terça-feira, 30 de outubro de 2007

Desvios do pentecostalismo clássico


O pentecostalismo clássico é um movimento formado por crentes em Jesus Cristo, fiéis, sinceros, que seguem ao que está escrito nas Escrituras sobre o batismo com o Espírito Santo, os dons espirituais, a cura divina e o modelo de culto neotestamentário (At 2; 1 Co 12.1-11; Mc 16.15-20; 1 Co 14.26).
Em nossos dias, há pelo menos sete desvios em relação ao pentecostalismo clássico, os quais confundem e atrapalham crentes sinceros de crescerem na graça e conhecimento do Senhor Jesus Cristo (2 Pe 3.18).
1. Pentecostalismo nominal. É um movimento formado por crentes que dizem ser pentecostais, mas não vivem o que pregam. São teóricos e dificilmente experimentam a sobrenaturalidade do evangelho.
2. Neopentecostalismo. Dizem-se e pensam que são pentecostais, mas não querem os seguidores desse movimento abraçar o que dizem as Escrituras. São experiencialistas; seguem a qualquer manifestação sem nenhuma análise, ao contrário dos crentes de Beréia (At 17.11). Para eles, modismos, como “cair no Espírito”, “dentes de ouro”, “emagrecimento”, “crescimento de cabelo”, “depósito em conta”, etc., são obras divinas.
3. Cessacionismo. Este desvio é grave, pois os seus propagadores, ignorando verdades bíblicas inquestionáveis, privam-se da sobrenaturalidade do evangelho, à disposição de todos os salvos (At 2.39). Alguns zombam dos crentes que crêem na atualidade dos dons. Apesar de sinceros, são racionalistas e por isso não compreendem as manifestações espirituais (1 Co 2.14,15).
4. Cessacionismo parcial. É um movimento composto de crentes que dizem aceitar apenas uma parte das manifestações do Espírito descritas nas Escrituras. Pensam que determinadas operações do Espírito não existem hoje só por que não passam pelo crivo de seus limitados raciocínios.
5. Anti-pentecostalimo. Além de cessacionistas, os seguidores desse “ismo” nutrem uma aversão aos pentecostais, chegando a afirmar que estes estão endemoninhados. São iracundos, irônicos, invejosos, zombeteiros. Gostam de desafiar os pentecostais e consideram estes ignorantes, incapazes de refutar as suas argumentações meramente racionais.
6. Pseudo-pentecostalismo. É vivenciado por pessoas inconversas, não-regeneradas, mariólatras, que crêem na intercessão dos “santos”, chamados no Brasil de carismáticos. A Bíblia diz que o Espírito Santo é dado somente aos que obedecem a Deus (At 5.32). O Senhor Jesus afirmou que o mundo não pode receber o Espírito de verdade (Jo 14.17).
7. Pentecostalismo apóstata. É um movimento liderado por homens que já propagaram e defenderam o pentecostalismo clássico. Apostatando da fé, deram ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios (1 Tm 4.1). Propagam heresias e modismos, como “bênção de Toronto”, "unção do riso", conversas com santos mortos, como Paulo, Maria, etc., arrebatamentos em grupo, transferência de unção, “unção do leão”, avivamento extravagante, etc.

Assistam a este vídeo:
http://br.youtube.com/watch?v=jm4L0dbABLM

A mensagem do Senhor Jesus para todos esses “desviados” é uma só: “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mt 22.29).

Ciro Sanches Zibordi

8 comentários:

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor!

Como o Pentecostalismo Clássico sofre! Primeiros vieram os cessacionistas que classificavam a glossolalia como "heresia de penteca", agora vem os neo-pseudo-pós-pentecostais que denigrem o pentecostalismo. Um fato interessante é que os adpetos de modismos como a "bênção de Toronto", se classificam como os verdadeiros representantes do Pentecostalismo.Estão estes completamente enganados, pois não conhecem a fundo a doutrina pentecostal e nem a história do Movimento Pentecostal.
Hoje há expressões que denigrem o pentecostalismo, como "reteté de Jeová" e grandes pregadores "pentecostais" que são admiradores número um de Benny Hinn (vide o mega-pregador do momento).
Infelizmente há uns "presbichos" da vida, que em vez de analisarem os movimentos, doutrinas e experiências pelo crivo da Palavra de Deus; preferem xingar e difamar os amantes da "reta doutrina"(expressão que está sendo até criticada hoje em dia). Quando expresso algumas análises por meio de textos, há um "presbichos" que só falta me mandar para o inferno; mas sem esquecer, já ouve um que "profetizou" a minha morte por pregar heresias e me condenou ao fogo do inferno. Esse tipo de "presbicho" é comum, mas pastor Ciro, continue na luta e "batalha pela fé". um abraço!

