segunda-feira, 25 de maio de 2009

Como Zaqueu, eu quero descer... (2)


Um descortês internauta, em uma concorrida comunidade do Orkut que usa o nome da Assembleia de Deus, fez uma “análize” da minha modesta e despretensiosa análise sobre a canção “Faz um milagre em mim”, obrigando-me a escrever este complemento. É claro que o tal tem todo o direito de “analizar” a minha análise, mas isso me autoriza a reanalisar a composição citada, levando em conta os argumentos da aludida “análize”.

Disposto a ridicularizar este autor, o mal-educado internauta começa a sua abordagem de modo
“convincente”: “vamos analizar”. E, depois de citar a primeira parte do artigo que eu escrevi, ele afirma: “nossa! que erro heim (sic), prefiro eu muito mais ser como zaqueu (sic) naquela hora do que ser um acusador que se axa (sic) dono da verade (sic), naquele dia zaqueu (sic) fez muito mais do que muito crente faria”.

Nota-se que o indelicado “analizta”, a despeito de se “axar” entendido, não sabe muito bem do que está falando, pois um verdadeiro seguidor de Jesus não diria “nossa”, e sim “nosso”. Hein?! É isso mesmo? Sim, pois servimos ao “nosso Senhor”, ao “nosso Deus”, e não à “nossa...”

Por que Zaqueu teria feito muito mais do que um crente, como afirmou o
“analizta”? Pode um perdido ter um atitude melhor do que a de um servo de Deus verdadeiro? Ora, segundo Malaquias 3.18, Salmos 1, etc., há uma clara diferença entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não o serve.

Ao contestar a minha argumentação de que Zaqueu não subiu na figueira porque estava desejoso de ter comunhão com Jesus, mas porque estava curioso para vê-lo, o “analizta” verberou: “errado!!! isso é mentira!!!! tenho uma tradução aki que diz que ele DESEJAVA ver Jesus na biblia on line diz que ele PROCURAVA VER então não é verade pois varia de tradução mas eesa conclusão verdadeiramente pode ser tirada no versículo 8 quando expontaneamente zaqueu diz que irá restituir aqueles a quem ele prejudicou!!!! zaqueu procurava Jesus e Jesus a zaqueu, não foi uma simples curiosidade” (usarei apenas um sic para cada citação, a partir de agora, a fim de que as citações não fiquem com o dobro do tamanho original).

Sinceramente, é triste ver uma pessoa que sequer se interessa pela sua língua materna tentando nos convencer de que conhece o sentido original da passagem de Lucas 19.1-10. Como se vê, o
“analizta” cita versões do que ele chama de “biblia”, mas desconhece que a ideia contida no original é sim de mera curiosidade por parte de Zaqueu. Literalmente, o texto diz: “procurava ver quem é Jesus”, o que indica curiosidade. O mencionado chefe dos publicanos não estava sedento por salvação. Ele estava movido por curiosidade pura mesmo.

Mas o indelicado “analizta” prossegue, cheio de razão: “se zaqueu não tivesse a mesma sede do salmista ele iria se desfazer dos seua bens, pense comigo será que zaqueu ficou rico como era depois de volver todo aquele dinheiro se é que sobrou??? se zaqueu não tivesse essa sede Jesus não diria: 9 E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.!!! (...) o subir tambem foi bom pq como ele iria ver Jesus?? o esforço conta e muito” (sic).

O Senhor dotou o ser humano de livre-arbítrio, mas, no que tange à salvação, a iniciativa é sempre de Deus (Jo 6.37). O pecador está morto em delitos e pecados (Ef 2.1ss). Uma pessoa morta é incapaz de desejar a salvação, a ponto de subir em uma árvore para chamar a atenção do Salvador. Foi o Senhor quem o viu e o chamou para si. E a atitude de Zaqueu que merece destaque, repito, foi a de ter descido depressa do sicômoro,
ao atentar para o chamamento do Senhor, posto que muitos pecadores têm rejeitado tal chamada pessoal para a salvação (Mt 13.1-8; At 17.30-34).

Procurando responder à pergunta “O adorador, salvo, transformado, precisa subir para chamar a atenção de Jesus?”, o “analizta” empolga-se: “aí eu repondo perguntando: o adorador, precisa lavar os pés de Jesus com perfume???mt26 5-8” (sic). Adorar, do ponto de vista bíblico, é exatamente prostrar-se, humilhar-se, quebrantar-se, como fez a adoradora citada (cf. Ne 8.6; 2 Cr 20; Sl 95, etc.). Isso não significa fazer alguma coisa para chamar a atenção de Deus. Adorar tem muito mais que ver com disposição do coração do que com manifestações corporais, gestos, danças, esforços, sacrifícios, etc.

Querendo mais uma vez aparentar convicção, o “analizta” verbera: “axo que atitude de destaque não é nenhuma destas, é o arrependimento!!!aff tem muito preconceito com essa musica aki nesse estudo!!!!(lembrando: eu não gosto muito dessa musica)!!!” (sic).

