domingo, 25 de abril de 2010

Fé Demais Não Cheira Bem


Quando assisti ao filme Fé Demais não Cheira Bem (1992), com Steve Martin e Liam Neeson, na minha juventude, fiquei indignado com a zombaria do Evangelho contida nele.

Entretanto, depois de ter conhecido melhor as estratégias de enganadores como o showman Benny Hinn e os “mestres da fé” Kenneth Hagin e Kenneth Copeland, além de tantos outros pregadores milagreiros, malabaristas e propagadores da Teologia das $emente$, percebi que a mencionada produção cinematográfica possuía, de certo modo, uma mensagem “profética”.

Os vídeos abaixo estão em inglês. Se você não entender o que os atores dizem, as imagens, por si mesmas, são eloquentes o suficiente para demonstrar como o estereótipo se tornou realidade, especialmente em grandes congressos. Hoje, vemos performances e estratégias para tirar o dinheiro do povo até mais agressivas que as empregadas pelo milagreiro interpretado pelo ator Steve Martin. E, a despeito disso, muitos irmãos ficam indiganados quando alguém resolve se opor a tais bizarrices e engodos, em nosso meio.




Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

15 comentários:

Evandro Lemes disse...

Olha, assisti este filme e é muito coerente com nossa realidade... Abesar de ser um deboche, não deixa de ter uma certa razão... Sem falar q o Steve Martin é bom pra essas bobeiras...

Evandro Lemes.

francisco disse...

creio que o chico anisyo meu conterraneo tambem fez bem quando colocou aquele personagem do tin tones fazendo satira a respeito dos evangelicos, infelizmente a coisa ficou muito pior

http://www.youtube.com/watch?v=a6yJn5XEhV4

Valter Miranda disse...

Meu prezado amigo e pastor Ciro,

A Paz do Senhor a todos neste espaço apologético.

Eu constantemente me pergunto, a que ponto chegaremos (para baixo) ou desceremos?

Já estamos convivendo com a mistura (nós da era “moderna”). Hoje em uma mesma reunião(culto) já não temos a mesma fala. Já não pensamos igual. O relativismo bate a nossa porta.

Por que temos uma fala diferente? Será que o espírito que habita não é o mesmo?

O comentarista da lição 3 deste trimestre faz uma importante reflexão “Como poderemos corrigir uma falha ou abandonar um pecado se nossos líderes disserem que está tudo bem?” Pr Claudionor de Andrade.

Nosso cultos sofrem solução de continuidade i.e. aos poucos, aqueles que estão com o coração nas coisas do mundo, empurram o mecanismo de culto de outras denominações para dentro de suas próprias congregações, isso tudo de forma bastante consciente. Não o fazem por simplicidade ou ignorância.

Quando aparece um líder que deseja preservar a sã doutrina e também os bons costumes, pronto, logo dizem: --- Lá vem o chato....... Lá vem o antiquado........ Ele está na idade da pedra........ Ele está desatualizado.........

Em nossos cultos, os decibéis aumentaram, a quantidade de grupos aumentou, as festas aumentaram, os cânticos aumentaram, porém, o tempo para exposição da Palavra de Deus diminuiu.

Em Jr 6.10 o povo já não mais gostava de ouvir a Palavra de Deus e mais, tinham vergonha dela! Que tristeza não passou Jeremias e nós como estamos no século XXI?

A simplicidade do mover do Espírito Santo de Deus está paulatinamente sendo substituída por eventos, festas e atividades sociais onde nossos jovens ficam em contato com uma filosofia que por si só não os levará a rejeitar o mundo.

Não sou contra as atividades sociais nem tão pouco ao uso de tecnologia na igreja desde que tudo seja feito com ordem e decência, não haverá problemas, contudo, estou notando que tais atividades tomam corpo e espaço no ceio da Igreja.

Se não criarmos um ambiente propício para a atuação do Espírito Santo, como a Igreja será revestida do poder de Deus? Não podemos entristecer o Espírito Santo. Ef 4.30. E aqui não falo de alegria da carne quando estamos em atividade social. O que não é pecado.

Prezado amigo pr. Ciro e demais irmãos, eu estou notando que sempre que baixamos a guarda na área espiritual, encontramos alguma coisa na área material para preencher o espaço que ficou. Quando digo encontramos, falo daquele líder que não está vigiando e as vezes não está orando também.

Infelizmente, em nossos dias vemos coisas semelhantes acontecendo. É por esta e outras razões que o apóstolo Paulo nos adverte que quando formos oferecer um culto ao Deus Todo-Poderoso, o façamos de forma racional com três ingredientes: Vivo, santo e agradável a Deus.

Um grande abraço a todos,

Tenham todos os excelente culto na presença do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

A Paz do Senhor.


Pb. Valter Miranda
Assembléia de Deus - Ipiranga
São Paulo

Fabiana disse...

Não assisti esse filme e até vou procurar, mas desde q adquiri um pouco de maturidade cristã, com pessoas como o senhor, pastor, tenho percebido q fé demias pode mesmo nos remeter à reflexao; principalmente se o "super" ungido for um líder religioso, um ministro.

Sempre desconfio quando vejo pessoas por demais "ungidas", se alto declarando profetas, e nao demonstrando a humildade característica
de um cristão verdadeiro.
Procuro analisar exaustivamente, através da PAlavra, visões, métodos e revelações ditas "dadas-me por DEus".

