segunda-feira, 27 de julho de 2009

Jogador de futebol chama a atenção para si

Ontem, à tarde, em Presidente Prudente (São Paulo), o palco estava montado para mais uma exibição de gala do grande nome do futebol brasileiro, nos últimos anos: Ronaldo Fenômeno. Mas nada do que se esperava aconteceu, no clássico entre Corinthians e Palmeiras. O maior craque em atividade no Brasil caiu em cima da mão esquerda e teve de ser substituído. Depois disso, todas as atenções se voltaram para um ex-gorducho baiano, que até pouco tempo era motivo de zombaria, no Rio de Janeiro.

O nome do jogo, ontem, foi Obina, que viveu um dia de Fenômeno, marcando três gols. O primeiro foi de cabeça. O segundo, de pênalti. E o último, o que mais chamou a atenção. Como Zaqueu, o jogador palmeirense subiu o mais alto que pôde para tocar de cabeça para o seu companheiro, que o deixou à frente do gol para decretar o placar final. Corinthians, de Ronaldo, 0. Palmeiras, de Obina, 3.

Para muitos, o que aconteceu em Presidente Prudente foi um verdadeiro milagre. Um jogador que até pouco tempo estava obeso e jogando muito mal no Flamengo (não fazia um gol havia seis meses!), sendo ridicularizado pela imprensa, surgiu magro, jogando bem pelo Palmeiras, fazendo três gols e sendo enaltecido pela crítica esportiva! Ele teria tudo para cantar: “A minha vitória hoje tem sabor de mel”, mas estava com outro hit na cabeça.

Todos os domingos, no programa Fantástico, o criativo apresentador Tadeu Schmidt presenteia o jogador que faz três ou mais gols com uma música. Que canção Obina pediu, ao ser entrevistado por um repórter da Rede Globo? “Eu queria ouvir uma música que a minha filha canta, que diz ‘Entra na minha casa, entra na minha vida’” — respondeu. Como ele não escolheu em que estilo gostaria de ouvir o sucesso “evangélico” do momento, a música foi tocada em pagode.

Grande conquista para os evangélicos, não é mesmo? Depois de o mencionado hit ter sido gravado em vários estilos — inclusive pelo grupo Forró do Muído —, tocado em bailes e shows mundanos, bem como cantado, efusivamente, na Parada Gay, em São Paulo, agora é divulgado no programa dominical de maior audiência no Brasil! Creio que os fãs de Zaqueu estão maravilhados com mais esse grandioso feito, exceto os corinthianos...

Ciro Sanches Zibordi

24 comentários:

Wanderson Costa disse...

Pois é Pastor! Infelizmente, creio, que neste momento, muitos crentes, telespectadores fieis deste programa e ouvintes fanaticos de Zaqueu, cantaram juntamente com todos...Isto é sisplesmente humilhante diante das verdades reveladas na Bíblia Sagrada.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor Pastor Ciro!

eu não sei nem com que sentimento eu fico diante de uma cituação como essa.

kleber de sa
27/07/09

Maria disse...

Minha dor é dupla ,pois além vêr o corinthians perder para o Palmeiras ainda vejo essa aberração tocada em horário nobre
É o fim

Simone Fernandes disse...

Ui, que horror.
Não agüento (com trema!) mais essa música!
Como se diz aqui na minha cidade: "MiseriQueima"!!!
Será que as pessoas não se convencem de que Deus está sendo ridicularizado cada vez mais, com essas palhaçadas do "público evangélico"?

Pastor Ciro, onde nós vamos parar?

Ah se todo mundo entendesse o enunciado de Isaías 5: 20!

Perdoa o meu povo, Senhor!

Bruno Carvalho disse...

Zaqueu novamente? Essa ferida não cicatriza não? já está me dando nos nervos. E vocês deveriam deixar essa pobre música em paz. Ela está sendo usada para evangelismo, para ganhar vidas (desculpe a ironia).

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Bruno,

Se o irmão não tivesse dito que era ironia, a minha resposta seria mais ou menos assim (risos):

Amargo Bruno (risos), a blogosfera tem muitas opções. O irmão não precisa entrar aqui para ficar nervoso. Procure outro tipo de leitura. Mas eu sei que o irmão gosta deste espaço, pois até insere postagens daqui em seu blog!

