quinta-feira, 30 de abril de 2009

Diferenças entre evangelizar e gedozizar

Assisti, recentemente, a uma entrevista do principal expoente do G12 no Brasil. Convenci-me ainda mais de que há muitas diferenças entre o evangelho de Cristo e o festejado G12 — propalado por pseudoapóstolos como “a visão” —, o qual nada tem que ver com a doutrina dos apóstolos, o evangelho de Jesus Cristo esposado nas páginas neotestamentárias.

Evangelizar é pregar as boas novas de salvação (Hb 4.2). Gedozizar é convencer alguém de que “a visão” é a solução para os seus problemas, principalmente aqui na terra.

Evangelizar é pregar que, se alguém está em Cristo, nova criatura é (2 Co 5.17). Gedozizar é convencer pessoas da necessidade de participarem de
“encontros” para terem as suas vidas mudadas.

Evangelizar é apresentar um evangelho cristocêntrico, centrado no Senhor Jesus Cristo (1 Co 2.1-5; 2 Co 2.17). Gedozizar é apresentar um evangelho antropocêntrico, centrado no ser humano.

Evangelizar é apresentar a mensagem da cruz, que é loucura para os que perecem (1 Co 1.18). Gedozizar é apresentar uma mensagem contextualizada, que se amolda às necessidades do homem moderno.

Evangelizar é convencer os pecadores de que, em Cristo, eles terão de estar dispostos a sofrer pelo evangelho (Lc 9.23; Mt 5.11,12). Gedozizar é mostrar a todos que os que abraçam “a visão” estão livres de problemas, vivendo “por cima da carne seca”.

Evangelizar é levar a preciosa semente, andando e chorando (Sl 126.6). Gedozizar é propagar “a visão” por meio de shows e espetáculos agradáveis e divertidos.

Evangelizar é pregar a Palavra de Deus, pois a fé é pelo ouvir a Palavra de Deus (Rm 10,17). Jesus, inclusive, passou a maior parte do tempo de seu ministério terreno ensinando e pregando, e não cantando e dançando (Mt 4.23). Gedozizar é deixar a exposição da Palavra em segundo plano, valorizando muito mais a música, as expressões artísticas, etc.

Evangelizar é apresentar a Ajuda do Alto (Rm 1.16). Gedozizar é apresentar a autoajuda.

Evangelizar é pregar uma mensagem que enfatiza o arrependimento e a fé salvífica (At 3.19; Ef 2.8,9). Gedozizar é discorrer sobre os “sonhos de Deus que jamais vão morrer”.

Evangelizar é fazer questão de mencionar o nome de Jesus, ainda que isso gere perseguição e zombaria por parte das pessoas do mundo (Mc 16.15-28; At 17.18). Gedozizar é discorrer sobre prosperidade material ou vitória financeira, milagres, massageando o ego das pessoas.

Evangelizar é enfatizar que, no culto coletivo a Deus, Ele deve ser voluntariamente adorado, em espírito e em verdade, sem segundas intenções (Jo 4.23,24), ainda que, por ser gracioso, Ele nos conceda grandes bênçãos (Tg 1.17). Gedozizar é levar os participantes do culto (culto?) a pensarem que Deus é uma espécie de Papai Noel, que distribui “presentes” a todos, fazendo aflorar o lado interesseiro do ser humano.

Evangelizar é fazer o pecador entender que a adoração implica prostrar-se, humilhar-se, quebrantar-se diante do Senhor Jesus, reconhecendo a sua grandeza (2 Cr 20.18; 29.29; Ne 8.6; Sl 95.6; Jó 1.20; 1 Co 14.25). Gedozizar é confundir adoração com cantoria interminável, emprego de estilos musicais impróprios para o louvor, bem como uso de danças e outras extravagâncias.

Evangelizar significa priorizar a verdade, e não a quantidade de pessoas (Jo 6.60-69). Gedozizar é convencer o maior número possível de pessoas de que o G12 deve ser abraçado.

São tantas e tantas diferenças... Que Deus abra os olhos dos desavisados, que têm abraçado esse “outro evangelho” gedozista, mediante o qual se distanciam, a cada dia, da Palavra de Deus e da simplicidade do evangelho (2 Co 11.2-5). E, fazendo isso, seguem a heresias, como: triunfalismo, teologia da prosperidade e experiencialismo, além de modismos e adoção de estratégias mundanas.
“Ai dos que ao mal chamam bem” (Is 5.20).

Ciro Sanches Zibordi

15 comentários:

Fernando disse...

Boa Noite, Pastor Ciro.
A Paz do Senhor Jesus Cristo.

Quero dizer-lhe, que sou visitante assíduo do seu blog, e como sempre, o senhor tem trazido para nós, através deste canal, textos edificantes que nos ajudam muito.
Dou graças ao meu DEUS,por existir homens comprometidos com a Santas Escrituras, você é um dos tais.