Bem, por meio dessa “análize” da minha análise, o “analizta”, que afirma não gostar muito da aludida canção — imagine se gostasse! — , assevera que o arrependimento de Zaqueu antecedeu à chamada pessoal para a salvação! Quer dizer, então, que uma pessoa, por vontade própria, pode sentir o seu pecado e desejar ser salva, sem o convencimento e a chamada do Espírito? Não é isso que está escrito em Apocalipse 22.17 e João 16.8-11. Não há, pois,
preconceito quanto a essa canção que muitos já não aguentam mais ouvir. A Palavra de Deus tem de ser a nossa fonte primária de autoridade. E vejo que muitos estão valorizando muito mais o que “axam” certo.

Mas, ao final de sua “análize”, o tal internauta desdenha, recebendo, em seguida, o apoio de vários colegas, quase todos igualmente mal-educados: “foi uma piada??? eita ele condenou a composição!!! vou tomar cuidado pra ele não me condenar tb!!! (...) conheço muitos crentes que tem Deus em seus corações mas a sua casa esta completamente cheia de problemas!!! (...) outra coisa quem disse que a musica é só para que tem os Espírito Santo??? pelo contrario!!! (...) poxa, soberba aki é boia!!! eu prefiro ser esse pecador igual zaqueu!!! (...) eu realmente detestei esse estudo é preconceituoso e farizaico!!!! prefiro ser um zaqueu da vida do que um caifás!!!” (sic).

É evidente que, ao dizer “Entra na minha casa”, o compositor e aqueles que entoam a canção em análise, estão falando de si.
Quando o salmista, por exemplo, disse: “A minha alma tem sede de Deus”, ele estava falando de si ou de outros? Por mais que um crente em Jesus esteja fraco, espiritualmente, o Senhor não está do lado de fora, a menos que aquele abandone o Senhor e considere-se satisfeito longe dEle (Ap 3.18-20). Em outras palavras, um adorador que se preza não precisa pedir para o Senhor entrar em sua casa, em sua vida, etc., a menos que tenha perdido a comunhão com Ele, de fato (Sl 51).

Bem, penso que o “analizta” e seus apoiadores não precisam concordar com a minha modesta análise, mas, à semelhança de Zaqueu, precisam descer, humilhando-se ante o que dizem as Escrituras. Eles acham que eu me considero o dono da verdade e afirmam que detestaram o que chamam de “estudo preconceituoso e ‘farizaico’”... Serão eles os donos da verdade?

Ciro Sanches Zibordi

49 comentários:

L. H. Dessart disse...

Prefiro apoiá-lo, pastor Ciro.....

Rodrigo Melo disse...

Bom... quem sou eu para dizer quem e com o que está certo.

Confesso que até acho a música legal, mas depois de seus argumentos e agora com esse post, vejo realmente como existem pessoas que defendem algo sem conhecer, sem preocupação, querendo botar lenha na fogueira...

De tudo que leio, mesmo que a princípio eu não esteja de acordo, prefiro pensar a respeito e 'analisar'... sempre retenho o que é bom (aos meus olhos), não sei se faço certo, mas pelo menos evito esse tipo de constrangimento ao qual o 'analizta' deverá passar após esse post!

Ah!! Ciro, prefiro apoiá-lo também!!

A Paz!

Robson Silva de Sousa disse...

A Paz do Senhor, meu prezado Ciro.

Fiquei bastante consternado ao saber, por intermédio da "dita" comunidade, que fostes acometido de tão grave infortúnio...

"escorregou, caiu e bateu a cara feio no chão." Puxa, como foi que isso aconteceu?

Espero que não tenha "trombado" com o grupo de maconheiros com quem estive debatendo dia desses em meu blog "É LEGAL SER CRENTE" durante a semana da famigerada MARCHA DA MACONHA... A turma ali é parada dura!

Seja como for, devemos prosseguir falando a verdade sem medo de ataques... mesmo os virtuais.

Abraços.

Em Cristo,

Robson Silva
Prossigo para o Alvo... Fp 3:14

Newton Carpintero, pr. disse...

Nosso pr. Ciro Zibordi,

A Paz do Senhor!

Depois do argumento desta "analizta", estou procurando uma árvore bem alta aqui na terrinha do Tio Sam, para subir e cantar esta musiquinha lá em cima. E não descer nunca mais.

Não aguento o que está passando aqui embaixo com os crentes. Não querem aprender e nem ouvir o Espírito Santo na presença dos homens de Deus da VERDADE.

Continue, amado pr. Ciro, a pregar, ensinar e exortar com a experiência, conhecimento, sabedoria e responsabilidade, que o Senhor Jesus Cristo tem colocado em suas mãos.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Claudia Menezes disse...

O problema é que cada um prefere "axar" o que lhe convém.

Wallace Thimoteo disse...

Eu (sic) acho (sic) que ele (sic) está certo (sic) e o pastor (sic) está errado (sic). Ops, ao contrário (sic)...

rs, hilário!

Paz! Pastor Ciro...

Walmison B. Godoi disse...

A Paz do Senhor Pastor! Obrigado pelo comentário ao internauta, haja vista que sou Presbítero, Professor do Centro de Treinamento Bíblico na nossa igreja,(um curso de dois anos, uma síntese da EETAD)! Obrigado porque aprendí mais um pouco a ter paciência para tentar explicar à alunos com dificuldade de ceder, humilhar diante do fato novo versus à posição doutrinária já imposta em suas mentes e/ou da tão frágil capacidade de fazer uma simples exegese de um texto como o internauta em referência. Realmente tenho dificuldades às vezes no ensino e tenho de lembrar que existe o a,e,i,o,u bíblico e não são poucos os que ainda não sairam dos "rudimentos da doutrina"!