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Pablo Ramada disse...

Paz, Ciro!

Sua postagem cai bem pertinho do dia em que se comemora a Reforma, é na Palavra de Deus, e pela Palavra de Deus, pelo Espírito e no Espírito de Deus.

Deus o abençoe!

Karin disse...

Caro pastor Ciro, a paz do Senhor Jesus!!
A verdade meu irmão é que a verdadeira presença do Senhor incomoda muitas pessoas, não que ela não esteja presente em um culto tradicional, mas cá entre nós, quando o espirito santo do Senhor enche o ambiente e o Senhor se manifesta nas linguas nas profecias, eu costumo falar que o céu dever ser assim, aquela vontade de não sair mais da presença de Deus.
Más como o irmão mesmo expos em seu artigo, devemos sim tomar cuidado com os espiritos enganadores, e creio irmão que na leitura da palavra de Deus e na constante oração, o Senhor dá discernimento aos seus servos para reconhecerem o que vem dele ou da Carne, assim como o irmão o faz. Glória a Deus por sua vida, pois o Senhor tem dado sabedoria ao irmão, para discernir e poder exortar a outros amados sobre os perigos dos espiritos enganadores, e também sobre a exclusão dos Espirito Santo em suas vidas.
A paz do Senhor.

Pb Uilton disse...

A Paz do Senhor

Quero parabeniza-lo pela que coragem e determinação em defender as verdades biblicas e principalmente nestes dias em o modismo estar entrando nas igrejas.

Parabens e continue assim nos ajudando a aprender um pouco mais sobre as verdades biblicas e quero dizer que acompanho os seus trabalhos a muito tempo, ate hoje eu tenho uma revista manual do obreiro com um artigo , cuidado com os cliches evangelicos.


um abraço e fica na Paz


Pb Uilton

Emmerson EL-SHADDAI disse...

Paz do SENHOR Pastor!!! Parabéns pelo post, o senhor nos abriu um grande espaço, digamos que nós temos um curso de teologia em casa, e ainda de graça, e não sabemos. Agradecemos a DEUS por ter lhe dado essa tão grande sabedoria, a sinceridade e desposição para nos ensinar o verdadeiro Evangelho, muito obrigado DEUS(Glória ao SENHOR JESUS) Obrigado Pastor Ciro, por fazer desse veículo de comunicação, um grande meio de ainda mais aprender-mos a Palavra. E aida fica aqui a minha perguntinha que fiz, sei que não tem nada haver com o post, pelo menos me dê passagens onde posso tirar minhas dúvidas, sobre...que saõ as duas testemunhas em apocalípse? Paz do SENHOR

Luciano disse...

Acretido que para o pentecostalismo classico seja vivenciado como na origem deveremos fazer muito jejum, oração e leirura na palavra de Deus, pois os dias são trabalhosos.
Como defensor apologetico das escrituras e por já de ter seu ministério com aprovação do Senhor, peço-te por favor, como nós geração de pregadores da atualidade, podemos combater este aspectos apostatas, visto que, nossas lideranças alegam deter a verdade do que pregam, mas a luz da palavra de Deus estão no erro, corremos o risco de sofrer como Jeremeias e lamentar depois.Como o pastor agiria se tivesse iniciando o ministerio da palavra e com esta visão visto que acretido que o pastor tenha acretidado em muitas coisas que já foram pregadas, mas após ter estudo como Esdras as escrituras obteve esta firmeza em seus post´s.

Paz do Senhor.

DETI disse...

a paz do senhor pastor ciro.
sou pentecostal a minha igreja, igreja da fé do brasil. liturgicamente, é uma ad. classica.
teologicamente tb, uma ad.classica.
gostaria de te faser uma pergunta, no meio classico das AD, NÓS NÃO TEMOS ESTE TIPO DE MOVIMENTO QUE VC CITOU, OU TEMOS.

Felipe disse...

Caro pastor Ciro

Perdoe meu pessimismo, mas não encontro mais espiritualidade no pentecostalismo. Os cultos pentecostais de hoje visam o benefício imediato na vida do crente na igreja. Certo dia, vi pessoas gritarem e baterem palmas descontroladamente, e me perguntei: "como podem dizer ser esta a manifestação do Espírito"?

Parece que, não importa a piedade do crente; importa, sim, se ele se descontrola no culto.

Em perplexidade
Felipe