quarta-feira, 23 de julho de 2008

Depois de salvo, alguém pode ter o nome riscado do livro da vida?


Segundo a Bíblia, no Juízo Final, os mortos serão julgados de acordo com as coisas escritas nos livros, isto é, segundo as suas obras (Ap 20.12). E aquele cujo nome não constar do livro da vida será lançado no Lago de Fogo (Ap 20.15). Isso significa que o Senhor tem o registro de tudo o que fazemos (Sl 139.16; Ml 3.16; Sl 56.8; Mc 4.22).
Quanto aos livros abertos no último grande julgamento, o pastor Antonio Gilberto afirmou, em sua primorosa obra O Calendário da Profecia, editada pela CPAD:
Alguns desses livros devem ser:
O livro da consciência (Rm 2.15; 9.1).
O livro da natureza (Jó 12.7-9; Sl 19.1-4; Rm 1.20).
O livro da Lei (Rm 2.12). Ora, a Lei revela o pecado (Rm 3.20).
O livro do Evangelho (Jo 12.48; Rm 2.16).
O livro da nossa memória (Lc 16.25: “Filho, lembra-te...”; Mc 9.44 — aí deve ser uma alusão ao remorso constante no Inferno). (Ver o contexto: vv.44-48 e Jeremias 17.1.)
O livro dos atos dos homens (Ml 3.16; Mc 12.36; Lc 12.7; Ap 20.12).
O livro da vida (Sl 69.28; Dn 12.1; Lc 10.20; Fp 4.3; Ap 20.12).
A presença do livro da vida nessa ocasião é certamente para provar aos céticos que estão sendo julgados que seus nomes não se encontram nele. (Ler o incidente de Mateus 7.22,23.)


Quando um nome é inserido no livro da vida?

O que é o livro da vida? É o registro de todos os salvos, de todas as épocas (Dn 12.1; Ap 13.8; 21.27). Alguns teólogos têm afirmado que Deus inseriu nesse livro apenas os nomes de supostos eleitos antes da fundação do mundo e contestam a oração que alguns pregadores fazem pelos pecadores arrependidos: “Pai, em nome de Jesus, escreva os seus nomes no livro da vida”. É importante observar que, em Apocalipse 17.8, está escrito que os nomes estão relacionados no livro da vida desde a, e não antes da fundação do mundo.
Há uma enorme diferença entre antes da e desde a. No grego, o termo apo significa “a partir de”. Segue-se que a expressão “desde a fundação do mundo” denota que os nomes dos salvos vêm sendo inseridos no livro da vida desde que o homem foi colocado na Terra fundada, criada por Deus (Gn 1), e não que haja uma lista previamente pronta antes que o mundo viesse a existir. A expressão em apreço foi empregada também em Apocalipse 13.8 para denotar que todos os cordeiros mortos desde o princípio apontavam para o sacrifício expiatório do Cordeiro de Deus (Is 53; Jo 1.29). Isto é, os sacrifícios de animais realizados antes de Cristo tipificam a sua definitiva obra redentora.
Uma pessoa só pode ter o registro do nome em cartório depois de seu nascimento; ninguém é registrado antes disso. Da mesma forma, o nome de uma pessoa salva só passa a constar do livro da vida após o seu novo nascimento. Afinal, “aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus” (Jo 3.3). Não existe listagem prévia dos eleitos, como pensam certos teólogos. Na medida em que os indivíduos crêem em Cristo e o confessam como Senhor (Rm 10.9,10), eles são inscritos no rol de membros da Igreja dos primogênitos, a Universal Assembléia (At 2.47, ARA; Hb 12.23).

É possível ter o nome riscado do livro da vida?