Mas, o que o irmão pretende sugerir com essa infeliz pergunta: "Essa ferida não cicatriza não?" Só se a ferida for dos fãs de Zaqueu, pois são eles que cantam "sara todas as feridas". O irmão é um deles?

Que Deus o abençoe!

CSZ

Anônimo disse...

Como Zaqueu, eu quero descer, e quero doar metade dos meus bens ao poobrees, e devolver tudo que eu rouubeei...
Por que ninguém canta assim?

Viviani Maldonado

paulo disse...

devemos tomar cuidado com hinos modernos e preocuparmos em ganharmos almas pregando o evangelho que é a biblia sagrada amem........

Marcelo Coradi disse...

Parabéns ao meu Palmeiras pelo belo jogo e ao Obina também... sinceramente foi terrível para mim ouvir o pedido dele!! quase chorei! rs
Fico imaginando: como seria pedir santidade num local onde prostituição, drogas, idolatria, etc estão atuando livremente!!
Só Deus na causa!!

Victor Nunes disse...

A paz do Senhor Jesus, pastor Ciro,

quando eu vi aquela reportgem no fantástico só lembrei do senhor, e disse pra minha esposa: Será que o pastor Ciro viu isso rsrs, ótimo comentário e boa relação entre os gorduchos hehe.

Filipe Cabeção disse...

Bem, com Zaquel ou sem zaquel, com palmeiras, ou sabiá ou qualquer outra coisa, lembrem-se: Deus é FIEL!

comme des habitudes disse...

gostei do clima do seu blog! bom gosto!!! parabens!! se interessar trabalho temas de história. desculpa a invasao. abraços

leandro cardoso.

ORMES DE PAULA disse...

Querido pastor,
Gostei de seu comentário quanto ao jogador que quer se "aparecer".
Gosto mais do crente quando ele se preocupa em estar evangelizando, visitando os doentes, os presos, indo atrás da ovelha que faltou pra completar as 100, etc.
A tv, pelo que podemos notar, tem pouca coisa que eleva o crente espiritualmente.

Quanto ao futebol, prefiro o seguinte parecer:
O Cristão e o futebol
Tenho em meu pensamento que, não é somente porque você é evangélico que você tem que se privar das diversões. Creio que o crente tem que divertir-se, brincar, praticar esportes, etc.
Todavia, devemos estar zelosos (João 2:17) e lembrar que, devemos primeiro buscar o reino dos céus e que as demais coisas nos serão acrescentadas( Mt. 6:33).
Quando adentramos em um estádio de futebol, com certeza raramente vamos nos deparar com uma citação bíblica. O que veremos comumente serão expressões como Gangue azul, raça rubro negra, e outras expressões normalmente citando valentia e garra carnais.
Não podemos deixar de lembrar quantas tragédias acontecem em nome da alegria dos torcedores os quais são chamados de fanáticos para justificar a presença dos demais como torcedores.
O apóstolo Paulo em sua epístola aos Tessalonicenses nos adverte “Abstende-vos de toda a aparência do mal” (1ª Tes. 5:22).
Muitas vezes queremos nos justificar dizendo que, para nós, é simplesmente uma diversão, um passatempo, e esquecemos o que o apóstolo Pedro nos diz “Aparte-se do mal, e faça o bem; Busque a paz, e siga-a”(1ª Pe. 3:9) e ainda Jó em seus momentos de sofrimento “E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência” (Jó 28:28).
Quando gostamos de alguma coisa sempre procuramos a nossa própria justificativa sem consultar as Sagradas Escrituras. Salomão, no livro de Provérbios nos adverte “Não sejas sábio à teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal” ( Pv. 3:17).
Sobretudo, ainda devemos lembrar que os jogos de futebol acontecem geralmente nos dias dedicados como “o dia do Senhor”. Se deixarmos de adorar ao Senhor em Seu dia para irmos assistir ao jogo de futebol, onde estamos colocando o Senhor em primeiro lugar?
Davi nos dá um grande exemplo de servo do Deus Altíssimo: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores (Sl. 1:1).
Lembre-se, a decisão e a escolha é sua; porém quem sonda os corações é O Senhor, digno de todo louvor, toda honra e toda glória, amem.

Anônimo disse...

Grande coisa !!!! Deveria ter pedido a "Heal the world" ou "Earth´s song" do Michael Jackson. Definitivamente, não estou ouvindo música gospel.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor!

