sexta-feira, 29 de maio de 2009

Não confunda hinos inspirativos com canções de autoajuda e que exprimem sentimento de vingança


Assim começa o Salmo 20: “O SENHOR te ouça no dia da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja” (v.1). Não vemos aqui propriamente um hino de louvor a Deus, mas uma mensagem para o rei. Mesmo assim, a grandeza do Senhor é o que mais se destaca nesse salmo.

No Salmo 37, a letra da composição também é um estímulo para o justo: “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade. Porque cedo serão ceifados como a erva e murcharão como a verdura” (vv.1,2). No entanto, nota-se, nos quarenta versículos desse salmo, que a ênfase recai na Ajuda do Alto para os servos do Senhor.

A Harpa Cristã — hinário oficial das Assembleias de Deus, editado pela CPAD —, a despeito de não ser perfeita, segue o estilo contido nos Salmos. A maioria das suas composições é de louvor a Deus, mas também possui hinos com mensagens inspirativas para os servos de Deus. Assim começa, por exemplo, o hino 4: “Não desanimes, Deus proverá; Deus velará por ti; sob suas asas te acolherá; Deus velará por ti”.

Não é de hoje que existem hinos cuja letra é uma mensagem animadora, confortante para o crente, em vez de conterem palavras de louvor dirigidas diretamente a Deus. A despeito disso, boa parte dos Salmos bíblicos começam com ordens expressas, como “Louvai” e “Cantai”. Se tomarmos como base esse livro veterotestamentário, a maioria dos nossos hinos deveria ser de enaltecimento ao nome do Senhor, posto que apenas uma pequena parte dos Salmos é de composições com mensagens de exortação, de estímulo para o justo.

Bem, como vimos, não há problema algum em uma parte dos hinos evangélicos conterem mensagens inspirativas, em que se menciona o cuidado de Deus para com os seus servos fiéis. Mas o que é preocupante é o fato de, hoje, a maioria (quase todas) das composições evangélicas não pertencer à modalidade louvor e adoração.

Além disso, é preciso fazer uma distinção entre os hinos inspirativos e as canções de autoajuda ou que contêm sentimento de vingança. Estas, aliás, apesar de serem as que fazem mais sucesso no meio evangélico, não podem sequer ser consideradas hinos cristocêntricos, e sim canções antropocêntricas, posto que a sua ênfase recai nas necessidades e na vitória do ser humano, em detrimento da grandeza de Deus e da obra redentora.

Já citei aqui o caso do hit Faz um milagre em mim — que enfatiza mais as supostas virtudes de Zaqueu (como subir em um sicômoro para chamar a atenção de Jesus, intenção esta que não consta da Bíblia) —, o qual é um sucesso no meio evangélico, mas não pode ser considerado um hino de louvor a Deus, tampouco uma mensagem que enfatiza a grandeza do Senhor, primacialmente.

O mesmo ocorre com a canção Sabor de Mel, cujos vídeos no YouTube já atingem a casa dos milhões. Ela até começa bem, mencionando o agir de Deus na vida do crente fiel. Entretanto, ao longo da composição, não se vê menção clara e prioritária aos atributos do Senhor. Pelo contrário, o que se sobressai são bordões de autoajuda e que contêm sentimento de vingança.

É claro que há também erros de construção frasal na aludida canção, mas não vou mencionar isso para que os leitores não se desviem do foco. Observe como o sentimento de vingança se evidencia neste trecho: “Quem te viu passar na prova e não te ajudou, quando ver você na benção vão se arrepender; vai estar entre a platéia, e você no palco...” Esse tipo de sentimento, que leva o cristão a querer mostrar aos outros que ele é vencedor, e os seus inimigos derrotados, não combina com a vida cristã. Seria bom que todos os compositores lessem as palavras de Jesus registradas em Mateus 5-7.

Ainda sobre o hit Sabor de Mel, o refrão, à luz do contexto da composição, dá a ideia de que o crente está, como um jogador de futebol que conquista um campeonato, comemorando de modo provocativo, como que alfinetando os derrotados: “Mas minha vitória hoje tem sabor de mel, tem sabor de mel, tem sabor de mel. A minha vitória hoje tem sabor de mel”. Ou seja, é como se o servo de Deus tivesse a necessidade de mostrar a todos que ele venceu, e os seus inimigos perderam. Isso, definitivamente, não combina com a vida cristã.

