quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Como seria o Brasil se cada cristão fosse um seguidor de Cristo?


Hoje, pela manhã, recebi alguns e-mails que me fizeram refletir sobre como seria o Brasil se todos os que se dizem cristãos tivessem de fato compromisso com o cristianismo esposado na Palavra de Deus. E a melhor definição para o termo “cristão” está em 1 João 2.6: “Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou”.

O que é andar como o Senhor andou? A Bíblia diz que Ele andou fazendo o bem (At 10.38). Pense na extensão dessa frase: “fazendo o bem”. Ela não se resume a fazer o bem ao próximo, mas abrange também as questões éticas.
Precisamos levar a sério o que o Senhor Jesus ensinou no Sermão da Montanha (Mt 5-7), a fim de que “Andemos honestamente, como de dia, não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja” (Rm 13.13).

Estamos dispostos a isso? Somos, verdadeiramente, seguidores do Senhor Jesus?
Às vezes, acesso vários blogs e observo que alguns editores colocam o nome em textos que não escreveram. O que é isso? Plágio, uma espécie de “apropriação indébita”, desonestidade. Ao alertá-los a respeito disso, alguns pedem desculpa e colocam o nome do autor. Mas outros ignoram e ficam até irritados. Agem como aquele motorista que bate no carro de alguém e ainda quer brigar...

Falando em motorista, qual tem sido a sua conduta ao volante? Você estaciona em calçadas ou abaixo de placas proibitivas? Suborna ou tenta subornar o guarda de trânsito, ao ser flagrado cometendo infração? Dirige após consumir bebida alcoólica? Fala ao celular enquanto dirige? Trafega pela direita nos acostamentos, quando há congestionamento? Para em filas duplas e triplas, em frente às escolas? Não respeita os pedestres que atravessam a rua? Estaciona em vagas exclusivas para deficientes? Aluga pneus bons só para fazer a vistoria e, depois, continua trafegando com pneus “carecas”?


Responda com honestidade, caro leitor: Você coloca o nome de colega que faltou em uma lista de presença? Paga para alguém fazer seus trabalhos? Acha normal saquear cargas de veículos acidentados nas estradas?
Você gosta de viajar ao exterior? Quem não gosta? Mas, quando volta, diz a verdade ao fiscal a respeito do que trouxe na bagagem? Tenho, sinceramente, refletido muito a respeito do “jeitinho brasileiro”.

Costumamos ficar indignados com a desonestidade dos políticos — e devemos mesmo fazer isso —, mas não deveríamos nos indignar com a nossa desonestidade?
Não sou perfeito e já cometi muitos erros. No entanto, devemos nos acomodar e deixar de olhar para o Senhor Jesus (Hb 12,1,2), nosso maior referencial? Como tem sido a nossa conduta em casa, na igreja, na faculdade, no trabalho?

Falando em trabalho, você usa o telefone da empresa para ligar ao celular dos amigos? Diz para eles: “dá só um toquinho que eu ligo de volta”? Pede ao médico um atestado, mesmo sem estar doente, só para faltar ao trabalho? Quando viaja a serviço, se o almoço custa R$ 20,00, pede uma nota fiscal de R$ 50,00 e embolsa o troco? Leva para casa clipes, envelopes, canetas, lápis, como se isso não fosse furto?


Você mora em prédio e gosta de ouvir “louvores” bem alto, desrespeitando a lei do silêncio? Ou mora em casa e faz “gato” de luz, água e TV a cabo? Isso é honesto? Que cristianismo estamos vivendo? “Ah, mas...” Deixe o seu “Ah, mas...” para depois. Não é momento de acusar. É hora de refletirmos sobre como temos andado.


E perante o governo, qual tem sido a sua conduta? “Ah, mas o governo é corrupto”, você poderá dizer. Mesmo que isso seja verdade, não temos o direito de desrespeitar as leis. Você compra recibo para abater no imposto de renda? Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, a fim de pagar menos impostos? Compra produtos piratas, como CD e DVD? Faz download de livro sem nenhum peso na consciência, lesando o erário?


Sei que “duro é esse discurso”. Mas lembremo-nos do que está escrito em Gálatas 6.1-9 para os cristãos, e não para os ímpios: “Irmãos [...] Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. [...] E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido”.


Amém?


Ciro Sanches Zibordi

36 comentários:

tiagolinno disse...

Excelente!

disse...

Muito bom Ciro. Creio que se todos fossemos um verdadeiro seguidor de Cristo seria ótimo.
Gosto muito deste pensamento: "Quem não tem personalidade não serve para ser cristão. Serve para ser católico. Serve para ser evangélico. Mas não serve para ser cristão. E muito menos para ser profeta." (professor Jaldemir Vitório).
Paz querido!

