quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Desculpe-me, caro adepto do movimento pró-aborto, mas não posso atendê-lo


O vídeo abaixo mostra qual é o pensamento dos adeptos do movimento pró-aborto, os abortistas: eles veem a vida intra-uterina como descartável, como um pedaço de carne que pode ser tirado, sem maiores consequências, desde que a mulher queira fazer isso. Assim como ela decide em quem votar, ela também pode decidir se assassina ou não uma pessoa indefesa que está hospedada em seu ventre!

Nota-se que há um verdadeiro clamor em prol da descriminalização do aborto
: Estamos atrasados, minha gente! Precisamos ser um país de primeiro mundo! O aborto é uma questão de saúde pública! Não podemos nos dobrar diante dos fundamentalistas religiosos. Vamos descriminalizar o aborto de uma vez por todas, para que as pobres mulheres não morram mais em clínicas clandestinas!

Partidos políticos, redes de TV e até o bispo (bispo?) evangélico (evangélico?) Edir Macedo querem a legalização do aborto com urgência. E você, caro leitor, quer que eu pare de falar sobre o aborto? Já está cansado desse assunto? Estou incomodando você? Estou atrapalhando a campanha política do seu(sua) candidato(a) preferido(a) porque ele(a) é defensor da descriminalização do aborto?
Desculpe-me, por favor... Não me tenha mal por isso. Mas não posso me calar neste momento... Não posso atendê-lo...



Em defesa da vida,

Ciro Sanches Zibordi

12 comentários:

claudio disse...

acho o famigerado " bispo " nunca viu um video do que acontece com um feto quando percebe que vai ser abortado mecanica ou quimicamente

a disse...

Não concordo com a generalização dos que são pró-aborto tenha a mesma ideia abaixo:
"os abortistas: eles veem a vida intra-uterina como descartável, como um pedaço de carne que pode ser tirado"
Sou pró-aborto pois vejo que a mãe é também um ser humano e deve ser salva para Deus. A criança irá direto para Deus e a mãe para o INFERNO direto. Com a legalização terá a oportunidade através de uma junta médica convencer a mãe de abandonar o aborto, e ao mesmo empo teremos dados como raça, credo, situação econômica, escolaridade, idade, se teve abortos antes, sua vida sexual, se usa drogas, uma série de dados que nos dará um mapa do aborto no Brasil. O que temos hoje de dados concretos? nada, temos dados que não podem ser comprovados, pois não existem denuncias, relatórios de óbitos são mascarados, e etc.
Sou a favor da vida para Deus, não posso ser omisso por dogma, capricho, valores morais arcaicos e fora de uma realidade. Você já pensou o quanto perdemos de alma quando dissemos a tempos atrás que a televisão era a caixa do demonio? Hoje ao se aproximar o centenário da Assembleia de Deus no Brasil vejo profetas assumindo o julgamento errado feito no passado, e que hoje so sendo realmente um crente convertido para assistir uma televisão. É muito fácil ser Cristão, evangélico enclausurado do mundo, como um monge budista. Temos sim que salvar o máximo de vidas possivel, em uma batalha perdemos alguns combatentes, mais ganhamos a guerra, e esta guera é arregimentar o máximo de pessoas para Deus.
Temos que deixar de julgar a mãe o aborto, temos que salvá-la para Deus. Existe uma frase que sempre digo, e veio a minha mente quando assisti a Lista de Schindler.
"Não me preocupo com a morte de uma criança pois ela está com Deus, mais fico triste quando vejo um adulto morrer e não ter conseguido salvá-lo para Deus"

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado(a) "a",

Não vou lhe responder, pois o seu comentário se autodesconstrói.

Grato pela participação.

CSZ

Sergio Naves disse...

Esse envolvimento da Igreja Evangélica com políticos mundanos é um erro.

José Serra é mentiroso e um maçon/espírita/católico.

Está usando os evangelicos como "massa de manobra".

Uma vergonha que pastores, ao inves de estarem cuidando de tantos problemas que assolam a mesma, ficar depositando esperanças em homens.

Serra inclusive, recoenda os ensinos da maçonaria como forma de mudar a sociedade brasileira.

Eu, hein!

