segunda-feira, 25 de maio de 2009

Pastor Ciro Entrevista (5)

Neste Pastor Ciro Entrevista converso com o pastor e escritor Marcelo de Oliveira, que também é o editor do blog A supremacia das Escrituras.

Blog do Ciro: Como foi a sua conversão, e desde quando o irmão prega a Palavra de Deus?
Marcelo de Oliveira: Pastor Ciro, permita-me glorificar a Deus por esta nobre oportunidade. Louvo ao Eterno por sua vida e profícuo ministério. Tive o privilégio de nascer num lar cristão. Meu vovô José Antonio de Oliveira (in memoriam) e minha mamãe Jaci de Oliveira, desde cedo levaram-me à igreja. Aos 8 anos, entreguei minha vida a Cristo, o Senhor. Lembro-me daquela noite marcante em que o pastor Joel Barbosa pregou sobre um a cruz de Cristo. Na hora do convite fui à frente com a convicção de um adulto. Chorava copiosamente. Entendi, naquela noite, que a graça é o amor que paga um preço. Cristo pagou o preço. Sua morte foi vicária, triunfante, relevante.
Deus me chamou ainda criança para o ministério da Palavra. Em todos os domingos eu ia com meu saudoso vovô à EBD da Igreja Batista Boas Novas. Meu interesse pelas Escrituras crescia a cada dia. Lia a Bíblia com avidez. Desde a tenra idade, comecei a decorar as Escrituras. Preguei pela primeira vez quando tinha apenas 11 anos. Aos 13, dava aula na EBD para os adolescentes. Amo a exposição da Palavra e tenho dedicado minha vida a expor as Escrituras.


Blog do Ciro: O irmão é autor de um comentário sobre o livro de Cantares de Salomão. O que o levou a escrever sobre esse assunto?
Marcelo de Oliveira: Interessante pergunta. Escrevi com o propósito de despertar nos biblistas, estudiosos e amantes das Escrituras o desejo de estudar e se aprofundar nesse livro tão lindo, poético e, ao mesmo tempo, desprezado, ao longo da história da Igreja. O rabino Akiva, um dos maiores da história de Israel, certa vez disse: “O Cântico dos Cânticos é uma canção tão sublime para nós os judeus, que nós consideramos este livro como “kadosh Bi kadoshim” (santo dos santos). O rei Salomão compôs o Cântico dos Cânticos em forma de alegoria, como um diálogo “apaixonado” entre o Noivo (o Eterno) e sua amada noiva (Israel). Nesse livro desenvolvo uma leitura alegórica, tipológica que despertará nos leitores o desejo de conhecer mais e mais o aludido livro das Escrituras.

Blog do Ciro: Eu já conheço o seu livro e o estou lendo, mas diga aos leitores deste blog quais são o título e o público-alvo de sua obra.
Marcelo de Oliveira: O título da obra é: Os Produtos do Mercador, baseado em Cantares 3.6, pelo qual tento despertar a curiosidade dos leitores com três perguntas essenciais: Quem é este mercador? Quais os seus produtos? E o que estes representam para a vida daqueles que o “compram”?


Blog do Ciro: Muito bom. Falando ainda de seu trabalho como escritor, em seu blog percebe-se que os seus textos são bastante exegéticos. Como começou essa sua paixão pela fiel interpretação bíblica. Fale também um pouco sobre a necessidade da matéria exegese.
Marcelo de Oliveira: Tenho procurado dar uma singela contribuição para o resgate da séria exposição bíblica. Longe de ser uma tarefa apenas dos eruditos, a exegese deve ser uma matéria estudada por todos os cristãos, principalmente para os pregadores e ensinadores. A exegese é fundamental na exposição bíblica. Temos visto muitas aberrações, mentiras, verdadeiras eisegeses (que, ao contrário da exegese, denota impor ao texto nossas ideias) em alguns púlpitos. Os pregadores torcem a Bíblia e a usam para satisfazer seus egos, seus desejos, seus projetos pessoais.

