segunda-feira, 21 de junho de 2010

Rio de Janeiro, Brasil


Se alguém fala mal do Rio de Janeiro, ou não o conhece ou o conhece até demais! Como assim? Quem visita o Rio como turista fica deslumbrado com as suas estonteantes belezas naturais. Mas quem mora nessa metrópole sabe que ela possui uma difícil realidade, semelhante à das grandes cidades brasileiras.

Como morador da região metropolitana do Rio — em Niterói, do outro lado da famosa Ponte que aparece nas novelas da Globo —, tenho tido o privilégio de contemplar todos os dias a melhor vista dessa cidade, que compreende: a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, o Morro da Urca, o Corcovado, sobre o qual está o Cristo Redentor, que acabou de passar por uma grande reforma.

Mas também conheço um outro lado: a dura realidade das comunidades ou favelas. Já preguei, pela graça de Deus, em lugares perigosíssimos, como o Morro do Dendê, na Ilha do Governador. Tenho aprendido a amar o Rio, que merece o título de Cidade Maravilhosa, a despeito de seus conhecidos problemas.

Os cariocas e os moradores do Rio têm motivo de sobra para se orgulharem das suas belas praias, baías, lagoas, enseadas e belíssimas montanhas. Nessa cidade, existem muitos lugares que vale a pena conhecer. O meu destaque vai para o Pão de Açúcar, uma majestosa formação rochosa de quase 300 metros de altura, localizada na entrada da Baía de Guanabara. Recentemente, eu e a minha família tivemos o privilégio de visitá-lo. Há três maneiras de chegar ao seu topo: de helicóptero, escalando-o ou através do bondinho, inaugurado em 1912. É claro que nós preferimos a terceira opção.











Ciro Sanches Zibordi

4 comentários:

Conferencista Silva Silva disse...

que maravilha meu irmao!
que DEUS continue abençoando vc e sua familia!
vou estar sempre orando por vcs meus irmaos!
JESUS abençoe...
nao conheço o rio mais um dia vou conhecer esta cidade maravilho

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Sou carioca e atualmente moro em Nova Friburgo, na região serrana fluminense. Posso dizer que o Pão de Açúcar lembra bastante a época de minha infância. Era um dos lugares que eu mais gostava de passear, principalmente por causa do bondinho. Infelizmente soube de um incêndio florestal que ocorreu este mês na região do Morro da Urca por causa de um balão, uma tradição que precisa acabar pois toda cultura evolui. Um abraço e viva a Cidade Maravilhosa!

MARIO CESAR DE ABREU disse...

A PAZ DO SENHOR PASTOR CIRO!
LENDO ESTE ARTIGO DO PASTOR,FIQUEI FELIZ POR VER O SENHOR A PASSEAR COM A FAMÍLIA E APRECIEI AS PAISAGENS;TENHO UM PERGUNTA:O CRISTO REDENTOR CITADO PELO IRMÃO É UMA IDOLATRIA OU NÃO?
EM CRISTO,
MÁRIO

Honório Guedes disse...

Pr. Ciro, o senhor é um privilegiado por morar em uma cidade linda, maravilhosa e cheia de contrastes, as fotos são de muito bom gosto, a visão do alto mostrada nas fotos é estonteante.
Abraços Fraternais!