quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Canções de fogo!


Neste artigo, não vou analisar uma “canção” em específico, pois quero, valendo-me de exemplos gerais, enfatizar que os hinos devem sempre exaltar o nome do Senhor. Eu sei que, ao abordar esse assunto, estou mexendo num “vespeiro”, uma vez que os “hinos” de maior sucesso e apelo comercial são aqueles que priorizam efemeridades, e não o louvor a Deus.
Boa parte dos cantores evangélicos segue ao caminho do humor e da auto-ajuda. Eles divertem e animam o público com letras que, desprovidas de sólido fundamento bíblico, só servem para confundir e promover um evangelho que não dá à Pessoa de Cristo a devida honra, além de induzir o povo a deixar de lado a reverência.

500 graus? Chamem os bombeiros!

Uma conhecida composição (já antiga, mas famosa) menciona um calor de centenas graus celsius na presença de Deus, mais precisamente “500º de puro fogo santo e poder... Pra fazer o inimigo fugir de você”. Tudo bem, tudo bem... Licença poética, linguagem figurada... No entanto, responda-me com toda franqueza: Você acredita mesmo que esse tipo de letra exalte o nome do Senhor, ou é apenas, atrelada ao estilo musical, uma canção motivacional, animadora, que “mexe” com o público?
E o que dizer de uma canção “evangélica” pela qual se afirma o que menciono abaixo?

Incendeia, Senhor, a sua noiva...
Ele vem, ele vem saltando pelos montes;
Seus cabelos, seus cabelos são brancos como a neve.

Ora, não devemos supervalorizar a simbologia do fogo, que aquece e ilumina os corações (Jo 8.12; Mt 4.16), para cantar que Cristo incendeia a sua noiva! Tudo tem limite! Afinal, que Deus é esse, que, além de incendiar a sua Igreja, vem saltando pelos montes? Isso sem levar em consideração o estilo musical empregado nessa canção, pra lá de dançante. Infelizmente, muitos hoje, enganados, acham o “máximo” dançar à vontade dentro dos templos destinados à adoração.
Várias canções (e não hinos) entoadas pelo povo de Deus possuem ritmos arrastados, com batidas repetitivas, o que produz um “clima” de descontração, e não de adoração. Precisamos decidir, caros irmãos: O que vamos fazer no templo, adorar a Deus ou buscar entretenimento? Quem quiser diversão, deve procurá-la em outros lugares, pois o templo é lugar de oração, louvor e exposição da Palavra de Deus (At 2.42-47; 5.21), e não de dança e entretenimento.

Os anjos também agradecem a preferência!

Não bastassem as letras de auto-ajuda e que desafiam o Diabo, os anjos também têm presença garantida nas canções de maior sucesso. Anjos que sobem; anjos que descem; anjos com espadas flamejantes; anjos que aparecem em fotos; anjos que ensinam jovens a dançar... A razão de os compositores não pararem de fazer “hinos” sobre anjos é simples: o povo gosta!
E, se o povo gosta, então devemos satisfazer a sua vontade, não é mesmo? Não! O nosso culto é a Deus (Rm 12.1), e não aos homens! Muito menos aos anjos, que vêm sendo, indiretamente, cultuados. Por que existe na Palavra de Deus o seguinte alerta?

“Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto aos anjos, metendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão” (Cl 2.18).

A ênfase aos anjos é tão grande, hoje em dia, que até parece que cumprem as nossas ordens. Não estou afirmando que eles não nos ajudem; mas precisamos ter em mente que é Deus quem os envia (Hb 1.14; Dn 6.22). Devemos, por conseguinte, buscar ao Senhor, em nome de Jesus (Jo 14.13; 15.16); e o nosso louvor também deve ser para Ele, fazendo coro com os anjos, que o adoram (Is 6.1-8; Ap 4.8-11).

Je t’aime... I Love you...

