segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Como celebrar o Natal de Cristo

O cristão que tem bom senso participa, de modo prudente, das confraternizações de fim de ano, com a família e os amigos, na igreja ou até mesmo com os colegas de trabalho. Quanto ao Natal de Cristo, especificamente, toda a cristandade deveria participar dessa celebração com muita alegria e gratidão a Deus, mostrando ao mundo que o Senhor Jesus é o verdadeiro protagonista do Natal.

Em Mateus 2.1-12, aprendemos com os magos do Oriente a celebrar o verdadeiro Natal de Cristo, que nada tem a ver com Papai Noel, árvore enfeitada e colorida, bacalhau, peru, pernil, panetone, rabanada, amigo oculto (ou secreto), etc. Embora tudo isso faça parte das confraternizações de fim de ano, é importante não ignorarmos o verdadeiro significado do Natal.


Os magos do Oriente eram sábios (estudiosos dos astros), originários, possivelmente, da Pérsia.
O romanismo diz que eles eram três reis e os chama de Melquior, Baltasar e Gaspar. A Palavra de Deus se limita a identificá-los como “uns magos” (Mt 2.1). Deduz-se que eram três por causa do número de presentes oferecidos ao Menino: ouro, incenso e mirra. Mas quem pode garantir o que e em qual quantidade cada um dos magos ofertou?


Os magos não visitaram o Menino quando Ele estava em uma manjedoura, como vemos nos presépios romanistas.
Quando aqueles sábios estiveram com o Senhor Jesus, viram-no em uma casa (Mt 2.11). E Ele já tinha pelo menos dois anos de idade, visto que Herodes Magno, depois de chamar os magos e inquirir “exatamente deles acerca do tempo em que a estrela lhes aparecera” (v.7), “mandou matar todos os meninos que havia em Belém e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos” (v.16).


Aos magos interessava encontrar o Menino.
Eles “perguntaram: Onde está aquele que é nascido rei dos judeus?” (Mt 2.2a). Nessa época do ano, poucos se lembram do Aniversariante! Mas o Senhor Jesus não pode ser ignorado. Em nenhum outro há salvação (At 4.12; Jo 10.9). Ele é único Mediador entre Deus e os homens (1 Tm 2.5; Hb 7.25). 
Somente Ele nasceu sem pecado. Somente Ele viveu sem pecado. Somente Ele morreu por nossos pecados. E somente Ele ressuscitou para a nossa justificação!

Os magos desejavam adorar o Menino.
“Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos a adorá-lo”, disseram (Mt 2.2b). Eles não queriam adorar a estrela. Eles não queriam adorar a mãe do Menino. Eles queriam adorar o Rei dos reis e Senhor dos senhores!

Os magos se alegraram ao achar o local onde estava o Menino. Eles seguiram a estrela que viram no Oriente. E, quando ela se deteve, souberam onde estava o Senhor Jesus e “alegraram-se muito com grande júbilo” (Mt 2.10).

Os magos se alegraram antes de ver o Menino! Muitos precisam ver para crer, mas o verdadeiro adorador adora a Jesus mesmo sem vê-lo. Lembre-se do que o Senhor disse ao incrédulo Tomé: “Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram!” (Jo 20.29).

Os magos abriram os tesouros. Eles tinham algo para oferecer ao Menino (Mt 2.11). Muita gente, nessa época de festas, só quer receber. Elas pensam que Deus é como o Papai Noel... Mas nós devemos oferecer algo ao nosso Senhor e Salvador: “Que darei eu ao SENHOR por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR” (Sl 116.12,13).

Os magos ofereceram dádivas ao Menino. Eles levaram consigo ouro, incenso e mirra (Mt 2.11). O número três fala de uma oferta completa (Sl 103.1,2; 1 Ts 5.23). O ouro, metal nobilíssimo, representa a nossa adoração em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). O incenso — que, no Tabernáculo e no Templo, era formado por quatro especiarias (estoraque, onicha, gálbano e incenso puro) — alude aos nossos louvor, ações de graça, intercessões e súplicas pessoais, que sobem perante a face do Senhor como cheiro suave (Sl 141.2; Ap 5.8). E a mirra, um perfume extraído de plantas especiais, fala do nosso “bom cheiro” (2 Co 2.15).

Os magos foram guiados por Deus. Eles foram “por divina revelação avisados em sonhos para que não voltassem para junto de Herodes” (Mt 2.12). O crente que conhece o verdadeiro sentido do Natal não é guiado por horóscopo nem por conselhos de ímpios. Ele é guiado pela Palavra de Deus (Sl 119.105) e pelo Espírito Santo (At 8.29).

