terça-feira, 7 de junho de 2011

O que acontece com os bebês depois da morte?

Resposta a uma mãe aflita que perdeu seu bebê

Querido pastor Ciro,


Entendo sua dor, pois estou vivendo uma situação horrível, pela perda do meu filho. Espero que logo seu pai se recupere. Acompanho seu blog há muito tempo e estou vivendo um momento muito difícil na minha vida agora. Estava grávida de gêmeos, e um deles, com seis dias de nascido, Deus o levou...


Estou em depressão e revoltada com Deus... Para desabafar, e como gosto de escrever, estou escrevendo no meu blog. Por favor, visite-o para ver como tenho vivido e, por favor, não me julgue. Estou fraca, não perdi a fé em Deus, continuo amando-o, mas estou muito decepcionada... Ele sempre foi meu Amigo e Pai, e quando mais precisei não apareceu...


Eu preciso de uma ajuda sua pra esclarecer umas dúvidas. Todos ficam me dizendo que agora meu filho é um anjo, que está lá no céu com Deus, que cuida de nós... Confesso que nesse momento não acredito em nada disso e gostaria de saber da verdade de acordo com a Bíblia. Não quero viver der ilusões. Preciso de respostas verdadeiras para tentar segui-las.


Os bebês viram anjos e vivem lá com Deus? Onde estão os bebês? Onde está o meu bebê, agora? Por favor, me responda o mais rápido possível... Não aguento mais essas teorias cheias de ilusões... Visite meu blog para entender as minhas “loucuras”. Por favor, não se assuste... Estou sofrendo muito... Estou em grande depressão... Depois da sua resposta, pretendo fazer um post sobre esse assunto.


Um forte abraço e obrigada.


Cássia Cohen


Resposta de Ciro Sanches Zibordi:


Querida Cássia, a paz do Senhor.


Em primeiro lugar, minha família e eu lhe somos gratos pelas orações. Meu pai permanece internado e se alimenta através de uma sonda, mas estamos confiando no Senhor Jesus, que está no controle de todas as coisas. Agradeço-lhe também por ser uma leitora do Blog do Ciro.


Receba as minhas condolências pela partida do seu querido Oliver (o nome dele não aparece no comentário que a irmã me enviou, mas já acessei seu blog, a fim de conhecer melhor a sua história). Não pensei muito para começar esta minha resposta. Apenas
orei a Deus e lhe pedi sabedoria e graça para dar a você, na medida em que for escrevendo, não a resposta que gostaria de receber, e sim a que precisa receber.


Suas dúvidas, revoltas e angústias são legítimas e compreensíveis. Você afirmou que está fraca, mas não perdeu a fé em Deus e continua amando-o. Lembrei-me imediatamente de
1 Coríntios 13.13: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor”. Vejo, nas suas perguntas, que há fé em seu amoroso coração de mãe. E você tem esperança de, um dia, rever Oliver, em outra dimensão. Por isso, vou começar respondendo às suas indagações.


Pessoas costumam dizer que os salvos em Cristo que partiram para a eternidade são anjos. Na verdade, o Senhor Jesus ensinou que
“na ressurreição [...], serão como os anjos no céu” (Mt 22.30). Ou seja, quando Ele voltar para buscar o seu povo, no Arrebatamento da Igreja, os mortos em Cristo ressuscitarão (1 Ts 4.16,17) e todos os salvos terão os seus corpos transformados, “conforme o seu corpo glorioso [o de Cristo Jesus], segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” (Fp 3.19,20). Quando tivermos nossos corpos transformados, seremos como anjos, isto é, não mais sujeitos às leis da natureza. Teremos um corpo similar ao de Jesus, em sua ressurreição.


Mas, se teremos corpos glorificados e seremos como anjos somente no Arrebatamento da Igreja, qual é a condição dos salvos em Cristo que partiram para a eternidade? Onde está Oliver neste momento? O ser humano é tripartido, isto é, formado por espírito, alma e corpo
(1 Ts 5.23). O corpinho de Oliver foi sepultado, mas aquilo que o vivificava, o “homem interior” (espírito+alma), está com o Senhor, no Paraíso (2 Co 12.1-4).


O Paraíso é um lugar de gozo, mas é temporário, haja vista o salvo ali ainda não estar no seu estado de glorificação plena (espírito+alma+corpo), o que só acontecerá por ocasião da ressurreição
(1 Co 15). Mas, mesmo nesse estado intermediário, o salvo em Cristo é consolado pelo Senhor (Lc 16.19-31; Ap 6.9-11).