De acordo com a Palavra de Deus, existe a possibilidade de pessoas salvas, que não perseverarem até ao fim, terem os seus nomes riscados do livro da vida do Cordeiro (Ap 3.5). Em Êxodo 32.32,33 vemos essa verdade na intercessão de Moisés pelo povo: “Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito. Então, disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro”.
Serão riscados os que permanecerem desviados do Senhor e em pecado (cf. Ap 3.3-5; 21.27). Em Lucas 10.20, Jesus disse aos discípulos da missão dos setenta, provavelmente distintos dos doze (“outros setenta”, v.1): “alegrai-vos, antes, por estar o vosso nome escrito nos céus”. Judas, porém, um dos discípulos do Senhor, desviou-se do Caminho. Por isso, o apóstolo Pedro afirmou: “[Judas] foi contado conosco e alcançou sorte neste ministério... se desviou, para ir para o seu próprio lugar” (At 1.17,25).
Alguns, ainda, afirmam que Deus relacionou toda a humanidade no livro da vida e só risca quem não recebe a Cristo como Salvador. Não obstante, a promessa “de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida” (Ap 3.5) é dirigida aos salvos que vencerem, e não aos pecadores que se converterem. Estes, conquanto tenham os seus nomes arrolados no Céu ao receberem a Cristo, precisam perseverar até ao fim (Mt 24.13).
Em Filipenses 4.3, o apóstolo Paulo mencionou cooperadores “cujos nomes estão no livro da vida”, porém antes ele asseverara: “estai sempre firmes no Senhor, amados” (v.1). Não foi por acaso que os pastores das sete igrejas da Ásia ouviram do Senhor a mensagem: “Quem vencer” (Ap 2 e 3). A manutenção do nome de alguém no livro da vida está condicionada à sua vitória até ao fim (Ap 3.5). Somos filhos de Deus hoje (Jo 1.11,12), mas devemos atentar para o que diz Apocalipse 21.7: “Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho”.

Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

32 comentários:

Maria disse...

Pastor Ciro ,
Seus textos me ajudaram bastante a esclarecer algumas dúvidas,mas ainda não sei oq responder a uma amiga que está fora da igreja ,voltou a ser o "velho homem" mas mesmo assim ensiste em dizer que é salva e que tem Jesus,mesmo eu já mostrando a ela todos seus textos anteriores em relação a esse assunto,diz que Jesus á tem abençoado pois tudo que ela consegui(casa,carro e etc..) ela obteve depois que saiu da igreja como falar com uma pessoa assim,difícil né?
Abraços

Anônimo disse...

Jeremias
Isso quer dizer q a nossa sauvação é pela obra? Eu precizo com meu próprio esforço manter a sauvação? Tem pecado que me tira a sauvação? Qual pecado?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Jeremias,

Isso quer dizer que a nossa maravilhosa salvação em Cristo Jesus, o nosso Senhor, é pela graça de Deus. Porém, uma vez salvos, devemos mostrar a nossa fé mediante obras (Ef 2.8-10; Tg [todo o livro]; 2 Pe 1.5-9).

A salvaação não depende de nossos méritos. E o Senhor Jesus é o nosso Advogado quanto a pecados que cometemos, esporadicamente (1 Jo 2.1,2). Entretanto, a permanência consciente no pecado, o que é iniqüidade, e a apostasia fazem sim o crente perder a sua salvação (Pv 29.1; 1 Tm 4.1).

Não é Deus quem tira do crente essa dádiva, mas é o crente que a despreza, como fez Judas, perdendo essa gloriosa bênção (At 1.25). O texto de 2 Pedro 2, como já enfatizei, é claro quanto a isso, posto que apresenta pessoas que, uma vez "resgatadas", tornam à vida pecaminosa de maneira consciente.

Ninguém que leva uma vida sem compromisso com Deus, sem santificação, sem perseveranaça, acomodada com o mundo e o pecado, entrará no Céu (Hb 12.14; 1 Jo 3.1-3; Rm 12.1,2; 1 Co 6.18-20; Ap 21.8). Disso o irmão pode ter certeza.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmã Maria,

À irmã cabe apenas semear, como fez o semeador da parábola. A semente é a mesma, a Palavra de Deus, mas é preciso que haja uma boa terra para a semente germinar.

Um bom texto para quem se apega a supostas evidências de que é salva, permanecendo em uma vida de pecado, é o Salmo 73.

Em Cristo,

CSZ

Graça Souza disse...

A paz do Senhor!
Mais uma vez cumprimento-o por um assunto tão esclarecedor e necessário para nós em nossos dias onde o verdadeiro culto deu lugar a improvisos.
Aproveito a oportunidade para agradecer as orações em favor da minha mãe. Graças a Deus ela já voltou pra casa e encontra-se em recuperação. Muito obrigada a todos que visitam o seu blog e oraram por nós.
Aguardo os próximos posts. Atenciosamente em Cristo, Graça.

