sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Caíram as máscaras dos "adoradores extravagantes"


A cada dia se tornam mais claros os objetivos interesseiros dos "adoradores extravagantes". Eles não querem andar segundo a Palavra de Deus. Rejeitaram a sã doutrina. Dessacralizaram o louvor com música, ao trazerem para os templos os agressivos estilos mundanos, criados para outros fins, e não para o louvor do Senhor. Com suas prolongadas músicas, feitas para os seus shows, convenceram boa parte da juventude cristã de que o "louvor" é a parte mais importante do culto, tornando a exposição da Palavra enfadonha e substituível.

Mas as máscaras caíram. Aliás, as máscaras dos "adoradores extravagantes" já tinham caído há muito tempo. Não é de hoje que homens e mulheres de Deus se opõem ao Movimento Gospel, suas extravagâncias e sandices. Agora, com a corajosa denúncia (feita pelo estimado bispo Walter McAlister, em seu blog) de que a Igreja Cristã Nova Vida fora "convidada amigavelmente" a pagar direitos autorais pela execução de "louvores" nos seus cultos, as verdadeiras faces dos tais "adoradores" nos foram apresentadas.

Não sou contra a venda de CDs e DVDs. Também não reprovo os pregadores e cantores que, ao participarem de eventos, recebem uma oferta das igrejas ou instituições que os convidam. Entretanto, cobrar pela execução de uma composição dentro de um templo evangélico é um ignominioso e aberrante despropósito. Analogamente, é como se os escritores viessem a cobrar pela leitura de seus livros em público! Isso mostra que os tais "adoradores extravagantes" se consideram, mesmo, astros do mundo, e não astros neste mundo (Fp 2.15). E quem os defende a todo custo é porque já se conformou com este mundo tenebroso (Rm 12.1,2).

Concluo citando a precisa descrição dos "adoradores extravagantes" feita pelo bispo McAlister, a quem parabenizo e com quem me solidarizo: "esses cantores que se venderam para emissoras de televisão, que ganham fortunas nas suas turnês 'gospel' e pela venda de incontáveis CDs e DVDs, não estão satisfeitos. Querem mais. Querem 'enterrar os ossos'. Tornaram-se mercadores da fé, e com essa última cartada, suas máscaras caem por terra. Que máscaras? As que fazem com que acreditemos que eles realmente creem que o culto é para Deus somente. Para eles, a igreja não passa de fonte de lucro. A igreja não passa de um negócio. Sim, porque, por essa ação, afirmam não acreditar que a igreja seja uma assembleia de sacrifício. Para eles, a igreja é uma máquina de dinheiro. Sua eclesiologia é clara. Suas lágrimas de comoção são teatro. Seus gestos de mãos erguidas não passam de encenação".

Ciro Sanches Zibordi

25 comentários:

RAIMUNDO RODRIGUES disse...

Muito bem, Pr. Ciro. É necessário que a Igreja perceba que esses movimentos não agradarão a Deus.

Tânia Regina disse...

A Paz Pr.Ciro.

Que triste ver os rumos que tem tomado o louvor, se é que podemos chamar de louvor.
triste e se intitulam, "levitas".
Pena, pois nunca leram, e não tem conhecimento algum sobre o que significa ser um verdadeiro "Levita".

Que Deus continue o capacitando a cada dia mais.

Deus o abençoe.

Pr Ivair José Lehm disse...

a Paz do Senhor

Linda postagem, muito elucidativa, pois o que vemos são esses louvores que nao acabam mais, longos e repetitivos dentro dos congressos

Sabe pr Ciro, ando muito desanimado e decepcionado com os rumos da igreja no Brasil e pela imposição de alguns de nossos lideres.
Além do mais ainda existe o marketing de algumas editoras e gravadoras que escolhem quem deve e quem nao deve se apresentar.

São os últimos dias e que pena que eu esteja vivendo os últimos dias, pois gostaria de fazer mais pelo evangelho e minhas forças são tão pequenas e eu tão pecador e limitado.