Dianne Nogueira disse...

A Paz do Senhor...

É incrível como algumas pessoas compram brigas sem motivo algum. O próprio advogado da canção diz que não gosta dela. Então para que se dispôr a iniciar esta picuinha?


Aproveito para mencionar que indiquei, anteriormente, a leitura de sua análise através do meu blog.

Gostaria de parabenizá-lo, também, pela palavra ministrada no último sábado aqui no Piauí. Foi um prazer ver de perto a quem tem me ensinado tanto através da internet.

Muito obrigada por não desistir de ensinar a verdade mesmo em meio a tantas investidas contrárias.

Um grande abraço

Pb Uilton disse...

Como diz o apresentador Boris casoy, isso é uma vergonha a forma de tratamento deste analizta, ele não respeita as pessoas, isso me deixou indignado.


Deus seja contigo Pr Ciro e continue nesta tarefa de combater esses erros doutrinários.


Um Abraço
Pb Uilton

Rafael Vieira disse...

Paz de Cristo a todos...

O que me deixa intrigado, é que vejo todos os tipos de denominações, sendo nas mais diversas saindo do "cunho evangélico", e para meu ESPANTO cantam-na. Fico muito alegre quando o evangelho é bem aceito pelos ouvintes, mas desta forma, não vejo com bons olhos...

Vou pra faculdade, e me deparo com pessoas cantando-a... E habitualmente nas conversas, me contam "alegres" que ao irem para casas noturnas, ouvem esta canção...

Sem falar nas versões eletrônicas e pagode que ele já possui...

Fiquemos iguais aos irmãos de Beréia... QUESTIONEM, e que haja discernimento para não errarmos!

André Sto Pedro disse...

A paz do Senhor Pastor!!!

Eu já cantei este louvor, mas nunca tinha me atentado para alguns fatos citados por você na analise anterior. Realmente olhando o hino a luz da biblia, encontramos alguns erros cometidos pelo autor!!! Bom, só quero dizer que compartilho de suas idéis e analises, principalmente sobre aquele estudo sobre os tipos de pregadores!!! Continue assim, pois estes estudos tem aberto os olhos de muitos cegos espirituais, como deste tal "analizador" do orkut!!!
Infelizmente algumas coisas tem acontecido dentro das igrejas que nós devemos combater... tenho me preocupado em trazer sempre uma palavra sadia para o povo, um alimento como aquele servido a Daniel e seus amigos no reino de Nabucodonozor (Daniel 1:12). Mas infelizmente a maioria tem preferido comer dos manjares do rei.

Um grande abraço;

André Sto Pedro

Miss. Marli disse...

Ser cristão é compromisso de vida. A palavra vivida pelos cristãos é suficiente para denunciar aquilo que somos e cremos. O que passar disso não é importante.
Quando se vive a palavra no dia-a-dia, aquilo que somos reflete mais alto do aquilo que falamos.

Parabéns pelo seu blog e é um prazer segui-lo.

Presbítero Marcelo Mitrach disse...

É por isso e por muitas coisas que o Senhor não é um Pastor, e sim O PASTOR. Abraços deste teu servo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido presbítero Marcelo,

A paz do Senhor!

Longe de mim querer decepcioná-lo ou rejeitar o apreço que demonstra ter por minha pessoa, mas não posso aceitar o seu elogio. Eu sei que o irmão disse o que disse na melhor das intenções, porém não me chame de "O PASTOR", por favor, pois é o Senhor Jesus o nosso SUMO PASTOR.

Não me tenha mal por este comentário. Eu fico muito feliz com o seu apreço por minha pessoa, principalmente em razão do ministério que Deus tem me outorgado. E que Ele o abençoe mais e mais!

Um grande abraço!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caros irmãos Dessart e Rodrigo,

Agradeço-lhes pelo apoio. O ideal é mesmo que, como espirituais, tenhamos discernimento (1 Co 2.15).

Um grande abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Robson,

Pois é... apesar de eu ter "escorregado, caído e batido a cara feio no chão", como diz um internauta da comunidade que usa o nome da Assembleia de Deus, estou de pé. Risos...

Um grande abraço!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amigo e pastor Newton,

Agradeço-lhe pelas palavras de incentivo. Mas o irmão não precisa subir em árvores... O irmão já está em um patamar elevadíssimo, em Cristo!

Um grande abraço, "prezamado".

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Claudia,

Como diriam os que apreciam o internetês, mtos axam q sabem, mas ñ sabem... É melhor fikarmos com a Palavra, ñ é msm?

Sinceramente, prefiro escrever normalmente, mesmo na grande rede. Na verdade, escrever corretamente aqui é uma boa maneira de praticar a escrita.

Em Cristo,

CSZ

Pr João Luiz Marques disse...

Olá, caro colega Pr Ciro,
Como vai?

