sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Eu digo NÃO ao show gospel! E você? (2)

Ao ler o primeiro artigo desta série, o irmão Wallace Thimoteo escreveu: “A paz do Senhor Jesus! Como sempre menciono, parabéns pelo blog, pois o acompanho frequentemente. Não faço o papel de advogado (risos), mas gostaria apenas de ressaltar sobre esse acontecimento do Diante do Trono. Lembra-se que em outro momento eu lhe enviei um e-mail da Ana Paula pelo qual ela se desculpa por esse fato? Eu enviei um e-mail para o DT acerca do fato e coincidentemente eles oficialmente responderam, aliás, a Ana Paula respondeu pedindo desculpas à Igreja, já que a sua intenção não foi agredi-la com seus atos e tudo mais”.

O irmão Wallace também disse: “Não sabemos qual foi a sua motivação, mas certamente estava arrependida. Não entendo o porquê de repetir essa acusa... desculpe, menção... Posiciono-me quanto ao DT, não por que sou fã e tudo mais. Entretanto, vejo seriedade nesse ministério. Claro, eles erram como todos nós estamos sujeitos a tal. Portanto, como disseste em outra postagem, devemos nos apartar do mal. Enfim, mudando de assunto... Deixo uma pergunta: nós adoradores nos utilizamos da arte para louvar a Deus, não é mesmo? Podemos ser considerados artistas, digo, não confunda com celebridades, mas artistas, logo quem faz arte? O que pensas sobre?”

Diante do exposto, aproveito o comentário do amado irmão Wallace Thimoteo para responder não somente a ele, mas a todos os internautas que porventura estejam com as mesmas dúvidas apresentadas.

Muitos — talvez em razão de terem lido o primeiro texto apressadamente ou se aproximarem dele com algum preconceito — não perceberam que a questão em apreço é muito mais abrangente. Eu tenho conhecimento de tudo o que o irmão Wallace mencionou. E é bom que fique claro, de uma vez por todas, que eu não estou contra este ou aquele grupo, este ou aquele cantor. Eu estou falando contra o show gospel, de maneira geral. Ou seja, estou enfatizando como NÓS, integrantes da igreja evangélica brasileira, estamos nos distanciando do culto ao Senhor Jesus Cristo!

O fato de a aludida vocalista, líder do grupo
também mencionado pelo irmão Wallace, ter engatinhado “profeticamente” no palco (palco?) diante de uma plateia eufórica (plateia eufórica?) é um mero detalhe no vídeo utilizado por mim. Eu o publiquei por ser ele bastante conhecido do público webevangélico e também por ser muito semelhante ao vídeo em que o super-astro do U2, Bono Vox, em um de seus shows mundanos anda como um animal quadrúpede. Desculpe-me, caro leitor, da redundância, pois todo show é mundano, por definição, mesmo quando os seus participantes são evangélicos.

Reafirmo, portanto, que não estou contra este ou aquele astro do mundo gospel. Eu sequer afirmei que a aludida cantora fez o que fez inspirada no famoso cantor do U2. Ela mesma declarou, em seu blog, à época, que foi movida por Deus. O que eu quis mostrar mesmo é que, nos shows gospel, os mesmos elementos do mundo estão presentes. E NÓS, integrantes da igreja evangélica, temos aceitado tudo isso com a maior naturalidade, como se fosse a coisa mais linda e mais cristã do planeta imitar o mundo e aceitar o mundanismo!

Não tenho medo de dizer, ainda que eu seja taxado como quadrado ou rejeitado por igrejas, líderes evangélicos e outros: eu sou contra o show gospel! Respeito a opinião de todos os leitores. Mas o evangelho de Cristo deve ser comunicado, não da maneira como as pessoas desejam ouvi-lo, e sim da maneira como precisam ouvi-lo. E sempre escrevi, neste blog, para comunicar a mensagem que tenho recebido do Senhor, e não para agradar ou atacar alguém.

Tenho certeza absoluta, à luz da Palavra de Deus, de que show não é culto, e de que culto não é show. Não preciso chegar ao Céu (como sugeriu outro leitor) para ter a certeza de que Deus não recebe os shows “evangélicos”. Por que temos a Bíblia Sagrada em nossas mãos? Para que servem os mandamentos, princípios, exemplos, verdades e doutrinas contidos na Palavra de Deus? O problema é que muitos hoje dão mais valor a
“ministrações” do que às Escrituras.

