quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O que a Bíblia diz a respeito do culto pentecostal? (3)


Sou assembleiano e creio em sinais, prodígios e maravilhas. Nasci num lar pentecostal e cresci em meio a visões, revelações e milagres. E, por mais que eu tenha um lado contestador — que não é exclusividade minha, posto que Paulo (2 Co 11.3-15) e o próprio Senhor Jesus (Mt 23; Ap 2-3), só para exemplificar, também se opuseram a heresias e modismos —, creio, desde a minha adolescência, na multímoda obra do Espírito Santo (1 Co 12.4-11).

Oponho-me, não ao pentecostalismo bíblico, mas ao antibíblico pseudopentecostalismo, manifesto através do “cair no Espírito” e de outras aberrações que não têm lugar no culto genuinamente pentecostal, haja vista não se coadunarem com os princípios e mandamentos contidos nas Escrituras. Muitos pregadores do nosso tempo dizem que estão na liberdade do Espírito, ignorando que no culto pentecostal deve haver julgamento, discernimento, exame (1 Co 14.29-33). E mais: “Se alguém cuida ser profeta ou espiritual, reconheça que essas coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor” (v.27).


Tenho observado — desde que comecei a escrever sobre a pregação, a adoração, heresias e modismos — que os simpatizantes das manifestações exóticas, em sua maioria, são pessoas indóceis, dispostas a pronunciar impropérios, a humilhar, a ridicularizar e até a ameaçar quem pensa diferente. Que tipo de cristãos são estes, que se dizem pentecostais, mas desconhecem a essência da doutrina esposada pelo pentecostalismo: o fruto do Espírito?


Deus opera milagres extraordinários em nosso meio. Ele é o mesmo (Hb 13.8). Mas o que muitos chamam hoje de milagres são manifestações viciosas e repetitivas, às vezes mescladas com truques ilusionistas. Ao curar um cego com o lodo que fez com a sua própria saliva, o Senhor Jesus não metodizou esse modo de dar vista aos cegos. A obra de Deus surpreende, impressiona, positivamente, e deixa todos maravilhados (Lc 5.26). As falsificações são viciosas, premeditadas, propagandeadas, a fim de que o milagreiro receba a glória que é exclusivamente de Deus (Is 42.8).


O “cair no poder”, por sua vez, vem sendo comparado a operações legítimas do Espírito. E, por isso, os seus defensores recorrem a passagens que nada têm a ver com o assunto. Citam textos veterotestamentários — como 2 Crônicas 5.14 e 1 Reis 8.10,11 — e afirmam: “Os sacerdotes não resistiram a glória de Deus e caíram no poder”. Que engano! Veja o que a Bíblia realmente diz: “E sucedeu que saindo os sacerdotes do santuário, uma nuvem encheu a Casa do SENHOR. E não podiam ter-se em pé os sacerdotes para ministrar, por causa da nuvem, porque a glória do SENHOR enchera a Casa do SENHOR” (1 Rs 8.10,11).


É preciso observar que a frase “não podiam ter-se em pé” denota que os sacerdotes “não puderam permanecer ali”, o que fica ainda mais claro na versão Almeida Revista e Atualizada (ARA). Eles não suportaram permanecer no local ministrando! Não tinham mesmo como resistir a glória divina presente ali. Onde está escrito que eles caíram no poder?


Outra passagem citada erroneamente em abono ao “cair no Espírito” e a outros “moveres” é João 14.12, pelo fato de mencionar “coisas maiores” do que as realizadas por Jesus. O termo grego meizõn, literalmente, denota “maiores”. Mas o vocábulo ergon 
significa: “trabalho”, “ação”, “ato” (VINE. W.E., Dicionário Vine, CPAD, pp.764,827). Jesus, portanto, não aludiu a milagres ou manifestações, estritamente.

Essas obras maiores, à luz do contexto, incluem tanto a conversão de pessoas a Cristo, como a operação de milagres (At 2.41,43; 4.33; 5.12; Mc 16.17,18). Exegeticamente, são obras maiores em número e em alcance. Dizem respeito à quantidade, e não à qualidade. João 14.12, por conseguinte, não avaliza truques, trapaças, experiências exóticas e antibíblicas, além de fenômenos “extraordinários” (cf. Dt 13.1-4; 2 Ts 2.9; Mt 7.21-23).


Vejo muitos priorizando milagres, em detrimento da verdade (cf. Jo 10.41). Entretanto, na hierarquização feita por Deus, a exposição da Palavra tem o primado (1 Co 12.28). Os sinais, prodígios e maravilhas devem ocorrer naturalmente, como consequência da pregação do Evangelho (Mc 16.15-20). E, por causa dessa inversão de prioridades, tem havido, nos cultos pseudopentecostais, muita imitação, falsificação e misticismo.


