quinta-feira, 5 de março de 2009

É verdade que a Assembleia de Deus perdeu o acento?

8 comentários:

Márcio Renee disse...

Vale ressaltar, a título de explicação, que palavras como "assembleia'e "jiboia", e são paroxítonas terminadas em ditongo crescente. Isso significa que a sílaba forte é a penúltima, portanto, leia-se dessa forma: as-sem-blEI-a e ji-bOI-A. São os chamados ditongos que representam falsos hiatos. Parabéns, pastor, pela preocupação em esclarecer inclusive tópicos sobre a nossa riquíssima lingua.

Tom disse...

Desculpe estar no meio de explicações gramaticais, mas preciso urgentemente de uma palavra sobre o dízimo. Ele é obrigatório? Deve um pastor negar carta de recomendação a um membro, por causa de inadimplêmcia nos dízimos?
Por favor me responda!!
Ficarei muito grato!!
Desculpe os erros; é a pressa!

Anônimo disse...

A paz! Gostaria de acrescentar que nesta mesma regra de ditongo aberto há uma exceção para as firmas e instituições registradas (li isto no livro com o qual estou estudando o novo acordo)...Acredito que Assembléia pode manter a grafia de sempre, a opção vem do Cammpo...certo? Ou não?
Obrigada...E a paz do Senhor!

ssssssssssss disse...

TOM,SOU EVANGELICA E RESPONDO A SUA PERGUNTA.O DIZIMO PELA PALAVRA DE DEUS É OBRIGATÓRIO.MALAQUIAS 3:7,8,9,10,11.OS DIZIMOS SÃO PARA MANUTENÇÃO DA CASA DO SENHOR,COMO PAGAR CONTAS DE ÁGUA,LUZ,GÁS PORQUE SE FAZ BOLOS PARA AS COMEMORAÇÕES DA IGREIJA ETC,SE TEM UM MENBRO PASSANDO NECESSIDADE É OBRIGAÇÃO DA IGREIJA AJUDAR COM FEIRA BASICA,E OUTROS UTENCILIOS,COMPRAR BANCOS,CORTINAS,PARA AS CRIANÇAS LAPIS DE COR,REVISTAS DE ENSINAMENTO BIBLICO,COMO TAMBEM P/ OS ADULTOS E MUINTO MAIS COISAS QUE SE GASTA EM UMA IGREIJA,POR ISSO DEUS DEIXOU POR ESCRITO ESSA ORDEM.QUANTO AO PASTOR NEGAR CARTA, POR FALTA DE PAGAMENTO DO DIZIMO,ISSO NÃO VEM DE DEUS,O SENHOR SABE QUANDO NÃO TEMOS CONDIÇOES,ISSO É COISA DE FALÇO PROFETA.

Mariiane disse...

Olá pastor,sou nova por aqui,mas já o conhecia pelos livros que publicaste.Confesso que antes via seus títulos com maus olhos,mas tenho recentemente despertado minha atenção para os cuidados com o culto ao Senhor,desde postura,modo de falar,de louvar e pregar.Admiro,então,seus pontos de vista e já não os encaro como críticas repulsivas aos cultos evangélicos,mas sim como análises construtivas e que visam o crescimento da igreja.Sou estudante de Letras e me regozijo com o cristão que se preocupa com a nossa língua,que a respeita e não a despreza como muitos por aí fazem.Meus parabéns e que Deus lhe abençoe!

Mariiane disse...

Olá pastor,sou nova por aqui,mas já o conhecia pelos livros que publicaste.Confesso que antes via seus títulos com maus olhos,mas tenho recentemente despertado minha atenção para os cuidados com o culto ao Senhor,desde postura,modo de falar,de louvar e pregar.Admiro,então,seus pontos de vista e já não os encaro como críticas repulsivas aos cultos evangélicos,mas sim como análises construtivas e que visam o crescimento da igreja.Sou estudante de Letras e me regozijo com o cristão que se preocupa com a nossa língua,que a respeita e não a despreza como muitos por aí fazem.Meus parabéns e que Deus lhe abençoe!

Mariiane disse...

Olá pastor,sou nova por aqui,mas já o conhecia pelos livros que publicaste.Confesso que antes via seus títulos com maus olhos,mas tenho recentemente despertado minha atenção para os cuidados com o culto ao Senhor,desde postura,modo de falar,de louvar e pregar.Admiro,então,seus pontos de vista e já não os encaro como críticas repulsivas aos cultos evangélicos,mas sim como análises construtivas e que visam o crescimento da igreja.Sou estudante de Letras e me regozijo com o cristão que se preocupa com a nossa língua,que a respeita e não a despreza como muitos por aí fazem.Meus parabéns e que Deus lhe abençoe!

Mariiane disse...

Olá pastor,sou nova por aqui,mas já o conhecia pelos livros que publicaste.Confesso que antes via seus títulos com maus olhos,mas tenho recentemente despertado minha atenção para os cuidados com o culto ao Senhor,desde postura,modo de falar,de louvar e pregar.Admiro,então,seus pontos de vista e já não os encaro como críticas repulsivas aos cultos evangélicos,mas sim como análises construtivas e que visam o crescimento da igreja.Sou estudante de Letras e me regozijo com o cristão que se preocupa com a nossa língua,que a respeita e não a despreza como muitos por aí fazem.Meus parabéns e que Deus lhe abençoe!