André Gonçalves disse...

Graça e paz!

Pr. Ciro,

Importante reflexão... O "jeitinho" brasileiro está em todos lugares, como igreja (tirados para fora) não podemos nos conformar com este mundo. O procedimento mundano não pode nos influenciar, pelo contrário, se vivemos em Cristo, é nós que devemos influenciar as pessoas que nos rodeiam.

O texto expõe a realidade, que muitas vezes faz parte do povo cristão. O comodismo, a indiferença e o conformismo tem quebrado a resistência cristã ante o procedimento mundano.

É momento de reflexão.

Em Cristo,
André Gonçalves.

Otoniel M. de Oliveira disse...

Meu Deus!! É muito forte pastor!

Luciano Santos disse...

Comentário em boa hora. Somos muito de acusar... Por isso creio ser inócua essas passeatas contra a corrupção. Infelizmente, ao olharmos a nossa história,vemos o famoso "jeitinho" desde a nossa colonização. É como se a forma corrupta de ser fizesse parte do nosso gene. Somente em Cristo poderemos fazer a diferença.No demais, não adianta culparemos os políticos que são nada mais que o reflexo da sociedade. Eu que moro em Brasilia, sempre sou lembrado que aqui é terra de ladrões. Não aceito esse título, porque os políticos daqui são mandados dos estados de origem e nao podemos tambem generalizar. Há pessoas comprometidas com alguma causa nobre. Quando dizemos que políticos não são de confiança, é porque não merecemos confiança também.

Xavier Campos Joaquim disse...

Amém.
Uma reflexão que mexeu comigo e cada paragrafo seu comecei analisar-me pessoalmente.Porque o compromisso afinal , é pessoal.
E estamos a quém de seguidores do Mestre quanto a nossa conduta como cristãos.Sinceramente,se todos hoje lessem esse texto e colocassem em prática teriamos um Brasil que segue a Cristo ( penso eu ).
Que Deus a cada dia nos livre de todos os males ( Lc 11.4).

Paz seja contigo amados pastor Ciro.

Marcos disse...

Pastor Ciro a paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Excelente abordagem, quanto ao que o Sr. postou no final, "duro é esse discurso", talvez o seja para aqueles que se enquadram em alguma(s) da(s) situação(ões) as quais foram, muito bem, exemplificadas pelo caro pastor.Não estou me excluindo, aproveitei para uma reflexão, pois às vezes sem realmente atentarmos, cometemos erros e/ou desonestidades.
Que Deus o abençoe grandemente em Cristo Jesus.

Moisés Jacob disse...

Pastor Ciro, parabéns pelo texto de reflexão, é tempo de refletir sobre ser um verdadeiro cristão, na minha opinião faltou você citar a classe de pastores, que prega tudo que você citou muitas vezes no púlpito da igreja e faz exatamente o contrario: prega a honestidade mas é desonesto, prega o amor mas não tem amor nenhum com o próximo, prega a favor do dizimo mas não é dizimista, prega contra o adultério mas é adultero, prega contra o orgulho mas é orgulhoso, prega contra a mentira mas é mentiroso. Os cristãos de hoje, já não são como do passado, o desequilíbrio da liderança reflete no comportamento do "cristão" de hoje. Liderança doente, gera lideres doente, ovelha doente gera ovelha doente e assim sucessivamente. concluo o seguinte: falta temor de Deus nos Cristão de hoje. apz!

Luciano disse...

Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. 1 Coríntios 11:31

Anônimo disse...

E vocês escritores de livros eos que gravam cds e dvd que comercializam a palavra de Deus vendendo caro. Já leram; tiago 2.5. que Deus escolheu aos pobres deste mundo para serem ricos na fé . Por isso que muitos pobres compra cd pirata pois a condição financeira é pequena. Já leu tambem 2pd 2.3 . Mais é claro o homem só pensa nele. paulo escreveu treze cartas quanto ele cobrava por carta? Paulo evangelizava de graça 1cor 9.18 e trabalhava com as propias mãos 2tessalonicenses 3.8. Claro olhar a trave nos olhos dos outros é facil. Mt 7.1. Antunes

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro anônimo,

Como escrevi (espero que você tenha lido o texto), não é momento de acusar, e se sim de refletirmos sobre nossos erros.

Então, reflita sobre seus possíveis erros, e eu farei o mesmo. Mas não pense que, acusando os outros, apagará os seus próprios pecados.

