domingo, 29 de julho de 2007

Prepara mobília para mudares de país (Ez 12.3)

Bem, amigos internautas, apesar da "profetada" na cara (artigo abaixo), quero partilhar com vocês uma mensagem que preguei nesta semana, na igreja Assembléia de Deus em Cordovil, no Rio de Janeiro, acerca da iminente volta do Senhor Jesus.

Usei como tema a frase contida no versículo acima para discorrer sobre a nossa "mudança de país", isto é, a nossa partida deste mundo a fim de estarmos para sempre com o Senhor.
I) Somos peregrinos e forasteiros (1 Pe 2.11):
1) A nossa cidade está nos Céus (Fp 3.20,21).
Estamos neste mundo de passagem, pois a nossa morada definitiva está nos Céus.
2) Precisamos pensar mais nas coisas de cima (Cl 3.1,2). Num trecho da revelação que o saudoso pastor Luiz Antonio (morto no recente acidente aéreo em São Paulo) recebeu, como mencionei neste blog, ele nos estimula a “orarmos um pouco mais”, “jejuarmos um pouco mais”, “quebrantaaaaaaarmo-nos um pouco mais”, tendo em vista a preparação para a eternidade com Cristo. De fato, precisamos pensar menos nas coisas efêmeras daqui e buscarmos as coisas dali, que são eternas. Afinal, o que é esta vida? Podemos partir para a eternidade a qualquer momento. Como está a sua mobília, caro irmão, preparada?
II) O que é a nossa “mobília”?
1) Não é nada material; nada desta vida; e sim as nossas obras (1 Tm 6.7; Jó 1.21; Lc 12.16-20; Mt 6.19-21; Ap 14.13). De acordo com este último texto, as nossas obras nos seguem. Se forem obras boas, feitas de acordo com a vontade de Deus, no caso do salvo, este há de receber galardão no Tribunal de Cristo, logo após o Arrebatamento da Igreja (2 Co 5.10; Ap 22.12). No caso do ímpio, as suas obras também o seguirão, e ele comparecerá para ser condenado por causa delas diante do Trono Branco (Ap 20.12,13).
2) Figuras bíblicas quanto à nossa “mobília”:
a) Coroa (Ap 3.11).
Temos uma coroa aqui, isto é, uma posição em Cristo. Estamos reinando em vida (Rm 5.17; Ap 5.8-10; 1 Co 4.8). Se mantivermos esta coroa, esta posição, aqui, haveremos de receber outra coroa, ali (2 Tm 4.7,8).
b) Roupa (Ap 3.4). Outrora estávamos nus, desprovidos da glória de Deus, mas fomos vestidos por Deus, ao recebermos a salvação (Ef 4.22-24). Temos sido, ainda nesta vida, revestidos (Rm 13.14; Cl 3.12-14; Lc 24.29). E, se formos fiéis, receberemos outra roupa, no Céu (2 Co 5.2; 1 Co 15.51,52).
c) Lâmpada acesa (Mt 25.1-13). Lâmpada apagada não entra no Céu. Isso fala de nossa vida espiritual. Somente as virgens prudentes, cujas lâmpadas estavam acesas, haja vista terem azeite suficiente para deixá-las assim, entraram para as bodas com o Esposo. Como está a sua lâmpada, caro internauta, acesa, quase se apagando ou apagada? Falta-lhe o azeite? Por que não se prostra diante do Senhor agora mesmo e lhe pede misericórdia?
III) Quais são os requisitos mínimos para mudar de país?
1) Morada garantida (Jo 14.1-3; Rm 8.18; 1 Co 2.9). Ninguém muda sem ter onde morar. Graças a Deus, a nossa morada foi preparada pelo Senhor Jesus! Não se trata de uma hospedagem, e sim uma morada definitiva.
2) Visto; isto é, o endosso do país-destino. O nosso nome está escrito no livro da vida (Ap 17.8; Lc 10.20), naquele glorioso País! Nosso nome não foi escrito a lápis nem à caneta, pois uma borracha poderia apagá-lo, ou um produto químico ocultá-lo. O meu nome e o seu, caro irmão, foram escritos com o precioso sangue de Cristo (1 Pe 1.18,19).
3) Passaporte — documento recebido no país-origem (Ef 1.14; 2 Co 3.3; Rm 8.26). Quem viaja a outro país, só pode entrar nele, mesmo com o visto, se levar consigo o passaporte. Nós temos um passaporte, a garantia de que moraremos naquela gloriosa Cidade! O Espírito Santo em nós é esse selo.
4) Passagem paga (Jo 5.24). A passagem já foi paga por Jesus Cristo, e temos a certeza da vida eterna ainda nesta vida.
5) Meio de transporte seguro (1 Ts 4.16,17). De que adianta alguém ter morada, visto, passaporte e passagem garantidos, se correr o risco de não chegar ao destino? Se nosso meio de transporte fosse um avião, poderia cair; se fosse um navio, poderia afundar... Nenhum transporte desta vida é seguro, mas nós seremos arrebatados! Viajaremos no meio de transporte de Deus!
6) Língua do país-destino (Ap 19.1,3,4,6). Para mudar de país, precisamos conhecer o idioma falado no país-destino. E qual será a língua falada no Céu? Não serão línguas estranhas, pois batismo com o Espírito Santo, com a evidência de falar em outras línguas, não salva ninguém. Trata-se de um revestimento de poder para quem já é salvo (At 1.8; 2.1-4; Lc 24.29). Mas a língua falada no Céu, conforme Apocalipse 19.1-6, será “Aleluia”, “Amém”, “Glória a Deus”.
Como está, pois, a sua mobília, preparada? Ou você está pensando somente nas coisas desta vida? Na parábola das dez virgens, o Noivo levou consigo as que estavam PRE-PA-RA-DAS! Você está preparado? Pode fazer a última oração da Bíblia, registrada em Apocalipse 22.20?

