quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Beyoncé e Eminem na igreja?


Meus amados irmãos internautas, quando navegamos pela Internet, especialmente pelo YouTube, percebemos como a igreja "evangélica" evoluiu!
O "ministério" da dança, hoje, com certeza, é uma das grandes ferramentas de "louvor" e "evangelização" da igreja pós-moderna, como podemos ver neste vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=MMDqIwX4WBE

O que vemos no vídeo acima?
1) Uma apresentação igualzinha às chamadas danças de rua, mas dentro de um templo "evangélico".
2) Uma coreografia, em grande parte, similar às apresentadas por astros do hip-hop, rap, funk, como Beyoncé, Eminem e cia.
3) Um "hino" quase ininteligível, mas com uma "mensagem" muito atual.
4) Uma batida em muitos momentos parecidíssima com as tocadas em bailes funk. Ah, escolhi um vídeo mais moderado, para não escandalizar os conservadores... Mas há outros bem mais "avançados"!
Isso não é o máximo?
Os nossos jovens agora podem cantar e dançar à vontade dentro dos templos! Que avanço!
Estou realmente "maravilhado" com todo esse progresso.
Afinal, cantar louvores com um coração preparado (Sl 57.7) ou adorar a Deus em espírito e em verdade (Jo 4.23,24), apenas, é algo muito retrógrado, vocês não acham?
É bom mesmo que a nossa "moçada" seja, a cada dia, estimulada a ser parecida com o mundo. Quem sabe, com isso, não vejamos surgir em nosso meio novos Eminens e Beyoncés!
Isso seria muito bom! Ademais, de que valem as recomendações bíblicas: "Não ameis o mundo nem o que no mundo há" (1 Jo 2.15), "Não vos conformeis com este mundo" (Rm 12.2) e "qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus" (Tg 4.4)? O importante é conquistarmos o maior número de pessoas e oferecer a elas uma liturgia "amigável" e divertida, não é mesmo?
A igreja "evangélica" brasileira está de parabéns! Uma salva de palmas para todas essas inovações, que tiram a monotonia do culto e diminuem (ou subtraem) o tempo destinado à pregação da Palavra de Deus! Que maravilha!

Ciro Sanches Zibordi

58 comentários:

Artur Freire disse...

Estimado pastor Ciro, a paz do Senhor!

Parabéns por mais um artigo em que se vê criticado algo que NÃO pode entrar em nossos templos, mas que por razão de "força maior" (= atrair jovens) tem entrado deveras.

É como o senhor mesmo afirma: "não devemos confundir salvação com reintegração social.", como fazem, sem querer (acredito eu), alguns de nossos irmãos, incautos - no mínimo.

Sem dúvida, é a Palavra se cumprindo.

O que o senhor acha das artes cênicas presentes em nossas igrejas?

Do "Ministério de Dança" não preciso nem pergungar, visto já ter o senhor discorrido sobre nos seus EVANGELHOS QUE PAULO JAMAIS PREGARIA.

Um outra coisa: quando tento propagar algumas correções necessárias às nossas igrejas (dessas que vejo aqui), nem sempre sou bem "visto" ou aceito. Considero normal (atualmente), uma vez observar suas diversas "Cartas aos Maldizentes" desavisados.

O SENHOR continue abençoando-o.

Em Cristo Jesus,

Artur Freire

Pablo Ramada disse...

Pr. Ciro, vez por outra leio seus artigos e nem sempre comento, mas esse merece um comentário.

Primeiro gostaria de dizer que li a "sua" opinião sobre o que pensa da dança, e não entendo como a verdade sobre isso, espero que você também não ache isso, apesar de estar fundamentado em versículos.

Entendo que tem muita baboseira por aí e muito erro dentro das igrejas. Mas não posso dizer que o erro está na dança, está? Ou está nos dançarinos? ou na motivação?

O Salmo 57.7 que você usou fala em cantar ao som de instrumentos. O senhor lembra quantos anos passaram para que a bateria entrasse nas igrejas? e a guitarra? instrumentos criados para a "adoração" mas tidos como demoníacos ou sei lá o que. Afinal um instrumento pode ser demoníaco, ou o uso que se faz dele?

Na África, as igrejas estão cheias de tambores adorando a Deus, os mesmos usados nos terreiros de macumba. Será que Deus aceita esse louvor? Na Oceania, é tradição de alguns se tatuarem, e quando se convertem fazem isso em adoração, é um pouco diferente do nosso ocidente, não é? E Deus, aceita isso?


João 4.23,24, adorar em espírito e em verdade, está relacionado a dançar ou tocar? ou é uma atitude que só Deus pode julgar, do coração. Davi dançou, em espírito e em verdade, ou não?

"Não ameis o mundo nem o que no mundo há" - esse texto está se referindo a dança? Acredito que se os jovens deste vídeo estão apenas querendo chamar a atenção para si, como as estrelas Eminem e Byonce, então cabe a eles a exortação, mas se desejam adorar a Deus com seus talentos, estão no caminho certo. Ou seria o Balé, o jazz, o blues, o rock, o axé, o hip-hop, ritmos do diabo?

"Não vos conformeis com este mundo" - "ser amigo do mundo", novamente pergunto, estão se referindo a dança ou algum tipo de ritmo? Ou está se referindo a uma vida de pecado? seja ela na dança ou na leitura, ou na música e pensamentos.

A "minha" opinião, é que em momento algum e em lugar algum Deus condena os nossos talentos, sejam eles cantando hinos ou cantando raps. eu mesmo não gosto de certos ritmos, mas sou eu que não gosta, não posso dizer que Deus não aceita, por que Ele é que conhece o coração dos homens e o único capaz de dizer qual adoração é em espírito e em verdade, por que ele não julga pelo que vê nem pelo que ouve, mas Ele sonda os corações, sonda os pensamentos, as motivações.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Pablo Ramada,

Agradeço-lhe pela participação e pela "audiência".

Meu amado, eu não estou fundamentado em versículos isolados, como o irmão sugere. Minha argumentação é fundamentada no fato de que a Palavra de Deus não é apenas um livro de promessas e mandamentos. Ela é também um livro de PRINCÍPIOS. E quem de fato ama esse glorioso Livro, considerando-o a sua regra de fé, de prática e de VIVER, sabe que a dança não combina com o louvor a Deus verdadeiro.

A cegueira tem atingido mesmo muitos líderes, a ponto de não perceberem como os nossos cultos se transformaram em shows, para animar a "moçada", para fazê-la dançar... E a Palavra, meu caro? Onde vamos parar? Vamos ficar iguais às igrejas da outra América, em que até luta livre é apresentada para o povo? É isso que é culto?! Não! Não podemos nos apartar da simplicidade que há em Cristo (2 Co 11.3).