Um abraço querido amigo...

Pr Ivair J. Lehm

JERRI disse...

Espero pelo dia em que o SENHOR JESUS venha por fim a ESTE TRISTE ESPETACULO , A ESTE AJUNTAMENTO DE "VAMPIROS" EM PELE DE OVELHAS!!! QUE DEUS EM CRISTO TE ABENÇOE, E A TODOS QUE COMBATEM O "BOM COMBATE"! FRATERNALMENTE IRMÃO JERRI ADRIANE.

JERRI disse...

Pastor CIRO DEUS TE ABENÇOE! VOCE UM APOLOGETA eu um par de joelhos orando por ti e por todos que não se omitem diante de um cenario tão bizarro dentro dos arraiais cristãos.

Matheus Carrel disse...

Oi pastor Ciro tdb?
Você ainda não me disse se as músicas, como a valsa, que é o ritmo de boa parte das musicas dos hinários da harpa são de origem pagã ? Afinal esses estilo eram tocada para os deuses pagãos.
E o fato de haver apenas música judaica na Biblia implica em ser o único estilo de música proprio ao louvor ?

Fique com Deus !!!

Izaldil Tavares de Castro disse...

Pastor Ciro, essas ocorrências só constatam a veracidade daquilo que se tem apontado há tempos, com relação à tal "música gospel": "americanização" terrível!
Essas práticas, além de criarem comerciantes de música (?) para igrejas, injetaram textos que ofendem o conteúdo das Escrituras Sagradas, deturpam a doutrina evangélica e transformam reuniões de culto em espetáculos quase iguais aos "shows" de televisão.
Mas, graças a Deus, que zela por Sua Igreja, esses aventureiros começaram a perder o seu disfarce e a cara suja começa a aparecer. Deve vir mais...

Márcio Cruz disse...

Saudações, Pr. Ciro!!

Repetindo o que tenho dito:

A D O R A D O R E S

D E

M A M O M


As luzes denunciam as trevas. E ainda tem idólatra que vai defender SEUS terafins!!!

Tamar disse...

Nunca pensei que a insistência em cantar hinos antigos nas igrejas fosse por causa da questão dos direitos autorais, mas comecei a desconfiar disso quando uma igrejona dessas "de jovens" que tem seu grupão nas paradas, proibiu outros louvores nos cultos. Também percebi que muitos cantores novos (grupos de rock cristão ou não) regravam hinos e músicas folclóricas antigas.

Bom voltemos aos velhos hinos, temos música de graça desde os Salmos até 70 anos atrás.

Andrew disse...

Boa noite Pr. Ciro,

Concordo em gênero e grau, até porque seria difícil discordar do texto do meu pai. Venho somente fazer uma pequena correção no seu texto, se me permitir. Ele é Bispo da Igreja Cristã Nova Vida. A Igreja Nova Vida (sem o cristã) é uma outra denominação. Perdoe o comentário apenas para isto, mas como não podemos responder por algumas atitudes da "outra Nova Vida", faço questão de apontar a distinção.

Um forte abraço, e que Deus continue a abençoar o seu ministério e lhe honrar conforme a sua fidelidade a Ele,

Andrew McAlister

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Andrew McAlister,

Grato pela correção. Já alterei o texto.

Um grande abraço.

CSZ

Wanderson Sabino disse...

Paz seja com todos.Sugiro que leiam a postagem feita no BLOG GENIZAH http://www.genizahvirtual.com/2012/09/conheca-os-fatos-ignore-os-boatos-taxas.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+Genizah+%28Genizah%29
Abraços,
http://wandersonsabino.blogspot.com.br/

Jornal da Assembléia - "A Voz do Povo de Deus" disse...

Pr. Ciro,

É Jesus tombando as mesas dentro do templo de novo (Mt 21.12)!

