quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Quem tem medo do chip de Obama?

Certo caluniador, alhures, escreveu: “Alerta! Pastor Ciro Zibordi apoia programa de implantação de chip de Obama”. Uau! Nem eu sabia que era tão importante! Aliado de Obama?! Risos. Tudo isso porque, em meados do ano passado, eu escrevi um artigo pelo qual mostrei como os conspiracionistas de plantão enganam pessoas mediante factoides e invencionices. Eles, por exemplo, aproveitaram-se, em 2013, de um discurso de Obama sobre economia para isolarem o verbo to chip — lascar, cortar, reduzir, interromper, contribuir com dinheiro ou trabalho, etc. — e o traduzirem como “chipar”.

Para início de conversa, o jornal Folha de S. Paulo, no dia 15 de outubro de 2004, informou: “Estados Unidos liberam implante de chip em humanos”. Quem era o presidente estadunidense em 2004? George W. Bush, que seria reeleito em novembro daquele ano. A reportagem dizia o seguinte: “A FDA, agência que regula o uso de medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, liberou nesta semana o implante de chips em humanos para uso médico. A empresa Applied Digital Solutions (ADS) foi autorizada a utilizar o VeriChip para armazenar informações médicas sobre o portador do dispositivo”.

A matéria da Folha de S. Paulo também dizia: “O médico que precisar tratar alguém que tenha implantado sob a pele o dispositivo eletrônico do tamanho de um grão de arroz precisará apenas passar um leitor sobre o chip e terá acesso a todo o histórico médico da pessoa. A ADS tentava conseguir a autorização desde 2002, quando a FDA afirmou que a autorização não cabia à agência, já que o chip não era considerado um equipamento médico na época”.

Observe por que o chip foi liberado, ainda durante a gestão de Bush: “No caso de uma emergência, o chip pode salvar vidas, já que acaba com a necessidade de testes de grupo sanguíneo, alergias ou doenças crônicas, além de fornecer o histórico de medicamentos do paciente. Por conseguinte, a aludida "prova irrefutável" de que o governo Obama implantará biochips, além de falsa, não traz nenhuma novidade e chega com um atraso de quase dez anos em plena era da Internet e da informação!

Mas, por que alguns cristãos têm tanto medo de novas tecnologias? Aliás, não é de hoje que a possibilidade de implantação de um chip no corpo humano assusta e aterroriza cristãos incautos. E alguns pregadores, sem analisar os fatos com cuidado, contribuem para aumentar essa paranoia, ao citarem Apocalipse 13.14-16 para afirmar que o sinal da Besta é um microchip de 7 mm de comprimento e 0,75 mm de largura, isto é, do tamanho de um grão de arroz.

Ora, cristãos que se prezam não precisam se preocupar com o Anticristo e as ferramentas que ele utilizará quando entrar em cena. Por quê? Porque a Igreja de Cristo não receberá tal sinal em hipótese alguma. E mais: não há nenhuma evidência de que esse sinal será um chip! Trata-se, na verdade, de uma marca, não revelada nas Escrituras, cuja finalidade será separar os seguidores da Besta como adoradores conscientes — note: conscientes — desse preposto de Satanás.

Graças a Deus, os salvos estão marcados pelo sangue do Cordeiro e já estarão com o Senhor Jesus antes da manifestação do Homem do pecado! Por que, então, essa preocupação paranoica com o sinal da Besta?

Ciro Sanches Zibordi

4 comentários:

T.Mendes disse...

"Não ameis o mundo nem o que há nele. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do pai, mas procede do mundo"
1 João2.15,16

ÉSTA É A MARCA DA BESTA HOJE ACEITA POR MILHERES DE PESSOAS. A diferença da de Apocalipse é tão somente temporal.

Sérgio Silva disse...

Tentei explicar isso na pagina postagem do tal acusador, ele fez questão de reponde meu comentário,dizendo que se eu não acredito que esse é o sinal da nesta, então eu deveria pedir para colocar em mim. O homem insensato.

Sérgio Silva disse...

Tentei explicar isso na pagina postagem do tal acusador, ele fez questão de reponde meu comentário,dizendo que se eu não acredito que esse é o sinal da nesta, então eu deveria pedir para colocar em mim. O homem insensato.

André Gonçalves disse...

Graça e paz!

Pr. Ciro,

Me permita fazer-lhe uma pergunta?
A luz de II Tess. 2. 3 revela que há dois sinais que acontecerão antes do arrebatamento da Igreja: A apostasia (que por sinal é mais que evidente em nosso tempo) e que seja revelado (trazido ao conhecimento) o homem do pecado.
Neste contexto a igreja passaria por um período de tribulação antes do arrebatamento? A pergunta encaixa-se em uma visão mesotribulacionista, e sei que sua visão é diferente. Mas se possível me responda esta questão!

Em Cristo,
André Gonçalves