Que Deus cuida do justo não há dúvidas. Mas não cabe a nós a vingança nem o sentimento de vingança. Em Romanos 12.19,20 está escrito: “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira [de Deus], porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o SENHOR. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça”.

Ciro Sanches Zibordi

42 comentários:

Anônimo disse...

Pastor Ciro! ao apresentar esse pensamento sobre a composiçao citada quase apanhei outro dia de um fã da abelhinha vingativa!
Esse refrao fiz para o Senhor: Quem te viu pedindo ajuda
para o aero ciro e nao te ajudou
vai se arrepender! vai se arrepender!

claudio pimenta

Cicero Leandro Junior disse...

A Paz do Senhor!

O pior, pastor Ciro, que esse "hino" toca constantemente em nossa igrejas, e é o preferido da maioria dos irmãos. Muitos falam que não, mas a maioria gosta mesmo é de ter seus egoas amaciados, receber benção e coisas do tipo, e não adorar e louvar ao Senhor.

Quando fui demonstrar ao um irmão como esse é antropocêntrico, quase apanhei. Mas é assim mesmo, pra defender a Mensagem da Cruz a gente tem de apanhar mesmo.

Faça mais análises de canções, pastor Ciro. Eu tenho algumas análises na mente sobre algumas canções, mas tenho medo de estar dando um passo maior que a minha perna. estou no aguardo de mais análises suas.

Que Deus o abenções e a sua família.

Em Cristo.
Cícero Leandro Júnior
Assembléia de Deus em Teotônio Vilela/AL

kleber de sa disse...

Graça e Paz pastor Ciro!
parabenizo por mais um comentario exelente sobre tal assunto,que deixa muitos indoutos um tanto irado.
Se todos se colocarse como Davi,nos Salmos 98vs1.101vs1.103vs1.108vs1, e no seu coração falacem o que estar escrito no Salmo 115vs1,Não a nós,Senhor,não a nós,mas ao teu nome dá Glória,por amor da tua misericórdia e da tua fidelidade.
com certeza escutariamos poucas heresias no nosso meio.
como já dizia o Ap:Paulo em Fp.1.16
estes,por amor,sabendo que estou incumbido da defesa do evangelho.

pastor Ciro que Deus continue te dando graça e sabedoria...amém.

kleber de sa
29/05/09

Fernando disse...

A Paz do Senhor Jesus Cristo, Pastor Ciro.

Sinceramente, fico muito triste em saber que muitos crentes estão esquecendo do Evangelho Genuíno de Jesus Cristo.
O que nós temos visto é essa falta de compromisso com a Santa Palavra de Deus, cantores que não oram, não rogam a Deus por louvores que exaltam,glorificam o seu Poderoso Nome.
Pastor Ciro,
vamos continuar louvando, extraindo da nossa vida(espírito,alma e corpo) aquilo que Deus, o Criador merece.
Fujamos dessas canções que não exaltam o Nome de Jesus Cristo, o único que é digno de ser adorado.

Parabens por mais um artigo que serve de alerta para todo o povo de Deus.

Deus te abençoe hoje e sempre.

em Cristo Jesus,

Fernando da Conceição
Assembleia de Deus
Rio das Ostras-RJ

Anônimo disse...

O dicernimento tem sabor de Mel

.. disse...

Ah pastor!!!

Não é só Sabor de Mel não!!!!

As chamadas canções pentecostais quase todas são antropocêntricas.
Começando por cassiane, Lauriete, Elaine de Jesus, Elias silva e demais.
Infelizmente nosso povo ama canções que falam de vitória. Antes eles "adoravam" músicas que falavam de anjos ou da Nova Jerusalém, mesmo que as mesmas não fossem adoração ao senhor.

Josiel disse...