Já leu "Com Vergonha do Evangelho", de John MacArthur, editora Fiel? Leia-o, se é que passagens bíblicas não o convencem.

Oh, quantos anos se passaram para a bateria entrar na igreja... É verdade! Mas que avanço isso representa? É isso uma grande conquista, meu amado irmão?! Não tenho nada contra os instrumentos musicais... Por outro lado, o que é o culto? É uma reunião em que cada vez mais são introduzidos elementos que nos agradam?

Na África acontece isso e aquilo? Oh, sim, é verdade. Mas os crentes não são guiados por costumes e cultura. Quer dizer que porque o brasileiro tem samba no pé, devemos sambar nos cultos? Meu caro, não se esqueça de que a Bíblia tem de controlar todo o seu viver. Caso contrário, você pode agir como bem entende, e ainda achar que está certo. Pense biblicamente.

As Escrituras não possuem apenas mandamentos. Ela tem princípios. Já leu 1 Coríntios 6.12; 10.31; 1 Tessalonicenses 5.22; Gálatas 5.21; Hebreus 12.1; Filipenses 4.8? Leia essas passagens e pergunte para você mesmo se dançar no culto passa no crivo desses princípios. Tudo nos é lícito, mas há coisas inconvenientes, que não edificam, que parecem pecado, que são similares às obras da carne, etc. Pense biblicamente, meu amado. Abandone as suas preferências. Renuncie-se a si mesmo para seguir a Cristo (Lc 9.23).

Davi dançou no templo? Ele estabeleceu dançarinos e coreógrafos? Não! Ele dançou fora do templo, numa dança que expôs a sua alegria, uma alegria patriótica. Mas estude a Palavra sem preconceito. Veja que depois de sua dança, ele oferenceu um culto a Deus SEM DANÇA!

O irmão precisa reconhecer que a Bíblia é um livro de PRINCÍPIOS. Só assim entenderá o sentido de textos como Romanos 12.1,2; 1 João 2.15-17; Tiago 4.4. O irmão freqüenta a escola dominical? Aproxima-se da Palavra reconhecendo que ela é que deve guiá-lo (Sl 119.105), e não o contrário? Acorde, meu amado, com todo o respeito. Ainda há tempo.

Em Cristo,

CSZ

Pablo Ramada disse...

Não vou criar um debate para provar alguma coisa. Que Cristo seja adorado e nos ilumine sempre, pelo Espírito Santo, e que o nome de Cristo seja glorificado em nossas vidas.

Que Ele continue te dando essa sabedoria que demonstra ao escrever. E mesmo não concordando com tudo o que você diz, não significa que não sejamos irmãos, pelo contrário, irmãos, de verdade, estão sempre juntos. Fazemos parte da mesma família, do mesmo Espírito, da mesma fé, do mesmo Deus. Toda glória a Ele!

Luciano disse...

E meio a tanto escandalos e heresias, o que conforta-me e que há alguns que não dobram o seu joelho a baalins.
Por isto estou com vegonha da classe evangelica, mas não me envegonho deste do verdadeiro Evangelho.
Foram sábias sua palavras Pastor, confesso que tenho deixando minimazado o blog e cada 10min o consulto para me enriquecer da apologia pelo cristianismo autêntico.

Fiquem na PAz.

Anônimo disse...

Concordo com o pastor em todos os aspectos...tenho medo de um dia o tal de funck ou dança entrar em minha igreja, não vejo muito o que fazer a não ser orar muito para que isso não ocorra...já tenho combates demais contra campanhas e oposições a batismos, e tentando implantar mais tempo para a palavra ao invés de “canta, canta” se entrar esse tal de ministério de dança...nem sei!
Pastor além da oração, como proceder quando isso começa a ocorrer em nossas igrejas? Deixar nosso ponto de vista biblico claro ao pastor?
Anderson Rodrigues (Teresópolis RJ)

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A dança nunca foi elemento de culto na história do critianismo. A dança de Davi e dos hebreus nunca foram cúlticas e sim, comemorações patrióticas, como bem afirmou o pr. Ciro Zibordi. Infelizente, o culto virou uma bagunça só, pois é "reteté", coreografias, músicas e cantorias etc. E a exposição da Palavra? E a genuína manifestação dos dons? E a refexão profunda advina de um culto racional? Precisamos de uma reforma litúrgica, senão vamos transformas cultos em mero entretenimento vazio!

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogpot.com

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Pablo,

Deus o abençoe! Não me tenha mal pela sinceridade e pela maneira direta de tratar dessas questões.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Luciano,

Agradeço-lhe pelas palavras. Que sejamos, de fato, seguidores do evangelho de Cristo.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Irmão Anderson,

É preciso orar e agir. Precisamos pregar a verdade, alertar o povo de Deus. Não tenha medo de pregar contra o que está errado. Pregar o evangelho é mostrar o que é certo à luz da Bíblia, mas também refutar o que depões contra o evangelho de Cristo.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Gutierres,

Agradeço-lhe pela corroboração. Continue assim, e firmemo-nos a cada dia na Palavra de Deus.

CSZ

Pablo Ramada disse...

Pr. Ciro, teologicamente, sempre haverão debates, Calvinismo ou Arminianismo? É só um exemplo. o importante, que eu acho, não é ganhá-lo, e sim, ter uma postura humilde como a sua, como a minha e entender as diferenças, afinal, Deus nos fez diferentes. Porém, não desunidos. Essa questão de ter a dança no culto ou não, é bem pessoal e tem muita opinião para ambos os lados. Você já demonstrou a sua e eu a minha.

Cresçamos no amor de Cristo, quer dançando ou não.

Digo dançando, porque tenho formação teatral e coreografo. E sempre tive o cuidado de entender a forma de crer do meu próximo. Já estive em várias igrejas em que não dançamos, apresentamos apenas as peças teatrais, justamente porque era essa a forma de crer daquela igreja. Eu vejo o teatro e a dança como uma grande forma de adoração e uma estratégia de evangelismo, principalmente nas ruas. Mas admito, todos os dias estou crescendo em meus conceitos e tenho pedido sabedoria a Deus em como usar esses talentos.

Como deve agir um bailarino que se converte? Nunca mais dançar? Se ele não pode dançar na presença de Deus [culto], onde então?

Pergunto com sinceridade, porque quero crescer.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Pablo,

Você pode ter a sua posição, e eu a minha, mas o que deve ficar claro é que a Palavra de Deus diz NÃO à dança no culto. Isso não faz parte do culto a Deus, aceitemos isso ou não. Não há nada no Novo Testamento que a apóie, pelo contrário. Fala-se muito da dança de Miriã, mas o que vemos hoje está mais para Salomé.

