sábado, 29 de janeiro de 2011

A heterofobia do astro Ricky Martin (1)


Na revista Veja desta semana foi publicada uma entrevista do astro portorriquenho Ricky Martin. Há pouco tempo, ele admitiu ser homossexual, o que é um direito que lhe assiste. Entretanto, ao que parece, isso não foi o bastante. Ele quer agora provar que ser homossexual denota muito mais que ser diferente dos heterossexuais. Significa ser superior a eles!

Ao falar a respeito de como deseja ser definido por seus filhos, na escola, Martin afirmou: “Quero mais é que eles falem a seus amigos: ‘Meu pai é gay e ele é muito legal. Seu pai não é gay. Triste o seu caso’. Quero que eles sintam orgulho em fazer parte de uma família moderna”. Ora, quer dizer então que um pai heterossexual é inferior a um pai homossexual? O filho de um pai heterossexual não pertence a uma família moderna? É um filho triste pelo fato de seu pai não ser um homossexual? Esse pensamento de Martin me parece preconceituoso e discriminador, próprio de quem não respeita as diferenças.

Martin também disse: “Quando você é garotinho e seus pais o levam ao parque, alguém logo diz: ‘Olha que bonita aquela garota! Que graça! Você gostou dela?’ Somos levados a sentir atração pelo sexo oposto, e isso provoca uma confusão enorme quando se sente algo diferente. A pressão toda é para sermos como os outros; é mais fácil. Hoje sinto que os outros é que são diferentes, não eu. [...] Queria que o mundo entendesse que amar do jeito que eu amo não é revolucionário, é natural”. Em outras palavras, o indivíduo heterossexual — fisiologicamente homem — é inferior ao indivíduo homossexual, também homem na sua constituição fisiológica. Isso é um verdadeiro absurdo!

Mais uma afirmação falaciosa de Ricky Martin: “Todo gay nasce gay. A vida social às vezes se opõe a essa natureza, e aí começa o conflito”. Essa tese não pode ser confirmada, à luz da ciência. O que é normal e natural, cientificamente, é ser homem e mulher. Aliás, a Bíblia diz que Deus nos criou assim: “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou” (Gn 1.27).

É legítimo uma minoria pedir que a maioria a respeite, conquanto seja diferente dela. Mas é um contrassenso uma minoria querer provar, a ferro e fogo, que é superior à maioria! Os homossexuais — que são, de fato, diferentes da maioria das pessoas, visto que não aceitam a sua constituição fisiológica — gostam de acusar de homofobia os que possuem opinião contrária à deles. Fica aqui uma pergunta para reflexão: Como devemos definir o comportamento de quem, ao assumir a homossexualidade, procura convencer a todos de que pertence a uma super-raça, moderna e mais evoluída? Eu o definiria como preconceituoso, discriminador e heterofóbico.

Ciro Sanches Zibordi

30 comentários:

Izaldil Tavares de Castro disse...

Pois é, meu prezado pastor e irmão, o homossexualismo tem mostrado livremente a sua cara preconceituosa e arrogante em todo o mundo. A escolha do seu "modus vivendi" (eu disse escolha) é livre: a sociedade normalmente masculina ou feminina nada lhes impõe. Entretanto, parece haver neles um certo pendor pelos holofotes, por isso amam as declarações bombásticas, ainda que afrontem o ponto de vista de quem não concorda com eles.
Que aconteceria se um de nós, heterossexuais, declarássemos ser melhores que os gays ou superiores a eles? Reportagem? Processo? Cadeia? Eu ia postar um texto sobre esse moço em meu blog; o seu, porém, é mais do que suficiente. Deus o abençoe.
Meu abraço preocupado.

Jônatas Castro disse...

\o/

Ev.Wanderlei Domingues da Silva Lopes disse...