Mas o irmão Wallace perguntou também sobre o uso da arte no louvor, o que tem sido um grande subterfúgio para aqueles que desejam introduzir no culto (culto?) tudo que o mundo oferece. Como temos visto, já há igrejas ditas evangélicas que se valem de apresentações de vale-tudo para atrair e agradar pessoas. Não conhecem os líderes dessas igrejas o texto de João 6.60-69? O Senhor Jesus valorizava a quantidade de seguidores (multidões o acompanhavam), mas priorizava a exposição da verdade, o que o levou a perder muitos seguidores.

Quanto ao emprego da arte no culto a Deus, é preciso considerar os princípios bíblicos contidos em 1 Coríntios 6.12; 10.23; Hebreus 12.1,2; 1 Tessalonicenses 5.22; Filipenses 4.8. E é necessário ter bom senso. Nem tudo é conveniente, edificante, de boa fama, etc. Afinal, até a marca registrada do Michael Jackson, o moonwalk — famoso passo de dança pelo qual o dançarino desliza para trás — está fazendo sucesso entre NÓS, não é mesmo? E há pastores batendo palmas para isso!

Através do show gospel, oferece-se ao povo o que ele deseja, repito, assim como fez Arão (Êx 32.1-6). Mas Deus tem levantado homens e mulheres que, à semelhança de Moisés, dão ao povo o que ele precisa (Êx 32.7-35). Que acabe o show! Precisamos de Palavra de Deus e louvor puro, sem contaminação mundana (secularização).

Eu continuo dizendo NÃO ao show gospel! E você?

Ciro Sanches Zibordi

26 comentários:

Neto disse...

Parabens Pastor.
Se somos novas criaturas, eis que TUDO (tudo mesmo) se fez novo, INCLUSIVE a vontade de estar em "shows" humanizados, pra agradar o "povão". Não me refiro a pessoas pobres, mas a "massa", o "geral", o "mundo"!

Também digo NÃO ao show "goxpeu". (pq não tem nada de "gospel")

a verdade do evangelho disse...

Pr. Ciro está ficando cada vez mais dificil entrar no templo para prestar um culto a Deus. pois as vezes não sabemos se estamos em uma casa de oração ou se estamos em uma boate, um circo ou um shopping.
As vezes não sei se estou em um púlpito ou em um picadeiro, ou palanque.
As vezes quando saio de casa para ir a determinadas igrejas para pregar da vontade de levar a pipoca e o guaraná, pois só falta estes itens para o show ficar completo.

Pb. Edinei, Th.B

Miriam Pedroso disse...

Também digo não. Eu prefiro continuar na simplicidade do evangelho, ouvir o simples louvor da Harpa Cristã, vindo de um tempo, em que os compositores, jamais pensava se aquilo venderia ou não...

Diógenes Spartalis, diácono disse...

Paz do Senhor Pastor Ciro.

Paulo em sua carta aos Romanos 1:16 deixa claro que "não devemos nos envergonhar do evangelho de Jesus", quando colocamos os costumes do mundo na liturgia de nossos cultos, quer dizer, que estamos de comum acordo com aquilo que o mundo nos apresenta, e João em sua primeira epistola 2:15,16 expressa o que Deus quer que amemos, "Não ameis o mundo nem o que no mundo há..." estamos amando mais os costumes do mundo do que os que Deus nos aprenta . Paulo nos deixa claro, e muito claro, que devemos apresentar a Deus nosso culto racional; um culto com sacrifício vivo, santo e agradável a DEUS.(Rm 12:1)
Será que somos ignorantes a ponto de não compreendermos qual é a vontade de Deus, e de que forma devemos de adorá-lo?
Os verdadeiros adoradores o adoram em espírito e em verdade, não com show e espetáculos ditos "cultos de adoração".

Dc Diógenes Spartalis
Assembléia de Deus-Ponta Grossa-Pr

Saulo Vale disse...

