quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Por que "Deus seja louvado" ofende os ateus?

Considero o principal argumento do Ministério Público Federal (MPF) e dos ativistas LGBTUWXYZ para exigir que o Banco Central (BC) retire a frase "Deus seja louvado" das cédulas de real fraco e irrelevante. Por quê?

Em primeiro lugar, porque, em nome do laicismo, o MPF e os ativistas LGBTUWXYZ alegam, de modo equivocado, que a aludida frase ofende os ateus e prioriza o cristianismo. No Brasil há pessoas de várias religiões. E elas defendem várias teorias gerais ou pontos de vista sobre Deus, como: ateísmo, agnosticismo, panteísmo, politeísmo, dualismo, deísmo e teísmo.


O ateísta diz: "Não há Deus", mas tem o seu deus: a razão. O agnóstico afirma: "Tudo é relativo. Nada pode ser provado" (também nega a existência de um Deus pessoal). Dizem que o agnóstico é o ateu que não tem coragem de assumir seu ateísmo.


Já o panteísta assevera: "Deus é tudo, e tudo é Deus". O politeísta, por sua vez, defende a existência de muitos deuses. E o dualista afirma: "Deus é finito e harmoniza bem e mal". O deísta (não confunda com o teísta) diz: "Deus só pode ser compreendido pela razão". E, finalmente, o teísta assevera: "Deus existe e está no controle de todas as coisas".


Com tantas cosmovisões diferentes, a frase "Deus seja louvado" pode significar muitas coisas e se reveste de imparcialidade. Para ofender outras religiões, ela deveria ser específica, como "Jesus Cristo seja louvado" ou "Alá seja louvado". Da forma como está grafada a frase não agride a ninguém.


Diante do exposto, num Brasil multifacetado, de tantas religiões e cosmovisões, o termo "deus" se torna genérico. Ademais, se para os ateus, ao contrário de nós, cristãos (teístas), não existe um Deus pessoal, Criador do Universo, uma frase sobre Ele deveria ser inócua e inofensiva, não é mesmo?


Ciro Sanches Zibordi

12 comentários:

Jovem Cristão disse...

Paz do Senhor Pastor Ciro, sou leitor frequente de seu blog, e admiro muito sua sabedoria e a forma de nos esclarecer mais as escrituras e certas coisas que ocorrem na atualidade. Tenho um blog, o senhor até segue ele, e neste blog eu fiz um artigo a respeito da atitude de nosso pastor. Independente da sua opinião eu gostaria muito que o senhor atentasse para esse caso. Gostaria que o senhor lesse o artigo: http://neymarques.blogspot.com.br/2012/11/disciplinados-por-romper-barreiras.html e desse seu parecer pra mim. Eu quero realmente aceitar o que é certo! Paz do Senhor e ficarei muito grato se o senhor me retornar com uma resposta da análise. Meu e-mail neymarquesb.f@uol.com.br

Johnatas Silva disse...

"Diante do exposto, num Brasil multifacetado, de tantas religiões e cosmovisões, o termo "deus" se torna genérico. Ademais, se para os ateus, ao contrário de nós, cristãos (teístas), não existe um Deus pessoal, Criador do Universo, uma frase sobre Ele deveria ser inócua e inofensiva, não é mesmo?"

Esta última parte do artigo foi pra "fechar o caixão" e colocar a tampa em cima. (Risos)

Very good!


JS

Johnatas Silva disse...

"Diante do exposto, num Brasil multifacetado, de tantas religiões e cosmovisões, o termo "deus" se torna genérico. Ademais, se para os ateus, ao contrário de nós, cristãos (teístas), não existe um Deus pessoal, Criador do Universo, uma frase sobre Ele deveria ser inócua e inofensiva, não é mesmo?"

Esta última parte do artigo foi pra "fechar o caixão" e colocar a tampa em cima. (Risos)

Very good!


JS

Thiago Boudny disse...