É profundamente lamentável quando alguns que deveriam primar pelo puro e verdadeiro ensino das Escrituras,se interpõem de forma parcial e partidária defendendo interesses pessoais e, sobretudo, até escusando-se de posicionarem-se em defesa da fé genuína. É evidente que não somos os "donos da Verdade",entretanto, ao menos deveríamos cuidar com zêlo da exposição das Escrituras com denodo e galhardia, o que, certamente exporia todo aquele que assim procede. De uma coisa esteja certo o amado pastor; não faltarão momentos de dissabores e/ou altercações das mais variadas e acentuadas formas.
Defender a "Verdade", tal como Ela é, tem seu preço, seu custo.

No caso em tela, me entristece saber que alguém, em defesa de interesse próprio ou de seus devaneios, posiciona-se ao lado de suposições, sem que tenha instrumentos mínimos auferíveis, para analisar de forma exegética e hermenêutica a passagem bíblica tão conhecida e de certa forma, tão propalada, mormente nesses últimos perídos, haja vista a canção que tem por ouvir.

De fato a canção, por mais bem intencionado que o seu autor estivesse, deixa a desejar, compromete a Verdade genuína do Evangelho de Cristo. Me refiro ao Evangelho Verdadeiro, não aquele que se compra em restaurantes ou se "fabrica" em forno.
A análise feita pelo amado pastor é respeitável, sincera e, acima de tudo verdadeira. Agindo dessa forma,escrevendo, advertindo, orientando e ensinando, o prezado pastor, tem contribuido sobremaneira para o engrandecimento do Reino e,a edificação de cada cristão compromeissado com a Palavra de Deus.
Não desista. Mantenha firme sua postura primando pelas Escrituras, sabendo que ainda existem aqueles que engajaram-se nesta sublime tarefa. " Ensinar e pregar em tempo e fora de tempo".
Lembrando que, muito bem adverte-nos, o apóstolo Paulo: " Haverá tempo em que os homens não sofrertão a sã doutrina".

Tens o apoio daquelas vozes que gritarão sempre: "Quem há de ir por nós?"

Conte conosco! Oramo por ti, sua família e seu ministério.
A Paz do Senhor!
http://prjoaoluizmarquesrespondendobiblia.blogspot.com

Luciano de Almeida Gonçalves disse...

Caro Pr. Ciro,

Admiro-o pelo seu trabalho nos livros "Evangelhos que Paulo jamais pregaria" e "Erros" e "Mais erros que os pregadores devem evitar". Essas obras, sem dúvida, contribuíram e muito em nosso meio, combatendo as heresias e os exageros.

Nesse espírito de admiração fraternal que retenho pelo amado pastor, ofereço este modesto comentário para apresentar o outro lado de toda esta discussão.

Quanto à crítica embasada na teologia ortodoxa da letra da música 'Como Zaqueu', creio que desde o primeiro post ficou bastante clara a mensagem e a linha interpretativa. Usando o princípio de Paulo, para extrair o que é bom de todas as coisas, encontramos no seu texto a exortação da necessidade de ficarmos atentos.

Porém, no caso, e apenas no caso, creio não valer a pena continuar o debate.

Melhor é continuar valendo-se de seu modelo de criticar citando personagens fictícios ou ilustrações comparativas, por três motivos:

1)Numa análise teleológica, não foi o desejo dos compositores, de forma alguma, apresentar uma heresia, mas ao contrário, adorar a Deus;

2)A sutiliza das críticas surtem mais efeitos e não geram a ira e as contendas criadas por um motivo banal (como de fato tem gerado);

3) Por fim e mais importante, não vamos nos destruir, divindo o povo de Deus, mas nos ajudar.

Que Deus continue lhe abençoando ricamente, acrescentando-o sabedoria e dando-lhe a serenidade para auxiliar o desenvolvimento do meio evangélico.

Pr. Luciano.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro pr. Ciro Zibordi,
A Paz do Senhor!

Ignore tais palavras do nosso "irmão analizta" e continue em seu trabalho em pról da ortodoxia doutroinária, tanto nas mensagens pregadas, assim como nos hinos.
Infelizmente muita gente está "recebendo o dom do axismo", sei lá de quem e é por isso que temos presenciado tantas aberrações.
Cada um "axa" o que quer, coloca em uma melodia bonita, transforma em "xuxesso" quer que todos acreditem que é verdade.
Como diz o amigo Robson,
PROSSIGA!
Um grande abraço!

Seu conservo em Cristo,
Pr. Carlos Roberto

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Luciano,

Agradeço-lhe pela menção aos meus livros “Evangelhos que Paulo jamais pregaria” e “Erros que os pregadores devem evitar” (1 e 2). Mais uma vez lhe sou grato pelas suas amáveis críticas e sugestões, mas não posso concordar com elas, a despeito da forma amigável com que as apresentou.

Considerado os seus três pontos, respondo-lhe:

1) É ingenuidade de sua parte, amado pastor, com todo o respeito, achar que os compositores não têm o desejo de apresentar heresias, e sim o de adorar a Deus. Se isso fosse verdade, eles se preocupariam em estudar as Escrituras antes de comporem. E mais: não se valeriam dos bordões comerciais, mercadejando a Palavra de Deus (2 Co 2.17). O hit em análise nada tem que ver com adoração ao Senhor, em espírito e em verdade.

