terça-feira, 29 de outubro de 2013

Aos galinhopintadinhólogos de plantão

Nas redes sociais, o número de pesquisadores da série de DVDs da Galinha Pintadinha aumenta a cada dia. Eles são especialistas em galinhopintadinhologia e estão aptos para interpretar frases "complexas", como: "Foi na loja do mestre André que eu comprei um rabecão" ou "O sapo não leva o pé, não lava porque não quer", etc.

Para tais pesquisadores, o mestre André é um demônio, e o rabecão, um carro funerário... Mas, e o sapo que não lava o pé, quem é? Este deve ser o imundo Satanás, com aqueles olhos e língua enormes! Afinal, quem tem o pé sujo e gosta de ficar saltitando pela terra? Veja que detalhe interessante: "o sapo não leva o pé porque não quer". O Inimigo é desobediente e rebelde desde o princípio; ele é sujo e nunca quis ser puro.

Estamos nós últimos dias... Penso que não demorará muito, e surgirão na grande rede inúmeros cursos de galinhopintadinhologia voltados a quem deseja interpretar, à luz da semiótica e da exegese, cada desenho e frase contidos na "terrível" e "perigosa" Galinha Pintadinha...

Amados leitores, o mestre André é figura do folclore, assim como o saci-pererê, o boitatá, o curupira, o boto, a mula-sem-cabeça, etc. Se formos nos apegar a questiúnculas desse gênero, teremos de proibir nossos filhos de frequentar a escola e de ler os livros didáticos recomendados pelos professores!

Outrossim, na canção sobre a loja do mestre André, que menciona o instrumento musical rabecão, vários outros são citados, como o pifarito, o pianinho, o tamborzinho, a sanfona, o tamborim... Por isso, repito: precisamos ser mais zelosos na educação de nossos filhos — ensinando-os no caminho em que devem andar (Provérbios 22.6) — e menos paranóicos.

Ciro Sanches Zibordi

12 comentários:

Célio de Castro disse...

Como pentecostal clássico, creio que essa paranóia deve-se a um fato que o sr. combate no seu livro Erros Escatológicos que os Pregadores Devem Evitar, que é a teologia do cagaço. Na década de 90 nosso meio era infestado de pregadores do arrebatamento que baseavam seu discurso na teoria da conspiração. Lembro muito bem que falavam de um movimento da Nova Era que buscava infiltrar nas igrejas sorrateiramente, e teve um pregador que foi na minha igreja e deixou os membros aterrorizados, era um tal de 666 que estava oculto em relógios, filtros de barro, em etiquetas de calçados, código de barras, computador etc. Depois do ano 2000 esse discurso perdeu um pouco sua força e esses pregadores migraram para as tais mensagens subliminares, e ocorre que mesmo numa era de tanta informação ao alcance de um clique, as pessoas não tem um senso crítico, não filtram o que ouvem e o resultado é essa paranóia absurda. Inclusive ano passado a liderança da igreja onde congrego reservou uma noite de sábado para um "missionário especialista" em mensagens subliminares nos desenhos da Disney palestrar sobre o tema, e claro vender seus DVD ´S e apostilas.
Enfim, é o pentecostalismo pagando caro por não dar o devido valor ao estudo teológico por tanto tempo.

Djavan Gaia disse...

Boa tarde Pr. Ciro, há dois meses passei a ser leitor deste blog, e também um leitor dos seus livros quero dizer que os seus livros e os seus artigos mudaram muito alguns conceitos da minha vida cristã , e posso seguramente dizer que mudaram pra melhor , Que o Senhor te abençoe cada vez mais , !!

Elaine Cândida disse...

Tá vendo o porquê de a prioridade do Reino ser das crianças, Pastor Ciro?

É porque, diferentemente dos adultos que, quando não estão complicando as coisas as estão demonizando, elas (as crianças) entendem tudo facilmente e agem com tanta simplicidade...

Totalmente dependentes de Deus, exatamente como esses crentes em Deus mas que ainda vivem assombrados pelo diabo deveriam ser.

§^,^§

Anônimo disse...

Pastor, parabéns pela paciência. Que Deus continue lhe concedendo o dom que é aguentar esse tipo de coisa. Confesso que eu preciso melhorar muito nesse sentido.

Clara Evangelish disse...

Concordo contigo! É por aí mesmo, mais leitura Bíblica e menos paranóias, parabéns pelo blog, muito inteligentes e baseado na palavra do Senhor. A paz de Cristo!

Edwin Mello disse...

Só queria 10 Pastores Ciro em Angola....só 10!

Nonato disse...

Pastor, a paz!
Gostaria de saber e seus livros estão disponíveis para compra por download para serem lidos no tablet.

Abraço,

Nonato

T.Mendes disse...

Boa noite, Paz
Paralelo a isso, gostaria que o senhor soubesse do que aconteceu esta semana na emissora de televisão brasileira. Bem, no domingo passado, um humorista entrevistava como repórter, na Santa Ceia, Jesus Cristo e os demais dos 12, com muita sátira, desrespeito e até blasfêmias. No sábado, ontem, aparece uma atriz da novela das oito, visitando um templo evangélico e com hino da harpa "firme nas promessas de Jesus". Provavelmente, a emissora recebeu críticas severas devido ao que fez no último domingo e nada engana aos fiéis pois para amenizar e mostrar que respeitam os crentes, colocam uma passagem de culto tradicional. Espero que final do ano os cantores não se entreguem as propostas para cantarem no festival de promessa pois após aquele quadro de humor na qual blasfêmam o nome de Deus, tenham a sensibilidade de como protesto, abdicarem de seus cachês na emissora.
Embora não devamos ser paranóicos, devemos ser cautelosos com a cultura pós-moderna no tangente a como divertir uma criança. No tempo dos apóstolos e depois, não havia "dvd" de galinha pintadinha, nem tão pouco na inquisição. cristãos choravam a perda de seus fihos devido ao amor a verdade, coisa que no atual ocidente não acontece a nível de perseguição pois hoje elas mtem liberdade para se DISTRAIREM nessa cultura da TV para crianças...

Pr Alessandro Garcia disse...

"Aos galinhopintadinhólogos de plantão"

Cara, tu és uma figura muito engraçada e bem humorada. Deus te abençoe!!!!!!

Tamar disse...

Exageros a parte, essa teologia "fringe" é bem mais divertida e interessante do que as longas batalhas a respeito dos iotas do texto massorético. Os antigos sites apologéticos me ensinaram a ver as conexões entre coisas desconexas e poder das crenças na arte e na cultura que nos é propagada.

Pb Fernando disse...

Ensinar nossos filhos no caminho que ele deve andar, é o mais correto, e assim o mesmo estará capacitado a discernir o falso do verdadeiro.

jonasrn disse...

Concordo com o nobre pastor em parte, então é o seguinte.

Exemplo:

Se a pessoa joga lixo na rua ou fura uma fila ela não pode participar de manifestações por um brasil melhor ?

Então se existe algo "ruim" nos videos da galinha pintadinha, não tem problema assistir, pois temos no meio "gospel" pessoas lançando dvds com musicas que tbm algum ruim e que não edifica.

Quem pode menos pode mais ?

A paz do Senhor Pastor