Os gedozistas só se preocupam com o crescimento "numérico" e chegam até falar absurdos,tal como:
- "Deus não quer igrejinhas!"

Pastor Ciro, que a Igreja EVANGELIZE até a VOLTA eminete de CRISTO JESUS. ALELUIA!

em Cristo Jesus,

Fernando da conceição.
Rio das Ostras-RJ
Assembleia de Deus.

Elaine Cândida disse...

Verdade!

Por Jesus ter experimentado tanto desprezo, as pessoas que proclamam Seu nome deveriam saber que sucesso e prosperidade, como o mundo o considera(e também assim como certas religiões e movimentos "gospels") não devem ser nenhum critério para nosso andar diário com Deus. Pois, no sentido Cristão, sucesso é a habilidade de ser como Jesus, e prosperidade é guardar (viver) com alegria e zelo a maior fortuna que Deus já nos deu: a salvação.

Mais uma vez, uma bela publicação nos lembra dessa maravilhosa verdade neste blog abençoador.

Outro "Glória a Deus!" por tua vida, amado pastor.

Paz de nosso Senhor.

Assembléia de Deus de Maranguape disse...

Muito legal esse comentário, mas queria tanto que esse negócio de g12 desaparecesse da face da terra.
Aqui na AD da minha cidade essa praga devastou nosso ministério, agora é que as coisas estão voltando ao normal, mas deixou centenas de desviados e uma igreja dividida.

LAERTE PINTO DE BRITO disse...

Essa heresia chamada g12, tem como objetivo, criar um papa, onde aqueles, que estaõ, debaicho da chamada cobertura espiritual, mande dinheiro, para o lider que diz está dando cobertura. Dizem ser, a resposta para a igreja, no que tange avivamento, esse esquema, é uma pirammide, busca, um Evangelho sem cruz, modismo, inchaço é sinonimo de doença, g12, uma pertubaçaõ, que veio com o proposito, de tirar, a autoridade da igreja, porem as porta do inferno, naõ prevaleceraõ, contra a verdadeira igreja do Deus vivo.

kleber de sa disse...

A Paz do Senhor,pr:Ciro

É lamentavel ver e ouvir esse
evangelho sendo propagado,eu
pode ver atravez do site desse
ministério(M12zista),modismo
extravagantes e um tanto até
sobrenatural,dança profetica,
marcha profetica,a palavra de DEUS dançada,e etc....sem falar das ministraçoes dos pregadores da falaciosa teologia da prosperidade
com o dr:M.M,ou melhor parece mais o (mister M) o magico americano,na sua mensagem ou melhor massagem no
EGO,um trecho de sua pregação,(massagem)ele revela o sonho do dito APOSTOLO, que é o de ter um AVIÃO,e ae ele faz um apelo aos seus discipulos ,para ofertarem cada um 10.000rs,para á compra do AVIÃO,bom eu vou ficar até aqui
e deixo também uma reflexão para nós pastor Ciro,em (2Jo,vv7-11).

que DEUS o abençoe
em nome de JESUS.......


kleber de sa
01/05/09

Silene disse...

Pr. Ciro,
Como é complicado tentar mostrar isso aos seguidores do G12, eles não aceitam que fale nada contra. E quem não participa do "encontro" ouve cada coisa! Deus tenha misericórdia!

Luis Alberto disse...

Pr Ciro, a Paz do Senhor.
Parabéns pela postagem. Por ela fica muito claro a diferença entre o Evangelho genuíno e o "outro evangelho".
Os cristãos devem se esforçar para agradar a Deus, e isso implica negar-se a si mesmo.
Deus procura os que adoram em espirito e em verdade.

Novamente parabéns.
É isso aí.

sds
Pb Luis Alberto
Blog Tempo de Cantar
pbluisalberto.blogspot.com

José Mário disse...

Pr Ciro,
Cada dia mais admiro o senhor!
Que Deus continue a te usar para "abrir os olhos" daqueles dos quais foi dito: "... se possível enganariam até os escolhidos"...
É bom saber que AINDA existem pastores "segundo o coração de Deus".
Concordo plenamente com seu comentário.
Maranata!!!

Cicero Leandro Junior disse...

A Paz do Senhor!

Cada vez que vejo coisas desse tipo, fico mas ciente o Senhor está voltando.

Vemos homens criarem um evangelho para agradar a si mesmos, enquanto se esquecem que devemos olhar firmemente para o autor e consumador da nossa fé, Cristo Jesus.

Oremos afim de que estas pessoas se arrependam de sua conduta descompromissada com o Senhor Jesus, pois a salvação está agora mais próxima do que quando abraçamos a nossa fé.

Em Cristo,
Cicero Leandro Junior
Assembleia de Deus em teotônio Vilela/AL

Marcelo Coradi disse...

