quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Nem liberalismo nem legalismo!


Escrevi mais este artigo sobre o assunto porque alguns dos internautas avessos ao que chamam de legalismo não entenderam — ou talvez não quiseram aceitar — o que eu disse nas postagens anteriores. Eles concluíram, erroneamente, que eu estou defendendo a salvação pelas obras ou os maus costumes que a nada levam. Ademais, percebi que compreendem o termo “liberalismo” de modo restrito, amplicando-o apenas dentro de um contexto teológico.

Reitero que os liberais gostam de atacar o legalismo, mas se esquecem de ver os seus próprios desvios da Palavra de Deus. E os legalistas, por sua vez, a despeito de verberarem contra o liberalismo, ignoram os seus erros. Como eu já afirmei, ambas as facções são extremistas e contrárias ao equilíbrio esposado na Bíblia.

O que é o liberalismo, em sentido abrangente? São doutrinas, pensamentos, atos, atitudes, etc., contrários, de alguma forma, à Palavra de Deus. O liberalismo não se limita, nesse caso, a incongruências teológicas. Refere-se a desvios teológicos (que é o principal tipo de liberalismo), eclesiásticos (relativos a práticas litúrgicas) e consuetudinários (relacionados com usos, costumes, práticas, etc.).

Por outro lado, o que é o legalismo, em sentido amplo? É o apego a dogmas extrabíblicos e antibíblicos, a doutrinas de homens, a usos, costumes, práticas, isto é, obras que não são as boas obras para as quais o Senhor Jesus nos salvou (Ef 2.8-10; Cl 2.20-22).

Não se deve confundir o legalismo com o zelo pela sã doutrina e pelos bons costumes decorrentes de sua exposição. Por exemplo, é legalismo dizer que o crente que usa barba está em pecado — principalmente valendo-se do fato de que José se barbeou para se apresentar a Faraó! Também é legalismo proibir a mulher de se depilar, etc.

Mas não é legalismo: opor-se à perniciosa teologia da prosperidade; impedir a entrada do erotizante funk nas igrejas; ser contrário ao show gospel; ensinar as irmãs a se trajarem de maneira decorosa, etc. Afinal, o cristão que se preza não se conforma com as heresias (Gl 1.8; 2 Co 11.4; 2 Pe 2.1,2) nem
com o mundanismo (Rm 12.1,2; Tg 4.4; 1 Tm 2.9).

Da mesma forma, não podemos confundir o liberalismo com uma visão, até certo ponto, contextualizada do mundo, o que se faz necessário (1 Co 9.22). Por exemplo, é liberalismo considerar normal e natural que haja shows com danças de todos os tipos dentro das igrejas, inclusive imitações grotescas dos passos de Michael Jackson. Por outro lado, não é liberalismo valer-se de recursos tecnológicos na propagação do evangelho e no louvor a Deus.

O que a igreja precisa é de equilíbrio. Por isso, eu proponho que os líderes evangélicos reflitam à luz dos princípios contidos na Palavra de Deus. Estes são atemporais e os ajudarão a discernir entre a luz e as trevas, o amargo e o doce, o mal e o bem (Is 5.20; Hb 5.12-14). É um grave erro analisar a Bíblia de modo simplista, como se ela fosse um livro de “pode e não pode”, incapaz de nos guiar a toda a verdade, pelo Espírito.

Portanto, fiquemos com a Palavra de Deus, que diz: “Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal” (Pv 4.17). E ainda: “Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda” (Is 30.21).

Ciro Sanches Zibordi

17 comentários:

anderson disse...

Paz do Senhor Pastor Ciro,

Mais uma vez quero parabenizá-lo pelos artigos...

Achei importante a parte em que o senhor cita que é legalismo dizer que o crente que usa barba está em pecado.Importante também dizer que não é pecado algum as irmãs se depilarem!Digo isto por que conheço lugares que são assim,o pior é que eles acham que se não cumprirem o que a denominação determina eles irão para o inferno.E esse é o fato de eles seguirem isso!!!

Que a Palavra do Senhor seja nossa única regra de fé e também de prática (2 Tm3:16-17).

Em Cristo,

Anderson

Angelo disse...