Caro pastor Ciro,

A paz do Senhor!
Tenho presenciado a amplitude e o poder de alcance que estes hits possuem; as pessoas ouvem, ouvem e ouvem...
No fim de semana principalmente, o pregador entrega a mensagem, chama as pessoas á frente para receber oração ( isso na maioria dos casos e vaidade do pregador), e a irmã previamente avisada começa a cantar: Tem sabor de mel, tem sabor... algumas pessoas choram, outras ficam de olhos abertos sem dizer uma palavra, o que será que estão pensando e esperando?
O pior vem na segunda-feira, as mesmas pessoas continuam do mesmo jeito, presas aos seus antigos pecados, não houve tranformação, porque o hit não as impeliu ao arrependimento sincero! Lamentável, é por isso que de contínuo oro ao Deus do Céu, há dois anos acompanho os seus artigos, sofro com as críticas que o amado recebe, pois também as recebo,contudo tenho convicção que estou na estrada aberta por Jesus Cristo, o único que merece ser exaltado e trilho com muitas lutas e tribulações o caminho por onde passou homens que realmente eram comprometidos com Deus e sua Palavra.

Amém.

Um pregador sem agenda e um ensinador aprendiz,

Josiel Vitorino da Silva.

lucivaldo de paula disse...

ótima postagem,continue usando o dom que Deus lhe deu meu querido Pastor.tenho orgulho de ser seu amigo e imão.apaz do Senhor!

Rinaldo Santana disse...

Graça e paz, é interessante pastor, aqui na igreja onde sirvo a Deus sempre tem momentos de louvor antes do culto e os hinos cantados são dessa natureza "Tem sabor de mel, como Zaqueu,e outros
antropocêntricos" " Conheço um Senhor" conservador, que ele diz a igreja está trocando os hinos espirituais por hinos de barriga cheia,(sem nenhuma inspiração divina) e a mensagem da palavra por bla bla bla, por isso a perda tem sido grande na igreja!!.

Julio Cesar disse...

A Paz Do Senhor Pr?
Boa Alerta, Principalmente
para mim Que Sou Novo Convertido,
Enteressado De Aprender A Verdadeira Palavra De Deus.

Roberto Soares disse...

Concordo plenamente.

Vou compartilhar o texto no twitter e linkar no blog.

Gostaria de sugerir a análise da música "Anjos Poderosos" que embora hoje em dia seja pouco lembrada na época que a conheci a achava muito bonita(era novo convertido).

Hoje penso se talvez possa ser enquadrada em "culto aos anjos".

O link da letra é esse:

http://letras.terra.com.br/mattos-nascimento-musicas/171302/

Abraço.

Francisco Almeida disse...

Pr. Ciro,

Infelizmente essa é a grande verdade. Hoje, com execeção dos hinos da harpa, os hinos cantados em nossas igrejas têm uma letra endereçada para as pessoas do recinto. Tudo se reduziu a uma dimensão apenas horizontal. São letras paupérrimas e, o que se percebe, são parecidas quanto às frases de efeito. Choro de tristeza ao ver o que está acontecendo. Abraços.

Vanzuite disse...

A paz do Senhor, Pr. Ciro. Logo que esta música começou a tocar na minha igreja eu vinha tentando te pedir para fazer uma análise dela. Por misericórdia do Senhor sou músico, e assim como uma nota desafinada dói nos ouvidos (principalmente de um músico) esta música doeu nos meus ouvidos, não pela melodia, mas pela letra. Lembro que quando as pessoas cantavam, davam ênfase na parte que fala: "aqueles que não te ajudaram quando te viu na prova, quando ver tua vitória vão se arrepender". Chegava a beira da histeria. Obrigado por tua análise desta música. Tive a oportunidade de ler um artigo sobre este assunto, escrito pelo Ev. Caramuru, da Assembléia de Deus do Belenzinho. Muito boa a matéria dele.
Que Deus continue te dando discernimento para nos instruir neste assunto (música) tão sensível nos nossos dias.

Só uma pergunta: como guitarrista, o que devo fazer se alguém começar a cantar estes tipos de músicas?

Um ótimo final de semana na paz do Senhor.

Vanzuite.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Cláudio Pimenta,

O irmão fala por parábolas... Mas captei a mensagem. Risos.

