segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Se eu quisesse ganhar muito dinheiro...

Já me perguntaram se ganho muito dinheiro combatendo heresias e modismos. E alguns animadores de auditórios ou seus fãs têm sugerido que meu ganha-pão é verberar contra os "ungidos" do Senhor.

Ora, se quisesse ganhar muito dinheiro, eu pregaria heresias, e não as combateria, não é mesmo?


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, escreveria sobre autoajuda, e não sobre a ajuda do alto.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, pregaria mensagens "simpáticas" que massageiam o ego dos crentes, e não mensagens "antipáticas" que incomodam as suas consciências.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, priorizaria a fama e o dinheiro, amando-os e fazendo deles a minha maior motivação. Mas reflito muito sobre o que está escrito em Mateus 6.19-21 e 1 Tm 6.9,10.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, pregaria o evangelho-show, e não e Evangelho da cruz.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, faria amizade com políticos e procuraria ingressar na Câmara dos Deputados ou no Senado Federal, etc.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, estipularia um cachê mínimo de R$ 1.000,00 por pregação ou R$ 3.000,00 para um fim de semana. Afinal, há muitas igrejas que aceitam esse tipo de exigência.


Se eu quisesse ganhar muito dinheiro, seria, com certeza, um dos proponentes da Teologia da Prosperidade. E me aliaria a todos os grandes "ungidos", especialmente os midiáticos, que só falam de dinheiro e assuntos afins. Mas estes sabem que não podem contar comigo...


Enfim, se eu quisesse ganhar muito dinheiro, me aliaria às celebridades gospel, e não aos defensores do Evangelho. Por graça de Deus, valorizo o dinheiro e preciso dele, mas não o priorizo. Minha motivação primacial é ter compromisso com a Palavra de Deus e com o Deus da Palavra.


Ciro Sanches Zibordi

16 comentários:

Edvaldo Tomé disse...

Perfeito Pastor! Deus abençoe o Sr. e o seu ministério.

Adiel Teofilo disse...

Muito bom, Pr. CIRO. Conte com o nosso apoio, inclusive republicando, com os devidos créditos, os seus preciosos artigos! Adiel Teófilo - Blog DEFESA DO EVANGELHO - www.adielteofilo.blogspot.com.br

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Amigo e nosso pr. Ciro Zibordi,

A paz amado!

O nosso maior alimento deve ser fazer a vontade de Deus, o resto não passa de restos.

Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? (Mateus 16:26)

O Senhor seja contigo, nesta sua decisão, nobre atalaia,

O menor dos teus irmãos.

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

A paz do Senhor Jesus, pastor Ciro Zibordi!

Estes pregadores de baboseiras com toda a certeza têm os bolsos forrados de verdinhas. Quem fala a verdade e prega o Evangelho genuíno nunca viverá de rapinagem igrejeira. A torpe ganância é própria de pregadores rapaces sem compromisso com a Bíblia e muito menos com seus ouvintes.

Louvo a Deus pelo seu fecundo e abençoado ministério apologético. Ele tem permitido que muitos incautos se apercebam dos perigos que correm e abram os olhos em tempo oportuno.

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

A paz do Senhor Jesus, pastor Ciro Zibordi!

Estes pregadores de baboseiras com toda a certeza têm os bolsos forrados de verdinhas. Quem fala a verdade e prega o Evangelho genuíno nunca viverá de rapinagem igrejeira. A torpe ganância é própria de pregadores rapaces sem compromisso com a Bíblia e muito menos com seus ouvintes.

Louvo a Deus pelo seu fecundo e abençoado ministério apologético. Ele tem permitido que muitos incautos se apercebam dos perigos que correm e abram os olhos em tempo oportuno.

rafael disse...

Parabens pela abordagem é a primeira vez que comento neste blog, mais digo de passagem que o admiro muito.

Anônimo disse...

Prezado Pastor Ciro, a Paz do Senhor Jesus!

Pelo presente informo que o seu blog, como o do pastor Altair Germano, reverendo Augusto Nicodemos, e o site do Pastor Israel Belo de Azevedo, contribuem de forma inimaginável para a manutenção da sã doutrina.

Em tempos que a Bíblia já não se mostra mais suficiente para a orientação moral e espiritual do homem, quando os púbitos da amada igreja são contaminadas com modismos meramente pautados em visões ou experiências pessoais, Deus ainda levantam homens capazes, a despeito das vozes ferozes que bradam contram, de sustentar as verdades absolutas da Bíblia.

