quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Natal... Mas de quem?

Que todas as bênçãos do Natal sejam derramadas sobre todos os internautas, aos quais dedico este lindo poema de meu amigo, o pastor, escritor, teólogo, professor e poeta Noélio Duarte.
Ciro Sanches Zibordi

NATAL... MAS DE QUEM?

Nesta época linda do ano
Há mudanças no ser humano.
De repente
, se torna tão bom!
Há felicitações e tanto abraço,
Há mais melodias no espaço

E até a música tem um outro som!
Então, surgem as arrumações,
Cores, festas, iluminações,
E há intensas luzes no céu...
No ar, em vez de Jesus,
Aparece uma figura que reluz:
O gordo e rosado Papai Noel!
Mas, afinal, de quem é o Natal?
Qual o seu personagem central?
Papai Noel mora num lugar gelado;
Jesus, num céu lindo e abençoado!
Papai Noel anda no trenó das renas;
Jesus, sobre nuvens e águas terrenas!
Papai Noel vem uma vez por ano;
Jesus, está presente no cotidiano!
Papai Noel, enche meias de presentes;
Jesus, supre os corações carentes!
Papai Noel entra, não é convidado;
Jesus, bate à porta – Ele é educado!
Papai Noel gosta de festa e promoção;
Jesus, gosta apenas do coração!
Papai Noel nos deixa sentar no colo;
Jesus nos abraça – não nos deixa no solo!
Papai Noel nada sabe sobre nós;
Jesus conhece cada ovelha pela voz!
Papai Noel diz apenas: ôh, ôh, ôh!
Jesus diz: “Vinde a mim – Eu sou amor!”
Papai Noel vive num mundo de brinquedos;
Jesus vive no mundo curando os medos!
Papai Noel faz agrados e dá beijinhos;
Jesus, dá-nos a doce paz e seu carinho!
Papai Noel coloca presentes na árvore de luz;
Jesus, tornou-se nosso presente na cruz!
Papai Noel some, deixando frustrações;
Jesus está vivo e presente nos corações!
Então,
De quem é mesmo o belo Natal?
De Jesus ou do Papai Noel comercial?
Precisamos lembrar: Se o Natal reluz
É porque Deus amou ternamente o mundo
E o Seu amor resgatador profundo,
Deu-nos seu mais belo presente: JESUS!

Noélio Duarte, poeta
Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil
noelio@pop.com.br

7 comentários:

Sidnei Moura disse...

Pr. Ciro,

Desejo que o o senhor e sua família sejam agraciados com paz, saude e felicidades neste 25 de dezembro. Feliz Natal!

Mozart Paulino disse...

Amigo e irmão pastor Ciro e família,

Eu e minha esposa desejamos um feliz Natal com a santa e gloriosa presença do Senhor Jesus Cristo.

MSP

Nota: Enviei um e-mail para o irmão.

Vanessa - 21anos disse...

A Paz do Senhor, pastor Ciro!

Ótimo dia de Natal pro senhor e sua família! Um excelente e abençoado 2009!
(E que em 2009 o senhor responda mais perguntas minhas!)

Deus abençoe!

d3wi50n disse...

A Paz do Senhor Pr. Ciro Zibordi,

Primeiramente quero parabenizá-lo pelo blog e pelo seu empenho na Obra do Senhor. Pr, considerando o grande número de cristãos que comemoram o natal e compartilham ativamente com as festas do "espírito natalino", gostaria de saber do sr. se realmente a Bíblia nos autoriza a "comemorar" esta data tão importante para a "igreja".

A Paz,
Dewison, Tucuruí-Pará.

Pedro Henrique Martins disse...

A paz do Príncipe da Paz, pastor Ciro!

Me sinto honrado em ler este blog (Não por este ser escrito por mãos humanas, mas pela profunda Mensagem cristocêntrica que ele transmite) e saber que há servos compromissados com o Senhor Jesus Cristo e com o Seu Evangelho.
Obrigado por honrar o Senhor em todo o tempo, levando muitos ao verdadeiro conhecimento da santa vontade dAquele que é Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz.
Deus abençoe sua família e ministério. Continue assim!
Glória a Jesus!

Debora Zibordi disse...

A Paz do Senhor, tio Ciro.
Espero que tenha passado um feliz Natal.
Estamos esperando vocês por aqui.
Se você puder, por favor, dá uma entradinha no meu blog.
http://deborazibordi.blogspot.com
Beijos para todos.

Grazielli disse...

A paz do Senhor pr Ciro...gostei muito do poema acima...mas fiquei com uma dúvida: eu e minha família não comemoramos o Natal pois além de uma festa comercial, a origem da festa é pagã...ao menos o que eu aprendi na escola (aula de cultura americana em San Diego) é que a festa do dia 25/Dez era comemorada na Europa em nome dos "deuses" que os povos ali adoravam...então esses povos foram catequizados e a igreja católica, para não prejidicar o comercio local, permitiu que continuassem fazendo a festa anual, mas trocando as oferendas ao deuses pela comemoração do aniversário de Jesus...diante disso não seria o Natal uma festa ainda pagã?

Grande abraço,
Grazielli, Vitoria-ES