Que Deus o abençoe aí no Ceará!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Cícero,

Todos nós gostamos de "massagem no ego". Isso é da natureza humana. Mas Cristo em nós deve gerar mudança. Não podemos mais aceitar com naturalidade alguma coisa, ainda que ela seja "agradável".

A Palavra de Deus assevera que viria tempo (e este tempo já chegou) em que as pessoas, nas igrejas (é claro), amontoariam mestres que dissessem palavras comparáveis àquela coceira agradável aos ouvidos (2 Tm 4.1-5). E isso tem ocorrido também na área da música e louvor.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Kleber Sá,

Estou conciente de que essas abordagens de letras de hinos não são nada simpáticas, e alguns anônimos até me escrevem para dizer que eu estou "fechando portas" (haja vista ser eu um conferencista, por assim dizer), como se fossem os homens que mas abrissem!

Tenho consciência da necessidade de discorrer sobre esses assuntos, ainda que não sejam simpáticos, para que pelo menos uma parte do povo de Deus se conscientize do que verdadeiramente é o cristianismo.

CSZ

Anônimo disse...

a paz de Cristo pr Ciro!

moacir, rio claro, sp

parece que os cantores de musicas gospel ou de musicas de evangelho no bom e velho português, quase morrem de vergonha de anunciar o nome do Senhor Jesus Cristo em suas canções, ficam usando subterfúgios para camulfrar o verdadeiro sentido de ser cantor desse segmento que é proclamar o evangelho no minimo, mas por outro lado deveriam é compor para as nossas igrejas celebrar e adorar o nosso Rei.
vamos proclamar Jesus !!!

Wallace Thimoteo disse...

A paz Pastor!
O senhor disse algo que estava entalado em minha garganta há anos. Apesar de em minhas análises uma canção poder ser analisada em 12 arquétipos quanto a seu conteúdo, a saber: Canções de Adoração, Canções de Consolo, Canções de Dedicação, Canções de Ensino, Canções de Exortação, Canções de Glorificação, Canções de Guerra, Canções de Júbilo, Canções de Magnificação, Canções de Manifestação, Canções de Profecia e Canções de Sacrifício. Todas por sua sacra função devem cumprir o dever de louvor a Deus, afinal, a música louva a Seu criador e não deve ser tomoda como uma ferramenta de retroalimentação do homem.

Obrigado, paz!

antonio saraiva disse...

shalon.pr.ciro no meu devocional gosto muito dos hinos da harpa[mais uma ovelha p/seu blog oreis por min.]

tharcio cerqueira disse...

shalon.pr ciro ja nao aguento mais de ver tocar a musica tem sabor de mel na minha cidade .

tharcio.cerqueira disse...

A PAZ Pr Ciro o grande problema é que os cantores de auto-ajuda não vão´cantar para ser instrumento de Deus,querem é usar Deus para sua propia glória e Deus usa ,porem não se deixa ser usado.

Irmão disse...

Olá pastor Ciro, Paz do Senhor! Que alegria ler seus artigos, pois quanto aos hinos comentados, já havia exposto o mesmos argumentos e conselhos à igreja, nas aulas de Escola Dominical e nas reuniões dos jovens, como conselheiro da mocidade. Graças a Deus a nossa igreja Assembléia de Deus em Uberaba é historicamente bem doutrinada e acolheu com singeleza nossas observações, principalmente, os jovens. Deus lhe abençõe, e espero conhecê-lo pessoalmente e convidá-lo a vir a Uberaba.Mas, seguindo sua agenda, está difícil... No mais, Deus proverá todas as coisas!
Pastor Eliel Goulart

Meire disse...

Muito bom ler que mais pessoas não gostam desse tipo de música que instiga a vingança.

Anônimo disse...

Hoje cantamos nas igrejas canções inspiradas pelo homem, e não pelo Espirito Santo, e pior cantamos e não ouvimos o que cantamos, somos levados apenas pela melodia, isso é muito triste.......precisamos orar mais e pedir mais orientação de Deus a luz da biblía para servir ao SENHOR subir com Ele.

Patricia Cavalcante disse...

