domingo, 8 de fevereiro de 2009

O que são as “obras maiores” de João 14.12

Em João 14.12 está escrito: “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai”. Este versículo é o preferido dos super-pregadores milagreiros e ilusionistas, que se valem da ênfase “obras maiores” para avalizar os seus truques, trapaças, experiências exóticas e antibíblicas, além de fenômenos “extraordinários” que não resistem ao teste da Palavra de Deus (cf. Dt 13.1-4; 2 Ts 2.9; Mt 7.21-23).

Neste artigo faço uma análise exegética de João 14.12, pela qual — fazendo jus ao objetivo da exegese — procuro extrair da aludida passagem o verdadeiro sentido da frase “também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas”. Também aproveito o ensejo para responder aos diversos leitores que me enviaram e-mails pedindo explicações sobre o mencionado versículo. Espero que não se decepcionem com esta análise contundente, mas imparcial e, sobretudo, bíblica.

1) O termo grego meizõn, traduzido por “maiores”, no texto em apreço, literalmente é “coisas maiores”. Já o vocábulo “obras” (gr. ergon) significa: “trabalho”, “ação”, “ato” (VINE. W.E., Dicionário Vine, CPAD, pp.764,827), e não “milagres”, estritamente.

2) É claro que a obra da Igreja de Cristo envolve curas e milagres, como consequência da pregação do evangelho (Mc 16.15-20), mas o termo ergon alude a trabalho ou empreendimento, em sentido amplo (Jo 5.21; Rm 15.18; At 5.38). Daí a versão bíblica inglesa King James (KJV) empregar o vocábulo works, denotando que o termo original diz respeito a trabalho, obras, empreendimento, e não a milagres.

3) Qual foi a obra, o trabalho, de Jesus, ao andar na terra? O texto de Mateus 4.23 responde a essa pergunta:
“E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo”. Outra passagem que enfatiza a obra do Senhor é Atos 10.38: “como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele”.

4) O Senhor Jesus asseverou que o trabalho ou o empreendimento da sua Igreja, representada em João 14 por seus primeiros discípulos, seria maior do que o seu. Mas, em que sentido? “As obras que os discípulos farão depois da partida de Jesus serão maiores do que as de Jesus, não em seu valor intrínseco, ou em sua glória, mas no objetivo. Os discípulos farão obras de Deus numa escala mais ampla, enquanto levam a mensagem da vida eterna ao mundo todo, tanto a gentios como a judeus” (MICHAELS, J. Ramsey, Novo Comentário Bíblico Contemporâneo de João, Editora Vida, p.277).

5) Segue-se que: “As obras ‘maiores’ incluem tanto a conversão de pessoas a Cristo, como a operação de milagres. Este fato é demonstrado nas narrativas de Atos (At 2.41,43; 4.33; 5.12), e na declaração de Jesus em Mc 16.17,18... As obras dos discípulos serão ‘maiores’ em número e em alcance” (Bíblia de Estudo Pentecostal, CPAD, p.1601).

6) Benny C. Aker — professor do Assemblie of God Theological Seminary, em Springfield, Missouri, Estados Unidos —, referindo-se às tais “obras maiores”, afirmou que elas: “Dizem respeito à quantidade em lugar de qualidade. Jesus fez estas ‘obras’, mas seus seguidores ao longo dos séculos trarão milhões de mais obras para o Pai. É o que eles fazem enquanto aguardam a vinda de Jesus” (Comentário Bíblico Pentecostal do Novo Testamento, CPAD, p.581).

7) Diante do exposto,
a passagem em análise não abona fenômenos estranhos, experiências exóticas, invencionices, modismos, sandices, truques, práticas hipnóticas e recursos outros empregados por super-pregadores milagreiros e ilusionistas do nosso tempo. Fiquemos com a Palavra de Deus, haja o que houver (1 Co 4.6; Gl 1.8; 2 Co 11.3,4).

Ciro Sanches Zibordi

16 comentários:

Luis Paulo Silva disse...

Esclareceu.

Paz!

Luis Paulo Silva.

Wandher Henrique Batalha-Al disse...

cada dia apredemos mais com o senhor!eu louvo a DEUS pela sua vida.a paz!!

Lucas Marin disse...

Deus seja louvado...