2) De fato, os cristãos que mantêm uma postura de fã ficam indignados com análises de letras de “hinos” e alguns até “se revelam”, chegando ao ponto até de xingar... Mas há motivo banal em minhas críticas. Elas são sérias, necessárias. E eu as faço com temor e tremor diante de Deus, ainda que às vezes eu me valha de linguagem anedótica ou espirituosa.

3) Quem está buscando destruição do povo de Deus, meu amado irmão? Muito me admira essa sua “leitura” de minha intenção! Quando ela parte de um leigo, não me admiro, mas o irmão é um obreiro do Senhor! Observe o quanto os apóstolos se opuseram ao erro que ocorria no meio dos seguidores de Cristo (leia novamente as cartas paulinas, Hebreus, Judas, 1 e 2 Pedro; 1 a 3 João). Não estou dividindo o povo de Deus, como sugeriu. Não! Quer dizer que heresias e modismos podem ser propagadas livremente, em nome da boa convivência? Leia Apocalipse 2 e 3. Veja se o Senhor Jesus fez “vistas grossas” ou pôs “panos quentes”. Não! Ele combateu o erro que havia no seio das igrejas.

Diante do exposto, vou continuar exercendo a minha liberdade como ensinador e intérprete das Escrituras de analisar falações e canções tidas como pregações e hinos. Grandes desvios do evangelho têm se instalado no meio evangélico por falta de discernimento, mas os que são espirituais discernem bem tudo (1 Co 2.15).

O meu modelo nunca foi criticar citando personagens fictícios ou ilustrações comparativas. Eu me valho desse recurso, mas não me omito quanto à exposição da verdade e o combate direto ao erro. E sempre deixo claro que não estou contra pessoas, mas sim contra os erros.

Eu também desejo que Deus lhe dê sabedoria e serenidade para contribuir para a real edificação do povo de Deus.

Em Cristo,

CSZ

Moisés Carneiro disse...

Pastor Ciro, a paz do Senhor!

Cada vez que leio um de seus artigos aumenta em mim o sentimento de que realmente vale a pena acompanhar o seu blog.

Em Cristo,

Pr. Moisés Carneiro

Paulo Machado disse...

Concordo com o pastor Luciano que em alguns casos acabamos trazendo divisão. Glória a Deus por isso.

Foi Jesus quem disse: "Não cuides que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas a espada; porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu... (Mt 10.34-35a).

Então já que Deus lhe deu esse dom
Pastor Ciro, "Espada" neles!

Endrigo disse...

Parabéns por mais uma sábia postagem! Além dos pontos citados, a música é ruim mesmo.

Max Daylle disse...

caro pr. Ciro Zibordi...

Acho incrivel como aparece crentes pagodeiros como o analizta, para defender esse hit que atende pelo titulo faz um milagre em min (nele)
que encontramos no cd entitulado de compromisso....de Regis Danese.
pois bem mais uma vez o pr. acertou no alvo em escrever uma analise sobre esse hit que hoje estar entre as 10 musicas mais tocadas no brasil. disprovido de uma desejavel erudiçao, desejo entao comentar sobre o assunto...a verdadeira pregaçao e a vida de quem prega...e o cantor que canta essa musica nao tem nada pra me oferecer, ele nao somente vendeu os direitos autorais da musica como gravou com uma banda de pagode por nome (pique novo)com certeza o analizta deve gostar da banda de pagode pique novo. o artista que canta esse hit achou pouco e ainda e chamado ao palco nos shows da mesma....o titulo de compromisso ficou gravado somente na capa do cd....mais nao ficou no coraçao do artista que canta essa musica. percebi que o pr. citou (malaquias 3.18) e sinal que andou meditando nesse texto no final de semana...analizta na Assembleia de Deus do Monte Castelo ele nao canta nao... por isso analizta nao basta ser crente, tem que ser diferente.

em cristo.
seu amigo do piaui...

(Max Daylle)

Presbítero Marcelo Mitrach disse...

Mas uma vez a sua simplicidade e humildade me impressiona, aceito de bom grado o que disse e vou me policiar nos meus proximos comentários, seu conservo.

Márcio Cruz disse...

"Todos os cantores, saltando de júbilo, entoarão: Todas as minhas fontes são em ti - Sl 87.7".
"Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva - Jo 7.38".

A Paz do Senhor, meu caro e amado pastor.

Há 15 anos, decidi entregar minha vida nas mãos do Senhor Jesus. Apesar de "nascer" na igreja, tive em minha vida o período do "rodear a terra e passear por ela".
Quando no mundo (falando em termos musicais), fui de tudo um pouco: heavy-metal (principalmente), pagode, sertanejo...
Hoje com o estudo das Sagradas Escrituras, uso desta antiga vivência para alertar aos demais sobre algumas estratégias malignas que tentam empurrar goela abaixo na Santa Noiva de Jesus.
Digo que a melhor maneira de se prevenir, é pesquisar sobre o gênero, estilo musical antes de "assobiá-lo".
Deus disse a Israel:
"Não meterás, pois, coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado, semelhante a ela; de todo, a detestarás e, de todo, a abominarás, pois é amaldiçoada - Dt 7.26".
"Um pouco de fermento leveda toda a massa - Gl 5.9).
Assistindo a um programa gospel (?), vi e ouvi que o intérprete da referida música era pagodeiro e após o encontro com Jesus, resolveu uasr seu talento para o Mestre.
Ora, todo servo genuíno sabe que o que agrada o Mestre é obedecer e viver Sua palavra (1Sm 15.22; Jo 15.14). Não sei se por imposição da gravadora, vaidade pessoal, os cantores levam às gravadoras o que vem à mente. O perigo muitas vezes é que quando se é profissional, é fácil pregar, cantar, mas o resultado é que não toca ninguém. Não é o profissionalismo, é a UNÇÃO!