Reitero que na Palavra de Deus não há nenhum fundamento para o “cair no poder” e aberrações afins. O Senhor Jesus nunca derrubou ninguém. Concordo que algumas pessoas possam vir a cair por não suportarem a glória que estão sentindo, em determinado momento, mas sem perderem a consciência. Isso aconteceu com o apóstolo João (Ap 1).


Em Lucas 4.35, está escrito: “E Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te e sai dele. E o demônio, lançando-o por terra no meio do povo, saiu dele, sem lhe fazer mal”. O Senhor não arremessa pessoas ao chão mediante sopros “ungidos” e golpes de paletó. Quem gosta de lançar as pessoas ao chão é o Diabo (Mc 9.17-27). Jesus, o maior Pregador que já andou na terra, e seus discípulos nunca impuseram as mãos sobre pessoas nem lançaram sobre elas parte de suas roupas a fim de derrubá-las.


Olhemos para o Senhor Jesus. Ele andou na terra fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo porque Deus era com Ele (At 10.38). É perigoso quando pensamos que o culto que agrada a Deus é “sem limites”. À luz da Bíblia, tudo deve ser regulado, controlado pelo Espírito Santo e pela vontade de Deus expressa em sua Palavra (Mt 7.15-23; 1 Jo 4.1; 1 Ts 5.21; 1 Co 14.29; Jo 7.24, etc.).


Ciro Sanches Zibordi

21 comentários:

Marcilio disse...

Marcilio A paz de Crito! Pr. Ciro,

Sempre que posso entro no seu blog,pois tem me edificado muito, como todos, que não se embaração com as coisas desse mundo, que Deus continui lhe abençoando e inspirando...

Cícero disse...

Pr. Ciro

Que Deus em Cristo te abençoe grandemente, meu amado. De fato, a vida consagrada a Deus, o apego às Sagradas Letras e a exposição fiel da mesma, naturalmente produzirão sinais e prodígios, tendo sempre em mente o agir do próprio Deus em Sua Soberania, que agirá para Sua glória.

Abraços fraternais,
Ir Cícero(Manaus/AM)

Régis disse...

Prezado Pastor Ciro: Paz do Senhor Jesus Cristo!

Excelente esta série de postagens sobre o que a Bíblia diz a respeito do culto pentecostal.

Deus continue te usando!

Fraternal abraço,

Régis de Oliveira/RS

tiagolinno disse...

Acho que um dos grandes problemas desse movimento que se chama pentecostal - muito bem frisado como pseudopentecostal por ti - é o rebaixamento da autoridade das Escrituras. "Deus me revelou", "Deus me mostrou" e tantos outros tornaram-se mais importantes do que a própria Palavra, algo inadmissível. O estudo, a interpretação e a mediação da Palavra perdeu importância ante a esses "caminhos" mais fáceis de revelação de Deus.

É claro que Deus fala conosco, à medida que o buscamos, mas sua fonte suprema e capaz de julgar todas as outras é, sempre foi e sempre será a Palavra. Portanto, é fácil conhecer se um movimento é ou não de Deus: pelo valor que dá à Palavra.

Deus abençoe, pastor!

PB Almir Dionisio disse...

Paz. Pr A verdade, e que tem um certo grupo querendo usar Deus,criar regras para Deus agir, porém a maior regra de fé é a Bíblia Sagrada, e o que estamos vendo em alguns lugares são fantasias e alegorias da verdadeira igreja,,, esta está bem guardada,esta não se engana e está firmada na rocha,pautada na Bíblia Sagrada, Parabéns pela matéria, Deus abençoe

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Tiago Linno,

Um dos objetivos da presente série é mostrar que há uma grande diferença entre o Movimento Pentecostal e o Movimento Pseudopentecostal. Tenho visto, na grande rede, artigos que colocam tudo mesmo bojo, o que é um grande equívoco.

Grato pela participação.

CSZ

HELIO COSTA disse...

A PAZ NOBRE PASTOR CIRO

E UMA ALEGRIA SEMPRE LER AS POSTAGENS, REALMENTE SAO EDIFICANTES,

O S.R ALTORIZARIA QUE EU COPIASSE AS POSTAGENS EM MEU BLOG,?

SO PRA TER RESGISTRADO EM MEU HUMILDE E SIMPLES BLOG

FIQUE NA PAZ

HELIO COSTA

O QUE A BIBLIA DIZ A RESPEITO DO CULTO PENTECOSTAL, / PARTE 01 ,02 ,03

Flávio Alves disse...

Querido pastor,

o senhor foi muito feliz neste post. Bem pensado e organizado, biblicamente abalizado. Concordo em tudo que o senhor escreveu, e principalmente a parte em que fala a respeito do apóstolo João. Parabéns! A Assembleia de Deus e todas as igrejas pentecostais devem trilhar este caminho.