Continuo e continuarei a dizer Não, Não e não! Pode me chamar de quadrado, mas não posso aceitar que a Igreja do Senhor seja influenciada pelo mundo,e digo como a irmã acima, prefiro ficar com a simplicidade do evangelho e com os louvores simples mas cristocêntricos.
Chega de show-gospel!

Tiago Rosas disse...

Pr. Ciro,

Louvado seja Deus pela sua vida!!! Bom saber que apesar de tantos modismos em nossas igrejas hoje, e com o apoio de pastores que se dizem homens de Deus, ainda temos verdadeiros servos de Cristo que pregam a Bíblia em sua essência, sem rodeios e acréscimos.

Deus o abençoe, pastor. És um verdadeiro ministro do evangelho. A glória é pra Deus, mas devo dizer que se tivéssemos mais homens instruídos na Palavra, com conhecimento como o senhor, pregando em nossos púlpitos, despertando o nosso povo, e estimulando o verdadeiro avivamento que emana da/pela/e para a Palavra, nossa igreja seria muito mais autêntica, e Deus estaria sendo realmente engradecido!

Dói no peito ver o rumo que tem tomado a nossa igreja, com essa onda de SHOW GOSPEL, estilos musicais mundanos em nossos cultos, danças, falsas profecias, unção financeira... Ver que o Evangelho tem sido barateado, comercializado e distorcido. Tenha misericórdia, meu Deus, e desperte a tua igreja. Mais triste mesmo é ver homens que defenderam a sã doutrina no passado, hoje se renderem aos prazeres, à riqueza, à idolatria... à mentira! Pastores que eu admirava, hoje vendendo unção na mídia (um por R$ 7,00, outro por R$ 900,00). E pensar que muitos se deixam ser enganados tão facilmente.

Irmãos, despertemo-nos para a Palavra, para o ensino! Valorizemos a Escola Bíblia Dominical, pois, doutra forma, o fim desta geração será a perdição.

Deus nos guarde.
Pastor Ciro, avante! Em nome de Jesus ainda conseguiremos despertar a muitos!

Gean Kleber disse...

O erro nisso tudo é generealizar e condenar todos, como se todos fossem iguais. Como você classifica um cantor, quando ele para o seu "show" para chamar a atenção das pessoas que foram ali para "adorá-lo" afirmando que quem deve ser adora é Deus? É mundando? Não condene os cantores pelo seu público, muitos não entendem por completo que obras eles estão tentando fazer. Não condene os cantores por pessoas que vão num show atrás de ídolos, se os que eles chamam de ídolos não aceitam tal tratamento. Poso estar enganado, afinal de contas não sou "expert" em bíblia,mas quando tentaram idolatrar Jesus ele disse que Deus deveria ser idolatrado. Condenaria Jesus pelos atos de sesus seguidores na época?

Anônimo disse...

GRAÇA E PAZ CIRO!

Primeiramente, o que significa este título: (Th.B).(rs)

Em tempo, sonoro NÃÃÃÃÕOOOOOO!

Somos semelhantes a João Batista preparando o caminho para o Senhor Jesus quando falamos isso e combatemos estes modismos.

Não entra em minha cabeça uma pessoa que se diz convertida, NASCIDA DE NOVO, e viver como se fosse um ARTISTA SECULAR, porque pra mim não existe ARTISTA CRISTÃO.

Existe, sim, missionários e missionárias, comissionados à levarem o PALAVRA DA SALVAçÂO, e que se valem da música, da literatura, do teatro, para tal.

Mas o fato de chamarmos estas pessoas de ARTISTAS estamos entrando em um território perigoso.
Criando ídolos.

Me reuno em uma congregação onde o mais importante é o SENHOR e a sua PALAVRA. Onde não há um palco/pulpito em "carpet" vermelho, onde os "ministros" não estão engravatados, vestidos com camisas com abotuaduras de ouro.

Há muito fugi desse meio. Glória a DEUS!

Por isso, não aos show's, as platéias eufóricas.

CIRO, escreva um artigo sobre o que é Adoração e Louvor, que é muito mais do que uma bela letra e uma melodia envolvente.

