terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Veja como é fácil e rápido tirar o seu nome do SERASA e do SPC sem pagar a dívida!

Em algum lugar da Internet, os a$$e$$ore$ de um podero$o milagreiro divulgam o$ $eu$ extraordinário$ milagre$...

"Uma verdadeira explosão de milagres acontece no momento em que o pastor... pregava a Palavra de Deus... Uma mensagem revelada por Deus em Isaías 52 sacudiu, mexeu, abalou... Não deu para segurar, era impossível controlar. Imaginem que o pastor... não conseguiu fechar o assunto. No meio da pregação desceu uma torrente do céu e a glória de Deus foi manifesta. Várias pessoas deram testemunhos que na semana anterior receberam depósitos em contas bancárias, nomes desapareceram do SERASA e SPC, dívidas desapareceram de lojas e bancos, limites bancários foram cobertos inexplicavelmente, uma irmã ganhou um carro... Abra sua campanha de 07 (sete) quarta-feiras (sic) de milagres e glórias ao Senhor Jesus, e parabéns pelo teu (sic) milagres. Maiores informações entre em contato com a EQUIPE MILGRES (sic) pelos fones: $$-$$$$-$$$$ ou $$$$-$$$$."

Já demonstrei, em outros artigos, por que a Palavra de Deus não abona depósitos em contas bancárias. Não sou contra milagres. Creio no poder de Deus. E tenho convicção de que o Senhor Jesus faz milagres em decorrência da pregação do evangelho (Mc 16.15-20). Mas, quanto ao suposto depósito em conta bancária, reitero que esse tipo de “bênção” não provém do Senhor. Afinal, como o “agraciado” se justificará perante à Receita Federal? Todos nós sabemos que dinheiro em conta corrente sem origem devidamente comprovada é ilícito. Teria Deus prazer em nos tornar infratores da lei? Claro que não, pois Ele
nos abençoa sem acrescentar dores (Pv 10.22).

O caso de nomes desaparecerem do SERASA e do SPC é outro tipo de “bênção” que a Palavra de Deus não avaliza. Estaria Deus apoiando o calote, a inadimplência? Deixou o Senhor de abençoar o crente trabalhador e “batalhador”, a fim de que ele, com o suor do seu rosto, pague as suas contas em dia? Não provê Ele recursos e meios lícitos aos seus servos que estão enfrentando dificuldades, a fim de que consigam quitar as suas dívidas? Não devemos mais andar em honestidade e ter um bom testemunho dos que estão de fora? Teria Deus mudado em seu caráter justo e santo? Negaria o Senhor os princípios que Ele mesmo estabeleceu em sua Palavra?

Pergunto, ainda: O Senhor Deus, justo e santo, estaria agora apoiando quem emite cheques sem fundo, haja vista cobrir limites bancários? Com todo o respeito, eu não duvido de que essas coisas estejam mesmo acontecendo... Mas eu tenho certeza absoluta de que o Senhor Jesus, o verdadeiro Deus, que jamais contrariaria a sua Palavra, nunca daria as tais “bênçãos” aos seus servos! Alguém perguntará: “De onde veio o dinheiro, então, irmão Ciro?” A resposta é simples: Não veio de Deus!

Ciro Sanches Zibordi

32 comentários:

Marcelo disse...

Shalom !

1. Amado Pr Ciro, estes nunca leram o que o nosso amado apóstolo Pedro disse: "E por avareza farão de vós NEGÓCIO com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita" IIPe2.3

2. Infelizmente algumas igrejas se transformaram em um mercado. O púlpito virou um balcão. O evangelho um produto. Os crentes consumidores. Estes, estão desengavetando as indulgências da Idade Média, e dando-lhes novas roupagens.Iludindo o povo com falácias. Precisamos urgentemente em nossos púlpitos da supremacia das Escrituras. Alguém já disse: Onde a Bíblia não tem voz, não devemos ter ouvidos.

3. Deus te use cada dia mais, como voz profética e apologética.

Do companheiro, Pr Marcelo de Oliveira

Paulo Adriano Rocha disse...

Sinceramente, a situação tá pior do que eu imaginava. Ser o "dono do ouro e da prata", não é mais suficiente para Deus e Ele resolveu passar a depositar o R$ dinheiro diretamente na conta dos crentes? O Apóstolo Paulo deve estar se sentindo frustrado, afinal, ele ensinou que a gente deve trabalhar para não ser pesado aos nossos irmãos e, pior, ele mesmo teve que trabalhar para ser sustentar!

Se todos os devedores do Brasil entrarem para essa igreja, a Receita Federal vai ter uma trabalheira danada...

Só deus mesmo pra ter misericórdia de nós e dos pobres que caem nesse engodo.

Pr. Newton disse...

A Paz do Senhor pr. Ciro,

Estão criando mais uma fórmula. E, esta, para ridicularizar os crentes, com alguns milhares, que estão sendo enganados, sem pena, e sem escrúpulos.

Será que o SERASA, já confirmou (rsrsrs) este dinheirinho caído do onde?

Existe uma mancha normal, tomando conta do mundo, que neste momento final do Final dos Tempos, projetará homens sedentos de prosperidade, com desejos de engano, blasfemos, vaidosos, arrogantes e com a presunção de serem chamados de quase...deuses.

Os corações estão sedentos de novidades, e busca de refrigerio, somente para as suas almas. Não para o espírito!

Esta "marmita de alimentos", que poderá ser requentada em qualquer lugar, garante uma alimentação superficial, recheada de mentirinhas e um tempêro baseado no engano espiritual.

O que vive no desejo de alegrar ao Senhor nosso Deus, não se deixará enganar, pois, estará vigilante e controlado pelo Espírito Santo, e ouvirá de homens verdadeiramente responsáveis a orientação clássica do Evangelho, conforme I Timóteo
4:13:

Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.

