quarta-feira, 28 de abril de 2010

O maior pregador da Assembleia de Deus da última década do século XX completaria hoje 70 anos

Há exatos doze anos, no dia 28 de abril de 1998, morreu Valdir Nunes Bícego, aos 58 anos. Seu falecimento repentino pôs fim a uma “safra” de pregadores renomados que expunham a Palavra de Deus confiando no poder do Espírito Santo. Alguns dos que compunham aquele seleto grupo de expoentes ainda vivem, mas sem ter os mesmos prestígio e autoridade.

Não era comum, em meados da década de 1990, os expoentes “fazerem movimento” enquanto pregavam. Eles apenas expunham as Escrituras, e o Espírito Santo aplicava a Palavra viva e eficaz aos corações. Por isso, a minha oração, já que o tempo não volta, é para que o Senhor renove “os nossos dias como dantes” (Lm 5.21), a fim de que, a cada dia, surjam mais expoentes ungidos das Escrituras e menos animadores de plateia.

Valdir Bícego e outros pregadores que conheci, no século passado, não precisavam dar espetáculo para entregar mensagens proféticas durante a pregação. Hoje, as mensagens “proféticas” muitas vezes vêm acompanhadas de shows de sapateado, rodopios, marchas, saltos ornamentais e outras bizarrices. Mas, em julho de 1993, na Assembleia de Deus da Lapa, em São Paulo, quando o saudoso pregador discorria sobre dons e ministérios, apontou em minha direção, em meio à multidão, e profetizou: “Você, que recebeu o dom de Deus para escrever, mande um artigo para o Mensageiro da Paz”. Atendi ao mandado de Deus e não parei mais de escrever.

No último mês de Valdir Bícego neste mundo, ele viajou aos Estados Unidos, para ministrar a Palavra de Deus e visitar seu filho mais novo. De volta ao Brasil, pregou em Águas de Lindóia e Limeira, no Estado de São Paulo, e encerrou a sua carreira na capital paulista. No domingo, dia 26, participou do até então maior batismo das Assembleias de Deus. E, no dia 27, pregou pela última vez, na Assembleia de Deus da Lapa. Foi difícil para mim pregar no mesmo púlpito três dias depois, para um público que não conseguia conter as lágrimas.

Bícego pastoreou a Assembleia de Deus da Lapa por quinze anos (1983-1998). No domingo e na segunda-feira que antecederam ao seu falecimento, ele pregou com muito entusiasmo. Tanto na primeira como na segunda pregações, o Senhor o usou para nos avisar acerca de sua morte. Mas só percebemos isso depois. No domingo, por exemplo, antes de o coral cantar o hino “Ao Passar o Jordão”, ele — que nunca falava antes dos hinos — profetizou: “Um de nós poderá passar o Jordão nessa semana, mas em breve estaremos todos juntos”.

Valdir Bícego deixou um grande legado. Além das inúmeras pregações ungidas e inesquecíveis, que ficaram gravadas nas tábuas de muitos corações, em todo o mundo, ele escreveu dois livros, editados pela CPAD: Evangelismo (da Coleção Ensino Teológico) e Manual de Evangelismo. Os títulos mostram que o seu interesse era, definitivamente, expandir o Reino de Deus.

A Palavra de Deus afirma, em Hebreus 13.7 e 2 Timóteo 3.14, respectivamente: “Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim da sua vida, imitai a fé que tiveram”; “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste”. E é, por isso, que não me esqueço dos homens de Deus que contribuíram para os meus aprendizado e crescimento espiritual, como Valdir Bícego — o maior pregador assembleiano da última década do século XX.

Ciro Sanches Zibordi

13 comentários:

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Pr Ciro, o sr ouviu a mensagem do Pr Valdir: Trago em meu corpo as marcas de Cristo? O sr poderia comentar algo a respeito desta mensagem?

abraços, Pr Marcello

Anônimo disse...

Ótima lembrança! Homens como Pr. Valdir Bícego são exemplos para serem imitados. Embora não o tenha conhecido pessoalmente, acompanhei o trabalho da "Década da Colheita", um excelente projeto de evangelismo que, infelizmente, "morreu" junto com aquele nobre evangelista. Que Deus levante outros com aquele ardente desejo de tornar o nome do Senhor Jesus conhecido "até aos confins da terra".
Pr. Paulo Silveira

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Marcelo Oliveira,

A paz do Senhor Jesus!

Ouvi inúmoras mensagens do saudoso pastor Valdir Bícego, algumas das quais tenho os esboços anotados em um caderno. No entanto, não me lembro de ter ouvido uma mensagem específica sobre as marcas de Cristo. Eu ouvi, sim, Bícego citando o texto de Gálatas algumas vezes.

Em Cristo,

CSZ

a verdade do evangelho disse...

No ano de 1992 tive a honra de ouvir o saudoso Pr. Valdir Nunes Bícego pregar em um congresso de jovens em goiania - GO.
Naquela noite ele falou sobre o agir do Espírito Santo em Atos dos Apóstolos. Lembro-me que no climax da mensagem ele começou a citar de memória o que o Espírito Santo fez desde o cap. 1 ao 28 de At. Foi uma noite poderosa de pregação expositiva e ungida.
Pena que homens assim morrem cedo, enquanto vários hereges tem vida longa.

Pb. Edinei, Th.B

Rodrigo disse...

Pastor Ciro,

A Paz do Senhor!