Graça e paz

Luis Carlos Mathias
Joinville/SC

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gean Kleber,

O irmão ainda não entendeu o que eu quis dizer! Na tal pretensa generalização, eu disse NÓS! Eu não estou atacando os incautos que participam desses abomináveis shows. Estou condenando, biblicamente, os shows, e não pessoas.

Você usou vários "nãos". Não, não e não. Pois, eu o aconselho a ler os "NÃOS" da Bíblia contidos em Mateus 5-7 e Romanos 12. Esses são muitos mais importantes do que os meus e os seus "nãos". O irmão está disposto a aceitá-los?

Realmente, o irmão, além de não ser expert em Bíblia (nem eu o sou!), demonstra desconhecer verdades elementares da Bíblia! O Senhor Jesus nunca nos mandou idolatrar o Deus Pai, pois este não é um Ídolo. O Senhor nos manda adorá-lo, e adoração é muito diferente de idolatria.

O irmão precisa melhorar, crescer na graça e no conhecimento (2 Pe 3.18). Não pare! Não se deixe levar pelos cantores-ídolos e super-pregadores que não seguem à Palavra de Deus. Ainda há tempo!

Em Cristo,

CSZ

RUBEN disse...

Pastor Ciro, Apaz do Senhor!

Sinto-me honrado em participar pela segunda vez do seu blog, na verdade, já tem algum tempo que tenho lido os seus artigos, e sei que tenho sido edificado por eles.
Pastor, a exemplo de outros participantes, quero parabenizá-lo por esta ratificação tão maravilhosa sobre este assunto atual e de necessária abordagem e como sempre, vemos que o senhor tem sido muito coerente nos seus comentários, na verdade é inegável que o dito "SHOW EVANGÉLICO" tem como única função: impressionar e entreter quem assiste, deste modo, tornando banal o verdeiro culto a Deus. Assim gravadoras não evangélicas (e evangélicas) tem se aproveitado deste "mercado promissor", para aliciar cantores evangélicos; seguem com a produção de gravações que tem como único objetivo o lucro, causando-nos decepção e vergonha, por isso, EU TAMBÉM DIGO NÃO AO SHOW EVANGÉLICO!
Pastor, aproveito esta oportunidade para dizer que aguardo do senhor resposta quanto ao meu questionamento que enviei para o seu email, sei dos seus compromissos, assim aguardo com anseio contato!

Que as bençãos de Deus continue sobre ti!

Diácono Ruben.

a verdade do evangelho disse...

Sugiro a leitura dos livros:
Louvor em crise - Peter Masters e Confissões de um ministro de louvor - Dan Lucarini.
Ambos da Editora Fiel.

Resposta ao anônimo que quer saber o que significa Th.B (significa Bacharel em Teologia)

Pb. Edinei, Th.B

Wallace Thimoteo disse...

Pastor Ciro,
fico em paz porque graças a Deus estamos em sintonia, digo, haja vista que és um servo que busca sempre como princípio de resposta a Palavra do Nosso Senhor Jesus. A qual também tenho como base de orientação e referenciação.
Compreendo os teus apontamentos, como quero deixar claro o meu respeito as suas imparcialidades nas temáticas perfeitas.
Evidencio a paz, porque sou da Assembléia de Deus e tenho a função de coordenador de louvor em minha igreja. Procuro estudar a Palavra para não ensinar errado as pessoas que coordeno. Pois é uma grande responsabilidade, a qual zelo. Por isso, antes dos ensaios lemos a Bíblia e procuramos sempre enfatizar a razão de estarmos ali e elevar o nosso pensamento as Escrituras.
Gostaria de contribuir com minha opinião, já que sou um estudante de louvor e adoração. Eu, particularmente, acredito que todo dom perfeito vem de Deus. A arte por definição nos liga a Deus, claro, quando o dom é usado para reconhecê-lo, adorá-lo. O que eu entendo é que o pecado fez com que o homem passasse a utilizar os seus dons apenas para si.
Devemos nos utilizar de todo dom para adorar ao Senhor, no entanto, estou em pleno acordo com a afirmação de que nem tudo é conveniente. Tanto pela sua fonte (existe manifestção artística para reconhecer a Deus e outras que não tem esse objetivo, às vezes, até mesmo negá-lo - chamemos de arte profanada), quanto em contexto, por exemplo, a dança em um culto não é conveniente. Talvez, suponho, que devessemos propor programações específicas em lugares específicos que acrescessem e não substituissem os cultos (quando me refiro a dança, digo a de caráter profissional, a pessoa que estuda essa arte. E não simplesmente o indivíduo que coloca uma roupa e começar a fazer gestos para um público).
Isso é o que penso. Gostaria muito de saber o que pensas sobre essas reflexões. Seria uma grande ajuda para o livro que estou escrevendo. Antes de encerrar (rs) quero deixar uma pergunta: o senhor já assistiu a um balé no Teatro Municipal do Rio ou outro lugar? Se sim, o que sentiu?
Eu, pessoalmente, fico admirado e me faz refletir como nosso Deus é perfeito em sua criação. E nos capacita de dons belíssimos.
Em um teatro, não se tem esse objetivo de mostrar a Deus, no entanto, os artistas possuem um dom, e o mesmo vem d'Ele.
Concluo, imagine se as nossas igrejas tivessem pessoas compromissadas com a Palavra e ainda tivessem a arte como uma forma de propagá-la as pessoas. Vou além, desculpe minha extrema sublimação, mas já imaginou uma adaptação de uma passagem bíblica no formato de um balé?