A PAz do Senhor Jesus, graças a Deus encontrei uma pessoa que pensa como eu em relações alguns "louvores" que esta na boca de muitos critãos , são milhares de louvores que esta sendo cantado sem antes a pessoa analisar sua vida e muitas das vezes estamos cantando a luta do cantor e não a nossa, chamando maldiçãoes para nossas vidas das quais Deus não tem preparado para nós, como por exemplo a musica " Eu vou passar pela Cruz" eu não quero passar pela cruz pois tenho a certeza que não suportaria e tb Jesus ja passou por minha e por isso que hoje sou salva e vivo para Adora-lo. aquele hino que fala Me dá poder de filho, espero ver o analise desses hinos ame

Simone Fernandes disse...

Nossa.

Que coisa, Pastor Ciro! Eu NUNCA havia pensado na gravidade dos erros dessa canção.
Me envergonho um pouco, pensar que até há duas semanas atrás, eu cantava (e ensinava também) essa canção que tem um... Sabor de Fel!
Que Deus me perdoe!
Como a gente falha, pastor.
Mas, louvo a Deus, porque Ele ainda usa profetas, como o senhor, sabe? Eu creio muito no poder de Deus e na vontade que Ele tem de que o Seu povo não seja tapeado...
Tenho acompanhado o seu blog desde a semana passada (li o texto sobre a canção de Zaqueu) e tenho aprendido muito!
Parabéns, Pastor Ciro, o senhor é um blogueiro-profeta de Deus.
Deus me deu o dom de compor. Agora, eu juntamente com o meu noivo, estamos conferindo minuciosamente cada canção, pra ver se tem embasamento na Bíblia!
E isso, graças ao nosso Soberano Deus, por ter usado o senhor como pregador da Palavra da Verdade, a Bíblia, tão mal-interpretada e desprezada ultimamente.
Glória a Deus, Pastor Ciro.

wagnerlago disse...

Pastor Ciro, achei o texto do hino "sabor de mel" corrteto. Há muito tempo venho na ED de nossa igreja alertando os crentes sobre estas musicas. Inclusive no Domingo passado dia 12-07-09 (antes de ler no teu Blog) falei na Escola pela manhã justamente sobre a letra dessa composição,a qual é antibíblica. Para minha surpresa no culto á noite uma jovem "abençoada" de uma outra cidade que não assitiu à ED pela manhã cantou esse hino e o povo ficou com uma ? na cabeça. Mas não entendo o senhor Pr Ciro, no artigo do aerociro o senhor cita em seu favor trechos desta musica e agora prega contra, de que lado o senhor está?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Wagner Lago,

A sua pergunta é um pouco forte: "De que lado o senhor está?" Biblicamente, só existem duas opções, nesse sentido. Ou estamos do lado de dentro, ou do lado de fora.

Com todo o respeito, faltou ao irmão perspicácia para perceber que, no texto do Aerociro, este autor valeu-se de ironia, uma figura de linguagem pela qual dizemos o contrário do que está escrito.

Nesse caso, peço ao irmão que leia os textos com maior atenção, para que não faça juízo de valor errado acerca das pessoas.

A paz do Senhor!

CSZ

EDMAR ROSA GOMES FILHO disse...

Pr.Ciro, a Paz do Senhor! Quero deixar para meditação dos fãs do referido hino,provérbios cap.25 e vers.27,apenas a parte "a":Comer muito mel não é bom.Ah já ia me esquecendo...que eles tenham cuidado com o diabetes também!!!!

silv@ni@ disse...

Pastor ciro sanches parabens pelos ensinamentos que dá,na verdade são alertas para a igreja do Senhor,para estes ultimos dias,gosto muito dos seus ensinamentos.
Quero dizer que a muito, estou meio que desgostosa com a maioria de hinos cantados por alguns conjuntos,da nossa igreja,é tanto que saí de um conjunto, sem saber se volto para cantar,porque tem muito hinos que são só de auto ajuda,adoração a Deus mesmo nada.
Fica na paz e parabens,Deus continue te abençoando!

Blog do Marcão - Deus,música, aviões e trens disse...

essa onda de refrões emocionantes ja está na hora de acabar... começou em 1999...2000 com a Cassiane e se espalhou nos lancamentos de todos gospel-stars do Brasil.