Portanto, deve ficar claro que eu não estou aqui defendendo uma tese. A Palavra de Deus é a verdade, ainda que nós não concordemos com ela. Deus não precisa de que concordemos para a sua Palavra seja a verdade. Ela simplesmente é a verdade.

Respeito a sua formação teatral e como coreógrafo. Mas esse é problema. Queremos fazer prevalecer o que nos agrada, o que está de acordo com a nossa formação, quando as Escrituras dizem: "Negue-se a si mesmo" (Lc 9.23). Desculpe-me, mas não fui chamado para fazer média ou ser político. Por isso, tenho de lhe dizer isso, mas com profundo respeito por sua pessoa.

Devemos ter cuidado de entender a forma de crer do nosso próximo. Mas temos de lhe dizer a verdade. João Batista foi considerado mais do que profeta por Jesus Cristo porque disse toda a verdade acerca dEle (Mt 11.11; Jo 10.41).

Infelizmente, as peças teatrais também estão tomando o lugar da exposição da Palavra de Deus. Não sou contra que, vez por outra, os jovens apresentem um número teatral, curto, objetivo, moderado. Mas, o que tenho visto hoje? Peças exageradas, que tomam o lugar da exposição da Palavra, e os templos estão se transformando em teatros.

Dança e teatro nunca serão formas de adoração. Estude sobre a adoração, meu amado irmão. Ela é muito mais profunda do que as efemeridades apresentadas hoje em dia, relacionadas com interesses comerciais e sem real fundamento na Palavra de Deus.

O bailarino pode dançar à vontade, meu caro. Mas não dentro do templo! Todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas edificam! Eu lhe pergunto: Como faz um cabelereiro que se converte? Deve ele cortar cabelo dentro do templo, na hora do culto? E um jogador de futebol, deve ele fazer embaixadinhas para "adorar a Deus"? Ora, não podemos fazer prevalecer as nossas preferências pessoais. A Palavra de Deus tem autoridade ou não?

Respondo com sinceridade, pois quero vê-lo crescer.

Respeitosamente,

CSZ

Pablo Ramada disse...

Bom, compreendi tudo o que quis dizer e agradeço.

Um grande abraço e fique na paz!

Fique a vontade para comentar no meu blog, não vou escrever sobre dança, fique tranquilo, rs, vez por outra escrevo umas reflexões, seria bom ve-lo por lá.

Paz!

PPRamada

Vitor Hugo da Silva disse...

Pastor Ciro a paz do Senhor!

Permita-me contar um breve testemunho a respeito de minha vida para o irmão Pablo Ramada.

Antes de aceitar a Cristo, fui por muito tempo jogador de basquete. Não querendo me vangloriar, mas jogava muito bem, ao ponto de ser convocado para a selação catarinense e disputar o brasileiro.

Recebi no ano de 1999 o troféu de melhor jogador do ano, sendo no mesmo ano campeão no brasileiro, estadual e joguinho abertos do estado de Santa Catarina. Sempre fui bem ativo nos esportes, pois pratiquei natação e também por algum tempo Jiu-jitsu.

Revelo tudo isto, pois gostaria que ficasse bem claro, de onde o Senhor me arrancou. Quando aceitei a Cristo, nem a natação, nem o basquete, nem o jiu-jitsu me fizeram falta. Pois, estava ciente que Cristo me chamou para pregar as boas novas as demais pessoas e não para ser um poli-esportista. Estou seguindo ao Senhor Jesus, e confesso que não sinto a mínima falta destes esportes para minha vida. É claro, que caminho as vezes com minha esposa e meu cachorro, para cuidar de forma não exagerada do meu físico.

Pablo, não sinto em glorificar a Deus no basquete, nem na natação, e muito menos no jiu-jitsu, mas sinto em glorificar a Deus com o meu testemunho de vida (I Tm. 4. 12). Não quero voltar as quadras, pois esta não é a vontade de Cristo para minha vida, além do mais, mesmo se eu sentisse esta vontade a negaria, pois em minha vida deve prevalecer a vontade de Cristo!

Creio que deu para entender a mensagem que quis passar!

Deus abençoe grandemente!

Vitor Hugo da Silva disse...

Pastor Ciro, eu não tinha visto a sua resposta, me desculpe! Acho que estava escrevendo quando você respondeu!

Deus abençoe e até a próxima!
Vitor Hugo.

ICHTUS disse...

A Paz do Senhor amados!

Louvo a Deus pelos "embates" saudáveis neste blog, do amigo Pr. Ciro.

É claro que em qualquer "demanda", alguém sai "perdendo". Mas não é o caso aqui, pois, todos opinam com equilíbrio, e em se tratando da maravilhosa Palavra de Deus, somos forçados a esquadrilhá-la, a fim de descobrir qual ponto de vista é válido.

E, nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. (2Co 13.8)

Portanto, motivados pelo Espírito Santo, busquemos a Verdade!

É o parecer.

Q Deus vos abençoe.

W. Schneider. - AD Pq Industrial -Curitiba

ICHTUS disse...

A Paz do Senhor amados!

Bisbilhotando os orkut's alheios, (de jovens crentes (!?)), e verifiquei que o que o mundão curte, eles também curtem e, nos vídeos, misturam o que estoura nas paradas das rádios "evangélicas" com vídeos que beiram a imoralidade... Aliás, a linha que divide o secular com o sacro é muito tênue. Por este motivo é que os jovens são impulsionados a ouvirem os grupos e cantores "gospel" que mais se assemelham com os mundados.

Harpa Cristã? Cantor Cristão? Hinário para o culto cristão? Jamais! o negócio e balançar o esqueleto!

"Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal! Que fazem da escuridade luz, e da luz, escuridade, e fazem do amargo doce, e do doce, amargo!"
Isaías 5.20

Que Deus tenha misericória de nós!

É o parecer.

W. Schneider Amaral, AD Parque Industrial

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Scheneider,

A paz do Senhor!

Agradeço-lhe pela participação, sempre direta, objetiva e verdadeira.

Em Cristo,

CSZ

Pablo Ramada disse...

Voltei, agora no finalzinho da noite, pra dizer que não tenho problemas em abrir mão da dança, aliás, a minha grande paixão é o ministerio com a Palavra, e depois o teatro. A dança veio como consequencia.

Deus seja louvado!

PPRamada

>> Teo Jornalista disse...

