segunda-feira, 24 de setembro de 2007

O internauta opina (2)

IRMÃO CIRO, GRAÇA E PAZ!

Tenho experimentado em minha vida o texto: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8:32)

Após longos anos preso a religiosidade, servindo ao SENHOR apenas pelas palavras e interpretações de homens, nem sempre comprometidos com a OBRA DE DEUS, no ano passado me libertei.

O SENHOR começou a trabalhar em minha vida, através da comunhão com um grupo de irmãos aqui em minha cidade. Pude perceber o quanto desconhecia o SENHOR, mesmo "crente" há anos, conhecendo as escrituras, não sabia nada sobre amar e compartilhar. Com esses irmãos pude sentir o que realmente é o amor de DEUS derramado, pude participar da verdadeira Koinonia.

Desde então, me vi em uma missão, levar este amor até meus familiares mais próximos, meu irmão, irmã e cunhados que também serviam ao SENHOR da mesma forma que eu, cheios de intenções mas sem muita razão.

Cometi alguns excessos, querendo combater as heresias e desvios de um jeito autoritário, não levando em conta: "Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos."(Zacarias 4:6)

Depois de algumas tentativas frustradas e dolorosas, sendo chamado de rebelde, herege, optei pelo silêncio e oração, falando apenas quando era indagado (aí eu falava muito, rs).

Inspirado pelos textos deste blog, os quais envio sempre a minha lista de amigos, deixei o tempo passar e pra GLÓRIA DAQUELE que é, sempre foi e sempre será, a semente lançada começou a germinar.

Primeiro foi meu irmão, sempre tão religioso em defender a "placa", denominação, depois minha irmã e cunhado, antes inundados na tradição religiosa.

Eles foram alcançados pela REVELAÇÃO DO SENHOR, eles VIRAM O SENHOR e olharam para o que viviam e constataram que aquilo não era servir a DEUS e sim servir a homens.

Eles frequentavam um igreja na qual o pastor disse em púpito que não pregaria sobre a volta do SENHOR pois está boa a vida aqui na terra. Além das críticas dirigidas aos membros feitas nas pregações.

Enfim, eles não saiam de lá pois achavam que se saíssem estariam olhando para trás, largando o arado.

Sem mágoa, com muito temor eles pediram o desligamento ao dito pastor, que não os abençoou, e agora caminham com irmãos que primam pela PALAVRA DE DEUS, QUE VIVEM O AMOR e esperam a volta do SENHOR!

Por isso relato estes fatos para que você, irmão Ciro, perceba com sua mensagem, seu ministério de palavras tem alcançado pessoas neste país.

Que DEUS o abençoe, o ilumine e revele cada vez mais JESUS CRISTO, pois é isso que importa.

O resto, como disse Paulo: "E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como lixo, para que possa ganhar a Cristo," (Filipenses 3 : 8)

Graça e muita Paz!

Luis Carlos
Joinville/SC

3 comentários:

Anônimo disse...

TIVE MEU COMENTÁRIO NEGADO EM DETERMINADO BLOG, SOBE A JUSTIFICATIVA DE SER OFENSIVO, PORÉM AO RELÊ-LO SÓ VI QUESTIONAMENTOS QUE PRECISAM SER ESCLARECIDOS, ACHO QUE HOUVE PARCIALIDADE, PORTANTO AÍ VAI O COMENTÁRIO:

Não quero ofender, nem ser acusador, mas diante dos fatos, peço que este comentário seja publicado, pois existem alguns questionamentos que precisam ser observados:

Nem o Silas se pronunciou...
nem seus defensores responderam a pergunta que fiz em um comentário de alguma postagem atrás,
mas torno a perguntar:
Para onde é que vai o dinheiro arrecadado pelo Silas?
dinheiro das igrejas,
da editora e gravadora,
dinheiro enviado por colaboradores, etc.
Vocês sabem que não é pouco!
Ou vocês continuam acreditando naquela história de pidão dele.

Para aqueles que gostam de bater no Caio, sem querer o elevar por essa razão, apenas citando um exemplo que por coincidência é dele, mas gostaria de lembrar, que quando ele (Caio) estava no auge da mídia e da editora Vinde, ele mantia a Fábrica de Esperança, um trabalho social belíssimo e que levava o AMOR de Cristo, na prática, não só no púbito.

