segunda-feira, 6 de abril de 2009

1 Corinthians, Chapter 2


Calma, calma... O título acima é apenas uma alusão ao segundo capítulo de 1 Coríntios, em inglês. Mas, para quem gosta de zombar dos corintianos, também enseja uma boa oportunidade para dizer que o Corinthians perde até na Bíblia! E até de goleada: 1 Corinthians, Chapter 5.

Não vou falar sobre futebol, pois, como diz um afamado blogueiro — famoso por criar blogs com perfis anônimos (e semianônimos) para disseminar as suas ideias falaciosas e verberar contra mim (principalmente) e contra a Assembleia de Deus —, não fica bem para um pastor que ele julga ser da ala assembleiana ultraconservadora falar abertamente sobre futebol...

O tal blogueiro disse isso depois de ter lido, neste blog, que este articulista, por graça de Deus, teve o privilégio de pregar, recentemente, a Palavra de Deus a jogadores de futebol. Não creio que esse desocupado esteja com inveja... Prefiro pensar que ele tenha tido alguma decepção ou frustração na vida, o que vem contribuindo para que tenha um comportamento incompatível com a vida cristã.

Bem, voltando ao que realmente é lícito, conveniente e edificante, eu só queria enfatizar que, no próximo domingo, se Deus quiser, teremos o privilégio de estudar na Escola Bíblica Dominical (Lições Bíblicas da CPAD) o texto de 1 Coríntios 2, versículos 1 a 10, em que São Paulo discorre sobre as características da mensagem cristocêntrica, a qual tem desaparecido de nossos púlpitos, nesses tempos pós-modernos.

Como Santos que somos, não percamos essa oportunidade de estudar sobre a superioridade da mensagem da cruz, a fim de que a cada dia floresçamos como as Palmeiras.

Ciro Sanches Zibordi

14 comentários:

Apologeta E.F.O. disse...

Pastor Ciro, paz e graça do Rei dos Reis! Bastante cristivo esse artigo e gostei muitos dos trocadilhos. bem interessante mesmo além de bibliocêntrico. Gostaria de saber qual a sua opinião sobre o futuro da igreja? Pelo que tenho visto, como apologista, percebo que há um desinteresse geral pelas Escrituras e quando prego e exponho as verdades eternas, me olham como se estivesse pregando algo contrário! É difícil pregar a verdade no meio desta geração que Paulo denominou de "corrompida e perversa" (Fp 2:15) e ver seus prórpio irmãos na fé atrás de modismos e misticismos. É como um russo conversar com um japonês! Parece que estamos falando outra liguagem que parece desconhecida aos nossos irmãos que deveriam ter as Escrituras como regra de fé e prática. Deixo-lhe a paz do Senhor e continue militando a boa milícia sabendo que: as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas (II Co 10:4)

Soli Deo Gloria!

Mery disse...

Pastor Ciro ,em final de campeonato paulista ,que tal dar uma passadinha lá pelos lados de um tal parque famoso , cujo a estrela principal chamamos carinhosamente de Ronalducho,e levar umas palavrinhas de incentivo ,tudo dentro da bíblia é claro *rs,rs

Fique na Paz

Gutierres Siqueira disse...

Lição Maravilhosa! Um tipo de revista que nos deixa ansiosos a cada domingo para chegarmos à EBD! Agora é bom deixar bem claro que o São Paulo não deixa “os Corinthians” no sossego há dois mil anos (rsrsrss)!

Anônimo disse...

Como falar de futebol,se tem tantas coisas mais importantes para ser dito,e mais,futebol envolve ser a favor de pessoas de má indole,pois torcem para times,feiticeiros,bandidos etc etc,e não vem me falar de radicalismo,

Joabe disse...

Pastor Ciro ,

A paz do SENHOR.

Já de antemão peço desculpa, por ter dito que iria vê-lo em Colubandê, mas não fui. No blog do Julio Severo há uma informação que São Gonçalo “tem a maior concentração de pastores e igrejas evangélicas por quilometro quadrado de toda a América Latina”. E para alguém que é novo na cidade não foi difícil se atrapalhar com tantas igrejas. Contudo, espero revê-lo, se Jesus não voltar até lá, e conhecer a Assembléia de Deus de Cordovil e quem sabe conhecer o Pastor Antonio Gilberto também .

Um abraço,

Joabe

Artur Ribeiro disse...

Pastor, a paz do Senhor.

O senhor acredita que se confunde a ideia de se pregar sobre Jesus em nossos dias? Isto é, estamos falando que devemos pregar sobre Jesus. Daí, quem ouve isso vai lá e prega o nome de Jesus como aquele que quer simplesmente nos abençoar. Como se falar sobre Ele fosse falar isso. O pastor crê que há tal confusão?

Se sim, como consertar isso?

Essa última pergunta ocorre visto que, por mais que falemos em EBD, por exemplo, não ocorre muita mudança. Por quê?