Apenas uma correção, Ciro: o nome da cantora é BEyoncé Knowles, que por sinal, é metodista de nascimento, cantava na igreja quando criança (algo muito comum nos EUA) e já participou de um grupo chamado Destiny's Child (Filho do Destino, o que, de acordo com alguns, é uma alusão ao próprio Jesus Cristo). Também concordo com você de que é hora das igrejas verdadeiramente comprometidas com a Palavra de Deus pugnarem a Bíblia e publicar um manifesto contra esses modismos heréticos e que em nada engrandecem o nome de Jesus, mas só servem para agradar à carne e trazer perturbação.

Muriel disse...

Pastor Ciro,
A paz do Senhor!

Desde que um irmão me recomendou esse blog, não passo um dia sequer sem acessá-lo. Outro dia até entrei em contato com o senhor para verificar sua agenda para que pudesse ministrar a Palavra na igreja em que congrego (ADCA -Assembléia de Deus Central em Araguari-MG) e fui muito bem atendida pelo senhor, e espero que em breve consigamos encontrar uma data...

Esse blog tem sido um instrumento de Deus para alertar os cristãos que amam a Palavra e prezam por ela.

Sempre recomendo, indico, mando por email os artigos postados aqui. Sobre canções então, nem se fala... Haja ouvidos para aturar tanta coisa sem fundamento que se ouve nos nossos dias. Uso seus artigos no jornalzinho da nossa igreja (citando a fonte, claro).

Sou uma simples serva do Senhor, batizada com o Espírito Santo e que deseja que os crentes de hoje sejam como os bereanos...

Abraços de sua irmã em Cristo,

Muriel

MARIO disse...

EI CIRO,SÓ POSTA O QUE TE INTERESSA ? OLHA OS DOIS PESOS E AS DUAS MEDIDAS.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Mário,

Primeiro, não sei se estou mesmo falando com o Mário ou alguém utiliza este nome, uma vez que o irmão (irmão?) não está "logado". Segundo, não publico comentários ofensivos ou difamatórios. Uma coisa é ser franco; outra, bem diferente, é ser ofensivo. Talvez seja por isso que os seus comentários não publicados. Seja mais educado e terei prazer em publicá-los.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Teo,

Agradeço-lhe pela valiosa participação.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada Muriel,

A paz do Senhor.

O meu coração se alegra ao saber que existem pessoas compromissadas com o verdadeiro evangelho. Continue assim, pois não devemos mesmo nos apartar da "simplicidade que há em Cristo" (2 Co 11.3). Saiba que, se Deus permitir, será uma honra estar com os irmãos em Araguari-MG.

Em Cristo,

CSZ

Filipe disse...

Pr. Ciro, como já comententei em seu orkut, eu gostei MUITO de seu artigo, especialmente quando você nos lembra que Davi dançou FORA DO TEMPLO e não dentro do Templo. Mas minha pergunta é... tenho 18 anos e creio que o Senhor tem me confiado o ministério da Pregação de sua Palavra, vamos supor que um dia Deus me confie uma igreja. Eu sei que na hora que eu abrir a boca para falar que não aceito danças na igreja, MUITAS PESSOAS,se não a maioria, sairão de minha igreja por esta razão. Inclusive com os jovens, eu vivo criticando as músicas sem base bíblicas e sempre sou o "do-contra", até mesmo antes de começar acessar seu blog, eu fico meio perdido e tenho uma pergunta em minha mente"O que fazer então?"
Que Deus continue o abençoando e a outra pergunta que lhe fiz no orkut tb, não sei se o senhor chegou a ler, o senhor tem CDs ou DVDs de mensagens suas?

A Paz de Cristo

ANA PAULA disse...

A Paz!
Leio sempre esse blog e fico feliz em saber que há obreiros de Deus que não estão deturpando as palavras de Paulo, quando ele diz que "se fez de louco para ganhar os loucos" para poder "ganhar almas".
Pois essa é a desculpa que na maioria das vezes eu ouço quando refuto tais modismos que estão entrando no meio cristão.
Mas, esquecem que o louvor não é arma para se ganhar almas e sim o PREGAR A PALAVRA, o louvor é para Deus, é adoração a Deus. Então, devemos agradar a Ele e não aos ouvintes.
Será que Ele tem se agradado?
Adorar é em Espírito (não corpo) e em Verdade.
Pr. Ciro, que Deus o abençoe mais e mais.
Ah! Já li seus livros e são muito bons.
Foi em Cordovil que meus pais casaram e foi de lá que foram enviados para o campo missionário, sou filha do pr. Kemuel Sotero.

blogueiro cristao disse...

.

Irmão Ciro,

Esta é a primeira vez que visito este espaço para cumprimentá-lo com a Paz.
Antes de mais nada, vou incluir seu blog entre meus "Blogs Recomendados"

Já tive a oportunidade de cuidar de uma congregação nos anos 90 e sobre o assunto abordado pelo irmão presenciei um fato tristíssimo, no final da semana passada.

Por questões de reciprocidade, minha família e eu fomos a uma festa de 15 anos de uma irmã em Cristo. Resumindo, a festa começou com o pastor da moça entrando com a bíblia, ao término teve a valsa, depois algumas músicas "gospel" e depois para surpresa nossa o funk mundano com aquelas letras, que o irmão já deve ter ouvido pela rua.

Meu irmão, o que acontece quando os pastores perdem a "ponta do cipó" com Deus e figem que isto "não faz mal?"

Por que o discurso no altar assembleano agora está tão enérgico e os filhos dos crentes tornaram-se primeiro "baladeiros" e agora estão caminhando para ser "funqueiros"?

Nunca tivemos tantos canudos de teologia e de doutores em divindade dentro da Igreja - mas porque ela esta morrendo?

um abraço do irmão João Cruzué.

.

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Caro Pastor Ciro!
Pelo jeito, cheguei ao artigo em um momento que praticamente não há mais o que se falar.
Registro apenas que, além da sinceridade bíblica do artigo,corroboro ainda com o resumo sintetizado e preciso do irmão Gutierrez e que vibrei com o brilhante testemunho de vida do amigo Vítor Hugo.
Quanto a saudável demanda com o irmão Pablo Ramada, acredito que foi um exemplo de discodância com respeito e amor cristão acima de tudo. Um fórum de debate com nível elevado.
Pastor Ciro, tenha certeza que o irmão Pablo Ramada, com suas réplicas e tréplicas, deu a você a oportunidade de ajudar, inclusive a pastores e líderes que precisam de argumentos bíblicos para aconselharem a muitos em suas igrejas, em especial a juventude, como no caso do assunto em tela.
Que o Senhor te conserve com a humildade e sinceridade que tem demonstrado em seus escritos, para que possa continuar nesse ministério apologético com eficiência,firmeza,moderação e espiritualidade.

Anônimo disse...

GRAÇA E PAZ IR CIRO!