Peço autorização para publicá-lo também em meu blog.

Graça e paz e forte abraço!

Diego Damasceno disse...

Graças a Deus não pertenço a esse circo que é o protestantismo, onde tem uma igreja pra cada gosto do freguês, e vários desiqulibrados berrando, latindo, girando, caindo... Isso é uma vergonha.
Graças a Deus na nossa santa igreja catolica não tem nada disso. O evangelicos de hoje parecem macacos que ficam pulando de igreja em igreja pois é dificil escolher uma menos errada. E a tendencia disso é piorar, pois a igreja da bispa Sonia já está fechando....e assim vai...se bem que pra abrir igreja é facil basta alugar um barracão e pronto e deturpar a Biblia.
Veja só os evangelicos que tem uma unica biblia e nenhum entra de acordo com o outro. Estão todos divididos ensinando cada um uma doutrina diferente...Pode o Esp santo se contradizer?
Realmente o que Lutero fez foi algo demoniaco... e a tendencia dessas seitas é piorar mais aida a situação.
Acordem povo !!! Voltem pra igreja mãe da qual vcs filhos rebeldes de Lutero nunca deveriam ter saido.

Pr Júlio e Irmã Eliana disse...

Isso nos traz a realidade... Sou pentecostal e as vezes me entristeço em ver certas coisas, mas os Dons existem e devemos pedir ao Senhor o discernimento e a sabedoria para continuarmos sendo Pentecostais.

Um abraço,

Edigar Caires disse...

Paz Do Senhor Jesus Cristo.

Parabéns pela forma que abordou o assunto, pois expôs a verdade de acordo com a Palavra de Deus sem necessitar usar nomes de pessoas ou denominações.
As profecias tende a se tornar mais ' claras ' nestes últimos dias no que diz respeito a falsos mestres e ao enganador fazer sinais com prodígios e mentiras, cabe ao verdadeiro servo de Deus ter o discernimento para não ser levado por estes ventos de doutrinas.
Gostei quando o irmão ressaltou que a primazia nos cultos tem de ser a pregação da Palavra, verdade muito bem observada e exposta.
Paz a todos e que DEUS abençoe a todos nós.
Edigar caires

Georges disse...

Irmão Ciro, me permita mais um comentário.
O pessoal que invoca passagens do Velho testamento erra, na minha modesta opinião, ao não considerar que naquela outra dispensação o atuar e mover do espírito Santo era substancialmente diferente desta era. Então o E.S. agia de forma isolada e pontual, tanto que Saul, após "cair no espírito" e profetizar, desobedeceu a Deus e o E.S. se retirou dele! Foi oprimido por um demonio e penso até que endemoninhado ficou, consultou feiticeira, buscou matar Davi etc. O E.S. agiu de forma externa, e não houve regeneração ou conversão em Saul. Ao contrário, no NT, o E.S. age de forma diferente, interna, e as manifestações são conseqüências de sua atuação interna. E mesmo assim com sinais e maravilhas, dons de línguas, profecias etc., não vemos ninguém "caindo", andando de quatro como leão etc.
São coisas diferentes a atuação do E.S. no VT e no NT.

Anônimo disse...

A paz do SENHOR, Pastor.

De Jo 14.12 ''Na verdade,na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras QUE EU FAÇO...''(ARC).

Ora, se o texto diz respeito as mesmas obras que Jesus fazia, por que muitos fazem uso dele para introduzir ''novas obras''?

Os apóstolos fizeram as mesmas obras que Jesus(e com maior abrangência), mas não vemos nenhum deles realizando essas esquisitices de hoje!

O sr não acha que esses moveres muitas vezes são obras do inimigo?

Reginaldo disse...

A paz do Senhor pastor Ciro, mais uma vez, que o senhor é contra o cair no Espírito já percebi, mas e quanto ao reteté? Aquele gira-gira, pula-pula, golpes de caratê, bateção de palmas, etc, etc, etc. Sei lá, sou líder e professor de escola dominical e fica difícil ajustar essas coisas com o culto racional, não sei se fiquei etico demais...mas quanto a falar línguas estranhas...ah, quanta edificação tráz.
Lembrando que certa vez em uma vigília, vi alguns irmãos sapateando, girando, pulando, e comecei a mexer o corpo na tentativa de sentir a mesma coisa... resultado...dei um tapa na testa de uma irmã. Na hora, nem liguei, era menino na fé.

Robert Neves disse...