Se havia alguma dúvida ela se liquidou!

Mas esse sentido citado pelo senhor em um de seus comentário também é muito válido, não?

"O que escrevi, escrevi com conhecimento de causa. As "obras maiores" em João 14.12 relacionam-se com os milagres que Jesus fez, narrados em João, os quais apontam para a obra regeneradora de Jesus. Mas elas relacionam-se especificamente com as obras que Ele realizou na sua última semana de vida, na terra, isto é, a cura de um cego e a ressurreição de Lázaro."

Sinceramente? Eu não tenho mais dúvidas quanto ao sentido da passagem, mas acho que nesse trecho que eu citei resume bem o sentido primário do texto bíblico referido.

Deus continue lhe abençoando, e mais uma vez obrigado!

Rafael Vieira disse...

Paz de Cristo...

Como erramos por não conhecer exatamente às escrituras...

Tinha dúvida quanto essa palavra... Pensava nesse sentido, mas confesso que não tinha certeza se pensava certo ou errado...

Muito bom este esclarecimento... Próximo culto eu repasso isso... rs

Deus abençoe...

André Quirino disse...

Pr. Ciro, a paz do Senhor!

Parabéns por mais esta postagem esclarecedora. Que o senhor continue nessa força, combatendo falsas doutrinas, sempre tendo compromisso com "o Deus da Palavra e a Palavra de Deus"! Estou orando pelo senhor. Que Deus continue te abençoando e usando poderosamente para a glória dEle!

Fique na paz.

Robson Silva de Sousa disse...

Excelente análise. Muito bem fundamentada por sinal.

Dá para ver porque muitos críticos (no sentido mais vil da palavra) não compreendem o Texto Sagrado e ainda assim não abrem mão de suas próprias EXEGESES*.

Paz

Anônimo disse...

Pastor Ciro, paz do Senhor.

Se for interessante para nós amantes da palavra de Deus, gostaria de saber alguma coisa sobre o tal Rev. Moon.

edson olhos verdes disse...

O Senhor dos exércitos está conosco,o Deus de Jacó é o nosso refúgio e FORTALEZA.Senhor, te damos graça pois Tú não nos deixaste e nos conserva de pé e com olhos e ouvidos bem abertos para tua sã doutrina e com os mesmos fechados para esses depravadores da fé alheia.PAI,tua graça me basta e mais nada!

Pr. Newton disse...

Nosso pr. Ciro,

A Paz do Senhor!

Excelente artigo, que na sua simplicidade, confirma que para sermos completos em nossa vida espiritual, nos basta, estarmos com Ele, por Ele e para Ele, conforme o que está escrito em João 14:12:

Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim, também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

Se estivermos no centro da vontade de do Senhor, seremos o seu instrumento e as suas obras continuarão na face da Terra, em maravilhas, quantidades e qualidades.

Ele é o nosso Senhor! Aleluia!

pr. Newton CArpintero
www.pastornewton.com

Robespierre Machado. disse...

Paz Pastor Ciro

Esclarecedor esse artigo. Oro para que traga advertencia aos que incorrem nas praticas ali citadas.

DEUS muito o abençoe, no Nome de JESUS!

Anne Ferreira disse...

A Paz do Senhor Jesus! Pr Ciro como leitora de seu blog e de dois livros, vi que o Sr. usa uma abordagem extremamente embasada na palavra de DEus e é defensor da ordem no culto, o que já não se vê mais.
Gostaria muito que o Sr. escrevesse uma rtigo , refutando as heresias contidas no Livro a Cabana, a despeito de muitos cristão estarem lendo e sendo levados pelo engodo da teologia liberal nele exposta. Como professora da E.B.D fui indagada por uma aluna minha sobre o que eu achava do livro, eu não havia lido ainda. ela trouxe para eu ler e ver oque eu achava, pois após a leitura ficou confusa. Eu comecei a ler o livro e me preocupei muito... pois as heresias do tipo Deus tem um lado materno , e se manifesta assim a algums e jesus estando no céu como humano ainda, creio que foi o que a deixou confusa, fora o relacionamento nada biblico que se apresenta ali... ao pesquisar sobre o livro vi que muitos cristão que leram entram em controvésias, e confusão. Quero muito usar como subsideo o seu artigo para clarear a mente da minha aluna,Gostaria muito de ser atendida. seria possivél?

