sexta-feira, 8 de abril de 2011

Psicose + fanatismo religioso + possessão demoníaca + etc. = monstro de Realengo


Não consegui dormir direito na última noite... É muito triste o que aconteceu ontem em Realengo, na cidade do Rio de Janeiro. Por mais que eu tentasse parar de pensar no ocorrido, foi muito difícil, pois também sou pai... Meninas, em sua maioria, com idades entre 13 e 14 anos, foram mortas por Wellington Menezes de Oliveira, um assassino antissocial e possuído por demônios — não tenho dúvidas disso —, o qual as selecionou cuidadosamente. Por que ele fez isso? Não se sabe ao certo, mas a carta místico-religiosa que ele deixou revela traços de sua doença mental psicótica.

Como o assassino fez alusões a Deus, a Jesus, à luta entre o bem e o mal e à ressurreição, há web-analistas, apressados, sugerindo que o jovem era um evangélico desviado. O que se sabe é que ele conhecia um pouco da doutrina pseudocristã das Testemunhas de Jeová e, por isso, fez menção do falacioso sono da alma e demonstrou preocupação com o seu sangue. Esse contato do jovem com o russelismo (ou jeovismo) foi noticiado pela Veja online.

Por outro lado, um parente afirmou que o rapaz pesquisava sobre armas e que queria derrubar um avião, assim como os terroristas fizeram em 11 de setembro de 2001. E, por isso, outros analistas concluem que ele estava ligado a alguma seita radical islâmica.

Se o monstro, de 23 anos, era muçulmano ou tinha simpatia pelo terrorismo, ninguém pode afirmar, haja vista ter ele destruído o seu computador antes de cometer os crimes. Mas tenho certeza de que não era evangélico nem agiu motivado pela mensagem do Evangelho. Isso porque ele torceu o que Jesus Cristo ensinou.

Segundo a Bíblia, a luta entre o bem e o mal se dá no campo espiritual (Ef 6.10-18; Tg 1.13,14). Por que eu sou tão ácido ao criticar composições como “Sabor de mel”? É porque esse tipo de canção torce o que o Novo Testamento ensina. Em nenhum momento há incentivo, nas páginas sagradas, à vingança, ao revide, à retaliação por parte do cristão para com as pessoas que se lhe opõem (Rm 12.17-21). Pelo contrário, o Senhor Jesus nos manda amar os nossos inimigos (Mt 5.43-48).



Violência, ódio, sentimento de vingança, retaliação, guerra, etc. são produtos da falta de observância à mensagem do cristianismo. Jesus, ao ser injuriado, não injuriou; ao ser crucificado, pediu ao Pai que perdoasse seus algozes. O mesmo aconteceu no apedrejamento de Estêvão. O verdadeiro Evangelho não é aquele que diz: “Os seus inimigos verão a sua vitória”, “Eles vão estar na plateia, e você no palco”. A disputa entre o bem e o mal deve ocorrer no âmbito espiritual.

Segue-se que o pensamento do assassino de Realengo era totalmente anticristão, visto que considerava seres humanos inimigos, os quais ele chamava de “impuros”. No cristianismo, repito, os inimigos do cristão não são pessoas humanas, por mais pecadoras e ímpias que sejam, e sim a carne, o mundo e o Diabo.

Cristo Jesus, o nosso Senhor, jamais pregou a disputa entre pessoas. Ele nunca disse que os puros deveriam odiar ou matar os impuros. Ódio entre pessoas é obra diabólica ou produto da natureza humana decaída. O Evangelho muda o coração do pecador e o faz amar as pessoas que se lhe opõem.

Ainda de luto pelo massacre de 7 de abril de 2011,

Ciro Sanches Zibordi

34 comentários:

Cantinho da Aracy disse...

Amém!!!
Que saibamos sempre discernir e viver o real evangelho de amor de Jesus Cristo.
Um abraço, Aracy

Mara Dallenna disse...

Acredito que ele pode sim, ter sido evangélico desviado. Pela carta ele sabia que estava errado, queria que alguém orasse por ele. Pra que no dia da volta de Jesus, Ele o perdoasse e o ressuscitasse. Não quer dizer que Jesus pregasse isso. Quer dizer que ele conhecia a Verdade. Os nossos desviados tem como usual a prática de distorcer as mensagens de Cristo.
Um abraço.

disse...

