quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Você está preparado para a reforma ortográfica? (2)

Como já vimos no artigo anterior desta série, as mudanças ortográficas decorrentes da reforma serão obrigatórias a partir de 2012. No entanto, muitas editoras, sobretudo as que lidam com obras didáticas, já estão revisando os seus textos, e é importante que nós, escritores, articulistas, blogueiros, etc., nos interessemos agora por esse assunto, pois, como diz aquele antigo e belo hino, amanhã pode ser muito tarde...

Você gosta de regras de acentuação gráfica? Suponho que não. De cada dez pessoas, acho que 9,5 não apreciam a matéria. É exatamente por isso que, nesta segunda parte, continuarei a falar sobre o que muda em matéria de acentuação a partir do ano que vem. Mas lembre-se: apesar de a obrigatoriedade das mudanças só valer a partir de 2012, em 2009 os textos já começarão a aparecer revisados.

No âmbito das regras especiais, existem os chamados ditongos abertos: “éu”, “éi” e “ói”. Dói ouvir certa música (música?) chamada Créu, não é mesmo? É por isso que eu tiro o chapéu para os hinos da Harpa Cristã (CPAD), o hinário oficial da Assembléia de Deus. São composições inspiradas que mencionam o Céu, onde receberemos o nosso troféu! Bem, haverá uma mudança na regra dos “éu”, “éi”, “ói” e cia. Hoje, nós acentuamos todas as palavras que apresentam os tais ditongos abertos, mas em 2009...

Ainda — ainda — acentuamos todas as palavras que apresentam ditongos abertos. E é bom enfatizar que o ditongo aberto ocorre quando o som é aberto, diferentemente do que acontece com as palavras “eu”, “ateu”, “judeu”, “lei”, “alheio”, “boi”, “apoio”, etc. A título de comparação, “judeu” e “apoio” não levam acento, mas “Judéia” e “apóio” (do verbo
“apoiar”), sim.

Bem, vamos às mudanças. A partir da implantação da reforma ortográfica, todas as palavras paroxítonas em que ocorre o tal ditongo aberto perderão o acento. Gostou da idéia, ou melhor, ideia? Você é da Assembléia — ops! —, Assembleia de Deus? É, meu amigo, até as Assembleias de Deus vão ter de se adaptar à reforma ortográfica! Lembro-me de que fui a uma igreja em que na placa estava escrito: “Assemblea de Deus”. E eu logo pensei: Faltaram o acento e a letra “i”. A partir de 2009, não faltará mais o acento; apenas a letra “i”.

Quer mais exemplos? “Epopeia”, “jiboia”, “boia”, “eu apoio”, “ele apoia”, “esferoide”, “heroico”, etcétera e tal. Está feliz com as mudanças? A grande dificuldade, como já disse, é a falta de lógica, pois o acento agudo permanece nas outras palavras, como “dói”, “herói”, “anéis”, “papéis”, “pastéis”, “céu”... Ufa! Poderemos continuar escrevendo “céu” com acento! Pelo menos isso...

No próximo artigo discorrerei sobre o acento diferencial. Mas, e aí, meu irmão, está gostando da reforma ortográfica? Eu, sinceramente, não apóio a maioria dessas mudanças, mas o Lula apoia... Fazer o quê?

Fique atento a esta série, pois ainda discorrerei sobre a abolição do trema e do hífen. Ah, se você soubesse como estou intranqüilo (ainda posso usar o trema!) com essa reforma! Afinal, serão grandes as conseqüências (ainda posso usar o trema!). Por isso, defendo uma contrarreforma ortográfica, ainda que seja com dois erres! Pois é, meu amigo, até “contra-reforma” perderá o hífen... Isso é um contra-senso, ou melhor, contrassenso. Desisto!

(continua...)

Ciro Sanches Zibordi

13 comentários:

Anônimo disse...

Bah, complicaram tudo mesmo...mas pelo menos uma coisa não vai mudar Pr. Ciro: a acentuação dos nomes próprios...ufa!!! Na paz de Cristo, Quédia.

Polêmica disse...

ai ai ai
quando eu estudava a professora me corrigia porque eu tenho mania de colocar acento em tudo. Aqui em São Paulo falamos 'coração' e cidades do Nordeste eles falam ' córação' mas, sempre escrevemos sem acento. E eu nunca soube qual era o correto. Então quer dizer que o correto sempre foi 'coração' sem som de 'có' será que haverá uma forma correta de se falar ou só de escrever?

Beijos!

Graça Souza disse...

Paz do Senhor pr Ciro.
Logo eu que tbm ando acentuando tudo e procurando onde colocar mais acento vou ser impedidade fazê-lo rsrsr. O problema será regravar regras que permitem ou ñ ter acento. Mas, é muito bom ter um pessoas como o irmão; independente da vida de fé, traz para seus leitores assuntos de suma importância para vida secular. Como fui relapsa, deixei passar o seu dia sem lhe parabenizar. Masa vai aki os nossos cumprimentos, e sabemos que tbm fazes parte do time dos papais nota 10. Deus o abençoe. Graça

Anônimo disse...

Paz do Senhor Jesus, nobre pr. Ciro!