Faz tempo que cada vez que algum tipo de "evangelho" aparece na mídia (seja ela qual for), o verdadeiro evangelho é banalizado.

Da mesma forma, quanto as canções ditas "gospel" soam em lugares onde outrora não eram benvindas, é porque carece de mensagem cristocêntrica ou, pelo menos, evangelística, servindo apenas para embalar atitudes pecaminosas.

É o parecer.

W. Schneider - I.E.A.D.C. Parque Industrial.

Luciano Lourenço disse...

Essa famigerada canção foi cantada na parada gay de São Paulo? Aqui em Fortaleza, também. Dizem, claro!
E ainda canta essa mmmmm na igreja aonde me congrego. Que horrorrrrr! Maranata! Maranata, pelo amor de Deus!!!!!

Marcelo Coradi disse...

Irmão Victor eu também lembrei do Pr. Ciro na hora!! kkkkkkk
imaginei que o nobre pastor não tivesse visto...
Abraços à todos

José Airton disse...

Apaz do Senhor pr. Ciro, Quem está falando é o irmão Airton, que esteve com vc no dia em que vc estsve pregando na igreja do José Gonçaves em teresina em maio deste ano e vc me prometeu dois escrito por vc que são: Erros que pregadores devem evitar e Mais erros que Pregadores devem evitar.Quero lhe dizer qeu foi um prazer ter lhe conhecido pessoalmente e lhe `adimiro` muito, o meu endereço é rua hermelinda Rêgo Sn, bairro lourival,cidade Nossa Senhora dos Remédio-PI.

claudio pimenta disse...

Pastor Ciro ! estou sem os livros que comprei ! já que o senhor esta dando livros quero 3 (os dois erros) e evangelhos que paulo jamais pregaria!
Doei os 3 para amigos que insistiram muito!

Brincadeiras a parte ! quando eu puder compro novamente e se me pedirem dou de novo!

Lucky Costa disse...

A PAz do Senhor, pastor...

Ainda bem que não fiquei acordada pra ver isso...Já está muito difícil convencer minha mãe a parar de cantar essa musica... E olha que eu mostrei para ela todos os seus artigos sobre isso, sem contar que já tinha falado antes mesmo de te descobrir na blogosfera. Graças a Deus que movimento evangélico é uma coisa que dá e passa. O problema é que quando um passa, vem outro pior...
Concordo com o Luciano: Maranata, Maranata!!!!

Lucky Costa

djerlandio disse...

é lamentavel!

Elizeu Rodrigues dos Santos disse...

Hoje a tarde, quando escrevia algo a um amigo que mora na Noruega, e procurando o verso de At 10.38, que relata que Jesus "andou fazendo o bem e curando...", assistia ao programa do PASTOR, aliás, apresentador Raul Gil, com Régis Danese. E como diziam os doze, imitamo-os verazmente "Mestre, tem um que (cantor) em teu nome..."
Mas em minha visão pergunto: Quem será o próximo reformador da igreja de Cristo?
Não ouvimos à burra de Balaão, no caso do texto, o cantor Régis Danese. E penso que Deus continua falando, como falou a Jeremias: "Que farei, pois o povo (CRENTE) deseja isso?"

Não atentamos ao que Jesus falou aos sábios doutores da lei: "Vocês examinam as escrituras e pensam que terão nela a vida eterna (Jo 5.39)"

Deixando o cantor Régis Danese e a derrota do TIMÃO de lado, uma coisa vivemos e contribuimos hoje com nossas ofertas e dízimos: a desigualdade social na igreja. Pense vc que lê e que comenta os textos, o que seria do Brasil se o presidente, ou senadores, ou deputados federais, estaduais, governadores... fossem crentes pastores convencionados as galáticas CG... das igrejas? O povo dirigido por estes pastores estaria na posição de "miseráveis, pobres e nús" e os dirigentes, suas famílias e amigos (e tem lei contra contratação de parentes) estariam como marajás do dinheiro não público, mas levítico. Pense aí e responda a vc mesmo. Pedro disse: "O teu dinheiro seja contigo pra tua perdição (At 8.20)"

"Mas Deus vai levantar outro reformador, irmão Elizeu"

Será? Tem profecia pra isso? Houve profecia pra levantar Lutero? Não, não existe profecia pra reformas de igrejas, nem existe profecia bíblica que levasse à reforma protestante. Agora, que tem sua igreja ou religião e lhes coloca acima ao que Jesus ensinou, jamais entenderá o que Deus queria, e quer dizer hoje:

"QUE FAREI NO FIM DISSO? DISSE DEUS, SE O MEU POVO DESEJA SER DOMINADO PELA MÃO DE SACERDOTES E DOUTORES, E TAMBÉM ADORA OUVIR AS PROFECIAS FALSAS DOS GRANDES "PRELETORES E CONFERENCISTAS"??? jEREMIAS 5.31

Anônimo disse...