Pois é, li que sua irmã disse que ele gostava do Islamismo e estava usando uma grande barba e cortou uns dias antes de cometer o crime, sem falar que destruiu seu computador para não deixar provas, mas já estão querendo associa-lo ao meio evangelico. Tomara que o Silas solta o verbo contra isso, daqui a pouco vão colocar na conta dos evangélicos dizendo que somos seita, só falta isso agora. Paz e bom dia!

Kalhysha disse...

Desculpa, mas mulçumano ele não era não. Caso contrario não pediria para rezarem pelo perdão dele. Ele acreditava que estaria fazendo isso na luta entre bem e mal e os mulçumanos acreditam na recompensa em morrer quando se luta contra o mal.

Ele pode muito bem ser evangélico, católico, tanto faz. MAS ERA CRISTÃO!!! Pode ter certeza.
Só porque alguém está numa religião não quer dizer que entendeu a mensagem. É facil uma mente louca perder a noção de mundo, de normalidade e ficar preso numa fantasia distorcida. Se ele usou a religião pra isso, seja evangélica ou qualquer outra, não vai mudar os ensinamentos do evangélio e muito menos significar que todos conseguem entender o evangélio por mais bem pregado que ele seja.

Genis disse...

Pr. eu tb dormi mal e tive maus sonhos, agora sabendo da possibilidade dele ter sido evangélico, isso me trouxe mais tristeza ao coração.
Deus, abençoe nossa nação...
Estou encaminhando esta postagem para twitter e facebook.
Abraços, @genislene

Jornal O Guia Cristão disse...

O ato de referir-se a Deus na carta não nos dá indícios sufucientes para comprovarmos sua passagem pelo cristianismo autêntico. Certamente era um homem vazio de Deus puramente dominado pela ação diabólica.

Assim como disse ontem na minha igreja repito: "Oremos pelas famílias que perderam seus entes queridos."

No amor de Cristo, Jailton P. de Paiva - Diretor do Jornal O Guia Cristão

CONFERENCISTA RICARDO RIBEIRO disse...

Prezado Pr. Ciro, Paz.

Há fortes indícios de que a carta é falsa. A original não é essa. Conclua você mesmo por essa declaração de um Coronel (Não é um curioso qualquer) que teve acesso a ela e foi postada pela G1 em 07/04/2011 12h10 - Atualizado em 07/04/2011 12h26, sob o Título "Atirador disse ter HIV em carta achada em escola do Rio, diz subprefeito".

Nota do G1: De acordo com o coronel Djalma Beltrami, a carta de Wellington tinha inscrições complicadas. “Ele tinha a determinação de se suicidar depois da tragédia”, contou Beltrami. A carta foi entregue a agentes da Divisão de Homicídios.

Notem:"...a carta de Wellington tinha inscrições complicadas..." (Ele viu, não inventou.)

Essa carta que eles apresentaram, tem alguma inscrição complicada? Ela foi datilografada de forma impecável e não condiz com a assinatura que parece ser a de um semi-analfabeto tremendo. Essa não é a Carta Original. Estão escondendo algo por motivos “alheios” no momento. Seria um Gay Muçulmano (claro que existe) irado por ter sido contaminado? Noticiou-se no Uol, que ele atirou prá matar nas meninas que chamava de “seres impuros” mas, evitou os meninos, inclusive um da Assembléia de Deus que estava orando, para o qual ele disse: “Fica tranquilo gordinho, não vou te matar”.

Sobre as meninas, eis o link: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/04/07/atirador-preferia-matar-meninas-e-atirava-sem-do-diz-aluno-sobrevivente-da-tragedia-no-rio.jhtm

Durante minha Pós Incp., em Islamismo, descobrí em resumo, que Muçulmanos crêem que Jesus é um Profeta e voltará para governar a terra e destruir o Dajal ou Anticristo pois, para eles, Ele não morrera mas sim Judas, que teria sido posto em seu lugar na Cruz. Por isso o criminoso citou Jesus na ressurreição. E o fato de pedir orações de um fiel, é porque o Muçulmano não crê em sua salvação pessoal, espera que Alá se apiede dele no dia do juízo considerando sua SHAHADAH= Confissão de fé; SALAT = Orações fomais; ZACAT= Dar esmolas ou fazer caridade; SAOUM = O mês do jejum, Ramadã; HAJJ= Peregrinação a Meca; JIHAD = Guerra Santa. Apesar de fazer tudo isso, eles não crêem poder serem salvos.
De duas, uma: ou ele era um aprendiz de extremista Islâmico ou um Muçulmano Gay infectado pelo HIV revoltado . Em ambos os casos, omitiram a verdade sobre o conteúdo original da carta por influência da Cia * ( que já deve está por perto, inclusive desta nossa conversa) ou do Lobby GLSBT por questões óbvias.