Sê forte! Vá em frente pr. Ciro, pois, o Senhor Jesus, está temperando o seu coração com sabor de Vida, para que muitos não se desviem com fábulas e bruxarias.

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

RANIERI disse...

PR.CIRO A PAZ DO SENHOR.

CERTA FEITA,AQUI,A MUITO TEMPO ATRÁS,UM IRMÃO ME PERGUNTOU COMO DEVERIA PROCEDER NO CASO DE APARECER ALGUM DINHEIRO NA CONTA DELE,DIZIA ELE QUE SEMPRE EXAMINAVA O SEU SALDO E UM BELO DIA HAVIA EM SUA CONTA UMA PEQUENA QUANTIDADE DE DINHEIRO,MAS EM QUANTIA IRRELEVANTE.

DISSE PRA ELE QUE DEVERIA CONVERSAR COM ALGUÉM NO BANCO PRA AVERIGUAR DE ONDE VEIO O DINHEIRO,SE ELES AVERIGUAREM E NÃO FOR COMPROVADA A ORIGEM A CULPA NÃO SERIA DELE.TODAVIA NÃO PODERIA FICAR COM O DINHEIRO DE QUALQUER MANEIRA PRA EVITAR PROBLEMAS FUTUROS COM O BANCO.

EM OUTRA FEITA ALGÚEM ME FALOU QUE HAVIA DINHEIRO A MAIS EM SUA CONTA,SÓ QUE DESSA VEZ ERA UMA BOA QUANTIA,COISA DE 3000 REIAS HOJE,MAS NA NOSSA MOEDA AQUI.ELE INSISTIU QUE O DINHEIRO ERA UM PRESENTE DE DEUS E QUE NÃO ERA NECESSÁRIO AVISAR NINGUÉM LA NO BANCO.

JÁ VI ALGUÉM DIZER,DE PULPITO,QUE QUANDO UM CRENTE RECEBER UMA QUANTIA EM DINHEIRO,À MAIS,EM SUA CONTA NÃO SERÁ NECESSÁRIO AVISAR O BANCO,DIZIA ELE:...TÁ NA TUA CONTA É TEU IRMÃO...

SOU SINCERO EM DIZER,EU ACREDITO QUE DEUS PODE REALIZAR UM MILAGRE ASSIM MAS EM TEMPOS DE DIFICULDADE EM QUE OS RECURSOS ACABEM,MAS DESDE QUE SEU SERVO NÃO SEJA PREJUDICADO.TAMBÉM SEI QUE POSSO ESTAR ERRADO.

MAS NÃO ACREDITO QUE APARECERIA 200.000 REAIS NA MINHA CONTA.

JÁ OUVI CASOS DE PESSOAS QUE ESTAVAM PRECISANDO DE UM POUCO DE DINHEIRO E APARECEU O QUE LHE FOI NECESSÁRIO,E ATÉ HOJE NÃO HOUVE PROBLEMAS COM O BANCO.

RESPONDA-ME MEU IRMÃO,PODE HAVER ALGUMA EXCESSÃO OU SERÁ QUE ESTOU SENDO INGÊNUO DEMAIS?

QUANTO AS DÍVIDAS,JÁ VI UM PASTOR PREGAR AQUI QUE DEUS PAGA DIVIDAS ATÉ COM O GOVERNO [IMPOSTOS],ELE AINDA DIZIA:..NÃO DUVIDE MEUS IRMÃOS EU SEI DO QUE ESTOU FALANDO AQUI...

O QUE ACONTECE É QUE AQUI NO JAPÃO TODO O IMPOSTO QUE A GENTE ACABA PAGANDO À MAIS É POSSIVEL RECEBER DE VOLTA,MAS COMO NÓS SOMOS MUITO MAL INFORMADOS POR NÃO CONHECER A ESCRITA DAQUI,MUITOS ACHAM QUE FOI MILAGRE.

SEI QUE DEUS JAMAIS ABENÇOARÁ INADIMPLENTES,O PRÓPRIO JESUS COM SEU DISCÍPULO PEDRO,PAGOU O IMPOSTO COM O ESTÁTER DA BOCA DO PEIXE MT17:27.

EM CRISTO

RANIERI.

Anônimo disse...

Caro pastor

Não conheço o tal milagreiro e nunca presenciei alguma preleção parecida sobre o assunto focado aqui.

Mas, quero dizer que já recebi um valor vultoso na minha conta bancária em um momento de crise financeira há uns dez anos atrás. Não sei de onde veio, não orei pedindo para receber, mas recebi.

Por quase duas semanas eu esperei o gerente da minha agência ligar pedindo desculpas e avisar de algum erro ocorrido e solicitar reparo... Não ligou, então, saldei uma parcela grande das minhas dívidas e voltei à estabilidade.

Creio que deva conhecer um trecho bíblico que afirma que Deus tira o dinheiro dos impios e os repassa aos seus servos. Foi me fiando nisso que a minha mente descansou em Deus, separou 10% para a Casa do Senhor, e usou os valores em causa própria. Ah... agradeci muito a Deus!

Cordialmente,

Um internaura paulista

Vosso Servo disse...

Realmente, Pastor Ciro Sanches.

O Sistema de Proteção de Crédito e o SERASA é uma ferramenta legal e muito útil, talvez, a única ferramenta dos credores (lojas, bancos, empresas) pressionar o devedor para quitar suas dívidas. Ninguém forçou alguém a comprar ou contrair empréstimos. Imagine, o grande prejuízo dessas empresas, em virtude de Deus estar limpando o nome desses devedores do cadastro que levaria, inclusive, à falência de algumas.

Eu sempre fui agraciado pelas bênçãos de Deus, quando, por desequilíbrio ou mau administração das minhas finanças, fiquei endividado. Mas como saí do vermelho? Como as bênçãos me alcançavam, fazendo-me superar essas dificuldades?