Edson Dorna disse...

A paz do Senhor!

Pr. Ciro, bela explicação sobre o livro da vida, sobre a passagem que o irmão se referiu em Lc 10.20 essa é a nossa verdadeira alegria, enquanto muitos se alegram pelas coisas passageiras, nóis encontramos Jesus falando para os discipulos depois de voltarem e terem feitos sinais, e quem não ia ficar alegre. Mais a alegria do crente tem que esta no ceu com seu nome no livro da vida... Que muitos venham entender isso...

OBs: Pr.Ciro o senhor já recebeu os emaisl com as fotos???

Em Cristo

Edson Dorna

Maria disse...

Obrigada Pastor Ciro ,pela sua atenção vou continuar semeando

Á paz do Senhor

Bruno Oliveira da Silva disse...

Pr Ciro, mais uma vez quero lhe parabenizar pelo enriquecimento espiritual que temos ao entrar no seu blog. Como também pela clareza que são abordados os temas tão complexos como este.

Saudações em Cristo

B.O.S

Irmão Zé Carlos disse...

Pr. Ciro

Escrevi um breve artigo em meu blog sobre o mesmo assunto.
Gostaria que quando tivesse tempo, fizesse uma breve visita ao irmaozecarlos.blogspot.com
e comentasse se me equivoquei em alguma coisa que escrevi sobre o assunto.

No mais, o seu blog é abençoado e tenho aprendido muito lendo seus artigos e assistindo os vídeos.

Obs.: 3 dos seus livros já fazem parte da minha biblioteca.

Na paz do Senhor,

José Carlos Sobral
irmaozecarlos.blogspot.com

Anônimo disse...

Pastor, sempre quis entender isso.
Alguns dizem (e também como o sr. afirma) que perdemos a salvação. Mas se permanecermos em Cristo, nossa salvação é garantida e nosso nome escrito no livro da vida.

Mas e quando a pessoa se desvia?

Minha duvida é:
Deus insere nosso nome no livro da vida, mas se afastamos e deixamos seus caminhos, risca nosso nome... quando voltamos, insere de novo..
Como fica isso?

Obrigado.
Ricardo /ES.

Brazil Arise (Karen Kremes) disse...

Olá eu gostaria de parabenizar o seu blog com o “Prêmio Dardos”.

Saiba mais detalhes aqui:
http://brazilarise.blogspot.com/2008/07/prmio-dardos.html

Claumirzinho disse...

Pr. Ciro realmente em um assunto com várias vertentes darei a minha opinião a luz do meu relacionamento com Deus!!!
A bíblia diz que Deus esquadrinha e conhece o nosso coração,diz que antes que a palavra chegue a nossa boca Ele as conhece, diz que Deus é imutável, que nele não há variação de mudança ou de duvida, diz que somos salvos pela fé e pela graça "favor imerecido" nunca mereceremos a salvação, diz que a salvação é dom de Deus, diz que os dons e as vocações de Deus são irrevogáveis, Diz que Deus é amor "não há nada que possamos fazer para Deus nos amar mais e não ha nada que deixemos de fazer para Deus nos amar menos, Deus nos ama e pronto Amor Ágape (meu comentário)", lembrando que na disciplina e correção também há amor.
Se Deus é tudo isto que a bíblia nos diz, então Deus sabe e tem a certeza absoluta dos que realmente o aceita pelo que Ele é e não pelo que Ele pode proporcionar, os que realmente querem ter uma nova vida em cristo Jesus, os quem realmente querem negar a si mesmos por "amor" a Ele (Deus conhece o seu coração), esse sim vai ser escrito no livro da vida (Deus não muda nele não pode haver variação de mudança ou duvida).
Então creio que Deus não escreve no livro ora citado os que Ele olhando o coração não vê sincero arrependimento, os que têm como força motriz qualquer outro motivo para se converte que não seja somente pela fé e amor a esse Deus (se com a boca confessar e crê no coração... será salvo...). Os que desviam do caminho do Senhor nunca entraram no caminho certo, pois, é impossível sair da presença de Deus se verdadeiramente conhecê-lo.

Obs.: Eu fazia parte de um grupo muito famoso que se chama grupo molejo conheci Deus e hoje faço a vontade de Deus, Todo mês me chamam para volta e lançar um DVD, mas não me consigo ver distante desse Deus. Preciso do trabalho, preciso, porém preciso infinitamente mais da presença de Deus.