Permita-me apresentar quatro pontos sobre o cenário musical evangélico brasileiro:
1. Quantas canções são de fato evangelísticas? A sua grande maioria giram em torno do intérprete (eu te adoro, eu sou curado, eu sou própero...), quando Jesus em Marcos 16.17 disse: "Ide por todo o mundo e PREGAI O EVANGELHO a TODA criatura".
2. Pobreza de conteúdo bíblico. Paulo em Romanos 10.17 diz que a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. Ele não diz que uma melodia beeeeemmmmm suave,vai renovar esperança, tampouco uma cancção baaastaaante agitada, vai derramar poder sobre o povo. Lembro-me de seu comentário sobre a canção Nenhuma Condenação Há do Pr. Armando Filho.
3. Os cantores em eternas "missões", esquecendo-se que tem família em casa e que a mesma tem que ter prioridade em suas vidas - 1Tm 3.5;
4. Música evangélica soa antigo, tradicional, ou melhor (?), TRADI. Gospel é mais bonito e vende mais. A velha mania de americanizar os povos. Afianl, gospel é eevangelho em inglês.

Pastor, o senhor melhor do que eu sabe que estamos vivendo os últimos momentos da igreja na terra. E que isto é o cenário do cumprimento das profecias bíblicas, principalmente a de Pedro que diz
"Assim como, NO MEIO DO POVO (grifo meu), surgiram falsos profetas, assim tambem haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição - 2Pe 2.1".
Mas o fato de profecias estarem se cumprindo, não nos isenta de alertarmos o povo de Deus a abrir os olhos para todo e qualquer vento que vier ao arraial.
Continue sua marcha rumo à Canaã Celestial, pois lá sua recompensa é certa, por teres procurado zelar pela Noiva de Teu Senhor.

No Amor de Cristo Jesus,

Márcio Cruz

Anônimo disse...

A frase:"...um adorador que se preza não precisa pedir para o Senhor entrar em sua casa, em sua vida, etc., a menos que tenha perdido a comunhão com Ele, de fato." poderia ser até o início do texto, pois ela sintetiza bem este texto.
Muitas igrejas cantam em uníssono essa música como também aquela cujo refrão é "eu quero voltar ao primeiro amor" entre outras. Quanto aos hinos, nossos hinários estão mofados e empoeirados e talvez o "Ministério de Louvor" nem sabe mais cantá-los.
Hoje em dia, para mim, está díficil adquirir um CD com músicas boas e com letras louvem a Deus e por isso vou continuar a ouvir as minhas musicas "antigas".
Eli

Vanessa Dutra disse...

Paz do Senhor, pastor Ciro!

Admiro muito suas análises, pois percebo que são claramente bíblicas. Quanto aos acusadores, não se preocupe com eles, pois as críticas só começam a surgir quando a gente pisa no calo de alguém. Parece que o pessoal idolatra essa canção, e além de não pararem para prestar atenção na letra, que é no mínimo "esquisita", também não se atêm ao fato de que o compositor da aludida canção não é crente, mas sim um compositor de samba que resolveu tentar a sorte no mercado evangélico, quer dizer, "gospel". Parece que ele se deu bem...
Não aguento mais ouvir essa música, como tantas outras que estão na moda. Será que os crentes não deveriam ser um pouquinho mais criteriosos na hora de escolher as músicas que comporão o louvor nas igrejas?? Afinal, Deus merece qualidade!
Quem diz que sua análise é preconceituosa e farisaica, é porque no mínimo não sabe fazer a interpretação correta de um texto, e preferiu analisar o seu da maneira como melhor lhes pareceu.

Deus continue te abençoando, Pr. Ciro! Não pare de dizer a verdade!

NilmaBostonRio disse...

Pastor Ciro,

Assim que coloquei o link deste tópico lá na Comunidade Assembleia de Deus com o sub-título: " Resposta do Pr. Ciro a este post ", qual não foi a minha ( boa ) surpresa de que alguns pensaram melhor, esfriaram a cabeça e acabaram concordadno contigo...menos mal. rsrsrs

Elaine Cândida disse...

"Entra na minha casa! Entra na minha vida! Mexe com minha estrutura! Sara todas as feridas! (...)"Às vezes eu penso que as pessoas cantam esse refrão com tanta emoção exatamente porque sentem a ausência real de Deus em muitos e, na maior parte dos casos, em todos os seus momentos.

Só pode ser por essa ausência, mesmo... Porque se realmente o Senhor estivesse tão presente em suas vidas, na direção dos seus destinos e "carregando-as em Seus braços" como muitos creem, com certeza esses teriam uma intimidade maior com Jesus, conheceriam mais profundamente Sua Palavra e perceberiam quantos erros há nessa canção.