Com angústia,

Artur



PS.: por um lado, estou entusiasmadíssimo com a próxima lição, pois (por graça de Deus) sou professor na EBD. Por outro, preocupado com o fato de não saber se meus irmãos vão reconhecer tal verdade.

João Paulo Cruz disse...

Paz do Senhor Pr Ciro!
Engraçado que andar com comportamento e características mundanas para certos seguimentos evangélicos tudo bem.... pregar para jogares de futebol...aí UM ESCANDALO... Interessante que a Bíblia nos mostra o contráio como luz do mundo, devemos brilhar por onde passarmos ( diferenciando-se assim dos padrões mundano) e como sal pregamos e com conversões evitamos maiores "estragos".
Somos ASSEMBLEIANOS SIM! Conservadores também!!!! Essa é uma das funções do sal.... conservar, e a outra seria dar sabor.
O mais interessante, o sal não precisa ser na mesma quantidade que o ambiente que ele conservará, por isso não somos muitos em número, mas prósperos em resultado!!!
Deus continue te CONSERVANDO na sã doutrina, como um obreiro que maneja bem a Palavra da Verdade!

Fraternalmente,

João Paulo

Robson Silva de Sousa disse...

Paz meu Prezado...

Talvez por isso Jesus tenha sido recebido com festa em Jerusalém com ramos de PALMEIRAS!!!

E DALE CRISTO, E DALE CRISTO, OLÊ OLÊ OLÊ!!!

Desculpe, mas não resisti a "tentação" de fazê-lo rir um pouco!!!

Robson Silva

Nilson Coelho disse...

É, um bom escritor e/ou blogueiro sabe muito bem fazer esse jogo de palavras, para expressar aquilo que deseja, quebrando o gelo, suscitando sorrisos; porque isto abre os ouvido ou a mente para a recpção da mensagem. Mandou bem, especialmente para os Corinthianos, São Paulinos, Santistas e Palmeirenses, que as vezes ou sempre,deixam a Palavra de Deus em 2º plano, colocando os times em 1º embora que os tais estejam na 2ª,3ª divisão. Parabéns. Como diz o escritor aos Hebreus, que sem dúvida alguma o menor é abençoado pelo maior, não vou dizer: Deus o abençoe; mas peço a sua bênção. Um abração em Cristo. www.nilson-coelho.blogspot.com

Luzier disse...

Muito bom,ao ler o texto recordei no começo da minha fé,novinho,quando ouvi pela primeira vez uma mensagem Quando pregador citava,o nome de corintio,eu pensei que ele ia pregar sobre futebol.que neste trimestre aprendemos com as cartas de são paulo.Que Deus abençoe.

Eudes disse...

A paz do Senhor Jesus Cristo Pastor.

Quero lhe dizer antes de tudo, que sou seu admirador, não só eu mais outros tantos aqui no Recife desde quando o senhor veio na EBO no ano de 2007 no Templo central da ass. de Deus. pelo perfil e integridade de sua parte nos assuntos Bibliocentricos. Muito bom o seu comentário sobre diversos assuntos,que Deus continue lhe abençondo. Gostaria de lhe propôr se fora possível que o senhor pusesse subisídios sobre as lições da EBD, seria muito interessante. fique na paz

Artur Ribeiro disse...

Pastor Ciro, a paz do Senhor.

Mais uma vez, venho respeitosamente lhe fazer algumas perguntas, cujas respostas que me der serão úteis e utilizadas na aula de próximo domingo.

A razão de fazê-las se encontra em At 8. 30-31, em que o eunuco - para entender o que lia - precisou de Filipe. Por favor, então, queira ser o diácono Filipe.

Considerando o que Paulo falou, por exemplo, em 2 Tm 4.2-3, podemos dizer que TODO e QUALQUER culto na verdade é (deve ser) de doutrina? Pergunto isso, pois se costuma chamar apenas o culto de terça-feira assim.

Quanto à mensagem que deve ser pregada:

Num culto, um pregador deve enfatizar outro assunto, mesmo relativo à Bíblia, mas alheio a Jesus? Ou mencioná-lo tão-somente como abençoador?

Por exemplo, falar de:
- promessas terrenas e/ou ministeriais (esquecendo da obra vicária) é correto?
- prosperidade (esquecendo da obra vicária) é correto?
- ter confiança em Deus, cf Sl 125 (esquecendo da obra vicária) é correto?

No aguardo de suas respostas,

Artur Ribeiro, seu conservo em Cristo e aprendiz

Pr Dário Gomes disse...

Risos! belo artigo.
É por isso que aqui na Bahia eu andarei sempre de Vitória em Vitoria.

Anchieta Campos disse...

Bem que eu queria aproveitar o embalo e fazer alguma alusão ao VasCo.. ops.. Vaso que é o ilustre pastor Ciro, mas depois de um sábado ali só consigo pensar nos QUATRO anjos que estavam sobre os QUATRO cantos da terra, retendo os QUATRO ventos da terra... rsrsrs.

Anchieta Campos