Como eu já disse num comentário da outra matéria que fui participante do movimento, só tenho que concordar com o amado pastor em tudo.
DEUS nos abençoe e nos guarde!

Ranieri disse...

Pr.Ciro,a paz do Senhor.

Vejo muitos assembleianos atacando o movimento G12zista como sendo um movimento recheado de heresias,mas os hinos e os "ada-cadabras" evangélicos deles também estão nas bocas de nossos cantores e pregadores,líderes e liderados.

Certo pregador aqui "profetizou" para seu pequeno filho que não iria dar terremoto e um certo professor de teologia disse em uma de suas mensagens que não queria "profetizar maldição".

Com toda a certeza estamos vivendo em um tempo de inverções.Sabemos que quando Paulo citava um pequeno verso de um filósofo cretense,"aproveitando alguma coisa do licho" por assim dizer,o registro de Paulo com certeza é inspirado [Tt1:12-13].

Mas hoje vemos muitos irmãos querendo transformar
em verdade aquilo que é mentira,e ao mesmo tempo,reprovando a seus próprios modelos.E porai vai,cada dia mais absurdo.

Ai eu pergunto:em que está sendo boa a nossa jactância assembleana,se o fermento [G12zista] deles entrou nas nossas massas?

João Paulo Cruz disse...

Concordo plenamente!
Deus lhe abençoe em Cristo Jesus!

Girleide disse...

Graça e Paz do Senhor Jesus, Pastor Ciro!

Muito obrigado por expor tão claramente aquilo que sempre pensei a respeito desse movimento estranho: o Evangelho prega a salvação e mudança de vida. O G-12 se preoucupa apenas com o crescimento de seu próprio movimento e bençãos materiais.

Eu congreguei numa AD tradicional até os 10 anos. Hoje essa igreja é gedozista, e passou por todo a sorte de contendas e divisões possíveis por causa de G12. Apesar disso, eles insistem o quanto isso é bom. Os encontros, eles dizem que são 'tremendos', dizem que voltam 'transformados' e muito animados! O interessante é que o efeito do encontro só dura 15 dias...ou seja, o crescimento espiritual, na visão deles, não se dá pela palavra, e sim pelos encontros!

Por um momento, realmente achei que,pertencer agora à uma Igreja Batista que, embora seja renovada e pentecostal (moderada, por favor!), é declaradamente contra qualquer coisa que não tenha base totalmente bíblica, talvez eu fosse 'legalista', 'radical', essas coisas. Mas agora percebi, definitivamente, e ainda mais depois dos comentários e testemunhos de irmãos, os 'beneficios' do G12 em nossas igrejas: divisão, contenta e alienação.

Mas como disseram nos coment's, os gedozistas não aceitam crítica alguma. Acham que nós precisamos ir nos encontros, porque são 'tremendos'. Espero que um dia eles possam ter entendimento da verdeirdadeira 'fria' onde eles estão embarcando.

daniel1225 disse...

Sempre fui da AD. Mas, já faz alguns anos que saí. Sentía-me verdadeiramente algemado, preso a tradições e dogmas. O chamado que Deus tinha pra mim parecia que não era tão interessante como imaginava. Sempre ouvia falar muito mal do G12, até o dia em que parei de ouvir e resolvi praticar ao frequentar uma reunião deles. Existe algo que aprendi e nunca esquecerei: SE QUERO SABER A VERDADE PRECISO IR NA FONTE. Não consigo falar sobre algo que não vivo. Eu vivo a Visão Celular e, sinceramente, ela confrontou todo o meu modo de viver ATRAVÉS DA PALAVRA DE DEUS. O Encontro é prova viva disso. É um mar de respaldos bíblicos. Acredito incondicionalmente que o CÉU NÃO ENXERGA DENOMINAÇÕES E SIM CORPO DE CRISTO. O modelo eclesiástico cada um escolhe, porém, existe algo que jamais irá mudar: Só Jesus Cristo salva, cura, liberta e batiza com o Espírito Santo. Hoje eu sei quem sou em Deus e agradeço por ele me colocar no caminho de uma visão tão estratégica em relação ao chamado em comum que todos nós temos, que é o de ir por todo o mundo e pregar o evangelho. Sobre aqueles que já foram G12, a verdade é que não estavam acostumados ao confronto pela Palavra de Deus e não queriam sair de um lugar chamado ACOMODAÇÃO. Reino de Deus é trabalho. É exatamente isso que a gente vive.

Graça e Paz!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Daniel,

O problema do G12 não é o método de expansão da obra em si, mas o "pacote herético", oriundo de César Castellanos. E, quando eu escrevi sobre o assunto, me inteirei minuciosamente sobre as heresias do G12, a fim de não ser injusto.

A teologia de Castellanos não é cristocêntrica, mas antropocêntrica ("Sonhe e ganhará o mundo").

Em Cristo,

CSZ