Erros que vão de encontro à Palavra de Deus e também à realidade de um verdadeiro adorador, aquele servo que não tem dúvida alguma que Jesus Cristo não só já está em sua vida como também é o centro absoluto dela.

Essa certeza faz toda a diferença.

...e muda praticamente toda a letra da canção também!

-------

Deus, o Altíssimo, continue te capacitando, fortalecendo e direcionando, para que a Verdade não deixe de ser pregada pela tua boca e nossas vidas sejam cada vez mais edificadas sobre a Rocha.

Conte com nossas orações em teu favor.

Paz de Cristo Jesus, amor e consolações do Senhor.

Elaine Cândida

Luis Vicente disse...

Pastor Ciro, oro muito pelo irmão, já que só a paciência divina é grandiosa o suficiente pra te ajudar a viver frente a essa maldita ignorância do povo.

"Sabe, fala; não sabe, não fala."


Eles poderiam ao menos ter dado uma estudada na bíblia antes de tentar contraargumentar, não?


É duro... um grande abraço do seu admirador,


Luis

VAGNER DE CASSIO FERREIRA disse...

BRILHANTE RESPOSTA... """ MATOU A PAU """ RRSSRSRSRSR

Ciro Sanches Zibordi disse...

Sr. PAULO HENRIQUE,

Seu comentário não foi publicado porque este espaço é para pessoas simples, que sabem conversar no campo das ideias, o que o senhor, em razão de sua vasta "sapiência", não consegue fazer.

Aqui não é o "meu espaço", mas um espaço que o Senhor me confiou para discorrer sobre as verdades bíblicas. Cabe a mim zelar por este precioso espaço, não dando espaço (desculpe-me da redundância) para quem não tem o desejo sincero de aprender junto comigo, reciprocamemente, a Palavra de Deus.

Um conselho que dou a todos os eruditos predestinalistas que passam por aqui é: procurem aqueles que amam debater sobre a "inerrância e a infalibilidade de Calvino".

Boa sorte!

CSZ

Anônimo disse...

Feliz o dia no qual os crentes deixarão de gastar suas forças lutando uns contra os outros, deixando de criticar, corrigir, elogiar demasiadamente, etc. e utilizarão suas forças em prol da propagação do evangelho de Cristo, pregando a Santa Palavra àqueles que estão com sede.

O inimigo fica feliz em ver os seguidores de Cristo se esbofeteando e gastando seu precioso tempo lutando entre si, ao invés de unir esforços contra ele.

A Bíblia diz que a boca fala do que o coração está cheio? Quem muito critica não encontrou seu caminho, porque se o tivesse achado falaria o tempo todo dele, não de assuntos fúteis como letras de música, denominações, etc.

Perdoe-me o anônimo, mas não quero magoar os envolvidos por conhecê-los.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro anônimo,

Não precisa se identificar, pois é fácil saber quem é o irmão pelo seu texto. Quando não quiser ser identificado, procure variar um pouco, pois do jeito que escreveu, assinou, ainda que de modo inconciente e ingênuo, o seu comentário.

O irmão insiste nessa tese de que estamos lutando uns contra os outros, mas o que eu desejo é ver o evangelho de Cristo sendo pregado com verdade, e não de forma deturpada. O irmão nunca leu 2 Coríntios 2.17?

Não é pecado julgar segundo a reta justiça (Jo 7.24). Quanto aos elogios, fique tranquilo. Eu os recebo, pois não sou mal-educado, mas Deus sabe do meu sentimento diante dEle. E não se apresse em pensar que não emprego as minhas forças em prol da propagação do evangelho de Cristo, pregando a Santa Palavra àqueles que estão com sede.

O inimigo também fica feliz em ver uma pessoa esclarecida como o irmão tolerando letras de canções mundanas que nada têm que ver com o louvor a Deus. Medite em Apocalipse 2 e 3. Do que o seu coração está cheio? De tolerância ao erro? O que o irmão considera fútil, como letras de música, erros das denominações, etc., estão desviando pessoas sinceras da verdade. Já leu a Epístola aos Gálatas? Paulo perdeu o seu tempo em criticar os judaizantes?

Acorde, meu amado! A sua posição exige que o irmão tenha discernimento.

Em Cristo,

CSZ

Marilene disse...

Pr. Ciro a Paz do Senhor!..Bom sou Marilene, eu quem abri o tópico na comu, para colocar o estudo que o senhor fez porque achei muito verdadeiro e dentro da palavra do Senhor!..Que Deus continue lhe usando grandemente e lhe dando a cada dia mais da sua graça!
Se eu ñ fiz como devia ter colocado lá na comu peço que me perdoe em nome de Jesus!..Pois eu pensei que as pessoas fossem entender!..

Marilene disse...

É uma pena que o irmão continua falando que ñ concorda com sua analise!.Realmente o povo padece por falta de conhecimento!

A Paz Do Senhor!!

Marilene disse...

Ps: só pra lembra! eu abri o tópico com a sua analise!..e em seguida que veio o irmão distorcer tudo!!..
Fiquei feliz por essa postagem aqui no seu blog!
Deus é fiel!!

Marcio Ramos - Porto Alegre-RS disse...