Blog do Ciro: Por que há tão poucos exegetas?
Marcelo de Oliveira: A exegese é ciência e arte. É ciência baseada em certos princípios hermenêuticos necessários para interpretar corretamente o significado do texto bíblico. É arte porque envolve a hábil aplicação de princípios hermenêuticos. A exegese é algo para toda vida, tarefa de constante interação entre o texto bíblico e sua exposição apropriada. Portanto, temos poucos exegetas porque fazer exege exige dedicação. E. Haller disse: “Ninguém precisa temer a exegese, a não ser o preguiçoso ou o negligente”.

Blog do Ciro: Essa frase realmente dá uma ideia do que é o labor exegético. Mas falemos agora da exposição, propriamente dita. O irmão como pregador do evangelho tem conhecido grandes expoentes, verdadeiros referenciais. Considerando esses dois fatores, cite pelo menos três qualidades que um pregador deve possuir.
Marcelo de Oliveira: Deus tem me dado a honra e o privilégio de desfrutar da amizade de expoentes como Russel Shedd, Hernandes Dias Lopes, Luis Sayão... E eu não poderia deixar de citar sua distinta pessoa. Precisamos de pregadores piedosos. Uma das áreas mais importantes da pregação é a vida do pregador. O que precisamos desesperadamente nesses últimos dias não é apenas de pregadores eruditos, mas sobretudo de pregadores piedosos.
A vida do pregador fala mais alto que os seus sermões. Um ministro do evangelho sem piedade é um desastre. Infelizmente, a santidade que muitos pregadores proclamam é cancelada pela impiedade de suas vidas. A única maneira de viver uma vida pura é guardar o coração puro através da meditação da Palavra (Sl 119.9).
Precisamos de pregadores que oram. A oração precisa ser prioridade na vida do pregador. A profundidade de um ministério é medida não pelo sucesso diante dos homens, mas pela intimidade com Deus. Antes de falar aos homens, o pregador precisa viver diante de Deus. A oração é o oxigênio do ministério. A oração traz poder e refrigério à pregação; ela tem mais poder para tocar os corações do que milhares de palavras eloquentes.
Não basta ser um eco, é preciso ser uma voz. Não basta pregar, precisamos ser boca de Deus (Jr 15.19). Pregação sem oração não provoca impacto. Sermão sem oração é sermão morto. Não adianta ter a luz na mente (erudição) e não ter fogo no coração (unção).
O pregador também tem que ter fome pela Palavra de Deus. É impossível ser um pregador bíblico eficaz sem uma profunda dedicação aos estudos. O pregador deve ser um estudioso. Spurgeon disse: “Aquele que cessa de aprender tem deixado de ensinar”.

Blog do Ciro: Não há dúvidas de que a piedade está em falta em nossos dias. Valoriza-se mais o carisma do que o caráter; dá-se mais valor à eloquência do que à espiritualidade. Mas, falando em estudo da Palavra, qual é a sua visão acerca do estudo teológico. Ele realmente é importante para um expoente piedoso?
Marcelo de Oliveira:
Sem dúvidas. O pregador jamais manterá o interesse do seu povo se ele pregar somente da plenitude do seu coração e do vazio da sua cabeça. A Bíblia é o grande e inesgotável reservatório da verdade cristã, uma imensa e infindável mina de ouro. Além da Bíblia, todo o pregador deve ser um sério estudante de teologia enquanto viver. Deve também estudar biografias, apologética, história, bem como outros tipos de leitura. A mensagem de muitos púlpitos tem sido banal e comum. Vivemos em um tempo de pregação pobre, aguada e mal-preparada. O pregador que se preza deve ser um estudante durante toda a sua vida. Foi o próprio Deus quem prometeu dar pastores à sua Igreja que apascentem o rebanho com sabedoria e conhecimento (Jr 3.15).


Blog do Ciro: Por falta de vida piedosa e pouco interesse pelo estudo mais detido da Palavra de Deus temos visto muitos desvios no âmbito da pregação. Fale um pouco sobre isso.
Marcelo de Oliveira: A pregação contemporânea tem se caracterizado por antropocentrismo, auto-ajuda e ênfase à perniciosa teologia da prosperidade. Muitos pregadores têm distorcido a Palavra de Deus. Outros ainda têm mercadejado as Escrituras. Estão pregando doutrinas de homens, filosofias humanas, sonhos e visões de seus próprios corações. Há muito misticismo nas pregações. Pregam o que dá certo, e não o que é certo. Pregam para agradar, e não para desafiar. Pregam cura e prosperidade, e não santidade. Pregam sobre os direitos dos homens, e não sobre a soberania divina.