CSZ

Luciano de Paula Lourenço disse...

Pr. Ciro, SE todos os moradores do Brasil fossem VERDADEIRAMENTE seguidores de Cristo, tendo a Bíblia como sua constituição, ao meu ver, seria muito bom! Está Escrito: ” Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor...”(Sl 33:12). Entretanto, à luz da Bíblia não vemos essa possibilidade. Nenhum líder de Israel (povo escolhido por Deus) conseguiu esta proeza. Nem mesmo Jesus Cristo, reconhecido pelos discípulos como o Filho de Deus, o Messias, não conseguiu reunir apenas 12(doze) à uma unanimidade em seguir ao Senhor, em seu stricto sensu espiritual(Judas era ladrão e traidor –João 12:6). Quanto mais uma nação de 200 milhões de habitantes! Não fomos feitos em série, logo somos diferentes. Por sermos diferentes, somos discordantes em várias situações e aspectos. Assim sendo, teríamos muitos conflitos! Ora, se para gerir uma convenção, como a CGADB (observem todos se dizem cristãos!) existe verdadeiras batalhas, muitas vezes recorrendo à justiça comum (quando não deveria ser feito) para solucionar conflitos! Quanto mais uma nação como a brasileira! Certamente haveria uma guerra civil (risos).
Unanimidade, só no Céu, quando não haverá mais a ganância, a avareza, o ódio, a desunião, a religião; enfim, a natureza gentílica que nos torna reprovável diante de Deus, haja vista que ela nos remete, com constância, ao pedestal da reprovação diante de Deus. Se não fosse o grande amor de Deus ninguém se salvaria.
Um abraço!
Luciano Lourenço

Casal 20 disse...

Lendo teu post, logo lembrei do Ricardo Gondim: "Deus me livre de um Brasil evangélico". Acho que ele teria que mudar para Cuba!

Abraços sempre afetuosos.

JERRI disse...

Perfeito ! O SENHOR JESUS CRISTO é o unico padrão do cristão; que DEUS EM CRISTO ABENÇOE VOCE E SUA FAMILIA!!!!

O BLOG DA VERDADE disse...

Tenho lido o blog do pr.Ciro e vejo varias postagens,mas agora quero alertar que nao se tem dado muita atencao aos terriveis inimigos do cristianismo(Bart Ehrman,etc).Aqui no pais onde estou estudando,esta divido,os alunos musulmanos frequentam as aulas de "islamic studies" e os nao musulmanos frequentam "moral studies".Nesta semana,um certo jovem arabe me pegou-me e insistiu-me que eu fosse assistir a aula de "islamic studies".Fui la e ate parece que foi algo mesmo planejado por DEUS,la a professora(que fala bem o arabe) estava ensinando "aqida,tawheed",e ali estavam figuras das 5 principais religioes do mundo e ela dizendo aos jovens que Allah rejeitou todas excepto o islam,e disse que rejeitou o cristianismo porcausa da trindade,rejeitou o judaismo por nao aceitarem o alcorao,e ela fez questao de enfatizar que a torah e o injil eram diferentes do actual AT e NT testamento porque foram alterados.Nao eh facil estar num pais musulmano,nao sei se o pastor Ciro entende o perigo dessa religiao em enganar,eh muito muito forte!principalmente nestes ultimos tempos em que a biblia vem sendo atacada por pessoas como Bart Ehrman,ai musulmanos acham brecha pra vibrar e nos apedrejar,e eles continuam defendendo que o alcorao nunca foi alterado,estou escrevendo isto para o pastor Ciro ter uma ideia de que tem coisas que nao devemos ignorar.

Carlos Renato disse...

Utópico este texto. Andar como Jesus andou seria andar sem pecado e isso nenhum homem natural, independente de religião ou credo, consegue e esta é a maior prova da justiça de Deus que aprouve encerrar a todos debaixo do pecado para com todos usar de misericórdia.
Isto não é um incentivo ao erro, mas um alerta de como precisamos da misericórdia do Senhor.
Parabéns pelo post Pr. Ciro

jr. Soares disse...

Brilhante. Olhei para mim e vi as bobagens que já pratiquei e as vezes sinto-me tentado a retomar... Mas venho tentando ,literalmente, imitar Jesus naquilo que ele ensinou ser possível. E o Espírito muito me ajuda...especialmente com bons textos como esse...Eu quero ser santo..ajuda-me Senhor!

Obrigado pastor CSZ, muito obrigado.