Quais atitudes eu tomava, diante dessa situação:
1) orava ao Senhor
2) devolvia meus dízimos à casa do Senhor.
3) fazia economia
4) mudava meu comportamento de consumista (não comprar mais que o necessário, nesse período).

E como Deus respondia?
Deus abria as portas, enviando-me mais clientes (eu trabalho em casa, nas horas vagas).Dessa forma, através do trabalho, eu conseguia superar as dificuldades financeiras e, sempre agradecia ao Senhor, por dar-me sabedoria e enviar-me clientes para eu aganriar fundos para cobrir meus débitos.

Eu sentia-me feliz, pois, através do trabalho, Deus me concedia as condições pra sair de tais crises.

Irmão bereano disse...

Parabéns pela matéria Pr Ciro, achei excelente e tenho a mesma visão que o senhor.
Com amor cristão: Irmão bereano.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro anônimo, "intenauta paulista", seu texto é inconfundível!

Bem, se apareceu um valor vultoso na sua conta bancária, como servo de Deus o irmão devia ter procurado IMEDIATAMENTE o banco, e não se apropriado INDEVIDAMENTE da importância. A atitude, nesse caso, não devia ter sido esperar e depois usar o dinheiro, e sim ter comunicado o banco, a fim de que fosse descoberta a origem do dinheiro.

Creio que o irmão conheça os trechos bíblicos pelos quais se afirma que devemos ganhar dinheiro trabalhando honestamente, esperando confiantemente no Senhor.

Quanto à menção bíblica de que Deus tira o dinheiro dos impios e o repassa aos seus servos, gostaria muito de conhecer a(s) passagem(ns) relativas a isso. E gostaria de saber como elas se relacionam com o "depósito em conta" e a "limpeza de nome do SERASA e SPC".

Em Cristo,

CSZ

Felipe Huvos Ribas disse...

Uma coisa que me preocupa desse tipo de pregação é que ela pode fazer com que uma pessoa que não soube controlar corretamente a quantidade de dinheiro que possuía não tente mudar o comportamento e continue gastando mais do que pode.
Pr. Ciro, não quero ser hipócrita, eu sou jovem (tenho 18 anos) e, muitas vezes, acabo desejando algumas coisas que, no final, nem são tão importantes assim. Por exemplo: vivemos em um tempo com grande tecnologia. Muitos aparelhos me chamam a atenção, mas será que realmente são necessários? São essenciais para a minha vida?
obs (meio off-topic): estou lendo o seu livro Adolescentes S/A e estou gostando muito. Impressionante como o senhor abordou assuntos importantes e que passam pela nossa cabeça (adolescentes). Realmente creio que Deus te usou bastante quando o senhor escreveu o livro. Acho que com 18 anos eu ainda sou adolescente né? Não importa... vou continuar lendo o livro e penso até em ler novamente depois hehehe.
Outra coisa que gostaria de falar para o senhor é que este blog tem me edificado muito. Eu ouvia rock "cristão" e, quando lia seus artigos sobre música, sentia-me "cutucado" (heheh). Hoje em dia já mudei meus conceitos. Porém, estou em dúvida sobre quais músicas ouvir. O senhor poderia fazer um post com indicações de cds, cantores, conjuntos cristãos que honram a palavra de Deus com suas músicas.
Gostaria que o senhor disponibilizasse as suas pregações completas. Li certa vez que o senhor permite a gravação mas não permite a venda, apesar de existir um "mercado negro" (heheh). Se possível, o senhor poderia perguntar para algum irmão que entende bem de sites de vídeo e tal, sobre algum serviço para hospedar os vídeos completos da sua pregação (site tipo youtube, por exemplo) ou algum site como o Rapidshare, sendo possível baixar os arquivos de vídeo.
Enfim, o comentário já está ficando longo demais. Deus te abençoe pastor Ciro.

Samuel Cardozo disse...

Ciro, é o milagre do "Deus" Robin Hood, tira da conta dos ricos para depositar na dos pobres (eheheh).
Abração,
Samuel Cardozo

Marcia disse...

Pastor Ciro
Creio que Deus faz milagres, mas de forma coerente com a sua palavra. Já encontrei R$ 70,00 na rua. O que eu fiz? Peguei o dinheiro, continuei andando para observar se alguém estava procurando o dinheiro. Com não encontrei, acabei ficando com o dinheiro (mesmo não precisando).
Também já tive dificuldades financeiras. Uma delas foi no ano passado quando clonaram o meu cartão da conta corrente (tiraram R$ 490,00). Como ser humano, fiquei tensa, depois, como cristã, orei a Deus pedindo direção e orientação sobre este problema. Fui ao banco e eles resolveram o meu problema na hora, graças a Deus.
Acredito que se eu passasse por alguma dificuldade financeira, a Bíblia me orienta que no momento da dificuldade devo considerar, isto é, passar por esta situação como uma provação que todo o cristão passa normalmente (o apóstolo Pedro fala sobre isto em uma de suas cartas).
Falei demais.
Graça e paz

Elienai disse...

A Paz do Senhor Jesus pastor Ciro,
muito bom esse seu comentário. Mais um éticamente correto e elegantemente crítico. Só que acho que o senhor poderia "dar nome aos bois". Não acha que seria mais completo o seu alerta se soubéssemos exatamente (o nome) de quem o senhor critica? Que Deus o abençoe cada dia mais nessa grandiosa obra!

Luis Paulo Silva disse...

Logo pensei também no "Principe dos Ladrões", Robin Hood!

Falando sério, eu creio que Deus prepara tudo e cuida de quem serve a ele, mesmo que estejamos em alguma dificuldade que nós mesmo causamos, o Senhor pode nos livrar pela sua misericórdia.