Antes era fácil pra Igreja renegar essas coisinhas, mas hj a gente tem q suar pra aceitar e mostrar q muita coisa é enganaçao. Será q o amor do povo de Deus tá esfriando? Só acredito que pode ser isso, pois Jesus falou. E esse eu sei q era O Profeta!

Desconfio, pois, qdo afanada por certos profetas q circulam em nosso meio, eu tb tive roupantes de muita unção...E digo, a soberba caminhava lado a lado. Havia um desejinho de fama...rsrs, pra nao buá.

Auli Júnior disse...

Pr.Ciro,
assisti a este filme há muitos anos
e se não me engano no final o persona
gem tem um espasmo de lucidez parecen
do arrependido e tocado pela fé genui
na daquele povo que por ele era enga
nado.
Lembrando das intervenções eróicas
do pastor Malafaia em alguns debates
que ouvi na rádio El Shadai e mesmo
em alguns de seus programas, fico re
almente entristecido e peço a DEUS
que faça-o voltar ao evangelho da GRAÇA.
Sei que o artigo não fala dele, mas é dele que lembro nestas horas.
Um forte abraço,
Auli Júnior

Cleverson disse...

Amado em Cristo,
Não tem como ler seus textos e não comentar.

Esquipático - É a definição mais sabivel para as coisas que estão acontecendo.

Se ao menos eles ouvissem falar do "Ao Deus Desconhecido" que Paulo falava aos Atenienses.

Meu Deus, aonde vamos parar.

Graças a Deus que as Escrituras ja mencionava o Fim a mais de 2000 anos.

Em Cristo,

Cleverson Leal
Curitiba - PR

Cleverson disse...

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
2 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
3 Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
4 Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
5 Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.
6 Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;
7 Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.
8 E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.
9 Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles.
10 ¶ Tu, porém, tens seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência,
11 mapa Perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia, em Icônio, e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou;
12 E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.
13 Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.
14 Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,
15 E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.
16 Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;
17 Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Em Cristo,

Cleverson Leal

Cleverson disse...

Sera que Paulo sabia o que estava dizendo...rsrsrs

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,

Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;

Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.

Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles.

Tu, porém, tens seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência,

mapa Perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia, em Icônio, e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou;

E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.

Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,

E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.

Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;

Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Em Cristo,

Cleverson Leal
Curitiba - PR

Mateus Nogueira da Silva disse...

Steve Martin é um mestre da comédia. Sem dúvidas, o filme foi um "ATO PROFÉTICO".

René disse...

Amado Pastor Ciro,

Sim, é bem possível que o Senhor tenha utilizado um filme para alertar a muitos sobre os falsos profetas desses últimos dias. Porém, não podemos esquecer que, na época da criação do filme, Benny Hinn já havia "estourado" nos Estados Unidos e, até mesmo, mundialmente.

Por esse motivo, creio que o roteirista quis, apenas, chegar ao sucesso parodiando algo que já era um "sucesso". A intenção era a mesma do possível inspirador do roteiro.

Tudo isso - Benny Hinn, seu companheiro de investidas Reinhard Bonnke, e tantos outros pelo mundo a fora, Brasil no meio - é o resultado da semente plantada pelo diabo lá atrás, em homens como E.W. Kenyon, Kenneth Hagin, e alguns outros.

Graças a Deus que nenhuma arma forjada por Satanás prosperará contra a Sua Igreja!

Que a Paz do Senhor Jesus continue com você, sua família e seus leitores!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro René,

Desculpe-me, mas, na época, o filme era mesmo mera zombaria, assim como o Tim Tones, no Brasil. Naquele tempo, até Benny Hinn era mais moderado e comedido. Foi depois do filme que as coisas ficaram mais evidentes. Ou seja, o que parecia um estereótipo, no filme, virou realidade. Por isso, eu disse que o filme é "profético".

CSZ

René disse...

Sendo assim, não há como não concordar com você.

Continue na Paz do Senhor!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Nosso prezamado pr. Ciro Zibordi,

A paz do Senhor!

Creia que na demonstração em apenas retirar com uma caneca, por vez, a água do oceano, é motivo para encontrar em sua dedicação, outros mais, que com responsabilidade, se somam a esta árdua tarefa em uma imitação ao seu exemplo. Louvado seja Deus!

Imagine, quantas canecas se somaram à sua, por onde o Senhor nosso Deus, o têm transportado - inclusive me considero como um destes pequenos, e com apenas um conta-gotas em mãos. Mas, que segue o exemplo de sua dedicação.

Lembro-me mais uma vez que, o meu blog somente existe, pelo entusiasmo que senti em suas análises.

Louvo a Deus por este espaço e por comentários que envolvem o meu coração, e principalmente em saber que existem pelo menos 7.000, que não se dobraram ao deus deste mundo.

O Senhor seja contigo, nobre amigo,

O menor de todos. Certamente!

Eli disse...

Pasto Ciro

Eu já havia assistido a esse filme na época em que foi lançado e acredito que ele apontava o que já estava em curso, pois dificilmente produziria algo que não era realidade no momento e ainda mais com o tema "religião".
Acredito tambem que o diretor tinha uma visão apurada do que estava por vir dentro do meio evangélico americano ou informações privilegiadas a respeito.

Eli Leite

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Eli Leite,

É claro que os produtores sabiam do que se passava no meio evangélico. Mas eles fizeram o filme para estereotipar, e assim tornar mais evidentes os desvios que já existiam. O pior é que tais estereótipos tornaram-se realidade. Assista aos vídeos de Benny Hinn atuais e perceberá que não diferenças entre ele e o pastor Jonas, do filme. Aliás, Jonas é até mais comedido, em alguns momentos.

CSZ