terça-feira, 17 de março de 2015

Pronto: falei! E fica a dica...


Algumas pessoas têm me perguntado por que alguns articulistas gostam de empregar, na grande rede, hashtags como #ProntoFalei, #Reflita, etc. Como eu também me valho desse recurso, especialmente nas redes sociais, como Facebook e Twitter, gostaria de abordar aqui, brevemente, esse assunto e explicar por que uso hashtags.

Antes, porém, leia com atenção os próximos três parágrafos. Hoje, pela manhã, eu estava meditando na Palavra de Deus, em oração, e me veio um versículo ao coração: "Pode uma mulher esquecer-se tanto do filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, me não esquecerei de ti" (Isaías 49.15). Haja o que houver, permaneçamos firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o trabalho que fazemos, de fato, para Ele, a fim de agradá-lo e honrá-lo, jamais será vão (1 Co 15.58). E nunca se esqueça: o Senhor jamais se esquecerá de você. ‪#‎ProntoFalei‬ — e me sinto bem melhor agora.

Você ficou sabendo que algum irmão (irmão?) está querendo prejudicá-lo? Alguém lhe disse que estão falando mal de você "pelas costas", tentando manchar a sua imagem? Acalme-se! Não "faça justiça com as próprias mãos". Ainda que fiquemos indignados quando tomamos conhecimento de que pretensos irmãos em Cristo estão procurando nos prejudicar, não devemos usar as "armas do Inimigo", e sim as "armas da nossa milícia", as quais "não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus" (2 Co 10.4). Como servos do Senhor, jamais devemos nos esquecer do que Ele nos ensina, em Mateus 5.44: "Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem". Deus é justo e cuida dos que são seus. E nenhuma injustiça prevalecerá. ‪#‎FicaADica.

Quando você se sentir injustiçado e tiver a certeza de que está sendo prejudicado por pessoas que, além de fazer isso, ainda riem da sua situação, aguente firme. Um dia de fúria dará aos seus desafetos ainda mais munição para verberarem contra você. Embora Jesus tivesse todos os motivos para ter um momento de grande revolta diante de seus adversários, preferiu esperar o momento da exaltação. Humilhado e — sobretudo — humilhando-se, Ele sofreu até a morte de cruz. Entretanto, "Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo nome" (Fp 2.5-11). Tenhamos o mesmo sentimento do nosso Mestre ante as injustiças e jamais nos esqueçamos da pergunta retórica contida em Gênesis 18.25: "Não faria justiça o Juiz de toda a terra?" #PenseNisso.

Nos parágrafos acima empreguei algumas hashtags muito usadas nas redes sociais. Na linguagem da Internet, tags são palavras-chave, etiquetas, e hashtags são as tags antecedidas pelo seguinte símbolo: #. Há etiquetas gerais e específicas. As que eu citei acima são gerais, mas há outras, usadas em ocasiões especiais. #ChangeBrazil, por exemplo, foi muito empregada na época dos protestos nas ruas, em junho de 2013.

Falando em protesto, para o DataFoice e o site LULOL, um milhão de pessoas pode transformar-se em cinco milhões ou em duzentos mil. Se o ajuntamento estiver relacionado com a Parada Gay, qualquer cem mil transforma-se em um milhão. E, se esse evento chegar a um milhão, de fato, o número quintuplica! Por outro lado, quando se trata de um protesto contra o partido marxista-leninista que está no poder do Brasil há mais de doze anos, um milhão dificilmente chega a trezentos mil! O LULOL também está noticiando hoje que, segundo o DataFoice, a maioria dos brasileiros que foi às ruas, no domingo passado, protestou apenas contra a corrupção, e não contra o desgoverno da "presidenta". Como diz o carioca, "Fala sério!" ‪#‎ProntoIronizei‬.

Finalmente, por que este articulista e outros empregam hashtags? Porque elas são hiperlinks nas redes sociais e ativam o mecanismo de busca. Ou seja, se alguém clicar na etiqueta #Fato, por exemplo, terá acesso a todas as publicações contendo essa marcação. #ProntoExpliquei.

Ciro Sanches Zibordi

3 comentários:

Anônimo disse...

Çiro e seu livro novo que ia sair em janeiro e já estamos quase em abril e até agora nada..não vai ter mais, mudou de ideia?
Abraçoss

Escola Bíblica Dominical - Seminário Teologico Permanente disse...

A paz do Senhor, pastor Ciro!

O texto está muito bem explicativo.
Os três primeiros parágrafos acontecem por aí também? Eu pensei que atitudes como aquelas só aconteciam nos pólos do globo terrestre (risos).

DataFoice e o site LULOL? Ri muito aqui!!!!

Oremos pela nossa nação!

E glória a Deus pelo seu modo de escrever, que além de conter os elementos necessários ao entendimento do público em geral, contém também uma boa "pitada" de humor que lhe é peculiar.

Assim,
1- entendemos o conteúdo,
2 - não nos enfadamos com textos longos e com termos de difícil compreensão, até para os mais acostumados com a leitura,
3- e de quebra damos boas risadas com seu bom humor inteligente.

Parabéns!!!
#ProntoAmei

Simone Tavares.

Ciro Gomes disse...

Deus abençoe o seu ministério Pr. CIRO! #Xará