sábado, 18 de janeiro de 2014

A verborragia de um deputado BBBrasileiro

Um adolescente homossexual de 16 anos é encontrado morto em São Paulo, ao lado de um viaduto. Os investigadores afirmam que não há, por ora, indícios ou provas de que ele tenha sido assassinado. Tudo indica que ele tenha se suicidado. Há, inclusive, a menção disso em seu diário.

A grande mídia, então, não acredita na versão policial e começa a sugerir que se trata de um assassinato motivado por homofobia. E ela sequer ventila a possibilidade de o rapaz ter sido morto por alguém de seu próprio grupo, caso não tenha se suicidado. Mas o pior vem a seguir...

Não aceitando a hipótese de suicídio, um "prestigiado" deputado gay BBBrasileiro — que tem nome francês e sobrenome que nos faz lembrar de um carro antigo — resolve sugerir, na revista Carta Capital, que os verdadeiros autores desse assassinato (assassinato?) são os evangélicos fundamentalistas!

Sinceramente, estou convencido de que esse cidadão está no lugar errado. Primeiro, porque as suas opiniões como parlamentar são ofensivas, incoerentes, parciais, desinteligentes, além de evangelicofóbicas. Segundo — para citar apenas dois motivos —, porque ele mesmo, há pouco tempo, afirmou, em uma entrevista, que ganha muito pouco como deputado... #ProntoFalei.

Ciro Sanches Zibordi

8 comentários:

Anathallycio Nascimento disse...

Não é preciso omitir o nome deste imbecil, todos sabem que é o Jean Wylis.
Eles está querendo aparecer, pois a causa gay sofreu uma grande derrota com a derrubada do PLC 122 no Semado.
Pelo que ele faz contra a família e a sociedade brasileira, não deveria ganhar um centavos dos cofres públicos.

www.avozdosetor10.blogspot.com

Clara Evangelish disse...

Continue falando, precisamos de pessoas como você colocando as coisas no seu devido lugar! Parabéns pelo blog!

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Pr. Ciro,

Fazia tempo que eu não deixava nenhum comentário no blog, mas, ao ler o post, imediatamente fui ler o artigo do deputado referido.
Deprimente o texto daquele ex-Big Brother!
Misturou alhos com bugalhos, demonstrou mais uma vez seu tremendo preconceito religioso e desconsiderou os claros indícios de que o rapaz se matou, como a anotação no diário e as informações preliminares da Polícia. Não vi aquela indignação toda quanto aos 62 mortos em Pedrinhas, muito menos quanto às vítimas do ônibus incendiado no mesmo e pobre Estado do Maranhão.
O indigitado deputado é extremamente fundamentalista e preconceituoso em seu discurso e prática política. Ele se aproveita da ignorância de muita gente, e se ancora nos interesses políticos de muita gente.

Anônimo disse...

Caro Pr Ciro. Creio que ele não é parlamentar, e sim Pra lamentar. Acho que ele frequenta o ParLAMENTO. A Papuda virou filial do ParLAMENTO.

Euler Lopes disse...

Paz Pr Ciro!Muito boa postagem, precisamos de esclarecimento desse nível.

Euler Lopes disse...

Paz Pr Ciro!Muito boa postagem, precisamos de esclarecimento desse nível.

Anônimo disse...

Paz Pr Ciro!Muito boa postagem, precisamos de esclarecimento desse nível.

Vitor disse...

Eu sinceramente nem me preocupo com um comentário tão incoerente como este do debutado Jean Wylis.

O considero um homem muito inteligente mas que tem se perdido nesse debate sem sentido sobre o homossexualismo. Em alguns momentos inclusive acho que a alguns evangélicos como Marco Feliciano e Silas Malafaia também se perderam.

Alias desde o início acho que este debate não tem o menor sentido, pois não acredito em evangelização baseada em argumentação exaustiva. A argumentação acho que só é válida como arma de defesa, não como uma forma de atacar quem simplesmente não partilha das mesmas convicções que nós.

Paz.