A paz do Senhor Jesus!
É com imensa alegria que parabenizo mais uma vez pr Ciro pelo seu excelente artigo, aliás como todos.
Você é um verdadeiro apologista da fé genuinamente bíblica e cristã. Que não nega as escrituras e nem o poder de Deus.
Saibam todos que o uso do poder sem a Bíblia dá em erro (Mt 22.29). O povo está sendo destruído por falta de conhecimento e isso tudo porque os ministros do Senhor rejeitaram o conhecimento e assim Deus também os rejeitou para não serem mais sacerdotes (Os 4.6).
Você é um dos poucos que tem coragem de defender o evangelho de forma tão eficiente e ousada. E nessa sua coragem e exemplo é que eu me sinto animado a também batalhar pela fé e combater as heresias que cercam e assolam a muitos incautos, que são como meninos agitados por todo vento de ensinamento.
Que você pastor Ciro jamais desista e saiba que o seu blog tem sido uma ferramenta nas mãos do Senhor Jesus tanto para instruir como para encorajar a muitos a serem apologistas do Santo Evangelho e da vida cristã genuinamente bíblica.
Que o Senhor Jesus continue lhe abençoando e que o Espírito Santo lhe inspire muito e muito mais através da Bíblia a escrever seus excelentes artigos.
A ti e a todos deste blog um abraço.
Fiquem na Paz do Senhor Jesus.
Todos em defesa da fé.

Jefferson Rodrigues disse...

A Graça e a Paz de nosso Senhor Jesus Cristo,amado Pr. Ciro!
Observando suas exposições, sempre centradas, fico a me questionar será que realmente somos pentecostais no sentido tradiconal do termo? Digo, nós que defendemos a seriedade biblica dos cultos. Sinceramente nunca ouvi falar em cultos pentecostais considerados "avivados" onde houvesse ordem e descencia, ou seja, sem gritaria, pulos, linguas a todos tempo,o que para todos os irmãos menos apologeticos seria um genuino culto pentecostal. De acordo como o senhor expõe, e a biblia ratifica, e eu creio, a unica coisa que nos diferenciaria de uma igreja tradicional seria linguas e curas instantaneas, diferente de tudo aquilo que foi caracteristica dos cultos assembleianos pentecostais no Brasil. Falo isto concordando com seu ponto de vista, mas me perguntando se sempre seremos conhecidos como "frios" espirituais por querer um culto biblico. Acredito que é momento de Reformar a reforma, de avivar o "avivamento", é tempo de mudanças biblicas no meio pentecostal brasileiro, para que pessoas sem o menor carater, não vá a tv, internet, radio fazer propoganda contra as igrejas pentecostais serias, como a A.D.
Em Cristo,

Jefferson Rodrigues - Diacono/ Assembleia de Deus- Teresina/ PI

http://historiacomcristo.blogspot.com/

Jonathan Lima disse...

A paz do Senhor Jesus!
Pr. Ciro você é um instrumento de Deus, porque este seu blog é um canal de bençãos em minha vida, sempre estou lendo-o.
Concordo plenamente sobre o que o senhor escreveu sobre o atentado de 11 de setembro, sinceramente quando eu ouvi sobre os iluminatis eu confesso que fiquei um pouco assustado, mas graças a Deus percebi que não tinha nada de biblico naquelas acusações contra os Estados Unidos.
Gostaria de aproveitar e lhe perguntar sobre uma coisa que eu ouvi na época dos atentados. Pode-se dizer que esse atentado foi dito por Deus na profecia de "Daniel cap 8"? Na época ouvi sobre isso, e realmente mesmo que de uma forma figurativa parece o fato que ocorreu em 11/09/2001.
Por favor me responda me dando sua opinião!
Deus te abençoe e continue te usando para levar a "Pregação Expositiva", porque infelizmente hoje em dia não são todos pregadores que pregam esse tipo de sermão!!
Grande abraço!!

Jesriel Matias disse...

concordo plenamente.

Diácono Junior disse...

Pastor estou plantando uma igreja numa cidade do interior da Paraiba. Meu contexto é uma cidade de 18 mil habitantes e varias igrejas neopentecostais como a Mundial, Universal e Verbo da Vida, sem falar nos adventistas. Sou congregacional reformado e carismatico e me vejo agora tendo que disfazer em algumas pessoas toda a heresia que aprenderam e tentar proteger os novos convertidos desses fenomenos.

Maely disse...

O engraçado é a respostar do pastor Marco Feliciano: Sim, Macedo, realmente parece com macumba, porém tem umas diferenças... KKKK (nera melhor ter ficado calado?)

Anônimo disse...

Estive em uma igreja evangelica na qual minha mae pertence, tb sou evangelica de outra denominação, na hr da oração em que os membros foram lá para frente, o mover do espirito santo foi clamado..porém, ouvi umas expressões (gritos) que a meu ver aquilo nao tinha nada de mover do espirito..parecia outra coisa..como faz pra saber se procede da uncao de Deus ou nao? confesso que achei muito estranho os gemidos da mulher que supostamente estava 'cheia' do espirito..
Abraços
Mari