Pr.Ciro você é um dos poucos que ainda pregam o verdadeiro evagelho,o(EVANGELHO SOFREDOR),Hoje realmente vivemos num tempo que as pessoa estão amontoando doutores segundo seus proprios desejos.Continue!
http://www.angeloadrianodarosa.blogspot.com/

Lucky Costa disse...

Pastor Ciro, estou de volta para mais um comentário.
Esse texto é muito esclarecedor, embora os outros dois também tenham sido. Infelizmente nem todos compreendem.
Uma coisa que me intriga é a maneira como algumas igrejas lidam com periodos de festas do mundo. Aqui na igreja a qual sou membro, somos orientados a ensinar as crianças a não se enganarem e se envolverem com as coisas aparentes que o mundo e até algumas igrejas ditas evangelicas fazem.
Um exemplo disso é o periodo de setembro onde outras religiões tem o costume de distribuir doces e isso é um culto a deuses. Mas tem igreja evangelica que também distribui doces nesse mesmo periodo, para que suas crianças não "se contaminem" com os doces do mundo. E outras igrejas realizam arraiais evangelicos no mesmo periodo das festas juninas. E já vi até igreja promover festa a fantasia para que seus membros tivessem opção fora do Halloween!!!
É por isso que está escrito q todas as coisas são licitas mas nem todas convem. Triste é ver que preferem ignorar a Palavra e criarem suas próprias leis.

APDSJ.
Lucky Costa.

eduardo disse...

querido pastor ciro,muito bom seus comentarios,agora também não acho que os irmãos do passado,eram fariseus como certo apresentador prega,ali era outra época de pessoas,sem conhecimento,mas,viviam uma vida no altar,repudiando muitas coisas mesmo que sejam legalismo para alguns,mas,foram homens e mulheres santos de Deus.

Marcelo disse...

Pr. Ciro,

Realmente é este ponto de equilíbrio que falta na igreja evangélica brasileira, pois temos duas linhas de igreja na grande massa evangélica, os extremistas ortodoxos e os extremistas liberais. Uns crêem que tudo que é prazeroso é pecado, abstendo-se de manjares que o Senhor deixou para nós. Outros, esquecendo-se que nossa pátria não é aqui, enveredam-se por caminhos tortuosos, usando a liberdade cristã como desculpa para suas práticas libertinas e desprovidas de aprovação divina.

O que realmente falta à igreja brasileira, são líderes com uma visão bíblica fundamentada e coragem de pregar sobre esse assunto, pois hoje o povo de Deus não é ensinado sobre isso. Há uma cobrança sem explicação, ou uma liberação sem base bíblica.

Aproveito essa oportunidade para pedir ao senhor que explore mais este assunto, talvez em um futuro livro, pois são poucas as obras que tratam do referido assunto, e as que tive acesso são controversas e pouco embasadas, pelo menos a meu ver.

Que a igreja brasileira possa voltar aos princípios da Palavra, não deixando-se influenciar pelos libertinos da fé, nem tampouco ser enveredada nas infundadas cobranças dos legalistas, que põem fardos pesados sobre o povo, os quais nem eles mesmos conseguem carregar, e no princípio têm até aparência de santidade, mas não têm nenhum préstimo.
"Asquais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne". Cl 2vs22,23.

Em Cristo,

Marcelo Lima - Coop da AD em São José dos Campos - SP

Anônimo disse...

Olá Pr Ciro,

Ainda insisto que o melhor seria evitar usar o termo liberalismo, uma vez que no universo teológico por justificativas históricas já bem pavimentadas, esse termo é bem teológico.Ele define uma escola de pensamento nas suas mais diversas vertentes.Não estou fazendo juiz de valores.

Mizael

Anônimo disse...