Depois de certo tempo sem escrever, aqui estou participando novamente.

É controverso mesmo este assunto de música e dança na Igreja. Há muita especulação, muitas teses, teorias que aprovam ou desaprovam tais comportamentos.

Eu, no entanto, fico com a PALAVRA.
"Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;" João 5:39

Outro dia fiquei sabendo que um "famosa" cantora cristã "EMPRESTOU" uma de suas músicas para que uma grande emissora utiliza-se em uma de suas telenovelas.

Fiquei curioso, e na última sexta-feira assisti a dita novela para testificar o mesmo. E não demorou muito para tocar a canção utilizada nas cenas de um "pastor".

Agora eu pergunto Irmão Ciro;
Que efeito isso traz para o CORPO DE CRISTO?!? No meio de tantas coisas ilícitas sendo pregadas nesta novela; homossexualismo, prostituição, adultério, violência, participar com a intenção de evangelizar, como a dita cantora justificou, é a decisão mais correta?
Sem levantar as CIFRAS que isso pode produzir.

Na verdade o que acontece no meio evangélico, essa veneração aos cantores e cantoras, aos super-pregadores, é em parte culpa do povo, que não busca na PALAVRA a vida ETERNA, conhecer JESUS.

Pois quem conhece JESUS sabe que ELE jamais receberia um prêmio por ter falado algo com eloquência, ou por seu CD ter sido o mais vendido e tocado nas rádios, ou o seu livro ter se tornado um "Best-seller".

Ele mesmo disse; "Eu não recebo glória dos homens;" João 5.41
ELE jamais buscou isso. ELE veio fazer a VONTADE DO PAI, e não a sua própria. Não veio ser um super-pregador, um mega cantor, um grande escritor. Sua missão foi apenas uma e ELE cumpriu muito bem. ELE veio SERVIR!

Não acredito que o SENHOR se agrade de homens que se dizem cristãos (Semelhantes a CRISTO, que promovem festas para dar honras uns aos outros, conforme o mundo faz, como um Oscar ou coisa do tipo.

Aliás, ELE não aceita, ELE não deseja isso;
"Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?" João 5.44.

"Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal;" Mateus 20.26

Que possamos aprender com aquele que a si mesmo se humilhou e assumiu a forma de servo.
Que possamos ser a IMAGEM e SEMELHANÇA de CRISTO em TUDO começando pela sua OBRA.

Graça e muita PAZ meu Irmão!

Luis Carlos
Joinville/SC

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro João Cruzué (bloqueiro cristão),

Amém! Também o cumprimento com a paz do Senhor Jesus. Agradeço-lhe por incluir este blog entre os seus recomendados.

As suas considerações dispensam os meus comentários. Reflitamos... e façamos a nossa parte como homens de Deus.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Ana Paula,

A Paz di Senhor!

Agradeço-lhe por sempre ler este blog e pelas palavras de incentivo.

Que prazer saber que a filha do estimado pastor Kemuel Sotero visitou este blog! Sinto-me honrado!

As suas considerações acerca dos modismos injustificáveis dispensam maiores comentários. Deus abençoe a sua vida, e saiba que a sua participação é sempre bem-vinda!

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Filipe,

A paz do Senhor!

Quanto à sua preocupação, leia João 6 (todo o capítulo). Observe que o Senhor Jesus perdeu uma grande multidão de seguidores quando resolveu falar a verdade. Leia também Ezequiel 2 e Atos 7. O compromisso do pregador é com o Senhor e sua Palavra, e não com o povo e suas preferências. O culto não é para o povo, e sim para o Senhor. É Ele quem deve ser agradado.

Lembre-se de que o seu compromisso é com a Palavra de Deus e o Deus da Palavra. Não se deixe influenciar pela maioria, pois ela é perigosa mesmo (Mt 7.13,14,21-23; 2 Co 2.17; Fp 3.18; Mt 24.12). Poucos são os fiéis (Sl 12.1) e os verdadeiros adoradores (Jo 4.23,24).

Muitos gravam minhas pregações em DVD e áudio. Eu as autorizo, mas não para comercialização. Apesar disso, no "mercado negro" (risos) é possível encontrar algumas... Bem, falando sério. vou ver se consigo enviar algumas gravações para você...

Em Cristo,

CSZ

Karin disse...

Caro Pastor Ciro, a paz do Senhor!
Sou tremendamente contra esse ministerio de dança ou coreografia como alguns irmãos o chamam na minha igreja. Ao meu ver, não tem respaldo bíblico, exeto por aquela passagem em que Davi vai dançando em frente a arca da aliança, bom quando se quer sempre se acha algo na bíblia para tentar justificar um erro, ainda mais quando esse erro é puramente fruto de mundanismo na igreja.
O que mais me admira é que sou de uma igreja Batista, pertencente a Convenção Batista, e o ministerio de coreografia tem participação ativa nos cultos. Agora vai um irmão orar por vidas e enfermos durante toda metade do culto? "Detales".
Quando vejo as garotas dançando lá na frente me pergunto, de que isso esta servindo para minha espiritualidade? Onde estou me enchendo do espirito com isso? Salvo algumas letras das musicas que as vezes são bem escolhidas.
Quer saber pastor, isso é mais um desabafo meu, pois não ouso falar tais coisas dentro de minha igreja, pois penso que também não é certo começar discução e sem querer magoar irmãos meus na fé. As vezes me pergunto se sou moralista demais, ou se apenas estou saudadosa da época em que entrava na igreja e ouvia lindos hinos do Cantor Cristão acompanhados por um lindo orgão e orquestra... me tocavam a alma e eu era apenas uma criança.
Bem encerro aqui meu extenso comentario e deixo se o irmão me permite, uma dica, escreva sobre esse evangelio da determinação que andam pregando por aí, pois isso já deu tantos nós em minha cabeça, que cheguei a pensar: Será que Deus vai ouvir minha oração em suplica por sua benção? Ou tenho que determinar o que estou pedindo?
A paz do Senhor Jesus!!

ALEX AVILA disse...

PUXA EU SOU JOVEM E GOSTO DE LOUVAR A DEUS COM PALMAS,MAS SO NA HORA DO LOUVOR MAS MEU PASTOR DISSE QUE ISSO E ERRADO,ELE PROIBIU PALMAS,DOIS JOVENS JA FORAM DICIPLINADOS POR ISSO! E EU ACHO QUE VOU SER O PROXIMO! POR FAVOR O QUE VC ACHA DE TODO ESSE LEGALISMO QUE OCORRE EM NOSSA DENOMINAÇAO OU EM TODAS AD!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Alex,

Não vejo com bons olhos essa postura de ver uma liturgia mais moderada como legalismo. Isso porque o que temos visto é muito mundanismo e carnalidade. O pessoal quer fazer o que gosta, como se o templo fosse o salão de baile ou coisa parecida.