Pastor Ciro. É lamentável que estejamos vendo o homossexualismo ocupar cada vez mais espaço na mídia. Nunca antes, tantos "enrustidos" assumiram publicamente sua condição homossexual, fato que para eles, é uma conquista, um grito de "liberdade", mas para Deus, uma ABOMINAÇÃO; para a grande maioria da sociedade, uma vergonha!!E o que é pior: políticos sem nenhum escrúpulo, compromisso com a moral ou com família brasileira, estão tentando aprovar leis que cercearão a liberdade de expresão daqueles que discordam dessa prática. Sinceramente, não sei onde isso vai dar. Mas sua abordagem, Pastor, como sempre, foi bastante esclarecedora. Um Abraço!!

Luciana Gosselen disse...

Como sempre, posts maravilhosos. É uma pena que muios pensam que somos obrigados a ACEITAR e não só RESPEITAR. Eu, apesar de conhecer a Palavra e saber qual a posição de Deus sobre este assunto, tenho amigos homossexuais, e os respeito. Isso é o mínimo e o que me cabe. Daí a aceitar, concordar...já é demais e eles sabem o que eu penso. Realmente, Ricky Martin foi muito infeliz em sua colocação e Pr. Ciro, pra variar (rsrs), brilhante em sua postagem. Abraços, querido pastor!!!

disse...

Pois é, agora quem não for será taxado de inferior. Só a Graça!

Orlando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Outro dia eu estava em sala de aula (em universidade) quando um colega homossexual chegando do intervalo das aulas disse para todos os que estavam próximos: Queria que todas as mulheres morressem. Sem entender muito o porquê daquela expressão no momento, pois estava concentrada em um exercício fiquei calada. Mas depois, fiquei mim perguntando, ora, um homem desejando a morte de todas as mulheres não seria um desrespeito ao gênero feminino? Não posso dizer que todos homossexuais desejam a morte das mulheres, mas posso dizer que todos de algum modo já desprezaram. Hoje quando vejo muitos deles acusando outros de homofobia penso semelhante: Não seria um caso também deles possuírem heterofóbia?

Tatiane de Souza disse...

Fico muito feliz com as verdades que o senhor escreve. É um prazer passear por aqui. Que Deus continue te abençoando!

Jose Augusto dos Santos disse...

Entendo que devemos respeitar as opiniões contrárias as nossas, mas não somos obrigados a concordar. O Artista foi heterofóbico como alguns homossexuais são, inclusive sendo desrespeitosos e preconceituosos com pastores e líderes evangélicos. Parafraseando um Articulista famoso, será que vamos ter que deixar o Brasil antes que seja obrigatório ser gay? Será que vamos ter que colher assinaturas para propor projeto de lei contra a heterofobia ou contra a "evangélicofobia"? Espero que não!
Parabéns por provocar esse debate, é necessário conscientização sobre esse assunto. Viva a liberdade de Expressão!

Jose Augusto dos Santos disse...

Acredito que devemos respeitar as opiniões contrárias as nossas, mas não somos obrigados a concordar. O artista foi heterofóbico, como alguns homossexuais são desrespeitosos e preconceituosos com Pastores e Líderes evangélicos. Parafraseando um articulista famoso, será que vamos ter que deixar o Brasil antes que seja obrigatório ser gay? será que vamos ter que nos mobilizar e reunir assinaturas para propor projeto de lei contra a heterofobia ou ainda contra a "evangélicofobia"? Espero que não! Parabéns por provocar a discussão, é preciso nos conscientizarmos cada vez mais sobre este tema. Viva a liberdade de expressão. Um Abraço!

Honório Guedes disse...

Estamos vivendo um momento tão critico, que no intuito de combater esta sociedade heterofóbica o Deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ) apresentou há cerca de um mês um projeto de lei (PL 7382/2010) que prevê pena de até três anos de prisão para quem discriminar os heterossexuais.O objetivo da proposta da lei anti-heterofobia é “restabelecer o direito das pessoas de serem normais”. E manda prender quem impedir ou proibir a entrada ou a permanência de heterossexuais em qualquer ambiente, público ou privado, e quem preterir, sobretaxar ou impedir a hospedagem dos heterossexuais em hotéis, motéis ou pensões. Bem o projeto é uma aberração jurídica, uma afronta a toda a teoria dos Direitos Humanos, porém é a luta pelo direito de ser normal rsrsrs.

