quarta-feira, 3 de março de 2010

Mensagem aos fariseus do século XXI


Ainda existem fariseus? Sim. Mas os fariseus de hoje não são os pertencentes à seita que existia nos dias em que o Senhor Jesus andou na terra. Os fariseus da atualidade são os que propalam o falacioso evangelho (falsas boas novas) farisaico, verdadeiramente legalista, o qual prioriza questiúnculas, em detrimento das questões relevantes.

Quem são os fariseus do século XXI?


Os fariseus do século XXI costumam ser como os que viveram no tempo em que Jesus andou na terra: donos da razão e inflexíveis (Mt 23.32-39). Paulo, que foi um fariseu (At 23.6; Fp 3.5), deu ouvidos à voz de Jesus e humilhou-se diante dEle: ‘Senhor, que queres que faça?’ (At 9.6). Ele disse isso depois de ouvir a repreensão do Senhor, a caminho de Damasco (vv. 1-5).

Até ouvir a voz de Jesus, Paulo, também chamado Saulo (At 13.9), era truculento, inflexível e pensava que estava fazendo a vontade de Deus! Se você tem seguido ao evangelho farisaico, faça como o imitador de Cristo: ouça a voz do Mestre, o qual, aliás, dirigiu uma mensagem a todos os fariseus, em Mateus 23. Neste capítulo, o Senhor enumera as características do farisaísmo de ontem e de hoje:

Os fariseus dizem uma coisa e praticam outra (v. 3)

É como se afirmassem: ‘Façam o que eu mando, mas não façam o que eu faço’. Aprendamos com Jesus, que fazia e ensinava (At 1.1). E, por isso, pôde dizer: ‘Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também’ (Jo 13.15). Leia Romanos 2.21-23.

Os fariseus põem fardos pesados sobre as pessoas (v. 4)

Eles mesmos, como disse Jesus, ‘nem com o dedo’ movem tais fardos, mas vivem exigindo que o povo siga ordenanças originadas em suas cabeças.

Os fariseus são vaidosos, soberbos (vv. 5-12)

Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens; amam os lugares de destaque e os títulos. Quantos hoje não agem assim? Fazem questão de exibir os seus nomes com siglas após a vírgula: ‘Fulano de Tal, PhD, DD, ThD’. Tais ‘doutores’ se esquecem de que o mais importante é ser um servo do Senhor Jesus Cristo! Uma sigla que eu gostaria de usar depois da vírgula é ShD — Servo humilde de Deus! [Mas isso também seria vaidade, pois quem é humilde não precisa dizer que é.]

Os fariseus contribuem para a perdição de muitos (vv. 13-15)

A Palavra de Deus diz que devemos salvar a nós e aos que nos ouvem, tendo cuidado de nós mesmos e da doutrina (1 Tm 4.16). Mas os fariseus, além de não entrarem no Reino de Deus, impedem que os seus seguidores entrem, torcendo o verdadeiro evangelho de Cristo. Tornam os seus prosélitos ‘filhos do inferno duas vezes’. Daí Jesus ter afirmado: ‘... ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova’ (Mt 15.14).

Os fariseus são condutores cegos, insensatos e hipócritas (vv. 16-22)

Eles inventam ordenanças, exigindo dos fiéis uma santidade exagerada, extrabíblica, extremada, excêntrica, excessiva, ex... Que Deus tenha misericórdia deles e de seus seguidores; que a graça os alcance em tempo oportuno!

‘Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas’ (Ap 3.6). E quem tem olhos leia o que Jesus disse em Mateus 23!

Para saber mais sobre os fariseus do século XXI e seu evangelho farisaico, leia o livro Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria (CPAD), que apresenta outros sete evangelhos (ou falsas boas novas) que Paulo jamais pregaria: empirista, antropocêntrico, da prosperidade, ecumênico, teologicocêntrico (e não biblicocêntrico), filosófico e do entretenimento.

Ciro Sanches Zibordi

25 comentários:

MIN. DESAFIANDO OS CAMBIADORES EVANGELICOS disse...