Você poderá perguntar: “Como posso ter a certeza de que o meu bebê está no Paraíso?” Descanse no Senhor. Ele garantiu que as crianças que morrem antes de atingir a idade da razão estão salvas:
“E Jesus, chamando uma criança, a pôs no meio deles e disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus” (Mt 18.2,3).


Há teólogos afirmando que recém-nascidos poderão ser condenados por causa do pecado original, que passou a todos os homens
(Rm 5.12). Outros têm dito que Deus, em sua presciência (atributo exclusivo da deidade pelo qual o Deus trino conhece antecipadamente todas as coisas), condenou recém-nascidos ao Inferno, haja vista saber de antemão que eles não se salvariam ao chegarem à idade da razão. Não acredite nessas teorias! Acredite nas palavras do Senhor Jesus!


Uma condenação justa, baseada no pecado original, só se justifica depois de o pecador tomar conhecimento de que nasceu em pecado
(Sl 51.5; Rm 3.23). Isso não se aplica a um infante que morre ao nascer. Deus é justo e julga a todos com retidão (Gn 18.25; Rm 3.5; 2 Tm 4.8). No Juízo Final, os réus serão condenados de acordo com as suas obras (Ap 20.12,13; 21.8). Que obras más fez um recém-nascido? Aliás, em Marcos 16.16, está escrito: “quem não crer será condenado”. Como um recém-nascido seria condenado, uma vez que morreu antes de alcançar a maturidade necessária para crer?


Creia nas palavras do Senhor Jesus. Ele ensinou que, para entrar no Reino de Deus, é preciso ser como uma criança. E, se as crianças foram tomadas por Ele como exemplo de quem entrará no Reino de Deus, logo todas elas, em sua fase da inocência, têm a garantia do Senhor Jesus de que estão salvas:
“dos tais é o Reino dos céus” (Mt 19.14). Oliver está com o Senhor Jesus, salvo, protegido, aguardando o grande Dia do Arrebatamento! Quanto a você, embora esteja aflita, por ter perdido o seu bebê, saiba que sua vida também está nas mãos do Todo-Poderoso.


Tenho aprendido, querida Cássia, a glorificar a Deus por todas as coisas que acontecem, ainda que não entenda algumas delas. Já enfrentei grandes dificuldades. E aprendi que a vida na terra, mesmo para o cristão, não dispensa o sofrimento. Em momentos de angústia, gosto de me lembrar de
2 Coríntios 4.16: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente”.


Todos passamos por momentos de fraqueza e perguntamos: “Onde estava Deus? Por que Ele não impediu que o mal acontecesse?” Já fiz muito essa pergunta, no meu coração. Você se lembra de que o apóstolo Paulo pediu por três vezes que o Amigo e Pai lhe tirasse uma aflição, e aparentemente não houve resposta alguma? Mas ele não desistiu e recebeu, no momento certo,
a resposta que precisava ouvir, e não a desejava ouvir: “A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Co 12.9a).


Deus não tirou de Paulo o “espinho” que tanto o afligia. E ele podia ter ficado revoltado com essa atitude do Senhor. Entretanto, aquele apóstolo entendeu que a vida do cristão na terra não é livre de sofrimento. Ele precisa contar com a graça consoladora e fortalecedora do Senhor. E, ao aprender isso, Paulo passou a agir com resignação:
“De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo” (2 Co 12.9b).


É natural que priorizemos o lado negativo, nos momentos de provação. Mas, se Deus tivesse levado seus dois bebês, querida Cássia, mesmo assim você teria razões para glorificá-lo. Ele, que é soberano, lhe deu duas flores, Oliver e Christopher, e recolheu uma delas para o seu jardim, deixando outra aos seus cuidados. Por mais difícil que lhe seja aceitar isso, é preciso glorificar a Deus e ser-lhe grata por lhe ter dado Christopher.


O Senhor muitas vezes não permite que passemos pela angústia. Mas Ele também, assim como aconteceu com o apóstolo Paulo, nos livra na — e durante a — angústia. O que está escrito em
Salmos 46.1? “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”. Ele conhece bem a sua estrutura, amada serva do Senhor, e sabe o quanto pode suportar.


Que o Deus de toda a consolação conforte o seu coração. E lembre-se de que, no Arrebatamento da Igreja, estaremos todos juntos: você, Oliver, Christopher, este editor de blog, nossos amigos e parentes salvos em Cristo, etc.
“Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras” (1 Ts 4.18).