Abraços fraternais, Pastor Ciro...

Honório Guedes disse...

Quero fazer uma correção em relação a data de apresentação do Projeto de Lei o mesmo foi apresentado em 25/05/2010 e está em tramitação.

Obrigado!

Luciano de Paula Lourenço disse...

Eh meus irmãos! Nestes últimos dias da Igreja, Satanás está fazendo de tudo para destruir a obra prima de Deus: a família. Por ser de origem divina, o inimigo tem atacado a família de maneira implacável.
O que a bíblia diz sobre essa prática? O primeiro texto que devemos considerar é Gn 18:20 e 19:1-11. Nestes textos fica claro a prática do homossexualismo como um dos símbolos das abominações, com as quais Deus não aprova e nem se agrada. Ainda no Antigo Testamento Lv 18:22 encontra-se a instrução leiga, na forma de mandamento: "Com o macho não te deitarás, como se fosse, mulher, é abominação". Na sequência, no capítulo 20:13 é dada a condenação: a morte aos que praticam o homossexualismo.
No Novo Testamento, a linguagem não permite qualquer dúvida. Romanos 1:26-27 classifica o homossexualismo, tão comum entre gregos e romanos, como paixões infames, diz no final que são passíveis de morte os que tais cousas praticam (Rm 1:32), ou ainda, instruindo a igreja em Corinto Paulo adverte “ou não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idolatras, nem adúlteros nem efeminados, nem sodomitas..." (1Co 6:9).
O que a igreja deve fazer diante disso? Discriminar os homossexuais? Claro que não, pois esse tipo de comportamento é refutado na Bíblia, haja vista que eles são seres humanos. E a igreja tem como obrigação amá-los e ajudá-los.
É de suma importância que a igreja abra espaço para conversar e estudar sobre o assunto, tendo sempre uma abordagem onde o homossexual seja visto como alvo do amor de Deus, como todos os demais pecadores, que o pecado nos separa de Deus, e o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Jesus Cristo, nosso Senhor. É sempre bom enfatizar a graça de Deus como elemento restaurador e curador.
A igreja deve acolher o homossexual contribuindo para reversão desta tendência da homossexualidade, por ser ela contrária ao padrão Bíblico cristão da moral. Agindo com misericórdia, bondade e amor.

jorge melo disse...

Fala sério,Ricky! Sério? Como, se ele mesmo não o é.

Realmente, pr. Ciro cada dias mais estamos vendo e ouvindo coisas sem nenhum sentido de pessoas envolvidas em certas práticas, seja do homossexualismo entre tantas outras, que só a GRAÇA de DEUS mesmo, para nos consolar, e continuar pregando o genuíno Evangelho, até o arrebatamento da Igreja.
Até lá creio, que o MESTRE ainda vai fazer muitos milagres e salvando almas para o seu reino na vida daqueles que virão a crêr na sua palavra e nela permanecerem até o fim.
CRISTO abençoe a todos.

Recife - Pe.

Oziel Castanho disse...

Caro Pastor Ciro, a paz do Senhor

Tem um ditado que diz que, para conhecer alguém, dê poder a ele.

Hoje, parece que quem não é gay está errado.

Agora, com essa cultura gayzista disseminada na sociedade, estamos vendo que muitos dos referidos não sabem o significado da palavra "tolerância".

Do jeito como as coisas vão se encaminhando, logo logo, quando um gay ver um casal hétero se beijando num local público, chamará a polícia por "ato obsceno".

Haline disse...

Excelente texto pastor Ciro.