Mas, o dinheiro do Mala... ?
e da editora Central Gospel?
vão para onde?
meia hora de programa semanal?
Na qual em metade do tempo, ele prega o seu moralismo religioso, e no restante, ELE SÓ PEDE, PEDE, PEDE E PEDE.
Ou será que é para produzir novas bíblias, livros e Cd´s? dos quais se pergunta, se é para levar a mensagem da Graça? ou para aumentar o lucro?

Um dia desses, como sempre pedindo, ele saiu com um projeto de comprar um terreno e aumentar seu império de pregação, mas e o AMOR?

POR FAVOR, SE EU ESTIVER ENGANADO ME AVISEM E DIGAM O QUE ELE FAZ COM TODO O DINHEIRO QUE ELE TANTO PEDE, PEDE E PEDE.

JÁ DISSE: NÃO QUERO SER ACUSADOR, MAS SE ALGUÉM PUDER RESPONDER, AJUDARIA!


Nada contra o Silas, pois como todo homem ele carece da misericórdia do Senhor.
Mas, como este blog tem demonstrado estar aberto a discursões sadias sobre diversas polêmicas, acho que esses questionamentos devem ser apreciados, principalmente,
por aqueles que tem o Malafaia como um líder da Igreja Evangélica; ou existe algum medo em tratar sobre o assunto?

Anônimo disse...

Querido pastor Ciro, é verdade, eu concordo com o texto do nosso irmão Luis Carlos de Joinville, Deus tem lhe usado para abençoar muitas pessoas, inclusive eu.
Através do seu blog, eu consegui superar uma grave crise que comprometia a minha permanência na Assembléia, pois minha maneira de pregar é bem diferente desses pregadores que só ficam usando chavões e e gritando, e pelo fato do povo preferir ouví-los, pensei que em toda nossa denominação só haveria espaço para eles.
Um dia , quando cheguei do trabalho descobri por acaso o seu blog e desde aquele dia tenho aprendido cada vez mais.
Aí com o tempo descobri que posso pregar sem tentar ser o que os outros chamam de "avivalista". Agora só prego mesmo do meu jeito, qualquer dia vou gravar uma e mandar pro senhor ouvir, se o senhor me permitir, claro.
Sabe pastor, o meu campo de trabalho é educação cristã, e graças à Deus, através do seu blog e de outros pastores, tenho estado bastante motivado, e acredito que o nível de minha aula ficou muito bom (para a glória de Deus). Tenho buscado a excelência na minha aula e Deus te tido misericórdia e tem feito valer a pena os alunos frequentarem a aula. Graças a Deus!
Para mim a escola dominical é um dos mais lindos trabalhos que a igreja pode executar ( disse um dos mais lindos e não o mais lindo, pois há outros também.rs). Pena que a frequência da igreja, de um modo geral, não passe de 50% da membresia, mas acredito que o apreço pelo estudo da Palavra esteja diretamente ligado ao espaço dado à Palavra no culto, acho que 30 minutos, às vezes 25 minutos, é pouquíssimo tempo, não dá pra fazer o contexto do texto lido, tem que entrar direto no corpo do sermão (é péssimo!). Muitos usam o texto só como "desculpa" para a quela pregação. rs.
Quando vem pregadores de fora, aí o irmão tem 1 hora pra pregar, mas nós, da casa, o tempo sempre é corrido, nós que trabalhamos na igreja, que "ralamos duro" o ano todo, acho que isso desmotiva. Mas fazer o que?
Meu pastor, desculpe pelo tamanho do texto, mas é mais um desabafo, e porque o tenho como um amigo muito especial! Estou colocando o meu comentário como anônimo por que não gostaria de que ninguém na minha igreja me reconheçe

Anônimo disse...

Com certeza o irmão Luiz Carlos está se referindo aos usos e bons costumes.

A maioria acha que usos e bons costumes é um fardo e que devem se livrar dele. Ainda vão contra aqueles que aderem,e o pior, possuem o horrível costumes de nomear estas pessoas de ´´fariseus`` ´´religiosos``.

Me desculpe pastor Ciro, mas tenho certeza do que estou falando.

Deus os abençoe!