Os magos partiram por outro caminho. Quem adora a Jesus de verdade encontra uma saída. Assim como o povo de Israel, nos dias do profeta Ezequiel, entrava por uma porta e saía por outra (Ez 46.9), os verdadeiros adoradores entram pela “porta do problema” e saem pela “porta da solução”; entram pela “porta da enfermidade” e saem pela “porta da cura”. E assim por diante. 
Lembre-se das palavras do protagonista do Natal: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens” (Jo 10.9).

Merry Christmas (with Jesus Christ) and a happy New Year!


Ciro Sanches Zibordi

9 comentários:

Thiago Boudny disse...

Pastor Ciro, lendo um artigo também a respeito do natal de Cristo, comentado pelo pastor Silas Malafaia, cuja introdução diz as seguintes palavras:
"Sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, como popularmente se convencionou. Aliás, antes do ano 300 d.C. os cristãos sequer comemoravam o nascimento de Jesus. Isso passou a ocorrer por volta de 330 d.C., quando eles decidiram cristianizar a festa pagã do solstício, que acontecia no início do inverno."
Sendo assim, caso seja verídico, não seria uma forma irregular de celebrar o nascimento do Senhor Jesus, visto que assim o princípio da festa não tinha origem cristã?

Tadeu de Araújo disse...

Pastor Ciro, graça e paz!
Enquanto Deus permitir-nos, nunca deixaremos de comemorar o Natal!
Não sabemos, todavia, qual a base bíblico-teológica, que "teólogos", "palmatórias do mundo e donos da verdade", "encontram" respaldo para condenar aqueles que se confraternizam nessa grande festa da cristandade.
Causa-nos estranheza, porém, vermos pessoas que são quase sempre, mal-educadas, egoístas, pedantes, soberbas e outras coisas do gênero, agora comportarem-se de maneira exemplar.
Ora, somos todos imperfeitos, uns mais outros menos.
No entanto é possível sermos menos ruim em qualquer época do ano, e não apenas agora por tratar-se do Natal!
Chama-nos à atenção também, que comidas, bebidas, roupas, presentes e outras coisas mais, são prioridades a vida da maioria das pessoas, e os evangélicos não fogem à regra.
Enquanto o Aniversariante passa a ser coisa secundária.
Quem age dessa maneira, confraterniza-se com o Cristo, ou com o materialismo consumista e opressor?
Não é pecado usufruirmos das coisas boas de nossas festas, conforme 1 Coríntios 10.31, mas Cristo é que deve ser o Glorificado.
Assim acontecendo, celebremos o Natal ( Isaías 9.6).
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Valderi Gomes Ferreira disse...

Que Deus continue te abençoando Pr. Ciro, tenho sempre acompanhado as suas postagens no seu blog, e sempre que tenho a oportunidade tenho falado aos irmãos e amigos do seu blog e também dos seus livros que para mim é excelente, desejo à você as mais ricas bençãos de Deus para sua vida e ministério. Desejo a você e a sua família um feliz natal e um abençoado ano novo.
Seu irmão em Cristo Pr. Valderi Gomes

HERIVELTON MARCULINO disse...

Glórias ao Senhor, que postagem maravilhosa!

João Ricardo Pinto disse...

Gostei muito do texto.

Muito rico em dicas.

Fique na paz do SENHOR

Nerly Nunes disse...

Muito bom pastor! Eu faço minhas observações de um lado, mas sei que o senhor é um homem de Deus e que sabe o que fala. Deus o abençõe!

Anônimo disse...

pr Ciro!
Saúdo vc com A Paz do Senhor!
Pr ..achei incrivel as suas obras "erros q pregadores devem evitar"
E "mais erros q pregadores devem evitar" amei d+!
Queria lhe perguntar..
Dia 25 de dezembro é aniversario de jesus msm...ou é só 1 data q alguem escolheu p/comemorar ...?

Anônimo disse...

pr Ciro!
Saúdo vc com A Paz do Senhor!
Pr ..achei incrivel as suas obras "erros q pregadores devem evitar"
E "mais erros q pregadores devem evitar" amei d+!
Queria lhe perguntar..
Dia 25 de dezembro é aniversario de jesus msm...ou é só 1 data q alguem escolheu p/comemorar ...?
Ass: Camila

Anônimo disse...

pr Ciro!
Saúdo vc com A Paz do Senhor!
Pr ..achei incrivel as suas obras "erros q pregadores devem evitar"
E "mais erros q pregadores devem evitar" amei d+!
Queria lhe perguntar..
Dia 25 de dezembro é aniversario de jesus msm...ou é só 1 data q alguem escolheu p/comemorar ...?
Ass: Camila