É só ver aqui: José Serra Recomenda a Maçonaria Para Mudar a Sociedade
e comprovar que não devemos nos mistrurar com essa gente.

Anônimo disse...

Irmão,Ciro

É vergonhoso,triste e lamentável assistir ao vídeo indicado.E mais vergonhoso,repugnante e inaceitável é ver a posição desse "pseudocristão" usando o seu poder da mídia(Record) para propagar um movimento contrário aos princípios de um verdadeiro cristão.

Meu nome é Rafael Vasconcelos(Problemas na conta do google não consigo colacar o meu nome,por isso anônimo em cima).

Ciro Sanches Zibordi disse...

"Sergio Naves",

Seu comentário é CALUNIOSO, pois, no vídeo indicado, o candidato Serra, no Dia do Maçom, apenas saúda a comunidade maçônica. Se isso fizesse dele um maçom, então ele também poderia ser chamado de evangélico, espírita, católico, etc., ao mesmo tempo, pois esse tipo de saudação é bastante comum por parte de candidatos.

Meu amado irmão, reconheço os erros de Serra, mas seja justo em sua avaliação. Pare de agir como militante. Siga o que Jesus disse em João 7.24. Julgue, mas segundo a reta justiça.

CSZ

Jeriel Macedo disse...

Esse "a" não pensa!!!!!

como legalizar um homicidio!!!!

acorda, "a"!!!!

Atalaia da Paz disse...

Como disse recentemente o pastor Elinaldo Renovato: "Aborto é um crime hediondo"...
A Bíblia condena tal ato, e ainda há pessoas que militam a favor deste inescrupuloso movimento. As novas formas de pensamento estão sobrepujando até mesmo as Sagradas Escrituras. Meu Deus! Quanta miséria!

Fábio Santos disse...

Pr. Ciro,

Sou cristão e frequento a uma outra denominação religiosa. Mas como acompanho seu blog assiduamente, e concordo com diversos posicionamentos seus apresentados aqui neste espaço (às vezes discordo do sr. também), resolvi prestar o meu apoio (ainda que possa parecer irrelevante) a você quanto à questão do aborto. Afinal, são poucos os líderes cristãos que tem coragem para defender os princípios divinos que são eternos e imutáveis (Ex. 20:13). E já que o sr. me permite expressar minha opinião, digo-lhe o seguinte: também não votarei nem em Serra, nem em Dilma. Não porque estou fora do meu domicílio eleitoral, mas porque pela minha consciência não me sinto seguro em votar nos candidatos disponíveis.

Portanto Pr., o sr. está com razão em ser contra o aborto, pois a Palavra de Deus lhe dá esse respaldo.

Enquanto isso persevere daí, que persevero daqui, pois Jesus em breve voltará.

"Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam." Tiago 1:12

Deus lhe abençoe,

Ministério Missões e Avivamento Já - Pregador Wallas Saraiva disse...

faço minha vossas palavras pastor Ciro..tenho lutado contra o aborto também, embora meu blog tenha pouca audiencia...que Deus te use poderosamente como atalaia nesta nação, abrindo os olhos do povo! Abraço!

Lucas disse...

Me admirei muito com o comentário em que se diz que a criança irá para o inferno e a mãe direto para o inferno. Sério mesmo? Então é isso que usaremos como desculpa para proteger as mães assassinas?

Tamar disse...

É interessante que o aborto é liberado em nações e apoiado por pessoas com um forte senso de raça etnia ou classe social.
Gente que costuma tratar os que não são de sua cor ou de sua origem como menos humanos.

Assim é na racista América, nos países nórdicos com sua população homogênea e nos países da europa em que existe xenofobia, neonazismo e uma forte divisão de classes sociais baseada na condição de nascimento.

Não é a toa que o escritor de Freakonomics que usou estatística furada para demonstrar que o aborto reduziu a criminalidade em Nova Iorque foi logo contraditado pelos liberais receosos do prejuízo moral que esse tipo de afirmação causa.

Essa linha de argumentação do Macedão que é mais próxima do nazismo foi trocada pelo discurso da "saúde pública" e do antropocêntrico "poder de escolha" da mulher.

Esse espírito de Herodes continua trabalhando.