Me faz lembrar daquelas músicas do Air Supply dos anos 80 onde os refrões arrancavam lagrimas dos mais apaixonados que ouviam.

Ouçam e entenderão o que estou dizendo:
http://www.youtube.com/watch?v=6lE6Htee0sA

http://www.youtube.com/watch?v=4sgogXU2G10

Notem que a parte mais 'emocionante' é repetitiva, ou seja, mexe com as emoçoes de quem ouve. Existem algumas junções de notas, que nós músicos chamamos de 'caidinha' ou 'caida' que mexem com emoções, lembranças e causam boas sensações no cerebro do sujeito.

Infelizmente não é diferente com esses 'hits evangélicos'. O compositor tem direito de usar todas combinações de notas músicais que julgar necessario, mas é notavel algumas 'forçadas' nos refrões para 'mexer' com as pessoas.

Pr Ciro, que Deus capacite-o cada vez mais, trazendo apologética à luz da Biblia

Anônimo disse...

Pr. Ciro, a Paz do Senhor.
Esta canção, soaria melhor se a declaração fosse "MINHA VITÓRIA É PARA A GLÓRIA DO SENHOR". Não existe coisa mais doce e salutar do que uma vida de comunhão com Deus, mesmo na inexistência de circunstâncias materiais favoráveis e de sonhos que falharam, Rm 8.35-39. Estas canções e pregações de auto-ajuda são métodos experiencialistas que do ponto de vista estético e humano estão dando certo mas na realidade estão é enfraquecendo a vida espiritual e distanciando a Igreja dos princípios fundamentais da Palavra de Deus. Só percebe isto os fiéis remanescentes, possuidores da VERDADEIRA VISÃO, a dada pelo Espírito Santo.
Pastor Ciro siga em frente com este propósito de refutar estes modismos, O Senhor irá lhe recompensar pela sua VISÂO e comprometimento com o Seu Reino.
A Paz do Senhor.

juliobertie disse...

A paz do Senhor, pastor ciro, concordo plenamente contigo, inclusive sempre defendi esse pensamento em relação e essas musicas, mas sempre fui tachado de chato na igreja.
Gostaria de pedir permissão pra postar essa mensagem em meu blog.

http://juliobertie.wordpress.com

wagnerlago disse...

Interessante observar que as letras desses hinos funcionam na igreja como um falso evangelho e tem contaminado a muitos. Creio que é uma forma disfarçada de Satanás incutir o falso na igreja,pois muitos pregam o que ouvem nesses hinos.Recentemente um pregador (creio que fã do sabor de mel)pregando no texto de 1 Samuel, sobre Ana e Penina, disse que quando Ana teve o seu filho passava a fralda do nenê na cara de sua opositora, em seguida mandou os irmãos passarem a fralda na cara dos seus inimigos, e ouve muitos que não gostaram do repudio de uns poucos irmãos em relação a cena.Que Deus abençoe.

Anônimo disse...

A letra desses hinos tem funcionado nas igrejas como um falso evangelho, e muitos pregadores pregam o que elas dizem, como se fossem Bíblia.Satanás incute estas mensagnes na mente das pessoas e elas aceitam como a Palavra de Deus. Recentemente um pregador veio a nossa igreja pregando em 1 Sm sobre Ana e Penina e disse que Ana passou as fraldas do nenê na cara da sua opositora e mandou os irmãos fazerem o mesmo com aqueles que os perseguem. Certamente ele foi contaminado com a letra do sabor de mel.

Mara disse...

A paz do Senhor Pr. Ciro!
quero agradecer pela visita ao meu blog, confesso que estou um pouco enrolada com ele mas já consegui postar alguma coisa.
Há algum tempo,analisando a letra de uma música muito cantada pelos grupos femininos e em cultos em ações de graças, eu discordei de uma frase: "Já não faz nenhum sentido a vida que está vivendo
De fracasso e derrota , tão sozinho e sem sorte
No vale da sombra da morte..."

até ai passa, mas depois vem: "O crente quando chora o Senhor responde
A oração do crente estremece os montes
E quando ele chora o Senhor atende
Tem um grande valor a lágrima do crente
Ele foi com Daniel lá na cova dos leões
Nada ali aconteceu , Deus ouviu suas orações..."