Aqueles que usam da graça para dar vazão à carne, esses nunca entraram na verdadeira graça "Eles são é sem graça", pois a bíblia diz que o amor de Deus nos constrange (constrangi é tirar a liberdade de...), é você não se vê longe desse Deus. Eu não posso pensar mais no "meu" bem estar, não posso mais agir pelo o que penso ser certo ou errado eu não posso mais está limitado nos meus próprios afetos (emoções-2 Cor. 6-12), tem que realmente ser uma conversão verdadeira para não confundirmos e trocarmos o amor de Deus pelo medo de Deus "se com Deus já tá rum imagina sem Ele", isso é fatalismo e Deus conhece os corações.
Concluo assim: Deus é imutável! Se Ele colocou (o nome) não irá tirá-lo!
O mistério da alegria de Deus é que o ser humano mesmo sabendo que vive na graça, que o nome que Deus escreveu não será tirado, mesmo assim, quer fazer a sua vontade, quer se consagrar a Ele não por medo e sim por Amor por aquele que nos amou primeiro.
Fique na paz de Deus!!!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Claumirzinho,

A paz do Senhor.

Seu testemunho é bonito, e eu louvo a Deus por sua conversão.

Mas o fato de o nome de alguém poder ser riscado do livro da vida é inegável. Se alguém não vencer, deixando-se vencer por uma vida de pecado, com certeza terá o seu nome riscado do livro da vida (Ap 3.5).

Leia sem preconceito os capítulos 2 e 3 de Apocalipse e verá que o próprio Senhor Jesus falou da necessidade de arrependimento para os pastores (e igrejas) que estavam seguindo a doutrinas falsas, além de ter falado da necessidade de perseverança até ao fim, no caso de pastores (e igrejas) que o estavam agradando.

Não podemos nos valer de certas passagens da Bíblia para anular outras. O bordão "Uma vez salvo, salvo para sempre" é antibíblico e ilusório.

Não estou dizendo com isso que a salvação é perdida por qualquer motivo (ou qualquer pecado). Mas a permanência consciente no pecado é uma demonstração de que a pessoa que assim age está desprezando a sua salvação (2 Pe 2).

Em Cristo,

CSZ

wendelberg disse...

Pr Ciro, um nome riscado poderá ser reinserido? O livro do qual Moisés se referia era o livro da Vida?
A paz.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Wendelberg,

O problema de muitos, na interpretação da Bíblia, é que analisam as vrdades bíblicas à luz da lógica humama. No caso do livro da vida, muitos ficam pensando em um livro todo rabiscado...

Ora, ter o nome inserido no livro da vida signinifica que a pessoa é salva, regenerada. Uma vez que a pessoa, por livre e espontânea vontade, se afasta da presença de Deus, ela estará por livre e espontânea vontade desgarrando-se das mãos do Sumo Pastor. Só existe segurança da salvação em Cristo.

Uma pessoa desviada, desgarrada, poderá sim voltar-se para Deus. Lembra-se do "Voltai, ó filhos rebeldes", mencionado no livro de Jeremias?

Em Cristo,

CSZ

claumirzinho disse...

Pastor Ciro depois de um mês orando e estudando (nessa ordem) sobre o que me pediu, como se na primeira vez que li não tivesse prestado atenção, cheguei à seguinte conclusão: Os que se "convenceram" não foram escrito no livro da vida (Deus não pode ser pego de surpresa! Deus sabe tudo!). Mas os convertidos pelo poder de Deus esses uma vez escritos não poderão ser apagados (a promessa foi feita nEle mesmo para que não dependesse de mim, Graças a Deus!!!).
Abrigado pela a atenção dispensada a mim, mas realmente não concordo com colocação e palavras posta como se fossem faladas por mim como:"uma vez salvo, salvo para sempre", mas os realmente salvos por Deus, salvos para sempre.Deus não muda!Deus não aceita suborno!Deus não depende do homem!Poderia citar tudo que já citei mais estaria falando que o Sr. não leu o que escrevi e eu não faria isso.
Fique na paz de Deus!!!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Claumir,

Verdadeiramente, Deus não muda em seu caráter, mas o homem muda, e o Senhor respeita as decisões humanas. A salvação não é dada a força. Não existe graça irresistível. Estude 2 Pedro 2. Aqui vê-se claramente como alguém pode abrir mão da gloriosa salvação em Cristo.