Bom dia na paz de Cristo pastor Ciro, sem farisaímo, expresso minha admiração pelo o que o sr tem FEITO EM PROL DA DOUTRINA BÍBLICA, se deixando usar por Deus e militando em prol do Evangelho, cuja prática, infelizmente em nosso século, está cada dia mais crítico... Seu texto me transporta para as palavras de Jesus:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos, dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os scribas e fariseus. Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem - Mateus 23.1-3.
Hoje, como no tempo de Jesus, a maioria dos que assentam nas cadeiras de destaque das igrejas são Fariseus, mas com uma grande diferença, os Fariseus do tempo de Jesus pelo menos pregavam a verdade, somente não praticavam, quanto que os fariseus do século XXI, não se dão nem ao cuidado de pregar a verdade, eles pregam um Evangelho falsificado na maior cara de pau e sem escrúpulos detonam as finanças do povo com seus empreendimentos comerciais arrivistas, levando o povo a crer que no ato de contribuir ou participar da proposta lançada irão alcançar seus objetivos materiais... Creio que podemos alcançar uma mudança ainda em nosso tempo, se o sr continuar nesta empreitada de pregar o genuíno Evangelho, muitos que o ouvirem abrirão os seus olhos e rejeitarão a doutrina dos fariseus. Como disse Esdras, no tocante à isto, ainda há esperança.... Paz...

Valdeci do Carmo disse...

Realmente esse farisaismo moderno tem levado muitas vidas a se esfriarem da igreja. Quantos homens exigentes ao extremo com questões sem relevância nenhuma cometem os maiores dos absurdos e nem sequer pedem perdão. Estou me referindo desde a "compra de diplomas" a fraude no INSS. Com falsos laudos para aposentadoria. É uma tristeza ver o evangelho ser manchado por homens que se dizem representantes de Deus e fecham a porta d Graça. Uma mais nova agora é a "revisão contratual", e ainda dizem que é o Senhor que está abrindo portas.

Daniehl disse...

Olá Pr. Ciro,

Excelente sua postagem e ótima exortação. As pessoas, e em especial os mestres e doutores da atualidade, precisam olhar pra si mesmas e verificar se suas vidas expressam os ensinamentos do Sr.Jesus. Quantos podem dizer, como o apóstolo Paulo: "Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo".

Há uma pluralidade de teologias e discussões filosóficas sobre a Bíblia, que a pretexto de transmitir "conhecimento", só produzem confusão. É de encher o coração de tristeza, ver esses fariseus modernos, vociferando "doutos entendimentos" regados de soberba, altivez e vaidade.

Um farisaísmo mórbido, que não produz vida, nada tem a ver com a leveza da Palavra de Deus e não proporciona descanso a alma.

Lamento sinceramente por estes, pois são tropeços e muitas vezes causam dissensões escandalizando os pequeninos. Mas como disse o Sr. Jesus: "melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar".

Abçs fraternos

Pedro Henrique disse...

A Paz do Senhor Jesus, Pr. Ciro.

Realmente, precisamos ser moldados pelo Senhor todos os dias. Ontem mesmo, aconteceu algo maravilhoso comigo:

Eu estava na festa de anivérsário do filho de um pastor batista, meu amigo, junto com alguns irmãos e amigos. Antes da comemoração, houve um momento de louvor, adoração e pregação da Palavra, sequenciados por momentos de oração.

Num determinado momento, o avô do aniversariante foi convidado a orar em agradecimento a Deus pela data. Aquele humilde servo de Deus fez uma oração simples, curta e sem palavras bonitas - mas sincera, modesta e devocional. Fiquei tão constrangido com a humildade daquele homem que me senti uma pessoa soberba.

Às vezes, queremos dizer palavras bonitas nos momentos de oração e enfeitá-los com gracejos, fajuta humildade e um suposto "reconhecimento da soberania divina". Gostamos de mostrar aos outros que temos uma boa oratória, um vasto vocabulário. Assemelhamo-nos ao fariseu da preciosa parábola do Senhor em Lucas 18.9-14, como se a oração fosse algo programado, esquematizado; onde, já que estamos falando com Deus, não podemos dizer frases comuns e palavras simplices.