É isso mesmo, o negócio é rir para não chorar!
Enquanto uma onda assombrosa de violência invade a grande São Paulo e o Brasil de um modo geral, estão discutindo maneiras de se tirar o nome de Deus de notas de dinheiro, enquanto que poderiam legislar sobre segurança, saúde e cidadania!
Mas não, isso é perda de tempo, fica para uma outra ocasião! Pode ser que quando assassinarem familiares da presidência da república, tratem o caso com mais minuciosidade!
Por enquanto são pobres que estão morrendo, policiais, seguranças, juízes honestos, nada demais por enquanto, deixem os legisladores sentados em suas poltronas honrosas discutirem o destino do "nome de Deus" das notas.
Não sei o que passa na cabeça desses políticos, porque, mas porque só agora querem alegar que optaram por um estado laico?
Sei não, mas onde tem fumaça tem fogo, coisa boa com certeza não deva ser...
Tenho vergonha da "justiça" e da "lei" brasileira, pois nem uma, nem outra são eficazes!
E é isso!

Anônimo disse...

A velha rebeldia contra o Criador...
ateísmo, deísmo... não importa quantos novos "ismos" surjam para afrontar a Deus, o Senhor voltará e regerá esse mundo.
Maranata!

Tadeu de Araújo disse...

Pastor Ciro, graça e paz!
Não temos dúvidas que o único local onde o Nome de Deus não incomoda é no " Céu", porque lá não existe o pecado, mas, a Santidade em sua plenitude.
No entanto, infelizmente, neste mundo, que jaz no maligno, conforme 1 João 5.19, sua Grandiosa luz causa mal-estar nos fihos das trevas.
Por isso, tudo que venha enaltecer o Altíssimo, será motivo de perseguição.
Além do mais, como a nossa redenção está próxima, aí é que o nosso adversário tende a revoltar-se de maneira descomunal.
Resta-nos, entretanto, como sal da terra e luz do mundo, de acordo Mateus 5.13-16, fazermos a diferença.
" A falsa ciência cria ateus, a verdadeira faz o homem prostrar-se diante da Divindade.
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Raquel Santos disse...

Se tirarem a frase "Deus seja louvado" das cédulas de real, vou escrever a CANETA a mesma frase em todas as cédulas que chegarem em minhas mãos!
Não podemos nos calar, nem nos dobrar ao ateímo! Nosso país é predominantemente cristão, e pela graça e misericórdia de Deus, o será cada vez mais! Em nome de Jesus!!!

"Desde o nascimento do sol até ao ocaso, seja louvado o nome do SENHOR." (Salmos 113 : 3)

"Posso entender que é possível olhar para o chão e ser ateu, mas não posso conceber como alguém pode olhar para o céu e dizer que Deus não existe."
(Abraham Lincoln)

"Admira-me encontrar uma pessoa inteligente que luta contra algo que ela mesma não crê absolutamente que exista."
(Mohandas Gandhi)

"A melhor resposta a um ateu é oferecer-lhe um bom jantar e perguntar-lhe se ele crê que existe um cozinheiro."
(Louis Nizer)

"Em seu coração, a religião do ateu tem um vazio com a forma de Deus."
(H. G. Wells)

"Não há ateus em trincheiras nem em botes salva-vidas."
(James Whitaker)

"O ateísmo é a morte da esperança, o suicídio da alma."
(Anônimo)

"Um problema que um ateu enfrenta é que ele não tem com quem conversar quando está só."
(Anônimo)

"Nenhum homem diz "Deus não existe", a não ser aquele que tem interesse em que ele não exista."
(Agostinho)

"O mundo ainda está esperando pelo primeiro ateu sábio."
(J. Blanchard)

"Quem não acredita na existência de Deus é mais vil do que um demônio. Negar que Deus existe é uma espécie de ateísmo que não será encontrado nem no inferno."
(Thomas Brooks)

Rosimeire Santos disse...

Sou evangélica e sou a favor que retirem essa frase do nosso dinheiro.

Pois bem, como crente em Deus que sou, manifesto-me: Por favor, retirem a expressão “Deus seja louvado” das nossas cédulas de reais!

Porque Deus realmente não pode ser louvado através de uma moeda que serve para alimentar a ganância de uma porção de pessoas sem escrúpulos que vendem seus cargos, influência e poder no exercício de funções públicas para elevar a margem de corrupção desse país - Dados oficiais de operações da Polícia Federal em 2011 apontam que quase R$ 6 bilhões sumiram das contas públicas.