Já aconteceu uma vez que, passando por dificuldade financeira minha mãe disse ao meu pai, que não era nem pastor na época: " este é o último saco de arroz" e meu pai somente foi orar, pois estava desempregado( mas veja, ele não era vagabundo, apenas não conseguia um emprego ).
Um irmão tocou a campainha momentos depois dizendo que Deus o havia mandado deixar alimentos em casa, e bastantes alimentos.
Quando digo que Deus pode nos ajudar mesmo quando estamo culpados pela situação, me refiro à situações como o irmão citou, dívidas que passam do controle e Deus nos dá estratégia para passar a dificuldade.

Luis Paulo Silva.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Elienai (Elienai?),

Como você mesmo disse, indiretamente, podemos criticar com elegância, e isso implica não citar nomes. Escrever artigos como este combina mais com o meu estilo, que tem como paradigma o apóstolo Paulo, que chamou os falsos apóstolos de "excelentes apóstolos" (2 Co 11).

Se você de fato desconhece o tal milagreiro (o que eu duvido), é porque navega pouco pela grande rede (Blogger, Orkut, YouTube, Google, etc.). Afinal, as dicas contidas neste artigo são mais do que suficientes para você chegar a essa grande descoberta!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Marcelo,

A paz do Senhor!

1. O texto de 2 Pedro 2 é um importante capítulo no que tange aos falsos mestres, desviados da verdade, da fé e do Senhor Jesus. E o versículo 3 mostra que a grande motivação dos enganadores é o dinheiro.

2. Em Bereia, os crentes examinavam as Escrituras depois de ouvirem uma exposição das Escrituras! Se não há exposição bíblica, temos mesmo de tapar os ouvidos, isto é, não dar ouvidos a falsos ensinadores e pregadores falsos, opondo-se a eles (Tt 1.10).

3. Que Deus também o use mais e mais na exposição da Palavra, quer pregando, quer escrevendo.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Paulo Adriano Rocha,

O irmão disse tudo! A Palavra de Deus nos estimula a trabalhar. E, quando trabalhamos, Deus entra em ação, multiplicando o nosso salário, dando-nos oportunidades, usando pessoas para nos ajudar, etc. É assim que Deus age. Ele não contraria a sua Palavra.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor e amigo Newton Carpintero,

Seu comentário é um verdadeiro artigo! Agradeço-lhe pela participação neste blog, e que o Senhor Jesus o use mais e mais aí na outra América!

A paz do Senhor!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amado irmão Ranieri,

É muito bom contar com leitores de outros continentes. Acabei de responder ao meu amigo, pastor Newton, da Flórida, Estados Unidos, e agora estou respondendo ao irmão, que mora no Japão. Glória a Jesus!

Eu também acredito que Deus realiza milagres extraordinários. Pedro, certa vez, pescou um peixe e havia uma moeda dentro de sua boca! Mas isso não lhe gerou nenhum problema junto às autoridades. Agora, dinheiro em conta é outro caso bem diferente.

Pessoas podem dizer que até agora nunca houve problemas com o banco, mas isso poderá acontecer a qualquer momento. Pode não ter acontecido nada porque se trata de uma quantia pequena.

Lançamentos errados é uma coisa mais comum do que parece. E há um casal preso na Pensilvânia, Estados Unidos, porque confundiu um erro bancário com "presente divino".

Se a bênção é de Deus, por que o agraciado tem medo de falar com o gerente do banco? Quem fez o depósito? Ora, Deus faz a obra completa! Se o próprio gerente dissesse, por exemplo: "Um homem vestido de branco veio à agência e depositou essa quantia em sua conta", tudo bem. Haveria uma origem lícita!

Mas, que negócio é esse de não querer falar com o banco? É medo de encarar a realidade, que poderá ser dura: um erro bancário. Por outro lado, essa suposta bênção divina poderá trazer ao "agraciado" problemas, principalmente se a quantia for elevada.

Muitos dos defensores do "depósito em conta" são crentes que sequer fazer a declaração do Imposto de Renda. São pessoas simples, que ganham salário mínimo. E alguns que fazem a declaração mentem, enganam as autoridades (falo com conhecimento de causa). Pessoas assim enganam e são enganadas. Mas nada fica encoberto diante do Senhor.

Finalmente, reconheço que Deus endireita caminhos tortos (Is 45.3). Eu, por exemplo, já deixei de pagar multas de trânsito porque elas foram suspensas pela Justiça. Eu merecia pagá-las porque cometi infrações. Mas Deus foi misericordioso, "endireitando caminhos tortos". Agora, fazer desaparecer dívidas, através de um milagreiro, seria um incentivo ao calote e ao erro, o que Deus definitivamente não faz.

CSZ

Cleber disse...

Amado,
não poderia acontecer de um cristão ser tocado por Deus a depositar um valor para outra pessoa?

Já ouvi testemunhos de pessoas que no aperto foram abençoadas por outros irmãos.

Num caso desses não se trata de dar calote no banco.

Nos demais casos concordo com vc.

Pr Cleber.
http://confraria-pentecostal.blogspot.com/

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Cleber,

Se algum irmão efetuar um depósito em sua conta, não ocorre o tal "milagre do depósito", posto que há como comprovar a origem do dinheiro. Claro que se trata de providência divina, mas não "depósito celestial" ou coisa parecida.

Em momento algum eu desaprovei a prática de se fazer depósito como ajuda ou oferta. Nesse caso, não é preciso dizer: "Nos demais casos concordo com você".

A paz do Senhor!

CSZ

Robson Silva de Sousa disse...

A Paz meu amigo... Cá estou novamente a comentar mais um de teus posts... Como sempre muito bons!

Esse especialmente é bastante intrigante, já que toca numa questão crucial vivida por muitos crentes, não apenas no Brasil, mas no mundo (até no Japão... rsss!) que é o endividamento e a escassez de recursos financeiros e víveres. Principalmente em tempos de crise econômica como a que estamos vivendo.