Este último caso explicaria o porquê deles desmentirem todos os sites que pesquisei (G1, Notícias Terra, R7, Jornal de Londrina, Hoje em Dia, Rede Brasil Atual), os quais unanimemente afirmaram que “ele seria portador do HIV”.

*Oficiais dos EUA usarão perfis falsos em redes sociais: http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5002092-EI12884,00-Oficiais+dos+EUA+usarao+perfis+falsos+em+redes+sociais.html

Paz, e perdoe o atraso, PARABÉNS pelo aniversário!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Ricardo,

Estou acompanhando o desdobramento do caso, e os analistas estão analisando a carta deixada pelo assassino para traçar o seu perfil. É possível que haja outros trechos falsos, mas o conteúdo da carta que eu analisei na presente postagem é autêntico. Caso contrário, não o tomaria como base.

Grato pelos parabéns.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Rô,

É verdade.

Eu acredito que o rapaz possa ter frequentado uma igreja, mas não a ponto de ter entregado sua vida a Jesus. Não há até agora nenhum indício de que ele tenha sido evangélico. Ninguém testemunho isso, e a carta deixa claro que ele não conhecia minimamente a mensagem de Cristo.

Mas também é temerário dizer que ele era muçulmano. Esse jovem estava perturbado. Era um doente mental psicótico e possesso por demônios.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Kalhysha,

Não afirmei que o rapaz estava ligado ao islamismo. E considero um exagero de sua parte dizer em caixa alta que o rapaz era cristão. Seja coerente, por favor.

O rapaz era um doente mental psicótico, antissocial, etc. O cristianismo não incentiva pessoas a matarem pessoas, nem por uma suposta boa causa, como no caso das "guerras santas", em que os "heróis" entram imediatamente "num paraíso repleto de virgens".

Como asseverei, a luta entre o bem e o mal ensinada por Jesus se dá no campo espiritual, e não entre pessoas.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Mara Dallenna,

Grato por seu comentário.

O jovem assassino pode ter sim frequentado uma igreja evangélica e outras seitas pseudoevangélicas, como o russelismo (Testemunhas de Jeová) e o mormonismo. Mas o seu pensamento era totalmente contrário ao Evangelho. Ele, definitivamente, não conhecia a Verdade! Sua mente estava perturbada.

Não são apenas os evangélicos que creem na ressurreição. Mas há muita diferença entre as crenças a respeito dela. O jovem em apreço queria que orassem por ele após a sua morte, para que obtivesse a salvação, o que mostra a sua ignorância quanto ao que a Bíblia ensina.

O modo como ele fala de perdão mostra que não conhecia o Evangelho. Ele acreditava em perdão após a morte, repito. A Bíblia diz que o perdão para salvação ocorre em vida (Hb 9.27). Seu pensamento remete a outras seitas pseudocristãs, mescladas ao que ensina o Alcorão, sobretudo quando fala de "pureza".

Considero desviados do Evangelho as pessoas que realmente conheceram o Evangelho. Esse jovem, pela carta, mostra que nunca conheceu a mensagem evangélica. Ele deve ter sofrido influência de várias seitas, repito. E deve, talvez, ter participado de algum culto evangélico.

Grato pela participação.

CSZ

Prof Damasceno disse...

A paz a todos!

Meu amigo, postagem equilibrada, abordando um caso que mexe com os brios. Fiquei bastante preocupado com algumas expressões da mídia, como por exemplo: "Isso é acontecimento típicos dos Estados Unidos", ou "Isso não era para ocorrer aqui", dentre outras. Infelizmente, parece que muita gente anda limitando o mal geograficamente, o que é errado. O mal tem expressivas maneiras de nos causar dor... abraços

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Ciro,
(meu Amigo)

A Paz do Senhor!

