sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

[C]hanchada de [Q]uinta [C]ategoria

Amados, não percamos o nosso precioso tempo repercutindo ou discutindo sobre as declarações de pseudo-humoristas e, ao mesmo tempo, pseudojornalistas a serviço do ativismo LGBTUVWXYZ e da agenda liberal. Eles usam os seus programas de TV para ridicularizar o Evangelho e não querem ver o outro lado da questão.

Tais falsos jornalistas e humoristas de quinta categoria (que vivem buscando confusão e, às vezes, até sofrem agressões físicas em razão de, primeiro, agredirem verbalmente as pessoas que não concordam com a sua conduta inconveniente) estão a serviço da imoralidade, do ateísmo, do laicismo, da evangelicofobia, custe o que custar. Eles não têm argumentação científica convincente e usam como principal arma o escárnio do Evangelho e dos evangélicos, mesmo que estes demonstrem estar preparados para discutir de maneira competente sobre qualquer assunto ligado ao comportamento humano.


São esses mesmos falsos humoristas, zombeteiros, que (na TV e em suas performances de "stand-up comedy") fazem gracejos com o Holocausto, defendem abertamente o aborto, verberam contra a moral e a ética esposadas pelo verdadeiro cristianismo e relativizam, ainda que de modo tácito, a pedofilia e o estupro. É triste ver na grande rede pessoas que se dizem cristãs promovendo e defendendo esses "telemauricinhos" e "telepatricinhas" pseudo-intelectuais a serviço da agenda liberal.


Como se costuma dizer nas redes sociais, "fica a dica".


Ciro Sanches Zibordi

9 comentários:

Pregador Wellington Braga disse...

Concordo plena e totalmente com o Pastor Ciro. Eles são movidos de eclesiofobia, e estão fechados a qualquer tipo de argumentação. Sendo assim, não vale a pena falar sobre eles.

Eduardo Melo de Miranda disse...

O jogo é fazer uso de ridicularização constante da religião e dos religiosos, com o objetivo de retirar os cristãos dos debates públicos.

Gilmar Valverde disse...

Caro Pr. Ciro,

Só acho que certos evangélicos, infelizmente, têm contribuído para o escárnio do próprio Evangelho também.

Numa pseudo-reportagem que vi esses dias, que é provavelmente a que o Sr. se refere no artigo, pude perceber que alguns responderam com equilíbrio as perguntas feitas, como no caso do Pr. Marco Feliciano e da Marisa Lobo, enquanto outros perderam a oportunidade ímpar de ficarem calados e também de responderem a pseudo-humorista com mais educação (pensei até que um deles iria xingar a humorista).

Achei uma atitude lamentável está última, o que nos mostra o quanto precisamos de líderes de verdade em evidência no cenário nacional, para não passarmos a imagem de um povo desequilibrado, mal-educado, alienado e, acima de tudo, não envergonharmos o Santo Evangelho.

Atenciosamente,

Gilmar

Mateus Emilio Mazzochi disse...

Paz do Senhor pastor Ciro. Não há a menor condição de conversar com pessoas que tomam este tipo de posição, pois nos acusam de fanáticos de “... fóbicos", mas não possuem capacidade para ter uma discussão em alto nível. Infelizmente. Detalhe, nos blogs usam o artifício do anonimato...
http://mateusemiliomazzochi.blogspot.com.br/

Cesar Filho disse...

O objetivo maior é provocar uma euforia na massa telespectadora, concordando com ela e a fazendo dar gargalhadas.
Esses repórteres querem mostrar cunho intelectual, mas demonstram no contexto que seus argumentos não são dignos que aprovação, muitos menos de serem levado a sério.

Blog do Ir Cesar Filho'

Eduardo Melo de Miranda disse...

A artimanha deles é a ridicularização constante da religião e dos evangélicos, com o objetivo de retirar o evangelho e a opinião dos cristãos do debate público dos assuntos atuais, e eles poderem usar apenas os conceitos humanistas mundanos e diabólicos.

Tadeu de Araujo disse...

Pastor Ciro, graça e paz!
Esses maus caracteres, travestidos de "humoristas e jornalistas", que nasceram quando vergonha estava em férias, que não respeitam o meio secular, mas principalmente, o religioso, vez por outra, estão colhendo os frutos da falta de limites não respeitados, em relação às pessoas.
E o pior é que essas "figurinhas", quando levam desacertos, ainda têm a cara de pau de dizerem que foram vítimas de atitudes truculentas.
Ora, há um ditado popular que se nos diz: "Quem planta vento, colhe tempestade".
Sendo assim, quando eles passam por situações constrangedoras, perdoem-nos a sinceridade, é bem empregado.
Quanto às pessoas que se dizem "cristãs, que defendem e apoiam esses bagunceiros, a nosso ver, são: "farinha do mesmo saco, banana do mesmo cacho e vinho da mesma pipa".
"Quem não pune o mal, manda que se faça".
"suavizar as penas alheias é esquecer as próprias".
Que o Altíssimo continue usando a todos aqueles que não lambem botas de nenhum meio de comunicação, para serem vistos como "astros e estrelas", mesmo sendo ridicularizados ao vivo.
Ah, ia-nos esquecendo: Vergonha é para que tem!
Em Cristo,
Tadeu de Araújo


Tamar disse...

Esses dias saiu um relatório sobre educação de influente e respeitada revista: The Economist.

O Brasil ficou na posição 39 entre os 40 países pesquisados.

Nossa taxa de homicídios por 100.000 habitantes está em 21.02 só sendo superada pelo México e pela Colômbia.
Nos EUA a taxa é 4.75, na Rússia 10.19

Exame do CREMESP reprovou 54 % dos médicos formados.

Estamos sendo transformados em país de endividados, ignorantes, bebuns e homicidas.



Isso explica alguma coisa no baixo nível das nossas autoridades, artistas, intelectuais e das pessoas que vivem ouvindo as baboseira que esses humoristas dizem.

Saiamos do meio deles.


Os dados estão em

http://thelearningcurve.pearson.com/country-profiles




Szmyhiel disse...

Se talvez os tais "lideres-cristãos", não quisessem aparecer na midia, talvez não ficariamos expostos a críticas. Pois esses lideres, normalmente tem suas vestes manchadas, de opressão, hipocrisia e de corrupção.

"Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.
A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.
Romanos 13:7-8"

Será que os apóstolos se preocupavam com as decisões políticas e pagãs do império romano, ou se preocupavam com os "seus" e em anunciar a boa nova da Graça.

E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
Romanos 1:28

Homossexualiso não tem cura! Mas o nosso Deus é o Deus do impossível, só Ele. Somos o resultado da misericória de Deus, por Jesus Cristo, que alcança a quem se apraz.

Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?
Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.
Mateus 20:15-16