NOS MEUS FAVORITOS ESTA O BLOG DO IRMÃO,TODOS OS DIAS DOU UMA OLHADA
PARA VER SE HÁ ALGO NOVO,POIS PRA MIM TEM SIDO D MUINTA VALIA OS CONTEÚDO QUE AQUI TEM POSTADO.
REALMNETE A IGRJA ESTÁ CADA DIA MAIS INFLUENCIADA COM DOUTRINAS QUE
DETURPA A PALAVRA D DEUS.SBRE O LEGALISMO REALMENTE TEM COISA Q SÃO MUINTO NOS EXTREMO.
E OUTRA A OUTRA PONTA PARECE Q AS COISAS SÃO TODOS IGUAIS(LIBERAL)PRA Q ACEITARA JESUS SE FAZENM AS MESMAS COISAS?
EU VI UM VIDEO LÁ NA IGREJA"MÃE",BELEM DO PARA(PASTOR SAMUEL CAMARA)EU FIQUEI D BOCA ABERTA, UM CANTOR Q IMITAVA MICHAEL
JACKSON E O PASTOR MORRENDO D RIR.
E O PIOR D TUDO O PASTOR SAMUEL,FOI CRIADO DENTRO DA AD TRADICIONAL(DANIEL E GUNNAR VINGRE)
PARECE Q O DIABO NÃO ESTA MUINTO
PREOCUPADO COM ALMAS PRA ARREBATAR PRO INFERNO,PARA ISSO TEM PASTOR JÁ
FAZENDO ESTE PAPEL.
"PRA MIM ELE(DIABO)ESTÁ PREOCUPADO
EM AUMENTAR MAIS O TERRENO(INFERNO)
POIS PARECE Q O "deus" DESTE SÉCULO
JÁ SECOU O ENDENTIMENTO D MUINTOS Q
ESTÃO SENDO LEVADO POR VENTOS DOUTRINAS.
QUE DEUS TEM MISERICORDIA D NÓS PARA QUANDO ELE VIER BUSCAR A SUA IGREJA PODEMOS ESTA PREPARADO PARA ENCONTRA COM ELE(DEUS)

Irmão Cicero Leandro Jr. disse...

A paz do Senhor, pr. Ciro!

Dou graças a Deus pela sua vida. Estes artigos que o senhor escreveu, tenho certeza, foi a forma que Deus escolheu para falar com muitos, eu inclusive.

Por estes dias meu primo e eu temos debatido sobre certas questões de usos e costumes em nossa denominação. Confesso que estava um pouco angustiado com certas indagações que surgiram em minha mente. Mas pela graça de Deus eu tive acesso a estes artigos e, glória a Deus, o Senhor, através deles o Senhor falou ao meu coração.

Que Deus o abençõe, e oro para que mais irmãos se levantem e nos ajudem a combater e dissipar o mal que tem se instalado na Igreja de Cristo, qualquer que seja a forma que ele tenha assumido, pois legalismo e liberalismo são duas faces de um mesmo mal.

Sola Scriptura!

Em Cristo,
Cícero Leandro Júnior.
Assembleia de Deus em Teotônio Vilela/AL.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Mizael,

O irmão está equivocado. Modéstia à parte, tenho relativo domínio do vocabulário teológico. E não podemos confundir a palavra "liberalismo" como o termo "liberalismo teológico". São duas coisas distintas.

Liberalismo pode ser aplicado, de maneira genérica, a todos os tipos de liberalismo. Segundo os dicionaristas da língua portuguesa, esse vocábulo alude ao conjunto de teorias e princípios liberais.

Agora, o liberalismo teológico está ligado aos teólogos liberais e suas ideologias.

O meu conselho ao irmão é que procure entender cada palavra dentro de seu contexto específico, pois até na Bíblia uma mesma palavra varia de significado de acordo com o contexto.

Em Cristo,

CSZ

Pr. Auriberto Feitosa disse...

A paz do Senhor Pr. Ciro.

Gostaria que alguns companheiros de ministério lessem essa sua postagem. Parece que há uma falta de compreensão sobre a questão do equilíbrio esposado na Bíblia. Conheço alguns que "liberam" tudo e outros que "proíbem" tudo, ou seja, "nada é pecado" e "tudo é pecado". Para os que acham que "nada é pecado", vale tudo, desde danças na igreja, funk, rock, show gospel, etc. O importante é agradar a "galera". Já para os do "tudo é pecado" nem palmas se pode bater na hora do louvor (tudo isso são apenas pequenos exemplos que citei). Extremismo é o que devemos evitar e procurar o equilíbrio em tudo.
Parabéns pela postagem, que Deus continue lhe abençoando grandemente.

Marcelo disse...

Pr Ciro,

Estou com o senhor nesta observação feita ao irmã Mizael. Não compreendo o porque dessa preocupação exacerbada com o emprego da palavra liberalismo. Ademais, alguém que escreve tão bem como ele deveria saber interpretar as palavras com base na contextualização. Isto não é nem teológico, é lingua portuguesa mesmo.