Espero que esteja tudo bem com o senhor!

Apenas uma observação: no caso de "céu" e "dói", não se trata de oxítonas, como está escrito no final do artigo (que, por sinal e como de costume, está muito bem escrito. Parabéns!), mas de monossílabo tônico.

Fique com Deus!

Artur Freire Ribeiro, seu conservo em Cristo!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Oh, sim, caro Artur! Risos... De fato, "céu" e "dói" são monossílabos tônicos, haja vista possuírem apenas uma sílaba, sendo formados por uma vogal e uma semivogal.

É interessante que, quando eu fiz o chamado primário, a professora me "ensinou" que só havia cinco vogais: "a", "e", "i", "o", "u". Mas, depois, descobri que vogal diz respeito a som, e não a escrita. É o caso das palavras "céu" e "dói". A despeito de as letras "u" e "i" aparecerem, não são vogais, e sim semivogais.

Já corrigi o texto. Grato pela observação. Foi um deslize de quem escreve rápido, sem muito tempo para revisão.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Pois é, irmã Graça... Não vai ser nada fácil a nossa adaptação, mas temos de estudar, estudar, estudar... e torcer para que a próxima revisão ocorra daqui a uns 500 anos, no mínimo!

Grato pelos parabéns! Eu estava viajando e só recebi os parabéns da minha filha na segunda-feira... Mas foi muuuito bom!

A paz do Senhor!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Juliana Pires, a Polêmica!

Agradeço-lhe pela visita! A revisão em apreço diz respeito à escrita. Mas eu acho que para algumas pessoas terá reflexo na pronúncia de algumas palavras.

Outros!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Bah, Quédia! Era só o que faltava: mexerem nos nomes... Que o diga Millôr Fernandes, tchê!

A paz do Senhor!

CSZ

carloshenrique disse...

Bom. Eu de novo aqui neste blog.
Bom. Do jeito que esses revisores gostam de revisarem o português, daqui a pouco o português vai ficar parecendo uma das seguintes línguas estrangeiras: Inglês, francês, espanhol ou italiano.
Já se imaginou se isso ocorrer? rsrsrs.

Mari Fernandes disse...

Paz do Senhor Pastor!

Obrigada pela resposta de ontem ;)

Aliás [tem acento ainda? rs], espero ansiosamente pela resposta a respeito de Dt 5.4, a respeito de como explicar esse versículo.

E, fico triste por não ter oportunidades de conhecer o senhor esse ano ainda...só 2009! rs

Bom, fique na Paz!

carloshenrique disse...

Bom. Não precisa publicar este comentário. É somente um desabafo:
A gente estuda, estuda, se mata estudando a matéria para tirar as melhores notas, para ir bem na prova, para passar de ano, se torna um dos melhores alunos, com uma das melhores notas da classe. E para quê?
Passa-se anos que acabou de estudar, e o que ocorre? Muda-se as regras ortográficas, têm que se reaprender tudo de novo.
E aí se pergunta: De que adiantou ter dado um duro danado para se estudar, para ter uma das melhores notas da classe, para se evitar a recuperação, para se aprender algo na vida? De que adiantou anos de estudo? De que adiantou aprender português, a como escrever corretamente, sendo que aquilo que era forma correta de escrever de uma hora para a outra já não é mais a forma correta para se escrever? De que adianta?
Nessas horas dá até desânimo, dá até vontade de ir morar numa ilha deserta, bem longe de tudo e de todos.
Será que essas pessoas que estão no poder e que fazem essas mudanças ortográficas não pensam no que alguma pessoa pode estar se sentindo ou como se sentirá? ou será que só pensam em si mesmas e nem se importam com os sentimentos das pessoas?
Bom, Pastor Ciro, me desculpe esse desabafo, mas preciso me desabafar um pouco. Não precisa publicar se não quiser, é apenas um desabafo de alguém que aos 31 anos é um ser humano que têm sentimentos e que muitas vezes precisa de um amigo que possa ouvir seu desabafo e ajudá-lo.

Anônimo disse...

A Paz do SENHOR, Pastor Ciro.
Não estou conheço bem as novas mudanças ortográficas, mas pelo que estou vendo concordo com suas criticas. Entretanto, apoio a reforma ortográfica simplesmente por existir um único idioma e duas ortografias para o português, ou seja, a brasileira e a européia. Acho também que essa reforma unirá mais os países de fala estrangeira. E também será uma ajuda para os missionários que usam o idioma de Camões.

Em Cristo,

Joabe

Anônimo disse...

A Paz do SENHOR, Pastor Ciro.
Não conheço bem as novas mudanças ortográficas, mas pelo que estou vendo, tenho que concordar com suas criticas. Entretanto, apoio a reforma ortográfica simplesmente, por ser meio paradoxal existir um único idioma e duas ortografias para o português, ou seja, a brasileira e a européia. Acho também que essa reforma unirá mais os países de fala portuguesa. E também será uma ajuda para os missionários que usam o nosso idioma de Camões.
Um grande abraço do seu irmão em Cristo, Joabe.
P.S.: Apague o post acima, pois era só um rascunho ok? O original é este.