Minha dúvida é; o crente é derrotado? e pode viver uma vida de fracassos e derrotas? E como um Deus que ouviu Daniel e Ana, deixa essa crente passar por fracassos e derrotas tão sozinho e sem sorte?

E outra, é assim? chorou ganhou?
só chorar que Deus responde? somos crianças manhosas e mimadas? Ou
Estaria eu sendo crítica demais?

Essas dúvidas estavam pipocando na minha cabeça!

O senhor me diz sua opinião à luz da Bíblia, quando tiver um tempo, é claro, ou eu preciso chorar pro senhor responder?rsrs

Desculpe, não resisti.

Henrique Ribeiro disse...

A paz do Senhor Pastor Ciro; não estou postando este comentário para deturpar o que foi afirmado pelo senhor, um homem de Deus. Porém, eu tenho minhas opiniões e gostaria de expo-las para ver se há concordâncias com as suas; quando me falaram desse livro eu fiquei um pouco inquieto, pois não sou um jovem que aceita determinado conceito ou talvez especulções sem antes buscar meus princípios, e os meus princípios estão firmados em Deus, o que me foi passado a primeiro momento foram deduções sobre a questão de que a nossa vitória na verdade não tem sabor de mel, por isso, fiquei inquieto não concordando com tais deduções, ao encontrar informações na internet, vi que não era o que eu pensava, concordo com o que o senhor fala sobre adoração, exaltação ao Senhor Deus e também que algumas músicas de hoje não estão voltadas a esse fim, estão mais como autoajuda para vários cristãos, o que eu quero colocar, é seguinte: nós como filhos de Deus lavados e comprados pelo sangue de Jesus, devemos antes de tudo pedir a direção de Deus, acho que não se deve jugar se hinos são ou não inspirados, mas, deve-se ver que são algumas falhas teológicas, a questão de vingança na música sabor de mel é clara, porém, quem garante que ela não foi inpirada pelo Esperito Santo para mostrar as pessoas e ao mundo que o Deus que nós servimos é um Deus que nunca deixará um servo seu desamparado, como nos fragmentos " eu nunca vi um escolhido sem resposta, porque em tudo Deus lhe mostra uma solução, até nas cinzas ele clama e Deus atende, lhe protege, lhe defende com as suas fortes mãos"...esta frase até nas cizas é para mostrar ao crente o quanto necessário é reconhecer a superioridade de Deus, reconhecer que Deus é Senhor e somos servos, e isso pastor, para mim, é exaltação ao Senhor Deus; sei que nós temos que ter cautelas com os hinos cantados nas nossas igrejas, mas se pararmos para analisar muitas musicas vamos encontrar detalhes que são considerados como falhas, o importante no meu ver é sentir a presença de Deus no momento em que o hino estiver em execução e por quem estiver sendo execultdo... esse é meu ponto de vista, espero respostas do senhor...


que Deus abençoe a sua família e todos que estão ao seu redor...me perdoe qualquer coisa...

Anônimo disse...

Pastor creio que suas colocações são bem fundamentadas, porém, não se pode falar pelos seus sentimentos. Acredito eu que o hino Sabor de Mel é sim um hino inspirado por Deus, o qual tem abençoado muitas vidas, dentre elas a minha, pois, não quero de maneira vingativa que os meus inimigos vejam a minha vitória, porem, quero que o Senhor os abençoe para que de forma especial eles tambem sejem vitoriosos com a minha vitoria. Como Pastor tenho certeza que sabes que os membros da igreja tem se preocupado muito em caluniar os irmãos deixando o foco principal que é servir a Deus em espirito e em verdade, assim, muitos não tem tido força diante de tantas calunias, fofocas e difamaçoes dentro da propria igreja o que frustram muitos sonhos. Por isso creio que esse hino o qual tanto me fortalece em servir cada dia mais a Deus, não esperando vitoria mas crendo que ela virá, tem sim inspiração de Deus, pois creio que não seja o diabo que tem falado comigo quando o ouço, e choro na presença de Deus recebendo dele forças para continuar a jornada... Somos peregrinos a caminho do CEU!!!

bruno_eduardo17 disse...