Desde já eu agradeço em o nome de Jesus

tamiris disse...

Ewerton diz:
Paz do Senhor!
Pastor Ciro, li o seu livro "ERROS QUE OS PREGADORES DEVEM EVITAR" e aprendi muito com o livro. Deus te abençõe. Parabéns!

nilton31 disse...

A paz Pr. Ciro, tenho aprendido muito com o senhor.Alegro-me,poís, em meio a apostasia ainda existe homens como o senhor; "sincero e zeloso pela palavra" DEUS continue ti abençoando!

Arildo Silva disse...

Muito bom o comentário e queria dar uma sugestão ao Senhor:
Ore a Deus para que Ele permita o senhor escrever um livro sobre o verdadeiro significado de certas palavras, a exemplo das que o senhor citou como religião,sincero,ok!Gostou da idéia?Vou orar tambem!Estou te seguindo no twitter, Arildo 007,fique com Deus.

Anônimo disse...

eh meu irmão até concordo em parte mas acho que você esqueçeu dos dons do Espírito Santo que são para a edificação da igreja prefiro crê ter fé o propio cristo falou se tivermos fé moveremos montanhas e pelo o q eu saiba quem medi a nossa fé é cristo não homens quem sou eu pra medir a fé do meu irmão o propio cristo falou que falaramos em outras linguas ponharemos as maos sobre os infermos e serao curados eu nao deixo de crer nos milagres de Deus por filosofias humanas os apostolos ministravam no nome de JESUS cura e nós nao podemos???? uuuhm somos igreja também prefiro crê na bíblia pastor ciro vamos ter fé pastor que nós tambem seremos usados pelo Espirito Santo de Deus vamos para de criticar irmão A ou B por que quando nos ligamos com a panela dos outros o nosso fogão ta pegando fogo. MEU ALVO É CRISTO se ele falou e promessa dele e as suas promessas são para mim sou filho e filho e herdeiro ALELUIA Paz do Senhor Pastor

Chucre suaid junior disse...

Eu concordo com o irmão. Passando as palavras de Cristo dessa maneira e usando exemplos de versículos picados da a entender que as obras maiores seriam apenas o trabalho que seria realizado pelos discípulos seria enorme e difícil e descarta a possibilidade de sermos usados por Deus para realizar milagres. Eu mesmo já fui curado de várias enfermidades pelo poder da oração e do jejum como: Glomerulonefrite, convulsões, problemas cardíacos que não me permitiam praticar nenhuma atividade física. Meu irmão era paralítico do pescoço para baixo, eu o carregava no colo. Minha mãe orou e jujuou pela cura dele e hoje ele só tem deficiência na perna esquerda e usa um aparelho fornecido pelo Sara Kubchek. Ele é pai de três crianças é muito inteligente e muito alegre. Minha mãe minha mãe mesmo passando por vários problemas no casamento já passou por 5 depressões, foi curada de insuficiência cardíaca, após os 62 anos já teve 3 pneumonias e foi curada pelo poder da oração e jujum. No início da Sara Nossa Terra em Brasília quando o Bispo Robson ainda era o Pastor Rodovalho, nós fomos pela 1° vez no culta na Asa norte. Lá o Pastor Robson Rodovalho falou que Deus daria como prova de seu poder dentes de ouro. Eu era criança e nasci no evangelho e comecei a rir e debochar e fiquei brincando durante a oração com esse meu irmão. Minha mãe ficou nervosa e queria nos bater pela falta de respeito e temor e nem prestou atenção na oração. Foi quando tudo terminou e todos começaram a olhar na boca uns dos outros. E minha tia irmã da minha mãe pediu pra olhar na dela. Ela não queria abrir a boca, queria era nos corrigir pelo insulto a Deus e porque ela perdeu a oração. Foi quando ela deixou e minha tia vou os dois últimos dentes dela agora são de outro. O Pastor chamou ela lá na frente e toda a igreja viu. Eu temi e tremu na hora, ajoelhei e pedi perdão a Deus. Fomos no ourives e ele confirmou e se surpreendeu. O dentista da minha mãe quando viu e ouviu o testemunho se converteu. Será que precisa de mais testemunho das obras maiores que Jusus disse que em seu nome faríamos?