P.S.: discordo apenas do amém com ponto interrogação. É um advérbio de afirmação e acabou...rs.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Carlos Renato,

Difícil, sim. Utópico, não. É possível andar como Jesus andou. Ou seja, é possível se dermos lugar ao Espírito Santo, permitindo que Ele molde o nosso caráter (Gl 5.22). É possível participar da natureza divina no que tange aos atributos comunicáveis de Deus (2 Pe 1.4-9).

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Soares,

Amém!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão "O BLOG DA VERDADE",

Como o irmão sabe que estou ignorando algum assunto? Isso é um julgamento?

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido amigo Luciano,

É evidente que nunca teremos 100% de cristãos seguidores de Cristo. Mas o texto visa a despertar pessoas que ainda têm sensibilidade, como é o seu caso, de que a vida cristã precisa ser vivida. Precisamos, verdadeiramente, andar como Ele andou (1 Jo 2.6; Hb 12.1,2,14; 1 Pe 2.20,21; Jo 13.15, etc.).

Um grande abraço.

CSZ

claudiopimenta disse...

nao vou nem comentar pastor ciro


infelizmente a limpeza tem mesmo que começar em nossa casa , desde as revistas da escola que nao pagas ate a questao do governo!

claudiopimenta disse...

infelizmente nossas igrejas nao cumprem as leis sobre edificaçoes, prefeituras , etc

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo e nosso pr. Ciro Zibordi,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Esta matéria deve ter batido na testa de muitos "SEGUIDORES DE CRISTO".

Pregam sobre facilidades, e despregam com os vergonhosos testemunhos diante dos homens.

Apenas para referência:

Uma irmã, após ser censurada por uma "mentirinha branquinha", se indignou e disse:

"Uma mentira a mais ou a menos não faz diferença nenhuma"

Aí está o estágio da igreja atual: Necessidade de mentir!

Viver como uma vida que testemunhe o amor de Cristo, é muito além da nossa força. É simplesmente o desejo em agradar a Deus e a mais ninguém!

O Senhor seja contigo, nobre atalaia!

O menor de todos os menores.

Luciano de Paula Lourenço disse...

Desculpe-me, querido pr. Ciro! Realmente fugi um pouco da abrangência do texto. Aproveitando a oportunidade, quero enfatizar que a honestidade tem sido a virtude mais escassa na vida de muitos que cristãos dizem ser. Acredito que se todos os cristãos tivessem pelo menos esta virtude (que é intrínseca ao verdadeiro cristão) certamente o Brasil estaria numa situação bastante agradável! Quarenta milhões de honestos fariam uma diferença superlativa, em todos os aspectos, principalmente no orbe macro econômico; outrossim, seria um enorme testemunho de Cristo perante os incrédulos; acredito que não teríamos apenas quarenta milhões de evangélicos, porém, o dobro disto, quiçá o triplo.
Na Igreja Primitiva, os cristãos eram ensinados a andar em honestidade. O Apóstolo Pedro ensinava: “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma, tendo o vosso viver HONESTO entre os gentios...”(1Pedro 2:11-12).
Para a Bíblia um bom nome é considerado algo muito precioso – “Mais, digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas...”( Pv 22:1). E pensar que existem pessoas que não se importam com a dignidade de seu nome, permitindo, inclusive, que ele seja atirado na “lama” das trapaças!
Ser honesto está no rol das virtudes necessárias para alguém que “deseja o episcopado”- “Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, HONESTO, hospitaleiro, apto para ensinar”(1Tm 3:2). Que bom poder tratar de negócios com um Obreiro, comprar e vender para ele, ouvi-lo pregar e saber que se pode confiar em tudo que ele está falando, pois, biblicamente, um Obreiro tem que ser um homem confiável, porque ele é um salvo. Vivendo em honestidade ele é incapaz de mentir, de enganar, de prometer e não cumprir, pois, ele tem zelo pela sua palavra.
Em 1Coríntios 8:21 Paulo fala como Obreiro e faz referencia a si próprio quando diz: “Pois zelamos o que é HONESTO, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens”. Paulo não apenas tinha um viver honesto como ensinava aos irmãos a procurarem as coisas honestas – “A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas HONESTAS, perante todos os homens”(Rm 12:17). Certamente que todos gostavam de negociar com os cristãos, de vender para os cristãos, de fazer e de dar serviços para um Cristão. Crente que anda como Jesus andou não aceita seu nome na sarjeta. Ele aprendeu com Jesus e cumpre a sua palavra no sentido de que “seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não, porque o que passa disso é de procedência maligna”(Mt 5:37).
Portanto, para viver como salvo, para andar como Jesus andou, é preciso viver em honestidade. Aceitemos, pois, o bom conselho de Paulo: “ Andemos honestamente, como de dia, não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja”(Rm 13:13).
Um grande abraço!
Luciano Lourenço

O BLOG DA VERDADE disse...

nao nao eh que esta a ignorar,eh que nao se tem visto no blog,sendo algo que estoua sentir na pele o quao terrivel eh,e este alerta nao eh so pra este blog,nao escrevi so neste blog

O BLOG DA VERDADE disse...

dou gracas a DEUS que nao aconteceu o pior comigo,pois a tal professor descobriu que eu nao era dali,infelizmente,para escapar,o jovem arabe mentiu de onde eu era,eu nao falei nem sequer uma palavra.