Fique com Deus! A Ele toda honra, glória e poder!

Moyses Alexandre de Godoi disse...

Shalom Adonai...

Muito apropriado o termo usado pelo Pr. Ciro "nós", sempre haverá pessoas "dando shows e espetáculos", e querer acabar com isso é uma tarefa sem fim, o que deve-se fazer é alertar o povo cristão ou "nós" para que busque a Deus através de oração e estudo sistemático da palavra, e perceberão então que tais "movimentos" são refutados por Deus, eu particularmente sob cirrcunstância alguma posso aceitar tais "misturas" como aconteceu no show do cantor sertanejo Eduardo Costa que contou com a participação do "Show-Man, pastor, cantor, missionário, conferencista internacional, doutor em divindade, ungido de deus e propritário de uma vaga na salinha que há no céu (segundo o próprio) com os galardões dos especiais para deus; Marcos Feliciano cf link: http://evangelhotransparente.blogspot.com/2009/09/pr-marcos-feliciano-e-eduardo-costa.html
Muitos chamam de estratégia, pois para mim isso é um engodo das trevas...
Paz a todos...

Gean Kleber disse...

Com relação ao "ídolo", não era bem isso que queria dizer, me expressei mau, mas acho que entendeu.
Mas o que acha do fato de várias pessoas aceitarem Jesus em um show? Me dissestes que não vê nada de bom num show, isso não seria bom? Um show não pode ser uma maneira de aproximar algumas pessoas para ouvirem a palavra? claro que tudo com decência. Só não gosto de ver a generalização. Reconheço que nesse meio tem havido muita coisa errada, principalmente agora quando dizem até que Jesus é o seu produto. Mas daí vir a condenar tudo é inaceitável.
Eu mesmo já fui num show, achando que seria como tu achas que é, mas me surpreendi com o que aconteceu, as palavras que foram lidas da bíblia, não somente ministradas como uma versão do cantor, com certeza saí dali com a certeza de que fui edificado na palavra do Senhor.
Principalmente quando a gente vê pessoas se aproveitando para enriquecerem neste meio, mas que vi que ainda existem aqueles que buscam disseminar o evangelho como obra principal.
Talvez não faça diferença pra você, mas para que não penses que estou falando como um adolescente, tenho 31 anos.
Tenho realmente apreço pela sua obra, e é por isso que me dou a liberdade de questioná-lo em algumas coisas.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Gean,

Espero que o irmão não se entristeça com a minha franqueza. Mas estou calmo, sereno e tranquilo, ao lhe responder.

Creio que o irmão quis dizer: "o que acha do fato de várias pessoas irem à frente em um show?", e não "aceitarem Jesus em um show?" Por quê? Porque salvação mesmo, conversão genuína, gerada pelo Espírito, não acontece mediante atrativos, danças, divertimentos. Deus não age assim. Se salvação fosse apenas juntar muita gente e chamá-las à frente para receber oração, o mundo seria diferente, em vez de ir de mal a pior.