Ciro Sanches Zibordi

26 comentários:

Mateus Nogueira da Silva disse...

Querido pastor Ciro,

Que a Graça e a Paz de Cristo superabunde em nossos corações.
É bastante compreensível o sofrimento de nossa irmã, não somente pela perda do seu filho (algo realmente estarrecedor), como pelo antagonismo evangélico que vivemos hoje. Em meio a uma enxurrada de esgoto triunfalista, para muitos fica difícil crer e compreender um Deus (Pai) que permite que seus filhos passem por tristezas tão profundas, ainda que sejam sua vontade e destinadas a cumprir seus fiéis desígnios.

Graças a Deus, nossa esperança vai além desta vida, nosso tesouro está muito bem guardado, onde o ladrão não rouba e a traça e a ferrugem não corroem...

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado. todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é minha força, ele fará os meus pés como os da corça, e me fará andar sobre os meus lugares altos." Habacuque 3.17-19

Abraços

Mateus Nogueira

mateusnogueira.blogspot.com

Emmanuel Martins disse...

Paz do Senhor pastor Ciro!
Quero dizer que faz uns 4 anos que sou espectador assíduo de seu blog. E que fiquei muito feliz em ver e ouvir você em minha querida cidade, Campina Grande, neste ultimo carnaval.
Gostei muito de dessa sua postagem pois me ajudou a pôr em ordem algumas idéias que tenho acerca do assunto.
Eu quero pedir um pequeno favor, eu tbm tenho um blog e às vezes ouso postar algumas idéias e entre elas eu queria uma opinião sua, sobre este post:
http://pregadoremmanuelmartins.blogspot.com/2011/05/teremos-lembranca-desta-vida-no-ceu.html
Saiba que estarei orando em favor de seu querido pai e que o Senhor Deus tem poder para dar "força ao cansado" Is 40. 29.
Um grande abraço!

Matheus Carrel disse...

Oi Pastor Ciro tdb?
.
Muitas dessas coisas ruins as vezes me deixa pensativo. Se tudo é da vontade de Deus, então ele sabe se uma pessoa vai morrer ou não quando está doente. Nesse caso faz diferença eu orar por algo, já que é Deus que vai decidir fazer sempre a vontade dele.
Se tudo o que vai acontecer com o seu pai é da vontade de Deus ( dele se curar ou vier a falecer), pra que orar se a vontade de Deus é sempre que a permanece, e a nossa oração jamais pode mudar isso. Nesse caso as orações servem pra que??

.
o 3º céu e o Paraíso são o mesmo lugar ? Os mortos salvos agora estão no paraiso?
.
.
Obrigado !!
Fique com Deus
T++

Jacqueline disse...

A graça e a paz, querido Pastor Ciro!

Louvo a Deus pela sua vida e por tudo que tenho lido neste blog .. acompanho cada postagem e realmente tem edificado muito a minha vida!

Que Deus continue abençoando a sua vida, sua família e seu ministério..

A propósito, tenho uma dúvida sobre o que é "pecado para morte", que João cita na sua primeira epístola, no capítulo 5:16,17. Qual esse pecado para morte?
Se houver a oportunidade de falar sobre esse assunto, ficarei grata!

Um abraço!

MARIO CESAR DE ABREU disse...

A Paz Do SENHOR!
Amada irmã no Senhor,as palavras sábias do pastor Ciro,toda baseada nas Escrituras são o começo que a irmã precisa para se refazer.
Creia em Jesus e verás a Glória de Deus,a sentirás em teu coração.
Amado Pastor Ciro,Deus o abençõe pela tua vida de chorar com os que choram.
Em Cristo,
Mário César

Thiago e Teresa disse...

Graça e paz Pastor Ciro!!


Muito tocante as palavras da irmã. É tão difícil entendemos a perda, vejo principalmente isso no meio evangélico, porque achamos muitas vezes que o mal jamais vai nos tocar, que isso só acontece com aqueles que não temem a Deus. Porem vemos que estamos sujeitos a tudo, tanto para bem como para o mal, já que somos pó, um sopro de vida. Eu sinceramente acredito no versículo que diz: Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28). Espero que Deus conforte o coração de nossa amada irmã e que ela possa se recuperar e se fortalecer em Deus para cuidar de seu outro filhinho. Em tempos difíceis a melhor coisa é buscarmos sua presença, pois Ele sempre nos conforta.

Paz a todos...

Ellen F. disse...