Sobre esse assunto, publiquei em meu blog que "A carta (...) aponta para um crime de fundo religioso, de alguém que nunca compreendeu o Evangelho de Jesus e que nunca teve um encontro com Deus (...) revela a insanidade de uma mente religiosa confusa que se deixa levar pelo fanatismo e pelas imposições do aspecto mais terrível das religiões: o fundamentalismo intolerante em nome da pureza exclusivista para a salvação. Esse lado tenebroso da religião é o oposto do amor pregado por Jesus e fomenta o ódio entre os homens".

Portanto, penso que temos a mesma linha de pensamento. Acredito que era um religioso confuso e psicótico, mas também creio que o fanatismo religioso leva à conduta odiosa, movida por demônios ou não. Também faço um apelo contra a intolerância na religião e o que o Amado chama de "escatologia aterrorizante" onde muitos cristãos estão vendo a grande tribulação e a Besta em qualquer anúncio de publicidade, seja de margarina ou de doces.

Forte Abraço.

Kalhysha disse...

"O pouco que se sabia de Wellington na rua era que era religioso. E com tendências ao fanatismo: com os pais que o adotaram, frequentava um tempo de Testemunhas de Jeová. Na rua, como contam alguns vizinhos, ele evitava falar com quem não era de sua religião. “Passava de cabeça baixa, não dirigia a palavra”. “Pelo corte de cabelo, todo mundo pensava que ele tinha prestado serviço militar. Ele estava sempre com aquele corte de cabelo meio quadrado, retinho”, lembra um morador da Rua Jequitinhonha, onde o assassino morava até um ano atrás." [Veja online]

-------------------

coloquei em caixa alta que ele era Cristão, porque ele era mesmo. Ser cristão não quer dizer que a religião mandou ele fazer aquilo, ou que ele leu em algum lugar que a ação dele era aceitavel, quer dizer apenas que ele acreditava em Jesus como sendo o Cristo (não Jesus profeta, como acreditam os mulçumanos). Nem todo fiel segue os ensinamentos de sua religião. E nem todos sabem que não estão seguindo os ensinamentos.

Sabe se lá como foi que naquela mente pertubada ele chegou na conclusão que chegou para cometer o massacre. Mas o fato dele poupar o menino que orava significa algo.

Annd, eu não disse que você afirmou que ele era mulçumano, apenas disse que a possibilidade dele ser mulçumano é ridicula. Mulçumanos fanaticos desvairados não matam crianças, matam infieis! Se alguma criança morre é porque estava no caminho, mas não era alvo. O fanatismo mulçumano é um fanatismo com certas regras de conduta.

Filósofo Calvinista disse...

Esse link da personalidade do assassino com a religiosidade é muito importante e ainda precisa ser investigado.

Na sua carta há elementos que sugerem uma aproximação com o Islamismo mas, ao mesmo tempo, ele fala de Jesus com a propriedade de um "evangélico desnorteado". Na verdade uma espécie de mistura entre Islamismo e Cristianismo. É isso que deixa transparecer.

Caso sua ligação (ou simpatia) com o Islamismo seja confirmada, isso levanta uma importante e antiga questão: é possível ter uma convivência harmoniosa com os mulçumanos?

Escrevi sobre isso e quero convidá-los a ler e comentar nosso post "ISLAMISMO: A RELIGIÃO QUE MATA. É POSSÍVEL UM DIÁLOGO INTER-RELIGIOSO", em:

http://www.filosofiacalvinista.blogspot.com/

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Kalhysha,

Grato pela sua importante participação. Essa informação da Veja online é esclarecedora, pois na carta percebe-se elementos nitidamente russelistas (ou jeovistas), isto é, ligados à seita pseudocristã das Testemunhas de Jeová. Mas é óbvio que os russelitas não saem por aí matando pessoas. O rapaz era mesmo um doente mental psicótico.

As suspeitas de ligação com o islamismo extremista e terrorista (pois nem todos os muçulmanos são terroristas, é claro) deram-se mais por causa do estilo que o jovem adotara ultimamente e do depoimento de um parente, que revelou o desejo do rapaz de derrubar um avião.

O assassino não poupou apenas um menino, prezada internauta. Ele poupou vários meninos, pois o seu alvo principal eram as meninas, possivelmente para que os meninos não se "contaminassem" com elas "a posteriori". O rapaz era virgem e considerava o sexo contaminação.