Perdoe-me o tom de desabafo, porém não há como contentar-se com uma igreja que esvazia a cruz, esta o símbolo paradoxal do cristianismo, vergonha e triunfo. Uma igreja que torna relativo o sacrifício da cruz, pregando métodos que se assemelham ao paganismo.

E perceba: a mesma igreja que expõe um evangelho triunfalista e antropocêntrico, no qual Cristo é o servo, é a mesma que limita o poder expiatório da Cruz.

Resta-no apenas dedicar-nos ao estudo da Palavra e orar para que os modismos, como ventos, passem sem deixar feridas.

Fique com a Paz de Cristo Jesus

Anônimo disse...

Prezado Pastor Ciro, a Paz do Senhor Jesus!

Pelo presente informo que o seu blog, como o do pastor Altair Germano, reverendo Augusto Nicodemos, e o site do Pastor Israel Belo de Azevedo, contribuem de forma inimaginável para a manutenção da sã doutrina.

Em tempos que a Bíblia já não se mostra mais suficiente para a orientação moral e espiritual do homem, quando os púbitos da amada igreja são contaminadas com modismos meramente pautados em visões ou experiências pessoais, Deus ainda levantam homens capazes, a despeito das vozes ferozes que bradam contram, de sustentar as verdades absolutas da Bíblia.

Perdoe-me o tom de desabafo, porém não há como contentar-se com uma igreja que esvazia a cruz, esta o símbolo paradoxal do cristianismo, vergonha e triunfo. Uma igreja que torna relativo o sacrifício da cruz, pregando métodos que se assemelham ao paganismo.

E perceba: a mesma igreja que expõe um evangelho triunfalista e antropocêntrico, no qual Cristo é o servo, é a mesma que limita o poder expiatório da Cruz.

Resta-no apenas dedicar-nos ao estudo da Palavra e orar para que os modismos, como ventos, passem sem deixar feridas.

Fique com a Paz de Cristo Jesus

Honório Guedes disse...

Amém! que assim seja, que a benção do Senhor seja sobre sua vida e que ele te faça prosperar grandemente...
Abraços fraternais,

disse...

Por isso tenho orgulho de ti abençoado. Deus te abençoe sempre. Paz!

Elaine Cândida disse...

E precisamente por escolher não ganhar muito dinheiro desse modo condenável pela Bíblia, é que o senhor, pastor, está no caminho de ganhar o Céu.

Deus te mantenha assim!

Abraço, no amor de Cristo.

Elaine Cândida



*Sempre estou passando por aqui e lendo seus escritos edificantes, mas por falta de tempo não tenho comentado o que gostaria.

Que sua semana seja linda e santa.

T.Mendes disse...

ANO DE 2003.Desde aquele ano ficava na portaria da igreja assistindo e anotando interrogações no conhecido evangelho da prosperidade e jargões diversos.Ao ler a primeira obra apologética do Senhor somente confirmou tudo que pensava. Já era o Espírito santo testificando o que as rédias dos "religiosos" assembleianos (e não assembleianos de verdade)não permitiam.Vou repetir:Ainda hgá tempo para a próxima revista ebd ter o tema neopentecostalismo, não diversos capítulos de história de surgimento e sim as passagens bíblicas que utilizam para defenderem as interpretações inimigas.Seitas e heresias , pois muitos teólogos já consideram a teologia da prosperidade como seita e não movimento.
Aí conhece!

T.Mendes disse...

ANO DE 2003.Desde aquele ano ficava na portaria da igreja assistindo e anotando interrogações no conhecido evangelho da prosperidade e jargões diversos.Ao ler a primeira obra apologética do Senhor somente confirmou tudo que pensava. Já era o Espírito santo testificando o que as rédias dos "religiosos" assembleianos (e não assembleianos de verdade)não permitiam.Vou repetir:Ainda hgá tempo para a próxima revista ebd ter o tema neopentecostalismo, não diversos capítulos de história de surgimento e sim as passagens bíblicas que utilizam para defenderem as interpretações inimigas.Seitas e heresias , pois muitos teólogos já consideram a teologia da prosperidade como seita e não movimento.
Aí conhece!

Anônimo disse...

Que bom pastor! Mantenha-se firme, pois Ele já vem.

Sergio Gomes disse...

Vjo pelas ruas, tv,rádios ... A vergonha do evangelho...

djavan moraes disse...

Estou de pleno acordo pr ciro