Não são as pessoas que aceitam a Jesus. Isso é apenas a nossa maneira de se referir à salvação. É Jesus quem as aceita, pois Ele é Senhor! Repito: o irmão precisa melhorar, conhecer melhor a Palavra de Deus e como se processa a nossa gloriosa salvação, apesar dos seus 31 anos.

Os shows são uma maneira de atrair pessoas, de ajuntá-las, mas não de salvá-las. Quem salva é o Senhor Jesus, mediante a pregação da sua Palavra e a ministração direta do Espírito Santo. Qualquer show atrai, pois apresenta o que as pessoas querem, o que a sua carne deseja. Mas a exposição da Palavra de Deus é o que elas realmente NECESSITAM.

Nem todos querem a Palavra do jeito que ela é. Leia Mateus 13 e Atos 17 (leia mesmo, pois é importante ler a Palavra de Deus, principalmente nesses últimos dias). O irmão descobrirá que poucos são os que são aceitos pelo Senhor Jesus. Não confunda cristãos nominais com cristãos salvos. A porta para a salvação é ESTREITA. Leia também Mateus 7.13,14.

O irmão pode continuar achando inaceitável, mas eu MORRO DIZENDO QUE DEUS NÃO ACEITA OS SHOWS. Não fui chamado para agradar os homens ou adequar a mensagem divina de acordo com os gostos de cada um. Ainda digo NÃO ao show gospel. E que voltem os cultos de louvor, a pregação simples da Palavra de Deus, para que sejam salvos aqueles que realmente forem aceitos pelo Senhor.

Não existe subterfúgios ou atrativos para alguém se salvar. É somente pela fé e pelo arrependimento, gerados pela pregação da Palavra de Deus e a operação do Espírito (Rm 10.9,10; Jo 16.8-11), que isso ocorre.

Eu falo dos shows com conhecimento de causa. Às vezes, eu sou convidado para pregar em cultos que se transformam em show! Mas eu prego normalmente, como se nada tivesse acontecido. E, com a Internet, fica fácil ver como são os shows gospel, que nunca foram e nunca serão cultos ao Senhor Jesus.

Finalmente, a sua idade não vem ao caso, pois na Bíblia existem as fases espirituais. Há "meninos" de 31 anos, "adolescentes" de 31 anos, "jovens" de 31 anos, "anciãos" de 31 anos. Por isso, desejo que o irmão seja um "ancião", maduro espiritualmente, de 31 anos. Leia Hebreus 5.12-14 e 2 Timóteo 3.16,17.

Em Cristo,

CSZ

VAGNER DE CASSIO FERREIRA disse...

EU TAMBEM CONTINUO DIZENDO NÃOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Fabio (Sorocaba, SP)

Claro que NÃO!
NÃO! NÃO! NÃO!
Irmãos, vamos adorar a Deus.

Luciano ourenço disse...

Eu não só digo não, mas abomino com veemência. Infelizmente, essa praga tem sido infiltrada no meio evangélico e está difícil de sair. Esses movimentos têm enchido as igrejas de cristãos nominais e isto tem causado um paradigma, imitado por outras igrejas dantes conservadoras nas doutrinas genuinamente apostólicas. Em muitas igrejas assembleianas esse tal de show gospel tem sido substituído pelo "louvorsão" – denomino isso de “boate gospel”. As igrejas lotam de jovens. Não há nenhuma diferença das boates mundanas. Isso é uma vergonha! A ordem é: fujam disso povo de Deus, se queres se ter a vida eterna como o Senhor!
Luciano, com ódio de Show gospel.

Missões é Repartir o Pão disse...