Não é Deus quem tira a salvação de alguém. É a própria pessoa que permanece no pecado, rebela-se contra a Palavra, apostata da fé. E não pense que os condenados são aqueles que nunca foram salvos. O texto de 2 Pedro 2 menciona falsos mestres que se tornaram falsos mestres, mesmo depois de terem escapado das corrupções do mundo e sido resgatados.

É importante que não prevaleça o que o irmão pensa nem o que eu penso, mas O QUE A BÍBLIA DIZ.

Em Cristo,

CSZ

Anderson disse...

Caro pastor Ciro,

Estive estudando mais essa postagem e gostei mais uma vez,porém,tenho uma pequena dúvida: Acima vc declara algo importante,"É importante observar que, em Apocalipse 17.8, está escrito que os nomes estão relacionados no livro da vida desde a, e não antes da fundação do mundo".

Muito boa tal argumetação,mas e quanto ao que está escrito em
(Ef 1:4)? "Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor";

É apenas uma dúvida pastor,se poder saneala,agradeço..

Que a paz do Senhor esteja sobre sua vida !

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Anderson",

A eleição é de UM POVO, a Igreja, aqueles que estão NELE, e não de indivíduos. A eleição de Israel também não foi de indivíduos, mas de UM POVO. Nós, à semelhança de Israel, somos a GERAÇÃO ELEITA (1 Pe 2.9,10).

Em Cristo,

CSZ

anderson disse...

Pastor Ciro,

Obrigado por tal esclarecimento.Gosto muitos dos seus artigos,são edificantes.

Que Deus continue nos ajundando e nos auxiliando.Que possamos batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos (Jd 1:3).

Em Cristo,

Anderson/SP

prcleilson disse...

Pr. Ciro,

Tenho lido muitos artigos seus e tenho gostado muito. Admiro sua coragem para combater os falsos que existem em nossos dias.

É também interessante seu comentário a respeito do Livro da Vida. Entretanto, observo que o versículo de Ap 17.8 usa o verbo para falar dos que não foram escritos (oú gegraptai), ele não se refere aos que foram escritos. O tempo desse verbo é perfeito, o modo é indicativo e a voz é passiva, ou seja, não está no poder da pessoa, mas no poder de quem escreveu. Está no tempo perfeito, por isso não quer dizer que tenha algum dia sido escrito, caso contrário seria tempo presente (linear). "Desde" (apo) realmente significa o que o Pr. falou, "a partir de", ou seja a partir da fundação do mundo, Deus não escreveu os nomes dessas pessoas no Livro da Vida.

Por isso não vejo Ap 3.5 como uma ameaça para riscar os nomes dos não vencedores, uma vez que tais nomes não foram escritos de acordo com Ap 17.8. O que vejo em Ap 3.5 é uma ratificação de que os nomes dos salvos realmente não serão riscados. Os nomes dos desistentes, dos que não perseveraram até o fim, dos que insistem em viver no pecado, não podem ser riscados, uma vez que não estão escritos.

Obrigado por publicar nossos comentários. Nem todos têm coragem de fazer isso em seus blogs.

Deus continue te abençoando e usando grandemente!

Um abraço!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Cleilson,

Eu não ignorei o tempo verbal e outros pormenores ligados a Apocalipse 17.8. Mas, se há aqueles cujos nomes não foram escritos "desde a" fundação do mundo, também há aqueles cujos nomes, ao contrário, VÊM SENDO ESCRITOS no Livro da Vida, a partir do momento em que Deus fundou o mundo e pôs nele os seres humanos.

Quanto a Apocalipse 3.5, o texto é claro: só não terão os nomes riscados aqueles que VENCEREM! Medite também em 1 Coríntios 15.1,2 e Hebreus 3.12-14.

Entretanto, agradeço-lhe pela contribuição e respeito a sua opinião.

Em Cristo,

CSZ

prcleilson disse...

Obrigado, Pr. Ciro.