O fanatismo é totalmente reprovável! Não podemos aceitar que haja fanatismo moderado, que não mata crianças, a menos que elas "estejam no caminho". Isso é um absurdo! Reprovo qualquer ato de violência ou de terrorismo! Não há nada que justifique a violência e o terrorismo! Quem mata, nesses casos, não conhece o verdadeiro Deus.

Precisamos de paz! Jesus é o Príncipe de Paz! Ele pregou a paz, e não a guerra, ainda que esta seja motivadas por ideais aparentemente nobres.

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor e amigo Guedes,

Estamos sim em perfeita harmonia. E a informação da Veja de que o rapaz tivera contato com o russelismo explica o porquê de suas menções a Deus e a Jesus, em sua carta místico-religiosa.

É claro, repito, que não estou afirmando que as Testemunhas de Jeová sejam hostis. Pelo contrário, elas são bastante pacíficas. Mas o conceito de ressurreição do rapaz remete à falaciosa doutrina do sono da alma, também seguida por outras seitas pseudocristãs.

E eu chamo o jeovismo de pseudocristão porque essa seita não crê em Jesus como o verdadeiro Deus. Para as Testemunhas de Jeová o Senhor Jesus é apenas "um deus", e não o Deus Todo-poderoso (Ap 1.8; Mt 28.18).

Um abraço.

CSZ

CONFERENCISTA RICARDO RIBEIRO disse...

Nota sobre a atuação da Cia na Veja:

Exclusivo: documentos da CIA, FBI e PF mostram como age a rede do terror islâmico no Brasil

A Polícia Federal tem provas de que a Al Qaeda e outras quatro organizações extremistas usam o país para divulgar propaganda, planejar atentados, financiar operações e aliciar militantes...

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/exclusivo-documentos-da-cia-fbi-e-pf-mostram-como-age-a-rede-do-terror-islamico-no-brasil

Um importante elemento citado na carta não foi encontrado; o lenço branco.

Paz.

Alan Reis ツ disse...

Paz do Senhor a todos!

Um crime chocante,plausível de lágrimas por qualquer pessoa que sente empatia.

Embora não seja perito, a forma como tudo aconteceu demonstra um personalidade psicótica( temos que deixar claro que nem todo criminoso é psicopata e nem todo psicopata é criminoso). No entando, a frieza e meticulosidade na execução e preparação dessa barbárie, a falta de empatia pelo ser humano e uma lógica que não comuna com a do censo comum mostram fortes indícios dele possuir uma anomalidade mental.

Eu estou acompanahndo o caso de perto, e compartilio com o Pr. Ciro esse sentimento de reflezão mirado para a volta de Jesus. O Princípio de Dores já está ai. O nosso mundo, tanto social como fisico, clama pela volta de Jesus. Os acontecimentos nos mostram somente uma coisa: O nazareno esta a porta! E olha que não estamos falando dessa escatologia que aterroriza as pessoas. Estamos falando de sólidas verdades bíblicas.

Aos leitores, só cabe uma advertência: Jesus está voltando, mantenha azeite nas suas lâmpadas para quando o noivo chegar você esteja preparado (Mateus 25:10 e Apolcalipse 3:11)

Aos familiares das vítimas do massacre de Realengo: Somente Deus e o tempo podem curar a dor deles . Vamos orar por todos que de certa forma perderam a alegria nessa tragédia.

Com profunda tristeza,
Alan

Rogerio Franco disse...

Pastor Ciro, se tiver um tempinho de uma olhada nesse post do Julio Severo: http://juliosevero.blogspot.com/2011/04/brasil-sofre-primeiro-ataque-terrorista.html
Podem falar o que quiserem, mas as coincidências são grandes, e não é fato isolado, o islamismo com seus atos terroristas. A culpa não é apenas de uma mente psicótica de um jovem sem perspectiva. Aliado a isso temos "empresas" que sempre estarão contratando jovens com esse “potencial” : Al-qaida, Hamas; Hezbola; Taliban; e muitos outros. Entidades terroristas mais do que comprovadas, e que são islâmicas. Não por serem uma exceção à regra, mas por seguirem os preceitos de Maomé...
Pelo fato de estar escrito sobre jesus (minúsculo), não tem nada a ver. Se pessoas fazem coisas erradas baseando em alguém, que viveu a muitos anos (milhares como é o caso) precisamos saber o que essa pessoa ensinou e fez, ele não pode ser culpado a não ser a sua filosofia, essa sim pode ser condenada.
É o que nós vemos em relação aos ensinos de Maomé. Terrorista e pedófilo, e ainda vem com essa história de querer associar Jesus (com letra maiúscula). Bom, é assim mesmo com toda religião pagã, querem acender uma centelha de verdade, numa escuridão de mentira. Mas não sabem, que nessa canoa furada o mestre não anda...
A paz...