Mas aquele homem, mesmo sem saber, foi usado por Deus para me corrigir num erro que há muito eu não tinha atentado. Glória a Deus por isso!

Em tempo, que Jesus tire de nós qualquer vestígio de farisaísmo que possa morar em nosso coração, nos dando humildade e modéstia na Sua maravilhosa presença.

Abraços em Cristo,

P.H.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Sr. Paulo Mororó,

Grato pelo "edificante" comentário que me enviou. Considerei-o tão pessoal e tão oportuno, que preferi guardá-lo somente para mim. Não me tenha mal pela sua não publicação neste espaço.

Mas fiquei imensamente feliz em saber que o irmão leu essa importante mensagem do Senhor Jesus dirigida originalmente aos fariseus. Eu tenho orado para que somente aqueles que dela necessitem a leiam e meditem sobre como têm se conduzido perante o Senhot. E é claro que o propagador da mensagem, este escritor, foi o primeiro a recebê-la como edificação.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Paulo Henrique,

Muito oportuna a sua distinção. Os fariseus de outrora até que falavam algumas verdades, sem, contudo, viver o que pregavam. E os de hoje sequer pregam a Palavra! As suas mensagens preferidas são baseadas nos conceitos da autoajuda, e não no Evangelho de Ajuda do Alto, do nosso Senhor Jesus.

Em Cristo há esperança!

CSZ

overbooverbooverbo.blogspot.com disse...

Brevemente, estarei colocando no blog,overbooverbooverbo.blogspot.com, documentos que comprovam, que pastores estão cobrando para levar a mensagem de Deus, so que deram calote, não foram no evento, e pastor conhecido aqui em cuiaba.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Valdeci,

Os dias são maus. Mas o Senhor está conosco! Preguemos a Palavra, a tempo e fora de tempo (2 Tm 4.1-5), e defendamos o Evangelho (Fp 1.16).

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Daniehl,

Muito lúcidas e contundentes as suas palavras. Façamos, pois, uma "viagem para dentro de nós", a fim de que vivamos verdadeiramente o Evangelho.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Pedro Henrique,

Belíssimo o seu relato. Precisamos aprender a orar. Aliás, não foi por acaso que o Senhor Jesus ensinou os seus discípulos (e a nós, por extensão) a orar. E veja que interessante: o Senhor Jesus nunca ensinou os seus discípulos a pregar! Da mesma forma, jamais os ensinou a cantar!

Hoje existem cursos para pregador (seminários teológicos e outros), bem como estudos aprofundados, em nível de faculdade, para se aprender a cantar... Jesus não nos ensina a pregar nem a cantar, em sua Palavra. É claro que Ele pregou e cantou (muito mais pregou do que cantou), e através de seu exemplo nos ensina a pregar e a cantar. Mas a única coisa que Ele nos ensina, formalmente, é a orar, deixando-nos inclusive uma oração-modelo (Mt 6.5ss). Isso mostra que precisamos mesmo aprender a orar, a fim de não sermos como os fariseus.

Em Cristo,

CSZ

Richard Ferreira disse...

A paz de Cristo para todos, quero apenas comentar no livro de Tiago 1 verso 22
E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. Este texto expressa bem a condição de muitos que hoje falam, falam e falam... pois prática não há. Coam os mosquitos mas passam camelos enormes temos que olhar para nossa vida e ver se realmente se temos sido cumpridores da palavra homens e mulheres obedientes a Palavra de DEUS como testemunhas vivas do EVANGELHO DE CRISTO Deus abençoe a todos!
Acessem o meu blog estou começando conto com o incentivo de vocês Grande abraço e a PAZ DO SENHOR
www.peregrinosdaverdade.blogspot.com

Felipe Huvos Ribas disse...