Em tempos assim é muito comum o crente recorrer ao Senhor e suplicar por socorro e pela divina providência. E digo sem medo de errar: Ele é poderoso para ouvir e responder às súplicas do aflito e do necessitado...

"Ele atenderá à oração do desamparado, e não desprezará a sua oração." Sl. 102:17

O texto de 2Cr. 14:11 parece traduzir de forma clara a oração daquele que serve ao Senhor com fidelidade e confia na divina providência na hora do "APERTO": "E Asa clamou ao SENHOR seu Deus, e disse: SENHOR, nada para ti é ajudar, quer o poderoso quer o de nenhuma força; ajuda-nos, pois, SENHOR nosso Deus, porque em ti confiamos, e no teu nome viemos contra esta multidão. SENHOR, tu és nosso Deus, não prevaleça contra ti o homem".

A questão toda está em saber distinguir a justiça de Deus em favor dos oprimidos das benevolências do "senhor" para com o injusto, o pecador, o roubador, o espertinho, o aproveitador, o preguiçoso (acho que chega de adjetivos).

Como disse já experimentei - mais de uma vez por sinal – a providência divina em momentos de aflição, e posso garantir: o Senhor está sempre pronto a socorrer os seus filhos.

Atualmente, por exemplo, estou passando por um dos períodos mais difíceis (financeiramente falando) de toda minha vida - e olha que já passei por alguns apertos. Estou desempregado há dois anos e sete meses, apenas minha esposa está trabalhando. Vez ou outra faço uns "biquinhos" para garantir umas despesinhas extras, mas não o suficiente para saldar dívidas antigas, com isso temos que ir negociando com os credores.

Bem, o fato é que todo dia sento com meus filhos à mesa e a cada refeição peço para que um deles faça a oração de agradecimento pelo alimento e intercessão em favor dos menos favorecidos ou desprovidos da benção do pão diário...

Hoje, sem que minha filha soubesse minha sogra me mandou R$50,00 para comprar algumas coisas para o café-da-manhã e para o almoço. À tarde quando sentamos à mesa, tendo preparado um delicioso contrafilé com mandiocas fritas e couve refogada, dei graças ao Senhor pelo pão e ao final da oração minha filha EXCLAMOU:

"Pai, o senhor todo dia agradece a Deus pelo alimento e pede a Ele que faça abundar o pão nosso de cada dia; e todo dia tem algo diferente pra gente comer, né?!!!"

Senti vontade de dar um GLÓRIA A DEUS bem forte sentado à mesa.

ISSO É PROVIDÊNCIA DIVINA!!!

Não peço a Deus que salde meus débitos com o ITAÚ ou que faça diminuir o consumo do meu medidor de energia elétrica, apenas administro minhas próprias economias e rogo ao Senhor que me abra uma boa porta onde eu possa trocar o suor do meu trabalho por um salário honesto e suficiente para nossas necessidades... É tudo o que peço.

Quanto aos milagres... Ah, esses estão sempre presentes em nossas vidas, e tomaria ainda muitas páginas para testemunhá-los todos... Mas posso garantir: NUNCA RECEBI DEPÓSITO NÃO IDENTIFICADO EM MINHA CONTA, COMO RECOMPENSA PELA MÁ GESTÃO DE MEUS RECURSOS...

Se há um preço a ser pago pelos erros de outrora, pagarei com suor e lágrimas, com a graça de Deus sobre nossas vidas.

Abraços!

Robson Silva
Prossigo para o Alvo... Fp. 3:14

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Pastor

A idéia não foi confundir, apenas relatar um fato que está no centro do assunto abordado no artigo deste blog.

Sei que Deus não dá apoio às vadiagens e aos caloteiros, que Ele reserva bênçãos aos seus servos através do trabalho honesto.

Assim sendo, quando Deus vê que um servo em crise financeira fez tudo que era possível fazer, e está abatido, Ele entra em ação e age no campo das impossibilidades.

Sobre meu relato, acrescento que já se passaram 10 anos que o valor monetário apareceu de forma surpreendente na minha conta corrente. Até o dia de hoje esta conta está ativada e usada como a principal na minha vida financeira, e moro no endereço do cadastro que consta nela. Apesar de tudo isso nunca o caso do dinheiro vultoso que surgiu foi questionado por pessoa jurídica ou física.

Respeito seu modo de pensar e de todos os demais que expressaram opinião, porém, a minha consciência continua descansada nas Escrituras: "a riqueza do pecador é depositada para o justo" - Pv 13:22 b.

Sobre milagres, quero acrescentar lembrando a todos que eles estão numa esfera além do raciocínio humano. São inexplicáveis. Assim como não entendemos como um orgão canceroso se torna saudável, não conseguimos explicar como surge valores numa conta corrente. Como crentes em Deus e em Cristo, GENTE PENTECOSTAL, olhemos os milagres como ações divinas além da nossa limitada mente humana.

Como explicar o caso da viúva endividada, II Rs 4:1-7, que obedeceu as instruções do profeta, e foi pedir vasos emprestados e de portas fechadas esses vasos foram cheios com óleo que se multiplicava sem parar até que os vasos acabaram? É uma situação inexplicável! Por não conseguirmos explicar a multiplicação do óleo então o volume de óleo daquela viúva deve ser considerada aquisição que não proveio de Deus?

O tema deste artigo é pertinente, porém, ao citar milagres e “milagreiros”, a questão da fé, que produz o sobrenatural dentro da natureza humana, precisa ser levada em alta conta.

Ao questionar milagres, vejamos a vida de quem os “milagreiros” disseram ter recebido a bênção através dos ministérios deles.