Partindo-se da premissa de que os hinos devem, antes de tudo, prestar louvor ao Cordeiro de Deus, deve haver neles a ênfase expressa ao Senhor Jesus Cristo. E não é isso que ocorre em nossos dias... Os males do secularismo — nome mais suave para mundanismo — atingem os crentes de tal modo, que cantores evangélicos não se incomodam mais em gravar músicas românticas para os crentes, que compram os CDs e ainda cantam as canções nas igrejas! E não apenas em casamentos!
Sou jovem, considerando que a vida começa aos quarenta anos... Afinal, só tenho 37. Mas, pergunto: Por que não voltamos a cantar hinos como os de antigamente? Os de hoje, em sua maioria, sequer podem ser chamados de hinos! São composições que visam a animar o auditório ou melhorar a auto-estima das pessoas. Balançam o corpo, e não o coração!
Muitos acreditam que avivamento seja sinônimo de inovação. Daí surgirem as danças, coreografias, representações teatrais, em excesso, as palestras de motivação em lugar da pregação cristocêntrica, os estilos românticos e eletrizantes, as roupas extravagantes, a linguagem chula, etc. Deus não precisa desses elementos no culto! Não devemos confundir o que gostamos com o que agrada ao Senhor!
Ouçamos o conselho de Deus: “Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para a vossa alma...” (Jr 6.16). Avivamento verdadeiro é um retorno: “... renova os nossos dias como dantes” (Lm 5.21).
Peço a todos que reflitam com base nas Escrituras sobre a atual superfluidade da hinologia evangélica. Onde está a linha divisória entre o mundo e a igreja? Não está havendo em nossos dias confusão entre o santo e o profano? O nosso objetivo é pregar a Palavra de Deus, ou criar atrativos para manter as pessoas nos templos ou nos grandes ajuntamentos? Onde estão os hinos bíblico-cristocêntricos?

Respeitosamente,

Ciro Sanches Zibordi

24 comentários:

MARIO-CPVR disse...

INFELISMENTE o que estamos vendo hoje é um grande comercio com as coisas de DEUS,CDS ,DVDS,LIVROS tudo com o objetivo de ganhar dinheiro ,é claro que não vamos generalizar,mas se o boné servir para alguem ,vista-o.

Anônimo disse...

Amigo CIRO

O irmão chileno, Eliseu Alpablanza, certa vez falou que; "-DEUS não busca um estilo de crente novo...ELE não é faccioso...ELE busca em nós a Imagem e Semelhança de seu Filho..."
Romanos 8.29, nos mostra isso,JESUS "o primogênito entre muitos irmãos".

O que vemos hoje, amado irmão, é a perda da indentidade cristã, a IGREJA, deixou de fazer a diferença, igualando-se, como você mesmo escreveu, ao mundo.

E isso se reflete na música. Os "levitas" como se intitulam por aí os músicos, buscam a satisfação do homem, agradar os homens e não ao SENHOR.
Muitos até se profissionalizam, a maioria no entanto nem deveria abrir a boca.

Já reparou que o lugar de maior contenda na igreja é na parte de louvor? E a resposta à isso? "- Ah irmão...Sabe que isso é obra do malígno...Nós levitas tiramos o lugar dele e ele quer agora destruir o louvor da igreja..."

Que presunção deste povo!
A IGREJA num todo é habilitada para louvar ao SENHOR e não apenas uma classe em especial. Não creio que DEUS faça distinção do louvor feito pela guitarra top de linha de um determinado grupo ao singelo "aleluia" de uma humilde irmazinha do interior.

Como você mesmo escreveu irmão, o povo gosta e por isso crescem também, no meio cristão, os "mercenários e oportunistas".

E sobre voltar a cantar os hinos antigos, esses dias conversava com minha esposa, sobre o por que que o povo abandonou os hinos da harpa cristã.

Deve ser por que eles estão apenas; " APAIXONADO...APAIXONADO APAIXONADO POR VOCÊ SENHOR ESTOU..."

DEUS nos livre (rs)

Graça e Paz

Luis Carlos Mathias
Joinville/SC

Jadson Maués disse...

A paz do Senhor Pr.Ciro, certa vez comentei algo com uma amiga minha(que é cantora aqui na minha cidade)sobre o "500 graus" e fui repreendido...pois bem, ainda não havia parado para pensar da forma que o senhor expôs(que diga-se de passagem algo muito plausível, conveniente e digno de reflexão), o que relatei foi que isso era uma hipérbole muito exagerada para um hino, pois a música mesmo que seja para louvar a Deus, não deixa de ser uma obra de arte, sendo assim deve-se primar também não apenas pelo conteúdo bíblico, mas também pela beleza da canção...que Deus lhe abençoe.

Ricardo Mendonça disse...

Admiro trabalho que o pastor vazia ao explicar de maneira extremamente coerente passagens bíblicas e seu significado.
Ultimamente tenho visto uma série de exposições sobre musicas e grupos com comentários que tentam não parecerem ofensivos mas muitas vezes o são o que me entristece.
Espero que os textos tão esclarecedores sobre a bíblia voltem logo.
A paz

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Ricardo,

Agradeço-lhe pela consideração e pela crítica, mas esclareço que o poder da música em propagar inverdades e confundir o povo de Deus é muito grande. Daí a necessidade de analisar canções. Sei que isso fere sentimentos, pois que grupo ou cantor gosta de ter seu "hino" analisado negativamente? E que fã ou admirador de certo grupo ou certo cantor gosta que alguém traga à tona heresias contidas em suas canções preferidas?