*Helena* disse...

Compra produtos piratas, como CD e DVD? Faz download de livro sem nenhum peso na consciência, lesando o erário?

Pastor, quem compra compprodutos piratas pode ser considerado "desonesto"?
E quanto aos que comericalizam-os?
Hoje mesmo em feira-livre, ouvindo o Roberto Carlos na banca de um "pastor", ADB, dirigente de congregação, que antes comercializava só produtos evangélicos, agora, outros também.......comentei então com uma irmã da IB que estava comigo. Disse a ela que se a fiscalização anti-pirataria passasse por ali, olhe só quem iria pra cadeia! E ainda os filhos adolescentes juntos....Que mal exemplo!!!!!

Sônia Farias disse...

Excelente artigo, Pastor Ciro!
Me fez refletir. Deus o abençoe!

jlcolli disse...

"Alugar pneus para fazer vistoria". Dessa malandragem eu não sabia.

Joab Barros

Walter Filho disse...

pr. Ciro,
O que dizer então dos milhares de irmãos(ãs) (irmãos(ãs)?!?), que em uma sala de bate-papo, esquecem suas alianças matrimoniais?

God bless the real church!

Walter Filho
http://blogdowaltim.blogspot.com

JAMES PEREIRA disse...

Ótimo texto, pastor Ciro.
Eu sempre defendi esse ponto de vista em várias aulas na EBD. Por várias vezes tentei alertar, baseado na Palavra de Deus, que não é somente adultério, ou assassinato, ou mentira, ou qualquer outra prática que as instituições religiosas consideram pecado que pode levar o homem ao inferno. Eu até comentei um certo dia que só o fato de comprarmos um livro ou lição bíblica e não pedir a nota fiscal já é algo que pode nos prejudicar espiritualmente, levando em consideração que os tributos são exigidos em Lei. Isso sem mencionar os donos de livrarias evangélicas, que também se dizem cristãos, que não entregam o cupom fiscal do produto vendido (e não falo isso como julgamento, mas como análise). Além dos downloads de livros e/ou músicas e das compras de CD e DVD piratas, vale mencionar o uso de software pirata em muitos computadores de "cristãos". Sinceramente, ir ao céu é muito mais difícil do que se imagina.

Um grande abraço, pastor Ciro. Que o senhor continue sendo um instrumento nas mãos de Deus.

Jusileide Pinto disse...

É muito fácil ser cristão..., o difícil é desacostumar com o pecado!

Iolanda Souza disse...

Realmente sermão duro e atual, nos faz refletir bastante; o interessante que ao identificar ou se identificar com algum desses erros temos sempre um "mas... mas eu faço isso por causa daquilo ou daquilo outro". Pessoalmente recebi o texto como msg de Deus pra mim pois é tempo de ajustamento.

Que Deus continue abençoando-o!!!

cleisepoesia disse...

Muito interessante! a pouco eu conversava com meu filho,ele tem 15 anos, e falava com ele para ter cuidado com as canções tão envolventes e as pregações que fazem pulsar mais forte o coração. eu dizia a ele o que entendi sobre ser CABEÇA e não CAUDA com diz :"E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir." Deut 28.13. As pessoas querem estar por cima custe o que custar, porém não querem obedecer os mandamentos do Senhor, "andar como Ele andou"... ser cabeça é ser representante de Jesus Cristo na terra. e não andar ao jeitinho brasileiro.
Cleise Santana - Bahia

Pb. Jefferson disse...

Realmente uma verdade que muitos querem esconder, a Palavra da verdade nos confronta, quem se ofende com a verdade é que precisa se converter.Raça de víboras, é o que a maioria dos crentes do nosso País são, essa que é a verdade, Deus tenha misericórdia de nós e continue abençoando seu ministério pastor Ciro, que tem a coragem de denunciar nossos pecados para realmente conquistarmos a promessa a nós revelada. abraços fraternais. Pr Jefferson de Caucaia-Ce.