Alan Reis ツ disse...

Sr. Rogério Franco ...

com o devido respeito, e pelo direito de opnião a mim conferido por estarmos em um estado democrátic de direito, eu discordo do senhor, do irmão julio severo e do Jornal Zero Hora.

Sinceramente, embora seja preponderante o elemento religioso na carta deixada pelo homicida e bárbaro welligton, não acredito que o fatos sejam concludentes a afirmação de ataque terrorista. Ja foi constatado que sua família era adepta da seita Testemunhas de Jeová. Acho perigoso associarmos todo extremismo religioso ao islã. O cristianismo promovido pela Igreja Católica Apóstolica Romana, em sua história, ja foi extremista e cometeu atrocidades. E embora os TEstemunhas de Jeová sejam uma seita cristã, afirmo com veemencia que dentro do Cristianismo também existe extremismo religioso.

Outro fator extremamente negativo, em minha visão, é a mídia na corrida pela audiência, ser tão sensacionalista ao ponto de fazer uma afirmação um tanto perigosa. Acho que o jornal Zero Hora deveria ter um pouco mais de cautela. Um exame psicológico está sendo feito pelos peritos forenses. Devido o clamor social, creio que em breve teremos os laudos. Por isso, nossas afirmações devem ser embasadas em fatos, afim de evitarmos de cometermos injustiças.

Paz!

Alan

DARLENE GOMES DO RECIFE-PE disse...

PARABÉNS CIRO PELA EXCELENTE MATERIA,CONCORDO C/ TUDO QUE VC ESCREVEU.
DEUS É AMOR.DEUS ABENÇOE A TODOS

Kalhysha disse...

Os que falaram ai nos comentarios sobre isso ser um ataque terrorista...
....*silencio constrangedor*

Por favor né?
Com a queima do Corão feita pelo pastor nos estados unidos o que a Al Quaeda iria querer com o Brasil? COM CRIANÇAS???

Não é preciso pensar muito pra ver que não tem nada a ver!
Ataques terroristas de facções islamicas organizadas sempre tem como meta uma conturbação politica e economica pra enfraquecer o inimigo. Matar aquelas crianças não traz nenhuma vantagem a eles, a nossa economia não parou por causa delas, compras e vendas continuam, o preço do petroleo não subiu (Por causa dessa tragédia).
Além do que, terroristas deixam claro que são terroristas e que tem mais ataques a caminho. Isso que causa o terror que tanto caracteriza os "ataques terroristas".

Aquilo era apenas UM homem desequilibrado com acesso a armas e munições, não um grupo!

Um homem que na minha pseudo-analise-de-psicologa-de-internet-que-nunca-cursou-faculdade-de-psicologia guardou um forte rancor grande daquela escola, provavelmente desejava uma menina bonita mas nem tentou nada com ela e foi criando uma ilusão de que ela era impura, malvada, demoniada, uma bruxa, etc para poder justificar o proprio medo de rejeição.

Eles estava mirando pra matar as meninas, foram 10 meninas e 2 meninos mortos. Um aluno disse que nos meninos ele atirava na perna braço, mas nas meninas era direto na cabeça.

E ele se matou no primeiro tiro na perna. Um terrorista continuaria atirando mesmo assim para matar o policial e talvez depois (se não tivesse mais ninguém pra atirar) dai sim se matar.
Nem é preciso ver a carta pra saber o quão ridicula é a idéia desse ataque ter tido alguma ligação com islamismo terrorista. Nenhumna ação dele corresponde.

O mundo islamico nem tava olhando pra gente, estavam mais mesmo é cegos de raiva com a queima do corão (ainda estão) Então antes que mais alguém venha tentar conectar isso com o mundo arabe, pare e pense. Mas pense com o minimo de conhecimento de mundo!!