Entendo o seu sentimento, mas a minha missão é esclarecer o povo de Deus. Se de alguma maneira o ofendi, peço-lhe perdão. Saiba que às vezes até uso de ironia, mas em geral isso acontece em relação a pessoas que não querem aceitar o que está escrito na Palavra de Deus, insurgindo-se contra mim pelo fato de eu expor os fatos segundo a Bíblia.

Por outro lado, penso que o irmão pode explorar melhor o blog. Leia, por exemplo, o artigo "Fim ou recomeço?", inserido nesta semana.

Bem, agradeço-lhe mais uma vez pelas críticas e sugestões.

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

Até que enfim achei um blog de bom conteúdo na Net.
Pois é...a música antes evangélica (pq tinha conteúdo do evangelho)hoje está agonizando nos ouvidos dos santos que querem contéudo biblico mais do que vozes e arranjos bonitos.
Eu não sou tão velho (só 31!+ 15 de fé), e já saudosista daqueles cânticos que enfatizavam o céu, o sangue do Cordeiro, a transformação efetuada por Jesus na vida do crente. Já não suporto esses jingles e mantras evangélicos que de pouco ou nenhum conteúdo biblico, chegam as raias da heresias.
Livre-nos Deus !!!

Rafael disse...

Pr.Ciro, essa musica tem sido cantada em muitas, muitas igrejas.Gostaria que fizesse uma análise bíblica a respeito desta canção.
se não souber de quem é vá no www.vagalume.com.

Marca da Promessa

Se tentam destruir-me
zombando da minha fe
e ate
tramam contra mim

querem tulhar meus possos
querem frustrar meus sonhos e me fazer desistir

mas quem vai apagar
o selo que ha em mim
a marca da promessa
que ele me fez
e quem vai me impedir
se decidido estou
pois quem me prometeu
é fiel pra cumprir

o meu Deus
nunca falhara
eu sei que chegara minha vez 2x
minha sorte ele mudara
diante do meus olhos

eu tenho a marca da promessa 5x

mais quem vai apagar
o selo que ha em mim
a marca da promessa que ele me fez
e quem vai me impedir
se decidido estou
pois quem me prometeu é fiel pra cumprir

Anônimo disse...

ciro.paz do Senhor ,te amiro como um grande apologista.mas vc está sendo muito exagerado em certas situaçoes

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Anônimo,

A paz do Senhor.

Identifique-se e apresente os exageros, e eu me retratarei, se for o caso.

Em Cristo,

CSZ

marcio leal disse...

___OLÁ PR.CIRO!!!
_BOM O QUE DIREMOS,POIS A ESTAS COISAS!??
_da parte de"alguns"participantes-
temos notado...
-multi-culturalismo,emocionalismo,pragmatismo...e até mesmo ( modismos ministériais)...mas..já a esposa do cordeiro se aprontou!.ap.19:7.
.me apego sim..em cristo apenas n'ele encontramos "SALVAÇÂO"at.4.11.12.
....á,outra coisa: as "portas"do inferno nunca prevalecerão contra a "igreja de CRISTO!.mt.16.18.(1.tm.3.15). saúde.

Anônimo disse...

A Paz do Senhor Jesus. Pastor Ciro, gostaria de ler seu comentário a respeito de músicas que andam ensinando às crianças nas igrejas( músicas dançantes que deixam as crianças elétricas) e sua sugestão para os líderes desse ministério... Obrigada. Continue na Paz do Senhor Jesus

Luan disse...

A paz do Senhor caro pastor.

Gostaria de seu auxílio, pois sou líder de mocidade (nasci no berço evangélico)hoje tenho 20 anos de idade e lhe confesso que sempre fiz questão de louvar ao Senhor e adorálo com hinos sacros (coisa que é raridade em nossos dias) porém muitos jovens que lidero tendem a se abraçar a estilos de "hinos" que não consigo aceitar dentre eles rock, samba, pagode, funk e fazem a questão de dizer que são gospel (isso já virou moda).
Pastor gostaria de saber como devo ensinar aos jovens que lidero a cerca desse assunto.

À sua atenção o meu muito obrigado.

Estelio disse...