Estão tentado sugar dos peregrinos com as suas "ofertas ao Senhor".

Dc. Jonathas

Tamar disse...

Desculpem por + um comentário.

Esse fato com seus desdobramentos pode ser didático para a igreja.

Vamos ver muitos góspeis mais midiáticos e influentes defendendo que as famílias das igrejas devem destinar uma parte da sua renda dizimada para sustentar os tais "artistas". Isso será um claro ensinamento de como
é possível com vários "twists" verbais fazer com que os maiores absurdos parecam justos e verdadeiros.

Os hinos de louvor representam 5000 anos de patrimônio cultural do humanidade e um legado do judaico cristinismo e estão sendo destruídos e mercantilizados pela falta de conhecimento dos líderes das igrejas.
Não se picha um Michelangelo só porque alguns consideram pichação uma "arte" e isso é o que tem sido feito desde 1980 com a música sacra.
Estão pichando os louvores gratuitos para substituir pelos vendidos. Que sirva de lição para a carneirada.

Agora creio que ninguém mais se acostumaria com o "de graça recebeste de graça dai" pois é possível sempre cobrar por algo e quando não quiserem pagar é so fazer uma lei obrigando o pagamento e criminalizando quem não paga.

Por ignorância dos pastores seus filhos cantores costumam colocar aquele anúncio nos DVDs dizendo que "desobedecer a Lei é pecado" ameaçando jogar no inferno quem pirateia suas obras. Confundir a lei dos homens com a lei de Deus é demonstração de que os pastores não estão sendo treinados em questões teológicas e filosóficas importantes e não foram ensinados a interpretar a relação do cristianismo com César na carta aos Romanos e a questão espinhosa da desobediência civil.

E isso é só o começo.

***Lucy*** disse...

A Paz de Cristo, Pr. Ciro

Esta notícia em nada me surpreende!!!

O que me deixe perplexa não são os cantores evangélicos se valorizarem tanto ao ponto de cobrarem altos cachês, visto que, os mesmos são de fato artistas gospel. Pior que isto, é a irresponsabilidade de pastores que usam o dinheiro da igreja para promoção de shows, usando o templo como palco para atrair seguidores, ao invés de utilizarem os dízimos e ofertas em prol do verdadeiro Evangelho, para que eles não sejam reprovados naquele grande Dia, quando haverá prestação de contas de tais lideranças ao legítimo dono da Igreja, os quais não alimentou quem tinha fome, não saciou quem tinha sede, não hospedou o forasteiro, não vestiu o nú, não visitou o enfermo e muito menos o encarcerado, para que esses recebessem o Evangelho da Salvação, conforme as palavras do Senhor Jesus em Mateus 25. 31-46.

Que Deus tenha misericórdias não só dos cantores gospel, mas principalmente de algumas lideranças que, adormecidas nos braços do deus Mamon, acumulam recursos financeiros para desfrutarem na terra daquilo que os justos só poderão alcançar no Céu; e isto, de forma muito mais gloriosa do que aqueles que prevaricam para sua própria condenação.

Em Cristo,

***Lucy***

MOISÉS DUARTE disse...

A Paz do Senhor Pastor Ciro
Parabéns pelo excelente artigo. É por haver este tipo de "adoradores" que Jesus falou que Deus PROCURA aqueles que verdadeiramente são Adoradores. Também tenho escrito algo relacionado ao tema da adoração no meu blog, www.blogmoisesduarte.blogspot.com.br dê uma lida. Continuemos a combater corajosamente tudo aquilo que fuja aos ensinos bíblios...
Que Deus te Abençoe Muitíssimo.

Milton disse...

Olá Pastor. Na verdade, entendo que eles estão colocando o DINHEIRO na frente. Estão interessados mo lucro, esquecendo que foi DEUS quem lhes os hinos.

Milton

Johnatas Silva disse...