Porque Deus de maneira alguma pode ser louvado diante da falta de investimentos na saúde pública, educação, segurança e programas de real eficiência no combate à pobreza e à miséria, quando é necessário trabalhar mais de quatro meses para se pagar a pesada carga de impostos nesse país.

Porque Deus não é louvado quando os salários dos professores no Brasil são vergonhosos, tampouco quando se permite que universidades federais fiquem sem aulas por meses, em greve, sem que nenhum acordo seja feito para atender às reivindicações de professores e também de alunos.

Porque um povo que se sente inseguro não tem motivos para louvar a Deus quando os profissionais que cuidam da segurança de suas cidades são mal remunerados, o que só agrava a corrupção e a violência.

Porque aqueles que buscam auxílio no SUS não o encontram com qualidade e inúmeras vidas são interrompidas pela falta de estrutura agravada por precários recursos financeiros. Não se louva a Deus assim.

Porque Deus deve mesmo ter vergonha dessa frase estampada nas cédulas, as mesmas que são usadas tantas vezes para financiar o “jeitinho brasileiro”, como na rodovia, quando a “gorjeta” é concedida a algum policial rodoviário e se faz vista grossa para a infração cometida, ou ainda na falsa declaração anual do imposto de renda ou no acordo extraoficial que compra o outro lado em uma disputa judicial.

Porque não é possível imaginar que Deus seja louvado enquanto instituições sem fins lucrativos e que deveriam prestar serviços à comunidade enriquecem a custa das verbas públicas.

Impraticável também reconhecer qualquer louvor a Deus também na prática de inúmeras instituições religiosas, nas quais muitas igrejas evangélicas dilatam os números, aproveitando-se da falta de informação, conhecimento e até da fé de milhões de brasileiros que dizimam e ofertam, financiando a prostituição espiritual de líderes religiosos que venderam suas almas ao Dinheiro, tornando-se poderosos e repugnantes.

Por favor, retirem essa expressão das cédulas do real!

Porque ainda que não faça menção a uma religião específica, grupos menores (como os ateus, por exemplo) podem realmente se sentirem ofendidos pelo impresso “Deus seja louvado” em suas notas. Contudo, não se esqueçam de abolir todos os feriados religiosos dessa nação! Inclusive, servidores públicos não deveriam, portanto, desfrutar de descanso nessas datas, tampouco de pontos facultativos, porque o Estado é laico.

Mas quando a expressão “Deus seja louvado” for retirada das cédulas do real, daí sim, a vida de todos os cidadãos desse país irá mudar para melhor. E então, finalmente, o Ministério Público Federal poderá se ocupar das questões “menos importantes”. Será?
.
Atenciosamente,
Rosimeire Santos

Jesuel disse...

Rosimeire nascimento excelente comentário, tomei a liberdade de posta-lo no meu blog com os devidos créditos

Luciana disse...

A paz do Senhor! Refletindo sobre essa polemica e ao ve a entrevista do Procurador sobre a motivacao de tentar retirar a frase, segundo ele o Brasil é um pais laico sendo que o Estado tem que esta desvinculado de religiao, achei no minimo estranho ele nao ter questionado a imagem que esta estampada nas notas que é de uma deusa paga da mitologia grega.

Tamar disse...

Há alguma coisa errada na cabeça desses ateus???

Pq uma simples frase os incomoda tanto????

Como crente em Jesus Cristo eu não fico surtada toda vez que alguém proclama que "Alá é Grande" ou grita Vixe Maria..

Eu não tenho um ataque de nervos quando vou a um hospital e tem a imagem de um santo católico lá.

Não fico "extremamente ofendida" quando um autor cita uma frase do Dalai Lama.

Quando alguém "descobre" uma nova esposa de Jesus em algum evangelho esquisito continuamos levando nossa vida...







Prof. Tiago Nascimento disse...

Acho que eles poderiam ter usado um argumento bem cristão:
"Dai a César o que é de césar e a Deus o que é de Deus".
A moeda é de quem??

Isso fecharia a questão.