Proponho um livro, escreva um nessa linha. Saia em campo e procure pessoas que, dizem por aí, ter recebido dente de ouro. Se existirem tais pessoas será muito fácil encontrá-las. Encontrando-as, então, veja se estão servindo a Deus ou ao mundo. Se fizer a pesquisa e torná-la pública, fará um grande bem a muita gente que critica sem conhecer os alvos criticados.

O compromisso de quem serve a Deus é com a clareza dos fatos, com a verdade (Pv 12:17).

Cordialmente,

Internauta paulista.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Senhor "Internauta Paulista",

Como eu disse anteriormente, seu texto é inconfundível! Isto é, não dá para confundi-lo com outro texto, de outra autoria, a despeito do emprego de pseudomínia ou anonimato. Este é o "x da questão".

O senhor cita que "a riqueza do pecador é depositada para o justo" (Pv 13.22b). Mas, o que isso tem que ver com depósito bancário feito de modo sobrenatural? E, se o dinheiro é tirado de algum pecador para ser entregue a um justo, por que nunca nenhum pecador reclamou de que foi feito um grande saque em sua conta?

O senhor afirma que os milagres estão numa esfera além do raciocínio humano. Sim, claro. Mas, para que servem as Escrituras, que estão acima de tudo e de todos? Não são elas a nossa regra de fé, de prática e de viver? Pedro encontrou uma moeda na boca do peixe, mas nenhum princípio ou mandamento divino foram quebrados. Isso também vale para aumento de azeite, machado que flutua, alimentos multiplicados, curas, ressurreições, etc. Mas, depósito em conta é muito diferente...

O senhor cita como exemplo um órgão canceroso que se torna saudável e menciona o caso da viúva endividada. Em que esses casos contrariam a Palavra de Deus? Pelo que vejo o senhor está confuso. Este é o "x da questão", com todo o respeito.

Agradeço-lhe pela sugestão de livro, a despeito de o autor de um determinado blog (que já foi tirado do ar), denominado "O X da Questão", ter dito que os meus livros são pífios... Aliás, o mesmo também dizia que "sairia a campo" para investigar a minha vida. Curiosa semelhança. Mas prefiro seguir a direção de Deus.

Deixo para o senhor o texto de 1 Coríntios 4.5: "Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual trará à luz as COISAS OCULTAS das trevas e manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá de Deus o louvor".

CSZ

Luis Paulo Silva disse...

Pastor, não sei se o senhor leu meu comentário, mas aguardo resposta ok?

A paz do Senhor e obrigado pela atenção dispensada.

RANIERI disse...

PR.CIRO PAZ DO SENHOR.

AGRADEÇO A RESPOSTA,MEU AMADO, E TAMBÉM QUERO APROVEITAR O ESPAÇO PARA AGRADECER AOS AMADOS IRMÃOS EM CRISTO QUE POSTAM SEUS COMENTÁRIOS.ESTES COM CERTEZA SÃO DE GRANDE VALIA,POIS SÃO UM VERDADEIRO COMPLEMENTO ÀS MATÉRIAS DESTE VALIOSO BLOG,SEJAM ELES A FAVOR OU CONTRA ÀS MATÉRIAS POSTADAS.

VEJO AGORA,ATRAVÉZ DOS MESMOS COMENTÁRIOS,QUE ESSE ASSUNTO É BASTANTE CORRIQUEIRO ENTRE O POVO DE DEUS E PRECISAMOS DAR UMA ENFASE SOBRE ISSO NOS ENSINAMENTOS DA IGREJA JÁ QUE OBREIROS COMO EU POR EXEMPLO,NOS EQUIVOCAMOS CONSTANTEMENTE QUANDO O ASSUNTO DIZ RESPEITO A "MILAGRES E SINAIS SOBRENATURAIS".O ABSURDO ACABA VIRANDO "MILAGRE" EM NOSSAS PALESTRAS.

A VERDADE É QUE,ME RECORDANDO AGORA,MUITOS TESTEMUNHOS DE "MILAGRES DEPÓSITO EM CONTA" NÃO SÃO ACOMPANHADOS DO QUE SE ENSINA AQUI ---IR AO BANCO COMPROVAR A ORIGEM DO DINHEIRO---

AQUELE IRMÃO QUE ME PEDIU ORIENTAÇÃO [QUE FOI O ÚNICO] ERA UM NOVO CONVERTIDO COM POUCOS MÊSES
E SEMPRE QUE SURGIA ALGUMA DÚVIDA ELE NOS PROCURAVA,TALVEZ SERIA ESSA A RAZÃO DE ELE TER PERGUNTADO.ISSO FOI A UNS 6 ANOS ATRÁZ.

NAQUELA ÉPOCA EU SERVIA COM COOPERADOR NA CASA DO SENHOR E JULGUEI SER JUSTO ORIENTAR O IRMÃO
A PROCURAR O BANCO,NA OUTRA SEMANA ELE ME FALOU QUE TINHA TOMADO AS PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS.

MAS ESSE FOI O ÚNICO CASO,E NUM FUTURO MUITO BREVE AQUELE IRMÃO VEIO A FALECER EM DECORRÊNCIA DE UMA CONGESTÃO,FOI TUDO MUITO RÁPIDO,ELE ESTAVA JOGANDO BOLA COM OS IRMÃOS EM UM PEQUENO RETIRO DE FIM DE SEMANA QUE O PASTOR ORGANIZOU E DERREPENTE PASSOU MAL PORQUE COMEU ANTES DO EXERCÍCIO.

FOI UMA PESSOA MUITO SIMPLES E HUMILDE.QUANDO ELE SE CONVERTEU,MOSTRAVA-SE TOTALMENTE INTEREÇADO NOS ENSINAMENTOS DA BÍBLIA.QUE DEUS O TENHA POR TODA A ETERNIDADE.