Portanto, acerte-se com seu pastor e respeite-o, pois cada igreja tem o seu padrão de usos e costumes. Devemos amar a Jesus sobre todas as coisas, e quem ama o Senhor não se preocupa com detalhes tão pequenos como poder ou não pode bater palmas.

Deus o abençoe.

CSZ

Paulo Ceroll disse...

Pastor Ciro, a Paz do Senhor!
1. Aprendi muito. Obrigado. “Não havendo sábia direção, o povo cai, mas, na multidão de conselheiros, há segurança” (Pv 11:14).
2. A postagem da Karin me chamou a atenção. Ela disse que esta admirada pelo fato de sua igreja não questionar essas inovações litúrgicas (que geralmente ocupam metade dos cultos a DEUS), contudo “opor-se” a prática da oração pelos enfermos durante o mesmo período. Ela disse: “.... Agora vai um irmão orar por vidas e enfermos durante toda metade do culto? "
3. É obra exclusiva do Espírito Santo nos conduzir àquela adoração que é aceita por Deus “em espírito e em verdade” (Jo 16.14; Jo 4.23). Sem o Espírito Santo, cultuar a Deus “de todo coração, e de toda a alma, e de todo o entendimento, e com todas as nossas forças” (Mc 12.30) é impossível. “Eu não recebo glória dos homens” (Jo 5.41), porque “... os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm 8:8).
4. Relaciono abaixo alguns personagens da Bíblia que fizeram uma interpretação particular do texto sagrado (Eisegese) e fizeram o que lhes parecia mais conveniente e conforme suas boas “intenções”, mas não tiveram o resultado que desejavam, pelo contrário...:
5. Levítico 10.1-3: “E os filhos de Arão, Nadabe e Abiú, tomaram cada um o seu incensário, e puseram neles fogo, e puseram incenso sobre ele, e trouxeram fogo estranho perante a face do SENHOR, o que lhes não ordenara. Então, saiu fogo de diante do SENHOR e os consumiu;”
6. 2Sm 6.7: “Então, a ira do SENHOR se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus.” A explicação deste fato é dada pelo próprio rei Davi, em 1Cr 15.13-15. Se Davi, os sacerdotes e os levitas não se preocupassem em conhecer e cumprir o que havia sido ordenado pelo SENHOR, até hoje tinha gente morrendo...
7. Li na Bíblia que até a composição química do o incenso utilizado no tabernáculo era exclusiva para o culto a Deus. Destiná-lo para qualquer outro fim era proibido e punido com a morte (Êxodo 30.34-38). Imagine!. Misturas e versões mundanas nunca foram aceitos no culto ao Deus da Bíblia do Antigo Testamento. Ele não mudou!... (Rm 11.36; Hb 13.8).
8. Já pensou (como já foi dito) se o culto a Deus pudesse conter, indiscriminadamente, elementos culturais de cada povo e se cada um pudesse fazer como bem entendesse, na sua devoção a Ele? Todavia, a Bíblia tem princípios divinos para nos orientar: o pensar (Fp 4.8,9) deve anteceder o agir (1Co 10.31).
9. Será que Êxodo 20.7 e Eclesiastes 5.1, e suas implicações, só serviram para nortear o culto a Deus, no Antigo Testamento? Qual cristão que não deseja as manifestações genuínas do Espírito Santo na Igreja, a edificação verdadeira dos crentes e a salvação das almas pela exposição da Palavra, durante os cultos? Mas, para que isso ocorra e reduza a possibilidade de ocorrência de “fogo estranho” e “arranjos humanos” é necessário observar o que diz a Bíblia (texto e contexto!). Cl 3.16,17.

A Paz do Senhor.

SILVANA disse...

PARABÉNS PASTOR CIRO
QUE DEUS CONTINUE USANDO VOCÊ PARA FALAR AS SUAS VERDADE.SINCERAMENTE NÃO SEI ATÉ QUE PONTO ESSAS CHAMADAS COREOGRAFIAS, EDFICAM UMA IGREJA,OU A FÉ DOS CRENTES. PASTOR SOU JOVEN AINDA, TENHO APENAS 21 ANOS E CONFESSO, NÃO CONSIGO GOSTAR DISSO, ACHO QUE TEM É, QUE SE ADORAR A DEUS EM ESPIRITO E VERDADE , COMO DIZ A PALAVRA.
CONCORDO COM VC, QUANDO DIZ QUE A IGREJA ESTÁ PERDENDO MUITO DE SUA IDENTIDADE COM TODAS ESSAS INOVAÇÕES .
SER ADORADOR IMPLICA EM MUITOS FATORES , NÃO É TÃO FACIL ASSIM, AS PESSOAS PENSAM QUE COM SIMPLES GESTOS PODEM ADORAR A DEUS SEM QUE SUAS VIDAS ESTEJAM CONSAGRADAS E NO ALTAR DE DEUS .
DEUS TE ABENÇÕE!!!

Marcelo disse...

Louvo o Deus por ter levantado pastores como o Sr. Saudo com esta frase: SOLA SCRIPTURA

Paulo Ceroll disse...

Prezado pr. Ciro,
Irmão Marcelo,
Meus irmãos,
A Paz do Senhor Jesus.

1. Recebi o "e-mail" do Marcelo.

2. Estou feliz e agradecido ao Bendito Espírito Santo por este "blog" abençoado e pelos irmãos que têm recebido instrução genuinamente bíblica, dentre os quais me incluo.

3. Marcelo, não sou "oficial" da igreja (Ef 4.11). Mas, um "recruta" muito feliz por fazer parte deste invencível e poderoso exército.

3. Boas festas e próspero ano novo.

Abraço fraterno.
Meditem: Rm 10.14,15
Paulo Ceroll

Diogo disse...

Para finalizar, eu digo:

Os evangélicos e os católicos (romanos) estão levando coisas aprendidas no "mundo" para dentro da igreja, e digo, essas idéias vêem de "líderes" dentro da igreja.

Já vi até a chamada danceteria evangélica/católica, em culto de jovens, com direto a show de luzes... Isso tudo é com o intúito de atrair os jovens, mostrando que são "radicais" e que a igreja não é "chata" como parece. Sei que até rola uns amassos nesses lugares e os jovens começam a confundir as coisas mais do que já são confusas nessas situações.