Assisti à única pregação do Pr. Valdir que está disponível no Youtube, que foi ministrada no Congresso de Mocidade da Congregação de Pirituba em 1996. Ele discorre sobre Isaías 59:1, falando sobre o que acontece quando Deus estende as suas poderosas mãos. Confesso que, ao final da pregação, estava orando para que o Senhor viesse renovar a minha vida e despertar a Sua Igreja.
Eu creio, Pr. Ciro, que neste difícil e delicado momento que a igreja evangélica está vivendo, o Espírito Santo está levantando pessoas sensíveis à Sua voz para pregar o verdadeiro Evangelho da Salvação. Continue sendo um atalaia, pois sei que a sua voz está sendo ouvida (e lida) e as suas orações serão respondidas!

Um abraço,

Rodrigo

Anônimo disse...

Pr. Siro a paz do senhor...

Que deus o abençoe para sempre...
estou sendo muito edificado com seus manuscritos para a gloria de Deus!

JOSE disse...

PASTOR CIRO, A PAZ DO SENHOR,
EU CONFESSO QUE ATÉ HOJE EU NUNCA VI AINDA UM HOMEM DE DEUS SER USADO NA PALAVRA,COMO O SAUDOSO PASTOR VALDIR NUNES BÍCEGO!!! DE SAUDOSA MEMÓRIA!!!
PARABÉNS POR TER LEMBRADO DELE!!!

DEUS SEJA LOUVADO EM SUA VIDA PASTOR CIRO, ESCREVO AQUI NESTE MOMENTO COM OS OLHOS CHEIOS DE LÁGRIMAS!!! PORQUE COMO O SENHOR, EU TAMBÉM APRENDI AMAR MUITO O NOSSO PASTOR VALDIR NUNES BÍCEGO.

PAZ DO SENHOR PASTOR CIRO.

pr Jonatas de Oliveira disse...

Olá pr. Ciro.
Eu estava morando em SP nesta época triste do passamento do pr Valdir Bícego. Era presbítero recém separado do Belém, congregava no setor 46 (Embu Guaçu). O pr Bícego pregava uma mensagem da maior profundidade com tanta simplicidade que todos compreendiam. Era isto que mais me encantava nas suas mensagens.

Anônimo disse...

Pastor Ciro a Paz do Senhor!!
Tive o privilégio de ser "Discipulo do saudoso pastor Valdir Bícego". Realmente podemos dizer que foi dias que não voltam, e que foi um privilégio de quem conviveu com o nosso saudoso pastor. Mas, sou obrigado a discordar do seu ponto de vista. Pois existem sim pregadores com a mesma unção e comprometemento a Palavra de Deus. Na verdade é que, se eletizaram alguns pregadores, ou melhor, os mesmos se acham perfeitos ou melhor do que os demais. E sem falar daqueles grupinhos que há nas Igrejas, ou melhor, onde só quem prega são aqueles que convivem na baia da calça do pastor. Ou aqueles que já estão morrendo mais não largam o púlpito, outros que nunca tiveram mensagem para a Igreja, mas se é pastor tem que pregar, e não pregam nada. Sem contar os mercenários que só pregam por dinheiro, e são esses que tem oportunidade para pregar. Mas, digo ao pastor que, ainda há sete mil... que estão no anonimato e que são pregadores do evangelho de Cristo. Agora, no dia em acabar com essa cambada de pastores vaidosos e começarem a dá oportunidades a esses novos pregadores você vai ver que Deus não tem privilegiados...

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Amem

Anônimo disse...

Saudades desse amado Pastor, Valdir Bícego, a respeio
to de suas mensagens, o sr. sabe informa se há algum acervo delas para visualizarmos pela internet? Obrigada e fique com a paz do Senhor.
Irmã Renata, hoje em Catanduva. No passado sua aluna Escola de Professores de EBD ~da Vila Carolina.

sebastiao marçal disse...

Era gostoso ouvir Pr VALDIR BICEGO. eu era novo tive o grande prazer de ouvir ele pregar no templo central na rua são Paulo em BH eu não esqueço quando começava há pregar
A IGREJA esplodia em gloria a Deus Aleluia . ele dava uma paradinha esperava um pouquinho e dizia e tem que jogar agua para apagar o fogo e
Fazia chiiiiiiiiii chiiiiiiiiii a igreja calava e ele começava a pregar novamente era aquele barulhao de glória a Deus e Aleluia sem ninguém ficar rodopiando só barulho de glória a Deus sem esses gritaria que hoje vemos que é só prá dizer estou AQUI está me vendo ou eu sou mas crente que vcs que com medo de gritar como eu

sebastiao marçal disse...

Era gostoso ouvir Pr VALDIR BICEGO. eu era novo tive o grande prazer de ouvir ele pregar no templo central na rua são Paulo em BH eu não esqueço quando começava há pregar
A IGREJA esplodia em gloria a Deus Aleluia . ele dava uma paradinha esperava um pouquinho e dizia e tem que jogar agua para apagar o fogo e
Fazia chiiiiiiiiii chiiiiiiiiii a igreja calava e ele começava a pregar novamente era aquele barulhao de glória a Deus e Aleluia sem ninguém ficar rodopiando só barulho de glória a Deus sem esses gritaria que hoje vemos que é só prá dizer estou AQUI está me vendo ou eu sou mas crente que vcs que com medo de gritar como eu