Ora, vem, Senhor Jesus!

Ciro Sanches Zibordi

4 comentários:

Anônimo disse...

AMIGO CIRO
GRAÇA E PAZ, MEU IRMÃO!

Seu texto me trouxe temor, Preparando a mudança!
Os modismos, a confissão positiva, a teologia da prosperidade, a adoração extravagante, enfim, ou "outro evangelho" fez com que muitos "crentes" desviassem os seus olhares para as coisas deste mundo e tivessem aqui, nesta Terra, a sua esperança.

Paulo já dizia;
"Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens." I Cor 15:19

Que o Espírito Santo restaure em nossos coração o AMOR pela VINDA do SENHOR!

GRAÇA e PAZ

Luis Carlos Mathias
Joinville/SC

Ciro Sanches Zibordi disse...

Jovem Mariana,

Sua opinião signigica muuuuuuuito para mim, principalmente porque se trata de um parecer de uma menina que ama a Palavra de Deus!

Mas acho que você exagerou ao falar deste pobre articulista... Risos...

Louvo a Deus pela visão que o Senhor tem lhe dado. É raro, em nossos dias, adolescentes e jovens que se voltam para a Bíblia. Temos hoje uma geração que "acha isso e aquilo". Porém, noto que você é uma exceção, para a glória do Senhor.

Mantenha essa sede de Deus e de sua Palavra! Não desanime! Um com Deus é maioria! Sei que isso é um chavão, mas é também uma grande verdade. Gosto do exemplo de Estêvão, em Atos 7. Taparam os ouvidos; ele foi apedrejado... Mas Jesus ficou de pé para recebê-lo!

Nossa realidade é triste mesmo, mas seja fiel à Palavra. São poucos os fiéis (Sl 12.1; 101.6).
Suas palavras muito me animaram a continuar... Deus abençoe a sua vida, menina!

Você escreve muito bem. Vá em frente. Continue. Seu texto flui...

Agradeço-lhe por dizer que é minha fã... Nesse sentido, eu também sou seu fã... Mas não sejamos "fã-náticos".

Amei sua carta...

Fique com Jesus.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Luís Carlos,

De fato, precisamos a cada dia pensar mais e mais nas coisas que são de cima... Os desvios que o irmão mencionou realmente levam os crentes a se esquecerem no Céu. Mas em 1 Pedro 2.11 vemos de maneira clara que a nossa prioridade deve ser a comunhão com Deus, uma vez que somos peregrinos e forasteiros, isto é, estamos aqui de passagem...

Deus o abençoe!

CSZ

tel disse...

a paz do Senhor Pr. Ciro o que o senhor acha do livro do Waltchman Nee? a edificação?pois ja ouvi falar q ele era herético.