sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Celebre sem medo o Ano Novo


Não acredito em crendices ligadas ao Ano Novo. Mas também não ignoro os efeitos que uma mudança de ano produz no coração de quem deseja uma vida melhor. O Senhor não ignora a nossa maneira de ver o tempo. Antes de formar todas as coisas, criou o tempo — “No princípio” (Gn 1.1) —, ao qual nos condicionou. Ele está no controle de todas as coisas, porém leva em conta nosso tempo.


Muitos expoentes “teologizam” a respeito dos modos diferentes de Deus e o homem verem o tempo. Empregando termos gregos, eles procuram provar que o tempo — da maneira como o ser humano o considera — não tem influência nenhuma sobre a nossa vida. “O que importa”, dizem tais teólogos, “é o kairós de Deus”. Talvez em razão disso alguns irmãos estejam com medo de celebrar o Ano Novo.

Para o Todo-Poderoso não há passado, presente e futuro. Mas para nós, sim. E esses períodos de tempo têm reflexos sobre a nossa vida. A chegada do novo ano nos faz refletir sobre o que passou e vislumbrar um futuro melhor. Acredite: não se trata apenas de mera mudança de calendário.

O que podemos esperar do Ano Novo? Afinal, repito, ninguém pode negar os efeitos — não apenas na esfera psicológica — que uma mudança de ano produz, mesmo para quem é guiado por Deus continuamente e acredita piamente que Ele conduza todas as coisas. Sem dúvidas, o fato de mudarmos de 2012 para 2013 ensejará recomeço, para alguns, novas expectativas, para outros, e esperança de uma vida melhor para todos.

Na noite de 31 de dezembro, se Deus quiser, minha família e eu estaremos na presença do Senhor, a fim de o glorificarmos pelas bênçãos alcançadas em 2012 e buscar ajuda do alto para o Ano Novo. Neste ano que se finda recebemos muitas dádivas da parte do Senhor. Minha esposa alcançou grandes vitórias profissionais. Nossa filha, de oito anos, concluiu o terceiro ano do Ensino Fundamental. E eu fui agraciado com grandes bênçãos, dentre as quais destaco o lançamento de Erros Escatológicos que os Pregadores Devem Evitar (CPAD), livro que já foi reimpresso neste mesmo ano, para a glória de Deus!

Portanto, caro leitor, se surgirem lutas no começo de 2013, não se abata. Seja fiel. Deus abençoa, e muito, os que lhe são fiéis! Celebremos com alegria o Ano Novo!

Ciro Sanches Zibordi

8 comentários:

Edson di Carvalho disse...

Pastor, como já disse anteriormente, o senhor é fera, é o cara. Mas estive pensando: os segundos seguem ao anterior, os dias, as semanas, os meses e os anos, não lhe parece uma tolice "comemorar" apenas o último^
Não que eu tenho problemas com o ano novo ou o natal, longe disso, no entanto não vejo razão para sentir, pensar ou agir como se algo extraordinário fosse acontecer. Como disse Jesus, nao devemos nos preocupar com o DIA de amnhã, pois a cada dia cabe o seu próprio mal. Gostaria de ouvir sua opinião, pois a respeito muito.

T.Mendes disse...

Prezado Pastor,
Conforme passagem "em tudo dai graças...", podera dize: "este ano foi de luta, meu celeiro teve vazio, minha filha esteve enferma e mesmo assim me "alegrei no Senhor". Caso Cristo voltasse na primeira semana de 2013,daríamos até lá um Glória a Deus, mesmo sabendo que foi o ano de 2012 tenha sido difícil, sem "CONQUISTAS" aos olhos do evangelho da prosperidade. Esse texto é uma realidade de diversos cristãos,e deveria ser estímulo para olhar a esperança e encorajamento devido seu próximo retorno. Ou nossa cidade está no céu ou está aqui. Como cristãos somos viciados e contaminados com esse evangelho sutil da prosperidade.O efeito psicológico de virada de ano não substitui a Palavra em qualquer data. O maios incentivo não está nessa data e sim com a pregação da mais pura Palavra. Chega de técnicas e consolos neo-petencostais.
Paz

Samuel Nunes disse...

Paz do Senhor Pastor Ciro!

Glória a Deus por mais um ano que se passa! Pastor acredito que cada ano é único em nossas vidas, as vezes eu paro para pensar nas coisas que eu fiz, e até mesmo deixei de fazer, como o senhor citou para Deus não há passado, presente e nem futuro, mas para nós sim. E cada ano que se passa é um tempo que se vai, acredito que façamos o que é bom e necessário dentro do tempo que nos é dado, acredito que o presente momento que vivemos é o tempo que Deus nos dá para que façamos o que é essencial e necessário, pois o passado é o presente que se passou e o futuro é o presente que há de chegar!

Que Deus continue abençoando sua vida Pastor Ciro!

Anônimo disse...

Pastor, como explicar o fato de que Deus permitia escravidão nos tempos biblicos? nao é uma das piores desgraças humanas? Entao como ele pode ter admitido essa hipotese para que seu povo escolhido escravizasse outros, sob sua orientação?

Lucas
lucas.couto@terra.com.br

Anônimo disse...

Prezado Pr. Ciro!, desejo que Deus continue te abençoando em todas as áreas de sua vida, que nesse ano de 2013 vc continue a escrever para nossa edificação espiritual e material.
Tenho o privilégio de ter todos os seus livros, e estou esperando o lançamento do próximo rsrsrsrsrs.
Quero lhe sugerir para o senhor escrever um livro explicando assuntos polêmicos como aborto, homosexualismo, divórcio, etc.
Tenho certeza que será mais uma ferramenta para os obreiros e ensinadores da igreja.

Feliz ano novo - Pb. João Eduardo Silva - AD Min. Belém - SP.

T.Mendes disse...

Hoje participei da Escola Bíblica Dominical em outra cidade e deparei-me com um aluno diferente: um deficiente visual.

Bem, interrompi a aula em que ministrava, e pedi para que todos os alunos pedissem perdão ao Senhor pela constante

e pecaminosa murmuração. Deus nos deu saúde para acordarmos e vermos literalmente o que nos dá e abençoa mas

parece que não vemos. Começamos o dia reclamando e terminamos com uma oração "exigindo, declarando" que queremos mais e mais...

estamos cegos dentro de nossa própria igreja? estamos cegos espiritualmente? somos merecedores? buscamos a Deus por interesse?
Não sabemos dar a resposta.Mas, qual o motivo? Dúvidas?Não, é porque não vemos.
Paz a Todos

Ouça a Palavra do Senhor disse...

Olá pr Ciro,
Como tenho observado, o irmão tem tratado de diversos assuntos procurando sempre as respostas para os mesmos na bendita Palavra de Deus, e não há como negar que isso enriquece bastante o povo de Deus para o aprendizado em andar por caminhos retos. As mudanças são esperadas por todos, desde os céticos, que só pensam no materialismo; até aos crentes no Senhor, que esperam uma mudança para alcançar vidas para o Senhor e viver na graça sempre e com a família que Deus lhes deu. Deus abençoe e feliz 2013.

Cesar Filho disse...

Pr. Ciro,
Um feliz 2013 para você e sua família. Creio que Deus irá abençoar seus projetos, principalmente nessa saga que aborda os erros a serem evitados. Vai que em 2013 é lançado o "Erros que os Pastores devem evitar", porque o negócio ta sério.
Deus lhe abençoe.

Blog do ir Cesar Filho