Amado Pr Ciro,
Gosto da ética que o senhor usa. Na verdade, o senhor usa a ética biblica, Paulina. Paulo repreendeu a Pedro em publico, por que este se tornara repreensivel Gl 2.11. As pessoas estão acostumadas com a ética do mundo, que certamente não é a Divina. A nossa ética é a biblia e se alguem foge dela, este sim é o anti-ético. Continue assim meu amado irmão, não se deixe contaminar pela fama (tentarão comprá-lo). Louvado seja Deus por sua vida

Pr. Newton disse...

Prezamado pr. Ciro,

Esta matéria é excelente, e não permite nada a desejar.

São muitos os que se iludem com a provocação ao diabo, em suas vidas, e se regozijam mais e mais a vociferar contra o inimigo das nossas vidas, palavras de desafio e de argh...coragem....será mesmo coragem, e que as suas vidas estão no altar? Claro que o interesse é valorizar o ser humano em suas invenções de poder, e esquecem a verdadeira adoração a Deus.

Estão insensíveis ao Espírito Santo, pois, suas vidas estão mais arraigadas as vantagens materiais, destas horríveis músicas de fogo e guerra, que se espalham como doença no seio da igreja (prédio, edifício), mas não abalam a igreja verdadeira, ou seja, a que será arrebatada.

Louvar a Deus é uma necessidade de quem ama a Jesus Cristo.

Cantar músicas de foguinho, fogo ou fogão, é uma necessidade mesquinha com a VERDADE.

Imaginem o Espírito Santo feliz com uma adoração de Hip-Hop ou Rock evagélico.

Deus seja louvado de verdade por seus verdadeiros adoradores em espírito e em verdade.

Deus seja louvado, por quem pensa, e raciocína na hora da composição e permite ao Espírito Santo a sua orientação, e não os seus desejos carnais de sucesso.

Desus seja contigo,

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Elaine disse...

Pastor Ciro,

sobre esse modernismo todo, essa mudança de comportamento (e de intenção) nos cultos a Deus, eu li um pequeno (audacioso e arrogante) artigo em um blog de um jovem assembleano. Eu não fiz um comentário, mas deixei refutações com base bíblica em defesa do Evangelho puro e simples como Jesus ensinou, a saber, o Evangelho da renúncia, da separação do mundo, da humildade e dependência de Deus.

Se o senhor puder, dê uma lida e me informe o que o senhor pensa sobre o ponto de vista do rapaz que escreveu e também se a nossa defesa foi correta (não quero nenhuma glória quanto ao que escrevi... apenas gostaria de saber se não estou sendo radical demais para com esse jeito "extravagante" de adorar - se é que isso é mesmo adoração).

Por favor, me auxilie, se puder. O endereço do blog é

http://ichtusgate.wordpress.com/2008/07/29/o-novo-perfil-da-juventude-evanglica-no-brasil-parte-1/

Lá o senhor pode ler o texto (não é grande) e também a minha palava pela Palavra de Deus (é o quarto comentário a partir do final).

Deus, em Cristo, te abençoe.

Shalom.

Deborah disse...

Paz Pr. Ciro!

Agradeço a Deus por esse grande ministério que Ele tem lhe confiado. Agradeço também por encontrar pessoas (poucas, infelizmente...) que temem ao santo nome de Jesus e preservam sua Palavra, como o irmão.
Com 19 anos de idade, tenho buscado a Deus com toda sinceridade do meu coração, e Ele tem me ensinado muitas coisas dia após dia.
Confesso ao irmão que o que tenho pedido a Deus em minhas últimas orações, é discernimento. Depois de ter ouvido tantas coisas sobre certas músicas (chamo de "música" pq, sinceramente, não sei se "hino" seria a melhor palavra) que entram nas nossas igrejas, cantadas principalmente por nós jovens, e que vai saber, podem ser sutilezas do adversário pra se infiltrar no nosso meio, receio (com muita tristeza) em cantá-las, já que o nosso Deus é santo.

Nada como os hinos da Harpa Cristã. Inspiradíssimos!

Que Deus abençoe a sua vida mais e mais.

Silvio disse...

Aqui vou eu de novo....

O que fizeram com a Harpa Cristã, ou o Cantor Cristão ? Para quem não sabe o primeiro é da Ass. de Deus e o segundo da Igr. Batista.

Que saudades dos grupos das décadas de 70 e 80 em que apenas eram conhecidos com " grupo de louvor " tais como: Vencedores por Cristo, Arautos do Rei, grupo logos ou grupo Elos ou de cantores como Oséias de Paula ou Luis de Carvalho. Em todos eles, Cristo era e foi e está sendo exaltado.