é muito dificil algumas situações da vida e muitas delas as vezes compreenciveis digo isso porque tambem tenho um problema o qual eu muito tenho pedido Deus que venha com providencias e nada; muitas vezes chegamos a pensar que Deus nos esqueceu porem não e verdade Deus nunca nos esquece e eu sei disso só venho por meio deste comentario pedir orações ao povo de Deus que acompanha esse blog pra que Deus me ajude sempre mais

Dulce Moraes disse...

Caro Pastor Ciro,
Sou leitora assídua do seu blog e fico admirada como suas palavras fluem com sabedoria e inspiração para diversas situações e momentos.
Deus esteja sempre com o amado e sua família.
Paz!

Rads disse...

Graça e Paz da parte de Cristo Pr. Ciro.

Lendo este post surgiu uma dúvida em meu raciocínio.
Se o homem passa a ser condenado a partir do momento que desenvolve sua consciência, ele estaria condenado por rejeitar a Cristo certo?
O que acontece com quem mesmo tendo maturidade morre sem nunca ter ouvido falar de Cristo, por exemplo, os índios que Cabral conheceu estavam isolados do oriente e logo, muito provavelmente nunca ouviram falar de Cristo. O que acontece com essas pessoas segundo a bíblia?

Abraços
Renato

kekel disse...

Mateus 19:13 Então lhe trouxeram algumas crianças para que lhes impusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreenderam.

Mateus 19:14 Jesus, porém, disse: Deixai as crianças e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus.

kekel disse...

http://www.youtube.com/watch?v=uE1U2kpuyk0

assiste este video Deus ira falar a vc .. a paz do senhor jesus

kekel disse...

http://www.youtube.com/watch?v=uE1U2kpuyk0

assiste este video Deus ira falar a vc .. a paz do senhor jesus

geni disse...

Caro amigo e Pastor Ciro.
Amei a sua colocação sobre o destino das crianças. Nunca tive dúvidas quanto ao que Deus reservou para os infantes. Se os pais soubessem, chorariam, mas, de gozo. Uma das expressões que muito uso é: "Mudança para o andar de cima". baseado na morte de Abrão, de Isaque e de Jacó quando a Bíblia diz que morreram e juntaram-se ao seu povo.
(Se sair como anônimo, estou anônimo sou eu; Pastor GenivaldoT. Melo)
Forte abraço a família.

Christofer Freitas disse...

Rapaz, nunca vi tantas palavras sábias, claras, objetivas e confortadoras como acabei de ler. Parabéns Pastor!

disse...

Tremendo sua resposta a ela. me emocionei aqui. Deus seja contigo meu amigo querido. Paz!

Josenaldo Jr disse...

Mito bem didáica esta resposta e, principalmente, são palavras de muita sabedoria. Que O Senhor continue a lhe usar neste tão belo ministério. http://arvoredejustica.blogspot.com

Mulheres Em foco (Lulu) disse...

Paz Pr. Ciro

Muito boa suas palavras sabias, acredito que confortaram esta mulher, e que ela saiba que DEUS não se esqueceu dos seus, pois cada dia Ele está bem pertinho e olhando todos os seus passos, as vezas nós não enxergamos o que DEUS ver.

Que DEUS possa abençoe ela e dê sabedoria.

Tiago Rosas disse...

Ilustre Pr. Ciro
e prezada mãe aflita,


Decerto o ser humano, mesmo crente conhecedor da Palavra, íntimo em sua comunhão com Deus não poderá compreender as obras do Senhor em toda sua totalidade. "Os meus caminhos são mais altos que os vossos", diz o Senhor.

Por que milhares morrem em enchentes, terremotos, acidentes, vítimas de homicídios...? Por que pessoas boas, servos de Deus, mulheres santas têm mortes tão trágicas? Por que o Senhor todos os dias tem levado crianças pequeninas cujos pais desejavam criar, educar, amar e vê-los crescer? Por quê??

Bem, nisto está a soberania de Deus. "O que não entendes hoje, compreenderás depois". As chaves da vida e da morte pertencem ao Senhor. E quer na vida, quer na morte, quer na perca ou na conquista, quer na vitória ou na derrota, o Senhor sempre deverá ser sempre louvado. E em nós deve arder a esperança de que tão logo nos encontraremos com nossos entes queridos que, independente da forma como morreram, partiram na inocência ou na esperança da vida eterna com Cristo!

"Se esperarmos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens", nos ensina o apóstolo Paulo, que hoje dorme no Senhor.