Outros querem fazer do púlpito um espetáculo. Há morte na panela. Somente a Palavra pura, sem mistura, pode curar os feridos, enganados e decepcionados com a igreja atual. Deixo um alerta aos pastores: Não convidem para as suas igrejas (festas, congressos, etc) mercenários, show-men, homens preocupados em fazer movimento, receber um exagerado cachê e dar espetáculo. Convidem os expoentes bíblicos, aqueles que têm compromisso sério em pregar a Cristo, a beleza de Cristo, os ensinos de Cristo, a cruz de Cristo.


Blog do Ciro: Para concluir esta enriquecedora entrevista, haja vista o seu tríplice enfoque (editorial, hermenêutico e homilético), deixe uma palavra aos escritores (inclusive editores de blogs), intérpretes da Bíblia e pregadores.
Marcelo de Oliveira: Minha palavra aos editores de blogs é que aproveitem as vantagens do mundo virtual para fazerem o nome de Jesus Cristo conhecido. Que utilizem o blog como uma ferramenta evangelística para ganhar as almas perdidas, edificar a igreja e promover a glória de Deus. Ao escreverem os textos, que o façam com temor e tremor, sabendo que Deus conhece nossos corações, e os motivos pelos quais estamos escrevendo. Escrevemos para a glória dEle? Ou escrevemos para nos gloriar?
Aos exegetas, que tratem a Bíblia com a máxima seriedade, sabendo que receberão maior julgamento (Tg 3.1). Que ensinem a igreja do Senhor a andar no caminho da santidade, da justiça e da piedade. Rejeitem as filosofias humanas, o liberalismo teológico, as falácias humanas, e expliquem o texto dando-lhe o verdadeiro sentido em que foi escrito. Não coloquem suas ideias. A Bíblia tem voz própria. Devemos nos submeter a sua autoridade.

Finalmente, aos pregadores, que voltem a pregar a cruz de Cristo. Chega de tantas mentiras, invencionices e meninices. Voltem a expor as Escrituras. Preguem como se fosse a última oportunidade da vida. Honrem a sublime vocação de serem embaixadores celestiais. Somos ministros da reconciliação, e não da confusão. Concluo com duas pérolas:
“Se eu pudesse me tornar rei ou imperador hoje, eu não desistiria do meu ofício como pregador” (Martinho Lutero). “Pregação é a manifestação da Palavra encarnada, a partir da Palavra escrita, mediante a palavra falada” (Bernard Manning).

Blog do Ciro: Amém. Que Deus abençoe grandemente o seu ministério.

13 comentários:

Newton Carpintero, pr. disse...

Nosso amado pr. Ciro Zibordi,

A Paz do Senhor!

Muita alegria, encontrar em seu blog, esta entrevista com quem aprendi a amar, como irmão e servo de Deus, o nosso querido pr. Marcello de Oliveira, que sempre nos dá de presente as pérolas recebidas do Senhor. Apesar dele próprio ser uma Pérola em pessoa!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Artur Ribeiro disse...

Pastor Ciro

Que bom poder ler uma bela entrevista como essa.

Fico feliz com essas palavras.

Uma pergunta:

Qual a sua sugestão a um crente sincero que - mesmo indo ao templo - não ouve há vários e vários dias a exposição verdadeira da Bíblia (somente pregações antropocêntricas, de auto-ajuda, de prosperidade e afins) nem louvores reais (como os da harpa) e, ainda, por fazer parte de um segmento da congregação, tem que cantar certos hinos (parafresando o senhor, "hinos?")?? Isto é, qual deve ser a atitude desse desesperado??


Ávido por sua resposta,

Artur Ribeiro

Elaine Cândida disse...

Boa entrevista com o pr. Marcelo.

Que Deus, o Santo Rei e Eterno Senhor, continue abençoando e iluminando a ambos.

Paz de Cristo.

marcos disse...