Eu tb respeito sua opinião, mas veja bem, o sr. é professor de hermenêutica. Sabe muito bem que o contrário de "não foram escritos" não é "vêm sendo escritos", como o sr. falou, mas sim "foram escritos". Da mesma forma que os que não foram escritos é porque nunca foram, assim também os que foram escritos o foram de uma só vez. Como o sr. sabe melhor q eu, essa é a interpretação por contraste e nesse texto, implícita.

Abraços.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Cleilson,

Não me considero melhor do que ninguém por ter ministrado, por graça de Deus, Hermenêutica e Exegese no seminário, as quais, aliás, são, até hoje, as minhas matérias preferidas.

O que tenho a dizer, finalizando, é que a Bíblia é análoga. Nem sempre a filologia sagrada é suficiente para a elucidação de certas passagens. Por isso, valho-me da analogia geral para afirmar que os nomes dos salvos vêm sendo inseridos no Livro da Vida, na medida em que ocorrem novos nascimentos (Jo 3.3). Até porque alguém só pode ser registrado no cartório, humanamente falando, depois do seu nascimento.

Eu tenho certeza, à luz da analogia geral da Bíblia, de que não existe uma lista prévia de eleitos e não eleitos.

Quanto à interpretação que faço da passagem de Apocalipse 17.8, valho-me do paralelismo de ideias, considerando que há similaridade com Apocalipse 13.8. Aí se menciona o Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. É claro que Ele não foi morto ali, no começo, de uma vez por todas. Antes, cada cordeiro morto sacrificialmente apontou para o perfeito sacrifício que seria realizado.

Em Cristo,

CSZ

ENOQUE SILVA - Osasco - SP disse...

Caro irmão Ciro: Desde que conheci seu blog, sempre que posso leio seus posts e os acho interessantes e excepcionalmente bem escritos, pelo que lhe dou meus sinceros parabéns. Seu blog chega a ser um oásis nesse deserto espiritual e intelectual que é a internet. Mas quanto à possibilidade de alguém ter o nome riscado do livro da vida, especialmente com as referências que deu, me deixou preocupado. Vou destacar apenas um trecho: "Em Êxodo 32.32,33 vemos essa verdade na intercessão de Moisés pelo povo: “Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito. Então, disse o Senhor a Moisés: Aquele que pecar contra mim, a este riscarei eu do meu livro”. Apenas uma pergunta: Esse livro é o Livro da Vida do Cordeiro citado em Apocalipse? Além disso, onde está a ligação entre as referências citadas e os livros da memória, da natureza, da consciência? Gostaria de sugerir a leitura de um livro, se é que ainda não o leu: "O Plano de Deus e os Vencedores", de Watchman Nee. Creio que muitos pontos sobre o assunto serão esclarecidos. Paulo nos diz que fomos escolhidos (eleitos) por Deus em Cristo, antes da fundação do mundo. Ora, se fomos eleitos, como deixar de sê-lo? Quanto a Judas, creio que ele é um dos grandes mistérios da Bíblia, pois quando morreu "foi para o seu lugar". Que lugar é esse? Além disso, o próprio Senhor Jesus disse que dos que o Pai havia lhe dado, nenhum se perdeu, senão o filho da perdição, que havia sido posto para isso mesmo, isto é, para a perdição... O assunto é extenso e curioso...

Fraternalmente em Cristo,


Enoque

Queiroz disse...

Deus não é Deus de brincadeira, você não pode estar salvo hoje e condenado amanhã.O Livro da Vida foi escrito antes da fundação do mundo e nele não pode mais ser incluído nem riscado nome de ninguém. Filipense 2:13-15 diz: Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Portanto, a pessoa que é salva sempre vai perseverar pelo poder de Deus e atuação do Espírito Santo. Jesus disse em João 10:27-29 - As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;
E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.
Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.O que ocorre é que nõs podemos ser engdanados por alguém que diz que se converteu,mas Deus ninguém engana porque Ele nos sonda, nos esquadrinha e nos conhece perfeitamente.Se a salvação dependesse de nosso esforço para perseverar, ainda mais com o Velho Adão que nos contamina desde o nascimento, não seria pela graça e a Bíblia seria mentirosa.

FABILICIO FELIX disse...

OI A PAZ EU GOSTARI DE TER UMA RESPOSTA MAIS CLARA SI A PESSOA SI AFASTA DOS CAMINHOS DO SENHOR ELE VAI TER O SEU NOME RISCADO DO LIVRO DA VIDA OU NÃO
SERA QUE O NOME DELE CONYINUA LA

fabilicio disse...

