirmos sobre a guarda do sábado ou do domingo ou em que dia se deve adorar a DEUS sempre vamos achar alguma coisa contra, mas contra o amor, o que, ou quem tem alguma coisa contra???
na minha opinião a forma de culto é e deve ser individual!!! pois se vc fizer algo so porque alguém que diz conheçer a biblia e a verdade mas não se sentir bem, de que valerá??? ou se vc falar em linguas estranhas ou gritar na presença de DEUS ou saltar ou sei la o que? vc faz pra DEUS ou para os homens??? se vc quer guardar o sábado guarde! mas com amor, se vc quiser adorar a DEUS no domingo adore-o mas com amor agora peço lhes por favor parem de discutir religião ou quem esta certo ou errado isso não vai levar a lugar algum!
um dos mais variados motivos que tenho certeza de que ellem g white é uma falsa profeta é dizer que quando eles erraram dizendo que JESUS iria voltar numa determinada data e depois inventar que aquele dia foi o dia em que se faria a limpesa do santuário, pois pra fazer a limpesa teria necessário sacrificar animais sendo que JESUS foi o nosso maior sacrificio, mas vcs ainda sim querem acreditar poh!!! acreditem mas para di dizer que são os unicos certos e que todos estão errados não guardando o sábado lembre-se que quando davi venceu eu acho que os filisteus ele saltou e sei la salmodiou, imagino eu igual um doido tanto é que sua propria esposa o descpresou em seu coração, e isso a levou em concequencia a sua infertilidade e não teve mais filhos... conclusão a forma de cultuar a DEUS tem e deve ser individual vc e DEUS e aquele que te julgar este que seja julgado por DEUS e pronto, vejo que não falta conhecimento da biblia e sim amor!!!
é vcs quem escolhe o que lhes é mais importante!
desde ja obrigado
gosto muito de conversar sobre assuntos biblicos aprender ou talvez quem sabe ensinar
davidsonfp@hotmail.com

Samuel disse...

Parabéns pelo seu texto Ciro, penso que se um dia você tivesse em uma discussão minha com cinco adventistas seria de boa valia.

Porém, depois de ler Colossenses vi que não cabe a mim ficar discutindo com eles sobre a tal guarda do sábado, pois afinal eles idolatram o sábado.

Quanto ao resto das heresias, como a da purificação do santuário em 1844, sono da alma, idolatria de Ellen White, etc. Só nos resta orar por eles, pois ali existem boas pessoas.

É sempre bom ter pessoas como você que mostram o erro destas heresias.

Samuel disse...

Parabéns pelo seu excelente texto Ciro.

Seria de boa valia se você tivesse um dia comigo e minha esposa, numa discussão contra cinco adventistas do sétimo dia.

E por mais que falasse não adiantava nada. Pois eles estão baseados no "espírito da profecia" de Ellen White e não na Bíblia. O certo é orar para que Deus os iluminem.

Pois eles tem diversas heresias, dentre as quais eu destaco: a teoria do santuário (uma justificativa para a falsa profecia do retorno de Cristo em 1844); a idolatria ao sábado, a idolatria a Ellen White, o sono da alma, etc.

Seu texto é de extrema importância, para quem está na dúvida.

chicobiblia disse...

Sabadolatria coisa nenhuma! É mais uma desculpa esfarrapada para continuar pisando com pés profanos o dia que Deus abençoou e santificou. Guardar um mandamento de Deus não significa idolatrá-lo. Por que ele não fala de domingolatria? Guardar o mesmo dia que Cristo e Seus apóstolos guardaram é uma heresia para ele. Mas honrar o domingo do papado está correto para os seguidores de Babilônia. "Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal . . . " Is 5:20. A Igreja Adventista do Sétimo Dia prega o evangelho puro, não adulterado, a todo o mundo, conforme a ordem do Mestre, apresentando a Cristo como a única esperança do pecador! Este é o ensinamento bíblico e de Ellen G. White. Esse tal de "pastor" Ciro Zibordi, entre muitos outros erros, afirma que o sábado, como mandamento, foi instituído no monte Sinai. Se o pensamento dele estivesse correto, antes do Sinai só existiam nove mandamentos. Onde encontramos tal aberração nas Escrituras? É perda de tempo argumentar com aqueles que estão dispostos a seguir os ensinamentos do anticristo enquanto professam aceitar a Bíblia. O bom-senso não faz parte do seu vocabulário. "Ouvi outra voz do céu, dizendo: Retirai-vos dela, povo meu . . . Ap 18:4.