---------------------------
ps: desculpa Pr Ciro por expressar minha revolta no seu blog, mas o preconceito com os mulçumanos me revolta desde o 11 de setembro. Ja tenho coisa o suficiente pra ficar irada com o mundo (ataque na escola) e ainda vejo gente me escrevendo essa palhaçada.

ok, agora divagando um pouco. Prefiro não julgar o Assassino apenas pela minha vontade de pega-lo pelo pescoço e quebrar cada um de seus ossos (sim, imaginei isso algumas vezes antes de dormir). Acredito que a unica chance de salvação dele é caso isso fosse uma possessão demoniaca, onde a fraqueza da alma e da fé é que o levaram a fazer isso. Mas mesmo assim não é simplesmente perdão que ele merece, ser salvo e ter a cabeça acariciada por que tnha problemas mentais em vida. Rezo para que a alma dele seja iluminada e assim perceba a barbaridade que fez. Nenhum inferno é pior do que viver com o conhecimento do peso do proprio pecado.
(deu pra entender?? o.õ comecei a divagar aqui e acho que me perdi nas palavras ><"""
desculpa novamente Pr....me empolguei)

Mona QK disse...

Confesso... Hoje fui a escola com medo. Encontrei com minhas amigas e durante as aulas pensava nas senas. Imaginei como se tivesse acontecendo ali. "Me escolhendo e deixando outra viva", " me deixando viva e matando minhas amigas". Até quando tudo isso vai durar! Não me conformo com este mundo! Irmãos vamos só Deus para nos proteger!

Robson e Silvia disse...

Sabemos que Deus tem suas multiformas de trabalhar, não que pensemos que este episódio seja obra de Deus, mas que a permissão de Deus nos faz enxergar o quanto precisamos da Tua infinita misericórdia.
É hora de despertar e deixarmos de lado as pregações focadas em conquista, vitória e bençãos. Vamos pregar o Envangelho da verdade, onde Jesus Cristo é a palavra de vida.
Este rapaz, talvez tenha sido alvo de um Evangelho sem sentido e aplicava uma falsa verdade.
Agora nos resta orar pelas famílias que choram e por todos nós que temos Cristo em nossos corações.
Vamos ao combate e não podemos deixar de falar do AMOR DE DEUS para àqueles que andam nessa treva chamada MUNDO.
Robson e Sílvia

Tamar disse...

Pode continuar sem dormir hoje também pois um atirador maluco acaba de matar 5 pessoas em um shopping da Holanda...

E aqui em Sampa temos shoppings em tudo quanto é canto e alguns são tão lindos. Que medo.

cledson disse...

Deixo uma pergunta que muitas vezes me faço;se uma pessoa endemoninhada cometer suicídio,Deus vai julga-la pelo suicídio ou pelo fato de não aceitá-lo???

silvania disse...

Sem palavras...








Volta logo Jesus!

baixadacatolica.blogspot.com disse...

Meus sentimentos pelo ato terrivel que acompanhamos pela televisao.

E lamentavel ver acontecer no Brasil um ato terrorista como esse,

Barbaridades como essas sao bem comuns em paises protestantes, é inegavel tal sectarismo mutilador de mentes. A doutrina protestante quase sempre nao admite o fracasso, o inssussesso e o sofrimento, prega em muitos casos o dualismo, mergulha a sociedade ocidental em uma eminente busca pelo sucesso financeiro e a prosperidade terrena (Calvinismo)e ressuscitando o gnosticismo e fazendo ressugir o dualismo, onde o bem e o mal travam uma luta contante pela alma humana.

Senhores os ultimos acontecimentos parecidos com o ocorrido em realengo foram registrados na Filandia, EUA, Inglaterra e Alemanha, paises esses protestanizados a força.

Quero dizer que o Brasil ao ser protestanizado, ou seja sectariado pelas milhares de seitas de cunho protestante, estará sujeito ao radicalismo fundamentalista do falso cristianismo calvinista, sujo fracasso e inaceitavel, sendo assim e melhor a morte a viver como reprobo.

Senhores quando pessoas mentalmente fracas e portadoras de doeças mentais recebem o germem do fundamentalismo sectario oriundo da famigerada reforma protestante, se tornam assassinos primeiro de si mesmos e depois dos outros.