Pr. Ciro a muito eu vinha pensando se não teria alguem para tocar a tronbeta comtra o show gospel, Eu tive uma Experiencia desagradavel quando fiquei responsavel pelos contatos de cantores e pregadores para a festa do jubileu de Diamantes da igreja que eu pertenço pois os contactados de nome nacional me cobraram valores entre 15,000,00 e 40,000,00 mil reais sabe por que? por que os empresarios de shows combram igressos nos clubs por isso podem pagar o valor que os empresarios dos artistas pedem. E as igrjas como ficam, os irmãos que ajudaram os cantores crecerem orando e comprando seus hinos e agora não podem mais ouvir-lo ao vivo por que a igreja não pode pagar o valor alto que eles cobram, os shows gospel expoc, ,, , , , e comicios estão estão atrapalhando,a obra estou com você;

Missões é Repartir o Pão disse...

Sou o missionário José Reinaldo Silveira.Sec;Executivo de Missões da Assembleia de Deus em Tucuruí Pará mandei minha opinião sobre o show Gospel não me indentifiquei falei sobre a valorisação dos cantores por parte dos empresarios de shows

Anônimo disse...

Você não sabe oque fala!
porque quando eu éra do mundo das drogras eu não queria saber de Jesus e muito menos de igreja ou evangélicos!
Mais um dia teve um show de uma banda de rock Gospel!
Eu curti o som dos caras e fui não por causa de Jesus mais sim porque eu curti a banda!
Lá no meio do show o vocalista falou uma palavra que tocou profundamente em meu coração e eu senti que Deus queria transformar minha vida naquele momento iria mudar!
eu sai de lá e nunca mais usei Drogas fui para igreja tenho uma filha agora e sou casado!
Sou vocalista de uma banda gospel e fazemos shows para que aconteça com outras pessoas oque aconteceu comigo!
por isso eu digo o Diabo tem estratégias para nos iludir!
E você qual é sua estratégia para trazer o perdido as pés do senhor!
E não se esqueça do livre arbítrio antes de dizer que não precisamos de estratégia!
Deus não obriga ninguém a nada!!!!
Temos que usar de meodos para que a pessoa abra seu coração para o espirito santo fazer a obra!

Anônimo disse...

Pr CIRO, parabéns!!! precisamos levar Deus a sério... louvá-lo e adorá-lo de fato e de verdade! eu digo não aos shows gospel!

Anônimo disse...

Pr CIRO, parabéns!!! precisamos levar Deus a sério... louvá-lo e adorá-lo de fato e de verdade! eu digo não aos shows gospel!

Raynnara Saraiva disse...

Shalom Pr. olha acho que nao importa a estrategia que é usada o importante é ganhar vidas pra Jesus.. Por que a vinda de Jesus está proxima e Prs. como o Sr. estão mais preocupados com os ministros de excelencia do que em publicar nos seus blogs a palavra viva da DEUS pra alcançar as vidas... em JO 15:16 diz que o Senhor nos escolheu pra dar frutos e que o nosso fruto permaneça... se preocupe em viver em santidade e ganhar almas pro SENHOR e se os shows são errados ou não deixa que eles irão prestar contas com o SENHOR..! não cabe a nós jugar e muito menos publicar nosso jugamento incentivando para que outros tbm concorde... e por questão de ética não diga nomes para não denegrir a imagem do próximo!
ah amigos meus já foram salvos e fizeram oraçao de entrega ao SENHOR em Shows gospel, ah eu sou ministra de dança e não sou artista nem tao pouco bailarina sou ministra de dança, não subo em palco mas no altar, nao danço ministro, nao tenho platéia, ministro a DEUS na frente de uma igreja santa.. e penso que os ministros do SENHOR penssem assim tambem quando vão fazer um show o que na verdade pra eles é apenas uma oportunidade de louvar a DEUS dando seus testemunhos.
as multidões só são resposta de uma unçao.
P.S. temos que ser um! a igreja do SENHOR independente de placas ou nomes tem que vivier em união..!
que a paz de DEUS seja convosco.!
Shalom!

Anônimo disse...

Então vc quer dizer que todos os cantores evangélicos estão errados?
Como é então que eles poderão louvar ao Senhor? somente na igreja?
Não te entendo!!!!

Anônimo disse...

Paz do Senhor, tudo bem?

Eu digo não ao show gospel, pois o mesmo até agora, tem sido último "vômito" do diabo na terra e muitos cristãos desinformados tem degustado dessa sujeira e ainda dizem; quero mais, quero mais...

No amor de Jesus Cristo,

Pb. Gilmar Batista.