Nesta esperança, consolai-vos uns aos outros.

Juber Donizete Gonçalves disse...

Caro Pr. Ciro,

Palavras sábias e abençoadoras para quem está sofrendo, num assunto onde Jesus foi claro, mas alguns teimam em querer fazer confusão na cabeça das pessoas. Que Deus abençoe a irmã que está vivendo esse momento difícil, bem como o seu papai que está internado.

Abraço.

Ailton Silva disse...

pastor, meu pai tbem estava entubado, até segunda feira de manhã, hj está somente com oxigenio leve, Deus vai dar vitória para todos nós.

Anônimo disse...

Cristiano Sotero..

Olá pastor Ciro, graça e paz.. desejo melhoras a vosso pai, força a toda a tua família e tbm alento a nossa irmã que perdeu o seu bebê..

ótimo texto, sempre q posso sou leitor do blog...

tenho algumas duvidas, na verdade alguem me fez as seguintes perguntas e eu na minha pequenes e falta de entendimento não as pude responder que é: animais tem alma, espírito, sentimentos? No céu eles, os animais terão lugar? veja o seguinte video por favor: (http://www.youtube.com/watch?v=aTKa2uLw14s)

A outra pergunta é se Deus é bom, justo e perfeito, cmo explicar coisas ruins, pessoas nascerem doentes de modo a viverem em cadeiras de roda, surdos, cegos, mortes pré-maturas, acidentes, catastrofes... enfim, se puder responder ficarei grato.. acho que é talvez a dúvida de muitos...

Desde já obrigado pela atenção!

Maranata!

Jose disse...

Pr Ciro, Que a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo continue sendo derramada sobre sua vida, tenho acompanhado seu blog, que por sinal tem edificado muito a minha vida. Tenho orado por seu ministério, pois em meio a uma geração corripida, ainda encontramos luzes em meio a densas trevas. Que Deus continue a derramar da sua graça sobre sua vida.

Jose disse...

Pr Ciro, Que a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo continue sendo derramada sobre sua vida, tenho acompanhado seu blog, que por sinal tem edificado muito a minha vida. Tenho orado por seu ministério, pois em meio a uma geração corripida, ainda encontramos luzes em meio a densas trevas. Que Deus continue a derramar da sua graça sobre sua vida.

Cássia Cohen disse...

Querido pastor Ciro,primeiro quero agradecer do fundo do meu coração pela seu carinho e presteza em me responder tão rapido,tendo cuidado e atenção com minha dor...depois agradecer o carinho do seus leitores comigo,que sei que entendem a minha dor e tem orado pela nossa familia....continua tudo muito dificil....vivo sobre efeito de remedios,e em varios tratamentos psicologicos e claro espirituais acompanhado por pastores e irmas de oração....
Espero que não tenha agido mal,pois coloquei essa sua postagem la no meu blog,coloquei completa e com sua referencia e link pra o seu blog...sei que ajudará ha muitas mães que tem sofrido nesse momento.
oro a Deus pelo seu pai e que der carinho e conforto a sua mae nesse momento de muita ansiedade...
um forte abraço
Cassia Cohen
www.prasempreemuitotempo.com

jorge melo disse...

Irmã Cássia, como o Pr. Ciro comentou, a palavra de DEUS tem resposta para tudo na vida, e toda a palavra que o Pr. Ciro lhe falou, tem respaldo Biblico e isto é que é o mais importante e nunca se deixe levar por determinados teólogos que tiram conclusões próprias em desacordo com o que está nas Escrituras Sagradas " A Biblia é e sempre será a nossa regra de Fé."

Então, continue levando tb a sua cruz até o fim, como assim O MESTRE levou, e no fim de tudo vc vai ver que valeu a pena, e muito em breve verás novamente o pequeno Oliver no paraíso de DEUS, e assim junto com a Igreja, glorificaremos e nos alegraremos para sempre estar com o SENHOR JESUS.

DEUS é fiel e JESUS é bom, e sabe o que faz.

Recife - Pe.

luciana disse...

a paz do senhor!eu já perdi 4filhos,todos chegam a viver mas não sobrevivem.fico confusa.pois gostaria de ter outro bebê.sempre confiei muito no poder do nosso Deus!e creio só uma palavra dEle e eu terei uma outra criança.já tenho uma menina de 9 anos,mas ela também faz cobranças a quanto uma outra criança.gostaria de uma palavra de Deus, um aconselhamento,algo da parte do senhor.espero a sua resposta