sexta-feira, 17 de maio de 2013

Israel e o mês de maio

O mês de maio é muito significativo para O Estado de Israel. Grandes acontecimentos se deram nesse mês, desde o fim da Segunda Guerra Mundial, a começar pela derrota da Alemanha nazista, em 8 de maio de 1945. Depois da vitória dos Aliados, Israel finalmente poderia se estruturar para ter o seu Estado proclamado. E isso aconteceria três anos mais tarde.

2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns, israelenses!Viva Israel!!!
Israel existe porque Deus existe ou porque Deus existe Israel existe?

T.Mendes disse...

Zacarias 12 relata a conversão de Israel ao fim da tribulação; "quando o povo israelita co Jesus se concertar" (Hino 3 da Harpa Cristã).
O endurecimento continua nos dias de hoje;após a igreja ser removida, iniciará o período de desespero naquele povo, especialmente nos últimos 1260 dias antes do retorno glorioso. É muito comum no ensino escatológico bíblico, indagarem se um judeu morrer hoje terá o mesmo destino dos crentes. O que respondem normalmente é de quedevemos ter "cuidado para não amaldiçoar este povo".
Ez 37 não se cumpriu em sua totalidade. Israel ainda não possuiu toda a terra prometida e ainda estão espalhados por todas as nações.
Devemos refletir que a preservação deste povo ao longo dos séculos serve de veracidade às Escrituras em todas suas profecias porém, devemos lembrar que a retomada do plano de Deus com Israel se dará após o arrebatamento onde através de perseguição sem precedentes, se converterão ao Messias que virá transpassado. Até lá,a igreja só acompanha a cada dia que passa, mais naçoes veêm Israel como pedra de tropeço, cumprindo as palavras em Zacarias. Se um judeu é salvo hoje, devemos perguntà-lo se tira o quipá e acecita Jesus Cristo como Salvador, e certamente dirá que não, indubitavelmente então sabemos que não estará salvo.
O retorno a terra é só o começo...