MAS TAMBÉM QUERO DEIXAR AQUI,UM ABSURDO QUE OUVI QUANDO AINDA ESTAVA NO BRASIL.O DIABO NÃO FICARÁ DE BRAÇOS CRUZADOS VENDO A BANDA PASSAR E TENTARÁ ILUDIR AS MENTES DOS INCAUTOS E DESAVISADOS,ATÉ PORQUE NÃO SÃO TODAS AS PESSOAS QUE TEM O CORAÇÃO E O ENTENDIMENTO ABERTO O SUFICIENTE PARA RECEBER BONS ENSINAMENTOS,EM DECORRÊNCIA DA ATUAL CRISE FINANCEIRA E ATÉ MESMO DAS DIFICULDADES DA VIDA.LÁ VAI.

DIZIA UM IRMÃO "PREGADOR":...CERTA FEITA UMA IRMÃ RECEBEU DE UM "PROFETA DE DEUS",NUM CULTO À NOITE NO MEIO DA SEMANA,A REVELAÇÃO DE QUE UMA QUANTIA DE DINHEIRO SERIA DEPOSITADA EM SUA CONTA E AO CHEGAR EM CASA ESQUECEU DE CONTAR A "BENÇÃO" AO SEU ESPOSO.NO OUTRO DIA SEU ESPOSO,SEM SABER DE NADA,FOI AO BANCO FAZER UM SAQUE E NOTOU QUE HAVIA 70.000 REAIS EM SUA CONTA E LOGO RECORREU AO GERENTE DO BANCO,QUE COM MUITO DESDÉM NÃO QUERIA DAR IMPORTÂNCIA AO CASO.MAS AQUELE IRMÃO ERA UM CRENTE MUITO HONESTO E INSISTIA COM AQUELE GERENTE,PELO QUE DIZIA:...ESSE DINHEIRO NÃO É MEU,NÃO TRABALHEI EU PARA TÊ-LO EM MINHA CONTA... COM EFEITO,O GERENTE TOMOU UM PAPELZINHO,ESCREVEU NELE UM NÚMERO E DISSE AO HOMEM:...ENTÃO MEU SENHOR,FAÇA O SEGUINTE,PEGUE ESSE O NÚMERO [O NÚMERO DA CONTA DO GERENTE] E DEPOSITE O DINHEIRO,E ASSIM O FEZ.AO CHEGAR EM CASA,PELA TARDINHA,AQUELE IRMÃO CONTOU À SUA ESPOSA TODO O OCORRIDO E DE COMO ELE HAVIA PROCEDIDO,E SUA ESPOSA,POR SUA VEZ,TOMOU NAS SUAS MÃOS UMA VASSORA,E O ESPANCOU DIZENDO:......
....................................................................................................
..........................................................................................................

MUITO OBRIGADO PELO ESPAÇO.

EM CRISTO.

RANIERI.

Marcelo Oliveira disse...

Paz do Senhor! Pr. Ciro!

Acredito que não estamos questionando se de Deus faz ou não milagres, pois ele ainda faz milagres sim! O que esta em questão é a fonte ou origem destes depósitos.

Vou ilustrar com um caso já noticiado na grande mídia para lançarmos mais luz nesta questão. Saiu há algum tempo no Jornal Nacional o relato de uma quadrilha crachers e hackers que praticava na internet uma fraude que envolvia o uso de contas bancárias.

A fraude consistia no seguinte: pessoas "ingênuas" a fim de pagarem suas dívidas procuravam pessoas para limparem o nome
ou pagarem suas dívidas. A pessoa
tinha uma dívida ,por exemplo, de 5 mil reais os "bonzinhos" dos crackers ou para alguns hackers pedia que fizesse um depósito de 3 mil reais ,por exemplo, eles pagam os 5 mil com dinheiro roubado de outros usuários de banco online e recebia limpinho de maneira "honesta" os 3 mil. Enquanto as pessoas que receberam os 5 mil reais virava alvo de investigação da Receita Federal por dois motivos roubo praticado pela internet e depois por não ter como declarar a origem deste "milagre "que ajudou a pagar as suas dívidas.

Agora imagina! Um destes crackers
deposita na conta de alguém
dinheiro roubado de outro usuário de banco o sistema não detecta a fraude. O hacker espera para ver se o banco chega na conta usada para depositar o dinheiro, mas neste meio tempo o suposto beneficiado percebe uma quantia vultuosa na conta. Então, começa usar esta quantia para pagar às suas dívidas o banco não percebe
o cracker não pôde reclamar que roubaram o seu dinheiro que havia sido roubado de outra pessoa.
Mas digamos que a história tem um outro desfecho diferente. Vamos supor que o hacker agora deposita o dinheiro e a pessoa começa usar este dinheiro, mas o banco descobre a fraude e não consegue chegar no hacker e sim em você que esta usando o dinheiro. O que será que eles pensaram de você? Vão acreditar que você recebeu um depósito de Deus ou que você roubou ou compactou com o roubo?
Por isso nestes casos devemos acionar o banco e relatarmos o ocorrido para que verifiquem o que aconteceu realmente.

Lembre-se:

A bênção do SENHOR é que enriquece; e não traz consigo dores. (Pv 10.22)

Proceda da melhor maneira possível para o nome do Senhor seja glorificado!

Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve.

Não estou afirmando que o dinheiro
que algum irmão recebeu pode ter sido fruto de fraude ou algo similar, mas que os irmão possam vigiar (1 Tm 6.10)

Que o Senhor continue te abençoando e te dando vitória! (1 Co 15.58)

Marcelo Oliveira
http://blogdomarcelooliveira.blogspot.com/

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Pastor Ciro

Como dito antes, a minha idéia não foi confundir em momento algum.

Ontem, passando por blogs de colegas, li no blogroll um link que indicava sua abordagem sobre este artigo, que é palpitante para mim devido o fato narrado acima.