Realmente devemos analisar as canções que cantamos em nossas igrejas, muitas vezes cantamos e não prestamos atenção naquilo que estamos cantando, isso faz com que o povo de Deus sofra graves conseqüências...
É claro que não podemos levar ao extremismo, mas ultimamente nossos hinos não tem trazido conteúdo algum para adorar ao Senhor
Em relação ao Sabor de Mel é uma letra muito bonita, porém sem contexto algum para a adoração, se analizarmos mesmo a letra veremos que trata-se de uma vingança...
Mesmo assim esitse louvor tem sido muito cantado e feito o povo lembrar o seu passado, fazendo uma "regressão" e isso causa emoção que por sua vez gera barulho durante os cultos, mais conhecido como "fogo puro".
Congrego na Assembléia de Deus, sou cantor e vejo essa dificuldade quando subimos no púlpito pra cantar um hino de adoração que realmente venha exaltar o Senhor a igreja se cala, cruza os braços e até mesmo comenta que o cantor não tem unção, mas quando é cantado um hino de "pega", "receba", "pula muralha", "sabor de mel, ou de melado sei la o que..." a igreja vibra

PARABÉNS PELO ARTIGO PASTOR CIRO
REALMENTE O POVO ESTÁ PROCURANDO LOUVORES HORIZONTAIS MAS AINDA PREFIRO ESTAR EM CONEXÃO VERTICAL COM MEU MESTRE, O ADORANDO PELO O QUE ELE É E NÃO PELO O QUE ELE FAZ E PODE FAZER

assembleiabelem disse...

Sou pesquisador da net, Saiba o real significado do RA-TIM-BUM em nosso site

http://www.assembleiabelem.br22.com/word/forum1.html

Saiba alguns significado de algumas palavras em nosso blog, aprenda para ensinar

Saiba qual o erro do novo CD da damares

http://www.assembleiabelem.br22.com/word/musica4.html

Aproveite e Acesse nosso site

www.assembleiabelem.br22.com

pr Jonatas de Oliveira disse...

Vou ser curto e grosseiro: a maioria desses cantores "evangélicos" querem mesmo é dinheiro. Afinal! Quem não gostaria de viajar o Brasil de avião, hospedar em bons hotéis, ter o ego massageado como disse o escritor do artigo e ainda ganhar 4 ou 5 mil reis por final de semana? Não vá pensar que sou contra receber bem os cantores (e pregadores), ser justo na hora de retribuir o seu talento (dado por Deus), honrar os que são dignos disso. Mas a maioria fez disso apenas um meio de vida. Isso é lamentável. Desculpe a acidez do comentário; mas só quem pastoreia igrejas sabe o quanto parte destes cantores e pregadores podem ser gananciosos.

Zilton Alencar disse...

Pr. Ciro, a paz de Cristo!

Como diabético que sou, nunca gostei muito deste hino... Pode até ser bonitinho como "canção flácida para ninar bovinos", mas jmais podderia ser classificado como hino.

Na verdade há muitos "hinos" em nosso "cancioneiro gospel" que a gente ouve porque é o jeito, e por eles se entende a felicidade do Beethoven, que era surdo.

Sempre me posicionei contrário a estes hinos de autoajuda e de promoção ao ódio aos inimigos, ou ao sentimento de vingança contra eles. Lamentavelmente, as nossas igrejas estão cheias disso. Mas tenta colocar boa música em nossas igrejas, estilo João Alexandere Gladir Cabral, Asaph Borba... A maiorria rejeita imediatamente, pois já se acostumou a este ufanismo.

O mau gosto musical gospel começa com péssimas harrmonias, e coroa-se com letras sem nenhum contexto bíblico. Compõe-se hoje pela "experiência", e não mais pela Bíblia e suas verdades. E nãoé para menos: o "levitismo" há muito se rendeu a Mamon. As músicas não são para louvor, mas paa vender. Artistas e bandas mundanos já gravam músicas gospel, algumas devidamente alteradas para agrada aos ouvintes. Tudo isso, óbvio, com a anuência dos compositores, que na verdade estão no "negócio" só para ganhar dinheiro e fama!

Vamos de mal a pior!