Deus tenha misericórdia destes que comercializam o Evangelho. É triste ver que este tipo de coisa está acontecendo na igreja de hoje. Porém, nosso consolo está em saber que o Senhor ainda tem e sempre terá Seus remanescentes.

Anônimo disse...

Paz do Senhor Jesus a todos e ao irmão pr. Ciro. Que honra poder acompanhar seu ministério pastor! Graças a Deus por Ele levantar homens compromissados com a autenticidade das escrituras, e em combater o bom combate. Acerca do tema em questão, sem querer ser alarmante, é fato que as músicas (longe de serem louvores) tocadas em rádios evangélicas e cantadas na maioria de nossas igrejas, são puramente "comerciais". Uns 90% das músicas do nosso meio não podem ser consideradas louvores a Deus. Louvam o homem, louvam as conquistas materiais e terrenas, louvam os anjos, louvam até mesmo os feitos do maligno, mas para Deus nesses pseudo-louvores, só resta a "obrigação" de Ele 'exaltar na terra', 'restituir o que se perdeu', 'colocar uns na platéia outros no palco", dentre outras milhares de aberrações. Quando tais vem acompanhadas de danças e ritmos seculares, ai conseguem se superar em aberracionice. Esse processo tendencioso e maligno de 'comercialização' tem abrangido a área da pregação em nossos dias. Mensagens de auto-ajuda com técnicas de psicologia, mensagens que estimulam um falso avivamento, voltado apenas nos dons, em detrimento do fruto do Espírito e suas vertentes. Cruz de Cristo? Arrebatamento? Nascer de novo? Dois caminhos e duas portas? Tudo isso para muitos, se tornou obsoleto e ultrapassado. Não dão ibope, não geram aplausos, não proporcionam fama, não fazem 'chover' agendamentos. Enfim, não se enriquece com o evangelho simples e genuíno. Em Jesus, Luiz Henrique.

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

A paz do Senhor Jesus, pastor Ciro!

Tais comportamentos revelam os escrúpulos escusos de muitos "adoradores" do meio evangélico. Precisamos redobrar a nossa atenção e fechar as portas de nossas igrejas para esses mercenários. Existem muitos irmãos abençoados que ainda fazem a obra do Senhor por amor, sem medir distâncias. Estes não sãos astros, apenas cumprem o seu ministério com temor e tremor.

Que o Senhor continue abençoando o seu ministério.

Geovani Figueiredo dos Santos disse...

A paz do Senhor Jesus, pastor Ciro!

Tais comportamentos revelam os escrúpulos escusos de muitos "adoradores" do meio evangélico. Precisamos redobrar a nossa atenção e fechar as portas de nossas igrejas para esses mercenários. Existem muitos irmãos abençoados que ainda fazem a obra do Senhor por amor, sem medir distâncias. Estes não sãos astros, apenas cumprem o seu ministério com temor e tremor.

Que o Senhor continue abençoando o seu ministério.

Anônimo disse...

Pr. ciro,

Com a devida humildade e admiração pelo seu blog eclareço que o Referido Bispo Roberto se equivocou ao escrever isso, pois não é fato que os cantores estejam cobrando algo da igreja dele.
Prova disso é que ele mesmo pede desculpas no blogue dele por ter escrito isso.
Portanto seria de bom tom o senhor conceder o mesmo espaço ao pedido de desculpas do Bispo que deu ao artigo dele denunciando a cobrança.

Paz do Senhor,

Geane Morais.

MARCELO MILHOMEM disse...

NÃO NOS TORNEMOS TRAGÉDIAS ECLESIÁSTICAS...

Anônimo disse...

NÃO NOS TORNEMOS TRAGÉDIAS ECLESIÁSTICAS...

Anônimo disse...

Olá Pastor, que o Senhor continue a te usar grandemente para honra e gloria do Senhor Jesus.Parabéns e a Palavra de Deus está escrito este povo me louva com seus lábios, mas o seu coração está longe de Mim, claro, não todos
mas principalmente quem só visa lucro.