Começar com “caro pastor” é quase que uma assinatura, pois fiz isto diversas vezes neste espaço. E ao narrar o caso do banco usando pseudônimo “internauta paulista” são quase como apresentar minha identidade a você, pois eu já trouxe aqui este depoimento sobre o banco em outra oportunidade e sei que é sabedor da minha região de origem: Estado de São Paulo; Capital; Lapa - Pirituba. Contei com sua memória e ela não falhou.

Há divesos blogueiros usando pseudônimos em diversos blogs evangélicos, pensei em estrear este em seu blog, por causa do fato pitoresco que relatei e por ele ser deveras polêmico. Mas, já desisti de usar “internauta paulista”. Que seja o nome, mesmo, afinal, a minha consciência está tranqüila...

Citando a viúva e a multiplicação do óleo, deveria ter falado sobre a origem desta óleo. De onde veio? Esta é a pergunta serve às cifras no banco, também. De onde vieram? Pela fé considerei o caso sobrenatural.

Terminando, nada tenho contra a sua pessoa. Apesar de você e eu possuirmos modo de pensar e interpretar a Palavra de Deus diferente em determinados assuntos (que não são os pilares do cristianismo), isto não representa inimizade.

E nada tenho contra a CPAD também, ela é excelente. Gosto de John Bevere, um dos lançamentos de autores estrangeiros recentes feito por ela, e que considero o melhor nos últimos tempos. Eu tenho uma biblioteca com conteúdo cristão, sendo que 37% é material desta editora, e o restante são da concorrência dela, mais de seis editoras juntas. Ou seja, o selo CPAD é a minha preferência nº 1.

Que Deus abençoe você.

Eliseu Antonio Gomes

Anônimo disse...

prezado pastor tenho lido algum dos seus artigo tenho visto que o senhor tem mesmo o dom de DEUS.para escrever,ensinar.etc...
mas tenho percebido que senhor tem preocupado muitos em criticar outro pregador.deixando transparecer que senhor é totalmente contrario a qualquer tipo de milagres.eu sou crente em JESUS,e vou morrer acretidando em milagre.pare de ensentivar as pessoas a nao acretidar em milagres.e começe a pensar em ganhar almas para reino do ceus.creio eu que teu galardao será maior.pense nisso.e fica com DEUS.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amargo anônimo,

Não seja parcial. Há uma seção neste blog pela qual eu menciono milagres comprovados. Eu creio em milagres, mas não em falsos milagres, e aprendi, à luz da Biblia, que os milagres (os verdadeiros) não são mais importantes do que o evangelho, visto que decorrem da pregação dele (Mc 16.15-20).

João Batista não fez nenhum sinal, mas disse toda a verdade (Jo 10.41) e, por isso, foi honrado por Jesus (Mt 11.11). Na escala de prioridades de Deus, os milagres não estão em primeiro plano (1 Co 12.28). A Palavra de Deus está acima dos milagres. A liderança, a pregação, o ensino estão acima dos milagres.

Mas em parte você tem razão, amargo irmão. Estou mesmo preocupado em criticar "outro pregador", isto é, o falso pregador, o animador de auditório, o milagreiro, o obreiro fraudulento, avarento, ilusionista, aproveitador... E faço isso na esperança de que pessoas como você acordem do sono da ignorância!

Use a inteligência que Deus lhe deu, meu irmão. Seja espiritual, pois os espirituais discernem bem tudo (1 Co 2.15). Aprenda a valorizar o que de fato tem valor. Acorde!

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amém, irmão Eliseu.

Que Deus o abençoe também.

CSZ

p.s. O óleo (que já estava na vasilha) ter sido multiplicado por Deus difere, e muito, em suas consequências, de uma importância monetária que entra em uma conta bancária. Não há parâmetros de comparabilidade entre uma e outra coisa, pois, no caso do depósito, há implicações relativas à Receita Federal.

Filemom disse...

Pastor Ciro.
Irritado com as quantias que eram enviadas para os missionários da igreja (menos de um salário mínimo), em vista do montante arrecadado e repassado ao TC, procurei com zelo o n° da c/c de um irmão que jamais conheci e deliberadamente depositei uma pequena quantia. Tive vontade de colocar os n°(s) das contas dos missionários no quadro de aviso a fim de despertar a congregação a ofertar diretamente para o necessitado, mas me contive prá não ferir a departamentalização da fé.

Zilton Alencar disse...

Admiro muito certos crentes de nossos dias, que afirmam categorica e enfaticamente que jogar na mega-sena é pecado, pois viola o princípio do ganho com o suor do rosto... Mas aceitar depósitos milagrosos, póóóóóde...

Peço todos os dias a Deus que seja feito um destes depósitos em minha conta. No dia seguinte, eu irei à agência averiguar de onde ele procedeu. Se o gerente identificasse um depósito LÍCITO (uma oferta, movida pela mão divina) e me dissesse " - Vá em paz, irmão... Alguém o depositou", eu sairia dando glória a Deus. Mas se este depósito foi retirado do ímpio e depositado para mim, ALGUÉM COMETEU ESTE ERRO, e irá pagar por ele, seja um caixa, um gerente ou um diretor do banco.

Amados, se temos TANTA CERTEZA do milagre, não custa nada averiguar junto ao banco... Deus vai provar que foi Ele mesmo quem moveu alguém, no Japão, nos Istêites ou aqui mesmo na Terra Brasilis, para nos abençoar, fazendo um depósito generoso, movido pela Sua potente mão. Tudo ficará devidamente esclarecido, eu terei como justificar este dinheiro à luz das leis humanas e usarei o din-din sem peso na minha consciência de crente!

A igreja de hoje precisa de uma coisinha muito simples, mas dificílima de se alcançar: COERÊNCIA. Parabéns pela sua coerência, pr. Ciro, que sem dúvida foi-lhe dada por Deus.