Pastor Ciro !
A Paz do Senhor Jesus, é a primeira vez que comento no seu blog, mas confesso que sou um admirador do seu trabalho, já acompanho à algum tempo, quando descobri como indicação através do Púlpito Cristão, e o que eu tenho a dizer é, que quando essas pessoas dizem e afirmam que querem ser iguais a Zaqueu e se comparam com ele, dizendo que preferem ser como ele, eu acredito que a sua vida já é como a de Zaqueu, não há uma transformação, são convencidos e não convertidos, por isso a comparação com o próprio.
Um abraço

Anônimo disse...

a paz de Jesus, pr. Ciro

moacir, rio claro, sp

essa enchorrada de cantores gospel que estamos vivendo eles deveriam aprender a compor para a adoração ao nosso Deus e deixar a parte da evangelização com os que são chamados para evangelizar,(alias deveriam também ter o chamado) os levitas assim como gostam de ser chamado(o que na verdade esse "ministerio" nem existe mais e se existisse quem o é deveria ser no minimo descendente de Levi)já se perdeu o sentido de cantar para adorar o nosso Deus , falar do milagre que Ele tem para cada um, sair "profetando" a torta e a direita por aí,só se canta eu isso, eu aquilo, eu preciso, eu quero, eu estou, faz em mim, não que seje de todo perdido essas composições , algumas só a graça mesmo, mas eles estão confundindo momento de oração com momento de adoração pois as canções na sua maioria esta parecendo orações a Deus e não louvores ao seu Santo nome. ja que querem viver desse "ministério evangelico" deveriam o fazer por merecer e compor para a igreja cantar e adorar ao nosso Todo Poderoso e Imensuravel Salvador Jesus o Cristo do Deus vivo que com Seu Santo Poder nos convence de todo pecado.
é lamentavel a situação que esta chegando os "louvores" que dizem ser para honrar nosso Salvador.
Deus é único e não divide Sua Gloria com ninguem. se a música foi feita para adorar a Deus então somente a Ele seja dada a honra, a gloria e o poder...

Oziel disse...

A Paz do Senhor Jesus Pr. Ciro

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 2Tm 2.15

Ótimo comentário
Deus te abençoe
Att Oziel Emeric

tatiegege disse...

a paz do senhor irmao ciro

gostei de sua analise , eu ouvia muito esta musica e nunca tinha analisado dessa forma , aqui ninguem acredita na sua analise,moro em ipatinga MG ,espero te ver breve ministrando estudo aqui ,sou ass.de.Deus

genilson

esteliobatista disse...

Pr Ciro, a paz do Senhor!
“procurava ver quem é Jesus”, perfeito!
Se analisarmos o texto apartir dos útimos versiculos do capítulo anterior (Lc 18) encontramos a passagem onde Jesus cura um cego. Nesta passagem percebe-se que há uma multidão correndo para vê-lo (o texto diz: "tropel da multidão"). Isso indica que muitos corriam, espremiam-se para ver o Mestre. Zaqueu era apenas mais um que queria vê-lo.
Pr Ciro, este sujeito que fez este comentário sobre sua análise é um analfabeto teológico! Não precisa verificar lingua original ou texto e contexto para perceber que esta música contraria a centralidade Bíblica: a obra de salvação é feita por Cristo, a iniciativa é sempre de Deus e o homem não busca a Deus sem que o Eterno o chame antes (o homem é dotado para atender ou não a chamada para salvação).
É triste mas este tipo de analfabetismo é regra hoje em dia em todas a igrejas evangélica.
Deus continue abençoando seu ministério.

Anônimo disse...

bom dia, pastor Ciro. muito interessante sua analise. pena que nem todos os evangelicos buscam aprender sobre alguma muisica que esta sendo tocada em varias radios e cantores seculares cantando. acredito sim que satanas esta usando de todas as suas artimanhas para entrar nos lares quando damos legalidade a ele. a palavra de Deus diz: "se possivel for enganara ate os escolhidos". temos que levantar um clamor, sobre essa situacao, que Deus abra os olhos dos lideres, para ver o que esta acontecendo. o fim esta chegando!

Lourdes disse...

A paz pastor Ciro.
Pastor, gosto do seu blog e o respeito muito ,pois reconheço no senhor uma autoridade espiritual. Mas eu na minha humilde opinião, acho que o senhor não deveria nem se manifestar em muitas ocasiões, que alguns encrenqueiros comentam , o senhor poderia apenas dizer:
Vai esttudar a Palavra de Deus ,depois volte e dê uma opinião à altura, assim o senhor não se desgasta com essa gente.
Fique com Deus.
Lourdes/Campinas

julio disse...

Bom meu nome é Júlio
E digo que as pessoas confundem críticas ou análises com condenação. O que será condenar?

Depois q conheci este blog o senhor está em minhas orações pastor, Deus abençoe

Keyla Camelo disse...

Análises a parte.....cá entre nós, enjoei essa música. Um dia fui à igreja, na ocasião o pastor deu oportunidade p um rapaz deficiente visual cantar. Fiquei entusiasmada, pois esse rapaz cantava e tocava muito bem. Imaginei q ele cantaria um belo hino. Pra minha surpresa ele cantou: Como Zaqueu... foi decepcionante, rsrs, apesar do irmão ter cantado muito bem. E vale lembrar q esta música está sendo tocada até carnavais fora de época...é o fim, rsrs. Ou seja, está tbm disponível em ritmo de axé :o