Essa mentalidade "homossexualista" não é moderna e tampouco revolucionária, como muitos pensam.
Essa argumentação contraditória de "liberdade sexual" tenta pôr à prova o "correto", o tradicional.
Na verdade, creio que tal abominação originou-se ainda no Jardim do Éden, quando satanás semeou dúvida no coração do homem. Este, por sua vez, deixou o natural para buscar a superioridade, a inormalidade, e ainda, a verdade suprema.

Como diria o telejornalista Boris Casoy: "Isso é uma vergonha"

Izantil da Silva disse...

Li a VEJA e achei que o entrevistador também é defensor desses heterófobos ou heterofóbicos, pois não argumentou em cima das bobagens do menudo.

Muito bom seu texto, como sempre, pastor Zibordi!

Elaine Cândida disse...

É...

O satanás tá querendo mesmo mudar o que a natureza criou e o que a ciência explicou, impondo o homossexualismo ao povo guela a baixo.

Concordo plenamente com Arnaldo Jabor:

“Antigamente o homossexualismo era proibido no Brasil.
Depois passou a ser tolerado.
Hoje é aceito como coisa normal.
...Eu vou-me embora antes que passe a ser obrigatório.”

Deus nos livre e guarde!

Shalom.

Elaine Cândida

Anônimo disse...

Com tudo isso Pastor Ciro Sanches, so tenho uma coisa a dizer: Jesus está voltando. Gabriel Paixao

CANTOR MOISÉS VIEIRA disse...

Sem palavras com tanta aberração! abraços!

Pb Uilton disse...

A Paz Pastor Ciro
Brincadeira esse Ricky Martin
Até um certo tempo, não queria assunir a sua homossexualidade,estava dentro do armário, agora que assume se acha o (homem)mais feliz do mundo.


Abraços

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Izaldil,

A paz do Senhor!

Os homossexuais podem declarar livremente que se consideram superiores aos heterossexuais. Mas imagine o que aconteceria se a Veja publicasse uma entrevista com o um ex-gay que agora se considera superior aos homossexuais!

As emissoras evangélicas deveriam lançar a campanha: HETEROFOBIA É CRIME!

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Jônatas:

:)

CSZ

João Paulo disse...

A Paz dio Senhor, pastor Ciro!

O mundo está pelo averso!

www.joaopaulomsouza.blogspot.com

Vanessa Santana disse...

É uma atitude lamentável.
Se precisamos respeitar as diferenças, esse respeito não deveria ser recíproco?
se continuar assim, daqui uns anos falar em heterossexualismo será como falar de uma doença contagiosa ou coisa parecida.

Vanessa Santana

Teresa disse...

A paz do Senhor pastor Ciro!!

Hoje em dia os meios de comunicação conhecidos e que costumam influenciar pessoas que são levados por todo tipo de enganação, por se sentirem tão vazios e sem graça (de Deus), estão conseguindo o que o inimigo tanto quer..Blasfemar o nome de Deus e tudo que está ligado a ele. É triste e lamentável que a família tradicional já não seja algo belo e perfeito. Tenho pena das gerações que virão, filhos de famílias sem estrutura e distantes de Deus, o que é pior.

Teresa Mesquita

Em Defesa da Fé Jd. 1.3 disse...

É pastor veja como são as coisas, quem não concorda com eles (homossexuais)são tachados de homofóbicos, agora eles acham no direito de atacar quem a Luz da Palavra não aceitam tais práticas.
Gostei do termo heterofóbico.
Deus abençoe o Senhor pastor.

reginaldo disse...

HETEROFOBIA É CRIME!

Reginaldo disse...

HETEROFOBIA É CRIME!

POR DIREITOS IGUAIS, NESTE TÓPICO É DIFICIL CRER QUE SERÁ PRECISO INICIAR UMA CAMPANHA NACIONAL .

JESUS ESTÁ VOLTANDO.
OH, VEM SENHOR.

Anônimo disse...

gloria a deus aleluia, que o mundo fique cada vez mais gay, pra cristo voltar logo