ótima entrevista pastor Ciro com esse instrumento de Deus,dedicado a pregação e ao ensino Deus continue abençoando à ambos em Cristo Marcos Ramires

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Ciro Zibordi,
A Paz do Senhor!

Fiquei feliz e sinceramente me emocionei ao ler esta excelente entrevista concedida ao amado pelo Servo do Senhor Pr. Marcello Oliveira.

Muito embora o conheci hà pouco tempo, aqui mesmo através da blogosfera, porém o Senhor tem feito brotar uma comunhão e amizade sincera, principalmente pela sua sinceridade, humildade e zelo pela interpretação das sagradas escrituras.

Parabens!
Deus o recompense por tão enriquecedora entrevista.

Um grande abraço!
Seu conservo em Cristo,

Pr. Carlos Roberto

Max Daylle disse...

caro pastor ciro...
o pr. Marcelo de Oliveira e da assembleia de Deus ou Batista...
muito legal esse pr. ciro entrevista...gostaria de ver um piauiense sendo entrevistado...pr. Jose Gonçalves da Costa Gomes..
em cristo

(Max Daylle)

Anônimo disse...

Parabéns pela entrevista. Palavras cheias de sabedoria e bem apropriadas ao contexto que vivemos no meio evangélico.

um abraço,

Rev. Kleber Nobre de Queiróz

Prof Damasceno disse...

A paz do Senhor, nobre amigo...

Grata satisfação tê-lo como o entrevistador, o condutor da entrevista, e uma alegria sincera pelo entrevistado, que aprendi a amar pela blogosfera cristã... São palavras e pontos de vistas bíblicos como os expostos, tanto nas perguntas como nas respostas, que me dão o combustível para continuar na senda da fé, com a consciência de que não estamos sozinhos nesta luta em prol da verdade absoluta da Bíblia como Palavra de Deus e de quem ainda temos de pé muitos dos "...sete mil que não se dobraram diante de Baal".
Deus continue a abençoar sua pessoa, que conheci em 2008, em São Luis, numa escola bíblica de obreiros, e ao Pr Marcello, que conheci aqui neste ambiente, mas amo e respeito pela sinceridade cristã.
Nos laços do Calvário,
Prof. Damasceno
www.profdamasceno.blogspot.com

rafael disse...

Q Benção! Tô amando esse estudo amis aprofundado!

está sendo uma mistura cada vez mais!
desse Povo de ''DEUS EXTRAVAGANTE'' x O Mundo (Um povo q não tem compromisso com Nada q vão além dos preconceito, Como eles dizem)

Mais Louvo à DEUS, por termos Homens de DEUS falando a verdade!

O Verdadeiro Louvor Mostra quem é DEUS e o arrependimento, isso não está acontecendo com esses Pagodeiros.
Que saudades dos hinos Inspirados da Nossa Harpa!

Jesus tire as escamas dos olhos desses Neopentecostais (obah Obah)

Mario Sergio disse...

Fico feliz de conhecer pessoas como os Srs. que tem o interesse de levar a mesagem da cruz sem maquia-la, que o Senhor Jesus aumente o desejo da sua Igreja pela sã Doutrina, Deus os Abençoe!

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

1. Nobre Pr Ciro, expoente das Escrituras!

2. Muito agradecido por conceder este espaço em seu prestigiado blog, para que esta entrevista fosse publicada. É uma alegria desfrutar de sua amizade!

3. O Eterno seja contigo, e toda a sua amada família!

Rt 2.12 a

abraços do amigo, Pr Marcello

P.s publiquei a entrevista no meu blog - ok.

Wasley disse...

Amado Pastor,

A Paz do Senhor Jesus!
Excelente entrevista.
Me chamou muita atenção quando o Pastor Marcelo de Oliveira fala "Preguem como se fosse a última oportuniade da vida"
Deus continue usando esses instrumentos...

Wasley Matias
Assembléia de Deus
São Mateus / ES

Walter Filho disse...

Sem nenhum tipo de fingimento, o sr. pr Ciro e o pr Marcelo de Oliveira, desde o princípio de minha "web-vida", são referencias positivos da parte do Senhor em minha vida!

God bless all! Soli Deo Gloria!

"Microscopicamente falando" (João 3.30),

Pr. Walter Filho

http://blogdowaltim.blogspot.com