O que o jovem acaba entendendo com essas atitudes em um culto à Deus é que a "coisa" em si não é tão séria e que aquele culto lembrou o show do J-Quest -Nada contra a banda.
O jovem pode até continuar indo aos cultos, mas geralmente quando a situação apertar, já que o caminho é realmente estreito, ele pode não encontrar forças e motivos para continuar.
Talvez por isso o amor de muitos irá esfriar.

Devemos sempre lembrar que a igreja é lugar de socorro para as pessoas e se o problema for desanimo, a palavra de Deus é quem deve confortar e alegrar, e não aquele show.

Isso tudo não acontece somente dentro da igreja, acontece também em canal de televisão evangélico, em novas canções que na minha opnião, estão indo no mesmo rumo.

Ah propósito, ainda não sou nenhum senhor, tenho apenas 22 anos.
Frequentei uma igreja assim por mais ou menos 2 anos e a história desse período foi mais ou menos como o citado acima. Outros conhecidos passaram pela mesma situação.

A igreja amoleceu de mais para aumentar a quantidade e, consequentemente, diminuir a qualidade.

Um grande abraço à todos.

Renato -BH disse...

Caro pastor;
Graça e paz da parte de Deus!
Não faz muito tempo que "exploro" seu blog e tenho percebido que muitas coisas importantes relativas ao meio cristão são tratadas aqui com o devido critério, guardando sempre como regra de fé a palavra do Senhor.
Este é meu primeiro comentário, e mesmo após ter lido várias explanaçoes sobre diversos assuntos, quando li este sobre música e danças não resiste e resolvi postar um comentario.
O assunto música e dança sempre gerou e sempre vai gerar muita polemicia na igreja de Cristo, visto que muitos achismos ainda permeam nas nossas igrejas. Não sou radicalmente contra danças nos templos, deste que estejam dentro de um contexto de adoração, mas com respeito às músicas sinceramente tenho visto aberrações que impressionam até mesmo os que nao tem o Espírito Santo. É música rock, hip-hop, pagode e agora o famigerado e "nojento" do funk, alguns irmão me contaram que já surgiu uma musica similar ao "famoso" créu, agora com letra "evangelica" só que em vez de cantar créu, cantam: céu, céu... e assim vai. Por isso quero te parabenizar pelo trabalho, glorificar a Deus pela sua vida, e que o senhor continue este trabalho, sempre com a direção do Senhor Jesus.
Obrigado e um abraço
Renato = Belo Horizonte/MG

Anônimo disse...

Pastor Ciro, agradeço ao Senhor nosso
Deus pelos comentários. Quanto as danças, coreografias e outros que são
defendidos como parte da cultura é necessário entender que a cultura de qualquer povo deve submeter-se as Escrituras Sagradas e não o contrário.

Pr. Newton disse...

Pr. Ciro,

CONTINUE! NÃO PARE! MORRA, MAS NÃO SE CALE!

É vergonhoso o que está acontecendo nas igrejas - não na IGREJA DE JESUS CRISTO - , mas nestas igrejas, com títulos de igreja, em que o pastor está sendo enganado ou está enganando.

O seu primeiro vídeo, demonstrativo a esta matéria, possue o jeitinho do inimigo das vidas. O engano programado e necessário a destruição de muitos, nesta brincadeirinha de EXpirituais, com a necessidade carnal de enfatizar a tal da DANÇA PROFÉTICA.

Sinto vergonha! Tristeza e alegria!

Tristeza, porque levará muitos à destruição, e alegria, porque JESUS ESTÁ VOLTANDO, e a qualquer momento.

Estes são verdadeiros sinais, para quem possui o Espírito de Deus.

Maranata!

Pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Anônimo disse...

Paz do Senhor!

Tenho um Livro seu
e acabei de descobrir este blog
em uma Comunidade do Orkut.
Sobre o Assunto, sou obrigada a
concordar que tá virando uma
verdadeira bagunca...
As pessoas acham que Deus mandou Jesus
pra "REMIR" ritmos e costumes lá do
"egito".
Eu pensei que Jesus vinha salvar pessoas e não mundanismos...
Stephanne

Elaine disse...

Não consigo ver base bíblica para apoiar a tal "dança profética", que tem tornado os templos do Senhor em verdadeiras casas de shows.

Lemos, sim, e por vezes, na Bíblia, a dança como expressão de uma adoração sincera ao Senhor, mas aqui trata-se de uma dança espiritual que flui ESPONTANEAMENTE através da manifestação da presença de Deus (Êxodo 15.20; 2Samuel 6.14-15; Salmos 149 e 150; Lucas 15.25; Jeremias 31.4).

Não foram eventos programados para prender a atenção das pessoas ou diversificar as maneiras de entretenimento de um culto, e sim, a alegria espontânea dos presentes onde a glória de Deus estava presente.

Da maneira como a dança tem sido estimulada e aplicada dentro da igreja, vemos uma grande porta aberta para que as pessoas (principalmente jovens)submetam as Escrituras à cultura, quando deveria ser o contrário: a cultura deveria se adaptar às Escrituras.

Sem falar nas aberrações das letras que, muitas vezes, fazem doer nossos ouvidos espirituais, tamanhas são as heresias pregadas ali.

Busquemos sempre a Deus, que efetua em nós tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade Dele, para que venhamos a nos tornar "puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual brilhamos como estrelas no universo, retendo firmemente a Palavra da vida." (Filipenses 2.13-15)

E que o Espírito Santo nos ajude!

Graça e Paz de Cristo, hoje e em todos os dias, para que continues sendo este instrumento para a Poderosa Voz do nosso Deus aqui na terra.

Em Cristo.

ECC

Jefferson disse...

A Paz do Senhor Jesus Cristo.

Nós estamos vivendo dias do relativismo e inversão de valores,
Alguns dias atrás encontraram este vídeo sobre uma música de fundo em que pregadores utilizam para harmonizar suas mensagens

http://www.youtube.com/watch?v=KBfn4XRJwHY

Tem no fórum da comunidade do GMUH falando especificamente sobre o assunto.

Não tenho nada quanto a quem pregar assim apesar de que não vejo na bíblia Jesus ou Estevão pregando ao som de um belo piano de calda, mas o terrível e descobrir a origem deste vídeo ao qual seu autor é espírita muito conhecido por sinal, como podem ser visto no vídeo.

Outro ponto a considera é:
- O músico que toca geralmente não presta atenção à mensagem.
- O pregador não sabe o que o músico está tocando ( ou seja sua fonte de inspiração)
- Se for uma pregação de 1 hora e meia
Como fica o músico.
Fico muito grato pela minha participação, espero um post sobre esse assunto é que nós possamos ter o auxilio somente do Espírito Santo não de métodos de meditação transcendental.

Fique sempre com Cristo

Paz do Senhor Jesus Cristo

Lane disse...