OI A PAZ EU GOSTARI DE TER UMA RESPOSTA MAIS CLARA SI A PESSOA SI AFASTA DOS CAMINHOS DO SENHOR ELE VAI TER O SEU NOME RISCADO DO LIVRO DA VIDA OU NÃO
SERA QUE O NOME DELE CONYINUA LA

DCº GIL ALISSON disse...

PRª APAZ DO SENHOR, APROFUNDAMOS NESTE COMENTARIO MEDIANTE ESTE ESTUDO ESTAMOS TENTO, UM DEBATE NA CONGREGAÇAO. A SABER SE NOSSO DEUS RISKA OU NAO RISKA O NOME DO LIVRO DA VIDA, DIRETAMENTE A PALAVRA NAO NOS FALA QUE DEUS RISKA MAIS TAMBEM NAO DIZ QUE NAO RISKA, O SEU ESTUDO AJUDOU BASTANTE , PEÇO A DEUS QUE PERMANEÇA TE ABENÇOANDO, A MAIOR SABEDORIA VEM DO DONO DA REAL SABEDORIA, SALOMÃO RECEBEU NA VERDADE UMA PARTE MINIMA, DA SABEDORIA DE NOSSO DEUS. FICA COM DEUS E APAZ DO SENHOR.

Elias Filho disse...

Irmão Ciro, agora vou discordar de você em relação a isso, pois jamais o nome de uma pessoa que nasceu de novo e que desde o momento da sua conversão passou a ser morada do Espírito Santo tenha o seu nome riscado do livro da vida!
Seria muito estranho uma criatura passar de criatura-filho-criatura novamente.
Veja essa passagem em Efésios, de acordo com o contexto para não cairmos em interpretação fora dele.
Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.
Efésios 1:13. E também:
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16. Vida eterna - Vida que Deus a tem e que passa a aqueles que nascem de novo. Então como pode a vida eterna morrer, uma vez que temos ela? O próprio versículo responde: "não pereça".
E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.
Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.
João 10:28-29.
Aqui nesse texto juntamente o contexto, não se trata de o crente vir a pecar ou não - se desviar ou não, mas unicamente de uma vez remido, nascido de novo, essa pessoa jamais será tirada das mãos do Pai que é maior que todos!

Mário César de Abreu disse...

Paz Pastor Ciro!

"PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito."
(Romanos 8:1)

"Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós." (I João 2 : 19)

Aí está 2 tipos de pessoas-As que são "crentes verdadeiros","nascidos de novo" pela vontade de Deus e não de homens(João 1:13) e os Outros que "não eram dos nossos"(O Pastor conhece os contextos,não tenho dúvidas)

Bom amado, retire de seu coração esta idéia que Jesus é incompetente para assegurar a perseverança dos que Ele salvou. e não se esqueça:

("Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra." (Romanos 11 : 6)

Fica com Deus!

Mário

ALESSANDRA disse...

como entender esses textos que DEUS fala atravez do rei DAVI inspirado pelo ESPIRITO SANTO,que DEUS não retirará de sobre a semente de cristo ,que somos nós ,a sua beneguinidade ,que mesmo se quebrarmos seus mandamentos ,mesmo assim ele nos visitara com açoites???/ ...........................................Também o farei meu primogênito mais elevado do que os reis da terra.
A minha benignidade lhe conservarei eu para sempre, e a minha aliança lhe será firme,
E conservarei para sempre a sua SEMENTE , e o seu trono como os dias do céu.
Se os seus filhos deixarem a minha lei, e não andarem nos meus juízos,
Se profanarem os meus preceitos, e não guardarem os meus mandamentos,
Então visitarei a sua transgressão com a vara, e a sua iniqüidade com açoites.
Mas não retirarei totalmente dele a minha beneguinidade , nem faltarei à minha fidelidade
NÃO QUEBRAREI MINHA ALIANÇA, NÃO AUTERAREI O QUE SAIU DOS MEUS LÁBIOS
Uma vez jurei pela minha santidade que não mentirei a Davi.
A sua semente durará para sempre, e o seu trono, como o sol diante de mim.
Será estabelecido para sempre como a lua e como uma testemunha fiel no céu. (Selá.)

Salmos 89:27-
37...........................