Pr. Ciro, eu li o texto quase inteiro (espero ler até o final). Quero lhe fazer uma pergunta. O livro "Evangelhos que Paulo jamais pregaria" está tendo boa aceitação pelas pessoas que crêem em algum dos "evangelhos" apontados no livro?
Sei que o senhor se vale do humor, até que com certa frequência, em seus escritos, mas fico pensando se as pessoas não se sentem "atacadas" por isso.
Tenho seu livro "adolescentes S/A" e gostei muito (ainda o consulto, apesar de ter 19 anos). Penso em ler o seu livro "Evangelhos que Paulo jamais pregaria" no futuro.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Felipe,

O livro em apreço é de cunho apologético. Mas não combato contra pessoas ou instituições, e sim contra o erro. Quem entender isso, não terá dificuldade em ler o livro. Aliás, são muitas as pessoas que me escrevem, as quais sequer sabiam que estavam seguindo a falsos evangelhos. O livro, nesse sentido, veio para despertar aqueles que estão sendo enganados.

Creio que aqueles que seguem a um pseudoevangelho, se consultarem a Bíblia e fizerem dela a sua fonte primária de autoridade, reverão a sua maneira de se conduzir.

Em Cristo,

CSZ
p.s. Gostei de saber que está lendo meu segundo livro "Adolescentes S/A", que não é apologético; foi escrito para aconselhar os jovens e adolescentes, em 2003.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Nosso prezamado pr. Ciro Zibordi,

A paz do Senhor!

Excelente referência e orientação à todos, os que desejam visitar-se, de quando em quando, para não serem proclamados como fariseus, de quando em quando.

A atenção é primordial, de quando em quando, durante a nossa vida na constante luta da carne com o espírito, e se não nos apercebermos que somos vuneráveis, poderemos, de vez em quando, falhar nesta confessa matéria, que nos dá o direito de perseguirmos, de quando em quando, a vigilância plena, conforme as orientações da Palavra de Deus, e por sinal, bem denunciaaaaaaada nos seus livros, que combinam ERROS com ACERTOS.

Dizem que errar é humano, e errar sempre é burrice. Creio, que na parte espiritual, errar sempre, é por não estar SEMPRE na presença de Deus.

Penso que esta matéria, irar ferir a alguns que sabem por sí mesmo, serem parte deste ritual de farisaímos, e sentem tal discernimento, mas destestam serem desmascarados.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor de todos.

ADRIANO JOSÉ URSULINO ISIDRO, 28 ANOS disse...

A Paz do Senhor Jesus Pastor Ciro.

Realmente estamos vivendo o cenário em que escreveu o Apóstolo Pedro em sua II Carta Universal no capitulo 2.

Estava conversando com uma irmã que congregava em uma determinada Igreja Farisaica, e ela me disse que estava passando um momento difícil em sua vida, pois estava desempregada.

Ela foi falar com o Pastor sobre o que estava acontecendo, e o conselho do Pastor para ela foi:

Que ela vendesse sua televisão e seu som e desse o dinheiro para a Igreja, pois desta forma Deus iria abrir uma porta de emprego para ela.

E sabe qual foi a resposta dela para o Pastor?

- Pastor, eu não vou vender nada e vou provar para o Sr. que Deus vai abrir uma porta de emprego logo só com a minha fé nEle!

E sabe o que aconteceu?

Deus abriu não uma, mas duas portas de emprego para que ela pudesse escolher em qual trabalhar.

Com esse testemunho e essa vitória, ela conseguiu refutar mais um falso ensinamento desses falsos mestres, ou seja, Fariseus da atualidade.

Ficamos com a Palavra de Jesus que disse: E tudo o que pedires ao Pai em meu nome será feito.

Que Deus abençõe a todos.

Anônimo disse...

Belo texto:


Os fariseus dizem uma coisa e praticam outra (v. 3)

É como se afirmassem: ‘Façam o que eu mando, mas não façam o que eu faço’. Aprendamos com Jesus, que fazia e ensinava (At 1.1). E, por isso, pôde dizer: ‘Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também’ (Jo 13.15). Leia Romanos 2.21-23.

Aplica-se exatamente como uma luva há algumas lideranças de igrejas e convençoes que tem um belo discurso mas negam com suas atitudes

Anônimo disse...

jufgg

Júnior Rubira disse...