A Paz do Senhor Pastor Ciro!!

É com muita honra que escrevo este simple comentário.
Fico maravilhada cada vez que leio um artigo seu. Como é bom ter conhecimento da Palavra de Deus, e sei que o sr é um vaso usado nas mãos dEle, para esclarecer e informar a verdade sobre coisas que se passam dentro da Igreja.
Continue com esse dom de falar sobre a verdadeira identidade do crente. Deus continue lhe abençoando e lhe capacitando.
Ja li o seu livro:"O Evagelho que Paulo jamais pregaria" e estou terminando o: Erros que os pregadores devem evitar, e quando terminar vou comprar o "Mais erros...Sou grata a Deus pela sua vida, são livros maravilhosos.
Sou sua fã, nâo no sentido de lhe adorar, mas por seu profundo conhecimento da Palavra de Deus.

Fique na Paz do SEnhor

Luzilania (Lane)
Manaus(AM)

Lucky Costa disse...

A Paz do Senhor, pastor.

É triste de ver como andam as coisas no meio evangélico. Como eu já citei, eu era de uma denominação que aos poucos foram deixando esse tipo de modismo entrar nos cultos. Para ocuparem os adolescentes, criaram um grupo de dança e teatro e eles dançam hip hop como pretesto de evangelização. E o pastor apoia e, se deixar, dança junto! Eu era do coral e todo o fim de ano faziamos cantatas com musica e teatro, geralmente de cenas bíblicas(tem vídeos no you tube) e nessas apresentações, não havia pregação e a igreja superlotava. E recebiamos muitos convites para cantar e encenar. Até que entendi que o templo é lugar de reverência e adoração a Deus. Percebi que estava ocupando o lugar errado. É Jesus quem deve ser o centro e não nós.

Aqui onde moro tem "bar evangélico", tem show nas igrejas, que abrem em dias específicos para a "balada gospel" (aqui na minha denominação nós chamamos de "cóspel", rsrs), há mega shows nas praças, campanhas de tudo quanto é tipo e até cartaz convidando as pessoas a verem uma luta de Deus x Diabo(fora de brincadeira, eles penduraram esse cartaz na porta da igreja: "Venham assitir hoje a luta do século: Deus x Diabo. Quem será o vencedor?" Eu fiquei horrorizada! O pessoal dessa igreja que é "universal" apela mesmo!).

Do jeito que a coisa anda, daqui a pouco vamos ter que fazer uma Reforma(como Martinho Lutero) na igreja Evangélica "moderna", pois está caminhando a passos largos para a apostasia.

Lucky Costa

wellington disse...

Olá pastor Ciro. Há poucos dias venho entrado em seu blog e tenho visto muitas coisas interessantes, coisas que até me deixou surpreso e outras enojados.
mas falando sobre esse tópico o que o senhor acha sobre os Salmos 149 e 150?
abraços

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro "Wellington",

Continue explorando o blog. O irmão encontrará artigos em que eu faço menção dos salmos citados.

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

Ola amado, nao seria a internet tbm uma ferramenta que tem tirado o tempo dos servos do Senhor, nao seria correto entao parar de usar a internet, principalmente o orkut?
pois assim como os ritimos e esportes nao podem ser usados para levar o evangelho de alguma forma a internet tbm nao, pois o tempo em que estamos postando nossas opnioes, deveriamos estar lendo a biblia, mas proveitoso pois 1Jo 5.19 "Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.", fica na paz do nosso Senhor Jesus Cristo.

Jimmy Fenner - Servo do Deus Vivo disse...

Gostei, pastor... Realmente infudamentado, porém não julgo como errado a dança, e sim a origem da mesma e a sensação que elas nos causa.

Mesma coisa que e própria música, ouvir um hino na voz da amada Soraya Moraes é muito, infinitamente superior a ouvir uma porcariada do tal "DJ Alpiste" (se isso é nome de crente, Jesus...).

Gosto muito quando vejo alguns ministérios de dança, mas que ENTRAM dentro dos LOUVORES, hinos UNGIDOS e que levam o AMOR e o TEMOR a Deus aos corações dos que ouvem, sem qualquer comparação com os comportamentos mundanos.

Dá pra conciliar dança e culto, mas a linha é muito tênue entre a adoração em espírito e verdade, e a adoração pra agradar a homens.

Lembrando também, pastor, que uma das idéias mais infelizes que vemos na biblia, é a idéia de Davi de colocar Deus numa caixinha, entre 4 paredes, quanta audácia... Atos 7:48.

Então que nosso andar seja sempre o mesmo, dentro ou fora de "templo", esse mesmo formado por pedras mortas, afinal as pedras vivas somos nós, pois... Que nosso SIM seja SIM, e nosso NÃO seja NÃO, certo?

A Paz do Senhor.

Anônimo disse...

Entro como anônimo porque não tenho conta aqui....
Quando li seu texto, antes de ver o vídeo, fiquei tão ou mais indignada do que o sr (tamanha dramaticidade do seu texto).Porque de fato existem louvores e danças que excedem e fogem do foco. Ao concluir a leitura do texto, não contive a curiosidade, tamanho IBOPE que o sr. deu ao mesmo, fui conferir a sequência de "imagens tão indignantes"...e qual minha surpresa pude constatar que seu texto é ue se trata de uma sucedânia de exageros. Até agora procuro as "beyoncés" do vídeo e não acho... Não vi absolutamente nada de chocante. Faça-me um favor, viu?Quanto atraso mental, meu sr....rsrsrs..pseudo moralismo.
Pra ser crente não precisa ser robô não.Quero meus 5 minutos perdidos de volta.
Ponderemos...rsrsrs

Ciro Sanches Zibordi disse...

Equivocado(a) anônimo(a),

Se você quiser os seus cinco minutos de volta, dedique mais tempo para ler a Bíblia e orar, a fim de aprender que a dança não é e nunca será uma forma de louvor a Deus. Eu usei um vídeo moderado para ilustrar o que eu falei, mas saiba que já existe streep tease "evangélico" por aí...

Acorde! Instrua os jovens a valorizarem e priozarem o que realmente tem valor e o que realmente tem o primado: a comunhão com Deus, a verdadeira adoração, o estudo da Palavra, a evangelização.

Se você é insensível para perceber a gravidade do problema, sinto muito. Bem, já estou perdendo tempo com essa resposta... Quero os meus cinco minutos de volta!

CSZ

Miria Souza disse...

É isso?

Rapazes dançando beyoncé dentro da igreja univers…: http://youtu.be/39FUU39QdiY

Miria Souza disse...

É isso?

Rapazes dançando beyoncé dentro da igreja univers…: http://youtu.be/39FUU39QdiY