A paz do Senhor JESUS pastor Ciro ,sempre que posso estou vendo suas reportagens neste blog,e uma bençao que Deus continue abençoando o senhor e sua familia, nao assisti o jogo , nao temos televisao,vemos algumas noticia pela internet, mais algo me chamou a atençao nesse comentario do jogador querendo aparecer,ele disse que queria a ouvir cançao que a filha sempre canta para ele, sera que Deus nao estara usando a filha para evangelizarlo,quem sabe temos que orar para que ele faça como zaqueu, sei que no meio evangelico estao aparecendo muitas coisas que somente a graça e a misericordia de Deus ,de todos os lados ,mas tambem tem muitos jogadores ,atores cantores , que realmente fizeram como zaqueu , e eram artistas , e estao fazendo o que muitos pastores e pregadores nao querem,estao en africa em india enquanto tantos pastores pregadores de prosperidades no unico que pensa e en dinheiro esses deixaran tudo para para sofrer pelo evangelio sentindo a necessidade dos esquecidos.. damos gloria a Deus por isso, me imagino por isso digo que oremos para que atraves da filha ele seja realmente trasformado por NOSSO SENHOR JESUS CRISTO ... A PAZ DO SENHOR JESUS.

Anônimo disse...

Outrora, ver um incrédulo cantando um hino cristão era raridade, e por isso mesmo, uma conquista que trazia imensa alegria ao coração dos crentes. Com a relativa banalização do gospel no Brasil, cenas como essa tornaram-se corriqueiras, o que tem despertado a ira de muitos. Muitos dos que assim agem, sentem-se os únicos capazes de render louvores a Deus. Quando vêem alguém que "está no mundo" utilizar alguma "patente evangélica", sem ter se "convertido" trucidam o pobre "publicano", esquecendo-se do que diz o Salmo 150, "Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor". Tenho em mente que ninguém está obrigado a concordar com tudo. A livre expressão é um dos mais pétreos direitos constitucionais. Mas daí chamar um hino de "merda" pra ficar nas alcunhas mais amenas que tenho lido por aí, não seria exagero, reflexo de um ódio enraizado no coração ou mesmo a tão nefasta inveja? Posso estar errado, mas só imagino que essas pessoas adorariam estar em uma roda de pagode, tomando uma cervejinha e comendo um churrasquinho e cantando "Deixa a vida me levar (...)". Como não podem mais fazer isso, não conseguem aceitar o fato de um ímpio (pelo qual Jesus morreu) cantar um hino evangélico vertido para outro ritmo, bem brasileiro por sinal. Lembremo-nos irmãos que o mundo dá muitas voltas. Muitos que se achavam os santarrões, hoje estão na sarjeta, enquanto que páreas de outrora, hoje são instrumentos nas mãos de Deus. Não espero que os prezados colegas leitores do blog do Pr Ciro, e em especial deste post, concordem comigo. Só peço que controlem vossa "ira santa" e não me xinguem, maculando este tão abençoado espaço que tem sido usado para esclarecer muitos crentes brasileiros tão necessitados de tal.

P.S.: Pr Ciro, sei que vc não concorda com alguns trechos desse hino e expôs com muita clareza e fundamentação a sua opinião, pela qual nutro profundo respeito. Continue assim, zelando pela sã doutrina ao combater as heresias e modismos contemporâneos, sem, contudo, perder o equilíbrio, atitute tão comum no meio evangélico, notadamente o pentecostal. As pessoas falam loucamente, cheias de paixão, não raro usando palavras de baixo calão, dengrindo mais ainda os tão jpa maculados evangélicos brasileiros. Deus o abençoe. Ah! Não sou fã de Zaqueu, ok? hehehe

David (RJ)