Essas coisas só aconteciam no ocidente em paises onde o protestantismo mascarou o cristianismo.

O Brasil terra de Santa Cruz, catolico por natureza e nascimento, sabe que quanto mais capitalistas, calvinistas, e protestante nos tornarmos, mais proximos desses atos barbaros estaremos.

Expresso minha opiniao baseado em fatos historicos, reeiterando que devemos abominar tal acontecimento.

Oro pelas familias e vitimas, pedindo a Jesus Cristo que console cada coraçao de maneira carinhosa e particular.

Salvem a Terra de Santa Cruz desses fundamentalistas sectarios.

Izaldil Tavares de Castro disse...

Caro irmão, Pastor Ciro, a Paz do Senhor Jesus.
Estou notando nos comentários um certo "puxa-pra-lá-puxa-pra-cá", a fim de se determinar que influência religiosa levou aquele louco a atos tão ignóbeis.
Aqui, se eu disser que o homem não era cristão, pode parecer que entro na disputa que condeno; entretanto, longe disso, posso apontar que as atitudes do assassino não coadunam com o que instituem as Escrituras Sagradas. Então, cristão não era.
Isso posto, o que interessa não é dar ao infeliz um "cartão de membro" de qualquer entidade religiosa. O que interessa é mostrar-se até que ponto o inimigo de Deus e de sua criação age, quando um coração lhe dá lugar, gradativamente.
É indiscutível que o Satanás encontrou lugar para destruir vidas humanas (inclusive a do seu instrumento, levando-o à perdição eterna). O que passa disso, são, algumas, pesquisas que podem esclarecer as atividades do diabo na Terra; outras, especulações banais, que só alimentam a curiosidade humana.

Tamar disse...

Só um comentário sobre as religiões.

Amigos e amigas se a tua religião cresce vai ter mais malucos participando dela. É só uma questão estatística.
Ateus também devem ter muitos malucos em suas fileiras.

Para piorar a situação existem pesquisas sérias publicadas pela USP demonstrando que PESSOAS COM PROBLEMAS MENTAIS VIVEM MELHOR QUANDO PARTICIPAM DE UM GRUPO RELIGIOSO (QUALQUER UM).

Taí um problema que os líderes religiosos se recusam a enfrentar, o fato que alguns de seus frequentadores e obreiros sejam pessoas com a mente fragmentada.

O Médico dos Médicos disse "Os sãos não precisam de médico" portanto os cristãos tem de estar aptos a lidar com doentes.

O luciferianismo prospereiro que vê pessoas como fonte de receita e votos e que engana até os eleitos não cuida,não cura, não liberta e não salva.

Os hospitais foram inventados pelos cristãos.

Anônimo disse...

Não sei se a família do rapaz transtornado é testemunha de jeová ele nao era testemunha testemunha de jeová é povo pacífico, pregadores do reino e que fazem a vontade de jeová, são integros e exercem muita fé no criador e no seu filho jesus, mas jeová somente a ele se deve adorar, a religiao ajuda nao atrapalha jeo vá é a minha proteçao, o rapaz era um transtornado nao um psicopata, morreu, como diagnosticálo, pesquisese esquizofrenia, transtornos e psicopatia, a familia nao tem culpa os filhos crescem e as vezes nao querem saber de jeová o deus verdadeiro. o criador é um só.

SIMON disse...

TESTEMUNHA DE JEOVÁ RELIGIÃO PACÍFICA, DE UM POVO INTEGRO, QUE SERVE A JOEVÁ SEM INTERESSES, ESSE RAPAZ NAO ERA TESTEMUNHA, TALVEZ SUA FAMÍLIA ADOTIVA, NAO JULGUEM DEIXA O CRIADOR JULGAR , O RAPAZ ERA UM TRANSTORNADE ABANDONOU O TRATAMENTO SEGUNDO REPORTAGENS. A RELIGIAO AJUDA E MUITO , JEOVÁ É A MINHA PROTEÇAO

Rosemeire peliccione disse...

paz do sr jesus pr admiro o sr demais pela sua postura cristã, e pelos ensinamentos tenho aprendido muito com as sua mensagens ; concordo plenamente com sua postagem ora vem senhor jesus .... possamos estar alerta pois os sinais estaõ se cumprindo um abraço