Sem dúvida alguma, em se tratando do texto em apreço, a palavra liberalismo define perfeitamente a libertinagem doutrinária causada pelos "pseudo-neo-pentecostais", que acham que qualquer experiência, ainda que estranha à Palavra de Deus, abone suas condutas extravagantes, que contrariam asperamente a modéstia e o bom caráter cristão. Afinal de contas, quem está em Cristo deve andar como Ele andou. E não consigo considerar nem em minhas mais longínquas divagações Jesus Cristo, o Senhor, dançando na igreja, fazendo tatuagem, piercing, ou promovendo grandes shows para aparecer. Ele, mesmo digno de toda glória, enveredou-a ao Pai em todas as suas obras. E o que será de nossas vidas, se não houver em nós o mesmo sentimento que houve também em Cristo. "Fp 2 vs 5"

Em Cristo,

Marcelo Lima - Coop da AD em São José dos Campos - SP.

Glauceli disse...

Graça e paz!!
Como seria bom se tivéssemos mas pastores equilibrados como o senhor!!
Infelizmente são poucos que ainda pregam o evangelho de Cristo.
God bless you!!!

Júnior Rubira disse...

Simples, direto e verdaeiro, excelente post pastor Ciro, é necessário que os cristãos saibam ser equilibrados e moderados, como a Bíblia recomenda.

Abraços fraternais em Cristo,

Júnior Rubira
www.blogespadadoespirito.blogspot.com

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

Hoje em dia, muitos irmãos que primam por uma vida embasada nos bons costumes legados pelos fundadores das Assembleias de Deus, os quais deixaram a todos um legado de comprometimento com a verdade, são taxados como antiquados e descontextualizados da nova realidade cristã vigente. Não sou contra a modernidade, mas não concordo com certos modismos que adentraram pelas nossas portas e hoje fazem parte de nossas liturgias.

Até entendo que no passado, por seu zelo extremado, alguns de nossos mais destacados líderes cometeram excessos no tocante a usos e costumes. No entanto, deixar de lado certos "bons costumes" para adotar um modelo de culto que não se coaduna com os princípios da palavra de Deus exposados na Bíblia soa como heresia, e das mais terríveis.

Por exemplo, quando por força de uma maioria que quer mudanças na habitual liturgia dos cultos assembleianos visando igualar-se a outras igrejas que não tem uma história como a nossa de comprometimento com a palavra, um pastor abre mão dos velhos costumes e permite que adentrem na igreja estilos musicais profanos como o funk, rock, street dance, hip hop, pagode, reggae, axé, entre outros. Estaria este pastor agindo segundo a palavra ou apenas fazendo a vontade da massa de crentes sem temor a Deus?

Em minha opinião, uma igreja não deve ser legalista, mas também não deve entrar pelo caminho do liberalismo já abraçado por muitos; do contrários nos tornaremos iguais aqueles que já entraram pelo mesmo caminho de engano e erro perceptível no meio cristão hodierno. O caminho é um viver de equilíbrio, contextualizando a palavra com uma vida digna da mesma.

Paz seja Contigo,pastor Ciro C.
Zibordi.

Nos laços do Calvário

Pb.Geovani F.dos Santos.

Anônimo disse...

PASTOR CIRO, VEJA ESTE LINK SOBRE O ANDRÉ VAIDOSÃO.

http://farisaismo.blogspot.com/2009/11/andrezinho-o-menininho-mimado-gospel.html

FIQUEI SABENDO DISTO E ACHEI UMA COISA TÃO IGNORANTE QUE FIQUEI COM NOJO COM A FALTA DE HUMILDADE DESTE HOMEM QUE SE DIZ ADORADOR DE DEUS.

Pastor Mozart Paulino disse...

A Paz do Senhor.

O enderrço do blog mudou há algum tempo.

Não é mais teologiadagraca.blogspot.com

Mudou para mozartpaulino.blogspot.com

Abraços a todos.

MSP

☆★ คℓεxคทd૨ε ☆★ disse...

A Paz do Senhor,

Usei um texto seu do Blog "Pastor Ciro Responde" em meu blog, coloquei a fonte e o link que endereça ao seu blog. Perdoe-me não ter solicitado com antecedência, espero que não tenha nenhum problema.

Atenciosamente,
Alexandre