Mas hoje, sinceramente, não dá para dizer que Cristo está sendo exaltado e louvado. Em minha opinião, somente minha, eu digo: Está mais parecendo um lixo as músicas ditas " gospel ".

Pronto, falei !

Vanessa Tavares de Oliveira disse...

Me alegro em saber que ainda existem pregadores da palavra de Deus que fale a verdade Bíblica, a san doutrina!!! Sou da Assemblea de Deus em PE, atuanlmete estou na Argentina junto com meu querido Esposo fazendo a obra de Deus, apezar de ter apenas 24 anos me encanta os hinos sancros, os Antigos, os da harpa Crista...em fim,dos verdadeiros adoradores e compositores cristaes. Nasci em uma familia onde os membros(todos) sao musicos(para gloria de Deus). Louvo ao Senhor e toco violino tb.(pela graca de Deus, debaixo do sangue de Jesus)Mas nunca gostei desses tipos de musicas que vejo e esculto(sem opcao de escolha) atualmente. Creio que, aquele que, verdadeiramente nasceu de novo vai se alegrar tambem por essa materia.
(gracas a Deus que minha familia tb pensa o mesmo)
Que o bom Jesus possa seguir le ajudando Pr.Ciro a falar a palavra de Deus!
Paz do Senhor
Vanessa Tavares de Oliveira

Vanessa disse...

Vanessa Tavares de Oliveira

Pr. desculpeme os erros ortográficos,e acentuacoes! Aqui no teclado, do PC em Argentina, falta alguns acentos! como por exemplo o c cedilha e outros! e a palavra sacra, escrevi sancra(meu Deus). Paz do Senhor!

LEONARDO disse...

PR. CIRO, COMO VOCÊ OUSA CRITICAR E DIZER QUE ESSE HINO "500° GRAUS", DA MINHA CANTORA FAVORITA CASSIANE, NÃO TEM NENHUM EMBASAMENTO BÍBLICO? EU NÃO GOSTEI DA SUA ATITUDE, EU FIQUEI MUITO DECEPCIONADO E IRRITADO COM VOCÊ,SUAS CRÍTICAS SÃO TOTALMENTE INFUNDADAS, CASSIANE É VERDADEIRAMENTE UMA MULHER UNGIDA DE DEUS, É BOM VOCÊ TER MUITO CUIDADO QUANDO VOCÊ FOR CRITICAR E JULGAR OS HOMENS E MULHERES UNGIDOS POR DEUS POIS A BÍBLIA DIZ EM SALMOS 105:15:"NÃO TOQUEIS NOS MEUS UNGIDOS E NÃO MALTRATEIS OS MEUS PROFETAS." TODOS OS HINOS DE CASSIANE SÃO INSPIRADOS PELA BÍBLIA, EU SOU FÃ DELA POR ISSO EU TENHO QUE DEFENDE-LA. EM HEBREUS 12:29 DIZ: "PORQUE O NOSSO DEUS É UM FOGO CONSUMIDOR".E AGORA, PR. CIRO, VOCÊ AINDA VAI CONTINUAR DIZENDO QUE O HINO "500° GRAUS" NÃO TEM BASE BÍBLICA? ESSE HINO TEM TODO RESPALDO BÍBLICO!!!

Anônimo disse...

Pastor Ciro, faço um apelo à sua mui estimada contribuição no mundo evangélico cristão, em nos dar uma análise referente à canção RARIDADE - ANDERSON FREIRE. Vejo uma incoerência em alguns trechos quando confrontamos a mesma à luz das Escrituras. Fico no aguardo

Paulo Silva

Alexsandro Rosolen disse...

Pastor Ciro...

Faço coro ao pedido do Paulo Silva, seria muito importante na minha opinião a análise dessa música (Raridade - Anderson Freire) pelo Pastor, afim de conscientizar as pessoas da grave crise bíblica que sofre o mundo gospel.

Paz...

Alex

teólogo reformado disse...

Com relação ao irmão acima, que falou sobre a canção Raridade, de Anderson Silva, recomendo o artigo de Helbert Souza, do Site Matérias de Teologia, onde ele fala sobre os erros teológicos deste louvor:

http://www.materiasdeteologia.com/2015/07/raridade-de-anderson-freire-erros.html

teólogo reformado disse...

Com relação ao irmão acima, que falou sobre a canção Raridade, de Anderson Silva, recomendo o artigo de Helbert Souza, do Site Matérias de Teologia, onde ele fala sobre os erros teológicos deste louvor:
http://www.materiasdeteologia.com/2015/07/raridade-de-anderson-freire-erros.html

Raridade - Erros Teologicos