E pensar que eu um dia estive nas mãos de fariseus como os descritos neste texto... Graças a Deus por hoje eu poder viver livre do jugo de homens.

Em Cristo,
Júnior Rubira.

Jorge Mélo disse...

Aos fariseus da atualidade:
O desejo de DEUS é que todos se salvem e venham ao conhecimento da verdade. 1 timot. cap.2 vers4.

Sem muitas delongas, "Não partam para a eternidade, sem CRISTO JESUS."
DEUS em CRISTO, abenço-e a todos os desejosos de coração, que ardentimente almejam O PARAÍSO ETERNO,e de serem bem aventurados ao serem chamados a CEIA das bodas do CORDEIRO. apocal. cap.19. vers.9.
Muito bom este post de alerta aos fariseus da atualidade, Pr. Ciro.
RECIFE - PE

Anderson disse...

Caro pastor Ciro,

Excelente texto.Eu tenho esse livro cujo você é o autor.Uma obra maravilhosa,e que na minha opinião se fosse um filme essa obra mereceria o Oscar...

É muito importante pastor o povo de Deus se instruído de acordo com a Palavra de Deus.

O que me deixa mais triste é saber que muitos deles não vão nem ao médico,julgam-se impossibilitados de adquirir qualquer doença.Eu por exemplo,estava sentindo-se mal há algum tempo e vinha falando com minha mãe,minha querida mãe,que infelizmente faze parte desse evangelho.Quando eu reclamava ela dizia isso deve ser obra de bruxaria ou Deus querendo um concerto com você se coloca na posição.Mas eu sabia e sei que não é nada disso.Fui ao médico fiz o exame de endoscopia e contatou que eu estou com GASTRITE ANANTOMATOSA LEVE DO ANTRO.
Agora entende pastor,o perigo desse falso evangelho farisáico?
Se eu fosse pela idéia da minha mãe que falou bem intencionada,porém não estava certa,eu iria continuar sofrendo e futuramente poderia desenvolver uma úlcera ou até mesmo um câncer no abdômen,tudo isso por achar que crente não fica doente...

Desculpe-me pela extensão do texto,mas tenho certeza que Deus continuará lhe ajudando e se der fale um pouco sobre isso pastor,publique matérias incentivando os evangélicos irem no hospital.Porque muitos só vão quando estão em fase terminal,e ainda assim pensando que é a vontade de Deus.

Paz do Senhor e obrigado

Anderson Santos /SP

Adoradores da Palavra disse...

A paz Pr.Ciro adorei o seu livro os Evangelhos que Paulo não pregaria, foi uma benção em minha vida que DEUS continue te abençoando .:http://tesafami.blogspot.com/

Anônimo disse...

O senhor só posta os comentarios de elogios, criticas nunca são colocadas aqui.
Desejo ver se tens coragem!!!!!!
Ages como fariseu.
Enivaldo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Enivaldo",

Você queria ver se eu tenho coragem de publicar um comentário que não acrescenta nada, como o seu? Ei-lo publicado.

Para sua informação (pois você pegou o bonde andando e ainda quer sentar-se à janela!), eu só publico os comentários que eu desejo publicar. E, às vezes, publico até comentários altamente "elogiosos", como o seu.

Você deveria ter um perfil que dissesse quem você é, de fato, com foto e outras informações, pois atacar editores de blog sem identificação é muito fácil. Desafio-o a ser verdadeiro, em vez de faltar com a verdade, como vem fazendo.

CSZ

Adoradores da Palavra disse...

Pr.Ciro e o adimiro muito pela sua coragem e no Brasil falta homens de coragemm como o senhor eo Pr.Silas então esse ai que está lhe desafiando se converter e fazer o que Jesus ordenou fazer o ide em vez de ficar querendo confronto Amém.

Anônimo disse...

Olá Pastor Ciro!

Aprecio sua luta ao lado de todos os verdadeiros irmãos em Cristo. Deus continue o abençoando, fortalecendo e derramando sobre você o seu Espírito, poderosamente, para que através de seu ministério continue sendo anunciada a palavra.Louvado seja sempre nosso Senhor Jesus Cristo!