Anônimo disse...

A PROFETIZA DE DEUS ELLEN G. WHITE, DEIXOU EM SEUS LIVROS A MAIS PURA VERDADE EXISTENTE NOS ÚLTIMO DIAS JÁ REGISTRADO, PODE-SE PERCEBER QUE TODAS AS SUAS COLOCAÇÕES SÃO REALIZADAS E SUA PROFETIZAÇÕES SE CUMPRIRAM... TODAS! AS PESSOAS NAS QUAIS QUESTIONAM ESTAS COLOCAÇÕES ESTÃO INDO "TOTALMENTE" CONTRA A VONTADE DE DEUS, O QUE ELA ESCREVE SÓ NOS MOSTRA O QUE DEUS QUER PARA NÓS, SEUS FILHOS... IRMÃOS NÃO VÓS ENGANEIS!

Fernando Vinicius disse...

Os ensinamentos de Ellen G. White se resume em Colossenses 2:22.

Jadiel Franca disse...

esses ensinamentos de ellen g. Branca. Sao pura falsificaçao

Alexandre disse...

Olá queridos irmãos,
Graça e paz a todos.
Não estou aqui para defender placa de igreja, até porque temos de seguir os passos de jesus, mas acho que as opiniões do pastor e a de todos que acham que a igreja adventista é uma seita, são equivocadas. Acho que para termos um conceito e tirarmos conclusões sobre coisas, pessoas, religiões, credos, temos de pesquisar e conhecer a fundo do que estamos falando ou dando nossas opiniões. Primeiramente se qualquer pessoa frequentar uma igreja adventista, vai perceber que a guarda do sábado não é pregada como doutrina de salvação, porque somos salvos unica e exclusivamente pela graça de Deus. Continuando a respeito do sábado, tem muitos comentários aqui escritos colocando palavras em que a bíblia não diz a respeito do sábado. Deus realmente não cansa, mas Deus também santificou o sábado, e quando Deus santifica, é para nós usarmos de forma correta este dia e lembrarmos dele de que ele é o criador. A guarda do sábado para o domingo foi decretada pela igreja católica depois do século 3 depois de cristo, isto demonstra o cumprimento da profecia de Daniel 7: 25, é só pesquisarem em literaturas teológicas e livros de historiadores confiáveis e não em livros e literaturas sobre seitas e heresias sem confiabilidade nenhuma. Posso mostrar várias passagens sobre a guarda do sábado no antigo e novo testamento, no entanto, vou citar algumas: mateus 5:17; Gênesis 2:1 a 3; lucas 4:16; atos 16:13; atos 18:11; lucas 23:54 a 56; ezequiel 20:12 e exodo 20:11. Temos de pedir o discernimento de Deus toda vez que formos estudar a bíblia.
A respeito dos mandamentos, temos de guardar todos os dez mandamentos, porque um salvo vive assim. Os mandamentos que foi abolido na cruz do calvário, foram os mandamentos em forma de ordenanças (efésios 2:15) e não a lei moral. Temos de saber diferenciar essas leis para não entendermos de forma errada o que as escrituras sagradas quer nos passar.
Sem querer ser ignorante, pastor mostra-me uma passagem na bíblia que o sábado da lei moral foi abolido e de que temos de guardar o domingo? Para terminar, sobre a lei de Deus deem uma lida nos capítulos: 1 joão 2:4 a 6; tiago 2:10 a 11; 1 joão 3:4; joão 14: 21; joão 15:10; romanos 3:10; Isaías 56:1 a 8, 58:13 a 14.
Bom, é só.
Que Deus abençoe a todos grandemente.